Você está na página 1de 8

PROPRIEDADES COLIGATIVAS DAS SOLUÇÕES

Propriedades coligativas são propriedades de uma solução que dependem da concentração de partículas do soluto e não da sua natureza . Cada uma dessas propriedades depende da diminuição da tendência de escape das moléculas do solvente pela adição das partículas do soluto.

As propriedades coligativas incluem: • • • • abaixamento da pressão do vapor elevação do ponto de ebulição abaixamento do ponto de congelação pressão osmótica.

CÁLCULO DO Nº DE PARTÍCULAS DISSOLVIDAS

soluções moleculares que não sofrem ionização: o número de partículas (moléculas) dissolvidas é igual ao número de partículas que se encontram em solução.

FATOR DE VAN’T HOFF
Para facilitar o cálculo do número de partículas, será usado um fator i, conhecido como fator de Van’t Hoff. Logo, em uma solução iônica tem-se que o número total de partículas será:

ácido ortofosfórico– H3PO4 – α=27% i = 1. num recipiente fechado.6 3. Agora a fase líquida estará em permanente contato com a fase vapor. depois de algum tempo evapora. . mesmo sendo substâncias moleculares. i = 1+ α (q-1) • q é igual ao número total de íons que se encontram livres em solução.2 4.81 5. hidróxido de cálcio – Ca(OH)2 – α=90% i = 2. Nesse momento o líquido está em equilíbrio dinâmico com o vapor . nitrato de prata – AgNO3 – α=60% i = 1. ao fecharmos o recipiente . Valor do fator de Van’t Hoff para algumas soluções: 1. • ☺ Não podemos esquecer que os ácidos. ácido sulfúrico – H2SO4 – α=60% i = 2. devido ao efeito da ionização. o α é o grau de dissociação ou ionização. sulfato de alumínio – Al2(SO4)3 – α=75% i =4 2. quando está em equilíbrio com o líquido. a uma certa temperatura .“o número de partículas livres em solução é igual ao número de partículas dissolvidas multiplicado pelo fator de Van’t Hoff”. cloreto de sódio – NaCl – α=98% i = 1.98 PRESSÃO DE VAPOR DE UM LÍQUIDO PURO Um recipiente contendo água líquida. a evaporação não ocorrerá com a mesma intensidade. Aqui o vapor exerce sobre o líquido a pressão máxima de vapor (maior pressão possível) Pressão máxima de vapor de um líquido é a pressão que seu vapor exerce. sempre formarão soluções iônicas.8 6.

A temperatura de fusão é sempre igual à de solidificação ou temperatura de congelamento).Quanto maior a temperatura. Quanto mais volátil de uma substância maior é a sua pressão de vapor. ou seja. entram em ebulição antes. têm pressão atmosférica maior e a temperatura de ebulição é maior do que em locais com maior altitude em onde a pressão atmosférica é menor. Assim o tempo de cozimento dos alimentos aumenta quando a pressão externa diminui. PRESSÃO DE VAPOR DOS SÓLIDOS A maioria dos sólidos. líquidos mais voláteis têm maior pressão de vapor. maior a temperatura de ebulição Locais situados ao nível do mar. Líquidos diferentes possuem pressões de vapor diferentes. passam do estado sólido para o vapor. um grande aumento na pressão provoca um pequeno aumento na temperatura de fusão. ambos sólidos sublimam. consequência das maiores ou menores forças de atração entre as moléculas dos líquidos. O ponto de fusão sofre uma variação muito pequena com a pressão externa. Nesta sublimação também ocorre um equilíbrio dinâmico entre o sólido e o vapor. para a maioria das substâncias sólidas. a uma mesma temperatura. existindo nesse momento a pressão máxima de vapor. A temperatura de fusão (também chamada ponto de fusão) de uma substância é aquela em que pressão de vapor do sólido é igual a do líquido. possui pressão de vapor praticamente nula. Quanto maior a pressão externa . Maior pressão de vapor implica atingir o ponto de ebulição mais rápido. Adotou-se como pressão normal : 760 mmHg ou 1 atm. Sólidos como naftalina e iodo apresentam pressão de vapor alta. maior a pressão de vapor de uma substância. Temperatura de ebulição (também chamada de ponto de ebulição) é aquela na qual a pressão de vapor de um líquido é igual à pressão externa exercida sobre o líquido. .

. a água entra em ebulição a 0° C. No caso da água.000m de altitude. Exemplo: gelo seco ou CO2 (s). esse equilíbrio estabelece-se a.Curiosidades • • • As panelas de pressão são projetadas para reter boa parte do vapor de água.01°C e 4. A água permanece líquida.58 mmHg.58 mmHg. acima de 100° C e. A 27. ocorre somente o equilíbrio sólido « vapor (sublimação). Assim. essa camada se forma devido à pressão exercida pelas lâminas dos patins. Não existe líquido a uma pressão inferior à do respectivo ponto triplo. e somente a. Quando patinamos no gelo. aumentando a pressão interna. pressão essa que provoca a fusão do gelo. que varia de uma substância para outra. PONTO TRIPLO Ponto triplo de uma substância é um estado no qual se estabelece o equilíbrio sólido « líquido « vapor . estabelece-se esse equilíbrio triplo. 0. A água ferve sem necessidade de aquecimento em grandes altitudes. Substância que sublima à pressão ambiente tem a pressão do ponto triplo acima da pressão ambiente (1 atm ao nível do mar). de fato os patins deslizam sobre uma fina camada de água líquida. em virtude da alta temperatura. os alimentos cozinham mais rápido. não existe água líquida a uma pressão menor que 4. Somente a uma determinada temperatura e pressão. A uma pressão inferior à do ponto triplo.

Ao se adicionar um soluto ( não volátil e molecular) à água pura. a temperatura de ebulição do solvente na solução aumenta.” . Quando a pressão de vapor se iguala a pressão atmosférica . Como vimos um líquido ferve à temperatura na qual sua pressão de vapor é igual à pressão atmosférica. A pressão de vapor de uma solução a cada temperatura diminui como resultado da presença de um soluto e assim é necessário aquecer a solução a uma temperatura mais alta. Como vimos a pressão de vapor aumenta com o aumento da temperatura. maior será o seu ponto de ebulição. a fim de alcançar seu ponto de ebulição Assim pode-se afirmar que: “Quanto maior a quantidade de partículas dispersas em uma solução. Assim pode-se afirmar que: “Quanto maior a quantidade de partículas dispersas em uma solução.TONOSCOPIA ou TONOMETRIA É o estudo da diminuição da pressão de vapor de um solvente puro pela adição de um soluto não volátil. o líquido entra em ebulição. Caso seja necessário reduzir a temperatura de ebulição de um liquido . assim a pressão de vapor de um líquido indica sua volatilidade. basta diminuir a pressão exercida sobre ele. maior será sua pressão de vapor. menor será sua pressão de vapor. Quanto mais volátil o líquido.” EBULIOSCOPIA ou EBULIOMETRIA É o estudo do aumento do ponto de ebulição de um solvente puro pela adiçaõ de um soluto não volátil.

CRIOSCOPIA ou CRIOMETRIA É o estudo do abaixamento do ponto de congelamento de um solvente quando se adiciona a ele um soluto nãovolátil. Podemos definir pressão osmótica como “a pressão que se deve aplicar à solução para não deixar o solvente atravessar a membrana semipermeável”. meno será o seu ponto de congelamento. utilizando água pura a temperatura mínima seria de 0°C. Uma utilidade prática do abaixamento da temperatura de congelamento é a utilização de água e etilenoglicol no radiador de carros de países de clima frio. A Temperatura de início de congelamento do solvente de uma solução É SEMPRE MENOR que a temperatura de início de congelamento do solvente puro. de um meio menos concentrado (diluído) para o meio mais concentrado. que será chamada de pressão osmótica. Assim pode-se afirmar que: “Quanto maior a quantidade de partículas dispersas em uma solução. a mistura pode baixar a temperatura até –35° C. .” OSMOSE Entende-se por osmose a passagem de um solvente (líquido) por meio de uma membrana semipermeável. Para impedir a passagem do solvente para o meio mais concentrado. Uma utilidade prática do abaixamento da temperatura de congelamento é a utilização de água e etilenoglicol no radiador de carros de países de clima frio. a mistura pode baixar a temperatura até -35° C. é necessário aplicar uma pressão sobre a solução concentrada.

W e k c = R . para ocorrer osmose. o fluxo osmótico será revertido e poderemos obter água potável.Lf . CÁLCULO DA PRESSÂO OSMÒTICA PV = nRT πV = nRT ou EFEITOS COLIGATIVOS QUANTITATIVOS François Marie Raoult François Marie Haoult Lei de Raoult o efeito coligativo produzido num solvente pela adição de um soluto não-volátil é diretamente proporcional a molalidade da solução. já que a pressão osmótica da água do mar é da ordem de 30 atm. Se aplicarmos uma pressão superior a 30 atm.Lv Efeito crioscópico: ∆t c = k c . W Efeito ebulioscópico: e k t = M2 / 1000 ∆t e = k e . W e k e = R . Osmose reversa: consiste em aplicar uma elevada pressão para fazer com que a água flua de uma solução mais concentrada para uma solução menos concentrada.Assim. as concentrações das partículas de soluto devem ser diferentes nos dois líquidos. através de uma membrana semipermeável. Efeito tonoscópico: ∆p / p0 = k t . Podemos utilizar a osmose reversa para obter a dessalinização das águas dos oceanos. T2 / 1000. T2 / 1000.