Você está na página 1de 12

Física: Eletromagnetismo

Prof. Anderson Freitas

Eletrostática

Eletromagnetismo Prof. Anderson Freitas Eletrostática 1. Um corpo, inicialmente neutro, perdeu elétrons, ficando

1. Um corpo, inicialmente neutro, perdeu elétrons, ficando positivamente eletrizado com uma carga de 1C. Quantos elétrons ele perdeu?

R: Como a carga de um elétron é

elétrons ele perdeu? R: Como a carga de um elétron é então um coulomb de carga

então um coulomb de carga tem:

Então um Coulomb de carga tem 6,241509752*10 18 elétrons

2. Observando-se três bolas metálicas verificamos que cada uma das bolas atrai as outras duas. Três hipóteses são apresentadas:

I - apenas uma das bolas está carregada;

II - duas das bolas estão carregadas;

III - as três bolas estão carregadas.

Qual (ais) hipótese (s) explica o fenômeno? Justifique.

R: A número dois está correta, porque se uma bola está carregada positivamente ela atraira a bola carregada negativamente e a bola com carga neutra, mas o contrario também é valido a bola de carga negativa atrai a bola de carga positiva e a de carga neutra também. Já para o referencial da bola de carga neutra ela atrai as duas bolas.

3. Duas esferas metálicas iguais, eletricamente carregadas com cargas de módulos q e 2q , estão a uma distância R uma da outra e se atraem, eletrostaticamente, com uma força de módulo F . São postas em contato uma com a outra e, a seguir, recolocadas nas posições iniciais. Qual o módulo da nova força eletrostática entre as esferas metálicas?

R: Inicialmente tense duas esferas uma com carga q e a outra com carga 2q então a força entre

as

duas é :

E

as duas entram em contato partindo pelo principio que para se atrairem as bolas devem ter

cargas opostas e que após o contato temos um equilibrio de cargas então as cargas se neutralizam sobrando só um q de carga então a força entre as duas bolas vai see:

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

1 / 12

4.

Três cargas Q 1 = 6,0C, Q 2 = - 5,0C e Q 3 = 4,0C se distribuem conforme mostra a figura.

Q 3 = 4,0  C se distribuem conforme mostra a figura. a) Qual a direção

a) Qual a direção e o sentido do campo elétrico criado pela carga Q 2 no ponto 1?

R: Jugando que o ponto 1 seja o ponto da carga Q 1 e o campo sai das cargas positivas e entra nas

negativas e as cargas estão dispostas de maneira linear, então o campo tem direção vertical de acordo com o eixo e no sentido da carga Q 1 para a carga Q 2.

b) Calcule o módulo do campo elétrico resultante no ponto 1.

R: Calculando primeiro a força que dois exerce em um:

 

(

)

 

(

)

E

a força que três exerce em um é:

 
 

(

)

A

força resultante é a soma das forças:

( Ou seja, a força e no sentido de Q 1 para Q 2 .

 

)

5.

Um bastão de vidro M, eletrizado positivamente, é colocado nas proximidades de uma pequena esfera

metálica P, não eletrizada, suspensa por um fio leve de material isolante. Observa-se que P é atraída por M. Considere as afirmativas seguintes:

I - em virtude da indução eletrostática, na região de P mais próxima de M aparecerá carga negativa; II - a carga positiva e a carga negativa induzidas em P têm o mesmo valor absoluto; III - a esfera P é atraída por M porque o campo criado pela carga de M não é uniforme. Pode-se concluir que:

a) apenas a afirmativa I é correta;

b) apenas a afirmativa II é correta;

c) apenas as afirmativa I e II são corretas;

d) as afirmativas I, II e III são corretas;

e) apenas as afirmativas II e III são corretas.

M + + + + + + + P + + + + + +
M
+ + + +
+
+
+
P
+
+ + + +
+

R: B

6.

Duas esferas condutoras A e B são munidas de hastes suportes verticais isolantes. As duas
Duas esferas condutoras A e B são munidas de hastes suportes verticais isolantes. As duas esferas
estão descarregadas e em contato. Aproxima-se (sem tocar) da esfera A um corpo carregado
positivamente. É mais correto afirmar que:
+
+ + +
+
+
A
B
a) só a esfera A se carrega;
+
+
+
+ + +
+
b) só a esfera B se carrega;
c) a esfera A se carrega com carga negativa e a B com carga positiva;

d) as duas esferas se carregam com cargas positivas;

e) as duas esferas se carregam com cargas negativas.

R: C, porque o bastão atrai elétrons para A então B fica com falta de elétrons, ou seja, carga

positiva.

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

2 / 12

7. Duas cargas puntuais, Q 1 e Q 2 , estão se atraindo, no ar, com uma certa força F. Suponha que o valor de Q 1 seja duplicado e o de Q 2 se torne 8 vezes maior. Para que o valor da força F permaneça invariável, a distância d entre Q 1 e Q 2 deverá tornar-se:

a) 32 vezes maior;

b) 4 vezes maior;

c) 16 vezes maior;

d) 4 vezes menor;

e) 16 vezes menor.

R: Como a proporção da carga aumentou 16 vezes e a distância segue uma proporção quadrática então há necessidade de aumentar quatro vezes a distância para que a proporção se mantenha. O que leva a resposta B como a resposta correta.

8. Qual dos seguintes gráficos melhor representa o módulo F da força de interação elétrica de duas esferas carregadas, em função de (1/d²)?

a)

b) de duas esferas carregadas, em função de (1/d²) ? a) F c) F 1/d² 1/d² F

F
F

c) duas esferas carregadas, em função de (1/d²) ? a) b) F F 1/d² 1/d² F 1/d²

F
F
1/d² 1/d²
1/d²
1/d²
F 1/d²
F
1/d²

d)

F 1/d²
F
1/d²

R: O gráfico C por ser o único a apresentar uma queda na força com o aumento da distância não linear.

9. Três cargas elétricas puntiformes, Q 1 , Q 2 e Q 3 , estão em equilíbrio sob a ação de forças elétricas, somente. Conforme o esquema, sendo Q 2 > 0, deve-se ter:

a) Q 1 > 0 e Q 3 > 0

b) Q 1 < 0 e Q 3 < 0

c) Q 1 > 0 e Q 3 < 0

d) Q 1 < 0 e Q 3 > 0

e Q 3 < 0 d) Q 1 < 0 e Q 3 > 0 Q
e Q 3 < 0 d) Q 1 < 0 e Q 3 > 0 Q
e Q 3 < 0 d) Q 1 < 0 e Q 3 > 0 Q
Q 1 Q 2 Q 3
Q 1
Q 2
Q 3

R: Resposta só pode ser B por que à medida que Q 2 atrai Q 1 e Q 3 as duas se repelem sendo assim o único modo de obter-se um equilíbrio.

10. Duas partículas livres A e B têm cargas respectivamente iguais a q e 2q . Sendo a massa de A igual a 2 vezes a massa de B, qual das seguintes figuras representa as acelerações das partículas, sabendo-se que a interação gravitacional é desprezível em comparação com a interação elétrica?

a)

a) b) c)

b)

a) b) c)
a) b) c)

c)

a) b) c)
a) b) c)
A
A
B
B
A
A
B
B
A
A
B
B

d)

d) e)
d) e)

e)

d) e)
d) e)
A
A
B
B
A
A
B
B

R: Figura C por que o modulo das forças elétricas de A e B são iguais.

11. Quatro partículas carregadas estão fixas nos vértices de um quadrado. As cargas das partículas têm o mesmo módulo q , mas seus sinais se alternam conforme é mostrado na figura. Assinale a opção que melhor representa o vetor campo elétrico no ponto M assinalado na figura.

Faculdade Pitágoras

Física 3

melhor representa o vetor campo elétrico no ponto M assinalado na figura. Faculdade Pitágoras Física 3

Pág.

3 / 12

a)

R: C

b)

c)

d)

e) zero

12. Três partículas com cargas q a = +14 nC, q b = -26 nC e q c = +21 nC estão localizadas nos vértices de um triângulo retângulo, conforme mostrado na figura. A partícula a está no vértice de 90 o , a uma distância de 18 cm de b e 24 cm de c. Estabeleça um sistema de coordenadas com a como origem, b ao longo do eixo-x e c ao longo do eixo-y, e determine então as componentes cartesianas e o módulo da força resultante sobre c.

R: A força que a faz em c é dada por

sobre c . R: A força que a faz em c é dada por E a

E a força de b em c:

(

)

(

)

(

(

A força resultante é:

(

(

)

)

 

(

)

 

)

(

(

)

)

(

)

)

13. Duas partículas a e b têm igual massa de 2,6g e cargas de mesmo módulo q, porém de sinais opostos. A partícula a está suspensa no teto por um fio de 0,35m de comprimento e massa desprezível conforme, mostrado na figura. Quando a e b estão separadas por uma distância horizontal de 0,25m, a está em equilíbrio estático, com o fio a um ângulo de 45 o com a vertical. Determine q . R: Força de tração é

A força de tração em y é igual a gravidade, então:

Usando as leis da trigonometria em que:

E

o ângulo é 45 graus então:

 

(

)

E

a força em x é:

(

)

E

a força elétrica é igual a:

(

)

(

)

( ) E a força elétrica é igual a: ( ) √ ( ) Mas ,

Mas

, então:

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

4 / 12

Eletricidade

14. Em um fio condutor metálico, no qual existe uma corrente elétrica, os elétrons deslocam-se da direita para a esquerda e, durante um intervalo de tempo de 5,0s , transportam uma carga de 20C através de uma seção reta do fio. Pode-se concluir que a corrente convencional no condutor é de:

a) 20A, da direita para a esquerda;

b) 20A, da esquerda para a direita;

c) 100A, da esquerda para a direita;

d) 4A, da direita para a esquerda;

e) 4A, da esquerda para a direita.

R: Como a corrente é a variação da quantidade de carga pela variação da quantidade de tempo

então a resposta certa é a C.

15. A potência dissipada num resistor de resistência R, ao qual se aplica uma ddp constante, é dada por:

P = R . i ², onde i é a intensidade da corrente no resistor. Se R aumentar, pode-se afirmar:

a) P não varia, porque o aumento de R é compensado pela diminuição de i;

b) P aumenta, por ser diretamente proporcional a R;

c) P diminuirá, porque a corrente decresce na mesma proporção que R aumenta;

d) P diminuirá, porque i não se altera;

e) n.d.a.

R: B.

16. A resistividade do material que constitui um fio condutor metálico de comprimento L e área de secção transversal A é:

a) Diretamente proporcional a L e inversamente proporcional a A;

b) Diretamente proporcional a A e L;

c) Independe de A e L;

d) Diretamente proporcional a A e inversamente proporcional a L.

R: A resistividade é uma propriedade do material então não muda com L ou A, mas se a perguntar

for relativa a RESISTÊNCIA ai a afirmativa A está correta.

17. Ao acionar um interruptor de uma lâmpada elétrica, esta se acende quase que instantaneamente, embora possa estar a centenas de metros de distância. Isso vem provar que:

a) a velocidade dos elétrons, na corrente elétrica, é igual a velocidade da luz;

b) os elétrons se põem em movimento quase que imediatamente em todo o circuito, embora sua velocidade seja relativamente baixa;

c) a velocidade dos elétrons na corrente elétrica é muito elevada;

d) não é necessário que os elétrons se movimentem para que a lâmpada se acenda.

R: A afirmativa B está correta.

18. A intensidade da corrente elétrica através de um fio condutor varia com o tempo de acordo com o gráfico seguinte. Determine a quantidade de carga elétrica, em C , que atravessa uma seção transversal do fio condutor no intervalo de tempo entre 0,0 e 5,0s .

Faculdade Pitágoras

Física 3

transversal do fio condutor no intervalo de tempo entre 0,0 e 5,0s . Faculdade Pitágoras Física

Pág.

5 / 12

R: A carga é igual:

19. No circuito, o voltímetro mede 12V. Qual a potência total do circuito?

R: A corrente sobre um resistor é:

Então a corrente que circula o trecho é:

A potência é dada por:

(

)

20. Para o circuito da figura, determine o valor de R tal que a corrente no circuito seja 0, 10 A .

R: Utilizando o circuito equivalente temos

Então temos que:

(

)

20 8 V
20
8
V
equivalente temos Então temos que: ( ) 20 8 V 21. Para o circuito indicado na

21. Para o circuito indicado na figura, (a) determine o valor de E tal

que a corrente no circuito seja 2,0A com sentido anti-horário. (b) Determine o valor de E tal que a corrente no circuito seja 2,0A com sentido horário. R: Usando o mesmo esquema do exercício anterior:

(

)

R: Usando o mesmo esquema do exercício anterior: ( ) 22. Dado o circuito seguinte, determine:

22. Dado o circuito seguinte, determine:

a) a corrente em cada resistor.

Faculdade Pitágoras

( ) 22. Dado o circuito seguinte, determine: a) a corrente em cada resistor. Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

6 / 12

R: Definindo a corrente do primeiro circuito com I 1 e a do segundo como I 2 então temos que segundo a lei de Kirchhoff das correntes:

Para a segunda malha temos:

(

)

(

)

Então resolvendo o sistema de equações:

O sinal negativo aparece porque o sentido das correntes adotados são o inverso do real.

b) a potência total do circuito.

R: Sabendo que a potência é dada por:

A potência do circuito é dada pela soma das potências:

23. Dado o circuito ao lado, determine os valores das correntes i 1 , i 2 e i 3 .

os valores das correntes i 1 , i 2 e i 3 . R: A resistência

R: A resistência equivalente do circuito é:

(

)

(

)

A corrente é dada por:

Utilizando o divisor de corrente

E finalmente a corrente I 1 :

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

7 / 12

24. Um engenheiro eletricista precisa dimensionar os condutores (fios) do circuito elétrico apresentado no esquema ao lado. Para isso é necessário que ele conheça a corrente elétrica que passa em cada condutor.

R: Utilizando as leis de Kirchhoff de malhas:

Segunda malha:

(

(

)

)

Resolvendo o sistema temos:

Sendo assim:

10V

10V

4 4 4 4 4 4 4 4 i i 3 3 20V 20V i
4
4
4
4
4
4
4
4
i i
3 3
20V
20V
i i 1
i i
1
2 2

Eletromagnetismo

25. Um campo magnético B é perpendicular ao papel e orientado do papel para o observador. Uma corrente i passa na espira circular de raio r , cujo plano coincide com o do papel. As forças que agem sobre a espira são tais que tendem a produzir nela:

agem sobre a espira são tais que tendem a produzir nela: a) um encolhimento; b) um
agem sobre a espira são tais que tendem a produzir nela: a) um encolhimento; b) um
agem sobre a espira são tais que tendem a produzir nela: a) um encolhimento; b) um

a) um encolhimento;

b) um alargamento; c) uma rotação no sentido horário;

b) um alargamento;

c) uma rotação no sentido horário;

c) uma rotação no sentido horário;

d) uma rotação no sentido anti-horário.

B
B
i i
i
i

R: Como a força magnética é um produtor vetorial igual a ⃗ ⃗⃗ então a força sempre estará apontando perpendicularmente a direção da corrente que é o movimento das cargas e o do campo, ou seja, no sentido de alargar as espiras.

26. Um próton desloca-se paralelamente a um condutor reto, conforme a figura. Fechando-se a chave Ch, observa-se que o próton:

a)

segue sem ser perturbado;

b)

aproxima-se do condutor;

c)

afasta-se do condutor;

d)

faltam dados para se prever algo.

e)

v
v
d) faltam dados para se prever algo. e) v Ch R: Mesmo argumento do exercício 25
Ch
Ch

R: Mesmo argumento do exercício 25 o próton se aproxima do condutor sendo a resposta a B.

27. Uma peça metálica maciça é posta a oscilar entre os pólos de um ímã, perpendicular ao plano da figura. Assinale a alternativa CORRETA.

a) a peça levará mais tempo para atingir o repouso do que se oscilasse fora da região entre os pólos, pois receberá energia do campo magnético;

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág. 8 / 12 N S
Pág.
8 / 12
N
S

b) a peça levará menos tempo para atingir o repouso, pois será freada pelo campo magnético.

c) apareceu corrente induzida na peça sempre no mesmo sentido;

d) não haverá influência do ímã sobre o movimento da peça.

R: B, a peça tenderá ao equilíbrio mais rapidamente.

28. Tem-se um aro metálico nas proximidades de um ímã, como mostra a figura. Das afirmações que se seguem, qual está INCORRETA?

a) Ao se aproximar o ímã do aro metálico surgirá neste uma corrente elétrica induzida;

b) Quando o ímã estiver parado em relação ao aro metálico não haverá corrente elétrica induzida no mesmo;

c) De acordo com a figura, o campo magnético dentro do aro é da direita para a esquerda;

d) Surgirá uma corrente elétrica induzida no aro, no sentido horário, ao afastar ou aproximar o ímã do mesmo;

e) Dentro do ímã o campo magnético é do pólo sul para o pólo norte.

S N
S
N

R: A D está incorreta por que ao se afastar a corrente induzida tem um sentido e ao se aproximar a corrente induzida tem o sentido contrario segundo a lei de Lenz.

29. A figura a seguir mostra um trilho metálico, horizontal, sobre o qual uma barra metálica pode se deslocar livremente, sem atrito. Na região onde está o trilho existe um campo magnético B, ‘entrando’ no papel. Lançando-se a barra para a esquerda com velocidade v, pode-se afirmar que:

V
V

barra metálica

B
B

trilho metálico

a) haverá, na barra, um movimento de elétrons para cima e de prótons para baixo;

b) haverá, na barra, um movimento dos elétrons para baixo;

c) a barra possuirá um movimento retardado e depois acelerado;

d) a barra possuirá um movimento retardado e depois entrará em repouso.

R: Será gerada uma força de Lorentz no sentido de fazer com que os elétrons se movam para cima por terem carga negativa e prótons para baixo, então a alternativa A está correta.

30. Um aro metálico com uma certa resistência elétrica desce um plano inclinado. Em determinado trecho, ele passa por uma região onde existe um campo magnético, como mostra a figura.

onde existe um campo magnético, como mostra a figura. Com relação a essa situação, é correto

Com relação a essa situação, é correto afirmar que

A) nada se pode dizer sobre a influência do campo magnético no tempo de queda, sem conhecer a resistência elétrica do aro.

B) o campo magnético não influenciará no tempo de descida do aro.

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

9 / 12

C)

o tempo gasto pelo aro, para atingir a base do plano, é maior do que o tempo que ele gastaria se o

campo magnético não existisse.

D) o tempo gasto pelo aro, para atingir a base do plano, é menor do que o tempo que ele gastaria se o

campo magnético não existisse.

R: B está correnta o campo não influencia no tempo de queda do aro.

31. A figura representa a combinação de um campo elétrico

E

= 4,0.10 4 N/C com um campo magnético uniforme 2,0.10 -2 T.

B =

Determine a velocidade v que uma carga deve ter para atravessar a região sem sofrer desvios.

R: A força sobre a partícula é de

q = 5,0.10 -6 C

⃗⃗

a partícula é de ⃗ q = 5,0.10 - 6 C ⃗ ⃗⃗ Para uma particular

Para uma particular não sofrer desvio a força elétrica tem que ser igual a força magnética atuante sobre a partícula ou seja:

32. Um anel metálico rola sobre a mesa, passando sucessivamente pelas posições P, Q, R e S. Na região indicada na figura, existe um campo magnético uniforme B, perpendicular ao plano do anel. Considerando-se essa situação, é CORRETO afirmar que, quando o anel passa pelas posições Q, R e S, a corrente nele:

o anel passa pelas posições Q, R e S, a corrente nele: a) é nula apenas

a) é nula apenas em R e tem sentidos opostos em Q e S.

b) tem o mesmo sentido em Q, R e S.

c) é nula apenas em R e tem o mesmo sentido em Q e S.

d) tem o mesmo sentido em Q e em S e sentido oposto em R.

R: A alternativa B está correta.

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

10 / 12

33. Dois ímãs, I e II, são soltos, simultaneamente, de uma mesma altura. Nessa queda, o ímã I cai atravessando um cano de plástico e o ímã II, um cano de cobre, como mostra a figura. Sabe-se que o ímã não atrai objetos de plástico nem de cobre e que o plástico é isolante e o cobre, condutor de eletricidade. Despreze a resistência do ar. O tempo que o ímã I leva para atingir o solo é menor, maior ou igual ao tempo gasto pelo ímã II? Justifique sua resposta.

R: Quando o ímã II move-se para baixo, induz corrente elétrica no cano de cobre, de acordo com a lei de Faraday. Essa corrente induzida, de acordo com a lei de Lenz, aplica no ímã II, uma força magnética contrária ao seu movimento, o que aumenta o tempo de queda desse ímã. Já no ímã I não há indução de corrente elétrica porque o cano de plástico é isolante. Por isso, esse ímã cai em queda livre.

é isolante. Por isso, esse ímã cai em queda livre. 34. O circuito de um aparelho

34. O circuito de um aparelho eletrônico é projetado para funcionar com uma diferença de potencial de 12V. Para esse aparelho poder ser ligado à rede elétrica de 120V, utiliza-se um transformador, que reduz a diferença de potencial. Esse transformador consiste em um núcleo de ferro, em que são enroladas duas bobinas, a do primário e a do secundário, como mostra a figura. Nesse caso, a bobina do primário é ligada à rede elétrica e a do secundário, ao circuito do aparelho eletrônico.

e a do secundário, ao circuito do aparelho eletrônico. a) Esse transformador pode ser usado em

a) Esse transformador pode ser usado em uma rede elétrica de corrente contínua? Justifique.

R: Para gerar a transformação segundo a lei de Lenz deve ver a variação do fluxo do campo, o que não ocorre em corrente continua onde o campo não tem variação nem o fluxo, logo não é possivel usar em uma alimentação continua.

b) Considere que, nesse transformador, as perdas de energia e as resistências elétricas das bobinas são desprezíveis e que a resistência equivalente do curcuito ligado na bobina do secundário é 30. Determine o valor a corrente na bobina do secundário.

R: Usando a equivalência entre corrente e tensão:

35. Um fio condutor, de peso 1,0N, é sustentado por dois fios ideais e isolantes numa região onde existe um campo de indução magnética B, de módulo 1,0T. Fazendo-se passar

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.
Pág.

11 / 12

uma corrente de 1,0A no fio condutor, no sentido de Q para P, qual será a tração no fio?

R: A força de sustentação magnética cera:

⃗⃗

Sabendo agora força magnética e o peso podemos determinar a tração, levando em conta os seguintes fatores:

A corrente é um sentido convencional então os elétrons se movem em sentido contrario da

corrente proposta, então a eles se movem de P para Q gera uma força de Lorentz para baixo.

O que pode ser visto por logica também se não como a força magnética é maior que a força

peso o cabo estaria tracionado para cima.

Então finalmente temos que a tração é:

Faculdade Pitágoras

Física 3

Pág.

12 / 12