Você está na página 1de 2

1

Cuiab 20 de Setembro de 2011 Universidade Federal de Mato Grosso Curso: Licenciatura em Msica Disciplina: Esttica Docente: Roberto Victrio Discente: Waldecy Cezrio de Abreu Sobrinho Resumo do Texto Hindemith: A esttica do Sentimento de Hindemith No referente texto Hindemith vem quebrar todo o conceito esttico do sentimento como fator nico e mais importante existente msica, responsvel na opinio de muitos pelo belo musical. Hindemith nos coloca que em relao s outras artes existentes, a msica a nica em que o belo ainda analisado de maneira anticientfica pelos estudiosos, onde o sujeito que dita seu sentimento sobre tal ou qual obra que escuta o que deveria ser o contrario j que a msica por si s o objeto que deveria ser estudada por si mesma. Diz Hindemith que a msica continua a ser considerada apenas em seu aspecto subjetivo, no qual em muitos livros, criticas e palestras o fenmeno das emoes considerado como nico fundamento esttico importante a ser analisado na msica. Porm Hindemith no coloca em suma que o belo no nada mais que pura forma e que os sentimentos que se seguem aps a execuo desta pura forma, neste caso a msica, no passa de impresses individuais que o sujeito (pessoas) atribui a ela. Hindemith com esses esclarecimentos nos d a orientao de que a msica no produtora de sentimentos e emoes, e sim de fantasia que segundo ele o rgo verdadeiro do belo, capaz de nos levar a uma compreenso musical mais fidedigna e real no s na msica mais em todas as artes. Hindemith classifica o sentimento como efeito secundrio e indeterminado na msica, por ser uma caracterstica, sobretudo superficial e que no possibilita a penetrao interna da obra musical, pois o sentimento em si no faz parte integral do organismo da msica.

Durante sua explanao sobre o belo na msica, Hindemith nos d exemplos de que as concepes de sentimentos referentes s obras musicais em um perodo de tempo se modificam com o passar dos sculos, se antes a msica de Bach, Beethoven e Weber causavam xtase nas pessoas que viveram nos tempos desses compositores, hoje podem no causar mais os mesmos xtases s pessoas de hoje e consequentemente os sentimentos e as concepes das pessoas se modificaram, porm as obras destes compositores permanecem intactas sem modificaes estticas do belo musical, pois suas obras possuem pura forma.

O que Hindemith nos pede justamente uma vivencia musical por ela mesma em sua pura forma, dissociada de associaes sentimentais ou intelectuais, e para que a vivncia musical ocorra integralmente se necessita de nos adequarmos contemporaneidade musical de nosso tempo, apagando de nossas mentes os conceitos tradicionais existentes sobre a esttica do belo, nos quais os sentimentos e as emoes so considerados como as nicas e importantes caractersticas musicais.

Você também pode gostar