Você está na página 1de 2

LEI N 5.

254, DE 25 DE MARO DE 2011 Determina aos bancos obrigaes relativas ao atendimento dos usurios nas agncias bancrias situadas no territrio do Municpio do Rio de Janeiro e d outras providncias. Art. 1 Os bancos com agncias situadas no Municpio do Rio de Janeiro devero efetuar atendimento em tempo razovel. 1 Para os fins desta Lei, entende-se como tempo razovel de atendimento, o prazo mximo de quinze minutos em dias normais e de trinta minutos em dias precedentes ou posteriores a feriados prolongados. 2 Nas agncias de que trata o caput, os bancos so obrigados a fornecer aos usurios senhas numricas de atendimento que identifiquem a instituio bancria e a agncia, registrem o horrio de entrada e de efetivo atendimento, bem como disponibilizar em local visvel a informao da escala de trabalho dos caixas e demais funcionrios da agncia. Art. 2 O atendimento preferencial, aos maiores de sessenta e cinco anos, gestantes, pessoas portadoras de deficincia fsica e pessoas com crianas de colo, ser realizado atravs de senhas numricas preferenciais e oferta de no mnimo quinze assentos de correta ergometria. Art. 3 Os bancos devero disponibilizar em todas as suas agncias, pelo menos, um bebedouro de gua e um banheiro para uso dos clientes. Art. 4 Os bancos devero exibir em local visvel nas suas agncias as seguintes informaes: o nmero desta Lei; o tempo mximo de espera para atendimento nos caixas; o direito a senha numrica onde conste horrio de entrada e de atendimento; o direito a no mnimo quinze assentos para uso preferencial de idosos, portadores de deficincia, gestantes e pessoas com crianas de colo; e os locais do bebedouro e do banheiro para uso dos clientes. Art. 5 O no cumprimento desta Lei sujeitar o infrator s seguintes penalidades, aferidas relativamente a cada agncia onde se verificar a infrao: I advertncia, com prazo de trinta dias para regularizao; II - multa de dez mil reais na primeira autuao; III - multa de vinte mil reais na segunda autuao; IV multa de quarenta mil reais na terceira autuao; V - multa de oitenta mil reais na quarta autuao;

VI - multa de cento e sessenta mil reais na quinta autuao; VII suspenso da licena de funcionamento da agncia, por prazo indeterminado. 1 A suspenso da licena de funcionamento somente cessar mediante a regularizao do atendimento nos moldes previstos nesta Lei. 2 O auto de infrao ser publicado no Dirio Oficial do Municpio. Art. 6 O Municpio disponibilizar meios eficazes para o recebimento das denncias e respectiva averiguao, bem como para a fiscalizao do cumprimento desta Lei. Art. 7 Os Bancos tero o prazo mximo de noventa dias, a contar da data da publicao desta Lei, para adequarem o atendimento ao pblico nas agncias situadas em territrio do Municpio do Rio de Janeiro ao disposto nesta Lei. Art. 8 Ficam revogadas as disposies da Lei n 2.861 de 21 de setembro de 1999. Art. 9 Esta Lei entra em vigor na data de sua publicao. Cmara Municipal do Rio de Janeiro, em 25 de maro de 2011 Vereador JORGE FELIPPE Presidente

Você também pode gostar