Você está na página 1de 2

Zulmira Zunida ajuizou reclamação trabalhista em face de Vassourinha Limpeza Ltda.

postulando diversas verbas. Após os trâmites normais da ação, esta foi julgada
parcialmente procedente, condenando-se a reclamada no pagamento de algumas
verbas, tendo a sentença de primeiro grau arbitrado o valor da condenação em R$
5.000,00 e custas processuais em R$ 100,00. Inconformadas com a decisão
recorreram ordinariamente as partes, tendo a reclamada feito depósito recursal de R$
4.678,13 e pago as custas no valor fixado. Ao julgar os recursos ordinários das partes,
o TRT da 9a Região decidiu por negar provimento ao recurso ordinário da reclamada e
dar provimento ao recurso ordinário do autor, acrescentando verbas à condenação e
arbitrando novo valor à condenação em R$ 17.000,00 e custas de R$ 340,00. Dessa
decisão recorreu novamente a reclamada (recurso de revista), tendo a reclamada
complementado o depósito recursal efetuando depósito no valor de R$ 9.356,25 e
pago as custas no valor de R$ 240,00. Tempestivo o recurso de revista, este teve o
seu seguimento negado pelo Juiz Presidente do TRT da 9ª Região sob o argumento
de não estarem preenchidos os requisitos do artigo 896, alíneas “a”, “b” ou “c” da CLT.
Dessa decisão (negativa de seguimento ao recurso de revista pelo Presidente do TRT
da 9ª Região), publicada no Diário da Justiça do dia 02/06/2006 (sexta feira), pretende
recorrer novamente a reclamada.
Diante dessa situação, esclareça: a) qual o recurso cabível; b) qual o prazo para sua
interposição; c) qual o dia da semana e a data limite para o protocolo; d) qual o valor
do depósito recursal a ser efetuado; e) qual o valor das custas a serem recolhidas.

Maricota Vivalda ajuizou reclamação trabalhista em face de Limpeza Prestação de


Serviços Ltda. postulando diversas verbas. Após os trâmites normais da ação, esta foi
julgada parcialmente procedente, condenando-se a reclamada no pagamento de
algumas verbas, tendo a sentença de primeiro grau arbitrado o valor da condenação
em R$ 2.000,00 e custas processuais em R$ 40,00. Inconformadas com a decisão, as
partes recorreram ordinariamente, tendo a reclamada feito depósito recursal de R$
2.000,00 e pago as custas no valor fixado. Ao julgar os recursos ordinários das partes,
o TRT da 9a Região decidiu por negar provimento ao recurso ordinário da reclamada e
dar provimento ao recurso ordinário da autora, acrescentando verbas à condenação e
arbitrando novo valor à condenação em R$ 17.000,00 e custas de R$ 340,00. Essa
decisão foi publicada no Diário da Justiça do dia 02/12/2005 (sexta feira). Dessa
decisão de segunda instância pretende recorrer novamente a reclamada.
Diante dessa situação, esclareça: a) qual o recurso cabível; b) qual o prazo para sua
interposição; c) qual o dia da semana e a data limite para o protocolo; d) qual o valor
do depósito recursal a ser efetuado; e) qual o valor das custas a serem recolhidas.

Flaudemilio Figura ajuizou reclamação trabalhista em face de Indústrias Acme S/A


postulando diversas verbas. Após os trâmites normais da ação, esta foi julgada
parcialmente procedente, condenando-se a reclamada no pagamento de algumas
verbas, tendo a sentença de primeiro grau arbitrado o valor da condenação em R$
4.000,00 e custas processuais em R$ 80,00. Inconformadas com a decisão recorreram
ordinariamente as partes, tendo a reclamada feito depósito recursal de R$ 4.000,00 e
pago as custas no valor fixado. Ao julgar os recursos ordinários das partes, o TRT da
9a Região decidiu por negar provimento ao recurso ordinário do reclamante e dar
provimento ao recurso da reclamada para reduzir a condenação, dela excluindo
algumas verbas. Por isso fixou novo valor para a condenação em R$ 3.000,00 e
custas em R$ 60,00. Essa decisão foi publicada no Diário da Justiça do dia 02/06/2006
(sexta feira). Dessa decisão de segunda instância pretende recorrer novamente a
reclamada.
Diante dessa situação, esclareça: a) qual o recurso cabível; b) qual o prazo para sua
interposição; c) qual o dia da semana e a data limite para o protocolo; d) qual o valor
do depósito recursal a ser efetuado; e) qual o valor das custas a serem recolhidas.