ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS

“A originalidade não está na forma, mas sim no conteúdo"
Cláudio de Moura Castro

Como se elabora e se apresenta um artigo? Você certamente já leu artigos publicados em revistas científicas de sua área de estudo e/ou atuação e pode identificar elementos comuns na sua apresentação, embora organizados em ordens diferentes, de acordo com as normas de publicação de cada periódico. Neste roteiro, optamos em apresentar os elementos do artigo de acordo com as normas previstas na ABNT NBR 60222. 1 ESTRUTURA DO ARTIGO "Sem publicação, a ciência é morta"
Gerald Piel

A estrutura de um artigo é constituída de elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais. (APÊNDICE A).
Elementos Pré-textuais Componentes Título, e subtítulo (se houver) Nome(s) do(s) autor(es) Resumo Palavras-chave ou descritores Introdução Desenvolvimento Conclusão

Caros/as Professores/as e Acadêmicos/as do IBES, "Escrever é parte da Ciência". Pesquisadores/as escrevem para produzir Ciência na elaboração do projeto de pesquisa; na coleta, tratamento e interpretação das informações e na redação do relatório final, dentre outras tantas tarefas. Pesquisadores/as escrevem quando pesquisam para lembrar, observar, pensar, planejar, organizar, bem como comunicar a Ciência. Para se comunicar o conhecimento científico elaborado, bem como o processo de pesquisa que lhe deu origem, podemos elaborar um artigo científico. Para tal, organizamos um roteiro a fim de contribuir para vocês, pesquisadores/as, na escrita e apresentação de seus artigos científicos. Aproveite as pistas e comuniquem suas descobertas!

Textuais

1

CASTRO, Cláudio de Moura. Estrutura e Apresentação de Publicações Científicas. São Paulo: McGraw-HiLL do Brasil, 1976.
2

As exigências técnicas para a apresentação de artigos estão convencionalmente normatizadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

. Ex: ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA: UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA CATIVA 1. 1. Exemplo: Palavras-chave: Normas. separados por dois pontos. 1. Exemplos: André Silva* Márcia Amaral** 2 . Autor. separadas entre si e finalizadas por ponto.Redigir com frases completas. os resultados obtidos e as conclusões feitas a partir do estudo.1.(silva@unibes. Resumo e Palavras-chave.Redigir em um parágrafo único e com espaço simples entre linhas.com. caso seja um trabalho originado num curso. indicados pelo uso de asterisco (*).Ressaltar os objetivos. 1. 4 Palavras-chave Escritas dois espaços abaixo do resumo. 2 ELEMENTOS TEXTUAIS São Conclusão. Artigo. Desenvolvimento e Quadro 1 – Distribuição dos itens que compõem o artigo científico Fonte: ABNT NBR 6022 1. (mamaral@unibes.Não ultrapassar 250 palavras. .2 Autor(es) Indica-se o(s) autor(es) à direita.3 Resumo na língua do texto É um texto em que se apresentam de forma concisa os pontos relevantes do estudo.Expressar na primeira frase do resumo o assunto tratado.1. O mesmo procedimento deve ser adotado para apresentar o nome do professor orientador (**). Mestre em Economia e Finanças. os métodos. Ao elaborar o resumo deve se estar atento para as recomendações: . sem títulos. antecedidas da expressão Palavras-chave. e subtítulo (se houver) em língua estrangeira Abstract (Resumo em inglês) Key-words (palavras-chave) Nota(s) Explicativa(s) Referências Glossário (opcional) Apêncice(s) (opcional) Anexo(s) (opcional) Na nota de rodapé: ___________________________________ * Professor Orientador. 1. .1. . UNIVALI. Resumo. ** Graduada em Administração pelo Instituto Blumenauense de Ensino Superior.1 Título e subtítulo O título e o subtítulo (se houver) devem aparecer centralizados.br).1 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS São elementos textuais: Título.br).Pós-textuais Título. fazendo referência em rodapé de breve currículo que o(s) qualifique na área de conhecimento do artigo e endereço eletrônico. elementos textuais: Introdução. em negrito.com.Evitar o uso de citações bibliográficas. .1. e iniciadas com letra maiúscula. .

Exemplo: No desenvolvimento do artigo: O profissional de hoje necessita de iniciativa com vontade de aprender1.. mais amplos. Autor.1 Título.2.2.4..). Os apêndices são identificados por letras maiúsculas consecutivas. sugestões para novos estudos com outros enfoques. pode indicar.) 1. estas podem ser consultadas no manual IBES.1 Introdução Parte inicial do artigo onde deve constar a delimitação do assunto tratado. porem em língua estrangeira (inglês). Notas Explicativas.3. 3 .. Divide-se em seções e subseções.3.Procedimentos Metodológicos (Descreva o seu método de pesquisa.. 1. gráficos. Resumo e Palavras-chave em língua estrangeira Seguem as mesmas normas para versão em português.Resultados e Discussão (Você pode colocar nesta seção tabelas. conforme 1. todos os documentos consultados para elaboração do artigo. Não esqueça de empregar corretamente as normas para apresentação das citações)... Fica para Resumo: Abstract e para Palavras-chave: Keywords. ou Primeiramente.3.1 a 1.2.. a justificativa (relevância do conhecimento elaborado) e outros elementos necessários para situar o tema do artigo. Você pode organizar a seção Desenvolvimento no artigo.3 Referências Nesta parte se lista..2 Desenvolvimento Esta parte contém a exposição detalhada da pesquisa. Apêndices e Anexos.Fundamentação Teórica (Dê um título e aborde os conceitos pertinentes ao seu objeto de estudo.. 1. em ordem alfabética. .3. Na nota explicativa: Kanitz (2000) dá grande ênfase a este pressuposto em sua obra "Administração Estratégica". Na seqüência..1.3 Conclusão Nesta parte se apresenta uma conclusão do seu estudo. sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho. Referências. 1.2.. devendo ser consecutiva para todo o artigo. travessão e pelos respectivos títulos.1. 1. 1. . Resumo e Palavras-chave em língua estrangeira (inglês). Exemplo de apresentação: APÊNDICE A – Considerações acerca do empreendimento Viegas 1 3 . dividindo-a em subseções como: . sempre com as respectivas discussões). categorias de análise ou outras formas de apresentação dos seus dados coletados na pesquisa. São materiais suplementares que consistem em textos ou documentos elaborados pelo autor do trabalho. os objetivos da pesquisa. Num segundo momento.2 Notas Explicativas A numeração das notas explicativas é feita em algarismos arábicos (1... a fim de complementar sua argumentação. 1..4 Apêndices Elemento opcional. A introdução é finalizada com um parágrafo que esclarece ao leitor como o artigo está estruturado (por exemplo: Inicialmente se abordará. o contexto investigado. 3 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS São elementos pós-textuais: Título.1. Para cada documento existe uma norma de apresentação. a população e amostra). também.

comprovação e ilustração. Desenvolvimento e Conclusão. inserir o indicativo numérico. recortes de periódicos. quartenárias e quinária iniciar na margem esquerda.1. digitar um espaço. dentre outros. digitar apenas a inicial da primeira palavra do título com letras maiúsculas e sem negrito. deve-se e Siglas colocar o nome por extenso. Os títulos das seções devem ser separados do texto que os precede ou que os sucede por um espaço duplo (ou dois espaços simples). hífen.3. entrevistas.1. Abreviaturas Quando aparecem pela primeira vez no texto. separa-se apenas com um espaço. digitar o título com letras maiúsculas e sem negrito.1. São materiais suplementares não elaborados pelo autor do trabalho. acrescentando-se a abreviatura ou sigla entre parênteses.0 cm 2. Destacar os títulos das seções dos elementos textuais de forma relacional. títulos das seções terciárias.5 Anexos Elemento opcional. inserir o indicativo numérico.2 Motivação Intrínseca 2. Os títulos indicativos das seções do artigo devem ser todos alinhados a esquerda. em negrito.1 TIPOS DE MOTIVAÇÃO 2. Configuraçã o das margens das páginas Margem Margem Margem Margem superior inferior esquerda direta 3. Exemplo de apresentação: ANEXO A – Representação gráfica do índice de desemprego na Nativa 2 APRESENTAÇÃO DO ARTIGO Formato Folha branca.0 cm 3. sem numeração.5 com exceção das o entrelinhas citações longas e notas de rodapé que devem ser apresentadas com espaço simples. Não se utilizam ponto. todo escrito com letras maiúsculas. Ex: Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) Tipo de fonte Arial ou Times New Roman Tamanho da 12 para todo texto. títulos das seções secundárias . Os anexos são identificados por letras maiúsculas consecutivas.1 Motivação Extrínseca 2. com exceção das citações longas e fonte notas de rodapé que devem ser apresentadas em tamanho menor (10). Só serão numerados os títulos das seções textuais: Introdução.1. inserir o indicativo numérico. travessão ou qualquer sinal após o indicativo de seção ou de seu título.1 Motivação Intrínseca Segundo Maslow Os títulos das seções pré-textual e pós-textual são escritos todos com letras maiúsculas e em negrito. EX: 2 MOTIVAÇÃO NAS EMPRESAS 2.0 cm 2. digitar o título com letras maiúsculas e em negrito. que servem de fundamentação. Espaçament Usar entrelinhas espaço 1. tamanho A4 (210x297) Títulos e sub-títulos O título do artigo deve aparecer centralizado.0 cm 4 . digitar um espaço. As referências são apresentadas em espaço simples e devem ser separadas entre si por dois espaços simples (ou um espaço duplo). na formatação a seguir: títulos das seções primárias – iniciar na margem esquerda.iniciar na margem esquerda.2. digitar um espaço. como fotos. travessão e pelos respectivos títulos.

quando necessário. 32) . com espaçamento simples e em fonte tamanho 10. Quadros. A posição do título é centralizada e acima da tabela.Empresa Altina A fonte ou nota explicativa.4 31.Empresa Altina Fonte: Demonstrativo 2004 . A fonte ou nota explicativa.6 46. Figuras Figura 1 – Escritor de Artigos Fonte: Santos (2000. Os gráficos apresentam dados numéricos em forma gráfica para melhor visualização. Exemplo: Exemplo de gráfico: xemplo 100 80 60 40 20 0 1°Trim.Tabelas O título deve ser iniciado pela palavra “Tabela” e pelo seu respectivo número. 3°Trim. Para a construção da tabela.6 Norte 45. seu respectivo número e seu título. Exemplo de figura: Gráficos. devem devem-se respeitar as normas estatísticas. Leste Oeste Norte Tabela 1 – Vendas por Trimestre e Regiões Regiã o 1° Trimestr e Leste 20.6 43. deve ser posicionada no abaixo do título. usar eve a palavra “Gráfico”. A posição do título é centralizada e abaixo do gráfico. em fonte tamanho 10. deve te ser posicionada abaixo da tabela.9 45 4° Trimestr e 20. O mesmo procedimento de títulos deve ser adotado para os gráficos.9 Período 2° 3° Trimestr Trimestr e e 27.4 90 38. p.6 34. quando necessário.9 Gráfico 1 – Vendas por Trimestre e Regiões Fonte: Demonstrativo 2004 . ou seja.4 Oeste 30.

2. ago. Separadas por ponto. Rio de Janeiro: IBGE.apresentação. Cláudio de Moura.1 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2.ed.1 Fundamentação Teórica _________________________ * breve currículo e e-mail do orientador e acadêmico. 1993.2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 2. Os cientistas precisam escrever: guia de redação. Pode ser subdividido em subtítulos.APENDICE A – Modelo da Estrutura do Artigo REFERÊNCIAS 3cm 3cm 2 cm ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. TOMIO. 1979 CASTRO. (material didático). Robert. Manual de Artigos Científicos. 2. espaçamento 1.elaboração.Referências . Normas de apresentação tabular. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. 2002. 2002. GONÇALVES. Palavras-chave: Redigidas com iniciais maiúsculas. FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA IBGE. São Paulo: Atlas. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.5 entrelinhas 2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRIA Dar um título.ed. maio 2003. Blumenau: IBES. Hortência de Abreu. 2 cm . Incluem-se nesta seção citações e paráfrases. 1 INTRODUÇÃO Texto: Fonte 12. Daniela. São Paulo: McGraw-HiLL do Brasil.citações em documentos . 1976. 2007.apresentação. MEDEIROS. NBR 6023: Informação e Documentação . resumos. Redação Científica: a prática de fichamentos. Indicações para apresentação de Acadêmicos. Rio de Janeiro. São Paulo: Edusp. resenhas. Trabalhos TÍTULO * Nome do Orientador ** Nome do Acadêmico RESUMO Redigido em parágrafo único. com espaçamento simples entrelinhas e fonte 12 em itálico. João Bosco. 2004. Rio de Janeiro. 6. Estrutura e Apresentação de Publicações Científicas. NBR 6022: Informação e Documentação: Artigo em publicação periódica científica impressa . ago. NBR 10520: Informação e Documentação . 2004. 3. Rio de Janeiro. BARRASS. São Paulo: Avercamp.

3 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 4 RESULTADOS E DISCUSSÃO 5 CONCLUSÃO OBSERVAÇÕES COMPLEMENTARES ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ ___________________________________________________________ __________________________________________________________ TÍTULO EM INGLÊS ABSTRACT Key-words: NOTA/S EXPLICATIVA/S REFERÊNCIAS APÊNDICE/S (opcional) ANEXO/S (opcional) 7 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful