Você está na página 1de 3
Data: / / FichaFichaFichaFicha dededede FormaçãoFormaçãoFormaçãoFormação CívicaCívicaCívicaCívica Tema:

Data:

/

/

FichaFichaFichaFicha dededede FormaçãoFormaçãoFormaçãoFormação CívicaCívicaCívicaCívica

Tema: Educação Ambiental

Nome:

Proteger as Florestas

Embora dados recolhidos por satélite sugiram que esteja a dar-se um enverdecimento gradual, desde 1981, acima dos 40° de latitude norte do nosso planeta, devido à subida da temperatura relacionada com o aumento dos gases atmosféricos que provocam o efeito de estufa, é certo de que o problema da destruição das florestas é sentido mundialmente. Actualmente, por razões económicas, e além da con- tinuação da desflorestação nos países industrializados, assiste-se à devastação nas regiões inter- tropicais que são verdadeiros "pulmões" para o planeta e representam espaços "virgens" que ao serem destruídos têm graves reflexos no ambiente. Em África, a sob re-exploração destruiu praticamente a floresta tropical da Nigéria e Costa do Marfim. Na Europa de Leste a exploração de madeiras cresceu assustadoramente, ameaçando a fauna e flora locais. Na Amazónia, os problemas colocados hoje à ecologia acumulam-se: da devastação florestal à perda de habitais, da poluição à extinção das espécies, do negócio das madeiras ao problema dos indí- genas

Na América Central, as florestas húmidas sofreram nos últimos anos um alarmante retrocesso, com

um ritmo de desflorestamento que atinge cotas de 1000 km2 anuais em alguns países da zona. Em El Salvador, por exemplo, desapareceu praticamente toda a floresta original. Um dos motivos deste pro-

cesso destrutivo é a pressão demográfica

fragmentaram os restos de floresta que ainda existiam.

São muitos os perigos que espreitam a incalculável riqueza da floresta amazónica. Em primeira lugar estão os cortes destinados à obtenção de madeiras valiosas. A agricultura transitória, praticada de modo tradicional pelos povos indígenas, provoca danos ligeiros que a floresta pode comportar mas o mesmo não se passa quando está em causa uma agricultura praticada em grande escala pelos colonos.

a necessidade de terras de cultivo e construção de estradas

A

criação de gado é outro dos grandes perigos para a Amazónia. Por último, podemos também referir

as

vias de comunicação e as barragens.

Na Europa e na América do Norte, a poluição constitui uma ameaça ainda maior que o abate das flo-

restas.

Actividades

1. Lê o texto e faz um levantamento das principais causas que levam à destruição das flo- restas.

2. Que medidas deveriam ser tomadas para resolver esses problemas e, assim, impedir que as florestas deixassem de existir e, com elas, muitas espécies animais e vegetais?

3. Propõe um debate sobre o texto que acabaste de ler. Dramatiza-o, sob a forma de role- playing, com os seguintes participantes:

- ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente;

- responsáveis pelo ICN - Instituto da Conservação da Natureza;

- responsáveis pela indústria transformadora de madeiras, construção civil, farmacêu- tica, têxtil - um elemento do GEOTA - Grupo de Estudos do Ordenamento do Território e Ambiente.