Você está na página 1de 15

BACHARELADO DE ENGENHARIA AMBIENTAL EaD UAB/UFSCar

Bioquímica Aplicada

Sala 2 Iguaba Grande

AA1 - Questionário

BACHARELADO DE ENGENHARIA AMBIENTAL – EaD UAB/UFSCar Bioquímica Aplicada Sala 2 – Iguaba Grande AA1 -

Henrique Apolinário Rody

Niterói-RJ

331830

11 de outubro de 2011

1. ESTRUTURA E FUNÇÃO DE COMPONENTES CELULARES

Procura uma figura na internet de uma célula que mostre de forma esquemática e bem clara os seguintes componentes celulares:

  • a) Citosol

O citosol é o líquido que preenche o citoplasma, espaço entre a membrana plasmática e o núcleo das células vivas, que suporta bolsas, canais e organelas citoplasmáticas. É constituído por água, proteínas, sais minerais, íons diversos, aminoácidos livres e açúcares (Wikipédia, 2010).

1. ESTRUTURA E FUNÇÃO DE COMPONENTES CELULARES Procura uma figura na internet de uma célula que

Figura 1 Citosol (http://www.ufmt.br/bionet/dicas/01.10.04/citosol.htm)

  • b) Citoplasma

O citoplasma é o espaço intra-celular entre a membrana plasmática e o envoltório nuclear em seres eucariontes, enquanto nos procariotos corresponde a totalidade da área intra- celular (Wikipédia, 2010).

1. ESTRUTURA E FUNÇÃO DE COMPONENTES CELULARES Procura uma figura na internet de uma célula que

Figura 2 Citoplasma num microscópio eletrônico (http://www2.uah.es/biologia_celular/LaCelula/Cel3CitoP.html)

c) Mitocôndria

A mitocôndria é um dos organelos celulares mais importantes, sendo extremamente relevante para respiração celular. É abastecida pela célula que a hospeda por substâncias orgânicas como oxigênio e glicose, as quais processa e converte em energia sob a forma de ATP, que devolve para a célula hospedeira (Wikipédia, 2010).

c) Mitocôndria A mitocôndria é um dos organelos celulares mais importantes, sendo extremamente relevante para respiração
Figura 3 Mitocôndria observada pelo Microscópio eletrônico (http://www.brasilescola.com/biologia/nivel- celula.htm)
Figura
3
Mitocôndria
observada
pelo
Microscópio
eletrônico
(http://www.brasilescola.com/biologia/nivel-
celula.htm)

Figura 4 Detalhes da Mitocôndria (http://blog.ccbi.com.pt/blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

d) Núcleo

O núcleo celular é uma estrutura presente nas células eucariontes, que contém o ADN (ou DNA) da célula (Wikipédia, 2010).

Figura 5 Núcleo Celular observado em um juaotor/content/biologia/Princip/Nucleo1.htm) Microscópio Eletrônico (http://personales.alumno.upv.es/~ Figura 6 Organização da célula

Figura

5

Núcleo

Celular

observado

em

um

juaotor/content/biologia/Princip/Nucleo1.htm)

Microscópio

Eletrônico

(http://personales.alumno.upv.es/~

Figura 5 Núcleo Celular observado em um juaotor/content/biologia/Princip/Nucleo1.htm) Microscópio Eletrônico (http://personales.alumno.upv.es/~ Figura 6 Organização da célula

Figura 6 Organização da célula (http://blog.ccbi.com.pt/blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

e) Cloroplastos

Cloroplasto é uma organela presente nas células das plantas e outros organismos fotossintetizadores, como as algas e alguns protistas. Esta organela que realiza a fotosíntese (Wikipedia, 2010).

Figura 7 Representação gráfica do cloroplasto e imagem de Microscópio eletrônico (http://blog.ccbi.com.pt /blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02) f) Lisossomos Os

Figura 7 Representação gráfica do cloroplasto e imagem de Microscópio eletrônico (http://blog.ccbi.com.pt

/blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

f) Lisossomos

Os Lisossomos têm como função a degradação de partículas advindas do meio extra- celular, assim como a reciclagem de outras organelas e componentes celulares envelhecidos (Wikipédia, 2010).

Figura 7 Representação gráfica do cloroplasto e imagem de Microscópio eletrônico (http://blog.ccbi.com.pt /blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02) f) Lisossomos Os

Figura 8 Representação gráfica do lisossomo e imagem de Microscópio eletrônico (http://blog.ccbi.com.pt

/blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

  • g) Cromossomos

O cromossomo é uma longa sequência de DNA, que contém vários genes, e outras sequências de nucleótidos (nucleotídeos) com funções específicas nas células dos seres vivos (Wikipédia, 2010).

g) Cromossomos O cromossomo é uma longa sequência de DNA, que contém vários genes, e outras

Figura 9 Representação gráfica de um cromossomo (http://ffsvirus.vilabol.uol.com.br/BIOLOGIA/nucleo.html)

  • h) Aparelho de Golgi

O Aparelho de Golgi é uma organela encontrada em quase todas as células eucarióticas, formada por sacos achatados e vesículas, cuja função primordial é o processamento de proteínas ribossomaticas e a sua distribuição por entre essas vesículas (adaptado Wikipedia, 2010).

g) Cromossomos O cromossomo é uma longa sequência de DNA, que contém vários genes, e outras

Figura 10 Representação gráfica do aparelho de Golgi e imagem de Microscópio eletrônico (http://blog.ccbi.

com.pt/blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

  • i) Peroxissomos

Peroxissoma é uma organela envolvida por uma membrana vesicular, presente no citoplasma, sobretudo em células animais. São responsáveis pelo armazenamento das enzimas diretamente relacionadas com o metabolismo do peróxido de hidrogênio, substância altamente tóxica para a célula (Wikipédia, 2010)

i) Peroxissomos Peroxissoma é uma organela envolvida por uma membrana vesicular, presente no citoplasma, sobretudo em

Figura 11 Peroxissomos (mascados com P) vistos por Microscópio Eletrônico (http://www.brasilescola.com /biologia/peroxissomos.htm)

  • j) Membrana plasmática

A membrana celular é a estrutura que delimita todas as células vivas, tanto as procarióticas como as eucarióticas. Ela estabelece a fronteira entre o meio intra-celular, o citoplasma, e o meio extracelular, que pode ser a matriz dos diversos tecidos (Wikipédia,

2010).

Figura 12 Representação gráfica da membrana plasmática e imagem de Microscópio eletrônico
Figura
12
Representação
gráfica
da
membrana
plasmática
e
imagem
de
Microscópio
eletrônico

(http://blog.ccbi.com.pt /blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

k) Retículo endoplasmático

O retículo endoplasmático tem a função de transporte servindo como canal de comunicação entre o núcleo celular e o citoplasma. Esta estrutura celular é formada por canais delimitados por membranas que comunicam-se com o envoltório nuclear (carioteca) (adaptado Wikipedia, 2010).

Figura 13 Representação gráfica do retículo endoplasmático e imagem de Microscópio eletrônico
Figura
13
Representação
gráfica
do
retículo
endoplasmático
e
imagem
de
Microscópio
eletrônico

(http://blog.ccbi.com.pt /blog/bigbang.php?blogid=40&archive=2009-02)

l) Citoesqueleto

O citoesqueleto é formado por proteínas filamentosas ou tubulares que são os filamentos intermediários, filamentos de actina e os microtubulos e pelas proteínas motoras: dineína, miosina e cinesina. É composto por proteínas bastante estáveis que são responsáveis por manter a forma da célula e as junções celulares,e auxiliam nos movimentos celulares (Wikipédia, 2010).

k) Retículo endoplasmático O retículo endoplasmático tem a função de transporte servindo como canal de comunicação

Figura 14 Representação gráfica do citoesqueleto (http://www.infoescola.com/citologia/citoesqueleto/)

2. FUNÇÃO DE ESTRUTURAS CELULARES

Leia a seguinte lista de sentenças e classifique-as como corretas ou incorretas. Explique de forma clara sua resposta.

  • a) A informação hereditária de uma célula é passada para a nova geração através de

suas proteínas. FALSO

A informação hereditária de uma geração para outra é passada pelo DNA (Ácido Desoxirribonucléico) ou RNA (Ácido Ribonucléico).

  • b) O DNA bacterianos é encontrado no citosol. VERDADEIRO

As bactérias não apresentam núcleo.

  • c) Os vegetais são compostos de células procarióticas. FALSO

A célula vegetal são eucarióticas, tendo como organela diferencial os cloroplastos. Acredita-se que os cloroplastos tenham surgidos de células procarióticas.

  • d) Todas as células de um mesmo organismo têm o mesmo número de cromossomos.

VERDADEIRO

O número de cromossomos varia nos organismos, mas é constante em todas as células de um mesmo organismo.

  • e) O citosol contém organelas envolvidas por membranas, como os lisossomos.

FALSO

O citosol é o citoplasma sem as organelas.

f)

O

núcleo

e

as

VERDADEIRO

mitocôndrias

estão

envolvidos

por

uma

dupla

membrana.

O núcleo é composto por uma membrana dupla e as mitocôndrias estão envoltas por uma dupla membrana, comumente chamada de membrana interna e externa.

g)

Os

lisossomos

e

os

peroxisossomos

indesejados da célula. VERDADEIRO

são locais de degradação de materiais

Ambos contêm enzimas que catalisam a quebra de substâncias produzidas no citosol ou de substâncias capturadas pela célula. Porém, em alguns casos essas substâncias são degradadas para gerar moléculas que servem de alimento, sendo portanto desejáveis para a célula.

3. PROLIFERAÇÃO BACTERIANA (PROCARIÓTICA)

A seleção natural é uma força tão poderosa na evolução que as células com até mesmo uma pequena vantagem no crescimento rapidamente superam as suas competidoras. Para ilustrar esse processo, considere uma cultura de células que contém 1 milhão de células bacterianas que se duplicam a cada 20 minutos. Num dado momento uma única célula nessa cultura adquire uma mutação que a permite se dividir mais rapidamente, com um tempo de geração de apenas 15 minutos.

a) Antes de fazer qualquer cálculo, explique de forma clara qual é a forma típica de multiplicação celular encontrada nas bactérias.

As bactérias tipicamente se reproduzem por cissiparidade (também chamada de divisão simples ou bipartição), onde a bactéria se divide em duas novas bactérias idênticas. Este processo de multiplicação propicia a estes indivíduos relação exponencial de crescimento seguindo a seguinte fórmula:

Onde

é o número de células depois de um tempo

de reprodução,

é o número inicial

de células e

é o tempo de geração da célula.

b)Assumindo que existe um suprimento ilimitado de nutrientes e nenhuma morte celular, quanto tempo levaria antes que a progênie da célula mutada se tornasse predominante na cultura?

Para a célula selvagem a equação exponencial é dada por:

Para a célula mutante:

Para determinar o tempo necessário para que as quantidade de bactérias se igualem basta resolver a equação abaixo

onde é a fração de tempo de reprodução da bactéria original. Assim, aplicando logaritmo na base 10 na equação:

(

)

(

)

Resolvendo a equação teremos:

logo seriam necessários aproximadamente1200 minutos para a população da bactéria mutada superar a população da bactéria original.

c) Quantas células de cada tipo estariam presentes na cultura nesse momento?

4. PROLIFERAÇÃO DE CÉLULA EUCARIÓTICA

De forma semelhante ao exercício anterior, imagine agora o caso de um organismo multicelular como o seu. No organismo humano existem cerca de 1013 células. Assuma que uma célula adquira uma mutação que faz com que ela se divida de maneira descontrolada (isto é, ela se torna uma célula cancerosa). Algumas células cancerosas podem crescer com um tempo de geração de cerca de 24 horas.

a) Antes de fazer qualquer cálculo, explique de forma clara qual é a forma típica de multiplicação celular encontrada nas células somáticas de um ser humano.

As células se reproduzem através da duplicação de seus conteúdos (ou seja, todas os componentes celulares) e posterior divisão em duas células filhas, este processo, chamado de mitose, é a garantia de uma sucessão contínua de células identicamente dotadas.

Como a mitose envolve a geração de uma biomassa igual à da célula progenitora o processo de multiplicação pode ser representado por uma progressão do tipo:

b) Se nenhuma das células cancerosas morreu, quanto tempo levaria antes que as 1013 células no seu corpo fossem células cancerosas?

Partindo de uma célula (

) multiplicando-se com um tempo de geração de 24 horas

para atingir uma população final de

essa relação fica assim:

Que na sua forma logarítmica pode ser representada da seguinte forma:

(

)

Que nos permite fazer o cálculo do tempo necessário para atingir assim:

células, ficando

5. O PROBLEMA DO TAMANHO MÁXIMO DE UMA CÉLULA

Todos os organismos precisam trocar substâncias (alimentos, resíduos, gases e calor) com o meio ambiente que os rodeia. Para tal a área da superfície em contato com o ambiente é muito importante. Só que o volume do organismo também tem que ser levado em consideração. Um organismo com um volume muito grande vai precisar trocar com o ambiente mais substâncias que um organismo com volume pequeno. Assim, pode-se perceber que a relação superfície/volume é o fator global a considerar para um organismo poder interagir adequadamente com o ambiente. Para visualizar melhor isso faça os seguintes cálculos:

Faça uma estimativa da superfície específica (área superficial/volume) dos seguintes organismos:

a) Uma célula de bactéria em forma de “coco” com 1 µm de diâmetro.

b) Uma

célula

de levedura

respectivamente.

com 3µm

e

10

µm

de

diâmetro

menor e maior,

Uma célula de levedura tem uma geometria elíptica ou ovóide. Ou seja, teria um diâmetro maior e um menor para se utilizar a fórmula de uma elipse no cálculo da superfície e do volume. Para simplificar utilizar-se-á um diâmetro médio para fazer o cálculo da área específica de uma esfera:

c) Um homem comum de aproximadamente 70 kg de peso

Hipóteses simplificadoras:

  • 1. organismo está composto das seguintes partes: de cabeça, tronco e extremidades;

  • 2. cada uma dessas partes tem geometria cilíndrica com diâmetro médio e comprimento médio característico de cada parte;

  • 3. outras partes do corpo do homem tem contribuição desprezível de área específica.

Assim, podemos calcular da seguinte forma:

A e

Area Volume erficial

sup

(2

D

2

D

L

)

D

2

L

2 D

D

L

L

Onde D e L são o diâmetro do cilindro que representa o membro e o comprimento desse cilindro, respectivamente.:

Utilizando a fórmula para a cabeça com D=17 cm e L=25 cm:

A

eCabeça

 

2

17

25

0,14

cm

 

17

25

1

Para o tronco com D=30 cm e L= 64 cm os cálculos ficam assim:

A

eTronco

 

2

30

64

0,065

cm

 

30

64

1

Para os dois braços com D=8,6 cm e L=68 cm os cálculos ficam assim:

A

eBraços

2

 

2

8,6

68

8,6

68

0,29

1

cm

Finalmente, para as duas pernas com D=11,2 cm L=80 cm os cálculos são:

A

ePernas

2 11,2   2 
2 11,2
2

 

80

11,2 80

0,23

1

cm

A área específica total resultante é então:

d) Do que foi discutido neste exercício, que conclusão geral você pode tirar com relação ao tamanho de um organismo?

Um homem com 1,80

m

de altura e peso

80

kg, apresenta a densidade média de 100

kgf/m³, logo, o volume ocupado por este corpo é 0,8 m³. Dividindo este volume pela altura deste homem teremos a área da circunferência média

Considerando este homem como uma grande salsicha teríamos a área de sua superfície dada por:

E portanto:

Outro fato interessante: como a área específica da bactéria é 6,5 vezes maior que a da levedura e 42 vezes maior do que a do homem podemos confirmar que a medida que aumenta o tamanho do organismo diminui sua área especifica e, portanto, diminui sua atividade metabólica ou aumenta seu tempo de geração.

e) Usando este raciocínio os cientistas chegaram à conclusão de que não pode existir célula maior que 100 mm. Que pode acontecer se a célula for maior que 100 mm?

Se a célula for maior que 100 mm deverá ser um organismo extremamente lento em termos de atividade biológica (ou metabólica) ou simplesmente não poderá existir porque os alimentos ou nutrientes provenientes do ambiente não poderão chegar até suas estruturas mais internas.