HERBÁCEAS

herbáceas: têm a estrutura um pouco mais flexível e frágil, com caules verdes, devido a natureza de seus tecidos. Estão incluídos nesse grupo diversos tipos de plantas anuais (com vida de aproximadamente um ano) e perenes (com vida longa em período indeterminado), ex: forrações, bulbosas e alguns arbustos e trepadeiras Nome popular: Crista de galo. Família: Amaranthaceae. Origem: América tropical. Porte: Até 80 cm de altura. Flores: Primavera-Verão. Características: Herbácea anual, considerada flor de corte utilizada em arranjos florais. Desenvolve-s e à pleno sol e prefere o calor ao frio intenso. Sua floração é muito exuberante. Serve como bordadura em canteiros. Propagação: Por sementes em qualquer época do ano. Nome popular: Crista de galo plumosa. Família: Amaranthaceae Origem: Índia Porte: de 30 a 40 cm de altura. Flores: Primavera. Características: Herbácea anual com flores em cores: creme, amarelas, laranjas, rosas e vermelhas. O colorido é exuberante, desenvolve-se à pleno sol e prefere as estações mais quentes se cultivada em clima ameno. É pouco resistente ao frio intenso. Como é planta anual e floresce na primavera, não há inconvenientes em cultivá-la no Sul do país. Propagação: Multiplica-se facilmente por sementes. Nome popular: Beijo pintado Família: Balsaminaceae Origem: Ilhas dos mares do Sul. Porte: 30 a 50 cm de altura. Flores: Quase o ano todo. Características: Herbácea perene de florescimento intenso à meia-sombra. Necessita proteção contra vento. Pode ser cultivada em jardineiras ou em canteiros, em grupos ou bordaduras. Manter a terra sempre úmida. Prefere clima quente e úmido. Propagação: Por sementes. Nome popular: Dália Família: Asteraceae (compositae). Origem: México Porte: 20cm à 1,50 metro de altura. Flores: Primavera-Verão. Características: Grande grupo de flores com formas e cores variadas, de caule ereto semi-herbáceo e raízes tuberosas. Entra em repouso no inverno e desenvolve-se à pleno sol ou meia-sombra. É flor de corte e pode ser cultivada sempre em grupos, para se obter um efeito visual melhor.É bem aclimatada ao Sul e Sudeste do Brasil. Propagação: Por estaquia de ponta de galhos ou por divisão de suas raízes tuberosas. Nome popular: Girassol de jardim. Família: Asteraceae (composta) Origem: EUA Porte: Até 2 metros de altura.

Propagação: Por estacas. facilmente. Nome popular: Cravina dos poetas. Prefere clima quente e úmido e sol pleno. bordaduras ou como forração nas variedades anãs. À meia-sombra floresce mais intensamente. Características: Planta semi-herbácea perene. Própria para águas rasas pois necessita do solo para desenvolver-se. onde precisa ser cultivado em local mais protegido. Família: Balsaminaceae Origem: África Porte: Até 60cm na espécie original e até 20cm nas variedades anãs. É de pleno sol e exerce um apelo visual maior quando cultivada em grupo. em diversas cores. Dá sempre um toque campestre ao jardim. Propagação: Por sementes. Porte: Até 1 metro de altura. Flores: Primavera. violetas ou brancos. Boa noite. tratada como anual ou bienal porque toma mal aspecto com o tempo. Flores: Quase o ano todo. Características: Herbácea perene entouceirada que presta-se à bordaduras ou canteiros. Características: Herbácea perene e que apresenta as folhas crespas variando do verde para as cores roxas. Família: Apocinaceae. Flores: Verão. Nome popular: Vinca. Propagação: Por sementes ou estacas. Não requer muitos cuidados. Nome popular: Aguapé Família: Pontederiaceae Origem: América do Sul e Norte.Flores: Verão Características: Herbácea perene cultivada como anual por perder a boa aparência no canteiro com o tempo. As flores são muito vistosas. Nome popular: Beijo. . com a delicadeza de suas flores. Propagação: Por sementes postas a germinar durante o outono. Propagação: Por sementes e mudas Nome popular: Repolho ornamental Família: Cruciferae Origem: Europa Porte: Até 30cm de altura. Maria sem-vergonha. principalmente. É de sol pleno e no Sul prefere os locais mais quentes (não resiste ao frio intenso). É bem aclimatada ao Sul do país. Origem: África. Família: Caryophyllaceae Origem: Ásia Porte: Até 40 cm de altura. Prefere clima frio. Características: Herbácea aquática emergente do Brasil. vermelhos. É utilizada em conjuntos. Pode ser cultivada em vasos e tolera baixas temperaturas. Flores: Quase o ano todo. Porte: Até 50cm de altura. Resiste melhor no Sudeste que no Sul. É muito utilizada na região Sul. apenas com luz natural e sem incidência direta da luz solar. Características: Herbácea perene muito utilizada em jardins no Brasil. Propagação: Por filhotes que nascem junto à planta mãe. brancas e róseas durante as estações mais frias em locais de clima ameno a frio. em tons róseos. O cultivo deve ser em locais de sombra. à pleno sol.

Porte: 40 a 90 cm metros de altura. Nome popular: Begônia-sempre-florida. Flores: sem importância ornamental. Bem aclimatada ao Sul do Brasil. . Características: Herbácea perene de folhas mescladas em prateado. A terra deve ser mantida sempre úmida e bem adubada. Para um melhor resultado visual. Família: Urticaceae. prefere solos ricos em matéria orgânica. Características: Herbácea bienal de pleno sol e aspecto visual campestre quando cultivada em grupos. Propagação: Por sementes. rosas ou vermelhas. Prestase muito bem para formação de maciço à meia-sombra. pilea-alumínio. Características: Herbácea perene. Família: Begoniaceae. Flores: Quase o ano todo. azedinha.Nome popular: Beijo de moça. É bem resistente ao clima do Sul do Brasil. Com a idade perde a beleza e necessita renovação do canteiro. Família: Begoniaceae. begônia. Flores: Inverno ou Verão. Família: Asteraceae Origem: México. Prefere clima ameno mas não suporta geadas. Porte: 30 cm de altura. Propagação: Por estaquia de galhos. Origem: Java. em terrenos ricos em matéria orgânica. Nome popular: Begônia-asa-de-anjo. Propagação: Por sementes. deve ser cultivada em grupos. Porte: 30 cm de altura. estas possuem flores dobradas bem vist osas. Flores: Verão. Porte: 1. São bem apropriadas a conjuntos em meia-sombra e são comumente tratadas como bianuais pelos paisagistas por ficarem com aspecto esgalhado com o tempo. As flores são brancas. Existem Begônias híbridas para vasos e interiores sombreados. Propagação: Por sementes semeadas no início do outono. Propagação: Por estaquia de ramos em qualquer estação do ano. pouco exigente aos tratos culturais. Nome popular: Coléus. planta-alumínio. A folhagem é muito ornamental. O clima deve ser quente e úmido e o solo rico em matéria orgânica e mantido úmido.20m de altura. Origem: América do sul. coração-magoado. pertence a um grande grupo de variedades de folhagens em tons e cores muito variadas. Características: Herbácea anual de pleno sol. Tolera climas frios. formando desenhos etc). Características: Herbácea perene utilizada em canteiros ou bordaduras (emoldurando caminhos. Nome popular: Margaridinha Família: Asteraceae Origem: EUA Porte: 50 a 90cm de altura. Nome popular: Alumínio. bem drenados e úmidos. sempre muito delicadas. de aparência campestre. à pleno sol ou meia-sombra. Apresenta-se com flores em cores diversas. Brasil. o que justifica o nome popular. Família: Lamiaceae. Origem: Vietnã.

quando cresce seu canteiro costuma ser substituído. Nome popular: Boca-de-leão Família: Scrophulariaceae Origem: Europa . As flores são brancas. creme ou esverdeadas formadas no centro de brácteas coloridas. As flores são de corte e muito duráveis em arranjos decorativos. Prefere clima quente e úmido e o solo deve ser rico em matéria orgânica. Nome popular: Aspargo pendente. deve ser recortada em pedaços de caule para propagação de novas mudas e para a redução do volume da planta original. Florescimento intenso sempre à pleno sol. Solo úmido e rico em matéria orgânica. brancas ou roxas.30 a 1. Porte: Até 1. Família: Liliaceae. A terra deve ser rica em matéria orgânica e mantida úmida. a meia-sombra ou sombra. de folhagem muito fina e pendente.20m de altura. normalmente róseas. Família: Lamiaceae Origem: Brasil. pois não tolera encharcamento. As flores são brancas e bem miúdas e os frutos são pequenos e redondos. como espécie isolada ou em grupos. Propagação: Multiplica-se facilmente por sementes retiradas de suas flores quando adulta. brancas ou vinho. Propagação: Por divisão da planta. Brasil. Propagação: Multiplica-se por sementes. Jamais deve ser utilizada em pleno-sol. Família: Araceae. Características: Herbácea perene e rizomatosa. Porte: 0. A floração é muito vistosa e as flores são pendentes e em tons róseos muito intensos. por mudas que surgem junto ao caule e por divisão do próprio caule. Nome popular: antúrio. em qualquer época do ano.Mediterrâneo Porte: 30 a 70 cm de altura (dependendo da variedade) Flores: inverno-primavera Características: Herbácea bi-anual tratada como anual. Não requer muitos cuidados.apesar de perene.Origem: América do sul. Flores: Primavera-verão. além de bem drenada. Origem: Colômbia. de meia-sombra ou sombra e de folhagem muito ornamental. Origem: África do Sul. Características: Semi-herbácea perene.00m de altura. de pleno-sol com flores em diversas cores e que . É planta muito utilizada em jardins no Sul do Brasil. Quando a planta ganha muita altura. dependendo do espaço disponível. formando conjuntos em locais sombreados. Características: Herbácea perene. adequada para cultivo em vasos ou jardineiras suspensas. Existem espécies com flores vermelhas. Flores: Quase o ano todo. Nome popular: Sálvia. em interiores próximos a iluminação natural ou em canteiros. Prefere meia-sombra ou pleno-sol e é cultivada em vasos. A planta é muito utilizada quando ainda jovem em canteiros com pouca altura. Flores: Quase o ano todo. Porte: 40 a 60 cm de altura. Características: Semi-herbácea perene. rizomatosa e entouceirada.50m de altura. É normalmente cultivada em vasos. Porte: 0.80 a 1. Sangue de Adão. tratada como anual porque cresce muito e perde o bom aspecto no canteiro. Propagação: Por divisão de touceiras. na cor vermelha e com aspecto muito ornamental. vermelhas.

estrelitzia Família: Musaceae Origem: África do Sul Porte: 1. Flores grandes e brancas de corola rosada formadas em uma espiga recurvada. Apresenta floração muito ornamental. Por ser uma planta com floração longa é muito indicada para o uso em projetos paisagísticos. Flores: Praticamente o ano todo. Porte: De 20 a 30 cm de altura. Propagação: Multiplica-se por sementes e por divisão de touceira. característica de clima ameno. não tolera geadas.apresenta uma variedade de pequeno porte. È indica a germinação no outono para que floresça na primaveraverão. com altura de até 30 cm. Pode ser cultivada isolada ou renques. Nome popular: Ave-do-paraíso. ideal para bordadura ou em conjunto no canteiro ou jardineira. Características: Herbácea vigorosa com folhas espassas de estrias brancas -amareladas. amor-perfeito-de-verão. Flores: Pequenas brancas envolvidas por brácteas em forma de berço. em vasos ou em canteiros formando renques ou conjuntos. Propagação: Pode ocorrer pela divisão da planta e raramente através de sementes.20 a 1. mas suporta o clima dos subtrópicos. Flores: Verão e outono. Nome popular: abacaxi-roxo. Origem: Ásia. Família: Zingiberáceas. Muito cultivada em vasos. Porte: Entouceiras de ate 3 metros de altura. China e Japão. serrilhadas e alongadas. Características: Herbácea de folhas pequenas. possue ramagem densa e típica de regiões frias. para arranjos florais. Variedades de flores em brancas e róseas com florescimento prolongado. bordaduras ou em canteiros. Características: Herbácea rizomatosa. Características: Herbácea de aspecto suculento tem como principal característica a formação de touceiras com folhas roxas na parte inferior e verde-escura na parte superior. Folhagem muito utilizada como planta ornamental em canteiros ou em maciços formando desenhos. As flores possuem uma forma de berço justificando um de seus nomes populares. flor-da-rainha. Prefere clima ameno a frio. Família: Commelinaceae. Nome popular: Alpinia. Moisés-no-berço. Porte: Ascendente ou ereta de ate 30 cm. Propagação: Multiplica-se por divisão de touceiras em qualquer época do ano. É cultivada em pleno sol ou a meiasombra e há uma variedade de folhas estriadas de amarelo. Origem: Originaria do México. . Propagação: Multiplica-se por sementes semeadas no outono. gengibre concha. com maior intensidade no período do verão. Nome popular: Torênia. que forma touceira. Flores:Praticamente o ano todo. jardineiras. Família: Scrophulariaceae. de modo isolado. Suas flores são utilizadas como flor de corte. muito utilizada em canteiros em regiões de climas mais quentes. Deve ser cultivada em pleno sol. O solo deve ser rico em nutrientes e mantido úmido. Origem: Ásia e Vietnã. Deve ser regada periodicamente e cultivada em solo rico em matéria orgânica. em sol pleno ou a maia sombra. Propagação: Multiplica-se por sementes.50 m de altura. mas que se adapta bem ao clima tropical.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful