Você está na página 1de 6

Transfiguração - A

história
Capítulo 1- Histórico da Transfiguração
A Transfiguração surgiu no século V d.C., por um bruxo chamado
Stownes Grilibros. Ele morava na Austrália, numa cidadezinha do
interior. Ele era um bruxo sempre procurando inventar feitiços,
objetos mágicos e adorava duelar com seus amigos, mas tinha vezes
que ele perdia porque lhe jogavam objetos em cima e ele desmaiava.
Um dia que ele estava duelando um amigo seu conjurou um cajado
para bater na cabeça dele, conseguiu e fez Stownes desmaiar.
A partir daquele dia, Stownes se empenhou totalmente em algum
feitiço ou poder para transformar objetos no que ele quiser-se e de
transformar seu oponente em algo que ele pode-se derrotar fácil.
Dias, semanas, meses e um ano se passaram que Stownes não saia
de sua casa até que um dia inesperado Stownes apontou sua varinha
para um cajado qualquer e fê-lo se transformar numa naja sem
querer. Ele simplesmente tinha falado: "transformsnoat", ou seja, uma
abreviação de "transformações não acontecerão”, ele ficou
inconsciente por um dia inteiro até voltar a si.
No dia seguinte, Stownes foi desafiar um amigo para o qual sempre
perdia nos duelos. Seu amigo aceitou e eles começaram o duelo até
chegar à parte em que Stownes esperava, seu amigo conjurou um
cajado para acertar na cabeça dele, ele não esperou nenhum
segundo a mais, transformou o cajado numa serpente venenosa que
picou seu amigo. Depois apontou a varinha para seu amigo gritou as
palavras e o transformou em uma barata, como havia sido picada por
uma cobra ela estava sob o efeito do veneno. Stownes aproveitou o
momento e pisou em cima dela, deixando-a morta. Assim por diante
ele veio derrotando todos seus adversários em duelos até o último de
sua vida onde ele morreu. Vamos escutar o final onde Stones morreu:
já estava quase no final do duelo de Stownes Vs. Liriane, Stownes
estava ganhando até Liriana conjurar um cajado. Stownes gritou as
palavras e transformou o cajado em uma cobra que o picou, pois
esperta Liriane conjurou o cajado e o jogou na direção de Stownes
que sem ver o transformou numa cobra venenosa que o picou. Sob o
efeito do veneno, Stownes ficou imóvel, Liriana que há muito tempo
vinha estudando a arte de transformar coisas, de Stownes,
transformou-o em uma formiga e a esmagou transformando-se em
elefante. Após matá-lo Liriane falou: "Isto é por meu irmão que você
matou em um de seus duelos assassinos"
Com isso Liriane foi aperfeiçoando e ensinando a arte da
transfiguração para o mundo todo, e cada vez mais as pessoas o
aperfeiçoavam até como está hoje.
No próximo capítulo iremos aprender alguns feitiços de
transformações dos tempos de Liriane e Stownes.

Capítulos 2- Feitiços de Antigamente


Neste Capítulo iremos estudar os vários feitiços da arte da
transformação nos tempos de Stownes. Se divirtam e experimentem
somente em objetos.
Vamos começar, o primeiro feitiço da arte da transfiguração, como
todos nós já sabemos foi o transformsnoat, que foi criado por engano.
Este feitiço é muito velho, ainda utilizado por alguns bruxos e
algumas bruxas, mesmo tendo sido proibido pelo ministério da magia
em 1797, menos para alunos de magia, mas estes devem usá-lo
somente uma vez em cada aula se o professor autorizar.
Este feitiço foi proibido por alguns motivos, pela morte que ele pode
causar se pronunciado errado, e também por transformar um objeto
em algo que seu dono não quer, como eu quisesse transformar uma
xícara de café em um rato e ela se transforma em um Cérbero e me
comece.
Outro feitiço criado por Stownes foi o "odediscohje" que transforma
qualquer coisa em pedra. Isso mesmo alunos, transforma em pedra
quem for atingido por este feitiço. Este feitiço foi o mais usado por
Stownes em seus duelos, era assim que ele transformava seu
oponente em pedra e com um cajado o quebrava todo, fazendo-o
morrer. Stownes nos dias de hoje é considerado um assassino herói,
pois matava várias pessoas e criava vários feitiços de transfigurações
para o mundo todo.
Daí por diante Stownes começou a criar feitiços com nomes melhores,
que é o caso do "gatfogui" que transforma qualquer coisa em gato
siamês. Este feitiço stownes quase nunca usou, pois quando usou o
gato se virou contra ele, o arranhou, cortou, mordeu, fugiu e avançou
e para matá-lo, Stownes teve que fazer muito esforço, pois gatos são
ágeis e difíceis de capturar, além de que gato tem sete vidas. Para
derrotar o gato, Stownes teve que se transformar em um gato
também, até que finalmente derrotou seu oponente, mas havia um
problema, ele não tinha inventado um feitiço para voltar a ser
humano ainda. Esse é mais um dos feitiços que vamos aprender
neste capítulo. Mas agora vamos a algumas atividades:
Depois de duelar, Stownes que estava na forma de um gato ainda foi
ignorado por todos, pois ninguém sabia que ele era quem era.
Quando chegou em casa teve dificuldade para abrir a porta. Teve que
chamar outro gato da rua para ele subir em cima e alcançar a
maçaneta. Entrou, sentou no sofá, ou melhor, deitou no sofá e pensou
em um feitiço para voltar ao normal, mas acabou pegando no sono.
Dois dias se passaram quando Stownes finalmente acordou, mas
acordou de boca aberta, pois havia sonhado os dois dias inteiros que
queria voltar ao normal sem feitiços e estava como humano de
verdade agora! Ficou impressionado com isso e se transformou em
um gato de novo, mas desta vez levou apenas 10 horas para voltar
ao normal. Cada dia ele ia treinando até finalmente conseguir voltar
ao normal quando quisesse dias depois que ele havia criado feitiços
novos para duelar, ele saiu de sua cabana e foi desafiar um amigo
seu para um duelo. Seu amigo aceitou e lá foram eles para o
fantástico duelo!

Na arena de combate havia uma arquibancada lotada de pessoas que


vieram vê-los duelar. Entre elas se encontrava uma jovem menina
loira, bonita e esperta chamada "Liriane" que sem ele saber anotava
todos seus feitiços em cada duelo e prestava atenção em cada
movimento dele. O duelo começou, Stownes se transformou em um
micróbio e foi em seu adversário. Como seu adversário não podia vê-
lo, Stownes se transformou em um enorme cachorro com a doença da
raiva, mordeu seu adversário e se transformou em um dragão
enorme. Grelhou o inimigo e o esmagou, depois o transformou em pó
que foi levado pelo vento. E todos se impressionaram quando ele
voltou ao normal em dois segundos. Liriane, esperta como sempre,
observou e anotou cada movimento dele, mas como ficou com raiva
da crueldade que Stownes fez ela lançou-lhe o feitiço: "stocnerfd" que
o fez virar um duende, mas que foi resolvido com o feitiço
"humfergick" que transforma qualquer ser em um humano. Depois
Stownes sem ligar o feitiço que lhe tinham jogado disse:
- Este poder de se transformar em animal e num estalar de
dedos voltar ao normal eu chamo de animagia, ou seja, quem o usa é
um Animago. Mas para ser um precisa se registrar no ministério da
magia e o mais importante, saber se transformar!

Ao ouvir isso Liriane saiu da cadeira onde estava e foi embora.


Stownes foi para casa e pegou sua varinha, ordenou a ela que se
mostra quem foi que jogou aquele feitiço nele, pois ele havia deixado
um feitiço nela fazendo gravar as imagens dos espectadores. Ele viu
que Liriane havia lhe lançado o feitiço e ficou dias na sua casa
praticando o feitiço que ela havia lhe jogado. Quando conseguiu,
inventou mais cinco feitiços de transformação e foi à casa de Liriane
desafiá-la. Ela aceitou e eles marcaram o duelo, seria dois dias
depois.
Os dois dias passaram e o fantástico dia chegou, havia mais de
10.000 espectadores naquele dia, e todos para assistir Stownes Vs.
Liriane. O duelo começou, Stownes lançou um de seus feitiços novos,
era para lançar o feitiço "scafdust" na cabeça de Liriane e transformá-
la em uma cereja, mas ela desviou e Stownes só acertou um laço do
cabelo dela. Ela lançou o feitiço "grastop" que transformou ele em um
macaco esperto, ele lançou o feitiço "stucnopiz" nela transformando-a
em um esquilo bebê. Mas como eles eram pessoas antes, eles tinham
cérebro e eram espertos, inclusive Liriane que jogou o feitiço
"artsfigurli" em Stownes transformando-o em um enorme elefante, e
foi assustá-lo, pois todo elefante tem medo de rato e sai correndo,
mas Stownes foi, mas esperto e lançou nela o feitiço "humfergick"
fazendo ela virar humana para ele esmagá-la com seu enorme pé. Ela
o transformou em humano também, mas ele usou animagia e se
transformou num enorme dragão negro e com seu fogo queimou um
pedaço dos cabelos de Liriane, mas ela como já tinha visitado o futuro
com um feitiço jamais revelado para outras pessoas (a não ser seus
aprendizes que também nunca revelaram), usou a animagia também
e se transformou em uma mangueira, mas antes de ela fazer
qualquer coisa Stownes disse:
- Muito esperta, aprendeu a Animagia, só que muito mal aprendida!
Sua serpente pode ser grande, mas não tem olhos, boca e rabo!
- Seu idiota, isto não é uma serpente é uma mangueira!
Ela começou a jogar água em todos, e todos ficaram espantados, e
por último jogou na boca do dragão assim apagando todo o fogo dele.
Stownes voltou a ser humano e Liriane também. Ela conjurou um
cajado e jogou na direção de Stownes sem ele perceber, sem olhar
lançou o feitiço "transfomsnoat" assim transformando o cajado numa
serpente que como estava sendo jogada na direção dele o picou. Sob
o efeito do veneno ele ficou imóvel. Liriane se transformou em um
elefante e transformou Stownes numa formiguinha. Liriane o
esmagou e voltou a ser humana dizendo:
- Isto é por meu irmão que você matou em um desses duelinhos
idiotas!
Ela foi para casa, mas desse dia em diante ela teve muitos
admiradores e ficou professora de transfiguração em Hogwarts e
virou professora particular também. Ensinando todos que queriam de
graça!

Capítulo 3- Aperfeiçoamentos de Liriane


Em seu primeiro dia de fama Liriane recebeu em sua casa vários
admiradores querendo conhecê-la, inclusive irmão, pais, e parentes
de vítimas de Stownes agradecendo por ela ter matado ele. Uns dias
depois que ela lançou a enorme novidade, ela ia ensinar aprendizes
que ela escolhe-se, tudo sobre a transformação!Então, a partir
daquele momento várias pessoas surgiram na casa dela, umas
10.000 por dia no mínimo, vindo de todo o mundo. E ela gritou a
todos:
- Infelizmente escolherei somente dois representantes de cada país
para ensinar lá, caso contrário será retirado da memória desta pessoa
tudo o que aprendeu sobre transformação!
Ela escolheu, ensinou e parou. Alguns anos depois ela recebeu um
convite vindo da Inglaterra que dizia o seguinte:
"A senhora Liriane Glik Jonesa, está convidada a participar da festa de
inauguração da Escola de Magia e de Bruxaria Hogwarts. E está
também convidada a ser professora de transfiguração com o salário
de mil e quinhentos galeões por mês. A festa é hoje à meia-noite, não
perca, será uma grande festa e uma grande oportunidade!”.
Liriane pensou, pensou, pensou e pensou até decidir o que iria fazer,
ela iria dar aulas de transformação, só que não queria dinheiro, queria
somente ensinar, ensinar e aperfeiçoar. Na meia-noite ela já estava
lá, na nova escola chamada Hogwarts e era a convidada de honra. Na
festa toda todos a tratavam como uma rainha, e ela como não estava
gostando disso se transformou em um morcego para assustar todos
os bruxos e bruxas ali presentes. Mas não conseguiu, pois naquele
tempo as pessoas ainda não tinham medo de morcegos. Ela resolveu
aprontar com todos, transformando pessoas em objetos e animais.
Primeiro sobrevoou os Malfoy e os transformou em ratos nojentos e
feios. Depois sobrevoou os Riddle e os transformou em corujas negras
e assustadoras, depois sobrevoou os quatros criadores da escola e
deixou eles de lado, pois eles poderiam demiti-la e ela não queria
isso! E por último num canto voltou a ser humana sem ninguém
perceber. Lá ela disse que tinha ido ao banheiro e perguntou o que
tinha acontecido, pois estavam todos em pânico. Fingida ela pediu
que se se apresentasse àquele que transformou as pessoas em
animais, como de se esperar ninguém respondeu. Ela transformou os
Riddle e os Malfoy em humanos de novo.
Mas o maior aperfeiçoamento que ela fez foi de se transformar no que
quisesse com um estalar de dedos. Ela chamou tudo isso de humanos
se transformarem em animais, de Animagia, que já ouvimos falar
neste livro.
Depois de Liriane ensinar a vários alunos e várias pessoas a arte da
transformação e a arte da Animagia ela se suicidou, e desde aquele
dia todas as pessoas se esqueceram de como se transformar no que
quisesse com um estalar de dedos. As pessoas só conseguiam se
transformar em um animal de acordo com sua personalidade, e não
era fácil, pois todos haviam esquecido quase.

Capítulo 4 – As Leis do Ministério I


No decorrer dos anos até 1750, as pessoas se transformavam em
animagos (poucas), mas no mês de Setembro desse ano o Ministro da
Magia mudou e novas leis foram feitas a respeito da transformação.
A primeira lei feita sobre isso foi que as pessoas não podiam se
transformar sem passar em um teste, o TESTE DO ANIMAGO que era
muito difícil para todos. Este teste era feito por um parente de Liriane,
que na terra depois da morte dela as únicas pessoas que conseguiam
se lembrar de tudo que Liriane lhes ensinava, eram a família dela,
alguns dizem que ela lançou uma bruxaria para fazer todos menos
sua família esquecer, mas outros dizem que foi uma lembrança que
nunca morreu com Liriane. Nesse teste tinha 800 perguntas, a pessoa
tinha que acertar 799 se não, não passava e não seria animago, se,
se transforma em animago sem autorização e não tivesse passado no
teste ele seria mandado para Azkaban, a prisão dos bruxos. Todos
respeitavam essas leis, ninguém estava disposto a dormir com
dementadores do lado.
Anos mais tarde surgiu outra lei, as pessoas que se transformavam
em Animagos tinham que se transformar em dois animais. Poucos
conseguiram, e os outros não. Uma das pessoas que se transformou
em dois animais foi Luiz Potter, que em 1990 tomou a poção do
rejuvenescimento exageradamente e ficou bebezinho recém-nascido
de novo, que hoje tem 13 anos e dá aulas de transfiguração.
Em 1849, mais uma lei surgiu, foi a lei da anicademia, ou seja,
aqueles que quisessem se transformar em animagos tinham que
freqüentar uma academia para isso. Poucos foram, pois a
mensalidade era de 10.000 galeões por mês. Mas as anicademias
faliram e ficaram sem alunos por mais de 20 anos. Em 1859, mais
uma anicademia foi aberta e existe até hoje. Só que ninguém sabe
onde fica e quem ou quantas pessoas participam dela.
No ano de 1900 uma lei foi feita. Não se poderia ensinar mais como
se transformar em animagos nas Escolas de Magia e de Bruxarias.
Caso contrário seria levado para prisão perpétua em Azkaban e se
sobrevivesse por muito tempo seria destripado na frente dos outros
presos.

Capítulo 5 – As Leis do Ministério II


Em 1910 um novo ministro foi eleito e novas leis foram feitas. A
primeira foi para transformação: ninguém mais poderia se
transformar em animago se não fosse registrado em um livro do
ministério. Caso contrário seria levado a Azkaban e levaria prisão de
70 anos.
A segunda lei foi que a pessoa só poderia se transformar em um
animal e de acordo com sua personalidade.
A terceira lei foi que se podia aprender a se transformar em um
animago por método de livros, mas eles teriam de ter mais de 10.000
páginas e custariam bem mais que 50.000 galeões. Hoje em dia
existem poucos livros para se aprender a se transformar em animago
e todos eles com mais de 300 páginas e custam no máximo 5.000
galeões (os mais completos).
Outra lei foi feita e a última até hoje. Todos que pudessem se
transformar em animagos tinham que transformar em um animal não
muito grande e não muito feroz como o Dragão, exceto as pessoas
com autorização para isso.

Interesses relacionados