Você está na página 1de 31

ANEXO 1

ROTEIRO DO TOPOGRAPH Versão windows Segunda Edição (Tg 98 SE)

Disciplina: ENG 304 - Projeto de Estradas Turma T01/P01 Professor: Élio Santana Fontes Monitor: Luiz Antonio M. de Teive e Argollo

Salvador, maio de 2003

Anexo 1

Roteiro do Topograph – Versão Windows – Segunda Edição (Tg98SE)

- Apresentação do Topograph

Criar uma pasta dentro de Tg98SE: dar o nome do aluno (usando o Windows Explorer)

A - Como introduzir um projeto

1. Abrir o programa Topograph (Ícone

introduzir um projeto 1. Abrir o programa Topograph (Ícone na tela – Tg98SE) 2. Clicar em

na tela – Tg98SE)

2. Clicar em PROJETO/NOVO

Abre-se então esta caixa de diálogo abaixo:

PROJETO/NOVO Abre-se então esta caixa de diálogo abaixo: - Nome : Projeto de ENG304 – T01

- Nome: Projeto de ENG304 – T01 – nome e um sobrenome do aluno

- Autor: Nome completo do aluno

- Local: escolha a gosto do cliente

- Comentário: Trabalho de classe de disciplina ENG304 – T01 – para avaliação de aprendizagem.

3. Observar a pasta em que está sendo criado o projeto, caso não seja a do aluno, clicar em PROCURAR, selecionar a pasta correta (duplo clique), clicar em OK.

4. Clicar em CRIAR.

Abre-se uma nova tela com os módulos, tipos de dados e tabelas que podem constar no projeto:

1 2 B - Introduzindo a poligonal 1. Escolher a opção Cadernetas Reduzidas (1) 2.

1

2

B - Introduzindo a poligonal

1. Escolher a opção Cadernetas Reduzidas (1)

2. Clicar em NOVA (2)

3. Abre-se então uma nova caixa de diálogo:

Reduzidas (1) 2. Clicar em NOVA (2) 3. Abre-se então uma nova caixa de diálogo: 4.

4. Escolher Cota e clicar em OK.

Abre-se uma nova tela com o modelo de caderneta para ser preenchida:

Nome do operador: digite seu nome e sobre nome Data do levantamento: o programa coloca a data de forma automática Equipamento: escolha a opção Taqueômetro.

5. Clicar em NOVA ESTAÇÃO 1 2 5 (1) Colocar o valor do azimute 01
5.
Clicar em NOVA ESTAÇÃO
1
2
5
(1)
Colocar o valor do azimute 01
(2)
Colocar a extensão do alinhamento 01

6. Clicar novamente em NOVA ESTAÇÃO

Colocar o valor do azimute 01 (2) Colocar a extensão do alinhamento 01 6. Clicar novamente

3 4

(3)

Colocar o valor do ângulo entre alinhamentos

(4)

Colocar a extensão do alinhamento 12

Repetir a operação para as outras estações. OBS.: No último vértice da poligonal digita-se apenas os dados da estação à Ré porque é uma poligonal aberta.

Atenção quanto ao nome da estação, E-0 E0 e0 e-0. Quando for preencher algum campo de uma estação, verificar se o nome está correto.

7. Informar as coordenadas da primeira estação (E0):

Estando na estação E0, clicar em COORDENADAS(5), abre-se uma nova tela:

E0, clicar em COORDENADAS (5), abre-se uma nova tela: Preencher com os dados da caderneta de

Preencher com os dados da caderneta de caminhamento.

8. Salvar a caderneta ARQUIVO/SALVAR COMO nome: Poligonal 1 SALVAR.

Como definir a sequência da Poligonal

1 SALVAR . • Como definir a sequência da Poligonal 1. Clicar no botão vista gráfica

1. Clicar no botão vista gráfica ( )

2. Ir ao menu VISUALIZAR e escolher a opção ESCALA. Digitar o valor de acordo com o que se deseja (no caso 20.000) e clicar no botão OK.

3. Teclar F4 para enquadrar a poligonal

4. Ir ao menu SEQUÊNCIA e escolher a opção CRIAR.

5. Clicar nos alinhamentos de acordo com a sequência da poligonal.

6. Para informar que a poligonal é aberta depois do último alinhamento clicar com o botão direito do mouse para encerrar a sequência.

7. Digitar o nome Poligonal 1

8. Clicar em SALVAR.

9. Fecha a Vista gráfica, mantendo a caderneta aberta.

Como calcular a Poligonal

1. Na caderneta ir ao menu CÁLCULO/POLIGONAL/EDITAR. Abre-se uma nova caixa de diálogo.

2. Clicar no botão TOLERÂNCIAS e depois no botão VOLTAR AO PADRÃO/OK . 3. Clicar

2. Clicar no botão TOLERÂNCIAS e depois no botão VOLTAR AO PADRÃO/OK.

3. Clicar no botão referências. Abre-se uma nova caixa de diálogo:

no botão referências. Abre-se uma nova caixa de diálogo: 4. Preencher os dados de Referência e

4. Preencher os dados de Referência e de Partida

5. Escolher a opção “*” como referência de chegada de uma poligonal aberta.

6. Clicar em OK.

7. Escolher a opção PROJEÇÕES e clicar no botão CALCULAR.

8. Conferir os dados clicando em VERIFICAR.

9. Clicar em FECHAR para sair, voltando à caixa de sequência. Clicar no botão FECHAR e

responder sim à pergunta, se deseja que a poligonal seja salva.

C - Introduzindo o projeto horizontal

Caso o projeto não esteja aberto, abra-o em PROJETO/ABRIR. Abre-se uma nova tela com duas janelas (esta tela é a janela principal): Módulos (tipos de dados) e Tabelas.

Abre-se uma nova tela com duas janelas (esta tela é a janela principal): Módulos (tipos de

Como definir parâmetros de configuração

• Como definir parâmetros de configuração 1. PROJETO/CONFIGURAÇÕES/UNIDADES, PRECISÕES E NOTAÇÃO Abre-se a

1. PROJETO/CONFIGURAÇÕES/UNIDADES, PRECISÕES E NOTAÇÃO Abre-se a seguinte tela:

PRECISÕES E NOTAÇÃO Abre-se a seguinte tela: 2. Preencher os campos conforme as figuras e clicar

2. Preencher os campos conforme as figuras e clicar em OK.

Como criar uma camada para o projeto horizontal

1. Em módulos, selecione DESENHOS, clique em NOVA (ou dê um duplo clique em DESENHOS). Aparece a caixa de diálogo “CARREGAR MODELO DE DESENHO”, clique em NENHUM. 2. Na área de desenho clique em VISUALIZAR/CAMADAS/NOVA, digite o nome “HORIZONTAL”, CLIQUE EM OK/ATUAL/OK.

2. Na área de desenho clique em VISUALIZAR/CAMADAS/NOVA , digite o nome “HORIZONTAL”, CLIQUE EM OK/ATUAL/OK
2. Na área de desenho clique em VISUALIZAR/CAMADAS/NOVA , digite o nome “HORIZONTAL”, CLIQUE EM OK/ATUAL/OK
2. Na área de desenho clique em VISUALIZAR/CAMADAS/NOVA , digite o nome “HORIZONTAL”, CLIQUE EM OK/ATUAL/OK

Como editar o desenho

1. MÓDULO DESENHOS/NOVA/NENHUM/ARQUIVO/CARREGAR/PONTOS

Abre-se uma nova tela/tabela:

Abre-se uma nova tela/tabela: 1 2 2. Escolher a opção Poligonais em Tipos de tabelas

1

2

2. Escolher a opção Poligonais em Tipos de tabelas.

3. Clicar na poligonal desejada, em seguida no botão incluir, marca o campo Automático e clicar

em CARREGAR 4. Em seguida ajustar a escala (no caso 1:20.000). 4. Para salvar o desenho: ARQUIVO/SALVAR COMO, digitar o nome (Planta Índice) e clicar em SALVAR.

Como inserir folhas no desenho

1. Na Planta Índice para definir quantas pranchas (padrão 0,30 x 1,00 m) serão necessárias é

preciso inserir retângulos no desenho (procedimento definido em sala).

2. Para plotagem tem que definir o padrão desejado:A3, A4, Usuário, etc.

ARQUIVO/CONFIGURAR PLOTAGEM/DIMENSIONAR FOLHAS

etc. ARQUIVO/CONFIGURAR PLOTAGEM/DIMENSIONAR FOLHAS 3. Define o FORMATO (caso seja Usuário tem que definir

3. Define o FORMATO (caso seja Usuário tem que definir COMPRIMENTO e LARGURA),

clicar em OK.

Para criar estilo de folha:

1. VARIÁVEIS/ESTILO DE FOLHAS/A-4 ou NOVO/ATUAL/OK

1. VARIÁVEIS/ESTILO DE FOLHAS/A-4 ou NOVO/ATUAL/OK 2. No campo Malha ligar a opção Cruzetas • Para
1. VARIÁVEIS/ESTILO DE FOLHAS/A-4 ou NOVO/ATUAL/OK 2. No campo Malha ligar a opção Cruzetas • Para

2. No campo Malha ligar a opção Cruzetas

Para introduzir folhas no desenho:

1.Clicar no ícone Insere uma folha ( com quantas folhas forem necessárias.

Insere uma folha ( com quantas folhas forem necessárias. ) ou no menu INSERIR/FOLHA . Recobrir

) ou no menu INSERIR/FOLHA. Recobrir o desenho

Para mudar a posição da folha, clicar em cima de um dos lados da folha para selecioná-la. Clicar com o botão direito do mouse e usar as opções rotacionar, excluir, etc. Para deslocar a folha paralelamente basta selecioná-la e arrastar através de um dos vértices.

Para salvar PIH’s

1. Abrir o desenho da Planta Índice (caso este esteja fechado)

2. Clicar na poligonal para selecioná-la

3. ARQUIVO/SALVAR/PIH (como na tela abaixo)

Abre-se uma nova tela: Nome : Curvas Horizontais. Clicar em OK . Fechar o desenho

Abre-se uma nova tela:

Abre-se uma nova tela: Nome : Curvas Horizontais. Clicar em OK . Fechar o desenho em

Nome: Curvas Horizontais. Clicar em OK. Fechar o desenho

em

HORIZONTAIS/ABRIR (ou duplo clique em Curvas Horizontais). Aparece uma nova tela:

depois

4.

Na

tela

principal,

clicar

TRAÇADOS

HORIZONTAIS,

em

CURVA

- Intervalo: 20 - Clicar em VÉRTICES → Abre uma nova tela: 1 2 14
- Intervalo: 20 - Clicar em VÉRTICES → Abre uma nova tela: 1 2
-
Intervalo: 20
-
Clicar em VÉRTICES → Abre uma nova tela:
1
2

Vértice: 1

Nome: PI0 Coordenadas do vértice Norte: (1) Este: (2) Estaca inicial: 0 Intervalo: 20 Obs.: O vértice 1 é o PI0, início da poligonal, não tem curva

Tipo: Ponto de Interseção

Vértice: 2

Tipo: (definir o tipo: CCS, CCT, etc)

Nome: PI1

Obs.: O último vértice também não tem curva, no campo Tipo o aluno deverá colocar “Ponto de Interseção”.

5. Clicar em CALCULAR, depois em FECHAR.

6. Clicar em CURVAS, depois em CALCULAR e em seguida FECHAR.

7. Clicar no ícone Vista Gráfica (

em seguida FECHAR . 7. Clicar no ícone Vista Gráfica ( ), abre-se uma caixa de

), abre-se uma caixa de diálogo:

ícone Vista Gráfica ( ), abre-se uma caixa de diálogo: 8. Seleciona Plantas , em seções

8. Seleciona Plantas, em seções seleciona Nenhum. Clica em CARREGAR.

Aparece o desenho da poligonal com as curvas horizontais. 9. Fechar a Vista Gráfica, será mostrada a tabela com o estaqueamento, pontos notáveis, coordenadas, etc. Esta tabela poderá ser impressa para fazer parte do memorial. A tabela da poligonal deve

ser impressa, onde serão mostrados os dados da caderneta de caminhamento com as coordenadas de cada vértice.

10. Salvar a tabela.

D - Como introduzir as cotas do perfil longitudinal

TRAÇADOS

HORIZONTAIS/CURVAS HORIZONTAIS/ABRIR. 2. Preencher a coluna das cotas da tabela de traçado horizontal, interpolando também as cotas intermediárias.

1.

Voltar

a

tela

inicial

do

projeto

(janela

principal),

clicar

em

- Para visualizar o perfil:

1. Clicar em VISTA GRÁFICA/PERFIL LONGITUDINAL aparece uma nova tela:

GRÁFICA/PERFIL LONGITUDINAL → aparece uma nova tela: 2. Selecionar Perfil Longitudinal , em Grade selecionar

2. Selecionar Perfil Longitudinal, em Grade selecionar Nenhum. Clicar em CARREGAR.

Lançando os greides retos

Para lançar os greides tem que editar o perfil como desenho:

principal

1.

Na

janela

clicar

em

DESENHOS/NOVA/(Carregar

desenho)/NENHUM.

modelo

de

2.

Na

tela

de

desenho

clicar

em:

ARQUIVO/CARREGAR/PERFIL

LONGITUDINAL. Abre-se uma nova tela:

NENHUM. modelo de 2. Na tela de desenho clicar em: ARQUIVO/CARREGAR/PERFIL LONGITUDINAL. Abre-se uma nova tela:

3. Em Traçado horizontal selecionar “Curvas horizontais”

Grade: Nenhum

4. Clicar em CARREGAR

Nos campos respectivamente.

“Da estaca” e “Até

a

estaca” selecionar a EST 0 +

0,00

e

a

última

estaca

Lançar bueiros e rochas:

 

Este procedimento será definido em sala de aula.

 

Lançar os alinhamentos verticais

 

1.

Clicar

no

ícone

CRIA

UM

ALINHAMENTO

( )
(
)

ou

clicar

em

INSERIR/ALINHAMENTO.

)
)

2. Para pegar a EST 0 + 0,00 com a respectiva cota, ligar a variável PEGA VÉRTICE (

com a respectiva cota, ligar a variável PEGA VÉRTICE ( e clicar no início do terreno.

e clicar no início do terreno. Para continuar, ligar a variável PEGA NADA ( ) e, no último greide reto, ligar a variável PEGA VÉRTICE para capturar a última estaca do trecho com a respectiva cota do terreno.

OBS.: Ajustar os comprimentos das rampas para valores múltiplos de 20 metros e considerar também os outros critérios para lançamento de greide (estes critérios podem ser encontrados nas Notas de Aula ou no livro ENGENHARIA DE ESTRADAS do professor Luiz Carlos Fontes).

3. Clicar sobre o greide para selecionar o traçado vertical.

4. Salvar as curvas verticais:

ARQUIVO/SALVAR/CURVAS VERTICAIS

sobre o greide para selecionar o traçado vertical. 4. Salvar as curvas verticais: ARQUIVO/SALVAR/CURVAS VERTICAIS 17

5.

No campo “Traçado Vertical” (1) dar o nome Projvert.

6. Selecionar Pista Simples(2).

7. No campo “Traçado Horizontal” (3) selecionar o traçado correspondente.

8. Clicar em OK(4).

selecionar o traçado correspondente. 8. Clicar em OK (4). 1 2 3 4 9. Voltar a

1

2

3

4

9. Voltar a tela principal.

10. Abrir o arquivo de traçado vertical

Na tela principal, abrir o traçado vertical:

11. TRAÇADOS VERTICAIS/nome do arquivo (Projvert)/ABRIR

Abre-se uma nova tela:

abrir o traçado vertical: 11. TRAÇADOS VERTICAIS/ nome do arquivo (Projvert) /ABRIR Abre-se uma nova tela:

12.

No campo “Traçado Horizontal” selecionar o traçado correspondente.

13. Clicar em CURVAS, abre-se uma nova tela:

13. Clicar em CURVAS , abre-se uma nova tela: 14. Anotar as inclinações das rampas (i)

14. Anotar as inclinações das rampas (i) para o cálculo das curvas verticais.

Para definir as curvas em cada vértice (PIV)

1. Clicar em VÉRTICES, abre-se uma nova tela:

(PIV) 1. Clicar em VÉRTICES , abre-se uma nova tela: 2. Em cada vértice, introduzir o

2. Em cada vértice, introduzir o tipo de concordância vertical (ponto de intersecção, parábola, etc.). O 1º e o último vértice devem ser Ponto de Interseção, os demais devem ser Parábola (comprimento).

3. Ajustar as estacas dos PIV’s para valores inteiros ou +10, caso seja necessário.

4. Clicar em CALCULAR/FECHAR.

Para calcular as cotas do greide de projeto

1. Clicar em CURVAS, abre-se uma nova tela (a mesma usada para copiar as inclinações das rampas).

2. Clicar em CALCULAR.

OBS.:Aqui existem as opções de gravar arquivo ou imprimir elementos ou projeto das curvas

verticais.

3. Clicar em FECHAR.

Reaparecerá a tabela do traçado vertical, salve-a e feche-a.

4. Voltar à tela principal.

5. Clicar em TRAÇADOS HORIZONTAIS/selecionar o arquivo/ABRIR.

6. Interpolar as cotas que estão faltando dos pontos notáveis das curvas verticais (+10)

Para visualizar:

7. Clicar no ícone Vista Gráfica (

8. Selecionar PERFIL LONGITUDINAL.

9. Selecionar em GRADE o arquivo correspondente.

. 9. Selecionar em GRADE o arquivo correspondente. ). 10. Clicar em CARREGAR . Salvar o

).

10. Clicar em CARREGAR. Salvar o desenho:

11. ARQUIVO/SALVAR COMO/Nome do arquivo/SALVAR.

E - Como definir seção-tipo

OBS.: Se já existir seção pronta na biblioteca de seções-tipo é só usa-la, senão seguir o procedimento seguinte:

1. ARQUIVO/CONFIGRAÇÃO/SEÇÕES-TIPO

de seções-tipo é só usa-la, senão seguir o procedimento seguinte: 1. ARQUIVO/CONFIGRAÇÃO/SEÇÕES-TIPO 20

2.

Clicar em NOVA.

3. Dar um nome à seção-tipo, digitando-o no campo Nome.

4. Definir os componentes da seção-tipo: Pista, talude, elementos, acostamento, pavimentos, etc.

Definindo talude

1 2
1
2

1. Clicar co botão TALUDES (1)

2. Informar os valores definidores dos taludes de corte e de aterro: inclinação, banquetas, alturas, etc.

3. Definir os números do pontos: Inicial, banqueta, off-set, etc.

4. Se já houver um talude pronto é só clicar no botão PROCURAR e selecionar o que se quer.

5. Fechar.

• Definindo Pistas 1. Clicar no botão PISTAS (2), abre-se uma nova tela. 2. Nome:

Definindo Pistas

1. Clicar no botão PISTAS (2), abre-se uma nova tela.

2. Nome: dar um nome à pista

3. Largura: informar a largura da pista sem acostamento

4. Declividade: informar o abaulamento (por exemplo: -3,0%)

5. Dar os números dos pontos: esquerda:30, centro:31, direita:32

6. Giro: selecione Referência do Grade/Eixo

7. Caimento: selecione duplo

8. Distância para a linha de base: 0,000 m

9. Altura em relação ao Grade: 0,000 m

10. Acostamento Esquerdo: Largura: 2,50 m, Usar: Tabela, Número: 33

11. Acostamento Direito: Largura: 2,50 m, Usar: Tabela, Número: 34

12. Fechar

OBS.: Se já houver uma pista pronta é só clicar no botão PROCURAR e selecionar o que se

quer.

• Definindo elementos (Valeta, sarjeta, canaleta, meio-fio, etc.) 1. Clicar no botão ELEMENTOS 2. Clicar

Definindo elementos (Valeta, sarjeta, canaleta, meio-fio, etc.)

1. Clicar no botão ELEMENTOS

2. Clicar em NOVO

3. Dar um nome ao elemento

4. Informar se Segue Pavimento e a Dependência

5. Informar os deslocamentos de cada ponto: Dx horizontal, Dy vertical

6. Fechar

OBS.: Se já houver elementos prontos é só clicar no botão PROCURAR e selecionar o que se

quer.

Procedimento idêntico se for definir pavimento ou acostamento.

Fechar a tela de seções-tipo e voltar ao projeto.

• Definindo superelevação e superlargura 1. TRAÇADOS VERTICAIS/ PROJETO ATUAL /ABRIR → abre-se a tabela

Definindo superelevação e superlargura

1. TRAÇADOS VERTICAIS/PROJETO ATUAL/ABRIR abre-se a tabela do traçado

vertical.

2. Selecionar o Traçado Horizontal correspondente (Curvas Horizontais).

→ abre-se a tabela do traçado vertical. 2. Selecionar o Traçado Horizontal correspondente (Curvas Horizontais). 24

3.

Informar na coluna Seção-tipo o(s) nome(s) da(s) seção(es) que será (ao) usada(s) clicar

duas vezes e selecionar o nome que se quer e pressionar a tecla Tab.

4. Clicar no botão SUPERELEVAÇÃO (

a tecla Tab . 4. Clicar no botão SUPERELEVAÇÃO ( ), abre-se uma nova tela: 2

), abre-se uma nova tela:

no botão SUPERELEVAÇÃO ( ), abre-se uma nova tela: 2 3 1 6. Selecionar a VELOCIDADE

2

3

1

6. Selecionar a VELOCIDADE DIRETRIZ (1).

7. Em TABELA PISTA SIMPLES (2), no campo Distribuição, selecionar Linear. Se for dar a distribuição da superelevação nas estacas onde houver mudança de inclinação transversal e pode ser usado para consultar a tabela de superelevação.

8. Em PARÂMETROS (3), na coluna Tangente colocar 31 % e em Circular colocar 69% Informar os percentuais a serem distribuídos em cada trecho (Tangente e curva) Na coluna SE(%) digitar o valor da superelevação em cada curva (o calculado pela fórmula).

9. Clicar nos botões GERAR . 10. Voltar à Tabela Pista Simples e clicar em

9. Clicar nos botões GERAR.

10. Voltar à Tabela Pista Simples e clicar em DISTRIBUIR e FECHAR.

11. Clicar no botão SUPERLARGURA.

12. Em PARÂMETROS informar os valores:

Número de faixas: 2 Curvas sem Transição: Metade Curvas com Transição: Metade Distância entre os eixos: 6 Mínimo à esquerda: 0,20 Mínimo à direita: 0,20

13. Clicar no botão GERAR.

14. Voltar à Tabela Pista Simples e clicar em DISTRIBUIR e FECHAR.

F - Introduzindo Seções Transversais manualmente

1. SEÇÕES/NOVA/DESNÍVEL ou COTA (usar desnível)/OK abre-se uma nova tela:

ou COTA (usar desnível) /OK → abre-se uma nova tela: 2. Clicar em NOVA ESTACA e

2. Clicar em NOVA ESTACA e informar o número da estaca

3. Âng. Direito: 90º00’00’’

Ãng. Esquerdo: 270º00’00’’ Traçado Horizontal: Curvas horizontais Obs.: Os dados mostrados na figura acima (Nome, Lado, distância) são iguais em todas as estacas, variando apenas os desníveis (nos campos não preenchidos) que têm seus valores acumulados.

Visualizando o desenho das seções

)
)

1. Clicar no botão vista gráfica (

2. Definir as informações a serem visualizadas: terreno, projeto, pavimento, etc.

3. Se quiser pode definir os parâmetros ou padrões de visualização clicar no botão

PARÂMETROS. OBS.: Em parâmetros pode-se definir outros elementos que serão visualizados (definindo suas

propriedades), pode-se definir também as escalas vertical e horizontal do desenho, que só podem ser definidas antes de carregar o desenho.

Calculando o projeto

1. Clicar no ícone CÁLCULO DE PROJETO (

G - Como imprimir relatórios

ícone CÁLCULO DE PROJETO ( G - Como imprimir relatórios TABELA DA POLIGONAL 1. Na janela

TABELA DA POLIGONAL

1. Na janela principal clicar em Poligonais.

2. Escolher a tabela da poligonal desejada

3. Clicar em ABRIR.

4. Dentro da tabela clicar em Arquivo/Imprimir

5. Configurar as propriedades da impressora

6. Clicar em OK/OK.

) ou pelo Menu CÁLCULO/PROJETO.

PROJETO HORIZONTAL

1. TRAÇADOS HORIZONTAIS/Tabela do arquivo desejado/ABRIR

2. ARQUIVO/IMPRIMIR

OBS.: Aqui se tem a possibilidade de imprimir todos os dados do projeto horizontal: vértices,

curvas, elementos, etc. O que imprimir será definido em sala.

PROJETO VERTICAL

1. TRAÇADOS VERTICAIS/Tabela do arquivo desejado/ABRIR

2. ARQUIVO/RELATÓRIOS Abre-se uma nova tela Tipo de relatório: Estaca + Grade + Superelevação + Superlargura

3. IMPRIMIR

OBS.: Definir a impressão para arquivo e gravar na pasta do projeto e em disquete, dando um

nome ao arquivo.

NOTAS DE SERVIÇO DE TERRAPLANAGEM

1. SEÇÕES/Tabela do arquivo desejado/ABRIR

2. ARQUIVO/NOTAS DE SERVIÇO Abre-se uma nova tela Tipo de relatório: Terraplenagem pista simples

3. IMPRIMIR

OBS.: definir a impressão para arquivo e gravar na pasta do projeto e no disquete, dando um

nome ao arquivo. Atentar para a orientação do papel que deve ser no padrão PAISAGEM.

H - Como desenhar curvas de nível

Com o desenho em planta (Projeto horizontal + Vertical + Seções Transversais) editado:

1. Clicar no Menu Curvas de Nível/Parâmetros

+ Vertical + Seções Transversais) editado: 1. Clicar no Menu Curvas de Nível/Parâmetros 2. Abre-se uma

2. Abre-se uma nova tela:

+ Vertical + Seções Transversais) editado: 1. Clicar no Menu Curvas de Nível/Parâmetros 2. Abre-se uma

3.

Para triangular clicar no Menu Curvas de Nível/Malha Triangular/Gerar.

4. Para apagar lados de triângulos fora do limite clicar no Menu Curvas de Nível/Malha Triangular/Apagar Lados.

5. Para excluir os triângulos de áreas como edificações, barrancos, ruas, etc., selecione o(s) elemento(s) gráfico que representa a(s) área(s), clique o botão direito do mouse para que apareça o menu flutuante e escolha a opção CRIAR QUEBRA. Após essa operação o(s) elemento(s) é(são) marcado(s) como linha de quebra, para ser processado sempre que necessário.

6. Para processar as linhas de quebra, clicar no Menu Curvas de Nível/Malha Triangular/Processar Quebras.

7. Para marcar uma Linha Obrigatória, selecione os elementos gráficos, clique o botão direito do mouse para que apareça o menu flutuante. Escolha a opção CRIAR OBRIGATÓRIAS. Use essa opção em bordos, pé, crista, canaletas, bermas, talvegues, etc.

8. Para processar Linhas Obrigatórias marcadas: Curvas de Nível/Malha Triangular/Processar Obrigatórios.

Interpolando Curvas

1. CURVAS DE NÍVEL/PARÂMETROS. Abre-se uma nova tela:

1. CURVAS DE NÍVEL/PARÂMETROS . Abre-se uma nova tela: 2. Para interpolar: CURVAS DE NÍVEL/INTERPOLAR .

2. Para interpolar: CURVAS DE NÍVEL/INTERPOLAR.

3. Aparece uma nova caixa, marcar as opções:

Intervalo: 1 m Malha: Triangular Método: Rápida

4. Clique em OK.

Para gerar as curvas de nível definitivas

1. Curvas de Nível/Apagar

2. Curvas de Nível/Parâmetro, escolha estas opções:

X
X

Visualizar

Método: Normal e o resto mantém

3. Clicar em OK.

Para interpolar as curvas de nível

1. CURVAS DE NÍVEL/INTERPOLAR, escolha o intervalo de 1 m

2. Para visualizar o resultado final, vá até a opção Curvas de Nível/Parâmetros e desmarque os campos: Visualizar Triângulos, Limites e Obrigatórias.

3. Para desligar os pontos do terreno vá até a opção Variáveis/Definir Filtro, aparece uma nova caixa, desmarque ATIVAR FILTRO, depois de sair da caixa tecle F7 para redesenhar a planta.

4. Salvar o desenho.

I - Preparando arquivos de desenho para impressão

Para que se possa salvar qualquer traçado, planta ou seções em DXF/DWG, o mesmo tem que ser editado como desenho. Veja o exemplo do Projeto Vertical, dado abaixo:

Voltando à tela inicial (janela principal):

1. DESENHOS/NOVA/MODELOS: NENHUM

2. Dentro da área de desenho: ARQUIVO/CARREGAR/PERFIL LONGITUDINAL Identificar o Traçado Horizontal e o greide correspondente.

3. Clicar em PARÂMETROS para definir os elementos que devem aparecer e a escala do desenho.

4. Clicar em OK.

5. Clicar em CARREGAR.

6. ARQUIVO/SALVAR COMO dar o respectivo nome ao desenho SALVAR.

7. ARQUIVO/EXPORTAR DXF/DWG.

8. Dar o nome do arquivo de saída.

9. Escolher a extensão do arquivo (DXF ou DWG).

10. Identificar para onde irá o arquivo (pasta, disquete, etc).

11. Confirmar as informações e clicar em EXPORTAR.

OBS.: O mesmo procedimento acima deve ser repetido para o Traçado Horizontal carregado com seções, Planta Índice e Seções Transversais.