Você está na página 1de 2
Lista de exercícios Física I N o 6 Movimento Retilíneo Uniformemente Variado - MRUV Prof.

Lista de exercícios Física I

N o 6

Movimento Retilíneo Uniformemente Variado - MRUV

Prof. MSc. Daniel C. Zanotta

1)

Gráficos do MRUV:

Um ponto material executa um movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV) cuja função horária da velocidade é V=2+3T (V em m/s e T em s). Determine:

a)

A velocidade inicial e a aceleração do movimento. (2 m/s e 3 m/s 2 )

b)

O gráfico V × T

c)

O gráfico a × T

2)

3)

4)

a)

b)

c)

5)

6)

7)

Um móvel realiza um movimento cujo gráfico da velocidade em função do tempo é ilustrado. Determine:

a) A aceleração do movimento de 0 a 5s; (4 m/s 2 )

b) A aceleração do movimento de 5s a 15s; (zero)

c) A aceleração do movimento de 15s a 25s; (-2 m/s 2 )

d) O gráfico da aceleração do movimento em função do tempo;

e) O deslocamento do móvel entre os instantes 0s e 25s; (350 m)

f) A velocidade média no instante de 0s a 25s. (14 m/s)

V(m/s) 20 15 10 5 0 5 10 15 20 25 T(s)
V(m/s)
20
15
10
5
0
5
10
15
20
25
T(s)
a(m/s 2 ) 5 4 2 0 2 4 6 8 T(s)
a(m/s 2 )
5
4
2
0
2 4
6
8
T(s)

Um ponto material se desloca numa trajetória retilínea. No instante em que se inicia o estudo do seu movimento (T=0s), sua velocidade é V o =10 m/s. O correspondente gráfico a × T para o movimento do ponto material é ilustrado

abaixo. Determine, a partir do gráfico a × T, a velocidade do ponto material no instante T=6s. (28 m/s)

Uma partícula parte da origem (X o =0) e realiza um MRUV cuja função horária da velocidade é: V=1+2T (SI). Determine:

o módulo da aceleração e a velocidade inicial; (2 m/s 2 e 1 m/s)

a função horária da posição; (X=T+T 2 )

os gráficos da aceleração, velocidade e posição em função do tempo para valores de 0 até 5s.

(PUC-SP) O gráfico representa a velocidade em função o tempo de uma pequena esfera em movimento retilíneo. Em T=0, a esfera se encontra na origem da trajetória. Qual das alternativas seguintes apresenta corretamente os gráficos da aceleração (a) em função do tempo e da posição (X) em função do tempo?

a(m/s 2 ) a 3 2 a T 1 T 2 T 3 T(s) a
a(m/s 2 )
a 3
2
a T 1
T 2
T 3
T(s)
a 1
X(m)
X
3
X
2
X
1
T 1
T 2
T 3
T(s)
a(m/s 2 ) a 1 a 2 T 1 T 2 T 3 T(s) a
a(m/s 2 )
a 1
a 2
T 1
T 2
T 3
T(s)
a 3
X(m)
X
3
X
2
X
1
T 1
T 2
T 3
T(s)
V(m/s) V 0 T T 1 2 T 3 T(s) a(m/s 2 ) a 2
V(m/s)
V
0
T
T
1
2
T 3
T(s)
a(m/s 2 )
a 2
a 1
a 3
T 1
T 2
T 3
T(s)
X(m)
X
3
X
2
X
1
T 1
T 2
T 3
T(s)

Função Horária da posição para o MRUV:

Um ponto material executa um movimento uniformemente variado, obedecendo à função horária X=24 -16T+2T 2 (SI). Determine:

a) A posição inicial, a velocidade inicial, e a aceleração do ponto material; (24 m, -16 m/s, 4 m/s 2 )

b) A posição (X) do ponto material no instante T=3s; (-6 m)

c) Os instantes em que o ponto material passa pela posição X=10m; (1s e 7s)

d) Os instantes em que o ponto material passa pelo marco zero (X=0); (2s e 6s)

e) A função horária da velocidade; (V=-16+4T)

f) O tempo e a posição para a velocidade nula. (-8 m)

Um atleta de corridas de curto alcance, partindo do repouso, consegue imprimir em si próprio uma aceleração constante de 5 m/s 2 durante 2s e depois, percorre o restante do percurso com a mesma velocidade que adquiriu no final do período de aceleração.

a)

b)

8)

9)

10)

11)

12)

13)

14)

15)

Esboce o gráfico da velocidade do atleta em função do tempo, numa corrida de 5s.

Qual a distância total que ele percorre nessa corrida de 5s? (40 m)

Um avião a jato partindo do repouso é submetido a uma aceleração de 4 m/s 2 . Qual o intervalo de tempo T para a aplicação dessa aceleração para que o jato atinja a velocidade de decolagem de 160 m/s? Qual a distância percorrida até a decolagem? (40 s)

Uma moto, partindo do repouso, realiza um MRUV. No primeiro segundo de movimento ela percorre a distância d. Qual é, em função de d, a distância percorrida pela moto nos dois primeiros segundos de movimento? (4d)

Um móvel dotado de velocidade 5 m/s passa pela origem do referencial no exato instante em que se inicia a contagem dos tempos. A partir daí ele adquire uma aceleração constante de 4 m/s 2 . Em que instante e com que velocidade esse móvel passa pela posição X=7m. (1s e 9 m/s)

Em uma aula do primeiro bimestre, deduzimos que a conversão de uma velocidade de m/s para km/h, e vice- versa, é feita a partir de um fator de 3,6. Quando queremos converter de m/s para km/h temos que multiplicar por 3,6; e de km/h para m/s devemos dividir por 3,6. Qual seria o fator de conversão de uma aceleração em m/s 2 para km/h 2 e vice-versa? (12960)

Encontro de Móveis:

Um ciclista A inicia uma corrida a partir do repouso com uma aceleração constante de 0,5 m/s 2 . Nesse mesmo instante, outro ciclista B passa por ele com velocidade constante de 3 m/s no mesmo sentido que o ciclista A. Após quanto tempo os dois ciclistas se emparelharão novamente? (T=12s)

Um automóvel parte do repouso de uma cidade A para uma cidade B com aceleração uniforme de 40 km/h 2 . Simultaneamente, um outro automóvel parte de B em direção a A com velocidade constante de 36 km/h. A distância entre as duas cidades é de 80 km. Depois de quanto tempo os dois carros se encontram? A que distância da cidade A ocorre o encontro? (1,3 h, 8 km de A)

Dois carros, A e B, movem-se em uma mesma estrada, mas em sentidos opostos (figura). No início da contagem dos tempos o carro A encontra-se em uma posição X A =100 km com velocidade inicial igual a 80 km/h e aceleração 30 km/h 2 enquanto o carro B encontra-se em uma posição X B =500 km tem velocidade inicial -70 km/h e aceleração – 20 km/h 2 . Determine:

a) Depois de quanto tempo os móveis se cruzarão? (2 h)

b) Em que posição ocorre o cruzamento. (X= 320 km)

⃗ B ⃗ ⃗ A
B
A
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km
o cruzamento. ( X= 320 km ) ⃗ B ⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km

X=0 (origem)

X=100 km

X=500 km

⃗ ⃗ A X=0 (origem) X=100 km X = 5 0 0 k m (Uniube –

(Uniube – MG) No instante em que muda para o verde, uma viatura da polícia rodoviária que estava parada arranca com uma aceleração constante de 2 m/s 2 . Nesse mesmo instante uma moto ultrapassa a viatura com velocidade de 108 km/h. Ambos se movimentam em linha reta numa rua onde a velocidade máxima permitira é 60 km/h, como mostra a figura abaixo. Qual foi o tempo gasto pela viatura e a distância percorrida para alcançar? (30 s, 900m)

⃗ = 108 /ℎ = 0 X=0
⃗ = 108 /ℎ
= 0
X=0

T =0

16)

17)

18)

Equação sem tempo de Torricelli:

Um automóvel entra numa ponte com velocidade de 36 km/h e, após percorrê-la com aceleração a=2 m/s 2 , atinge a outra extremidade com velocidade de 72 km/h. Determine o comprimento da ponte. (75 m)

Um tijolo é jogado com velocidade de 10 m/s rente a um piso horizontal rugoso e pára após percorrer 12,5 m com movimento uniformemente retardado. Determine a aceleração do movimento. (-4 m/s 2 ).

Um carro, ao ser freado, adquire um movimento uniformemente retardado, cuja aceleração tem um módulo de 4 m/s 2 . O motorista desse carro, que estava se deslocando a 72 km/h, percebeu um obstáculo à sua frente. Acionando os freios, conseguiu parar após um percurso de 60 m, contados a partir do instante em que ele viu o

obstáculo. Qual foi o tempo de reação do motorista? (Dica: o início da frenagem acontece um pequeno tempo após ele perceber o obstáculo. A pergunta é: quanto tempo decorreu entre a percepção do obstáculo e o início da frenagem? Esse tempo é o tempo de reação.)

Mini-Formulário:

MRU:

=

[m/s]

( ) = +

MRUV:

=

[m/s 2 ]

( ) = +

( ) = + +

a

2

= + 2 (Torricelli)

Esta lista está disponível online no endereço:

academico.riogrande.ifrs.edu.br/~daniel.zanotta