Você está na página 1de 41
GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL EE AMBIENTEAMBIENTE © Copyright – Proibida Reprodução.
GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL EE AMBIENTEAMBIENTE © Copyright – Proibida Reprodução.
GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL EE AMBIENTEAMBIENTE
GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL
EE AMBIENTEAMBIENTE
GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL EE AMBIENTEAMBIENTE © Copyright – Proibida Reprodução.

© Copyright – Proibida Reprodução.

GESTÃOGESTÃO NANA PRODUPRODUÇÇÃOÃO ANIMALANIMAL EE AMBIENTEAMBIENTE © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Panorama: Panorama: produ produ ç ç

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Panorama: Panorama: produ produ ç ç ão ão animal

Panorama:Panorama: produproduççãoão animalanimal

hhAA produproduççãoão animalanimalee seusseus efeitos:efeitos:

(concep(concepççõesões transcendentes)transcendentes)

00OO setorsetor pecupecuááriorio mundialmundial estestáá aa sofrersofrer mudanmudanççasas drdráásticas:sticas:

(acesso,(acesso, quantidade,quantidade, qualidade);qualidade);

00FatoresFatores limitanteslimitantes -- Fomento:Fomento:

(crescente(crescente populacional,populacional, aumeaumentonto rendimentosrendimentos perper capita,capita, urbanizaurbanizaççãoão crescente);crescente);

00ProcuraProcura produtosprodutos dede origemorigem animalanimal mundomundo (duplique(duplique nasnas prpróóximasximas 0202 ddéécadas);cadas);

00AumentoAumento dede produproduççãoão animal:animal:

(conseq(conseqüüênciasências negativasnegativas parapara meiomeio ambiente);ambiente);

© Copyright – Proibida Reprodução.

ências ências negativas negativas para para meio meio ambiente); ambiente); © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica ProduProduççãoão dede

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica ProduProduççãoão dede proteproteíínana--animalanimal
ProduProduççãoão dede proteproteíínana--animalanimal
ProduProduççãoão dede proteproteíínana--animalanimal

© Copyright – Proibida Reprodução.

e Tecnológica ProduProduççãoão dede proteproteíínana--animalanimal © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Princ Princ í í pio: pio:

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Princ Princ í í pio: pio: base base de de

PrincPrincíípio:pio: basebase dede recursosrecursos naturaisnaturais

hhAssegurarAssegurar oo equilequilííbrio:brio:

(solo,(solo, vegetavegetaçção,ão, áágua,gua, arar ee biodiversidade)biodiversidade)

hhBiodiversidade:Biodiversidade: prioridadesprioridades parapara suasua conservaconservaççãoão (biodiversidade(biodiversidade regional,regional, padrãopadrão distribuidistribuiççãoão dada biodiversidade,biodiversidade, ááreasreas altaalta biodiversidade,biodiversidade, forteforte ameaameaççaa ááreasreas altaalta biodiversidade)biodiversidade)

hhEstabelecerEstabelecer PAS:PAS: -- escalaescala globalglobal ee regionalregional (aumento(aumento dada produproduççãoão alimentar)alimentar)

© Copyright – Proibida Reprodução.

(aumento (aumento da da produ produ ç ç ão ão alimentar) alimentar) © Copyright – Proibida
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Atuais Atuais sistemas sistemas de de

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Atuais Atuais sistemas sistemas de de produ produ ç ç

AtuaisAtuais sistemassistemas dede produproduççãoão animalanimal

hhConseqConseqüüênciasências positivas:positivas:

(melhora(melhora produtividadeprodutividade dodo solo,solo, pelopelo usouso dede resresííduosduos ssóólidos)lidos)

hhConseqConseqüüênciasências negativas:negativas:

(polui(poluiççãoão dosdos cursoscursos dede ááguagua -- descargadescarga incorretaincorreta dede efluentesefluentes –– instalainstalaççõesões dede processamento)processamento)

© Copyright – Proibida Reprodução.

–– instalainstala çç õesões dede processamento)processamento) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Atuais Atuais sistemas sistemas de de

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Atuais Atuais sistemas sistemas de de produ produ ç ç

AtuaisAtuais sistemassistemas dede produproduççãoão animalanimal

hhImpacto:Impacto: nníívelvel local,local, regionalregional ee globalizadoglobalizado (meio(meio ambiente)ambiente)

hhInteraInteraçção:ão: ferramentaferramenta identificaridentificar atingiratingir objetivosobjetivos -- apoiarapoiar-- (positiva);(positiva); -- moderadasmoderadas (negativas)(negativas)

© Copyright – Proibida Reprodução.

- - (positiva); (positiva); - - moderadas moderadas (negativas) (negativas) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistemas Sistemas de de gestão gestão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistemas Sistemas de de gestão gestão - - produ produ

SistemasSistemas dede gestãogestão -- produproduççãoão animalanimal

Educação Ambiental
Educação
Ambiental
AgrotAgrotóóxicosxicos && AgriculturaAgricultura AlternativaAlternativa MedicamentosMedicamentos
AgrotAgrotóóxicosxicos &&
AgriculturaAgricultura
AlternativaAlternativa
MedicamentosMedicamentos
SaneamentoSaneamento BBáásicosico RuralRural
SaneamentoSaneamento
BBáásicosico RuralRural

GestãoGestão IntegradaIntegrada dosdos RecursosRecursos NaturaisNaturais

ÁÁgua,gua, Solo,Solo, ArAr
ÁÁgua,gua, Solo,Solo,
ArAr

© Copyright – Proibida Reprodução.

TransferênciaTransferência dede informainformaççãoão
TransferênciaTransferência
dede informainformaççãoão
Solo,Solo, ArAr © Copyright – Proibida Reprodução. TransferênciaTransferência dede informainformaççãoão
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Impactos Impactos ambientais ambientais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Impactos Impactos ambientais ambientais SistemaSistema

ImpactosImpactos ambientaisambientais

SistemaSistema produproduççãoão animalanimal PastoreioPastoreio MistoMisto
SistemaSistema produproduççãoão
animalanimal
PastoreioPastoreio
MistoMisto
IndustriaisIndustriais ZonasZonas AMBIENTEAMBIENTE climclimááticasticas IntensivoIntensivo
IndustriaisIndustriais
ZonasZonas
AMBIENTEAMBIENTE
climclimááticasticas
IntensivoIntensivo
AMBIENTEAMBIENTE climclimááticasticas IntensivoIntensivo Agricultura Agricultura Produ Produ ç ç ão ão animal

AgriculturaAgricultura

ProduProduççãoão

animalanimal

© Copyright – Proibida Reprodução.

IntensivoIntensivo Agricultura Agricultura Produ Produ ç ç ão ão animal animal © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema de de pastoreio pastoreio

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema de de pastoreio pastoreio h h Utiliza

SistemaSistema dede pastoreiopastoreio

hh UtilizaUtiliza maismais dede 90%90% dada matmatéériaria secaseca fornecidafornecida aosaos animaisanimais (pastos(pastos naturais,naturais, pastagens,pastagens, forragensforragens anuaisanuais ee alimentosalimentos adquiridos);adquiridos);

hh ProduProduççãoão totaltotal (fornece(fornece apenasapenas 9%9% produproduççãoão carne)carne) -- associadosassociados aoao excessoexcesso pastoreio;pastoreio; -- degradadegradaççãoão dodo solo;solo; -- desmatamentodesmatamento indiretoindireto (esp(espééciescies semisemi--arbustivas);arbustivas);

SereSere && SteinfeldSteinfeld (1996)(1996)

© Copyright – Proibida Reprodução.

arbustivas); Sere Sere & & Steinfeld Steinfeld (1996) (1996) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema Mistos Mistos h h

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema Mistos Mistos h h Utiliza Utiliza
Sistema Sistema Mistos Mistos h h Utiliza Utiliza mais mais de de 10% 10% mat
Sistema Sistema Mistos Mistos h h Utiliza Utiliza mais mais de de 10% 10% mat

SistemaSistema MistosMistos

hh UtilizaUtiliza maismais dede 10%10% matmatéériaria secaseca fornecidafornecida aoao animalanimal provprovéémm subprodutossubprodutos agragríícolas;colas; hh MaisMais dede 10%10% dodo valorvalor dada produproduççãoão origemorigem atividadesatividades agragríícolascolas nãonão relacionadasrelacionadas comcom aa produproduççãoão animal;animal;

agr agr í í colas colas não não relacionadas relacionadas com com a a produ produ
agr agr í í colas colas não não relacionadas relacionadas com com a a produ produ

hh ProduProduççãoão totaltotal (fornece(fornece 54%54% produproduççãoão carnecarne ee 90%90% leite);leite); -- grandegrande importânciaimportância parapara pequenospequenos produtores;produtores; -- potencialpotencial parapara desenvolvimento;desenvolvimento; -- oportunidadesoportunidades reciclagemreciclagem dede nutrientes;nutrientes;

SereSere && SteinfeldSteinfeld (1996)(1996)

© Copyright – Proibida Reprodução.

nutrientes; Sere Sere & & Steinfeld Steinfeld (1996) (1996) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema Industriais Industriais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Sistema Sistema Industriais Industriais h h Utiliza
Sistema Sistema Industriais Industriais h h Utiliza Utiliza menos menos de de 10% 10% mat
Sistema Sistema Industriais Industriais h h Utiliza Utiliza menos menos de de 10% 10% mat

SistemaSistema IndustriaisIndustriais

hh UtilizaUtiliza menosmenos dede 10%10% matmatéériaria secaseca fornecidafornecida aoao animalanimal produzidaproduzida nana exploraexploraçção;ão; hh GaranteGarante maismais 50%50% produproduççãoão carnecarne avesaves ee susuíínos;nos; hh GaranteGarante 10%10% produproduççãoão carnecarne bovinabovina ee ovina;ovina;

í í nos; nos; h h Garante Garante 10% 10% produ produ ç ç ão ão
í í nos; nos; h h Garante Garante 10% 10% produ produ ç ç ão ão

hh DependênciaDependência fornecimentofornecimento dede alimentosalimentos externos;externos; -- altoalto graugrau dede demandademanda dede energia;energia; -- usouso dede tecnologiatecnologia sofisticadas;sofisticadas; -- procuraprocura fatoresfatores dede produproduççãoão temtem efeitoefeito ambiente;ambiente;

SereSere && SteinfeldSteinfeld (1996)(1996)

© Copyright – Proibida Reprodução.

ambiente; ambiente; Sere Sere & & Steinfeld Steinfeld (1996) (1996) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais Sistema Sistema

ProblemasProblemas ambientaisambientais SistemaSistema PastoreioPastoreio

hhDependeDepende fortementefortemente produtividadeprodutividade dasdas pastagens:pastagens:

(definido(definido pelapela zonazona agroagro--ecolecolóógica)gica)

hhTiposTipos dede zonaszonas climclimááticas:ticas: (padrões(padrões climclimááticos)ticos) -- ÁÁrida;rida; ((maiormaior degradadegradaççãoão ambientalambiental)) -- SemiSemi--ÁÁrida;rida; ((maiormaior degradadegradaççãoão ambientalambiental)) -- SubSub--úúmidasmidas ee úúmidas;midas; ((florestasflorestas--pastagempastagem)) -- TemperadasTemperadas ee terrasterras altasaltas Tropicais;*Tropicais;* (Brasil)(Brasil)

SeqSeqüüestroestro carbonocarbono
SeqSeqüüestroestro
carbonocarbono
PerdaPerda BiodiversidadeBiodiversidade faunafauna--floraflora
PerdaPerda BiodiversidadeBiodiversidade
faunafauna--floraflora
carbonocarbono PerdaPerda BiodiversidadeBiodiversidade faunafauna--floraflora © Copyright – Proibida Reprodução.

© Copyright – Proibida Reprodução.

carbonocarbono PerdaPerda BiodiversidadeBiodiversidade faunafauna--floraflora © Copyright – Proibida Reprodução.
carbonocarbono PerdaPerda BiodiversidadeBiodiversidade faunafauna--floraflora © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas Sistema Sistema Pastoreio

PolPolííticasticas SistemaSistema PastoreioPastoreio

hhGestãoGestão dosdos recursosrecursos naturais:naturais:

-- subssubsíídiosdios malmal aplicados;aplicados; -- situasituaççãoão dada secaseca ((sazonalidadesazonalidade dede chuvas);chuvas); -- taxastaxas dede câmbio;câmbio; -- polpolííticasticas exportaexportaççãoão inadequada;inadequada;

hhGestãoGestão dosdos recursosrecursos financeiros:financeiros:

-- subsub--investimentosinvestimentos instituiinstituiççõesões bancbancáárias;rias; -- faltafalta apoioapoio programasprogramas governamentais;governamentais; -- mecanismosmecanismos parapara gestãogestão dede conflitos;conflitos; -- subssubsíídiosdios fatoresfatores produproduççãoão agragríícola;cola;

© Copyright – Proibida Reprodução.

dios dios fatores fatores produ produ ç ç ão ão agr agr í í cola; cola;
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais Sistema Sistema

ProblemasProblemas ambientaisambientais SistemaSistema MistoMisto

hhTransiTransiççãoão entreentre osos sistemas:sistemas: (agricultura(agricultura--produproduççãoão animal)animal) -- pastoreiopastoreio comum;comum; -- resresííduosduos dede culturas;culturas; -- alimentosalimentos cultivadoscultivados nana exploraexploraçção;ão;

hhProcessoProcesso integraintegraçção:ão: agriculturaagricultura--produproduççãoão animalanimal -- subssubsíídiosdios fertilizantesfertilizantes inorgânicos;inorgânicos; -- prepreççoo custocusto alimentosalimentos concentrados;concentrados; (res(resííduos)duos) -- subssubsíídiosdios parapara sistemasistema mecanizamecanizaççãoão (solo);(solo); -- programaprograma dede extensão;extensão; (emprego(emprego ruralrural nãonão agragráário)rio)

© Copyright – Proibida Reprodução.

extensão; (emprego (emprego rural rural não não agr agr á á rio) rio) © Copyright –
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas Sistema Sistema Misto Misto

PolPolííticasticas SistemaSistema MistoMisto

hhOpOpççõesões polpolííticas:ticas: (agricultura(agricultura--produproduççãoão animal)animal) -- motivamotivaççãoão integraintegraççãoão agriculturaagricultura--produproduççãoão animal;animal; -- infrainfra--estrutura;estrutura; (estradas(estradas ee mercados)mercados) -- programaprograma dede extensão;extensão; (emprego(emprego ruralrural nãonão agragráário)rio) -- produproduççãoão animalanimal modelomodelo industrial;industrial;

hhQuandoQuando dependênciadependência alimentaalimentaçção:ão: geragera impactosimpactos -- acacúúmulomulo resresííduosduos animais;animais; -- saturasaturaççãoão nutrientesnutrientes ee metaismetais pesadospesados nono solo;solo; -- cultivocultivo dede alimentosalimentos outrosoutros lugares;lugares; (animal)(animal)

© Copyright – Proibida Reprodução.

de de alimentos alimentos outros outros lugares; lugares; (animal) (animal) © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Problemas Problemas ambientais ambientais Sistema Sistema

ProblemasProblemas ambientaisambientais SistemaSistema IndustrialIndustrial

hhAssociadosAssociados sistemassistemas intensivos:intensivos:

-- acacúúmulomulo dede resresííduosduos ssóólidoslidos ee llííquidos;quidos; -- emissãoemissão dede NHNH 33 ee malmal odoresodores parapara atmosfera;atmosfera; -- emissãoemissão gasesgases efeitoefeito estufaestufa (metano,(metano, óóxidoxido nitroso);nitroso);

hhImpactosImpactos associativos:associativos:

-- liberaliberaççãoão produtosprodutos ququíímicos;micos; (aditivos(aditivos ee drogas)drogas) -- consumoconsumo elevadoelevado energiaenergia ffóóssil;ssil; (res(resííduosduos ffáábricasbricas curtumescurtumes ee frigorfrigorííficos)ficos) -- perdaperda biodiversidadebiodiversidade dosdos animaisanimais domdoméésticos;sticos; -- degradadegradaççãoão recursosrecursos ááguagua doce;doce;

© Copyright – Proibida Reprodução.

- - degrada degrada ç ç ão ão recursos recursos á á gua gua doce; doce;
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pol Pol í í ticas ticas Sistema Sistema Industriais

PolPolííticasticas SistemaSistema IndustriaisIndustriais

hhOpOpççõesões polpolííticas:ticas:

-- polpolííticasticas dede prepreçços,os, subssubsíídiosdios ee impostos;impostos; -- polpolííticasticas parapara fatoresfatores dede produproduççãoão ee produtosprodutos finais;finais; -- polpolííticasticas reguladorasreguladoras ee taxas;taxas; -- padrõespadrões mmíínimosnimos dede seguransegurançça;a; -- mecanismosmecanismos parapara negocianegociaççõesões dede emissões;emissões;

negocia ç ç ões ões de de emissões; emissões; IntensificaIntensificaççãoão cultivocultivo solosolo ©
IntensificaIntensificaççãoão cultivocultivo solosolo
IntensificaIntensificaççãoão
cultivocultivo solosolo

© Copyright – Proibida Reprodução.

cultivocultivo solosolo © Copyright – Proibida Reprodução. Custo instalação BemBem--estarestar animalanimal

Custo

instalação

BemBem--estarestar animalanimal
BemBem--estarestar animalanimal
cultivocultivo solosolo © Copyright – Proibida Reprodução. Custo instalação BemBem--estarestar animalanimal
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í
Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í ticas ticas Agr Agr í

IntegraIntegraççãoão PolPolííticasticas AgrAgríícolascolas--AmbientaisAmbientais

de

fezes

e

Existem oportunidades para um uso mais eficiente do fezes animal como fertilizante agrícola, de forma a aumentar as receitas

exploração.

da

Abolir os subsídios sobre os fertilizantes e se necessário aplicar taxas sobre os fertilizantes para aumentar o valor do estrume animal.

Uso

se necessário aplicar taxas sobre os fertilizantes para aumentar o valor do estrume animal. Uso fertilizantes

fertilizantes

químicos

© Copyright – Proibida Reprodução.

para aumentar o valor do estrume animal. Uso fertilizantes químicos © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í
Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í

IntegraIntegraççãoão PolPolííticasticas AgrAgríícolascolas--AmbientaisAmbientais

Poluição e resíduos de origem animal

Os efeitos adversos da poluição agrícola produzida pela incorreta eliminação e armazenagem do fezes animal podem ser reduzidos eficazmente aplicando o princípio do ''poluidor pagador'' à agricultura.

A eficácia da regulamentação para reduzir a poluição agrícola está fortemente dependente do seu grau de cumprimento.

Incluir especificações técnicas para construções agrícolas e armazenagem de fezes nas licenças para exploração de unidades Produção Animais industriais.

© Copyright – Proibida Reprodução.

fezes nas licenças para exploração de unidades Produção Animais industriais. © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í
Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í

IntegraIntegraççãoão PolPolííticasticas AgrAgríícolascolas--AmbientaisAmbientais

Preços,

Os preços relativos da alimentação dos animais e outros fatores de produção podem ser usados para manipular as práticas que causam a poluição agrícola, de forma mais favorável para o ambiente.

As contribuições e os impostos serão provavelmente mais eficazes se o dinheiro cobrado for usado para financiar o controle da poluição agrícola e de atividades preventivas.

contribuições

e

impostos

© Copyright – Proibida Reprodução.

agrícola e de atividades preventivas. contribuições e impostos © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í
Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í

IntegraIntegraççãoão PolPolííticasticas AgrAgríícolascolas--AmbientaisAmbientais

Preços,

Incorporar o custo da eliminação do resíduo animal no preço do produto.

contribuições

e

impostos

Estimular a utilização de resíduos e de subprodutos na alimentação dos animais através da redução dos preços e taxando a eliminação dos produtos residuais, introdução de uma contribuição sobre os resíduos e subprodutos (isto reduzirá o seu preço quando forem usados para a alimentação dos animais).

© Copyright – Proibida Reprodução.

reduzirá o seu preço quando forem usados para a alimentação dos animais). © Copyright – Proibida
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í
Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Integra Integra ç ç ão ão Pol Pol í í

IntegraIntegraççãoão PolPolííticasticas AgrAgríícolascolas--AmbientaisAmbientais

Condições

sociais

No desenvolvimento de políticas integradas, é importante considerar as diferenças regionais das condições físicas, ecológicas e sociais.

Certificação

Introdução de certificados para produtos que sejam produzidos em condições '‘APPCC do ambiente''.

© Copyright – Proibida Reprodução.

que sejam produzidos em condições '‘APPCC do ambiente''. © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Indicadores Indicadores Ambientais:

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Indicadores Indicadores Ambientais: Ambientais: PSR PSR h

IndicadoresIndicadores Ambientais:Ambientais: PSRPSR

hhQuantificaQuantifica ee simplificasimplifica fenômenos:fenômenos:

(ajuda(ajuda compreendercompreender realidadesrealidades complexas)complexas)

compreender realidades realidades complexas) complexas) MudanMudanççasas nono SistemaSistema produproduççãoão
MudanMudanççasas nono SistemaSistema produproduççãoão animalanimal
MudanMudanççasas nono
SistemaSistema produproduççãoão
animalanimal
nono SistemaSistema produproduççãoão animalanimal h h Tipos Tipos de de indicadores: indicadores: - -

hhTiposTipos dede indicadores:indicadores:

-- Econômico;Econômico; -- SaSaúúdede -- AmbientalAmbiental -- DesenvolvimentoDesenvolvimento sustentadosustentado

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ambiental Ambiental - - Desenvolvimento Desenvolvimento sustentado sustentado © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas SistemasSistemas produproduççãoão AnimalAnimal

-- AumentoAumento quantidadequantidade alimentoalimento dispondisponíível;vel; -- QualidadeQualidade alimentaralimentar melhorada;melhorada; -- MelhoriaMelhoria dada sasaúúdede animal;animal; -- DiminuiDiminuiççãoão riscosriscos parapara sasaúúdede humana;humana; -- MelhoriaMelhoria biodiversidadebiodiversidade animal;animal; -- MelhoriaMelhoria biodiversidadebiodiversidade vegetal;vegetal; -- AumentoAumento produtividadeprodutividade sistemasistema agragríícola.cola.

produtividade sistema sistema agr agr í í cola. cola. h h Ado Ado ç ç ão

hhAdoAdoççãoão BoasBoas PrPrááticasticas AgrAgríícolascolas (BPA)(BPA)

© Copyright – Proibida Reprodução.

ão Boas Boas Pr Pr á á ticas ticas Agr Agr í í colas colas (BPA)
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pr Pr á á ticas ticas

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Pr Pr á á ticas ticas bom bom manejo manejo

PrPrááticasticas bombom manejomanejo -- agragríícolacola

Gestão resíduos animais
Gestão
resíduos
animais
EvitarEvitar desperddesperdíícioscios alimentaresalimentares
EvitarEvitar
desperddesperdíícioscios
alimentaresalimentares
ReduzirReduzir lixivialixiviaççãoão estrumeestrume
ReduzirReduzir
lixivialixiviaççãoão
estrumeestrume

© Copyright – Proibida Reprodução.

QuestõesQuestões

ambientaisambientais

MenorMenor gastosgastos ááguagua bebidabebida

DestinoDestino dede embalagensembalagens
DestinoDestino dede
embalagensembalagens
ReduzidosReduzidos volumesvolumes dede ááguagua limpezalimpeza
ReduzidosReduzidos
volumesvolumes dede
ááguagua limpezalimpeza
bebida bebida DestinoDestino dede embalagensembalagens ReduzidosReduzidos volumesvolumes dede ááguagua limpezalimpeza
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Objetivos: Objetivos: Pr Pr á á

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Objetivos: Objetivos: Pr Pr á á ticas ticas bom bom

Objetivos:Objetivos: PrPrááticasticas bombom manejomanejo

Produção resíduos com melhor manejo AMBIENTEAMBIENTE DesenvolverDesenvolver rotinasrotinas evitarevitar
Produção
resíduos com
melhor manejo
AMBIENTEAMBIENTE
DesenvolverDesenvolver
rotinasrotinas evitarevitar
emissõesemissões
AtenderAtender PolPolííticatica AmbientalAmbiental
AtenderAtender
PolPolííticatica
AmbientalAmbiental

© Copyright – Proibida Reprodução.

emissõesemissões AtenderAtender PolPolííticatica AmbientalAmbiental © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica T T é é cnicas cnicas

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica T T é é cnicas cnicas para para bom bom

TTéécnicascnicas parapara bombom manejomanejo

MaiorMaior quantidadequantidade resresííduosduos eliminadoseliminados
MaiorMaior
quantidadequantidade
resresííduosduos
eliminadoseliminados

© Copyright – Proibida Reprodução.

Prevenção desperdício alimento
Prevenção
desperdício
alimento
AMBIENTEAMBIENTE
AMBIENTEAMBIENTE
DesperdDesperdííciocio alimentoalimento juntojunto fezesfezes
DesperdDesperdííciocio
alimentoalimento
juntojunto fezesfezes
Prevenção desperdício alimento AMBIENTEAMBIENTE DesperdDesperdííciocio alimentoalimento juntojunto fezesfezes
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Propostas Propostas mitigadoras

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Propostas Propostas mitigadoras mitigadoras (BPM) (BPM) h

PropostasPropostas mitigadorasmitigadoras (BPM)(BPM)

hhEvitarEvitar desperddesperdííciocio dede alimentosalimentos pelopelo usouso dede equipamentosequipamentos bembem desenhadosdesenhados (modernos);(modernos);

hhAnimaisAnimais confinadosconfinados fornecerfornecer quantidadequantidade dede alimentosalimentos conformeconforme exigênciaexigência fisiolfisiolóógica;gica;

hhEvitarEvitar alimentaalimentaççãoão adad libitumlibitum,, elevadaelevada perdaperda alimentosalimentos ee piorapiora taxataxa conversãoconversão alimentaralimentar;;

hhEvitarEvitar alimentosalimentos nono chão,chão, elevadoelevado desperddesperdííciocio ee baixasbaixas taxastaxas dede conversãoconversão alimentar;alimentar;

© Copyright – Proibida Reprodução.

e baixas baixas taxas taxas de de conversão conversão alimentar; alimentar; © Copyright – Proibida Reprodução.
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Propostas Propostas mitigadoras

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Propostas Propostas mitigadoras mitigadoras (BPM) (BPM) h

PropostasPropostas mitigadorasmitigadoras (BPM)(BPM)

hhEvitarEvitar desperddesperdííciocio dede ááguagua nosnos bebedourosbebedouros ee chupetas;chupetas;

hhEvitarEvitar limpezalimpeza dosdos resresííduosduos--animaisanimais nasnas instalainstalaççõesões diariamente;diariamente;

hhEvitarEvitar ááguagua dada chuvachuva entreentre nono sistemasistema dede drenagemdrenagem dosdos resresííduosduos--animaisanimais;;

hhInstalarInstalar sistemasistema dede drenagemdrenagem separadoseparado parapara descargadescarga ááguasguas limpaslimpas ((ááguagua bebida,bebida, chuva);chuva);

© Copyright – Proibida Reprodução.

bebida, chuva); chuva); © Copyright – Proibida Reprodução. Reciclada: Reciclada: limpeza limpeza e e rega rega

Reciclada:Reciclada: limpezalimpeza ee regarega

bebida, chuva); chuva); © Copyright – Proibida Reprodução. Reciclada: Reciclada: limpeza limpeza e e rega rega
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Preven Preven ç ç ão ão

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Preven Preven ç ç ão ão infiltra infiltra ç ç

PrevenPrevenççãoão infiltrainfiltraççãoão ááguagua -- esterqueiraesterqueira

hh ConstruirConstruir estruturaestrutura bembem desenhadodesenhado evitarevitar infiltrainfiltraççãoão resresííduoduo nono ambienteambiente

ç ão ão res res í í duo duo no no ambiente ambiente h h Construir

hh ConstruirConstruir sistemasistema drenagemdrenagem bembem desenhadodesenhado evitarevitar infiltrainfiltraççãoão resresííduoduo parapara ambienteambiente

hh AssegurarAssegurar capacidadecapacidade dede armazenagemarmazenagem dodo resresííduoduo produzidoproduzido nana exploraexploraççãoão

produzido produzido na na explora explora ç ç ão ão ESTERQUEIRAESTERQUEIRA hh AssegurarAssegurar bombom
produzido produzido na na explora explora ç ç ão ão ESTERQUEIRAESTERQUEIRA hh AssegurarAssegurar bombom
ESTERQUEIRAESTERQUEIRA
ESTERQUEIRAESTERQUEIRA
na na explora explora ç ç ão ão ESTERQUEIRAESTERQUEIRA hh AssegurarAssegurar bombom manejomanejo dada

hh AssegurarAssegurar bombom manejomanejo dada esterqueiraesterqueira evitarevitar oo transbordamentotransbordamento dodo resresííduoduo parapara oo ambienteambiente

dodo resres íí duoduo parapara oo ambienteambiente © Copyright – Proibida Reprodução.

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Custos Custos – – BPM BPM

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Custos Custos – – BPM BPM h h Custos Custos

CustosCustos BPMBPM

hh CustosCustos sãosão baixobaixo

© Copyright – Proibida Reprodução.

hh BonsBons procedimentosprocedimentos dede rotinarotina

PessoalPessoal qualificadoqualificado
PessoalPessoal qualificadoqualificado

hh ConhecimentoConhecimento processoprocesso produproduççãoão

hh ImplementaImplementaççãoão requerrequer atenatenççãoão

processo produ produ ç ç ão ão h h Implementa Implementa ç ç ão ão requer
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Tipos Tipos de de Impactos Impactos

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Tipos Tipos de de Impactos Impactos Ambientais Ambientais

TiposTipos dede ImpactosImpactos AmbientaisAmbientais BPMBPM

hh PositivoPositivo

hh NegativoNegativo

--

--

--

--

MelhorMelhor conversãoconversão alimentaralimentar

ReduReduççãoão usouso ááguagua docedoce

ReduReduççãoão produproduççãoão resresííduosduos

ReduReduççãoão emissõesemissões parapara ambienteambiente

--

redureduççãoão impactosimpactos negativosnegativos

--

MaiorMaior implicaimplicaççãoão ambientalambiental

--

MaiorMaior dependênciadependência relarelaççãoão dada biodiversidadebiodiversidade faunafauna-- floraflora

equilequilííbriobrio
equilequilííbriobrio

** AmbienteAmbiente maismais limpolimpo ee saudsaudáávelvel

© Copyright – Proibida Reprodução.

ProdutividadeProdutividade
ProdutividadeProdutividade

** EficiênciaEficiência produproduççãoão melhoradamelhorada

Reprodução. ProdutividadeProdutividade * * Eficiência Eficiência produ produ ç ç ão ão melhorada melhorada
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Contexto Contexto de de aplica aplica

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Contexto Contexto de de aplica aplica ç ç ão ão
Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Contexto Contexto de de aplica aplica ç ç ão ão

ContextoContexto dede aplicaaplicaççãoão BPMBPM

-- InstituiInstituiçção:ão: formulaformulaççãoão dede BoasBoas PrPrááticasticas dede ManejoManejo --
--
InstituiInstituiçção:ão: formulaformulaççãoão dede BoasBoas PrPrááticasticas dede ManejoManejo
--
InvestigaInvestigaççãoão sobresobre oo desenvolvimentodesenvolvimento dede BPMBPM
--
EducaEducaçção:ão: formaformaççãoão profissionalprofissional ee extensãoextensão parapara oo
desenvolvimentodesenvolvimento ee trtransferênciaansferência dede BPMBPM
--
SSóóciocio--econômico:econômico: recrutamentorecrutamento dede pessoalpessoal treinadotreinado ee
qualificadoqualificado

© Copyright – Proibida Reprodução.

Eco-eficiência produção animal
Eco-eficiência
produção
animal
treinadotreinado ee qualificadoqualificado © Copyright – Proibida Reprodução. Eco-eficiência produção animal
Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas DisponibilidadeDisponibilidade alimentosalimentos

   

Tecnologia

Impacto ambiental

 

Manejo do Esterco

Fertilidade do solo melhorada

Coleta

e

armazenagem

Aumento da produtividade das pastagens e culturas

água

Técnicas de recuperação áreas

Erosão reduzida e fertilidade do solo melhorada

Fertilização mineral das pastagens

Fertilidade do solo melhorada

Queimadas controladas

Perda de pastagens reduzida

Cercas vivas

 

Pastoreio controlado e erosão reduzida

Culturas forrageiras

Redução da pressão sobre outros recursos de pastagem

Fenação e ensilagem

Aumento da disponibilidade sazonal de alimentos

Tratamento dos resíduos das colheiras

Qualidade alimentar aumentada

© Copyright – Proibida Reprodução.

 

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas MelhoriaMelhoria qualidadequalidade alimentaralimentar

   

Tecnologia

Impacto ambiental

 

Tratamento dos resíduos das colheitas e outras forrageiras má qualidade

Qualidade alimentar melhorada

Suplementação animal

Fornecimento aditivos alimentares, micro-nutrientes e outros

Fornecimento

de

Digestibilidade dos alimentos aumentada e redução da quantidade de esterco (resíduos sólidos)

alimentos

mais

equilibrados

 

Fertilização mineral das pastagens

Fertilidade do solo melhorada

© Copyright – Proibida Reprodução.

 

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas MelhoriaMelhoria sasaúúdede animalanimal

Tecnologia Impacto ambiental Conservação raças, linhagens e variedades Manutenção da resistência às doenças
Tecnologia
Impacto ambiental
Conservação raças,
linhagens e variedades
Manutenção da resistência às doenças
Suplementação
Nutrição animal equilibrada
Transporte água
Redução do estresse provocado pela falta de água
Melhoria da higiene do
animal
Redução do risco de doença
Melhoria das instalações
para animais
Redução do estresse animal e armazenagem dos
resíduos sólidos melhorada
animal e armazenagem dos resíduos sólidos melhorada Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas ReduReduççãoão riscosriscos sasaúúdede humanahumana

Tecnologia Impacto ambiental Armazenagem de resíduos sólidos Redução da lixiviação de minerais, das emissões
Tecnologia
Impacto ambiental
Armazenagem
de
resíduos
sólidos
Redução da lixiviação de minerais, das emissões de
amônia e de metano
melhorada
Manejo
dos
resíduos
sólidos
Redução da lixiviação de minerais, das emissões de
amônia e de metano
Processamento
resíduo sólido
do
Redução da lixiviação de minerais, das emissões de
amônia e de metano
Instalações (Estábulos,
galpões, baias, currais)
Redução dos resíduos animais que entram nos sistemas
hidrográficos
Recuperação
e
processamento
dos
Redução das águas residuais, redução dos valores de
DBO, recuperação dos resíduos sólidos
resíduos
sólidos
(instalações
para
processamento)
resíduos sólidos (instalações para processamento) Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas MelhoriaMelhoria biodiversidadebiodiversidade animalanimal

Tecnologia

Conservação raças, linhagens e variedades

Produção convencional (gado)

não

Manejo

com

raças,

linhagens

e variedades

misturadas

Integração da

linhagem e variedade – fauna selvagem

raça,

da linhagem e variedade – fauna selvagem raça, Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

Impacto ambiental

Redução da perda de agro-biodiversidade

Aumento do valor econômico da fauna selvagem e das raças, linhagens e variedades mais raras

Valor acrescentado pela manutenção da diversidade de espécies

Valor acrescentado pela manutenção da diversidade de Espécies , aumento do valor econômico das espécies de Fauna selvagem

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas MelhoriaMelhoria biodiversidadebiodiversidade vegetalvegetal

Tecnologia Impacto ambiental Queimadas controladas Aumento da diversidade de habitats Barreiras contra fogos Aumento
Tecnologia
Impacto ambiental
Queimadas controladas
Aumento da diversidade de habitats
Barreiras contra fogos
Aumento da diversidade de habitats
Reflorestamento
Aumento da oportunidade de retornar aos padrões
naturais de vegetação
Proteção da regeneração
da árvores
Melhor capacidade para a regeneração natural
Queimadas controladas
Perda de pastagens reduzida
Técnicas
de
poda
Diminuição da destruição da vegetação natural
melhoradas
Técnicas
de
manejo
de
pastagem
Aumento da capacidade de manter uma variedade de
habitats
Produção
convencional (gado)
não
Aumento da capacidade de manter uma variedade de
habitats
Manejo com mistura de
espécies
Aumento da capacidade de manter uma variedade de
habitats
Aumento da capacidade de manter uma variedade de habitats Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Op Op ç ç ões ões Tecnol Tecnol ó ó

OpOpççõesões TecnolTecnolóógicasgicas AumentarAumentar produtividadeprodutividade sistemassistemas agragrááriosrios

Tecnologia

Implementos melhorados

Aumento

da

capacidade

para

para tração animal

aráveis

Piscicultura integrada

Manejo

de

várias

espécies juntas

Melhoramento dos animais

genético

Fenação e ensilagem

Culturas forrageiras

Manejo do resíduo sólido

Aplicação correta do resíduo sólido no solo

sólido Aplicação correta do resíduo sólido no solo as componentes Prof. Prof. Éder Éder Clementino

as

componentes

Prof. Prof. Éder Éder Clementino Clementino dos dos Santos Santos

Impacto ambiental

gerir

Aumento do uso de subprodutos agrícolas-industriais

Aumento do uso dos recursos da exploração, diminuição do risco de depender da produção de uma única espécia

Melhor taxa de transformação dos alimentos

Aumento do uso dos recursos da exploração

Aumento do fluxo de nutrientes aos sistemas culturais provenientes das espécies leguminosas

Diminuição da dependência de fertilizantes químicos na produção agrícola

Menor dependência dos fertilizantes para a produção agrícola, aumento do uso dos recursos da exploração

© Copyright – Proibida Reprodução.

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica MUITOMUITO OBRIGADOOBRIGADO !!!!!! • •

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica MUITOMUITO OBRIGADOOBRIGADO !!!!!! • • • •

MUITOMUITO OBRIGADOOBRIGADO !!!!!!

http://http:// www.whatcomcd.org/www.whatcomcd.org/ FarmAssistFarmAssist// BMP/BMP/ LivestockOps.htmLivestockOps.htm http://http:// pasture.ecn.purdue.edu/pasture.ecn.purdue.edu/~epados/farmstead/src/bmp.htm~epados/farmstead/src/bmp.htm

http:// pasture.ecn.purdue.edu/ pasture.ecn.purdue.edu/ ~epados/farmstead/src/bmp.htm ~epados/farmstead/src/bmp.htm

© Copyright – Proibida Reprodução.

~epados/farmstead/src/bmp.htm ~epados/farmstead/src/bmp.htm © Copyright – Proibida Reprodução.