Você está na página 1de 5

VANGUARDAS EUROPÉIAS O CONTEXTO CULTURAL E ARTÍSTICO Desde o início, o Modernismo representa uma longa e complexa transformação na mentalidade européia

, cujos traços mais evidentes passam a ser a instabilidade e a fragmentação. Isso significa a destruição da crença em grandes leis gerais que explicam tudo, como, por exemplo, o espírito científico e racional que alimentou o Realismo. O interesse agora recai sobre a parte (o fragmento), não mais sobre o todo, porque o todo ficou incompreensível e grande demais. Assim, se a sociedade é o todo, uma das partes é o indivíduo. Este, então, interage com todas as outras partes: sua maneira de ver, sentir, apreender e interpretar o mundo estabelece com ele relações novas, complexas e instáveis. É dessa instabilidade e fragmentação que surgem as vanguardas européias, no início do século XX, que abrangem as artes em geral. Cada uma delas tem seus conceitos específicos, mas todas questionam radicalmente os padrões da arte tradicional. CUBISMO O Cubismo surgiu em 1907, quando o pintor espanhol Pablo Picasso (1881-1973) expôs seu quadro Les demoiselles d'Avignon em Paris. A partir daí, outras obras semelhantes surgiram, tendo como princípio a decomposição da realidade em fragmentos geométricos que se entrecortam. A arte cubista rompe com a representação fiel da realidade criada pelo Realismo e mostra que existem outras maneiras de perceber e interpretar o real. O Cubismo é facilmente reconhecível nas artes plásticas. Sua transposição para a literatura apresenta traços como: predomínio da realidade pensada sobre a realidade aparente; eliminação da seqüência lógica do discurso e desordem Les demoiselles d'Avignon (1907), de Picasso, proposital de seus elementos; enumeração obra com a qual, justapondo diferentes aleatória de fragmentos da realidade; mistura de planos angulares, o pintor deu início ao passado, presente e futuro; a valorização dos Cubismo. As mulheres da esquerda identificam-se com a cultura ibérica e as da espaços brancos no papel; negação da estrofe, direita revelam influência da arte negra, que da rima, da pontuação, etc. o pintor vinha pesquisando. Entre os cubistas mais representativos na literatura temos os franceses Guillaume Apollinaire (1880-1918) poeta que teve enorme influência em toda a poesia posterior, e Jean Cocteau (1889-1963). Observe, no poema de Oswald de Andrade, como a fragmentação da realidade e o movimento compõem um painel cubista. hípica Saltos records Cavalos da Penha Correm jóqueis de Higienópolis Os magnatas As meninas E a orquestra toca Chá

o feminismo e todas as covardias oportunistas e utilitárias. de 1909. a seguir.] 9. que parece correr sobre a metralha. futurista. e.] as locomotivas de . 2. o Manifesto Técnico da Literatura Futurista. mais tarde. pelo prazer ou pela revolta. 4. depois de 1919.. Os elementos essenciais de nossa poesia serão a coragem. [. combatendo com veemência o tradicional. Ele vincula a arte à nova civilização técnica. Exalta também a guerra e o militarismo. o salto mortal. a audácia e a revolta.única higiene do mundo -. 11. o hábito à energia e à temeridade. tubos. Um automóvel de corrida com seu cofre adornado de grossos tubos como serpentes de fôlego explosivo. algumas das propostas do Manifesto Futurista. o nacionalismo e a discriminação da mulher. Nós queremos cantar o amor ao perigo. ao contrário de impressão. O nacionalismo de Marinetti e sua exaltação da violência e da guerra aproximam-no. rejeição do adjetivo. contemporâneo do Futurismo e do Cubismo. entre outras coisas. publicado no jornal parisiense Le Figaro. de fevereiro de 1909. a bofetada e o soco. o passo ginástico. indica um movimento de . o patriotismo. o gesto destrutor dos anarquistas.. que escoucinham os trilhos. assinado pelo italiano Tommaso Marinetti. 3. nós queremos exaltar o movimento agressivo. [.. em 22. o militarismo. essa vanguarda surge através do Manifesto Futurista. o Futurismo foi muito mais programa do espaço (1913). e o vôo deslizante dos aeroplanos. o que não diminui sua importância Boccioni. Nós declaramos que o esplendor do mundo se enriqueceu com uma beleza nova: a beleza da velocidade. a abolição de todas as metáforas. 1. como enormes cavalos de aço freados por longos . Leia. a destruição da sintaxe. combater o moralismo.. EXPRESSIONISMO Trata-se de um movimento cultural tipicamente alemão. as fábricas e as máquinas. Tendo a literatura até aqui enaltecido a imobilidade pensativa.. as marés multicoloridas e polifônicas das revoluções nas capitais modernas. dinamismo como tomada de posição. Propõe uma literatura baseada na exaltação da agressividade e da audácia. e o menosprezo à mulher. de Mussolini. No plano da linguagem prega. grande peito.. 10. Formas únicas na continuidade Apesar de tudo. Nós queremos glorificar a guerra . Marinetti lança outro manifesto. as bibliotecas. Expressão. é mais belo que a Vitória de Samotrácia. que surge em 1910 como uma reação ao Impressionismo e ao seu caráter sensorial. o movimento futurista passa a ser porta-voz do fascismo italiano. Nós cantaremos as grandes multidões movimentadas pelo trabalho. cuja hélice tem os estalos da bandeira e os aplausos da multidão entusiasta. Nós queremos demolir os museus. Em 1912. o êxtase e o sono.Na sala de cocktails FUTURISMO Contemporânea do Cubismo. as belas idéias que matam. a ausência de limites da pontuação. de Umberto expressão do do que obra realizada. a vibração noturna dos arsenais e dos estaleiros sob suas violentas luas elétricas. a insônia febril. um automóvel rugidor.

Tristan Tzara. por meio da arte denunciar e transformar a sociedade. assinado por Tristan Tzara. foi escolhida ao acaso. inspirado em Van Gogh. Pegue a tesoura. aos quais se atribui um novo valor: o da contestação (são os ready-mades = "prontos para usar"). Os nomes mais significativos do movimento são os pintores e escultores franceses Max Ernst e Francis Picabia. impressionistas. o protesto contra os valores burgueses e a guerra. um movimento engajado de contestação. de quem você pode ver Metropolis (1926). como afirmou Tristan Tzara. James Ensor e Edvard Munch. geradas sobretudo pela insatisfação. atos como colocar bigodes na Mona Lisa. Um mestre nas intervenções foi o artista plástico americano MareeI Duchamp. destaca Fritz Lang. portanto. principalmente o alemão. em 1916. e aí também se incluem. no qual se O grito (1893). Recorte o artigo. Admite que essa linguagem não precisa ser compreensível: o importante é o grito. Teve grande penetração na Europa e nos Estados Unidos. Desenvolveu-se mais na pintura. a primeira linha que (me) chamou a Urinol de porcelana¸de atenção: DADA". que.. Duchamp Nas artes plásticas o Dadaísmo apresenta objetos extraídos do cotidiano. de Edvard Munch. Essa transformação de objetos comuns em arte denomina-se intervenção. Cézanne e Gauguin. que tenta. pois esses são os traços mais fortes dessa sociedade. por exemplo. sendo o mais radical movimento de vanguarda europeu. Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema. DADAÍSMO O Dadaísmo nasceu em plena guerra. ao abri-la. Para fazer um poema dadaísta Pegue um jornal. além do escritor Tristan Tzara. o expressionismo é a materialização de imagens nascidas no interior do sujeito. objetos sem valor artístico (de acordo com as regras tradicionais). entrando em declínio em 1921. O cinema expressionista também teve grande relevância. O Expressionismo é. Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as . de Leonardo da Vinci. "inserindo uma espátula num tomo fechado do Petit Larousse e lendo imediatamente. como uma roda de bicicleta. A própria palavra dada nada significa. um mictório. Seu primeiro manifesto foi lançado em Zurique. Assim. O movimento pretende ser uma resposta à decadência da civilização ocidental. pela recusa da sociedade industrial e pela alienação do homem por ela criada. para os dadaístas. Os nomes mais importantes dessa vanguarda são: Vassili Kandinsky. a Assim. A estética expressionista é uma estética do feio e do agressivo.dentro para fora. etc. a arte dadaísta exalta a liberdade total de criação tenta inventar uma 1inguagem nova e inusitada. uma crítica à sociedade moderna. Leia agora um poema dadaísta composto pelo mentor do movimento.

em 1895. razão como explicação de todas as coisas. E o veículo que acelerou esse processo foi o cinema. etc. nas teorias do inconsciente de Freud. o Surrealismo defende a presença do irracional e do inconsciente na arte. no cinema. no esoterismo. hipnose. seqüência ou coerência. à medida que as condições político-sociais encaminhavam-se para a Segunda Guerra Mundial (19391945). sem preocupação com significados. As chamadas artes populares. portanto. . ilogismo. grotesco. nas artes plásticas. o cinema. devaneio. E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa. Tire em seguida cada pedaço um após o outro. Luis Buñuel. de quem você pode ver O cão andaluz (1928). O período modernista entre as duas guerras foi. a partir de então conquistaram o mundo. etc. Joan Miró. as músicas de dança. usando-se para isso o sonho. Antonin Artaud. Os surrealistas acreditam que a arte pode ser criada por meio de um mergulho no inconsciente. ainda que incompreendido do público. os maiores expoentes surrealistas são: André Breton. que também fora dadaísta. a arte é uma espécie de automatismo que expressa na tela ou no papel os impulsos criadores inconscientes. Na literatura. nas décadas seguintes e nos diversos países.num saco. como o teatro de revista. Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco. Daí derivam temas como sonho. Os fundamentos teóricos do movimento estão baseados na tradição romântica da subjetividade. na literatura. inventado pelos irmãos Lumière. Já havia. O poema se parecerá com você. linguagem irracional e instintiva desse inconsciente. através de homens de negócios voltados para o mercado popular. na revolta dadaísta contra a sociedade burguesa e na recusa ao predomínio da A persistência da memória (1931). desde o Renascimento. SURREALISMO Também surgido através de manifestos. Agite suavemente. uma separação bem visível entre a cultura erudita e a cultura popular que começava a ser industrializada. As vanguardas marcaram uma ruptura fundamental na história das artes eruditas. cujas influências até hoje perduram. de Salvador Dali. violência. Assim. A migração para as cidades em crescimento desenfreado gerou um mercado lucrativo para o 1azer popular. loucura. em 1924. Tem como principal criador o psicanalista e escritor francês André Breton (1896-1970). os cartazes. Mas a verdadeira revolução cultural do século XX estava ocorrendo subterraneamente.. Repercutindo em vários domínios artísticos. AS ARTES POPULARES As vanguardas do início do século XX vão se desarticulando ou transformando em outras tendências. esse princípio denominou-se escrita automática. Salvador Dali. portanto. Louis Aragon. extremamente rico em manifestações artísticas.