Você está na página 1de 2

Pequeno resumo sobre as bibliotecas escolares na Alemanha

Bibliotecas escolares não são obrigatórias nas escolas alemãs. Mesmo assim, quase todas as escolas têm uma biblioteca, mesmo que seja pequena. Elas variam entre um espaço escuro no porão ou abaixo do telhado, até modernas mediatecas.

Há algumas bibliotecas escolares que são combinadas com uma filial da biblioteca pública em cidades grandes como Frankfurt am Main, Colônia ou Bremen, mas também em cidades pequenas e ricas que podem manter uma biblioteca pública. Em dois estados alemães, Baviera e Renânia-Palatinado, todas as escolas têm bibliotecas escolares. O número de bibliotecários formados que trabalham em bibliotecas escolares é muito pequeno - cerca de 100 pessoas, - no entanto, há quase 35.000 escolas na Alemanha.

A República Federal da Alemanha possui 16 estados. Não há uma lei nacional de educação. Não há nos estados uma regulamentação das bibliotecas escolares. As bibliotecas escolares estão sob a responsabilidade das autoridades locais nos estados e nos municípios.

Bibliotecas escolares são encaradas como parte das bibliotecas públicas. Escolas, professores, diretores de escolas e autoridades escolares não são responsáveis. Os recursos financeiros das bibliotecas públicas são pequenos e implantar bibliotecas escolares não é o objetivo mais importante das autoridades locais e das bibliotecas públicas. Não há legislação específica para as bibliotecas escolares e nem diretrizes para a disponibilização de recursos financeiros. As Secretarias de Educação preferem sugerir que as classes visitem as bibliotecas públicas e que as escolas trabalhem com elas. Entretanto, 40% das 35.000 escolas dispõem de uma biblioteca, mesmo que não sigam os mais elevados padrões de gestão biblioteconômica. Professores e pais são a "espinha dorsal" de bibliotecas escolares, já que geralmente não há profissionais qualificados remunerados para bibliotecas escolares. Todo o trabalho se realiza de forma mais ou menos voluntária. As coisas estão se modificando, porque há uma preocupação crescente com o déficit de leitura dos alunos. Há uma tendência para a escola em tempo integral. Especialmente neste sistema, uma boa biblioteca escolar oferece muitas possibilidades de utilização. A nova política das escolas "autônomas" sobrecarrega a direção da escola com muitas responsabilidades pedagógicas e organizacionais. O estado supervisiona apenas os diplomas escolares, mas pouco regulamenta o funcionamento escolar. Assim, cada escola pode decidir individualmente se implanta uma biblioteca escolar ou moderniza a existente.

A seguir irei dar-lhes uma pequena visão sobre a situação de alguns estados federados: Como já informei. Incentiva a leitura. semelhante à de Hessen. O bibliotecário escolar prepara o acervo para o professor de acordo com a necessidade. os chamados departamentos de bibliotecas escolares. por exemplo. Dois membros da Associação publicaram. todas as escolas da Baviera e da Renânia possuem uma biblioteca. entre outras atividades. uma brochura para iniciantes em bibliotecas escolares. que trabalha em parceria com o Ministério da Educação. dá aulas. principalmente nas áreas de literatura e competência informacional e midiática. sejam como um departamento dentro da biblioteca pública ou como parte da administração municipal escolar. Há na Alemanha um cenário vivo e rico de bibliotecas escolares. O bibliotecário escolar e a biblioteca são parte da escola. Ela organiza congressos de bibliotecas escolares e outras capacitações. já que lá vivi por algumas décadas – há. É uma organização não governamental. Hessen e Berlin/Brandenburg há associações que organizam congressos sobre bibliotecas escolares. O que falta é uma regulamentação legal. a Associação Regional de Bibliotecas Escolares. Em Hessen – conheço bem este estado. há pouco. Estas Associações se colocam como um local de aprendizado para as bibliotecas escolares. Precisamos aprender com o Brasil! . Algumas das mais importantes cidades alemãs têm um departamento de apoio para bibliotecas escolares. mantém uma homepage e um boletim. Nos estados de Schleswig-Holstein. Em Hamburgo há um projeto modelo. o que significa que cerca de 40% dos estudantes têm acesso a uma biblioteca escolar. acompanha crianças com dificuldade de leitura. orienta escolas e se engaja perante o governo e as políticas de bibliotecas escolares. premia a melhor biblioteca escolar. No ano passado (2010) foi fundada uma Associação Regional de Bibliotecas Escolares em Berlim e Brandenburg. trabalha ativamente em conferências e comitês. no qual algumas bibliotecas escolares são acompanhadas por pesquisadores.