Você está na página 1de 6

Departamento de Física

Problemas do Cap. 1 Elementos de Física

Ano Lectivo 2011/12

Um raio de luz que faz um ângulo de i = 30o com a normal à superfície entra numa placa de vidro de faces paralelas com e=4cm de espessura e índice de refracção n2=1.Capítulo 1 1. 7.33. está a 10 cm de um espelho esférico convexo que tem um raio de curvatura de 10 cm. fica completamente cheio pela imagem de um edifício colocado a c=100 m do espelho. sabendo que λ = 5890 Å no vácuo. para fornecer uma imagem direita de 1/5 do tamanho de um objecto colocado a 15 cm do espelho? 1 . 2. Calcule o ângulo crítico. No caso do vidro.54. O ângulo crítico da reflexão interna total no diamante é cerca de c=24o. calcule o ângulo de refracção para cada um dos feixes. Calcule a altura h do edifício. Determine a distância focal do espelho e a posição da imagem. *Um objecto. De que tipo de espelho se trata? 11. Localize a imagem e calcule a sua altura. *Calcule a velocidade de propagação e o comprimento de onda da luz amarela num vidro de índice de refracção 1. de 2 cm de altura. 10. b) uma imagem virtual duas vezes maior. colocado verticalmente a a=25 cm de um observador. e qual deve ser o seu raio. Se o ângulo de incidência do feixe amarelo e do feixe azul sobre a superfície do vidro for 60º. 12. *Uma fonte de luz está colocada debaixo de uma superfície de separação entre a água e o ar. Se a ampliação desejada for 3. o seu índice de refracção para a luz amarela é 1. Onde deve ser colocado um objecto de modo que o tamanho da imagem formada seja metade da do objecto? 8. Determine os ângulos de refracção para os raios incidentes que fazem ângulos de 10o. Um objecto com 5 cm de altura está colocado a 20 cm de um espelho esférico resultando uma imagem virtual de 10 cm de altura. Que tipo de espelho esférico deve ser usado.52. 3. sabendo que o índice de refracção da água é n1=1. Um espelho esférico côncavo tem uma distância focal de f=10 cm.50. Um espelho plano de b=10 cm de altura. Qual o ângulo que o raio emergente faz com a normal? 4. Calcule a distância d que o raio percorre no vidro antes de sair da placa. A que distância p de um espelho esférico côncavo de distância focal de f=30 cm deve ser colocado um objecto de modo a obter-se: a) uma imagem real duas vezes maior. Um homem para se barbear encontra-se a p=45 cm de um espelho esférico côncavo.51 e para a luz azul é 1. qual deverá ser o raio r de curvatura do espelho? Qual a natureza da imagem? 9. O índice de refracção de um dado material depende da frequência da radiação incidente (dispersão). 30o e 40o com a normal à superfície. Qual o índice de refracção do diamante? 6. 5.

sendo a primeira no espelho esférico. a) Qual a profundidade aparente do tanque para um observador que recebe raios centrais? b) Se um peixe parece estar 1m abaixo da superfície da água a que profundidade se encontra realmente? 16. um espelho de distância focal de +30 cm. A meia distância entre os dois espelhos encontra-se um objecto. 14. natureza e ampliação linear da imagem. A distância focal da ocular de um microscópio é de foc =2. 18. sabendo que se forma no plano do objecto a sua imagem. 20. quando as lentes estão a 8 cm do filme. Calcule a posição e o tamanho da imagem formada. Que ajuste é necessário para obter uma boa fotografia de um mapa que dista 72 cm da objectiva? 22. A distância que os separa é d =1.2 m. Calcule a posição e natureza da imagem.13. As distâncias focais da objectiva e da ocular divergente de um pequeno óculo são fob=10cm e foc =-2cm. a uma distância de p1=50 cm. Calcule a posição e o tamanho do objecto se a imagem formada no ecrã tiver 4 cm de altura. natureza e tamanho da imagem formada após reflexão no espelho. encontra-se um espelho plano. 2 . Calcule a posição. b) A ampliação linear da objectiva? 23. determine a posição. *A d=40 cm em frente de um espelho esférico côncavo e normalmente ao seu eixo. dada por duas reflexões. *De quantos centímetros parece aproximar-se um objecto quando observado perpendicularmente através de um vidro de janela de espessura igual a e=3 mm e de índice de refracção n=3/2 ? 17.80 m de uma lente biconvexa de distância focal de 0. 19. Duas lentes biconvexas.20 m e o raio de curvatura de qualquer deles é r1 = r2 =1 m. 15. Determine o raio de curvatura do espelho esférico. respectivamente. 21.5cm.5cm e a distância entre as duas lentes é de d =20cm. Supondo um objecto localizado à meia distância dos dois espelhos. a 100 cm desta. Dois espelhos esféricos côncavos têm as suas superfícies reflectoras frente a frente e estão colocados de modo a que os seus eixos coincidam. que se forma após duas reflexões. Uma máquina fotográfica produz uma imagem clara de uma paisagem distante. Um objecto com 4 cm de altura é colocado em frente a uma delas. Um ecrã está colocado a uma distância de 1m de uma lente convergente de distância focal 0. No outro lado da lente está colocado. Para uma visão cómoda pretende-se que a imagem final de um dado objecto se forme no infinito. a da objectiva fob=1. Um objecto de 1 cm de altura está colocado a uma distância de 0. *Considere um objecto com 4 cm de altura colocado a uma distância de 30 cm de uma lente convexa de distância focal de 20 cm. Um tanque cheio de água (na = 4/3) tem uma profundidade d=2m. Determine: a) A distância a que o objecto se encontra da objectiva.25m. cada uma com uma distância focal de f=20 cm estão separadas de uma distância de d=30 cm.

A posição do alvo poderá ser ajustada para obter a imagem final. b) Determine a distância entre a imagem final e a lente divergente. c) Determine a distância focal que a lente divergente deve ter. Alvo 3 . Alvo Ao sistema anterior adicionou-se uma lente divergente para obter uma imagem ampliada quatro vezes (ampliação total). 24.4cm.Determine a posição da imagem dada pelo óculo de um objecto muito distante sabendo que a distância entre a ocular e a objectiva é d =7. a) Calcule a distância focal da lente convergente sabendo que a imagem formada no alvo é duas vezes maior do que o objecto. A lente divergente é colocada a d=10cm da lente convergente. como mostra a figura. Entre o alvo e o objecto é colocada uma lente convergente. *Um alvo é colocado a x=30 cm de um objecto.

6.7o. imagem real direita e maior que o objecto. imagem direita e virtual. 8. 7. côncavo.67 cm . θ10 = 13. λ = 3875 Å.7o. 1 1.28 cm. nD = 2. Aproximação aparente = 1 mm. 24. 2. 10. 23. a) qoc = -8. a) q = -1. b) h = -1/3 cm. b) p = 15 cm. θ40 = 58.4o. 12.46. p = 1/3 m.24 x 10-2 m. 3. b) p = 4/3 m (1. 4. 14. R = 2f = 135 cm.0o. 5. imagem real. q2 = 120 cm do espelho. h’2 = 2. h’2 = 24 cm.Soluções Cap. b) q2  20 cm . q2 = 9/23 m (do vértice do segundo espelho). v = 1. amarelo = 35. 11. q2 = 2. 19. h’2 = (-25/23) h1.5 cm. azul = 34. 16. 15. 21. h’ = 2/3 cm.2o.97 x 108 m. f = 40 cm. real e invertida.5 m (3/2 da profundidade real). q = -40 cm. 9. a) p = 45 cm. θ30 = 41.  a) f  6 . 17. h = -4/3 cm. Distância percorrida = 4. q= (f +1cm) (Objectiva e filme separados por 9 cm) a) pobj = 1.1 m.64 cm. θc = 48. R = -7. invertida e menor que o objecto. 22.85 cm. p = 3f = 30 cm. 13.33 m sob a superfície da água). a) q = 0. 20. R = 30 cm. h’ = 40.8o. b) mobj = -10.67 cm. 4 .267 m. 18. c) f  20cm . q = -10/3 cm.s-1. convexo.67.

1: 2) 3) 4) 5) 6) 7) 8) 9) 10) 12) 13) 14) 15) 16) 19) 20) 21) 22) 23) 24) ( ) ( ) 5 .Soluções Analíticas Cap.