Você está na página 1de 4

Universidade Federal de São Paulo – Campus São José dos Campos

Lista I de Cálculo II – Revisão sobre vetores e equações de retas e planos.

Prof. Elizangela Camilo – Data: 18/08/2011

1)

Determinar a extremidade do segmento que representa o vetor v= [2, –5], sabendo que sua origem é o ponto A(–1, 3).

2)

Dados os pontos A(1, 2), B(–3, 5), C(1, –2) e D(6, 10), determinar |AB|, |DC| e |CA|.

3)

Verificar se são colineares os pontos:

a) A(–1, –5), B(2, 1) e C(–2, –7)

b) A(2, 1), B(3, –1) e C(1, 0)

4)

Verificar se os pontos A(4, 0), B(5, 1), C(3, 2) e D(2, 1) são vértices de um paralelogramo.

5)

Os pontos A(1, –1), B(2, 2), C(0, –1) e D(x, y) são vértices de um paralelogramo, encontrar o ponto D(x, y).

6)

Determinar o perímetro do triângulo cujos vértices são os pontos A(2, 4), B(5, 0) e C(1, –3).

7)

Dados os vetores u = [1, a], v = [a, a – 1] e w = [a, – 1], determinar a de modo que u.v = (u+v).w.

8)

Dados os pontos A(–1, 0), B(–4, 1) e C(0, 1), determinar o vetor x tal que: 2x AB = x + (BC. AB)AC.

9)

Determinar o ângulo entre os vetores u e v, sendo:

a) u = [4, 3] e v = [1, –1]

b) u = [–2, –3] e v = [3, 2]

c)

u = [5, –12]

e v = [4, 3]

d) u = [2, 4] e v = [0, –5]

10) Dados os pontos A(3, m – 1) e B(8, 2m – 1), determinar m de modo que |AB| =

41 .
41 .

11) Dados os pontos A(1, 0), B(4, 2) e C(1,2), determinar o valor de m para que se tenha |v| = 7, sabendo que

v = mAC + BC.

12) Calcular os ângulos internos do triângulo de vértices A(–1, 3), B(–3, 1) e C(–1, 1).

13) Os pontos A, B e C são vértices de um triângulo eqüilátero cujo lado mede 10 cm. Calcular o produto escalar dos

vetores AB e AC.

14) Dados os pontos A(-1, 2, 3) e B(4, -2, 0), determinar o ponto P tal que AP = 3AB.

15) Determinar o vetor v sabendo que [3, 7, 1] + 2v = [6, 10, 4] – v.

16) Encontrar os números a 1 e a 2 tais que w = a 1 v 1 + a 2 v 2 , sendo v 1 = [1, -2, 1], v 2 = [2, 0, -4] e w = [-4, -4, 14].

17) Determinar a e b de modo que sejam colineares os pontos A(3, 1, -2), B(1, 5, 1) e C(a, b, 7).

18)

Mostrar que os pontos A(4, 0, 1), B(5, 1, 3), C(3, 2, 5) e D(2, 1, 3) são vértices de um paralelogramo.

19) Determinar o simétrico do ponto P(3, 1, -2) em relação ao ponto A(-1, 0, -3).

20) Dados os pontos A(3, m – 1, – 4) e B(8, 2m – 1, m), determinar m de modo que | AB |=

35 .
35 .

21) Calcular o perímetro do triângulo de vértices A(0, 1, 2), B(- 1, 0, -1) e C(2, -1, 0).

22) Obter um ponto P do eixo das abscissas eqüidistante dos pontos A(2, -3, 1) e B(-2, 1, -1).

23) Determinar os ângulos internos do triângulo de vértices A(-1, -2, 4), B(-4, -2, 0) e C(3, -2, 1).

24) Determinar os ângulos internos do triângulo de vértices A(2, 1, 3), B(1, 0, -1) e C(-1, 2, 1).

25) Sabendo que o ângulo entre os vetores u = [2, 1, -1] e v = [1, -1, m + 2] é de 60º, determinar o valor de m.

26) Calcular n para que seja de 30º o ângulo entre os vetores u = [1, n, 2] e v = [0, 1, 0].

27) Mostre que os pontos A(5, 1, 5), B(4, 3, 2) e C(-3, -2, 1) são vértices de um triângulo retângulo.

28) Dados os vetores u = [2, -1, 1], v = [1, -1, 0] e w = [-1, 2, 2], calcular:

a)

b)

c)

d)

w x v v x (w u) (u + v) x (u v) (2u) x (3v)

e) (u x v)•(u x v)

f) (u x v) • w g) (u x v) x w

h) (u + v) • (u x w)

e

e

u • (v x w) u x (v x w)

29) Determinar um vetor simultaneamente ortogonal aos vetores (2a + b), e (b a), sendo a = [3, -1, -2] e b = [1, 0, -3]. 30) Determinar o valor de m para que o vetor w = [1, 2, m] seja simultaneamente ortogonal aos vetores v 1 = [2, -1, 0] e v 2 = [1, -3, -1].

31) Determinar um vetor unitário simultaneamente ortogonal aos vetores v 1 = [1, 1, 0] e v 2 = [2, -1, 3]. Nas mesmas condições, determinar um vetor de módulo 5.

32)

Sabendo que | a | = 3, | b | =

2 e 45 ∞ é o ângulo entre a e b , calcular | a

2 e 45é o ângulo entre a e b, calcular | a x b |.

33)

Se | u x v | = 3

3 , | u | = 3 e 60 ∞ é o ângulo entre u

3 , | u | = 3 e 60é o ângulo entre u e v, determinar | v |.

34) Calcular a área do paralelogramo determinado pelos vetores u = [3, 1, 2] e v = [4, -1, 0]. 35) Calcular a área do triângulo de vértices:

a) A(-1, 0, 2), B(-4, 1, 1) e C(0, 1, 3)

b) A(2, 3, -1), B(3, 1, -2) e C(-1, 0, 2)

36) Calcular x, sabendo que A(x, 1, 1), B(1, -1, 0) e C(2, 1, -1) são vértices de um triângulo de área

29 .
29
.

2

37) Dado o triângulo de vértices A(0, 1, -1), B(-2, 0, 1) e C(1, -2, 0), calcular a medida da altura relativa ao lado BC.

38) Verificar se são coplanares os seguintes vetores:

a) u = (3, -1, 2), v = (1, 2, 1) e w = (-2, 3, 4)

b) u = (2, -1, 0), v = (3, 1, 2) e w = (7, -1, 2)

39) Verificar se são coplanares os pontos:

a) A(1, 0, 2), B(-1, 0, 3), C(2, 4, 1) e D(-1, -2, 2)

b) A(2, 1, 3), B(3, 2, 4), C(-1, -1, -1) e D(0, 1, -1)

40) Sejam os vetores u = [1, 1, 0], v = [2, 0, 1], w 1 = 3u – 2v, w 2 = u + 3v e w 3 = i + j – 2k. Determinar o volume do

paralelepípedo definido por w 1 , w 2 e w 3 . 41) Dados os pontos A(1, -2, 3), B(2, -1, -4), C(0, 2, 0) e D(-1, m, 1), determinar o valor de m para que seja de 20 unidades de volume o volume do paralelepípedo determinado pelos vetores AB, AC e AD. 42) Calcular o volume do tetraedro ABCD sendo A(-1, 3, 2), B(0, 1, -1), C(-2, 0, 1) e D(1, -2, 0). 43) Determinar a equação da reta que passa pelo ponto A(1, - 2, 5) e é paralela ao vetor v = [1, 2, 3].

45) Determinar a equação da reta r que passa pelo ponto C(2, -3, 4) e é paralela a reta

s:

x = 1 + t


y = -1 - t z = 2 + 2t

.

46) Determinar a equação da reta s que passa pelo ponto Q(0, -2, 1) e é simultaneamente ortogonal as retas

r 1 = (x, y, z) = (3, 4, -1) + t(2, -4, -2) e

r

2

:

x = -3 - t

y = 2t z = 4 + t

.

47) Dadas as retas paralelas

s 1 : (x, y, z) = (2, 1, 1) + t(1, 3, -1) e

s

2

:

x = 2t

y = 1 + t z = -3 +2t

. Determinar a equação da reta

r que passa por Q(2, -1, 5) e é ortogonal a s 1 e s 2 .

48) Determinar equações paramétricas da reta

r :

z = 3x + 2

y = -x + 5

.

49)

Determinar as equações da reta que passa pelo ponto A(-2, 3, -2) e tem direção do vetor v = 3i + 2k.

50) Estabelecer as equações da reta que passa pelos pontos B(1, 0, 9) e C(4, 8, 9).

51) Determinar as equações da reta que passa pelo ponto D(0, 3, -2) e tem a direção do vetor v = 2i.

52)

Calcular o ângulo entre as retas

r 1

:

53) Verificar se as retas

s

1

:

x = -3 + 8t

y = 4 - 6t z = 2 + 2t

x = 3 + t

y

z

= t = -1 - 2t

e

r

2

e s

2

:

x = 4z +11

y = -3z - 7

:

x + 2

=

y-3

=

z

-2

1

1

.

são paralelas.

54) Verificar se as retas

m

1

:

 

y = 3

x - 3

8

z +1

=

-6

e m

2

:

x

y+1

z-3

=

=

3

5

4

são ortogonais.

55) Calcular o valor de m para que as retas

l

1

:

56) Verificar se as retas

n

1

:

x - 2

y

z - 5

=

=

2

3

4

y = mx - 3

z = -2x

e

l

2

:

e n

2

:

x

= -5- t

y = -3 + t

z = 6

+

3t

x = -1 + 2t

y = 3 - t z = 5t

sejam ortogonais.

são coplanares.

57) Determinar o valor de n para que as retas

m

1

:

y

= nx + 2

z = 3x - 1

e m

2

:

x = t

y = z = -2t

1 + 2t

sejam coplanares.

59)

Escreve a equação cartesiana do plano que passa pelo ponto A(3, 1, - 4) e é paralelo ao plano:

1 : 2x – 3y + z – 6 = 0.

60) Estabelecer a equação geral do plano mediador do segmento AB, dados A(2, -1, 4) e B(4, -3, -2).

61) Determinar a equação geral do plano que passa pelo ponto A(2, 1, -2) e é perpendicular à reta

r:

x = -4 + 3t

y = 1 + 2t

z = t

.

62)

63)

64)

65)

Determinar a equação do plano que passa pelo ponto Q(1, -2, -3) e é paralelo aos vetores v 1 = [1, 1, 0] e

v 2 = [2, -1, 1].

Determinar a equação geral do plano que passa pelos pontos A(1, 2, -2) e B(0, 3, 1) e é paralelo ao vetor v = [2,1, -1].

Determinar a equação geral do plano que passa pelos pontos P(1, 2, 0), Q(-1, 1, 2) e R(3, 2, 1).

Determinar a equação geral do plano que contém as retas concorrentes:

r :

1

x = 2 + t

y = 1 + t z = 2 + 3t

e

r

2

:

x - 2 =

y - 3

3

z - 5

=

6

.

66)

67)

68)

69)

70)

71)

72)

73)

Determinar a equação geral do plano que contém as retas paralelas

s

1

: (x, y, z) = (2, 0, 1) + t(1, 2, 1)

e

s

2

:

x = 2t

y = 1 + 4t

z = -3 +2t

.

Determinar a equação geral do plano que contém a reta

l:

x = 1 - 3t

y = 2 + 4t z = -1 - 2t

e o ponto C(0, -1, 2) não pertencente à l.

Determinar a equação geral do plano que contém os pontos A 1 (0, 0, 2) e A 2 (0, 3, 0) e é paralelo ao eixo Ox.

Determinar a equação geral do plano paralelo aos vetores u = [3, 0, – 3] e j e que contém o A 3 (1, 2, 0).

Determinar o ângulo entre os planos

Calcular os valores de m e n para que o plano π 1 : (2m – 1)x – 2y + nz – 3 = 0 seja paralelo ao plano

π 1 : 2x – 3y + 5z – 8 = 0 e π 2 : 3x + 2y + 5z – 4 = 0.

π 2 : 4x + 4y – z = 0.

= 1 - 2t

y = - t z = 3 + t

=

z

y +1

x

Determinar o ângulo que a reta

Verificar se a reta

s :

x - 2

=

r:

-2

forma com o plano π: x + y – 5 = 0.

3

-1

é perpendicular ao plano π: 9x – 6y – 3z + 5 = 0.

74)

75)

76)

Determinar os valores de m e n para que a reta

r:

x = 2 + t

y = 1 + t

z = -3 - 2t

esteja contida no plano π: mx + ny + 2z – 1 = 0.

Determinar a reta interseção dos planos π 1 : x + 2y – 3z – 5 = 0 e π 2 : 2x – y + 5z + 6 = 0.

Determinar o ponto de interseção da reta

r:

y = 2x + 3

z = 3x - 4

com o plano π: 3x + 5y – 2z – 9 = 0.