UNIVERSIDADE POSITIVO FACULDADE DE DIREITO CURSO DE METODOLOGIA CIENTÍFICA

PRECONCEITO DO VISUAL ALTERNATIVO PRECONCEITO DO MERCADO DE TRABALHO PARA COM HOMENS DE CABELO COMPRIDO, PESSOAS TATUADAS E COM PIERCING

Curitiba 2011

Curitiba 2011 .Anderson Ribeiro Ronssen Angelo Galli Zandavalli Edinelva de Campos Moreira Lilian Araujo Lucas Alionço Perez Thais Bressiani V. orientado pelo professor Anderson Gomes. Rocco PRECONCEITO DO VISUAL ALTERNATIVO PRECONCEITO DO MERCADO DE TRABALHO PARA COM HOMENS DE CABELO COMPRIDO. PESSOAS TATUADAS E COM PIERCING Projeto de pesquisa apresentado à disciplina de Metodologia Científica como requisito de avaliação.

.................... REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................................................ HIPÓTESES . FORMULAÇÃO DO PROBLEMA................................. CRONOGRAMA ......................09 8............05 3.. OBJETIVO GERAL E OBJETIVOS ESPECÍFICOS DA PESQUISA........................................................14 9...........................................................................Sumário 1..........07 6....................................... REFERENCIAL TEÓRICO ...............15 ............06 4..............................................................................................................04 2..................08 7..................................... ASSUNTO: PRECONCEITO .................................................................... DELIMITAÇÃO DO TEMA ..........

1. . Assunto: Preconceito de estética.

.2. Delimitação do tema: O preconceito do mercado de trabalho privado contra homens com cabelo comprido e pessoas com tatuagens e piercing.

Formulação do problema: Por que existe o preconceito de mudanças estéticas? Como são vistas essas pessoas que sofrem este tipo de preconceito? Como as empresas se comportam diante desta polêmica ao realizar uma contratação? Qual a dificuldade para exercer uma atividade empregatícia? A imagem vale mais que a competência e interfere na confiança? Será que essas pessoas têm limitações por simplesmente terem optado por um novo visual? Até que ponto a empatia por essas tendências pode ser tolerado no mercado de trabalho? .3.

Conscientizar que a capacidade pessoal não está ligada a imagem. Conscientizar os empregadores a fugirem do padrão e do preconceito. Objetivo geral: Compreender que a escolha por um visual alternativo não interfere na capacidade e competência do ser humano.4. Demonstrar que o preconceito no mercado de trabalho origina-se também dos próprios clientes. 5. Reafirmar que seres humanos com estilo visual diferenciado são normais. Objetivo específico: Entender a origem do preconceito por visuais alternativos e sua repercussão para as gerações mais conservadoras. .

Hipóteses Muitas empresas deixam de contratar um possível candidato só pelo fato do mesmo possuir uma tatuagem. pois o julgamento é formado nos primeiros segundos de observação e contato. bem como cinemas. como os cabeludos. autoridade e os regulamentos. tendem a rejeitar a autodisciplina. Desta forma ela é critério de julgamento para o empregador. Homens de cabelo comprido também não costumam ser bem-vistos em grande parte das empresas. A aparência interfere na confiança e credibilidade do profissional. exposições. Às vezes o preconceito não parte da instituição e sim dos seus clientes. Comércios de artes. Nunca a imagem foi tão relevante para o sucesso pessoal e profissional. É um menosprezado causado para se construir um padrão desejado. piercing ou demais alterações de perfil. Pessoas que aderem a esses estilos mais ´´ radicais ``e mudam sua imagem natural possuem grande probabilidade de descarte na hora da seleção. tatuados e com piercing. Normalmente os adeptos ao estilo diferenciado. música. ultrapassam barreiras ´´ extras `` para comprovar caráter e competência. A imagem acaba interferindo na área empregatícia a qual se encontram. teatros. . A explicação sucede da proposição de que eles são mais facilmente levados pelas opiniões de outros. rádio são os mais indicados a empregar um profissional com estilo autentico.6.

Preconceito é o resultado das frustrações das pessoas. Em uma entrevista de trabalho. para grande parte dos empregadores. e tem sua intensidade de atuação também variada. a importância que o candidato dá à maneira de apresentar-se pode refletir a seriedade com que vai encarar o trabalho em si. partindo da aceitação e da aprovação. portanto dizer que a mudança da . A aderência a cabelos compridos para homens. O conceito antecipado atinge um leque que pode abranger desde o sexo. Afinal. Eles passam por comprometer a concepção de capacidade que outros têm deles no mercado de trabalho. podem se transformar em raiva e hostilidade. É possível que todo esse tabu tenha sido gerado pelo histórico que eles possuem. Pessoas que se furam tornam-se símbolo de possessão demoníaca. É praticamente impossível encontrar alguém que não tenha preconceito de algo ou tenha sido vitima dele. que. E isso é visível no diariamente. desconfiança e a violência. a ação de discriminação por parte dos que seguem à risca o molde imposto. Já a Bíblia fala pra fazer tudo com decência e ordem. e não corresponde ao tipo ideal esperado por todos. E quando esse padrão não é seguido como desejado. Devido à inconformidade com padrões estéticos desejados. a aparência. a opção sexual. faz o indivíduo ter um entendimento incompleto ou equivocado sobre o objeto do preconceito. Ao longo do tempo a sociedade construiu padrões ideais de cidadãos para si própria. e está relacionado com o aspecto visual. percebe-se que o preconceito se manifesta em diferentes setores da sociedade e se apresenta de diferentes formas. um pré-conceito.7. Referencial teórico O preconceito é uma atitude discriminatória que se baseia em desconhecimento pejorativo de alguém ao que lhe é diferente. a condição financeira. despertando sentimentos adversos. ou até mesmo mudanças no visual. Tal atitude dilacerou a humanidade e incrustou nas pessoas certa fobia a tudo que é diferente de si. agindo principalmente como impacto primário. os indivíduos têm dificuldades até mesmo de serem aprovados em entrevistas de emprego. a educação e uma postura mais formal contam muitos pontos. Ele é um conceito pré-formado sobre algo ou alguém. a cor. ou de serem promovidos. que deriva a discriminação. abre-se um espaço para críticas. Partindo desse entendimento. A reação tomada por muitos diante de algo desconhecido até então pode ser variável. ou até o distanciamento. piercing ou tatuagem para ambos os sexos ainda gera repulsa por grande parte da população contemporânea. e até mesmo a aparência de um indivíduo. a religião. em determinadas circunstâncias. Pode ser definido como uma característica humana que baseada em conhecimentos adquiridos ao longo do tempo. e pela visão que a própria sociedade adquiriu ao longo do tempo. Algumas religiões acreditam que o uso de piercings e tatuagens têm origens na feitiçaria e falsas religiões.

Por isso. obediência e disciplina. Pois a partir dessa década ela passou a se banalizar e “descriminalizou-se”. as fábricas e empresas dizem que a tatuagem não transmite confiança. Nesta época o escândalo de qualquer homem aparecer em público ostentando brincos. e penitenciárias. ela tomou seu espaço principalmente no sistema carcerário. O que era para ser apenas uma marca repleta de significado tornou-se um atestado de incompetência. Por isso muitas empresas não as vêem com bons olhos e isso ocorre devido à história da origem da tatuagem aqui no Brasil e no mundo. no militarismo. desde a pré. ou em qualquer instituição digna de respeito. Assim muitos acham que o cabelo comprido simboliza a rebelião e indecência. memória ou fase da vida. marca de um tempo. em alguns concursos públicos. ora usados para enfeitar os corpos. e trazida para o ocidente no século XVIII. as tatuagens ainda estão associadas à máfia japonesa. geralmente dragões. irresponsabilidade e marginalidade para olhos conservadores. ora usados como símbolos. viajantes. drogas e imoralidade sexual. Inclusive. utilizada entre os presos como troféus por crimes ou apologias. É normal que entre indivíduos humanos existam opiniões contrárias. cujos integrantes ostentam grandes desenhos. foi esquecido e os primeiros que apareceram usando-os foram homossexuais. Na época das sociedades tribais a tatuagem existia como forma de identificar membros de uma mesma comunidade ou alguns acontecimentos importantes da vida em particular. Ao longo do tempo. criando uma visão de comum. daí então seu valor nesse sistema. Nos tempos idos os mais bravos guerreiros ostentavam em seus corpos ditas marcas: eram como troféus. Tatuagens têm origem no oriente. a era da rebelião do rock. enquanto o cabelo curto representa dignidade. Assim a arte da tatuagem ficou marginalizada e sofre preconceito até os dias de hoje. Somente nos anos 80 que passaram a ser aplicadas como sentido de arte e admiradas por alguns como arte. Nos anos 60 e 70. Posteriormente. foi muito valorizada e utilizada por marinheiros. Representa a liberdade de expressão. presidiários.história. propriamente dita. mas sem exagero. embora algumas empresas aceitam tatuagens pequenas. soldados.imagem e alterações no corpo são pecados é apenas um costume social sem respaldo. Tatuagens são adereços. era chamada popularmente como “a flor do presídio”. a pessoas que ostentassem tatuagens. Daí. No Japão. sendo associadas diretamente com rebeldia juvenil e o uso de drogas. no corpo. criou-se „barreiras‟ que impediam o acesso aos cargos. Como se uma particularidade desmerecesse um ser humano e o associaria a comportamentos criminosos. No próprio mundo dos negócios. meretrizes. artistas de circo. e popularizou-se na maioria das sociedades. o uso de . A moda dos homens de cabelo comprido tornou-se mais popular após os anos 50 com os Beatles e diversos conjuntos musicais. e rompendo alguns tabus. eram aplicadas em marginais. tatuagens eram sinônimos de grupos urbanos e rebeldes.

Seguiram a recomendação de retirar todos os piercings. mas é importante lembrar que. o visual pode ser comum. este passa a condená-la como incapaz Segundo algumas empresas. A proibição do uso do piercing não pode ser explicada racionalmente porque não encontra respaldo lógico e cientifico. provocando entre empresários as mais diferentes reações. Os empregadores desejam encontrar em um candidato. todos se preocuparam com a apresentação na entrevista: vestiram-se adequadamente. Dentro do ambiente de trabalho jurídico o preconceito se constitui mais por ser uma profissão historicamente conservadora e tradicionalista e que a estética formal conta bastante do que pelo simples uso do piercing em si. Os críticos alegam que o piercing pode se rum foco de infecção se tratando da área da saúde. são pessoas que constantemente são discriminadas e até mesmo marginalizadas principalmente em setores mais conservadores. Em áreas inovadoras como internet. e consequentemente uma polêmica no mercado de trabalho. ou cortá-lo ou não deixar tatuagens à . Segundo especialistas da área de Recursos Humanos. hotéis e hospitais estão atentos à formalidade na apresentação do funcionário. Se o visual do candidato não for o desejado por parte do empregador. e não da regra. A cada dia o visual diferenciado vem ganhando mais adeptos. prender o cabelo comprido de forma discreta. Geralmente os adeptos do piercing são estereotipados pela sociedade principalmente na prestação de serviços. porém muitas vezes essas características são erroneamente confundidas com boa aparência. Estes conquistaram respeito pelo bom desempenho intelectual ou na linha de produção e adquiriram relativa liberdade. o profissional deve fazer uma avaliação do grau de conservadorismo de sua área de atuação. atualmente vem sendo muito utilizado. além da competência. antes de serem admitidos. preocuparam-se em não transmitir um aparente desleixo e cumpriram as formalidades que um ambiente sério exige. O piercing que já foi considerado um símbolo de rebeldia. A questão é que no ambiente de trabalho o seu uso provoca as mais diversas reações principalmente preconceito tanto por parte do empregador e também pelos clientes. escritórios de advocacia. como bancos.brincos ou piercing para o homem é reprovavel. um piercing ou um cabelo comprido. Por vivermos em uma sociedade carregada de preconceitos recomenda-se que evite o uso de piercing e tatuagens em lugares mais visíveis quando a pessoa tiver a intenção de candidatar-se a uma vaga de emprego em um ambiente mais tradicional e formal. Mas instituições com um perfil mais sóbrio. telecomunicações e publicidade. funcionários com estilo alternativo fazem parte de uma exceção. assim como os brincos dentro do centro cirúrgico. mas esse argumento não se funda porque todos os profissionais dessa área sabem que é proibido o seu uso dentro de hospitais e clinicas. Os sistemas de gestão desejam encontrar em um candidato à vaga boa aparência e competência. a especialidade e impecabilidade. antes de decidir usar uma tatuagem.

Ainda que em outros casos as empresas não divulguem a proibição do uso de tatuagens e piercings. É evidente que o preconceito ainda existe e continuará perdurando por décadas. Um brasileiro que resolve manter o visual alternativo no ambiente de trabalho vai enfrentar mais obstáculos que os outros dentro do padrão exigido. que são historicamente profissões fundamentais e basilares para a vida em sociedade. Por isso. Vale ressaltar que esses "entrevistados" são as pessoas que mandam nas grandes empresas e seu emprego pode estar na mão de um deles. 96% acham importante ou muito importante a aparência no trabalho". por exemplo. Uma pesquisa realizada por Thomas Case. Na linha de produção. há trabalhadores que retiram o piercing na hora do serviço e o colocam quando voltam para casa. Recentemente. Japoneses são rígidos com relação à aparência e por isso. tatuagem e homens com cabelos compridos. quando os jovens japoneses entram no mercado de trabalho são obrigados a voltar a ter os cabelos normais e adotar o terno e a gravata.mostra. Quem foge da regra parece uma peça com defeito. outro critério pode acabar sendo usado na hora da contratação. uma empresa foi denunciada por empregados. o uso de piercings ou cabelo comprido (solto) aumenta o risco de acidentes de trabalho. "A aparência é uma coisa que qualquer pessoa pode controlar. na maioria dos casos. acaba sendo logo eliminado. que contrasta com a aparência homogênea que predomina na linha de produção. Quem se recusa a entrar no esquema não consegue as melhores vagas. diz Case. talvez se torne uma dor de cabeça na vida adulta. revelou que. Apesar de ser inerente ao ser humano. fundador do Grupo Catho. diz Thourlby. Você decide". Empregadores são unânimes em afirmar que o caminho é mais longo para quem insiste em manter o próprio estilo visual. agência de recolocação de profissionais de alto nível. entre elas a proibição de tatuagens e piercings. o preconceito então passa a ser tratado como um . diz o consultor americano William Thourlby. autor do livro “Você É o Que Você Usa”. não se arrepende. a aparência é um dos traços mais importantes para o sucesso. Ao mesmo tempo argumentam que. Deve-se primeiro provar a competência. "Dos entrevistados. dependendo do setor. com 443 executivos brasileiros. E um dos principais elementos que ajudam a preservar o ambiente conservador é o modo dos funcionários se vestirem e agirem. Determinadas áreas como o Direito. Para os japoneses. quem já chega com esse visual pode causar um “susto” no entrevistador e ser eliminado de cara. o processo é semelhante. no Paraná. constituindo as profissões mais conservadoras e tendem a discriminar o uso do piercing. Magistério e Engenharia. o ambiente de trabalho é um lugar extremamente formal. Medicina. “Em alguns casos. Quem se enquadra. Para vencer na vida é necessário já de antecipado observar a própria imagem! “Ter sucesso é possuir aparência de uma pessoa de sucesso”. e que o uso exagerado desses atributos de um indivíduo quando jovem. pois estabelecia normas em relação a vestimentas e acessórios. depois da competência. Ou seja.

Inclusive a Declaração Universal dos Direitos Humanos garante que todos possuem direitos e liberdades sem distinção de raça. não pode-se então proibí-la em um âmbito empregatício como argumento de recusa.]”. a liberdade. a segurança. E ainda enfatiza. artística. a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna. o Brasil prima por ações sem nenhum tipo de preconceito. independentemente de censura ou licença”. que “ é livre a expressão da atividade intelectual. tatuagem é tida como arte corporal. No direito a isonomia não é só de direitos. que em seu preâmbulo descreve que a nação é “ [. ou seja. piercing. a proteção por parte do Direito quando o assunto toca o preconceito. Verifica-se entao. Que o enfeite do corpo por piercings é uma arte. Legislativamente.fator negativo e impeditivo nas relações em sociedade. o desenvolvimento.. são asseguradas e discriminações de todos os tipos geram conseqüências. cor. Ou seja. opiniçao politica e outros. mas sabe-se que a efetiva igualdade é utópica e difícil de ser alcançada. crença sexo.. devendo ser controlado por parte de cada membro da comunidade a fim de se garantir uma qualidade de convivência e tolerancia maiores.. pluralista e sem preconceitos [. científica e de comunicação. ou ter uma cabeleira comprida. em seu artigo 5° inciso IX.] destinada a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais. Em defesa dos brasileiros temos a Constituição Federal. todas as pessoas. mas sim preferência. mas também de deveres existentes para o povo. . o bem-estar. e que a escolha pelos cabelos longos não é nenhuma forma de desobediência. Ninguém pode ser discriminado por ter tatuagem. É importante ressaltar que o uso de tatuagem já faz parte da nossa cultura. independentemente de aparência estética.

CRONOGRAMA Atividades Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez desenvolvidas/Mês Escolha do tema X Pesquisa bibliográfica Delimitação do objeto de estudo Coleta de informações Análise de informações Conclusão do estudo Editoração e artefinal Entrega do projeto X X X X X X X X .8.

Toni.br/2011/09/silas-malafaia-diz-usar-piercing-fazer-tatuagempecados/. Podemos usar piercing e fazer tatuagem? Disponível em http://andrelandiarcc.html. 2011. Disponível em http://opesodopreconceito.tatuagem. Disponível em http://www. FERREIRA. 2011 MARJORIE CORREIA. Interface – Comunic. 2011.anoticiagospel.com/2010/03/podemos-usar-piercing-e-fazer-tatuagem. Cadernos IHU Idéias. Disponível em http://www. 2011 http://www.com/tatuagem-e-piercing-em-menores-de-idade.blogspot. Acesso em 09 de out.saberebomdemais.com..com/2011/09/tatuado-sim-marginal-nao. 2011. Acesso em 09 de out.com. Acesso em 09 de out. Débora Krischke.donagiraffa.com. marginal não. v. Rio de Janeiro: Rocco. 2011 Atitude.br/vencervida/aparencia1.uol. A produção de sentidos sobre a imagem do corpo. 12. Preconceito e Estereótipo. p 471 – 83. Disponível em http://pitboorei.uol. 1997. 2011.9. 2011. Mudanças de significado da tatuagem contemporânea.html. 2011 Tatuagem: da marginalização à arte.htm.html.com.gostodeler. em Tatuagem e piercing em menores de idade! Disponível em http://www. Imagem de Sucesso.html.vilabol. Acesso em 09 de out. REFERÊNCIAS A aparência interfere na confiança? Disponível em http://gambare. Série tatuagens: o preconceito.htm.com/psicologia/atitude-preconceito-estereotipo. Acesso em 09 de out.br/2006/11/28/a-aparencia-interfere-na-confianca. O Brasil tatuado e outros mundos.br/materia/232/tatuagem_da_marginalizacao_a_arte. Ano 2 .brasilescola.nº 16 – 2004 MARQUES.br/tattoo/diversos-mainmenu-54/88-preconceito. Francisco Romão. 2011 Tatuado sim.html. LEITÃO.com. Acesso em 09 de out. Acesso em 09 de out. FELIPE AQUINO.com/2011/07/serie-tatuagens-o-preconceito. Disponível em http://www. Acesso em 09 de out. Silas Malafaia diz que usar piercing e fazer tatuagem não são pecados. . Acesso em 09 de out. Saúde. Educ. out.blogspot. Acesso em 09 de out 2011. Disponível http://www.

5. 8543J.431.3.7H3..  ## $  . .0 02 995. 39071070 3.

.

42 -7..70 :4 .2-.

 .

.

.

0 02 995.  5  4:9   99:/0  !70.4 #424   574/:4 /0 8039/48 84-70 . 2.02 /4 . . 39071070 3.. .0884 02  /0 4:9    ###  7.0 42:3.3.5.703...094 0 89070O954  8543J.. $. .3.431.43.  ./0 /:.8.4754  39071.

.

42.4.808. . -7.

58.44.

99:/0 570.094 0890704954 92  .0 02 995.0884  8543J.02 /0 $:..43.0884 02  /04:9   2.

.

.-4 :4 .42 -7.59-4470 .

/.03..07.

9:.3.703.9:./07348&/F.3074#4. 78.4390254730./404:97482:3/48 #4/0.89.02 8543J.02 .8 34 3    #"&$ %43  7..0  :/..  ..0 02 995./4 /. 92 . 9.07 9.7 507.9:.5.088402 /04:9    %  F-47.4   ! "&  !4/0248 :8..3 0 1.8 /0 831.

.

3/70. -48549 ...3/.7.42.

  .

.

3 0 1.094  8543J.0 02 995.07 9.02 92  .54/0248 :8.088402 /04:9   # #  ##  $F70 9.9:.038 4 570.9:.43.7 507.

.

.7.11.42. /43.

 .

.

0 02 995.1.3 0 1. / 6:0 :8.9:.43.7 507.02 34 84 50.07 9.094 92  ...038 4 570.0884 02  /0 4:9    $./48  8543J..8070 9.8 .9:.

.

.42 -7.4850 .349. .

 .

.

1.3 1../48..7 507.02 50.07 9.9:. / :8.8.8 2..

0 02 995.088402 /04:9   %. .73.9:./4 82  2. 34  8543J.

.

094 -48549 .42.45084/4570.43.

 .

.

02 /. 2..4 92  .9:.0884 02 /04:9   %.4  . 3.73.790  8543J.9.0 995.9:.73./4 82 2.

.

 4894/007 .42 -7.

907.2.

.

*2./0 8543J..0 02 995.9.9:.3 02 2034708 /0 /.088402 /04:9    02 %.9:.790 92  .73.*.4*...02*/.02 0 507.

.

 8.8 .-070-42/02.42.

9.3 02 2034708 /0 /.02 0 507.9:.088402  /04:9   995./0 .

.

42 -7. 9.02 .9:.

9944.9.

/.3203: .07848 2.

0884 02 /04:9    .43. 570.094 92  .

   .