Você está na página 1de 8

A Magia das Velas

Ione Aires Yananda


www.planetamagia.com

As velas sempre foram utilizadas para dar luz e claridade, não apenas em
lugares, mas principalmente com finalidades mágicas ou espirituais. A luz de
uma vela carrega em si todas as forças do Universo, tanto que sempre
cumpre a missão de agregar luz e força a qualquer situação. A chama da vela
é a conexão direta com o mundo espiritual superior, sendo que a parafina
atua como a parte física da vela ou símbolo da vontade, e o pavio a direção.

A vela que se acende para a meditação e a magia é uma valiosa ferramenta


para quem trabalha com energias superiores. A luz da vela é hipnótica, ajuda
a concentrar a atenção na chama e a fundir nossa vontade com a força do
fogo. As velas perfumadas servem como uma força extra a qualquer
encantamento, daí a importância de escolher muito bem, não só as cores,
mas também o aroma que envolve qualquer momento mágico.

Nas velas tudo é mágico, tanto que só com o simples ato de acender uma
vela já nos sentimos dentro de um ambiente místico, romântico e espiritual.
Entretanto é bom lembrar que forças poderosas estão presentes atraídas
pela luz das velas, razão pela qual é desaconselhável acender velas para os
mortos dentro de casa, pois estaremos chamando seu espírito para a luz que
está dentro de nossa casa. Existem cuidados básicos a tomar antes de
acender velas que invoquem forças espirituais poderosas como os anjos, por
exemplo. Uma casa espiritualmente desordenada, com pessoas que praticam
ações perversas ou consomem drogas necessita uma limpeza energética
antes de qualquer ritual mágico. Uma casa que sofreu luto ou onde
aconteceu algum tipo de agressão física abrigou um morador com doença
terminal também necessita de uma boa limpeza energética.

Nada impede que acenda velas decorativas ou apenas para distender-se, mas
tratando-se de magia com velas ou pedidos a entidades ou espíritos
superiores é aconselhável "despoluir" a comunicação antes para obter uma
sintonia de qualidade.

Em caso de dúvida quanto à qualidade positiva da energia de uma casa basta


queimar café em grão (solúvel não serve) sobre um carvão vegetal. Se existia
alguma pessoa com desordens mentais ou pensamentos obsessivos coloque
cravo da índia e alecrim para queimar junto. Muito eficiente para usar depois
de discussões, doenças mentais ou terminais.

Caso desconfie de que existam entidades negativas na casa coloque sal


grosso sobre brasas em um balde de alumínio ou similar e percorra todos os
cômodos, dos fundos para frente.

Claro que a casa deve estar fisicamente ordenada e limpa sempre. Depois
que tiver realizado a limpeza preliminar acenda uma vela branca e deixe
queimar pelo menos três horas, para então realizar qualquer tipo de ritual ou
contato com forças angelicais ou santos.

Guia de Armonização

Segundo a forma:

Velas quadradas: Mobilizam energias e propostas de teor material. Quando


buscamos cimentar algo prático e objetivo. Agrega solidez e força.

Velas cilíndricas: São elementos de força que promovem a elevação, geram a


sensação de superação. Usadas para crecimento e orientação. Ideais para
superar limites e purificação espiritual.

Velas redondas: Ativam e facilitam as mudanças. Acender uma vela redonda


serve para dar uma injeção de vigor a uma situação que encontra-se
adormecida. Uma carga de energia.

Velas triangulares ou hexagonais: Quando apresentam ângulos muito


marcados geram uma energia de luta e combate. Pode-se usar para vencer
uma concorrência ou para superar o outro em uma disputa comercial ou
judicial.

Velas espiraladas: Quando se busca maior objetividade em assunto em que


a fantasia está mesclada com a realidade. As que apresentam a forma de
caracol são usadas para claridade mental e sabedoria interior.

Velas de mel: Sugerem doçura e harmonia. Indicadas para cumprir desejos


de sintonia de casal e para criar bons laços de trabalho.
Velas con símbolos orientais: Quase todos eles são indicados para a
prosperidade, sabedoria, saúde, paz e amor. Enquanto se queiman vão
ativando distintos símbolos ou setores de nossa vida.

Velas animal-print: As que são estampadas com texturas de animais


salvagens são indicadas para sexualidade e potenciam a libido.

Velas frutais: São ótimas para indicar a melhor solução ante problemas de
trabalho ou de resolução profissional.

Velas Flutuantes: Somente se utilizam para propósitos sentimentais. Devem


ser acendidas entre às 12hs e 18hs, durante o dia, enquanto rege o elemento
sol para receber toda a força e energia. Se deseja fazer um jantar à luz de
velas pela noite, basta colocar o recipiente com a água em pleno sol por
cerca de duas horas.

Velas perfumadas: Os aromas permitem que a cor some-se à força que


imprime cada essência. Os aromas atuam sobre nosso sistema nervoso,
inclusive estimulam as distintas funções do organismo a nível sensorial e
extra-sensorial.

Florais: provocam sentimentos de alegria, amor e serenidade.

Amadeirados: para trabalho, dinheiro e profissão.

Especiarias: alecrim - protetor e revitalizante, menta- estimula e refresca.

Cítricos: podem ajudar a baixar a pressão sangüínea, são tonificantes do


estômago e acalmam os nervos. Experimente o efeito revigorante,
refrescante e ao mesmo tempo, calmante dos aromas de laranja e mandarina.

Sândalo: Sinta que a tensão nervosa desaparece e substituida por uma


relaxante sensação de tranquilidade e bem estar. Está indicado para o
trabalho e dinheiro. Quando estamos tranqüilos o Universo flui em bendições
para nós.

Pinho: Acenda sua vela em um destes pequenos fornos de cerâmica, onde se


agrega óleo, e sinta como o stress e a confusão mental desaparecem. O
fresco aroma das madeiras de pinho, melhora muitas doenças, como
reumatismo, resfriados, tosse e dor de garganta. Os músculos doloridos se
relaxam.

Lavanda: Sinta o ar mais leve e o espírito elevado. Muito eficaz para dores de
cabeça provocada por olho gordo Também pode ser usada no dormitório
das crianças quando estão doentes. Outra maneira de eliminar a dor de
cabeça, no ato, é usar um raminho de lavanda fresca sobre a testa.
Mergulhe-a previamente em água fria e aplique diretamente sobre a frente,
olhos, alto da cabeça e nuca.

Limão: Verá como desaparecem os insetos, ao mesmo tempo que sente a


frescura da fragrância de limão. Empregado para acalmar os nervos e aliviar
dores de cabeça depois de um dia de stress.

Eucalipto: Acenda sua vela e note que como fica mais fácil respirar à medida
que se espalha a essência de eucalipto. Resolvem os conflitos e ansiedade,
favorecem a claridade de pensamento.

Velas de gel: Não são as mais indicadas para pedidos, porém servem para
tudo que seja a busca do equilíbrio energético ou em trabalhos com a aura
humana, desde que se saiba onde deve buscar o equilíbrio.

Segundo sua cor:

Velas amarelas: Se usam para atrair dinheiro ou propósitos materiais. Estão


relacionadas com atividade, criatividade e comunicação. Feitiços que
envolvem confidência, atração, charme, persuasão, aprendizagem ou para
quebrar bloqueios mentais. Dia da semana: domingo.

Velas verdes: Feitiços que envolvem fertilidade, sucesso, sorte,


prosperidade, dinheiro, rejuvenecimento, ambição, saúde, finanças, cura,
crescimento e abundância. Também são muito eficazes para eliminar os
efeitos de inveja ou outras energias nocivas de tenha sido alvo. Em geral
para desejos de cura e sorte. Sexta-feira.

Velas vermelhas: Servem para potencializar a paixão e o poder sexual. Usa-


se para a energia, fertilidade, vitalidade, força, coragem, poder e para atingir
metas. Incrementam o magnetismo dos rituais, atraem a energia de Marte.
Adequada para desejos que exijam urgência. Nunca usar esta cor para
problemas de saúde. Terça-feira.
Velas rosadas: Adequadas para tudo que se refere ao amor e os sentimentos.
Promovem o romance, a amizade, novos amores, ternura e armonia. Pode-se
usar qualquer dia.

Velas azuis: Usa-se em rituais para obter sabedoria, devoção inspiração,


harmonia, luz interior, calma e tranqüilidade no lar. Também nos estados em
que se requer de profunda meditação ou em rituais que demandam a energia
de Júpiter ou Saturno. Quinta-feira e sábado.

Velas brancas: Utilizam-se para purificar ou limpar ambientes. A cor branca é


a união de todas as cores; confere lucidez espiritual, é símbolo de pureza,
devoção, clarividência, saúde, busca da verdade, sinceridade e meditação.
Segunda-feira.

Velas violetas: Ideal para aumentar seu poder e força espiritual. Usam-se na
quarta-feira.

Velas alaranjadas: Estão relacionadas com a criatividade, a atração,


motivação, energia mental, claridade de pensamento, harmonia, expansão,
felicidade e adaptabilidade. Usam-se na quarta-feira.

Velas negras: Abre os profundos níveis do inconsciente, usa-se em rituais


para induzir a um estado de meditação profunda, para afastar as energias
negativas, a discórdia, confusão e perdas. Atrai a energia de Saturno. Usam-
se aos sábados.

Velas Flocadas: Quando são de sete ou oito cores servem para harmonizar
todos os chackas, atuando como um limpador e energizante de todos os
centros de energia.

Velas Combinadas: São velas que foram realizadas para um determinado


propósito e já possuem uma força extra.

Exemplos:

1- Uma vela quadrada, branca, com ramas de canela e com um interior


laranja... é uma poderosa ferramenta que incrementa as possibilidades de
sucesso, dá firmeza e poder de realização, confiança aos clientes ou
observadores, além de passar uma imagem verdadeira e limpar o ambiente.
2- Uma vela redonda, azul por fora, com uma vela branca em seu interior
serve para proteger um ambiente e purificar. Ideal para consultórios de
terapeutas ou médicos, onde as doenças e tristezas são constantes.

3- Uma vela vermelha por fora com alma verde protege da inveja e preserva a
saúde física, mental e espiritual. Entretanto não serve para problemas de
saúde em recuperação (cirurgia).

Cuidado com o acendimento das velas

Para que o rendimento de sua vela seja ótimo, principalmente quando estão
acondicionadas com polipropileno (espécie de celofane) e são velas
perfumadas, acenda a vela até que o poço de cera chegue até a borda e logo
apague-a, isto é para que dure mais sua vela ao mesmo tempo que libera o
perfume aos poucos. De qualquer modo sempre deve ter um suporte na
base.

Em caso de velas contidas em recipientes de vidro, muita atenção, pois o


vidro não é resistente a temperaturas muito altas. Nunca toque o vidro
quente, pois poderá romper-se e provocar acidentes.

As velas que são colocadas dentro de fanales, lanternas ou luminárias


devem estar a uma distância mínima entre 2,5 a 3 cm das paredes internas da
peça para preservar sua forma, já que são de parafina, e amolecem quando
expostas ao calor da chama da vela. Igualmente devem estar dentro de um
suporte de vidro resistente para que a luminosidade possa ser observada em
toda sua beleza. Uma outra maneira de assegurar-se de que a vela que está
no interior não derreta as paredes da base de sua peça é colocá-la sobre um
colchão de sal grosso ou um pratinho com água. Evite deixar a vela
acendida por mais de 2 horas no interior de sua luminária.

As velas mini que são acondicionadas em taças de alumínio permitem que as


velas queimem lentamente, mas igualmente sempre use outro recipiente
mais resistente, como a cerâmica, vidro, latão, ferro para servir de suporte.
Nunca mova-as enquanto estiverem acesas, pois os riscos de provocar
acidentes e queimaduras são grandes já que a parafina encontra-se
"derretida" e a latinha estará muito quente.
Se costuma comprar grandes quantidade de velas nunca deixe-as expostas
diretamente ao sol, podem abrandar-se e perder sua forma tanto como sua
cor. A melhor forma de guardá-las, quando não se usam, é em um lugar
escuro, seco e frio, envoltas em papel fino para que não se toquem umas
com as outras. Se suas velas estão opacas basta esfregar com uma meia fina
de nylon ou seda.

Coloque a vela acesa sobre uma superfície não inflamável, e nunca a deixe
só, ardendo sem atenção, assim evitará acidentes.

Nunca acenda velas perto das janelas com cortinas que podem voar com
uma corrente de ar e provocar um incêndio.

Nunca sopre uma vela acesa, porque tal procedimiento fará com que se
rompa a magia que existe entre os planos espirituais. Melhor usar um
elemento apropriado para tal fim ou uma tampa que corte o oxigênio. Use um
apagador apropriado ou algo semelhante que afogue a chama. Quando as
apague, dê graças em voz alta. No dia seguinte pode usar a mesma vela e
repetir o mesmo pedido.

Não use a mesma vela para invocações distintas uma vez que acendeu-a em
uma intenção específica, deve deixar consumir-se completamente, assim em
várias ocasiões para o mesmo propósito.

Acenda as vela sempre com fósforo (fogo e madeira) para ações terrenas, e
para ações espirituais pode usar isqueiro. Acenda sempre a vela mais alta
primeiro. Caso sejam cores variadas acenda sempre a vela branca ou rosa
antes de todas as outras.

Desejos de bem comum em que as velas são acendidas por várias pessoas,
como em um casamento, festa de final de ano, círculos de wicca, formatura
ou festas coletivas poderão ser acendidas uma vela com a luz da outra.

Velas acendidas para alcançar desejos individuais, mesmo que estejamos em


grupos deverão ser acendidos cada qual com seu fósforo.

No momento de prendê-las, diga em voz alta seus desejos e intenções.

Depois que sua vela terminou de queimar dê o destino correto:


- Se o seu pedido é de libertar-se de algo atire os restos no lixo ou fora de
seus domínios.

- Se é para atrair, dinamizar ou aumentar jogue no jardim ou recicle para


outro pedido pessoal.

- Nunca utilize restos de velas que atenderam a um determinado pedido seu


para fazer velas para outras pessoas e vive-versa.

- Pode reciclar a parafina para repetir seu pedido ou renovar, fazendo uma
nova vela ou misturando as cores. Neste caso trata-se de uso pessoal, que
envolve a mesma pessoa e a mesma mágica. *Não esqueça de reprogramar
sua vela.

- Também é muito positivo picar todos os restos de velas de várias cores e


utilizar parafina branca, fazendo uma nova vela de duas a sete ou oito cores.
Não esqueça que sempre deverá ser para uso próprio.

Se a idéia é prender velas para uma reunião, acenda-as apenas durante


alguns minutos e apague-as, pois acenderão com facilidade depois.

Para remover a cera de tecidos só necessita água bem quente e detergente,


porém tenha cuidado com tecidos tipo camurça, veludo ou sintéticos que
poderão perder a parte aveludada, pois a cera quente absorverá os
"pelinhos" do tecido. Em tecidos de fibra natural os pingos de cera podem
ser removidos com ferro quente, mas coloque um pano sobre a mancha, pois
deste modo o calor vai derreter a cera que se pegará no trapo.

Nunca tente apagar a vela que incendiou-se com água, mas sim abafando
para cortar o suprimento de oxigênio.

Se a vela está com chama muito pequena, retire um pouco de cera ao redor
do pavio e torne a acendê-la.

Se a vela não acende ou se apaga é porque está entrando ar pela base,


bastando selar a base ou apenas apoiar o dedo na parte de baixo ao mesmo
tempo que acende o pavio na parte de cima, pois desta forma impedirá a
subida de ar. Pronto! O calor da chama em segundos derrete a parafina e sela
a entrada de ar e sua vela queimará corretamente.

Interesses relacionados