Como Fazer Trabalho Cientifico Trabalho científico: estrutura do Trabalho/ Relatório e natureza dos itens que o compõem.

Prof. Manuel Leão Garcia Questões: O que? (Problema de pesquisa) Por quê? (Justificativa) Para que? (Objectivos - com que finalidade?) Onde? ( Corpus de análise) Como? (Método) Questões que permeiam o trabalho científico Itens de um trabalho científico Capa Página de rosto Sumário Apresentação / origem do problema de investigação. Objectivos geral e específicos (a cada etapa da pesquisa). Justificativa: relevância pessoal, social e/ou científica. Definição do problema de investigação (a questão em si). Delimitação do corpus de análise ou campo de investigação. Movimento metodológico: Suposição ou hipótese abordagem metodológica procedimentos de colecta e análise de dados Delineamento do marco teórico. Referências bibliográficas. Cronograma das acções a serem desenvolvidas. O trabalho científico Introdução - experiências e actividades pessoais e profissionais que o levaram a se interessar por um determinado problema de pesquisa, e querer pesquisá-lo. Problema: definição e delimitação ( O que? Onde? ) - qual é a questão / problema a ser pesquisada (o) Onde será desenvolvida a pesquisa Objectivos ( o que eu pretendo) – Geral: em alguns casos, pode vir junto com o problema Específicos: identificar o que espera desenvolver, por partes Justificativa - É o momento de se dizer qual é a relevância (pessoal, social e científica) de seu problema de pesquisa Metodologia - como pretendo colectar os dados necessários para a pesquisa? Qual o método? Quais os procedimentos de colecta e análise? De que recursos necessitarei? Cronograma, Bibliografia 1 - Pré-texto: . capa . páginas de rosto (folha de rosto, verso e anverso) . folha de aprovação. dedicatória (opcional) . agradecimentos (opcional) . epígrafe (opcional) . resumo (com palavras-chave) . sumário . listas de ilustrações,

para a qual se deve encontrar uma solução. 3 ..: Educação a Distância (área). p. (. Quanto mais abrangente for. de preferência aquela árvore que podemos tratar melhor. 2000.Texto: I – Introdução: Apresentação / origem do problema de investigação. tema é a árvore e a temática é o bosque: pé fundamental encontrar a árvore. as possibilidades. Justificativa: relevância social e/ou científica. b) Encontrar um objecto que mereça ser investigado cientificamente e tenha condições de ser formulado e delimitado em função da pesquisa. Objectivos gerais e específicos. teórica ou prática. abordagem metodológica e procedimentos de colecta e análise de dados. II – Fundamentação teórica: capítulos geral e específico(s). O trabalho é composto de 3 partes: 2 . discutimos algo em torno dela. no conhecimento de alguma coisa de real importância.. Deve ser claro. IV – Apresentação e análise dos dados: mediante categorias de análise.. mais complexa será a pesquisa. área. VIII – Glossário (opcional). Apresentação sucinta dos capítulos da pesquisa. portanto.. instituição.” (Demo. A temática pode envolver títulos. população ou tema. VII – Anexos / Apêndices (opcional).. seja porque já lemos alguma coisa a seu respeito. símbolos (opcional) – se o corpo do texto tiver tais elementos.Pós-texto: VI – Referências bibliográficas. do qual vemos o começo e o fim. V – Considerações finais : recapitulação dos resultados. população e instituição) “ .) problema circunscrito. Movimento metodológico: suposição. Tudo o que for questionado no problema deverá ser respondido.tema (. manifestação crítica sobre os mesmos. as aptidões e as tendências de quem se propõe a elaborar um trabalho científico.) usando exemplo. Alunos do curso de Administração da PUCSP (área... Definição e delimitação do problema de investigação. ele deve ser bem delimitado. conciso e objectivo.161) Escolher o tema significa: a) Seleccionar um assunto de acordo com as inclinações. Ex.abreviaturas e siglas. em qualquer domínio do conhecimento” (Dicionário Aurélio) É uma dificuldade. levantamento de propostas de acções e/ou problemas a serem pesquisados.. IX – Capa final. Tema e Problema Tema e/ou temática Ideias amplas que se apresentam dentro de uma (ou diversas/ várias) área. Responde a pergunta: O que será explorado??? Problema “ Questão não resolvida e que é objecto de discussão. .

. respeitando o tempo que será dedicado à investigação.Quais as fontes? Os dados / interpretações devem ser contextualizados – de onde emergiram tais informações? Caracterizar o contexto Cuidado com as afirmações. Foram colectadas de que fonte??? A importância da escolha das perguntas em entrevistas. O problema deve ser visto como um conjunto de perguntas de perguntas que o pesquisador: . Delimitação dos objectivos e das perguntas Fazer introdução explicativa Apresentação das justificativas das fontes Como? Com quem desenvolveu a colecta? Procedimentos – deve-se explicar – quais? Descrição de forma sistematizada Análise prévia dos dados Ao citar. .simplificado de forma a facilitar a investigação. Siglas devem sempre ser decodificadas.Precisa .Deseja Julga ser relevante responder Nota : sempre há uma questão norteadora da qual podem decorrer subquestões para investigação.. Temos dificuldade em enxergar os problemas em nosso contexto... explicar a colecta Fazer introdução .explicitar como foram colhidos os dados. Responde às perguntas: “O que”.. “Onde” e “Como”. Mesmo informais elas devem constar como apêndices..

bibliografia. Numa pesquisa mais detalhada. .. temas e sub-temas. responsáveis e/ou envolvidos. Resumo: sempre na 3ª pessoa e sem pontuação. podendo conter: .descrição dos procedimentos.Estrutura geral de relatórios: Justificativa para escolha das actividades. ainda que seja feito no mesmo lugar que outro/a colega..análise e discussão dos resultados obtidos. conclusão. do marco teórico e do movimento metodológico de investigação. ... O relatório..... Gráficos – só quando necessário. . Informações sobre as actividades desenvolvidas: . Usar linguagem e informações de acordo com o destinatário ( para quem é o relatório?) – linguagem formal..local de realização. Respeitar as orientações formais solicitadas. Transcrição de dados do questionário não torna o relatório satisfatório. alguns dados não são aceitos. explicita o meu olhar. . anexos. .descrição das actividades / relato. . . índice.exposição do referencial teórico adoptado. Relatório escrito na 1ª ou na 3ª pessoa / digitado e justificado. introdução. com esclarecimento do tema.ou precisam ser refeitos. O relatório costuma ser organizado a partir de um relato. apêndices.contribuições que a actividade proporcionou para você e/ou para os envolvidos.Precisa análise. Estrutura do relatório: capa.apresentação da conclusão..apresentação das actividades. .caracterização das actividades: finalidade(s).

2003..... articulações.. 2000 LAKATOS. Eva M. em relação ao quadro teórico (assumir a autoria do trabalho) Critérios de avaliação do trabalho científico Metodologia Adequação entre o marco teórico. Pedro.não devemos simplesmente escolher os entrevistados. São Paulo: Olho d’Água. 2002. MARCONI. João Talento. convergências. 2001. São Paulo: Atlas. Rigor/densidade na reflexão sobre os conceitos apropriados.Na análise: interpretação. 5ª ed. correção da linguagem. Consistência do corpo teórico: adequada referência dos autores e articulação entre os conceitos. explicar contradições. ______. São Paulo: Atlas. coerência de pensamento. Questões e dados devem ter relevância. A. de modo a assumir a autoria do texto. Marina de A . a abordagem metodológica e os procedimentos de coleta (fontes e instrumentos) Consistência analítica e interpretativa (articulação com o marco teórico) do fenômeno Bibliografia (adequação às normas da ABNT) Cronograma Adequação ao problema e aos procedimentos metodológicos Exeqüibilidade da pesquisa Critérios de avaliação do trabalho científico Outro indicadores: Encadeamento e articulação dos itens: clareza de idéias. Observância da formatação. coesão entre as partes.. Trabalho acadêmico: o que é? como fazer? . científica. Apêndice I – Exemplo de projeto de pesquisa Título: Tendências educacionais da EMEF Prof... & CASTILHO.. PESCUMA. São Paulo: Olho d’Água.que questões emergem??? Cuidado. P. Importância dos critérios. D. Referências bibliográficas: um guia para documentar suas pesquisas. Critérios de avaliação do trabalho científico Título (adequação ao tema da pesquisa) Definição da pesquisa Clareza na definição da questão norteadora Delimitação do problema Adequação entre o problema e o tema de pesquisa Coerência entre o tema e a justificativa (relevância social. Metodologia do Conhecimento Cientifico ... pessoal) Quadro teórico Consistência conceitual da revisão de literatura Adequação entre o marco teórico e os objetivos da pesquisa Posicionamento. Fundamentos de Metodologia científica . BIBLIOGRAFIA DEMO. segundo a última ABNT. Contexto de produção Autor: Maria Josefina de Abreu .

popular)? Em que momento histórico cada uma delas se sobressaiu? Qual a relação entre o contexto histórico do Brasil e a emergência das tendências educacionais? Quais as tendências educacionais que aparecem na história da escola escolhida? Justificativa : a pesquisa proporciona a possibilidade de um olhar mais crítico sobre a relação da escola com as questões sociais mais amplas nas quais se insere. sociologia da educação e história do Brasil. Análise das entrevistas. João Talento e da Escola Méritas? Qual(is) a(s) tendência(s) educacionais da EMEF Prof. dissertações e teses) Instrumentos Fichas de leitura (para as fontes secundárias) Roteiro de entrevista (para as fontes primárias. Definição da pesquisa Delimitação do problema : análise das principais tendências educacionais da escola escolhida. jornais. Desdobramentos metodológicos da delimitação do problema de pesquisa Quais as diferenças e semelhanças das tendências educacionais da EMEF Prof. crítico-social dos conteúdos. seu posicionamento perante as considerações dos autores. Definição das questões norteadoras : O que caracteriza cada uma das tendências educacionais (tradicional. Inserir como apêndice) Análise de dados: Organização das fichas de leitura. documentos da escola) Secundárias (livros. João Talento. Metodologia Coleta: Fontes Primárias (entrevistas. crítico-reprodutivista.Destinatários: academia onde Josefina estuda e EMEI onde Josefina é professora. por afinidade temática. escolanovista. sobre um mesmo tema. Análise das obras estudadas: recorrências e discrepâncias entre os autores. ao longo da sua história? Quais as principais tendências educacionais. ao longo da história da educação brasileira? Tratamento de análise Instrumentos de coleta Fontes de coleta P/S Tipo de pesquisa Questões norteadoras Trabalho científico Quadro teórico Revisão de literatura: títulos sobre história da educação. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful