1 - Q43067 ( Prova: FCC - 2009 - MPE-SE - Analista do Ministério Público – Especialidade Contabilidade / Direito Previdenciário / Abono Anual; ) O segurado

civil, homem, com 30 anos de contribuição e mulher com 25 anos, que tenha completado as exigências para aposentadoria voluntária, mas que desejar continuar em atividade, terá direito a um abono de permanência correspondente  a) a 8% do salário de contribuição previdenciária.  b) a um salário nominal por ano.  c) ao valor da sua contribuição previdenciária.  d) a 20% do salário nominal por mês.  e) a 13% do benefício a que teria direito. 2 - Q40852 ( Prova: ESAF - 2003 - PGFN - Procurador / Direito Previdenciário / Abono Anual; ) Assinale a assertiva incorreta sobre o PIS/PASEP, à luz da Constituição Federal e da legislação regulamentadora:  a) Os recursos do PIS/PASEP servem, entre outros propósitos, para financiar o segurodesemprego.  b) As pessoas jurídicas de direito privado são contribuintes do PIS/PASEP.  c) O PIS e o PASEP foram criados após a Constituição Federal de 1988.  d) Os recursos do PIS/PASEP, financiam, também, programas de desenvolvimento econômico.  e) O seguro-desemprego é um benefício vinculado à previdência social no âmbito da seguridade social estabelecida na Constituição Federal de 1988. GABARITOS: 1 - C 2 - C 1 - Q179492 ( Prova: TRT 8R - 2009 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Juiz - 1ª fase - 1ª etapa / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Sobre acidente de trabalho, é incorreto afirmar:  a) Deverá ser considerada acidente de trabalho a doença que tenha resultado das condições especiais em que o trabalho é executado, relacionando-se diretamente com ele mesmo que não configure as hipóteses de doença profissional e de doença do trabalho definidas em lei.  b) Constitui crime o descumprimento pela empresa das normas de segurança e higiene do trabalho.  c) Podem ser consideradas como dia do acidente, no caso de doença profissional ou do trabalho, a data do início da incapacidade laborativa, o dia da segregação compulsória, ou o dia em que for realizado o diagnóstico, prevalecendo o que ocorrer primeiro.  d) Equipara-se ao acidente de trabalho o acidente sofrido pelo segurado fora do local e do horário de trabalho, na prestação de qualquer serviço que, mesmo não tendo sido ordenada pela empresa, destine-se a evitar-lhe prejuízo ou proporcionar-lhe proveito.  e) Embora o intervalo intrajornada não seja computado, como regra, na duração do trabalho, o empregado será considerado no exercício do trabalho para fim de configuração do acidente de trabalho, quando este ocorrer no local do trabalho, em período destinado à refeição e ao descanso. 2 - Q179495 ( Prova: TRT 8R - 2009 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Juiz - 1ª fase - 1ª etapa / Direito Previdenciário / Segurados obrigatórios; Legislação Previdenciária; Acidentes do Trabalho; ) Observando os termos da legislação previdenciária, é incorreto afirmar:  a) Acidente do trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho. Será elaborada pela autoridade competente uma relação das entidades mórbidas capazes de tipificar o acidente de trabalho. A relação elaborada serve de base para os órgãos de fiscalização do trabalho decidirem acerca do enquadramento da morbidade como acidente do trabalho. Todavia, é possível ao órgão administrativo, sob certas condições, extrapolar a relação elaborada.  b) Equiparam-se também ao acidente do trabalho, para efeitos da lei previdenciária: I - o acidente ligado ao trabalho que, embora não tenha sido a causa única, haja contribuído diretamente para a morte do segurado, para redução ou perda da sua capacidade para o trabalho, ou produzido lesão que exija atenção médica para a sua recuperação; II - o acidente sofrido pelo segurado no local e no horário do trabalho, em conseqüência de: a) ato de agressão, sabotagem ou terrorismo praticado por terceiro ou companheiro de trabalho; b) ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa relacionada ao trabalho; c) ato de imprudência, de negligência ou de imperícia de terceiro ou de companheiro de trabalho; d) ato de pessoa privada do uso da razão; e) desabamento, inundação, incêndio e outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior.  c) São segurados obrigatórios da Previdência Social as seguintes pessoas físicas: I-como empregado: a) aquele que presta serviço de natureza urbana ou rural à empresa, em caráter não eventual, sob sua subordinação e mediante remuneração, inclusive como diretor empregado; b) aquele que, contratado por empresa de trabalho temporário, definida em legislação específica, presta serviço para atender a necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente ou a acréscimo extraordinário de serviços de outras empresas; c) o ministro de confissão religiosa e o membro de instituto de vida consagrada, de congregação ou de ordem religiosa; II-como empregado doméstico: aquele que presta serviço de natureza contínua a pessoa ou família, no âmbito residencial desta, em atividades sem fins lucrativos; III-como contribuinte individual: a) a pessoa física, proprietária ou não, que explora atividade agropecuária, a qualquer título, em caráter permanente ou temporário, em área superior a 4 (quatro) módulos fiscais; ou, quando em área igual ou inferior a 4 (quatro) módulos fiscais ou atividade pesqueira, com auxílio de empregados ou por intermédio de prepostos.  d) Para as finalidades previstas na legislação previdenciária, consideram-se: I - empresa - a firma individual ou sociedade que assume o risco de atividade econômica urbana ou rural, com fins lucrativos ou não, bem como os órgãos e entidades da administração pública direta, indireta ou fundacional; II - empregador doméstico - a pessoa ou família que admite a seu serviço, sem finalidade lucrativa, empregado doméstico. Equipara-se à empresa o contribuinte individual em relação a segurado que lhe presta serviço, bem como a cooperativa, a associação ou entidade de qualquer natureza ou finalidade, a missão diplomática e a repartição consular de carreira estrangeira.  e) A empresa deverá comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o 1º (primeiro) dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente, sob pena de multa. Deverá ser expedida cópia da notificação ao acidentado ou aos seus dependentes, bem como ao sindicato a que corresponda a sua categoria. Na falta de

comunicação por parte da empresa, podem formalizá-la o próprio acidentado, seus dependentes, a entidade sindical competente, o médico que o assistiu ou qualquer autoridade pública, não prevalecendo nestes casos o prazo previsto acima. 4 - Q93598 ( Prova: CESPE - 2010 - IPAJM - Advogado / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Acerca do Seguro Acidente de Trabalho (SAT), assinale a opção correta com base no entendimento do STJ sobre a matéria.  a) A modificação introduzida pela Lei n.º 9.732/1998, que instituiu o adicional do SAT, destinando uma parcela da contribuição sobre a folha de salários para o financiamento da aposentadoria especial, desvirtua a natureza da contribuição social, revestindo-se de ilegalidade.  b) Decreto do Poder Executivo que estabeleça conceito de atividade preponderante da empresa e seus correspondentes graus de risco — leve, médio ou grave — exorbita de seu poder regulamentar, afrontando o princípio da legalidade, pois haverá, nesse caso, definição da base de cálculo do tributo por ato normativo que não a lei.  c) A responsabilidade da empresa pelo seu autoenquadramento, prevista no Regulamento do SAT, impede a repetição dos tributos pagos com base em alíquota superior à devida.  d) A alíquota de contribuição para o SAT é aferida pelo grau de risco desenvolvido em cada empresa, individualizada pelo seu CNPJ, ou pelo grau de risco da atividade preponderante quando houver apenas um registro.  e) Segundo a legislação vigente, os valores indevidamente recolhidos a título de SAT podem ser compensados com débitos relativos a outros tributos. 5 - Q85014 ( Prova: TRT 2R (SP) - 2010 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Juiz - prova 1 / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Aponte a afirmativa incorreta:  a) Perante o INSS o acidente de trabalho será caracterizado tecnicamente pela perícia médica, mediante a identificação do nexo entre o trabalho e o agravo.  b) Considera-se estabelecido o nexo entre o trabalho e o agravo quando se verificar nexo técnico epidemiológico entre a atividade da empresa e a entidade mórbida motivadora da incapacidade, elencada na Classificação Internacional de DoençasCID.  c) Considera-se agravo a lesão, doença, transtorno de saúde, distúrbio, disfunção ou síndrome de evolução aguda, subaguda ou crônica, de natureza clínica ou subclínica, inclusive morte, independentemente do tempo de lactência.  d) Equipara-se ao acidente de trabalho, para todos os efeitos legais, a ofensa física ou psicológica intencional, inclusive de terceiros, por motivo de assédio moral ou de disputa relacionada ao trabalho.  e) Constitui contravenção penal, punível com multa, deixar a empresa de cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho. 6 - Q83858 ( Prova: CESPE - 2010 - DPE-BA - Defensor Público / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Em relação às disposições constitucionais aplicáveis à previdência social, julgue o item a seguir. Compete à justiça comum dos estados processar e julgar as ações acidentárias, as propostas, pelo segurado, contra o INSS, visando a benefício e aos serviços previdenciários correspondentes a acidente do trabalho.  ( ) Certo ( ) Errado 7 - Q67810 ( Prova: CESPE - 2010 - PGM-RR - Procurador Municipal / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Julgue os itens a seguir, relativos às legislações previdenciária e da seguridade social. Se, durante seu intervalo para refeição, um empregado lesionar um dos seus joelhos enquanto joga futebol nas dependências da empresa, ficando impossibilitado de andar, tal evento, nos termos da legislação previdenciária, não poderá ser considerado como acidente de trabalho.  ( ) Certo ( ) Errado 8 - Q60290 ( Prova: CESPE - 2010 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Juiz - Parte I / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Assinale a opção correta acerca das normas referentes a acidente do trabalho.  a) Sob pena de multa, a empresa deve comunicar o acidente do trabalho à previdência social até o primeiro dia útil seguinte ao de sua ocorrência e, no caso de morte, imediatamente, à autoridade competente.  b) O titular de empresa que deixa de cumprir as normas de segurança e higiene do trabalho comete crime punível com detenção.  c) Reputa-se doença do trabalho a doença endêmica adquirida por segurado habitante de região em que essa patologia se desenvolva.  d) No caso de doença do trabalho, reputa-se como dia do acidente a data correspondente a dez dias do início da incapacidade laborativa para o exercício da atividade habitual.  e) Considera-se agravamento ou complicação de acidente do trabalho a lesão que, resultante de acidente de outra origem, se associe ou se superponha às consequências de lesão ocorrida em acidente anterior. 9 - Q56235 ( Prova: TRT 21R (RN) - 2010 - TRT - 21ª Região (RN) - Juiz - Caderno 2 / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Os acidentes de trabalho têm sido, ao longo dos últimos anos, um dos problemas mais árduos nas relações de trabalho e previdenciárias. A respeito do tema, é correto afirmar:  a) assegura ao acidentado estabilidade até 12 meses após o seu retorno ao trabalho, independentemente do período em que esteve incapacitado;  b) a percepção do auxílio-doença acidentário é requisito obrigatório para que o acidentado obtenha a estabilidade no emprego;  c) a garantia do emprego ao acidentado é limitada a 12 meses, contados da data em que ocorreu o evento que o incapacitou para o trabalho;  d) a garantia do emprego inerente aos acidentados só se concretiza se o afastamento do trabalho for superior a 12 meses;

e) a estabilidade do acidentado só existirá se o evento ocasionador do afastamento ocorrer na sede do estabelecimento do empregador, ainda que não seja o seu local de trabalho;

10 - Q56193 ( Prova: FUNDEC - 2003 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Juiz - 1ª Prova - 2ª Etapa / Direito Previdenciário / Acidentes do Trabalho; ) Segundo o art. 118 da Lei 8.213/91, o segurado que sofreu acidente de trabalho tem garantida a manutenção do seu contrato de trabalho na empresa, pelo prazo mínimo de doze meses:  a) contado da data do acidente  b) contado da data de início do recebimento do auxílio-doença acidentário  c) contado da cessação do auxílio-doença acidentário  d) contado da data da emissão do CAT (Comunicado de Acidente do Trabalho)  e) nenhuma resposta está correta GABARITOS: 1 - B 2 - C 3 - A 4 - D 5 - D 6 - C 7 - E 8 - A 9 - B 10 - C 1 - Q95670 ( Prova: CESPE - 2009 - SEAD-SE (FPH) - Procurador / Direito Previdenciário / Ações Previdenciárias; ) Acerca do direito previdenciário, julgue os itens que se seguem. Compete à justiça estadual processar e julgar ação indenizatória proposta por viúva e filhos de empregado falecido em acidente de trabalho.  ( ) Certo ( ) Errado 2 - Q15706 ( Prova: CESPE - 2009 - TRF - 1ª REGIÃO - Juiz / Direito Previdenciário / Ações Previdenciárias; ) A respeito das ações previdenciárias, que correspondem ao maior número de feitos nos juizados especiais federais cíveis, assinale a opção correta.  a) A Lei n.º 10.259/2001 estabelece que, nas ações previdenciárias e nas relativas à assistência social, havendo designação de exame, as partes serão intimadas a apresentar quesitos e indicar assistentes no prazo de dez dias.  b) Nas causas de competência do juizado especial federal cível, não haverá reexame necessário, salvo quando envolverem matéria previdenciária.  c) Para evitar dano de difícil reparação, o juiz poderá, de ofício ou a requerimento das partes, deferir medidas cautelares no curso do processo, salvo quando estiver diante de questão previdenciária, como o cancelamento ou a suspensão indevida de benefício promovido pela autarquia previdenciária.  d) Nos processos que tramitem perante o juizado especial federal cível, a lei ordinária fixa prazo diferenciado para a prática de atos processuais pelo INSS, inclusive quanto à interposição de recursos, sendo que a citação para audiência de conciliação deverá ser efetuada com antecedência mínima de trinta dias.  e) Quando a orientação acolhida pela turma de uniformização, em questões de direito material ou processual, incluídas as matérias previdenciárias, contrariar súmula ou jurisprudência dominante no STJ, a parte interessada poderá provocar a manifestação do STJ, que dirimirá a divergência. GABARITOS: 1 - C 2 - A 1 - Q200318 ( Prova: FMP-RS - 2011 - TCE-MT - Auditor Público Externo - Prova vespertina / Direito Previdenciário / Aposentadoria; ) Para fins de obtenção de aposentadoria, relativamente à contagem recíproca e compensação entre regimes, de que trata a Constituição Federal em seu artigo 201, § 9º:  a) o tempo de serviço rurícola, independentemente da época, somente poderá ser convertido em tempo de contribuição, para fins de contagem recíproca, se houver o correspondente recolhimento das contribuições previdenciárias.  b) o tempo de serviço rurícola, posteriormente à vigência da Lei 8.213/91, não poderá ser considerado para fins de contagem recíproca.  c) somente será viável relativamente ao tempo de serviço rurícola prestado posteriormente à vigência da Lei 8.213/91.  d) somente será viável relativamente ao tempo de serviço rurícola prestado posteriormente à vigência da Lei 8.213/91, independentemente de contribuição.  e) não é mais possível, a partir da vigência da Emenda Constitucional nº 41/2003.

2 - Q172460 ( Prova: FMP-RS - 2011 - TCE-RS - Auditor Público Externo - Ciências Jurídicas e Sociais / Direito Previdenciário / Aposentadoria; ) No que diz respeito à revisão dos proventos de aposentadoria, é correto afirmar que:  a) orienta-se pelas leis vigentes ao tempo em que o servidor reuniu os requisitos necessários à confirmação do direito.  b) inclui todas as vantagens que, depois do ato de aposentação, venham a ser conferidas aos servidores ativos.  c) inclui, dentre outros, o auxílio-alimentação.  d) contempla exclusivamente o auxílio-alimentação.  e) garante de modo absoluto a paridade de vencimentos com os servidores ativos para os aposentados que tenham ingressado no serviço público depois da vigência da Emenda Constitucional nº 47. 3 - Q172462 ( Prova: FMP-RS - 2011 - TCE-RS - Auditor Público Externo - Ciências Jurídicas e Sociais / Direito Previdenciário / Aposentadoria; ) Em razão de decisão do STF, a aposentadoria dos membros do magistério público estadual, a partir de 27 de março de 2009:  a) somente tem tempo de contribuição e idade mínima reduzidos em cinco anos quando o exercício do cargo tenha se dado exclusivamente em regência de classe.  b) teve estendida a redução de cinco anos de tempo de contribuição e da idade mínima, como se dá no caso dos que exerçam ininterrupta e exclusivamente a regência de classe, àqueles que atendem aos pais e alunos, ou exerçam funções administrativas de direção, coordenação e assessoramento pedagógico.

c) passou a gozar de redução de oito anos de tempo de contribuição e da idade mínima para aqueles que atendem aos pais e alunos, ou exerçam funções administrativas de direção, coordenação e assessoramento pedagógico ou exerçam exclusivamente a regência de classe.  d) passou a gozar de redução de três anos de tempo de contribuição e da idade mínima para aqueles que atendem aos pais e alunos, ou exerçam funções administrativas de direção, coordenação e assessoramento pedagógico, ou exerçam exclusivamente a regência de classe.  e) passou a gozar da redução de cinco anos do tempo de contribuição e de dez anos da idade mínima para aqueles que atendem aos pais e alunos, ou exerçam funções administrativas de direção, coordenação e assessoramento pedagógico. 4 - Q88749 ( Prova: CESPE - 2011 - PREVIC - Analista Administrativo - Área Administrativa / Direito Previdenciário / Aposentadoria; ) Com relação às normas constitucionais que regem a previdência social, julgue os itens a seguir. Para efeito de aposentadoria, assegura-se a contagem recíproca do tempo de contribuição na administração pública e na atividade privada, rural e urbana, hipótese em que os diversos regimes de previdência social se compensam financeiramente, segundo critérios estabelecidos em lei, visto que a contagem recíproca constitui um direito assegurado pela Constituição Federal de 1988 (CF) e o acerto de contas que deve haver entre os diversos sistemas de previdência social não interfere na existência desse direito, sobretudo para fins de aposentadoria.  ( ) Certo ( ) Errado 5 - Q152088 ( Prova: CESPE - 2011 - TRF - 5ª REGIÃO - Juiz / Direito Previdenciário / Aposentadoria; ) No que se refere aos litígios previdenciários nos juizados especiais federais e às aposentadorias, assinale a opção correta.  a) O tempo de serviço anterior à edição da Lei n.º 8.213/1991 pode ser considerado para a concessão de benefício previdenciário do RGPS ao segurado trabalhador rural, inclusive para efeito de carência, ainda que não tenha havido, naquele tempo, recolhimento de contribuição previdenciária.  b) Para fins de aposentadoria por idade, é necessário que o trabalhador rural comprove atividade rurícola contínua, no período imediatamente anterior ao requerimento administrativo ou judicial, por período equivalente à metade do prazo de carência legalmente exigido aos demais trabalhadores.  c) O salário de benefício da aposentadoria por invalidez será igual a 91% do valor do salário de benefício do auxílio-doença anteriormente recebido, reajustado pelos índices de correção dos benefícios previdenciários.  d) É juridicamente aceitável a acumulação de pensão por morte com aposentadoria por invalidez, pois esses benefícios têm naturezas distintas e fatos geradores diferentes.  e) Tratando-se de demanda previdenciária, o fato de o imóvel ser superior ao módulo rural afasta, por si só, a qualificação de seu proprietário como segurado especial, ainda que comprovada, nos autos, a exploração em regime de economia familiar. 6 - Q152091 ( Prova: CESPE - 2011 - TRF - 5ª REGIÃO - Juiz / Direito Previdenciário / Aposentadoria; )

 a) Caso seja promovido ao cargo de juiz federal titular em 2018.TCE-BA . rural e urbana.  e) As regras de aposentadoria da carreira dos magistrados são diversas das que regem a aposentadoria dos demais servidores titulares de cargos efetivos da União. assegura-se a contagem recíproca do tempo de contribuição na administração pública e na atividade privada.  c) Jaime só poderá aposentar-se no cargo de juiz federal substituto — com proventos integrais.PREVIC .A partir dessa situação hipotética. do DF e dos municípios. ) Com relação às normas constitucionais que regem a previdência social. ) Em relação às disposições constitucionais aplicáveis à previdência social.  ( ) Certo ( ) Errado 9 . julgue o item a seguir. mas sem paridade — em 2020. assinale a opção correta à luz da legislação pertinente.Procurador / Direito Previdenciário / Aposentadoria. ano em que estarão preenchidos todos os requisitos necessários para tal. segundo critérios estabelecidos em lei.2010 . exercidas sob condições especiais.  b) Jaime fará jus à aposentadoria no cargo de juiz federal substituto. ) . ressalvados os casos de atividades que.  d) Jaime poderá aposentar-se no cargo de juiz federal substituto — com proventos integrais.Analista Administrativo . ano em que estarão preenchidos todos os requisitos necessários para isso.2011 . 7 . nos termos definidos em lei complementar. hipótese em que os diversos regimes de previdência social se compensam financeiramente.Contabilidade / Direito Previdenciário / Aposentadoria. ano em que estarão preenchidos todos os requisitos necessários para tal.Q88816 ( Prova: CESPE . no ano de 2012.Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria.  ( ) Certo ( ) Errado 8 . em 2019. mas sem paridade — em 2015. e quando se tratar de segurados portadores de deficiência. visto que a contagem recíproca constitui um direito assegurado pela Constituição Federal de 1988 e o acerto de contas que deve haver entre os diversos sistemas de previdência social não interfere na existência desse direito. É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos beneficiários do regime geral de previdência social. com proventos integrais e paridade. prejudiquem a saúde ou a integridade física. dos estados. Jaime poderá aposentar-se neste cargo. sobretudo para fins de aposentadoria. Para efeito de aposentadoria.Q83856 ( Prova: CESPE .DPE-BA .Q83056 ( Prova: CESPE .2010 . com proventos integrais e paridade. julgue os itens a seguir.

Q85013 ( Prova: TRT 2R (SP) . 149). no valor de 100% ou 125% do salário-de-benefício.TRT . Jorge investiu-se nesse cargo em 1985. vedada a sua transformação em aposentadoria por idade. ) Julgue os itens que se seguem.  d) A aposentadoria por invalidez é prestação previdenciária devida. vinte ou vinte e cinco anos conforme dispuser a lei. empresas e entidades a elas equiparadas na forma da lei somente poderão ter alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas em razão do porte da empresa ou da utilização intensiva de mão de obra. ) A jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça . depende de contribuição previdenciária adicional a cargo do trabalhador. servidor militar. comprovem idade mínima 48 e 53 anos de idade. com exceção da aposentadoria por idade. que pode ser corroborada por prova testemunhal. quando o segurado atingir os requisitos para este benefício. . respectivamente e.Juiz .2010 .  c) Para fazer jus à aposentadoria especial o segurado deverá comprovar a efetiva exposição aos agentes nocivos físicos. graduou-se no curso de direito no ano de 1980. seria legítima a acumulação de provento militar com o provento civil.Q55509 ( Prova: FAE . ainda. tem direito a todas as prestações previdenciárias.TRT . caráter democrático e descentralizado da administração. marque a alternativa correta:  a) São condições para a aposentadoria integral por tempo de contribuição: 30 e 35 anos de contribuição.Juiz . equidade na forma de participação no custeio. biológicos ou associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física. para mulher e homem. antes da Emenda Constitucional n. relativos ao regime geral de previdência social. para mulher e homem.12. Após sua reforma.1ª Etapa / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. respectivamente. Aposentadoria. exerceu a advocacia até ingressar no cargo de juiz do trabalho.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .2010 .RGPS. pago de forma vitalícia. o trabalhador deve apresentar início razoável de prova material. não há mais o direito à aposentadoria proporcional por tempo de serviço. seletividade.2ª REGIÃO (SP) . Auxílio-doença. Esse entendimento jurisprudencial significa que:  a) O cômputo do tempo de serviço do trabalhador rural depende sempre de prova documental da respectiva contribuição efetuada em favor da Previdência Social. 3 .  c) O segurado obrigatório.  e) Compete ao Poder Público organizar a seguridade social com base nos objetivos de: universalidade da cobertura e do atendimento. o beneficiário que recebe aposentadoria por tempo de contribuição do INSS e complementação de aposentadoria de entidade de previdência privada não tem interesse processual para ajuizar ação contra o INSS pleiteando a revisão de sua aposentadoria.Q55508 ( Prova: FAE . ) Aponte a afirmativa correta:  a) O auxilio-reclusão é devido apenas durante o período em que o segurado estiver recolhido à prisão sob regime fechado ou semi-aberto. não se justificando tratamento específico em virtude das variações da atividade econômica ou das condições estruturais do mercado de trabalho. além da prova do trabalho nessas condições. idade mínima de 55 e 60 anos.TRT . que não poderá ser restabelecido se houver recaptura do segurado. Aposentadoria por tempo de contribuição. distributividade e especificidade dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. desde que cumpram pedágio de tempo de serviço de 40% do tempo faltante e.  b) Não será devido auxílio-doença ao segurado que se filiar ao Regime Geral de Previdência Social já portador de doença ou lesão invocada como causa para a concessão do benefício. em razão de trabalho em condições nocivas à saúde e a integridade física do segurado. relativos à seguridade social do servidor público. salvo o direito adquirido daqueles filiados antes da edição da referida emenda. para mulher e homem.A 2-A 3-B 4-C 5-D 6-A 7-C 8-C 9-C 10 .1ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. 20. Considere a seguinte situação hipotética.prova 1 / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. pelo período equivalente ao exigido para a concessão do benefício. diversidade da base de financiamento.º 20/1998.1ª Prova . julgue os itens a seguir. mediante gestão tripartite. Aposentadoria especial.9ª REGIÃO (PR) .9ª REGIÃO (PR) . seja qual for o motivo gerador da incapacidade para o trabalho.1ª Prova . Jorge. a saber: quinze. inscrito como contribuinte individual. Nessa situação.1998.TCE-BA .2006 . ou seja.  b) A partir da Emenda Constitucional n. ) Sobre as aposentadorias no Regime Geral de Previdência Social .Tendo como base a jurisprudência do STF e o que dispõe a CF. cumulativamente. irredutibilidade do valor dos benefícios.  b) Para comprovação do exercício de atividade rural.2006 .Juiz .  e) A aposentadoria especial aos 15. de 15. para efeito da obtenção de beneficio previdenciário" (Súmula n. químicos.  d) As contribuições sociais devidas por empregadores. De acordo com a jurisprudência do STF. aposentando-se em 1995. 2 . em 1982. no caso de fuga do preso ocorre a perda do direito ao recebimento do benefício pelos seus dependentes.Q83049 ( Prova: CESPE .E 1 . 20 ou 25 anos de serviço.STJ diz que: "A prova exclusivamente testemunhal não basta para a comprovação da atividade rurícola.Procurador / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social. respectivamente.  ( ) Certo ( ) Errado 10 .

Auxílio-acidente. ) Assinale a alternativa que contém os benefícios aos quais se aplica o fator previdenciário. aposentadoria especial. Para o trabalhador rural.  b) Aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez. o exercício do direito postulado significaria ofensa ao princípio do equilíbrio financeiro e atuarial do sistema previdenciário. ) Leandro. é apresentada uma situação hipotética acerca da aposentadoria especial. tempo em que não esteve exposto aos agentes nocivos. ficando afastado de suas atribuições para se dedicar exclusivamente à atividade de representante de seus pares.  a) Em face do princípio da equivalência urbano-rural.2009 . João foi eleito dirigente sindical.  a) Caso uma auxiliar de enfermagem. não há caráter restritivo ao exercício do direito. João não terá esse tempo contado para fins de aposentadoria especial. o período de carência para a aposentadoria especial é de 120 contribuições mensais.DPE-MS . ) Em cada um dos itens que se seguem. Eurico obteve aposentadoria proporcional no âmbito do RGPS.  c) A alíquota da contribuição sobre a remuneração dos segurados a cargo da empresa em que João trabalha será majorada em relação a todos os empregados e não apenas em relação à remuneração daqueles expostos a condições especiais.  e) A jurisprudência dos tribunais superiores pacificou-se no sentido da impossibilidade de cobertura previdenciária para ligações homoafetivas. Aposentadoria especial. poderia ser aplicada a situações anteriores. a jurisprudência do STJ admite tal possibilidade. 5 . Nessa situação. seguida deuma assertiva a ser julgada.Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.c) Essa orientação é aplicável apenas para os processos de justificação administrativa de tempo de serviço do trabalhador rural.Procurador de Estado .Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. isto é.INSS . caberá ao STF apenas emitir decisão reconhecendo a omissão legislativa.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial.2009 . ) João é empregado de uma grande mineradora e trabalha exposto a agentes nocivos prejudiciais à saúde. nesses casos. por omissão do Poder Legislativo em regulamentar a norma constitucional que assegura a adoção de critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria.213/1991 será computado sem o recolhimento das contribuições correspondentes. previsto na CF inclua dependente do mesmo sexo. 7 .PGE-AL . posteriormente. João terá direito a requerer.2008 . Nessa situação.o 8.Procurador / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. para a concessão de benefício previdenciário.2008 . o tempo de contribuição anterior à Lei n.2008 .  c) Tratando-se de atividade especial .  c) Aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-doença comum. cujo tempo de contribuição é mitigado.Q48123 ( Prova: VUNESP .Q37450 ( Prova: CESPE . a partir dos 12 anos de idade. há dez anos.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial.Q21474 ( Prova: CESPE . em tempo de contribuição para a aposentadoria do tipo especial.  d) A prova testemunhal não tem qualquer valor no processo administrativo previdenciário. João trabalha. mas mero cuidado objetivo para auferir a condição do requerente. mas continuou trabalhando e contribuindo para o INSS e.  d) Pode o empregador requerer a aposentadoria compulsória de seu empregado. ou seja. a agentes químicos nocivos.Q48118 ( Prova: VUNESP . Pensão por morte.  d) Considere a seguinte situação hipotética. sendo-lhe possível. desde que Eurico devolva os benefícios já recebidos. Nessa situação.Q48681 ( Prova: CESPE . ainda que para simples conversão em tempo comum.BACEN . A referida relação de emprego resultou na sua primeira filiação ao RGPS.DPE-MS . a condição de Leandro é suficiente para que ele esteja habilitado ao recebimento de aposentadoria especial. com base no princípio da universalidade da cobertura da seguridade social.  b) Não se considera como especial o tempo de trabalho laborado com exposição a ruídos. Aposentadoria por Invalidez. ) Assinale a alternativa correta. não podendo ser invocada em casos de processos judiciais.  b) Para fazer jus à aposentadoria especial é preciso provar a incapacidade para o trabalho em perícia médica do INSS. de forma não-ocasional nem intermitente. 4 . a fim de completar a carência. assinale a opção correta.Prova Objetiva / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial.quando a atividade laboral envolva insalubridade ou periculosidade -.  .  a) Aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria por idade.INSS . no caso concreto. esse tempo deverá ser computado para fins previdenciários. no futuro. passe a exigir laudo técnico comprovando o efetivo exercício em tais condições.  a) Em regra.  c) A pensão por morte não pode ser cumulada com a aposentadoria.  e) Nenhuma das alternativas está correta. servidora do Ministério da Saúde. ) Com relação ao direito previdenciário. a idade da aposentadoria por idade é igual à do urbano.  d) O segurado que obteve o benefício de aposentadoria especial após 15 anos de serviço poderá retornar ao mercado de trabalho para o desempenho de atividade que o exponha a agentes nocivos. A partir dessa situação hipotética.Q21473 ( Prova: CESPE . recebe adicional de periculosidade da empresa em que trabalha. caso seja comprovada a atividade rural do trabalhador menor. converter tempo comum trabalhado anteriormente. 6 . uma lei nova que. assim definidos em lei. em matéria previdenciária. uma vez que viabilizar. podendo cumular nova aposentadoria após o mesmo prazo. Aposentadoria por idade. impetre mandado de injunção no STF. uma vez que.  d) Aposentadoria do professor e auxílio-acidente. que o conceito de companheiro. não considera possível.  ( ) Certo ( ) Errado 9 . em regime de economia familiar. 8 . exposto.  b) Segundo a lei e a jurisprudência do STJ. requereu à autarquia a utilização desse tempo para conseguir aposentadoria integral.  e) Durante o período de afastamento para o exercício do mandato de dirigente sindical. Após 10 anos de efetivo serviço nessas condições.2008 . segurado da previdência social. assinale a opção correta a respeito do instituto da aposentadoria especial.

para a comprovação de tempo de serviço rural.Q48684 ( Prova: CESPE .DPU . exceto pensão por morte ou auxílioacidente. foi. o seu vínculo de emprego.DPE-MS .Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. III. ) No que concerne às prestações em geral da previdência social.2007 .      . após aguardar por horas na fila. O médico me disse que não posso mais trabalhar. II e III estão corretas b) Somente as alternativas I e II estão corretas c) Somente as alternativas I e III estão corretas d) Somente as alternativas II e III estão corretas e) Somente a alternativa II está correta 4 .2008 .Juiz .  a) A doença ou lesão de que o segurado já era portador ao filiar-se ao RGPS não lhe conferirá direito à aposentadoria por invalidez. ( ) Certo ( ) Errado 10 . isso lembro bem. as situações de direito adquirido. pois não reúne os requisitos mínimos exigidos para a aposentadoria por tempo de contribuição.  e) É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da previdência social. julgue os itens que se seguem. ) Maria compareceu. Nos últimos 6 (seis) anos não mais trabalhei. Nessa situação. assim.E 8 . ainda quando a incapacidade sobrevier por motivo de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão. Aposentadoria por Invalidez. porque não tenho mais saúde. desde pequena.Q21472 ( Prova: CESPE .1ª Prova .E 9 . a) Somente as alternativas I.ABIN .D 6 . Para a concessão de aposentadoria rural por idade.ÁREA DE DIREITO / Direito Previdenciário / Aposentadoria por idade.Q48118 ( Prova: VUNESP .TRT .9ª REGIÃO (PR) . satisfazendo. em agência da previdência social.Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. instantânea e automaticamente. julgue os itens seguintes. no mês de abril de 2006.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .  b) A aposentadoria por invalidez é benefício de pagamento continuado.C 1 . exceto o doméstico.A 7 . Auxílio-acidente. Sempre trabalhei.1945). 5 . razão pela qual. ele deverá instruir seu pedido com o perfil profissiográfico previdenciário. Maria não tem direito à aposentadoria da Previdência Social. aposentadoria por idade. os requisitos para essa prestação previdenciária. ) Em relação ao direito previdenciário.B 5 . a uma das agências da Previdência Social e. ressalvadas. enfim.Q99658 ( Prova: CESPE . Aposentadoria por idade. ainda. Fui registrada por 3 (três) anos apenas. como doméstica. sendo que. ) Considerando a jurisprudência do STJ e a legislação acerca do RGPS.  d) A aposentadoria por idade será devida ao segurado empregado. ) Getúlio julga-se na condição de requerer aposentadoria especial. Maria tem direito à aposentadoria por idade. não se exige que o início de prova material corresponda a todo o período equivalente à carência do benefício. conforme a legislação.09. Tenho 60 anos (nasci em 05.Q55507 ( Prova: FAE . pois esse benefício não exige carência. Então eu quero uma aposentadoria ou qualquer outra ajuda para que eu não morra de fome".1ª Etapa / Direito Previdenciário / Aposentadoria por idade.BACEN . atendida. Maria tem direito à aposentadoria por invalidez em razão de não possuir mais capacidade para o trabalho.2006 .  ( ) Certo ( ) Errado 3 . Aposentadoria por idade. Ajudava minha mãe em casa. de risco imprevisível.Defensor Público / Direito Previdenciário / Seguridade Social. perdeu a condição de segurada.C 2 . II. trabalho desde que tinha 8 (oito) anos de idade.Procurador / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez. Aposentadoria por idade. Caso uma senhora requeira.Q79290 ( Prova: CESPE . A partir desse relato hipotético. quando requerida até essa data ou até 90 dias depois dela. estou doente e não tenho nenhuma renda. Maria não tem direito a qualquer prestação da Previdência Social porque. julgue as seguintes assertivas: I. não tenho força para trabalhar. Hoje vivo sozinha.E 10 .2008 . já que conta com mais de 60 anos e contribuiu por 3(três) anos para o sistema. Aposentadoria especial.2009 .  ( ) Certo ( ) Errado 2 .OFICIAL TÉCNICO DE INTELIGÊNCIA . isso entre os anos de 1998 a 2000.B 4 .INSS . não se exige período de carência para concedêla.  c) A mera concessão da aposentadoria voluntária ao trabalhador tem por efeito extinguir. ao deixar de contribuir para o sistema nos últimos 6(seis) anos. assinale a opção correta. IV.2010 . quando apresentou à servidora do INSS o seguinte relato: "Moça sou analfabeta. mas apresente documentação incompleta. o servidor do INSS deverá recusar o protocolo do requerimento do benefício. é imprescindível documento em nome do próprio interessado. documento emitido pela empresa em que trabalha e embasado no laudo técnico das condições ambientais do trabalho que comprove as condições para habilitação de benefícios previdenciários especiais. Depois dos 15 (quinze) anos de idade saí para trabalhar fora. a partir da data do desligamento do emprego. ) Assinale a alternativa que contém os benefícios aos quais se aplica o fator previdenciário.B 3 .

Aposentadoria por idade.Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. seguida de uma assertiva a ser julgada. as situações de direito adquirido.  c) A mera concessão da aposentadoria voluntária ao trabalhador tem por efeito extinguir. não se exige período de carência para concedêla. Aposentadoria por Invalidez. GABARITOS: 1 . após ter recebido o auxílio-doença por quatro anos. instantânea e automaticamente.2009 . quando a invalidez decorrer  a) de acidente no deslocamento ao trabalho.DPE-MS .  d) Aposentadoria do professor e auxílio-acidente.Q32287 ( Prova: PGT .Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios. apresenta-se uma situação hipotética relacionada à aposentadoria por invalidez. Aposentadoria por idade. exceto o doméstico. foi aposentado por invalidez.  b) Aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez. Aposentadoria por idade.a) Aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria por idade. assinale a opção correta.Procurador / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez. conforme a legislação.BACEN .Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.  c) apenas os itens I e III são corretos. depois de receber por três anos a aposentadoria por invalidez.  d) A aposentadoria por idade será devida ao segurado empregado. José perdeu a mão direita em grave acidente ocorrido na fábrica em que trabalhava. ressalvadas. por isso. 3 .Presume-se caracterizada a incapacidade acidentária quando estabelecido o nexo técnico epidemiológico entre o trabalho e o agravo.INSS .  ( ) Certo ( ) Errado 6 .2009 . 4 .2008 . razão pela qual. b) Aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez. ) No que concerne às prestações em geral da previdência social. 6 .PGT . Nessa situação.Q21471 ( Prova: CESPE . ) Tomé já havia contribuído para a previdência social durante 28 anos quando foi acometido de uma doença profissional que determinou sua aposentadoria por invalidez.2008 .Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez. desde que a pessoa conte com. ) Leia e analise os itens abaixo: I . ) Em cada um dos itens que se seguem.Q21470 ( Prova: CESPE . d) Aposentadoria do professor e auxílio-acidente.  d) acidente em férias.  a) A doença ou lesão de que o segurado já era portador ao filiar-se ao RGPS não lhe conferirá direito à aposentadoria por invalidez.  b) apenas os itens I e II são corretos.2008 .  e) não respondida.  d) apenas os itens II e III são corretos. já que ele pode cuidar de si apenas com uma das mãos. o seu vínculo de emprego.  b) de doença grave. e. II .Analista do Ministério Público – Especialidade Contabilidade / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.Q48684 ( Prova: CESPE .  c) acidente em serviço. ainda.A data-base dos aposentados e pensionistas é 1º de janeiro.Q21469 ( Prova: CESPE . quando requerida até essa data ou até 90 dias depois dela.MPE-SE . Aposentadoria especial. ) .INSS .  ( ) Certo ( ) Errado 5 . no sistema RPPS-SE. de risco imprevisível.  e) doença contagiosa.INSS .A perda da condição de segurado não será considerada para a concessão da aposentadoria por idade. José não tem o direito de receber o adicional de 25% pago aos segurados que necessitam de assistência permanente.  b) A aposentadoria por invalidez é benefício de pagamento continuado. Marque a alternativa CORRETA:  a) todos os itens são corretos.Q48118 ( Prova: VUNESP . c) Aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-doença comum.2008 . o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data de requerimento do benefício.2009 .Q43068 ( Prova: FCC . Auxílio-acidente.E 2-E 3-C 4-E 5-A 6-D     1 .  e) É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da previdência social. Tomé poderá requerer a conversão do beneficio em aposentadoria por tempo de contribuição. 2 . ) Assinale a alternativa que contém os benefícios aos quais se aplica o fator previdenciário. no mínimo. a partir da data do desligamento do emprego. ) NÃO é devida a aposentadoria por Invalidez Permanente com salário integral. exceto pensão por morte ou auxílioacidente. III . ainda quando a incapacidade sobrevier por motivo de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão.  c) Aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-doença comum. decorrente da relação entre a atividade da empresa e a entidade mórbida motivadora da incapacidade.  a) Aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria por idade. Nessa situação.

Q83857 ( Prova: CESPE .  e) A aposentadoria por invalidez será concedida ao trabalhador doméstico. devido à recusa. O contribuinte individual que trabalha por conta própria. Rui não poderá receber imediatamente o benefício de aposentadoria por invalidez.  ( ) Certo ( ) Errado .2008 . Nessa situação. uma vez cumprida.  b) Aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez.Rui sofreu grave acidente que o deixou incapaz para o trabalho.2008 . ) Julgue os itens que se seguem.  c) A aposentadoria por invalidez. Aposentadoria por Invalidez.  ( ) Certo ( ) Errado 5 . De acordo com a jurisprudência do STF.  ( ) Certo ( ) Errado 4 . relativos ao regime geral de previdência social. Aposentadoria por tempo de contribuição.2010 . quando for o caso.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez. não faz jus à aposentadoria por tempo de contribuição. recusa-se a submeter-se a tratamento cirúrgico por meio do qual poderá recuperar sua capacidade laborativa.Receita Federal .DPE-BA .Q21468 ( Prova: CESPE . 6 . GABARITOS: 1 .Área Tributária e Aduaneira .Q38395 ( Prova: CESPE . julgue os itens que se seguem. sem relação de emprego.  ( ) Certo ( ) Errado 8 .  a) Aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria por idade. conforme exame médico pericial realizado pela previdência social. o beneficiário que recebe aposentadoria por tempo de contribuição do INSS e complementação de aposentadoria de entidade de previdência privada não tem interesse processual para ajuizar ação contra o INSS pleiteando a revisão de sua aposentadoria.Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. ) Julgue os itens que se seguem.Auditor Fiscal da Receita Federal . inclusive a decorrente de acidente do trabalho. reduzido em cinco anos o limite etário para os professores dos ensinos fundamental e médio.TCE-BA .INSS .  ( ) Certo ( ) Errado 9 . o benefício da aposentadoria por invalidez será cassado a partir da data desse retorno. estando ou não em gozo de auxíliodoença.  ( ) Certo ( ) Errado 3 . é incorreto afirmar:  a) A aposentadoria por invalidez não será concedida ao trabalhador avulso. com vistas à obtenção da aposentadoria por tempo de contribuição. Aposentadoria por idade. ele teria direito ao abono de permanência em serviço a contar da data do requerimento.Q21467 ( Prova: CESPE . Auxílio-acidente.  c) Aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-doença comum.INSS . for considerado incapaz. Nessa situação. ) Com relação à aposentadoria por invalidez. julgue o item a seguir.Procurador Federal / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.  ( ) Certo ( ) Errado 2 .  ( ) Certo ( ) Errado 7 .Q83047 ( Prova: CESPE .Q2933 ( Prova: ESAF .  b) A concessão de aposentadoria por invalidez dependerá da verifi cação da condição de incapacidade mediante exame médico-pericial a cargo da Previdência. Moacir terá seu benefício cancelado imediatamente.2005 .Procurador / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.benefício. não havendo qualquer condição de reabilitação.  d) A aposentadoria por invalidez.2010 . Nessa situação.  d) Aposentadoria do professor e auxílio-acidente. será devida ao segurado que. considerando a jurisprudência do STJ e a legislação acerca do regime geral de previdência social. Aposentadoria especial. Aposentadoria.Q83049 ( Prova: CESPE .Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.DETRAN-ES . Ao segurado homem garante-se a aposentadoria no regime geral de previdência social após trinta e cinco anos de contribuição e sessenta e cinco anos de idade.Q48118 ( Prova: VUNESP . a carência exigida.Prova 3 / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.AGU .2010 .Procurador / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social. aposentado por invalidez pelo regime geral de previdência social. prevista na Lei 8.2008 .E 2-A 3-D 4-C 5-C 6-E 7-C 8-E 9-A 1 . ) Em relação às disposições constitucionais aplicáveis à previdência social.2010 . ) Daniel.Q92826 ( Prova: CESPE . consistirá numa renda mensal correspondente a 100% (cem por cento) do saláriode.DPE-MS .2007 . aposentado por invalidez.213/91. ) Se um empregado de uma fábrica tivesse cumprido todos os requisitos para a aposentadoria por tempo de contribuição em setembro de 2009. retornou à sua atividade laboral voluntariamente. ) Assinale a alternativa que contém os benefícios aos quais se aplica o fator previdenciário. A prova exclusivamente testemunhal é insuficiente para a comprovação de atividade rurícola. ) Em relação aos benefícios de previdência social.Advogado / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. ) Moacir.TCE-BA . pois esta somente lhe será concedida após o período de doze meses relativo ao auxílio-doença que Rui já esteja recebendo.

2008 .  c) A pessoa jurídica de direito privado beneficente de assistência social que atenda aos requisitos legais e seja beneficiada pela isenção das contribuições previdenciárias fica desobrigada de arrecadar e recolher a contribuição do segurado empregado e do trabalhador avulso a seu serviço.TRT .  d) De 1%.INSS . haja vista a possibilidade de computar o tempo em sala de aula em quantidade superior ao efetivamente trabalhado. Nessa situação.2ª REGIÃO (SP) . Aposentadoria por tempo de contribuição.  ( ) Certo ( ) Errado 10 . e não repassadas aos cofres previdenciários devem ser restituídas antes do pagamento de qualquer crédito. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.Q63406 ( Prova: TRT 2R (SP) .Procurador / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social. ) Julgue os itens que se seguem. quando resolveu trabalhar na iniciativa privada. pelo falido. requereu sua aposentadoria por tempo de contribuição. assim como a parcela a seu cargo.TCE-BA . com auxílio de testemunhas.  b) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial e de 1%.  ( ) Certo ( ) Errado 8 . Leonardo poderá comprovar. a renda inicial da aposentadoria de Mário corresponderá à média aritmética simples dos salários-de-contribuição desde 1972.213. ) Com base na disciplina referente a arrecadação e recolhimento das contribuições previdenciárias. Firmino pode requerer o benefício integral de aposentadoria por tempo de contribuição.  ( ) Certo ( ) Errado 9 .2008 . Nessa situação. Consoante jurisprudência do STJ. ) Em se tratando de ação que tenha no pólo passivo uma entidade beneficente de assistência social.INSS . salvo durante o período da licença-maternidade da empregada doméstica.  e) O desconto da contribuição do segurado incidente sobre o valor bruto da gratificação natalina é devido quando do pagamento ou do crédito de cada parcela e deverá ser calculado em separado. ainda que trabalhista.213.Q21455 ( Prova: CESPE . Nessa situação. excluídos os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial.Parte I / Direito Previdenciário / Custeio. a mesma deve recolher a parcela previdenciária:  a) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial. assinale a opção correta. o tempo de serviço prestado por Renato em outro regime é contado como tempo de contribuição. ) Mário. ) Renato era servidor municipal vinculado a regime próprio de previdência social havia 16 anos. dada a natureza especial da prestação de serviço.C 2-E 3-E 4-E 5-A 6-E 7-C 8-E 9-C 10 . desde que haja a devida comprovação. e daqueles concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho. 2% ou 3% para o financiamento do beneficio previsto nos arts.2008 . certificada pelo ente público instituidor do regime próprio.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Salário-de-contribuição. Leonardo.  e) Nenhuma das anteriores.Q83048 ( Prova: CESPE . segurado inscrito na previdência social desde 1972. 3 .1ª REGIÃO (RJ) . 57 e 58 da Lei n° 8. o tempo trabalhado na empresa cujo prédio foi destruído.  a) A empresa é obrigada a recolher as contribuições a seu cargo incidentes sobre as remunerações pagas.Juiz / Direito Previdenciário / Custeio. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. multiplicada pelo fator previdenciário. ) Firmino foi professor do ensino fundamental durante vinte anos e trabalhou mais doze anos como gerente financeiro em uma empresa de exportação. situação evidenciada por meio de registro junto à autoridade policial que acompanhou os fatos.TRT . acordo ou convenção coletiva .  c) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial e os valores destinados ao sistema "S" (TERCEIROS). relativos ao regime geral de previdência social.2010 .Q60292 ( Prova: CESPE . devidas ou creditadas . é apresentada uma situação hipotética a respeito da aposentadoria por tempo de contribuição. de 24 de julho de 1991.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social.INSS .E 1 .Q21459 ( Prova: CESPE . cabendo ao contribuinte recolher a própria contribuição.7 . de 24 de julho de 1991.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição. excluindo-se as regras de transição.  d) A missão diplomática está excluída da obrigação de arrecadar a contribuição do contribuinte individual.Q21458 ( Prova: CESPE .2008 . e daqueles concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho e os valores destinados ao sistema "S" (TERCEIROS). segurado empregado.2010 .2009 .  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .Q21456 ( Prova: CESPE . advindo a condenação ao pagamento de verbas de natureza salarial.ao segurado contribuinte individual a seu serviço.INSS .a qualquer título. Nessa situação.  b) O empregador doméstico é obrigado a arrecadar a contribuição do segurado empregado doméstico a seu serviço e a recolhê-la. seguida de uma assertiva a ser julgada.  ( ) Certo ( ) Errado 2 . 2% ou 3% para o financiamento do beneficio previsto nos arts.Juiz . . em 1999. 57 e 58 da Lei n° 8. as contribuições previdenciárias descontadas dos salários dos empregados. ) Em cada um dos itens subseqüentes. trabalhou em uma empresa cujo prédio foi destruído por um incêndio na década de 80 do século XX. averbando esse período em pedido de aposentadoria por tempo de contribuição.

.Regional / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. ) No campo da responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social.  c) O construtor. o estado de necessidade. Sabendo que a solidariedade nunca é presumida.  c) A arrecadação e o recolhimento das contribuições podem ser feitos em qualquer momento.2004 . Prescrição e Decadência.Prova 2 / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. 8 .2005 . é apresentada uma situação hipotética acerca dos crimes contra a seguridade social. assinale a correta. é verdade afirmar que:  a) A responsabilidade solidária dos sócios comporta benefício de ordem. ) Na busca da efetiva arrecadação da contribuição social. 13 da Lei 8. as contribuições previdenciárias descontadas dos salários dos empregados.Receita Federal . seguida de uma assertiva a ser julgada de acordo com a legislação aplicável.Receita Federal .Polícia Federal . 135 do Código Tributário Nacional. não terá havido qualquer ilicitude a legitimar a persecução penal. e não repassadas aos cofres previdenciários devem ser restituídas antes do pagamento de qualquer crédito. relativos ao regime geral de previdência social.  b) A responsabilidade solidária não inclui os sócios das sociedades de responsabilidade limitada.620/93.  a) O proprietário.  e) O incorporador.2009 . advindo a condenação ao pagamento de verbas de natureza salarial.  e) A ação de cobrança do crédito tributário oriundo de contribuição social pode ser impetrada em qualquer momento.  ( ) Certo ( ) Errado 5 . ainda que trabalhista. a legislação previdenciária de custeio dispõe sobre a responsabilidade solidária.Auditor Fiscal da Receita Federal . Em razão de sérias dificuldades de ordem financeira. Retenção e Responsabilidade solidária. ao contrato social ou ao estatuto da empresa pelo sócio-gerente.  b) O fiscal de obras da prefeitura.Prova 2 / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. ) A arrecadação e o recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social constituem uma das principais tarefas de gestão tributária. permanecendo a responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social como subsidiária e regulada pelo art.  d) A empresa de comercialização de imóveis. Entre as assertivas a seguir indicadas.Q39505 ( Prova: CESPE . 6 .2009 . ) Julgue os itens que se seguem.Analista Tributário da Receita Federal . assinale a assertiva incorreta com relação às pessoas solidárias pelo cumprimento das obrigações para com a Seguridade Social decorrentes de obra.  a) Prazos de prescrição e decadência podem ser definidos em lei ordinária. possuir patrimônio mais do que suficiente para arcar com dívida. Nessa situação.Área Tributária e Aduaneira .Delegado de Polícia . é solidária e encontra respaldo no art. retroage para alcançar o patrimônio dos sócios para pagamentos anteriores à sua entrada em vigor.TRT . que exige a comprovação de que o não-recolhimento da exação decorreu de ato praticado com violação à lei. a mesma deve recolher a parcela previdenciária:  a) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial. decorrentes do descumprimento das obrigações previdenciárias.620/93 não trouxe inovação ao ordenamento jurídico vigente. Decadência e prescrição.620/93 e no art. pelo falido.Q2938 ( Prova: ESAF .Q63406 ( Prova: TRT 2R (SP) . em conseqüência. ) Em se tratando de ação que tenha no pólo passivo uma entidade beneficente de assistência social. resultando da lei ou da vontade das partes.  ( ) Certo ( ) Errado 2 .  d) Valores recolhidos pelo fisco antes do julgamento de recursos extraordinários que discutiam o prazo de prescrição deverão ser devolvidos se forem superiores ao prazo de 5 anos do lançamento. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. GABARITOS: 1 . Consoante jurisprudência do STJ.Procurador / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social.Q83048 ( Prova: CESPE .Q22565 ( Prova: ESAF .  b) O prazo decadencial das contribuições da seguridade social é de 5 anos. o proprietário de determinada empresa se viu obrigado a não recolher aos cofres previdenciários os recursos relativos às contribuições arrecadadas de seus empregados.Receita Federal .Prova 3 / Direito Previdenciário / Custeio.4 .Juiz / Direito Previdenciário / Custeio. ) Em cada um dos itens subseqüentes.2009 .TCE-BA .  c) A responsabilidade solidária dos sócios não fica limitada ao pagamento do débito da sociedade no período posterior à Lei 8. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. 124 do Código Tributário Nacional.2010 .Auditor Fiscal da Receita Federal .Q22427 ( Prova: ESAF . comprovadas as dificuldades insuperáveis que motivaram a conduta do empresário e. que. indiscutivelmente.  e) A Lei 8.C 2-E 3-D 4-C 5-B 6-B 8-D 1 . considerando a jurisprudência dos Tribunais Superiores sobre a legislação previdenciária de custeio. Sobre elas o tempo decorrido mostra-se importante.  d) A responsabilidade dos sócios por dívidas contraídas pela sociedade para com a Seguridade Social. pela relevância social do débito para com a Seguridade Social.2ª REGIÃO (SP) . Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. se a sociedade. causadas pelos desajustes da economia nacional.

) Em cada um dos itens subseqüentes. o proprietário de determinada empresa se viu obrigado a não recolher aos cofres previdenciários os recursos relativos às contribuições arrecadadas de seus empregados. é solidária e encontra respaldo no art. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social.  e) O incorporador.  d) A responsabilidade dos sócios por dívidas contraídas pela sociedade para com a Seguridade Social.Analista Tributário da Receita Federal .  e) O desconto da contribuição do segurado incidente sobre o valor bruto da gratificação natalina é devido quando do pagamento ou do crédito de cada parcela e deverá ser calculado em separado.Q22565 ( Prova: ESAF . e daqueles concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho e os valores destinados ao sistema "S" (TERCEIROS).  c) A responsabilidade solidária dos sócios não fica limitada ao pagamento do débito da sociedade no período posterior à Lei 8. o estado de necessidade.  ( ) Certo ( ) Errado 5 . Nessa situação. pela relevância social do débito para com a Seguridade Social.ao segurado contribuinte individual a seu serviço.  c) A pessoa jurídica de direito privado beneficente de assistência social que atenda aos requisitos legais e seja beneficiada pela isenção das contribuições previdenciárias fica desobrigada de arrecadar e recolher a contribuição do segurado empregado e do trabalhador avulso a seu serviço. ) A arrecadação e o recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social constituem uma das principais tarefas de gestão tributária. 57 e 58 da Lei n° 8. Retenção e Responsabilidade solidária. assim como a parcela a seu cargo. 4 .Área Tributária e Aduaneira . 3 . decorrentes do descumprimento das obrigações previdenciárias. devidas ou creditadas .Q60292 ( Prova: CESPE .  d) A missão diplomática está excluída da obrigação de arrecadar a contribuição do contribuinte individual. se a sociedade. é apresentada uma situação hipotética acerca dos crimes contra a seguridade social. de 24 de julho de 1991. ) Com base na disciplina referente a arrecadação e recolhimento das contribuições previdenciárias.213.  a) Prazos de prescrição e decadência podem ser definidos em lei ordinária. Prescrição e Decadência.Receita Federal .Polícia Federal . Sobre elas o tempo decorrido mostra-se importante. indiscutivelmente. d) De 1%. assinale a assertiva incorreta com relação às pessoas solidárias pelo cumprimento das obrigações para com a Seguridade Social decorrentes de obra. Entre as assertivas a seguir indicadas.1ª REGIÃO (RJ) .Prova 2 / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. retroage para alcançar o patrimônio dos sócios para pagamentos anteriores à sua entrada em vigor.Auditor Fiscal da Receita Federal .620/93. cabendo ao contribuinte recolher a própria contribuição. 13 da Lei 8. e) Nenhuma das anteriores.  d) Valores recolhidos pelo fisco antes do julgamento de recursos extraordinários que discutiam o prazo de prescrição deverão ser devolvidos se forem superiores ao prazo de 5 anos do lançamento. 124 do Código Tributário Nacional. 8 . é verdade afirmar que:  a) A responsabilidade solidária dos sócios comporta benefício de ordem.  c) O construtor. resultando da lei ou da vontade das partes.213.Q39505 ( Prova: CESPE .  c) A arrecadação e o recolhimento das contribuições podem ser feitos em qualquer momento. causadas pelos desajustes da economia nacional.  d) A empresa de comercialização de imóveis. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. que.a qualquer título. acordo ou convenção coletiva .2004 .Parte I / Direito Previdenciário / Custeio. Sabendo que a solidariedade nunca é presumida.  b) O prazo decadencial das contribuições da seguridade social é de 5 anos. 2% ou 3% para o financiamento do beneficio previsto nos arts. ) Na busca da efetiva arrecadação da contribuição social.  a) A empresa é obrigada a recolher as contribuições a seu cargo incidentes sobre as remunerações pagas. seguida de uma assertiva a ser julgada de acordo com a legislação aplicável. . salvo durante o período da licença-maternidade da empregada doméstica. considerando a jurisprudência dos Tribunais Superiores sobre a legislação previdenciária de custeio.    b) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial e de 1%. assinale a correta.2009 . Decadência e prescrição.2010 . assinale a opção correta. 6 .Juiz . ) No campo da responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social.Prova 3 / Direito Previdenciário / Custeio. em conseqüência.Auditor Fiscal da Receita Federal .Regional / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social.Prova 2 / Direito Previdenciário / Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social.620/93 e no art.  e) A ação de cobrança do crédito tributário oriundo de contribuição social pode ser impetrada em qualquer momento.2005 . comprovadas as dificuldades insuperáveis que motivaram a conduta do empresário e. 2% ou 3% para o financiamento do beneficio previsto nos arts. c) De vinte por cento sobre o total das parcelas de natureza salarial e os valores destinados ao sistema "S" (TERCEIROS).  b) A responsabilidade solidária não inclui os sócios das sociedades de responsabilidade limitada.Q2938 ( Prova: ESAF . 57 e 58 da Lei n° 8.Receita Federal .TRT . possuir patrimônio mais do que suficiente para arcar com dívida. de 24 de julho de 1991. não terá havido qualquer ilicitude a legitimar a persecução penal. Em razão de sérias dificuldades de ordem financeira. e daqueles concedidos em razão do grau de incidência de incapacidade laborativa decorrente dos riscos ambientais do trabalho. a legislação previdenciária de custeio dispõe sobre a responsabilidade solidária.Delegado de Polícia .2009 .Q22427 ( Prova: ESAF .Receita Federal .  a) O proprietário.  b) O empregador doméstico é obrigado a arrecadar a contribuição do segurado empregado doméstico a seu serviço e a recolhê-la.  b) O fiscal de obras da prefeitura. excluídos os adiantamentos decorrentes de reajuste salarial.

D 1 .Q85012 ( Prova: TRT 2R (SP) . julgue os itens que se seguem. III e IV. Entretanto. julgue os itens que se seguem. na formulação das políticas e no controle das ações em todos os níveis é uma das diretrizes de organização das ações governamentais na área da assistência social. à infância.Q3877 ( Prova: FCC . O empregado incapacitado temporariamente para o trabalho em razão de acidente do trabalho faz jus ao auxílio-acidente. ) Considere as seguintes assertivas a respeito da assistência social: I.  b) É legítima a incidência de contribuição previdenciária sobre o 13º salário.2007 . III e IV.Q99656 ( Prova: CESPE .TRT . II.º dia do afastamento das atividades. que exige a comprovação de que o não-recolhimento da exação decorreu de ato praticado com violação à lei.  ( ) Certo ( ) Errado 2 . É facultado aos Estados e ao Distrito Federal vincular a programa de apoio à inclusão e promoção social até três décimos por cento de sua receita tributária líquida.2008 .Defensor Público / Direito Previdenciário / Assistência social:.C 5 . ) Em relação aos benefícios do RGPS.PGM-RR . por meio de organizações representativas. ) Em relação ao direito previdenciário. à adolescência. independentemente de contribuição à seguridade social.  d) II. compete aos municípios atender às ações assistenciais de caráter emergencial e efetuar o pagamento do auxílio-natalidade e do auxílio-funeral. ainda que a convenção coletiva de trabalho estipule o pagamento de remuneração específica para essa atividade.  c) Para efeito de aposentadoria especial de professores não se computa o tempo de serviço prestado fora da sala de aula.Q38386 ( Prova: CESPE . independentemente de contribuição à seguridade social. ) Em relação ao direito previdenciário. Saláriomaternidade. De acordo com a Constituição Federal brasileira.C 2 .C 3 . relativos às legislações previdenciária e da seguridade social. GABARITOS: 1 . A concessão dos benefícios de pensão por morte.  c) I.DPU .B 8 .prova 1 / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente.Q99663 ( Prova: CESPE . independentemente da mãe biológica ter recebido o mesmo benefício quando do nascimento da criança.D 4 . GABARITOS: 1 . independentemente da contribuição à seguridade social.2007 . No que tange à organização da assistência social. acerca do conceito.PGE-ES . A participação da população. A assistência social será prestada a quem dela necessitar. permanecendo a responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social como subsidiária e regulada pelo art.620/93 não trouxe inovação ao ordenamento jurídico vigente. Pensão por morte.C 4 . à maternidade. IV. Assistência social é a política social que provê o atendimento das necessidades básicas. ) Julgue os itens a seguir. está correto o que se afirma APENAS em  a) I.2ª REGIÃO (SP) .  ( ) Certo ( ) Errado 4 . da organização e dos princípios da seguridade social. A assistência social será prestada a quem dela necessitar.  ( ) Certo ( ) Errado 3 .B 6 . salário-família e auxílio-acidente independe de carência.  ( ) Certo ( ) Errado 2 .E 2 . há exigência de contribuição social.  b) I. no tocante à garantia de um salário mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção ou de tê-la provida por sua família. II e III. É vedada a aplicação dos recursos de programa de apoio à inclusão e promoção social dos Estados e do Distrito Federal no pagamento de despesas com pessoal e encargos sociais.  .e) A Lei 8.Procurador de Estado / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente.Juiz .2007 . auxílio-reclusão. observado o limite máximo de dez anos de idade.2010 . 135 do Código Tributário Nacional. Saláriofamília. ) Aponte a afirmativa incorreta:  a) O salário maternidade é devido à segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para adoção de criança.DPU . Auxílio-acidente.Procurador Federal / Direito Previdenciário / Assistência social:. à velhice e à pessoa portadora de deficiência.Analista Judiciário .B 1 .E 3 .Q67807 ( Prova: CESPE .  ( ) Certo ( ) Errado 3 .Q98571 ( Prova: CESPE . ao contrato social ou ao estatuto da empresa pelo sócio-gerente.  e) II e IV.2007 .AGU .Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.2010 . traduzidas em proteção à família. ) Julgue os itens a seguir. III. nunca inferior ao valor do salário mínimo. no percentual correspondente a 91% do salário-de-benefício. a partir do 16.Área Judiciária / Direito Previdenciário / Assistência social:.Procurador Municipal / Direito Previdenciário / Assistência social:.TRF-3R . II e IV. julgue os seguintes itens.

 d) Quando o acidentado não se afastar do trabalho no dia do acidente.d) O salário maternidade para a segurada empregada consiste numa renda mensal igual à sua remuneração integral e será pago pela empresa.Q48118 ( Prova: VUNESP .  c) O auxílio-doença será devido durante o curso de reclamação trabalhista relacionada com a rescisão do contrato de trabalho.AGU .Defensor Público / Direito Previdenciário / Aposentadoria por tempo de contribuição.  c) Aposentadoria por tempo de contribuição e auxílio-doença comum. julgue os itens subsequentes. resultar.TRT . Todavia. pois a lei exige causa única para sua concessão.Juiz .DPE-MS . em decorrência do seguro de acidente de trabalho pago pelo empregador. ainda que não superior a quinze dias. Suponha que Marcos adquiriu enfermidade em função de condições especiais em que seu trabalho é executado e com ele se relaciona diretamente.  e) fará jus ao benefício.CETESB . somente proporcionará a concessão do auxílio-acidente quando.  c) O empregado doméstico e o contribuinte individual também fazem jus ao auxílio-acidente. julgue os itens que se seguem. além do reconhecimento do nexo entre o trabalho e o agravo.1ª Prova .  c) não fará jus ao benefício. desde que implementadas as condições mínimas para a concessão do benefício.Q31426 ( Prova: INSTITUTO CIDADES . não exclui a responsabilidade civil do empregador de pagar pensão à vítima do acidente ou a seus dependentes pelo mesmo evento. ) Em relação aos benefícios de previdência social. o auxílio-doença acidentário e a pensão por morte.  ( ) Certo ( ) Errado 9 . no caso dos demais segurados. e o trabalhador deve ter qualidade de segurado e comprovar a impossibilidade de continuar desempenhando suas atividades.Q38396 ( Prova: CESPE . ) Um acidente ligado ao trabalho. o direito que lhe será garantido é:  a) o benefício é assegurado somente se ocorrer a morte do segurado.2008 . Auxílio-acidente.  b) não terá direito ao benefício. comprovadamente. é caracterizado como acidente de trabalho. ou após a decisão final. ) Julgue os itens que se seguem. contribui diretamente para a redução da capacidade laboral do segurado. considerando a legislação acidentária de regência.Q34725 ( Prova: CESPE .Recursos Humanos .2008 .1ª REGIÃO (RJ) . na redução ou perda da capacidade para o trabalho que o segurado habitualmente exercia.  a) Aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria por idade. por meio de exame da perícia médica da Previdência Social.2007 .Juiz .2006 . 5 .  d) fará jus ao beneficio somente se a redução da capacidade decorrer de doença degenerativa.Analista . cuja renda mensal é assegurada aos empregados acidentados a partir da data do retorno ao trabalho.  e) O pagamento de indenização do acidente de trabalho pela Previdência Social.2010 . que tratam de legislação previdenciária. O contribuinte individual e o empregado doméstico não fazem jus ao benefício de auxílio-acidente.  e) A perda da audição. 7 .  ( ) Certo ( ) Errado 8 . caso cumpram os requisitos de elegibilidade para esse benefício. Para concessão do auxílio-acidente é exigido tempo mínimo de contribuição.Advogado / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente. Auxílio-acidente. os quinze dias de responsabilidade da empresa pela sua remuneração integral são contados a partir da data do afastamento.Q73928 ( Prova: VUNESP . Acidentes do Trabalho. Aposentadoria por idade.  d) O auxílio-acidente depende de prévia caracterização do acidente do trabalho pela perícia médica da Previdência Social. Neste caso.Médico do Trabalho / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente.2009 .  d) Aposentadoria do professor e auxílio-acidente.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.  b) Aposentadoria especial e aposentadoria por invalidez.9ª REGIÃO (PR) . marque a alternativa incorreta:  a) São prestações previdenciárias decorrentes de acidente de trabalho o auxílio-acidente. Nessa situação. uma vez que o trabalhador não usou equipamentos de segurança. ) Assinale a resposta incorreta:  a) O auxílio-doença é devido a contar do décimo sexto dia do afastamento da atividade para o segurado empregado e.Serviço Social / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente.1ª Etapa / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente.TRT .BRB .2010 . em qualquer grau. este é devido a contar da data da entrada do requerimento.1ª Fase . sua enfermidade não consta da relação elaborada pelo órgão competente. Aposentadoria por Invalidez.Q55513 ( Prova: FAE . a aposentadoria por invalidez.  . efetivando-se a compensação quando do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários. Aposentadoria especial. pois a lei equipara este caso ao acidente de trabalho.BRB . a contar da data do início da incapacidade e enquanto ele permanecer incapaz. ) Assinale a alternativa que contém os benefícios aos quais se aplica o fator previdenciário.Procurador Federal / Direito Previdenciário / Auxílio-acidente. 6 . embora não seja a causa única.  b) Quando o segurado requerer o auxílio-doença após o trigésimo dia do afastamento da atividade. para exame pela fiscalização da Previdência Social 10 . ) No que concerne ao Regime de Previdência Complementar.Q30833 ( Prova: CESPE . a Previdência Social deve considerar essa enfermidade um acidente de trabalho.  e) A empresa conservará durante 20 (vinte) anos os comprovantes dos pagamentos e as cópias das certidões correspondentes.  b) O afastamento do empregado por motivo de acidente durante a execução do seu trabalho.Educação Ambiental . 4 . ) Sobre a disciplina do acidente de trabalho.

Q99663 ( Prova: CESPE . e trabalhou até 10 de maio de 2008. decorrente da mesma doença. por nove anos ininterruptos até 15 de janeiro de 2006 e depois ficou desempregado.2011 . o Fundo de Previdência fcará desobrigado ao pagamento relativo aos primeiros 15 (quinze) dias.  ( ) Certo ( ) Errado 4 . ele não conseguiu imediatamente recolocação no mercado de trabalho nem sequer providenciou o recolhimento de contribuições como facultativo.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. O beneficio de auxílio-doença corresponderá à media aritmética dos 3(três) últimos anos da remuneração do cargo efetivo.2007 . sofreu um atropelamento que a incapacitou temporariamente para o trabalho. Considere que Albertina tenha trabalhado como empregada da empresa FC Máquinas Ltda.Q99662 ( Prova: CESPE . e será devido a partr do 17º dia do afastamento. Assinale a alternatva correta:  a) a alternativa I e V são verdadeiras  b) a alternativa III. auxílio-reclusão.  d) deverá ser concedido auxílio-doença e mantida a concessão indefinidamente em razão de inexistência de incapacidade para qualquer atividade..  ( ) Certo ( ) Errado 5 . 6 . II. consistirá numa renda mensal correspondente a  a) 100% do salário-de-benefício.NOSSA CAIXA DESENVOLVIMENTO .º 30\01.2011 . Pensão por morte. 2 .Juiz / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.  c) 85% do salário-de-benefício. . vinculado ao Regime Geral de Previdência Social. ficou incapacitado para o trabalho e requereu auxílio-doença ao INSS.O auxílio-doença será devido ao segurado que. salário-família e auxílio-acidente independe de carência. ) Na hipótese de segurado do Regime Geral de Previdência Social exercer duas atividades e resultar totalmente incapacitado. inclusive o decorrente de acidente do trabalho. quando.C GABARITOS: 1 . ou . em junho/2006.DPU .  d) 91% do salário-de-benefício.2010 .TRF . o cálculo será realizado conforme a média do tempo de contribuição do servidor. IV . em regra. Ainda desempregada.DPE-AM .Prova vespertina / Direito Previdenciário / Auxíliodoença. quando foi demitida.4ª REGIÃO .E 1 .4ª REGIÃO . ) João trabalhou como empregado de Armarinhos Silva Ltda. passando a receber regularmente o seguro-desemprego pelo prazo legal. durante o período de junho/1992 a dezembro/2003. V . IV e V são verdadeiras  c) a alternatva II e IV são verdadeiras  d) Somente a alternativa III é correta  e) Somente as alternativas IV e V estão corretas 3 .2011 .para a concessão do beneficio de auxílio-doença é necessário o cumprimento da carência de 12(doze) contribuições mensais. ) No que concerne ao beneficio de auxílio-doença previsto na Lei Complementar Estadual n. para uma delas e permanecer capaz para a outra:  a) deverá ser concedido auxílio-doença que cessará após cinco anos. Saláriofamília.TCE-MT . confirmada a incapacidade definitiva. exceto o decorrente de acidente do trabalho.Auditor Público Externo . sendo dispensada nos casos de acidente de qualquer natureza. Analise a situação acima à luz da legislação de regência e assinale a alternativa correta.acaso o servidor não conte tal lapso temporal. Albertina não terá direito ao recebimento de auxílio-doença porque já perdeu a qualidade de segurada. em razão de problema de saúde. julgue os itens que se seguem. Cessado o pagamento do seguro-desemprego.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. o auxílio-doença. julgue os itens abaixo: I .Advogado / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. ) Em relação ao direito previdenciário.  c) não deverá ser concedido benefício algum em razão da capacidade para a outra atividade. Em 20 de fevereiro de 2008. em definitivo. Auxílio-acidente.Q200319 ( Prova: FMP-RS . João conseguiu emprego novamente junto a Açougue Sabor da Carne Ltda.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.213/91.O beneficio de auxílio-doença não será devido ao segurado cuja causa de afastamento das atividades seja decorrente de doença pré-existente ao ingresso no serviço público estadual.Q96207 ( Prova: TRF .  e) deverá ser concedido auxílio-acidente.2007 . ficar incapacitado para o desempenho das atribuições do cargo efetivo de que é titular por mais de 16 (dezesseis) dias consecutivos. em decorrência de doença ou acidente em serviço. ) A concessão dos benefícios de pensão por morte.Q98821 ( Prova: FCC . exceto o decorrente de acidente do trabalho.  e) 91% do salário-de-benefício. ser substituído por aposentadoria por invalidez. exceto o decorrente de acidente do trabalho. inclusive o decorrente de acidente do trabalho.Se concedido novo beneficio de auxílio-doença. ) De acordo com a Lei no 8.  b) 100% do salário-de-benefício. ( ) Certo ( ) Errado 2-C 3-A 4-E 5-C 6-A 7-C 8-E 9-E 10 . III . Nessa situação.Q200595 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .  b) deverá ser concedido auxílio-doença inicialmente e.DPU .

o que viabilizava a concessão de auxílio-doença. sem exigibilidade de período de carência. Benefícios. Auxílio-reclusão. tinha direito ao auxílio-doença.  b) Não será devido auxílio-doença ao segurado que se filiar ao Regime Geral de Previdência Social já portador de doença ou lesão invocada como causa para a concessão do benefício. isso em razão do número de contribuições que recolheu até 15 de janeiro de 2006 sem interrupção que acarretasse a perda dessa condição.2009 .2ª REGIÃO (SP) .Serviço Social / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. ) De acordo com o Regime Geral de Previdência Social.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Custeio. Princípios Constitucionais da Seguridade Social. e) Quando João voltou a trabalhar.prova 1 / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial.Q85013 ( Prova: TRT 2R (SP) . para a concessão de auxílio-doença. consecutivos ou não.8ª Região (PA e AP) .1ª etapa / Direito Previdenciário / Auxíliodoença.     a) Quando João voltou a trabalhar.  c) Para fazer jus à aposentadoria especial o segurado deverá comprovar a efetiva exposição aos agentes nocivos físicos. que fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual. distributividade e especificidade dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. pelo período equivalente ao exigido para a concessão do benefício.  a) Conforme a jurisprudência do STF. não se justificando tratamento específico em virtude das variações da atividade econômica ou das condições estruturais do mercado de trabalho. c) João ainda detinha a condição de segurado em 20 de fevereiro de 2008. criada por lei complementar.  b) 06 contribuições mensais  c) 15 meses subsequentes. no mínimo. irredutibilidade do valor dos benefícios.. em se tratando de auxílio-reclusão. o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data do requerimento do benefício. ) É correto afirmar. 9 .  d) As contribuições sociais devidas por empregadores. seja qual for o motivo gerador da incapacidade para o trabalho. mediante gestão tripartite. .  d) 18 meses subsequentes. químicos. assim como o que dispõe a CF e a legislação previdenciária. vinte ou vinte e cinco anos conforme dispuser a lei.Prova 1 .213/91.Q73926 ( Prova: VUNESP .Juiz .  c) De acordo com a jurisprudência do STF. nos termos da CF. pois não preenchia a carência exigida pela Lei 8. 7 .Recursos Humanos . desde que o segurado conte com.  b) Consoante a jurisprudência do STJ.  b) É devido ao segurado que fica incapacitado para o trabalho.  e) Entre os princípios da previdência social enumerados na CF incluem-se a universalidade da cobertura e do atendimento. pois cumprida a carência exigida. 10 . a contribuição nova para o financiamento da seguridade social.Juiz . mas. quando voltou a trabalhar. a saber: quinze. por qualquer período. assinale a opção correta.  d) A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão das aposentadorias por tempo de contribuição e especial. de acordo com os critérios de estigma.TRT . Auxílio-doença.Q60844 ( Prova: CESPE .2010 . a uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. e a descentralização. que não poderá ser restabelecido se houver recaptura do segurado. deformação. biológicos ou associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física. mutilação.Q56296 ( Prova: TRT 8R .Educação Ambiental . deficiência ou outro fator que lhe confira especificidade e gravidade que mereçam tratamento particularizado. 8 .Analista . diversidade da base de financiamento. quando ficou doente. b) Mesmo que João houvesse perdido a condição de segurado após deixar o emprego junto à empresa Armarinhos Silva Ltda. no caso de fuga do preso ocorre a perda do direito ao recebimento do benefício pelos seus dependentes. ele não detinha mais a condição de segurado. ) Aponte a afirmativa correta:  a) O auxilio-reclusão é devido apenas durante o período em que o segurado estiver recolhido à prisão sob regime fechado ou semi-aberto.  e) Compete ao Poder Público organizar a seguridade social com base nos objetivos de: universalidade da cobertura e do atendimento. em 20 de fevereiro de 2008. com relação ao benefício do auxílio-doença:  a) É devido a qualquer segurado. ainda assim. pois cumprida a carência exigida. Jurisprudência. em 20 de fevereiro de 2008.MPE-ES .CETESB . com direção única em cada esfera de governo. empresas e entidades a elas equiparadas na forma da lei somente poderão ter alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas em razão do porte da empresa ou da utilização intensiva de mão de obra. pode ter a mesma base de cálculo de imposto já existente. equidade na forma de participação no custeio. benefício previdenciário concedido para os dependentes dos segurados de baixa renda. ele ainda detinha a condição de segurado.TRT . o trabalhador tem que contribuir por um período mínimo de  a) 12 contribuições mensais. o que não ocorreu. seletividade. a renda a ser observada para a concessão é a dos dependentes e não a do segurado recolhido à prisão. Auxílio-doença. por mais de 15 (quinze) dias. teria ele direito à concessão de auxílio-doença em maio de 2008. é devida a incidência da contribuição previdenciária sobre os valores pagos pela empresa ao segurado empregado durante os quinze primeiros dias que antecedem a concessão de auxílio-doença.2005 . caráter democrático e descentralizado da administração. mas não tinha direito à concessão de auxílio-doença quando ficou doente. ou para a sua atividade habitual. ) Considerando a jurisprudência do STF e do STJ. d) João somente faria jus à concessão do auxílio-doença requerido no caso de ter sofrido acidente de qualquer natureza ou causa ou de ter sido acometido de doença profissional ou do trabalho ou de alguma das doenças e afecções especificadas em lista elaborada pelos Ministérios da Saúde e do Trabalho e da Previdência Social.  e) 03 meses alternados.2010 .

inclusive o decorrente de acidente do trabalho.  ( ) Certo ( ) Errado 4 .TRF . para uma delas e permanecer capaz para a outra:  a) deverá ser concedido auxílio-doença que cessará após cinco anos. d) É devido ao segurado que. Assinale a alternatva correta:  a) a alternativa I e V são verdadeiras  b) a alternativa III.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.  d) deverá ser concedido auxílio-doença e mantida a concessão indefinidamente em razão de inexistência de incapacidade para qualquer atividade. fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual. II.DPU . Albertina não terá direito ao recebimento de auxílio-doença porque já perdeu a qualidade de segurada.  d) 91% do salário-de-benefício. por mais de 45 (quarenta e cinco) dias consecutivos. consistirá numa renda mensal correspondente a  a) 100% do salário-de-benefício. ser substituído por aposentadoria por invalidez.Q99663 ( Prova: CESPE . Auxílio-acidente. vinculado ao Regime Geral de Previdência Social. não poderá ser considerado pela empresa como licenciado.2011 . confirmada a incapacidade definitiva. independentemente de carência. Saláriofamília. ) Em relação ao direito previdenciário.Q96207 ( Prova: TRF .  b) deverá ser concedido auxílio-doença inicialmente e.Q200319 ( Prova: FMP-RS .Q99662 ( Prova: CESPE . auxílio-reclusão.para a concessão do beneficio de auxílio-doença é necessário o cumprimento da carência de 12(doze) contribuições mensais. Pensão por morte. ficar incapacitado para o desempenho das atribuições do cargo efetivo de que é titular por mais de 16 (dezesseis) dias consecutivos.   c) É devido ao segurado obrigatório ou facultativo.  c) 85% do salário-de-benefício. salário-família e auxílio-acidente independe de carência.O beneficio de auxílio-doença não será devido ao segurado cuja causa de afastamento das atividades seja decorrente de doença pré-existente ao ingresso no serviço público estadual. em definitivo.C GABARITOS: 1 . sendo dispensada nos casos de acidente de qualquer natureza.  c) não deverá ser concedido benefício algum em razão da capacidade para a outra atividade.O auxílio-doença será devido ao segurado que. por mais de 15 (quinze) dias consecutivos. exceto o decorrente de acidente do trabalho. não tendo cumprido o período de carência exigida. que fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual.D 1 . o auxílio-doença.2011 . julgue os itens abaixo: I . 6 . em junho/2006. por nove anos ininterruptos até 15 de janeiro de 2006 e depois ficou desempregado.DPU . ) Na hipótese de segurado do Regime Geral de Previdência Social exercer duas atividades e resultar totalmente incapacitado. sofreu um atropelamento que a incapacitou temporariamente para o trabalho. IV .Auditor Público Externo .Q98821 ( Prova: FCC . O beneficio de auxílio-doença corresponderá à media aritmética dos 3(três) últimos anos da remuneração do cargo efetivo.2010 . 2 .213/91. passando a receber regularmente o seguro-desemprego pelo prazo .  ( ) Certo ( ) Errado 5 . o Fundo de Previdência fcará desobrigado ao pagamento relativo aos primeiros 15 (quinze) dias.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. decorrente da mesma doença.Advogado / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. exceto o decorrente de acidente do trabalho.DPE-AM . o cálculo será realizado conforme a média do tempo de contribuição do servidor. Considere que Albertina tenha trabalhado como empregada da empresa FC Máquinas Ltda. ) De acordo com a Lei no 8. durante o período de junho/1992 a dezembro/2003. em gozo de auxílio-doença.  e) deverá ser concedido auxílio-acidente.  e) 91% do salário-de-benefício. Ainda desempregada. Nessa situação.4ª REGIÃO . inclusive o decorrente de acidente do trabalho. 2-B 3-E 4-C 5-E 6-B 7-C 8-A 9-C 10 . quando sofrer acidente de qualquer natureza. ) No que concerne ao beneficio de auxílio-doença previsto na Lei Complementar Estadual n.Prova vespertina / Direito Previdenciário / Auxíliodoença.2007 .Juiz / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.4ª REGIÃO . e) O segurado empregado. quando foi demitida.TCE-MT .º 30\01. V . em decorrência de doença ou acidente em serviço. ou . em regra.Q200595 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .2007 . III .Se concedido novo beneficio de auxílio-doença.NOSSA CAIXA DESENVOLVIMENTO . ) A concessão dos benefícios de pensão por morte.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. e será devido a partr do 17º dia do afastamento.acaso o servidor não conte tal lapso temporal. ) João trabalhou como empregado de Armarinhos Silva Ltda..2011 . IV e V são verdadeiras  c) a alternatva II e IV são verdadeiras  d) Somente a alternativa III é correta  e) Somente as alternativas IV e V estão corretas 3 .  b) 100% do salário-de-benefício. exceto o decorrente de acidente do trabalho. julgue os itens que se seguem.

) Considerando a jurisprudência do STF e do STJ. ele não conseguiu imediatamente recolocação no mercado de trabalho nem sequer providenciou o recolhimento de contribuições como facultativo.  e) Quando João voltou a trabalhar. 9 . caráter democrático e descentralizado da administração.2005 .  d) A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão das aposentadorias por tempo de contribuição e especial. ele não detinha mais a condição de segurado. pois cumprida a carência exigida. para a concessão de auxílio-doença.  c) De acordo com a jurisprudência do STF.Q85013 ( Prova: TRT 2R (SP) . pois não preenchia a carência exigida pela Lei 8. pois cumprida a carência exigida.Educação Ambiental . com direção única em cada esfera de governo.  b) Mesmo que João houvesse perdido a condição de segurado após deixar o emprego junto à empresa Armarinhos Silva Ltda.  c) Para fazer jus à aposentadoria especial o segurado deverá comprovar a efetiva exposição aos agentes nocivos físicos. tinha direito ao auxílio-doença.2010 . Benefícios.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Custeio. assinale a opção correta. irredutibilidade do valor dos benefícios. ainda assim.  d) As contribuições sociais devidas por empregadores. distributividade e especificidade dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. ) De acordo com o Regime Geral de Previdência Social. seja qual for o motivo gerador da incapacidade para o trabalho.  b) Consoante a jurisprudência do STJ. mediante gestão tripartite. em razão de problema de saúde.MPE-ES .Juiz .  a) Conforme a jurisprudência do STF. Auxílio-doença.. ele ainda detinha a condição de segurado. em 20 de fevereiro de 2008.CETESB .  a) Quando João voltou a trabalhar. com relação ao benefício do auxílio-doença: . isso em razão do número de contribuições que recolheu até 15 de janeiro de 2006 sem interrupção que acarretasse a perda dessa condição. químicos. benefício previdenciário concedido para os dependentes dos segurados de baixa renda.Prova 1 .  b) Não será devido auxílio-doença ao segurado que se filiar ao Regime Geral de Previdência Social já portador de doença ou lesão invocada como causa para a concessão do benefício.  e) Compete ao Poder Público organizar a seguridade social com base nos objetivos de: universalidade da cobertura e do atendimento.  c) João ainda detinha a condição de segurado em 20 de fevereiro de 2008. e a descentralização.Analista . Cessado o pagamento do seguro-desemprego. deformação. em 20 de fevereiro de 2008. quando. Princípios Constitucionais da Seguridade Social. ficou incapacitado para o trabalho e requereu auxílio-doença ao INSS.  d) João somente faria jus à concessão do auxílio-doença requerido no caso de ter sofrido acidente de qualquer natureza ou causa ou de ter sido acometido de doença profissional ou do trabalho ou de alguma das doenças e afecções especificadas em lista elaborada pelos Ministérios da Saúde e do Trabalho e da Previdência Social. o que viabilizava a concessão de auxílio-doença. no mínimo. pelo período equivalente ao exigido para a concessão do benefício.  b) 06 contribuições mensais  c) 15 meses subsequentes. quando voltou a trabalhar.Q73926 ( Prova: VUNESP . a saber: quinze.1ª etapa / Direito Previdenciário / Auxíliodoença. em se tratando de auxílio-reclusão.  e) 03 meses alternados.TRT . a contribuição nova para o financiamento da seguridade social. deficiência ou outro fator que lhe confira especificidade e gravidade que mereçam tratamento particularizado. é devida a incidência da contribuição previdenciária sobre os valores pagos pela empresa ao segurado empregado durante os quinze primeiros dias que antecedem a concessão de auxílio-doença.2009 . quando ficou doente.legal. e trabalhou até 10 de maio de 2008.8ª Região (PA e AP) . o trabalhador tem que contribuir por um período mínimo de  a) 12 contribuições mensais. ) É correto afirmar.Juiz .Q56296 ( Prova: TRT 8R . empresas e entidades a elas equiparadas na forma da lei somente poderão ter alíquotas ou bases de cálculo diferenciadas em razão do porte da empresa ou da utilização intensiva de mão de obra. Em 20 de fevereiro de 2008.Recursos Humanos . Auxílio-reclusão. seletividade.prova 1 / Direito Previdenciário / Aposentadoria especial. não se justificando tratamento específico em virtude das variações da atividade econômica ou das condições estruturais do mercado de trabalho. 10 . Jurisprudência. pode ter a mesma base de cálculo de imposto já existente. mas. desde que o segurado conte com. diversidade da base de financiamento. assim como o que dispõe a CF e a legislação previdenciária.213/91.  e) Entre os princípios da previdência social enumerados na CF incluem-se a universalidade da cobertura e do atendimento. 7 . vinte ou vinte e cinco anos conforme dispuser a lei. a renda a ser observada para a concessão é a dos dependentes e não a do segurado recolhido à prisão.Q60844 ( Prova: CESPE . Analise a situação acima à luz da legislação de regência e assinale a alternativa correta.  d) 18 meses subsequentes. criada por lei complementar.TRT . que não poderá ser restabelecido se houver recaptura do segurado. o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data do requerimento do benefício. a uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. teria ele direito à concessão de auxílio-doença em maio de 2008. João conseguiu emprego novamente junto a Açougue Sabor da Carne Ltda. de acordo com os critérios de estigma. mas não tinha direito à concessão de auxílio-doença quando ficou doente. nos termos da CF. Auxílio-doença. equidade na forma de participação no custeio.2010 .2ª REGIÃO (SP) .Serviço Social / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. o que não ocorreu. 8 . ) Aponte a afirmativa correta:  a) O auxilio-reclusão é devido apenas durante o período em que o segurado estiver recolhido à prisão sob regime fechado ou semi-aberto. no caso de fuga do preso ocorre a perda do direito ao recebimento do benefício pelos seus dependentes. biológicos ou associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física. mutilação.

a renda a ser observada para a concessão é a dos dependentes e não a do segurado recolhido à prisão. nos termos da CF. Princípios Constitucionais da Seguridade Social.C 5 . que fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual. benefício previdenciário concedido para os dependentes dos segurados de baixa renda. d) É devido ao segurado que. em gozo de auxílio-doença. IV. exceto se esta se deu em decorrência do cometimento de crime hediondo.  d) A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão das aposentadorias por tempo de contribuição e especial. Jurisprudência. por mais de 15 (quinze) dias consecutivos. o benefcio será restabelecido a contar daquela data.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão.B 7 . ) Considere que Silvano seja segurado não-aposentado da previdência social e tenha sido condenado pela prática de crime que determinou o início do cumprimento da pena em regime fechado. sendo obrigatória a apresentação periódica de declaração de permanência do segurado na situação de preso.E 6 . Auxílio-reclusão.19 (quinhentos e oitenta e seis reais e dezenove centavos). os quais deverão instruir o pedido com certidões comprobatórias do efetivo recolhimento do segurado à prisão e da inexistência de percepção de remuneração e será rateado em cotas-partes iguais entre os dependentes do segurado.DPU .A 9 . em se tratando de auxílio-reclusão.E 4 .Q83852 ( Prova: CESPE . como parâmetro para a concessão do benefício de auxílio-reclusão. ) No que concerne ao beneficio de auxílio-reclusão previsto na Lei Complementar Estadual n. sem exigibilidade de período de carência. e não. independentemente de carência.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. a contribuição nova para o financiamento da seguridade social.DPE-AM . assinale a opção correta.Q200594 ( Prova: INSTITUTO CIDADES . Nessa situação. O pagamento do auxílio-reclusão cessa a partir do dia imediato àquele em que o servidor for posto em liberdade.B 3 . por qualquer período. julgue os itens que se seguem.  a) Conforme a jurisprudência do STF. por mais de 15 (quinze) dias. não poderá ser considerado pela empresa como licenciado.C 10 . julgue o item subsecutivo. por mais de 45 (quarenta e cinco) dias consecutivos. quando sofrer acidente de qualquer natureza. .  ( ) Certo ( ) Errado 5 .2010 . ainda que condicional. O auxílio-reclusão será devido.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão.2011 . ) Em relação ao direito previdenciário. criada por lei complementar.  ( ) Certo ( ) Errado 3 . não tendo cumprido o período de carência exigida. que percebia remuneração igual ou inferior a R$ 586. ou do trânsito em julgado de sentença condenatória de que resulte a perda do cargo.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Custeio. Segundo a jurisprudência do STF. valor este a ser corrigido pelos mesmos índices aplicados aos beneficios do Regime Geral de Previdência.2007 .     a) É devido a qualquer segurado. Eventual fuga da prisão implicará na suspensão do beneficio. ) Considerando a jurisprudência do STF e do STJ.2007 . Benefícios. a de seus dependentes. deve-se utilizar. consecutivos ou não. é devida a incidência da contribuição previdenciária sobre os valores pagos pela empresa ao segurado empregado durante os quinze primeiros dias que antecedem a concessão de auxílio-doença. fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual.Na hipótese de o segurado falecer enquanto estver preso. Assinale a alternativa correta:  a) somente a alternativa I é falsa  b) somente a alternativa V é falsa  c) somente a alternativa III é falsa  d) Somente a alternativa II é falsa  e) Somente a alternativa IV é falsa 2 .O auxílio-reclusão será devido a contar da data em que for requerido pelos dependentes. desde que o segurado conte com. III . GABARITOS:1 .Q60844 ( Prova: CESPE .Q99660 ( Prova: CESPE . ou para a sua atividade habitual. b) É devido ao segurado que fica incapacitado para o trabalho.DPU . a renda mensal inicial do auxílio-reclusão devida aos dependentes é calculada de acordo com o modelo de cálculo a ser utilizado em caso de aposentadoria por invalidez.2010 .C 8 . 30\01.Q99653 ( Prova: CESPE . situação em que os dependentes não terão direito à percepção da pensão por morte. II . assim como o que dispõe a CF e a legislação previdenciária. o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data do requerimento do benefício. julgue os itens abaixo: I . a renda do segurado preso. que fica incapacitado para o trabalho ou para a sua atividade habitual.  ( ) Certo ( ) Errado 4 . V.  c) De acordo com a jurisprudência do STF. aos dependentes do segurado recolhido à prisão. nas mesmas condições da pensão por morte. e) O segurado empregado.MPE-ES . Em caso de recaptura ou reapresentação à prisão. c) É devido ao segurado obrigatório ou facultativo.C 1 . o auxílio reclusão será cessado. ) Em relação aos diversos institutos de direito previdenciário.D 2 .O auxílio-reclusão será pago aos dependentes do servidor segurado atvo recolhido à prisão. Auxílio-doença.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. pode ter a mesma base de cálculo de imposto já existente.  b) Consoante a jurisprudência do STJ. no mínimo.DPE-BA .

213/91. a companheira.3ª Região (MG) .F  e) F. recebe auxílioreclusão. independentemente de contribuições: sem limite de prazo.2005 . nessa condição. menor de vinte e um anos de idade ou inválido. encontra-se preso e participa de atividades laborais na prisão. considerados. a perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão desse benefício.F  c) V. Depois. o irmão não emancipado.  c) depende.  c) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido à prisão. de qualquer condição.Q48121 ( Prova: VUNESP . e. segurado do regime geral de previdência há menos de 10 anos.INSS .Q21482 ( Prova: CESPE . marque a opção que contenha a exata seqüência. fato que lhe permite manter suas contribuições para a previdência social na qualidade de contribuinte individual.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão.  b) é devido mesmo diante da evasão da prisão. os pais. no mínimo. segurado do regime geral de previdência.  b) Será concedido aos dependentes do segurado que estiver respondendo a processo criminal.2009 . Hugo.Receita Federal .2005 . ) Assinale a assertiva (―a‖ a ―e‖) correta em relação aos enunciados de I a V. desempregado há seis meses. independentemente de recolhimento à prisão.2008 . Nessa situação.V  b) V. respectivamente.Área Tecnologia da Informação . que não tiver remuneração. IV – Dentre outras hipóteses legais. ( ) Não são cumulativos o benefício de auxílio-doença e o de percepção.INSS .2008 . ainda que.Domingo / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes.V.Q21483 ( Prova: CESPE .Q144267 ( Prova: TRT 3R . a uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais.C 2-E 3-C 4-C 5-C 6-D 7-E 8-C 9-B 10 .Prova 1 . quem está em gozo de benefício. pelos dependentes.Prova 2 / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. Catarina. ( ) Na hipótese de aposentadoria por idade. 80. se.Auditor Fiscal da Receita Federal . ) Leia cada um dos assertos abaixo e assinale (V) ou (F).  a) V. mas que esteja condenado e não receba qualquer remuneração.Auditor Fiscal da Receita Federal .  e) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido ou não à prisão. ) Em cada um dos itens seguintes.V. ) O auxílio-reclusão  a) é benefício de segurado obrigatório. segurado e dependente de baixa renda.F 10 .Q2796 ( Prova: ESAF . até o dia quinze do mês seguinte ao da competência. GABARITOS:1 . . III – Os segurados contribuinte individual e facultativo estão obrigados a recolher sua contribuição por iniciativa própria. o companheiro e o filho não emancipado.Q2798 ( Prova: ESAF . mantém a qualidade de segurado. o contribuinte individual ou facultativo. Fabiano não terá direito a nenhum tipo de aposentadoria nem a auxílio-doença.  d) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido à prisão. Sua esposa.Área Tecnologia da Informação . consolidação jurisprudencial e Constituição da República: I – São beneficiários do Regime Geral de Previdência Social. de doze contribuições. a que não produza incapacidade laborativa e a doença endêmica adquirida por segurado habitante de região em que ela se desenvolva. ) Conforme estabelece o art. ( ) Perde o direito ao auxílio-reclusão o benefi ciário. 8. sua esposa faz jus ao auxílio-reclusão junto à previdência social. do auxílio-reclusão. observada a legislação previdenciária. com direção única em cada esfera de governo.F.  ( ) Certo ( ) Errado 9 .  ( ) Certo ( ) Errado 8 . de qualquer condição. menor de vinte e um anos de idade ou inválido. o que determinou sua prisão em flagrante.V  d) V. II – Não são consideradas como doença do trabalho: a doença degenerativa. 7 . Auxílio-reclusão.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. o segurado recluso contribua como contribuinte individual ou facultativo. caso Hugo seja casado. até doze meses após cessar a segregação.TRT .  d) independe de atividade laboral na prisão. ainda que receba benefício de aposentadoria.F. Nessa condição. e a descentralização.DPE-MS .Receita Federal .e) Entre os princípios da previdência social enumerados na CF incluem-se a universalidade da cobertura e do atendimento.2008 . seguida de uma assertiva a ser julgada. irrelevante para o caso o tempo de contribuição. a inerente a grupo étnico. na condição de dependentes dos segurados: o cônjuge.C  1 . por serem. da Lei n.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. é apresentada uma situação hipotética acerca do auxílio-reclusão. é correto afirmar com relação ao auxílio-reclusão:  a) Será concedido aos dependentes do segurado que estiver preso preventivamente. 6 .Juiz . conforme seja verdadeiro ou falso. ) Fabiano.Prova 2 / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. o segurado acometido de doença de segregação compulsória. Fabiano e ela. enquanto Catarina receber o auxílio-reclusão. salvo comprovação de que é resultante de exposição ou contato direto pela natureza do trabalho. envolveu-se em atividades ilícitas. passa a exercer atividade remunerada em cumprimento de pena em regime fechado ou semi-aberto.F.

 a) Estão corretas apenas as assertivas I. III. Considera-se trabalhador avulso aquele que presta serviços sem vínculo empregatício.  b) Os pais. É vedada a inscrição de segurado após sua morte (post mortem).Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. 3 .Prova 1 / Direito Previdenciário / Benefícios.212 /91  a) As assertivas I. O enteado e o menor tutelado equiparam-se a filho mediante declaração do segurado. exceto em caso de segurado especial. Sobre os dependentes pode-se afirmar que: I.Q82047 ( Prova: TRT . a qualidade de dependente para fins previdenciários está condicionada à comprovação da efetiva dependência econômica.  ( ) Certo ( ) Errado 5 . sendo presumida.  d) As assertivas I.Juiz .Q83853 ( Prova: CESPE . É beneficiário do Regime Geral de Previdência Social. menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido. Os beneficiários do Regime Geral de Previdência Social classificam-se como segurados e dependentes. de qualquer condição. a manutenção do seu contrato de trabalho na empresa. Beneficiários: segurados e dependentes. ) Assinale a alternativa INCORRETA: São beneficiários do Regime Geral da Previdência Social. II e V estão incorretas. de qualquer condição. III e IV estão corretas.2010 . III e V.  c) Estão corretas apenas as assertivas II.2010 . Beneficiários: segurados e dependentes. IV.  a) somente um enunciado é verdadeiro  b) somente dois enunciados são verdadeiros  c) somente três enunciados são verdadeiros  d) somente quatro enunciados são verdadeiros  e) todos os enunciados são verdadeiros 2 .  e) As assertivas II e III estão incorretas.TRT . V – O segurado que sofreu acidente de trabalho tem garantida. de qualquer condição menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido. III e IV estão corretas. na condição de dependente do segurado:  a) O cônjuge. Ainda que demonstrada a condição de companheiro ou companheira. 8. de qualquer condição. III e IV. o irmão não emancipado.  d) O sogro. ) Dadas as assertivas abaixo.Prova 1 / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social. menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido.  e) Estão corretas apenas as assertivas I.  b) Estão corretas apenas as assertivas I.2010 . em relação aos segurados que lhe prestam serviços. de certidão de anulação de casamento.  c) A companheira. ) . assinale a alternativa correta. IV e V. III e IV. a dependência.6R (PE) .6ª Região (PE) .Q96206 ( Prova: TRF . de natureza urbana ou rural.6ª Região (PE) . mantém união estável com o segurado ou com a segurada.4ª REGIÃO . II. João é equiparado a uma empresa no que concerne às obrigações previdenciárias previstas na legislação. III.  b) As assertivas II. o segurado facultativo. A concessão do salário-família e a do auxílioreclusão para os dependentes dos segurados que recebam remuneração até o teto de contribuição do Instituto Nacional do Seguro Social estão entre algumas das situações cobertas pela previdência social.  d) Estão corretas apenas as assertivas II.Juiz / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. assim entendida a pessoa que. ) Analise as assertivas abaixo e. menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido. 4 .Q82046 ( Prova: TRT .  c) As assertivas II e IV estão incorretas. O cônjuge e o filho não emancipado.Q98429 ( Prova: MPE-PR . III e IV.Defensor Público / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. Nessa situação. a diversas empresas. nesse caso. V. Regime Geral de Previdência Social.4ª REGIÃO .até seis meses após a cessação das contribuições.2008 .TRT . A dependência dos pais em relação aos filhos depende de comprovação. depois. contratou direta e pessoalmente os trabalhadores para a execução da obra de construção. na condição de dependente do segurado. julgue o item subsecutivo. sem ser casada. Para tanto. têm dependência presumida e concorrem em situação de igualdade ao benefício de pensão. assinale a alternativa CORRETA: I. O cancelamento da inscrição do cônjuge do segurado é processado em face de separação judicial ou divórcio sem direito a alimentos. II.Juiz . não se presumindo. João comprou um terreno na praia e resolveu construir a sua casa de veraneio.2010 .  e) O irmão não emancipado. IV. de certidão de óbito ou de sentença judicial transitada em julgado. V. Os prazos de decadência e prescrição das contribuições previdenciárias são de 5 (cinco) anos e não de 10 (dez) como preconizado na Lei n.MPE-PR . ) Em relação aos diversos institutos de direito previdenciário. sogra maior de 70 (setenta) anos inválido. com ou sem a intermediação de sindicato ou órgão gestor de mão-de-obra.TRF .6R (PE) . 6 . o companheiro e o filho não emancipado. II. pelo prazo mínimo de doze meses.DPE-BA .

O brasileiro ou estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado em sucursal ou agência de empresa nacional no exterior.1ª Prova . a companheira. Pode filiar-se facultativamente ao Regime Geral de Previdência Social o presidiário que não exerça atividade remunerada nem esteja vinculado a qualquer regime de previdência social. ao voltar a exercer atividade abrangida por este regime. em hipótese alguma. III.9ª REGIÃO (PR) .Aquele que. definida em legislação específica.Analise as assertivas abaixo e.2010 .TRT . ) Considere as assertivas a seguir sobre os dependentes do segurado habilitado perante a Previdência Social: I. de qualquer condição. sob sua subordinação e mediante remuneração.Juiz .6ª Região (PE) . III . II e III estão erradas. de qualquer condição. na forma da legislação previdenciária. A dependência econômica de quaisquer dependente.Prova 1 . Os militares vinculam-se obrigatoriamente ao Regime Geral de Previdência Social.os ascendentes em qualquer grau.6R (PE) . Beneficiários: segurados e dependentes. Uma pessoa aposentada pelo Regime Geral da Previdência Social. equiparados a filho para efeito de dependência perante a Previdência Social. II .o irmão não emancipado.o colateral até o segundo grau. III e IV estão corretas. de 7 de dezembro de 1977.O que presta serviço doméstico de natureza contínua. A existência de dependentes de uma das classes citadas na afirmativa anterior não exclui do direito às prestações os das classes seguintes. é a pessoa que.  d) As alternativas IV e V estão erradas. no âmbito residencial desta. o companheiro e o filho não emancipado. III e IV estão corretas.  b) As assertivas II. 4 . II.Juiz . o cônjuge.2004 .TRT . III.O bolsista e o estagiário que prestam serviços a empresa. assinale a alternativa CORRETA: 8 .  d) As assertivas I. IV . a companheira.  e) A única errada é a IV.TRT . o companheiro e o filho não emancipado de qualquer condição. menor de 21 (vinte e um) anos de idade ou inválido.9ª REGIÃO (PR) . O auxílio-funeral é um benefício que faz parte do Regime Geral de Previdência social. inclusive como diretor empregado.Juiz .Q57028 ( Prova: AOCP . presta serviço para atender a necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente ou a acréscimo extraordinário de serviços de outras empresas. V. V.o cônjuge. mantém união estável com o segurado ou com a segurada. 3 .  c) As assertivas II e IV estão incorretas.2005 . contratado por empresa de trabalho temporário.  b) Somente as alternativas I. assinale a alternativa CORRETA: I.Aquele que presta serviço de natureza urbana ou rural a empresa. Marque a alternativa correta:  a) somente a proposição I está correta  b) somente a proposição III está incorreta  c) somente a proposição IV está correta  d) todas as proposições estão corretas  e) todas as proposições estão incorretas 9 . 2 . 7 .As classes de dependentes são as seguintes: 1 . ) São segurados obrigatórios da previdência social: I .1ª Prova . São beneficiários do Regime Geral de Previdência Social. menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido. companheiro ou companheira. de acordo com o § 3º do artigo 226 da Constituição Federal.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. mediante remuneração mensal. em caráter não eventual.Prova 1 / Direito Previdenciário / Regime Geral de Previdência Social. a pessoa ou família.2ª etapa / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. em atividade sem fins lucrativos. IV. IV.2007 . na condição de dependentes do segurado. depois.Juiz . o enteado e o menor tutelado não podem ser. 10 .  a) Todas as alternativas estão corretas.  a) As assertivas I. II.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Beneficiários: segurados e dependentes. II e V estão incorretas. sem ser casada.494.TRT .Q56442 ( Prova: PUC-PR . V. menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido.8ª Região (PA e AP) . é segurado obrigatório em relação a essa atividade. em desacordo com a Lei nº 6. ) .  e) As assertivas I e V estão corretas.Q56922 ( Prova: TRT 8R . independentemente de estarem vinculados a regime próprio de previdência.Q82045 ( Prova: TRT .  c) Somente as alternativas III e IV estão certas. ) Analise as assertivas abaixo e. depois. requer sempre comprovação.

salvo quando houver progressão ou agravamento da doença ou lesão. não ocasional nem intermitente. Neste caso. II. Assinale a alternativa correta:  a) Somente são corretas as proposições II. é correto afirmar: .Observe as seguintes proposições: I. São beneficiários do Regime Geral da Previdência Social. como dependentes do segurado. Legislação Previdenciária.TRT . como é o caso do serviço social e da reabilitação profissional. aposentado ou não. os pais. III. outras somente para os dependentes e outras para ambos. para efeito de concessão de qualquer benefício. 2 . ficar incapacitado para o seu trabalho ou para sua atividade habitual por mais de 15 (quinze) dias consecutivos. do tempo de trabalho permanente.C 5 . inclusive o decorrente de acidente do trabalho. segundo critérios estabelecidos pelo Ministério da previdência e assistência social. o cônjuge. Quando o aposentado pelo Regime Geral de Previdência Social permanece em atividade sujeita ao mesmo regime. IV.  b) Somente são corretas as proposições II e III.Q179543 ( Prova: TRT 8R . Cobertura dos eventos de invalidez. consistirá numa renda mensal correspondente a 90% do salário de benefício. 3 .Defensor Público / Direito Previdenciário / Benefícios. quando requerida até trinta dias depois deste.Q179544 ( Prova: TRT 8R . As prestações da previdência social são o gênero.2009 . O valor do benefício. Proteção à família. de qualquer condição.8ª Região (PA e AP) . considerando-se para efeito de carência somente as contribuições relativas a essa atividade. Uma vez existente a relação jurídica que caracteriza a pessoa como empregada. Não será devido o auxílio.doença nas situações em que o segurado já era portador da lesão ou doença invocada como causa para concessão do benefício.A 4 .8ª Região (PA e AP) . ao término do qual cessará definitivamente.  c) Somente são corretas as proposições I e II.  c) O auxílio-doença será devido ao segurado que.2ª etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.2009 . a contar: da data do óbito. ) De acordo com a legislação previdenciária vigente. Qualifcação para o trabalho e pagamento do seguro desemprego. a aposentadoria será mantida. o irmão. deve ser considerada beneficiária do Regime Geral da Previdência Social. II. menor de 21 anos ou inválido. Garantia de um salário-mínimo ao deficiente fsico e ao idoso. III e IV.  d) A pensão por morte será devida ao conjunto dos dependentes do segurado. após o prazo de cinco anos contados do início da aposentação. perante o Instituto Nacional do Seguro Social.213-91. ) De acordo com as disposições constitucionais.1ª fase . IV.Q200593 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .048/99. é incorreto afirmar:  a) O auxílio-doença do segurado que exercer mais de uma atividade abrangida pela previdência social será devido mesmo no caso de incapacidade apenas para o exercício de uma delas. menor de 21 anos ou maior de 60 anos ou inválida. empregada doméstica ou trabalhadora avulsa. devendo a perícia médica ser conhecedora de todas as atividades desempenhadas pelo segurado.  c) I e II estão corretos  d) I e III estão corretos.  d) Somente são corretas as proposições I e IV. menor de 21 anos ou inválido.2011 . à reabilitação profissional. durante o período mínimo fixado. ainda que não tenha havido recolhimento das contribuições para com a Seguridade Social.  a) Todos estão corretos  b) está correto. Lei nº 8.  e) III e IV estão corretos. o período de carência exigido na lei. O tempo de trabalho exercido sob condições especiais que sejam ou venham a ser consideradas prejudiciais à saúde ou à integridade física será somado. exceto ao salário-família. do requerimento.2ª etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.DPE-AM .213/91 e com o Decreto 3. Algumas prestações somente são devidas para os segurados. ) De acordo com a Lei nº 8. a companheira e o filho. b) com redução de 50% no período seguinte de seis meses. durante seis meses contados da data em que for verificada a recuperação da capacidade. c) com redução de 75% também por igual período de seis meses. do qual são espécies os benefícios e os serviços. no caso de morte presumida. sem prejuízo da volta à atividade: a) por seu valor integral.  e) Ao se verificar a recuperação da capacidade de trabalho do aposentado por invalidez. a pessoa designada.  b) A concessão de aposentadoria especial dependerá de comprovação pelo segurado. o auxílio-doença será concedido em relação à atividade para a qual está incapacitado.C 2 .Juiz . GABARITOS 1 .E 6 . à criança e ao idoso. de qualquer condição. ao auxílio-acidente e ao abono de permanência em serviço.  e) Todas as proposições são corretas. em condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física. III. havendo cumprido. são eventos cobertos pela Previdência Social: I.1ª fase . e da decisão judicial. quando for o caso.TRT .Juiz .C 1 .D 8-C 9-A 10 . morte e idade avançada. sobre os benefícios da previdência social. não faz jus a prestações da Previdência Social em decorrência do exercício dessa atividade. após a respectiva conversão ao tempo de trabalho exercido em atividade comum.D 3 . quando requerida após os trinta dias posteriores ao óbito.

por conseguinte. ) Com relação a custeio da previdência social e a benefícios previdenciários.TCE-ES . ) Para efeitos de percepção.Procurador Especial de Contas / Direito Previdenciário / Benefícios. o conceito de salário-de-contribuição. de medidas de caráter administrativo ou de organização do trabalho. de maneira contínua. ao segurado que tiver trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física. 4 . ou de tecnologia de proteção individual.TRF .Q95063 ( Prova: CESPE . a comprovação da exposição do segurado a agentes nocivos à saúde ou integridade física far-se-á mediante apresentação de perfil profissiográfico previdenciário. para fins de incidência de contribuição tributária.TCE-RS . ) Quanto aos planos de benefícios previdenciários. II – de 201 a 500: 3%. ) Em relação às datas de início dos pagamentos dos benefícios previdenciários. uma vez cumprida a carência. o limite estabelecido no § 2º do referido artigo. d) Para fins de concessão de aposentadoria especial. Os juros de mora nas ações relativas à concessão de benefícios previdenciários incidem a partir do trânsito em julgado da decisão judicial que acolhe o pedido do segurado. o segurado incorporado às forças armadas para prestar serviço militar. d) até 6 meses após o licenciamento.  e) somente é permitida quando tais parcelas integrarem a remuneração do servidor que se aposentar com fundamento no art. O valor dos benefícios de prestação continuada pagos pela previdência social.2009 .Q95671 ( Prova: CESPE .  a) O contrato de locação de automóveis firmado entre empregador e seus empregados configura salário-utilidade.  c) A data de início da aposentadoria especial será fixada da mesma forma que a da aposentadoria por idade. b) A aposentadoria especial consiste em um pagamento equivalente a 100% do salário de benefício e será devida.Q172459 ( Prova: FMP-RS . com início no período entre trinta dias antes do parto e a data de ocorrência deste. b) até 12 meses após a cessação das contribuições.SEAD-SE (FPH) . o segurado acometido de segregação de natureza compulsória. quando requerida até essa data ou até noventa dias depois dela. assinale a opção correta. 15 (quinze) ou 20 (vinte) anos. o segurado que deixar de exercer atividade remunerada abrangida pela previdência social ou estiver suspenso ou licenciado sem remuneração. o segurado facultativo.até 200 empregados: 2%. a inclusão no cálculo dos benefícios das parcelas remuneratórias pagas em decorrência de função de confiança ou de cargo em comissão:  a) é totalmente vedada em qualquer hipótese. IV – de 1001 em diante: 6%.  b) A aposentadoria por idade será devida ao segurado contribuinte individual a partir da data do desligamento do emprego. só poderá ocorrer após a contratação de substituto de condição semelhante.  c) é permitida se comprovado que o servidor implementou os requisitos da aposentadoria por invalidez no exercício da função. inclusive o salário-maternidade.2009 . conforme dispuser a lei. respeitando-se. em qualquer hipótese. emitido pela empresa com base em laudo técnico ambiental expedido por médico do trabalho ou engenheiro do trabalho. julgue os itens que se seguem. e) até 6 meses após a cessação das contribuições. c) até 12 meses após cessar a segregação. durante 10 (dez). e a imotivada. . 40 da Constituição Federal.  b) é permitida sempre que os respectivos pagamentos tenham ocorrido por um ano ou mais. e) Mantém a qualidade de segurado.Ciências Jurídicas e Sociais / Direito Previdenciário / Benefícios. III . minimize ou controle agentes nocivos.  d) O auxílio-doença será devido ao segurado contribuinte individual a contar do décimo sexto dia do afastamento da atividade.5ª REGIÃO .  ( ) Certo ( ) Errado 6 . no contrato por prazo indeterminado.  a) Concluindo a perícia médica inicial pela existência de incapacidade total e definitiva para o trabalho. nos 12 (doze) meses imediatamente anteriores ao do início do benefício.     a) Para a segurada especial fica garantida a concessão do salário.  e) O salário-maternidade é devido impreterivelmente à segurada da previdência social. desde que comprove o exercício de atividade rural. c) A empresa com 100 (cem) ou mais empregados está obrigada a preencher um percentual dos seus cargos com beneficiários reabilitados. o segurado que estiver em gozo de benefício. a aposentadoria por invalidez será devida ao segurado empregado doméstico a contar do décimo sexto dia do afastamento da atividade.Auditor Público Externo . ) Acerca do direito previdenciário. julgue os itens a seguir. assinale a opção correta.  ( ) Certo ( ) Errado 7 .de 501 a 1000: 4%. na seguinte proporção: I . será calculado com base no salário-de-benefício.2009 . 5 .2011 .2011 . A dispensa de trabalhador reabilitado ao final de contrato por prazo determinado de mais de 90 (noventa) dias. que elimine. O perfil profissiográfico deverá conter todas as atividades desenvolvidas pelo trabalhador e deverá ser fornecido pelo empregador ao obreiro ou ao cooperado no momento da rescisão contratual ou do desligamento em relação à cooperativa. 8 .  d) é permitida no caso do abono de permanência. Benefícios.Juiz / Direito Previdenciário / Custeio. independentemente de contribuições: a) sem limite de prazo. O prazo relativo ao segurado que deixar de exercer atividade remunerada abrangida pela previdência social ou estiver suspenso ou licenciado sem remuneração será prorrogado para até 24 meses se o segurado já tiver pago mais de 120 contribuições mensais sem interrupção que acarrete a perda da qualidade de segurado.Q152090 ( Prova: CESPE .Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. no qual deverá constar informações sobre a existência de tecnologia de proteção coletiva.maternidade no valor de 1 (um) salário mínimo.SEAD-SE (FPH) .Q95667 ( Prova: CESPE . não integrando. ainda que não caracterizada a gratuidade do benefício aos empregados.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios.

 a) Está correta apenas a assertiva II. e) O valor do benefício de prestação continuada. ) Em relação ao direito previdenciário.213/91. respectivamente homens e mulheres. mas extingue-se o direito ao benefício assim que o dependente atinge 21 anos. V. quando for o caso. contudo. não tem natureza remuneratória a quantia paga a título de auxílio-doença e auxílio-acidente nos quinze primeiros dias do benefício. deve ser calculado com base no salário de benefício. na mesma data do reajuste do salário mínimo. são devidos a partir do trânsito em julgado da sentença. por outro lado. II. 9 . o período de carência exigido na Lei 8.TRF . Nas hipóteses estabelecidas atualmente na Lei 8. GABARITOS: 1-B 2-C 3-D 4-C 5-E 6-E 7-E 8-C 9-E 10 . anualmente. . substituam o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho não poderá ser inferior a um salário mínimo.213/91. ) Dadas as assertivas abaixo sobre cálculo da renda mensal inicial e manutenção e reajustamento da renda mensal dos benefícios previdenciários do Regime Geral de Previdência Social. completar 65 (sessenta e cinco) anos de idade. IV. havendo cumprido. É devida a pensão por morte ao filho menor de segurado que. com fundamento no princípio da especialidade.E 1 .4ª REGIÃO . apesar de ter perdido essa qualidade. assinale a alternativa correta. O valor mensal dos benefícios que.2007 . se homem.Q96209 ( Prova: TRF .  e) Nenhuma das assertivas está correta.DPU . salvo quando a incapacidade sobrevier por motivo de progressão ou agravamento dessa doença ou lesão.  b) Estão corretas apenas as assertivas II. Esse princípio da seguridade social brasileira tem aplicação tanto na assistência quanto na previdência social.4ª REGIÃO . I. a jurisprudência do STJ firmou-se no sentido de que incide contribuição previdenciária sobre o terço constitucional de férias. preencheu os requisitos legais para a obtenção de aposentadoria até a data do seu óbito. pois esta não possui prestações continuadas pagas em espécie. II. aos trinta e cinco anos de contribuição.2010 . IV. inclusive o regido por norma especial e o decorrente de acidente do trabalho.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios. ao segurado que se filiar ao Regime Geral de Previdência Social já portador da doença ou da lesão invocada como causa para o benefício. e trinta anos de contribuição. O valor do benefício de prestação continuada.4ª REGIÃO . regime não aplicável à repetição de indébito de contribuições previdenciárias. Em nenhuma hipótese a renda mensal do benefício de prestação continuada que substituir o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado terá valor inferior ao do salário mínimo nem superior ao do limite máximo do salário de contribuição.  c) Estão corretas apenas as assertivas I.4ª REGIÃO . exceto o salário-família e o salário-maternidade.  a) Estão corretas apenas as assertivas I. seu cancelamento somente pode ocorrer na hipótese de o aposentado por invalidez retornar voluntariamente à atividade laborativa.TRF . O auxílio-doença será devido ao segurado que.    b) Com fundamento no princípio do equilíbrio financeiro-atuarial.Defensor Público / Direito Previdenciário / Benefícios. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que. aplicada a todos os benefícios a variação integral do Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC/IBGE acumulada a partir da data do reajuste anterior. III.Q96210 ( Prova: TRF . assim considerada a de maior renda. Assim. sendo excepcionado apenas na área de saúde.  d) Estão corretas todas as assertivas. a despeito de tal verba não se incorporar à remuneração para fins de aposentadoria.  b) Estão corretas apenas as assertivas I e V. ainda que estudante de curso superior. multiplicada pelo fator previdenciário.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios. acrescida de 75% (setenta e cinco por cento) da média da atividade secundária. na repetição do indébito tributário. c) O salário-maternidade tem natureza salarial. d) De acordo com o entendimento do STJ. julgue os itens que se seguem. II e V.  c) Estão corretas apenas as assertivas II. III e V. III e IV. cumprida a carência exigida na Lei 8.2010 . O valor dos benefícios em manutenção será reajustado. V. É assegurada aposentadoria no Regime Geral de Previdência Social. ) Dadas as assertivas referentes aos benefícios devidos aos segurados e dependentes no âmbito do Regime Geral de Previdência Social. Trata-se a aposentadoria por invalidez de benefício definitivo. III. reduzidos os limites etários para 60 (sessenta) e 55 (cinquenta e cinco) anos no caso de trabalhadores rurais. assinale a alternativa correta. O salário de benefício do segurado que contribuir em razão de atividades concomitantes será calculado com base na média dos salários de contribuição da atividade principal.  ( ) Certo ( ) Errado 10 . os juros moratórios. I. se mulher. será sempre calculado com base no salário de benefício consistente na média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a oitenta por cento de todo o período contributivo. se mulher. II. ficar incapacitado para o seu trabalho ou para a sua atividade habitual. Não será devido. III e IV. eventualmente.Q99647 ( Prova: CESPE . motivo pelo qual integra a base de cálculo da contribuição previdenciária. caso em que terá sua aposentadoria automaticamente cancelada a partir da data do retorno. se homem.213/91 em que é possível a cumulação de auxílio-acidente e aposentadoria por tempo de contribuição. nos termos da lei. e 60 (sessenta). a renda mensal daquele não integra o salário de contribuição desta para fins de cálculo do salário de benefício. exceto o regido por norma especial e o decorrente de acidente do trabalho.

Mesmo as entidades beneficentes de assistência social não são imunes às contribuições de seguridade social. V. A concessão do salário-família e a do auxílioreclusão para os dependentes dos segurados que recebam remuneração até o teto de contribuição do Instituto Nacional do Seguro Social estão entre algumas das situações cobertas pela previdência social. auxílio-acidente e reabilitação profissional. Serão considerados. com ou sem a intermediação de sindicato ou órgão gestor de mão-de-obra.Serviço Social / Direito Previdenciário / Benefícios. e) Estão corretas todas as assertivas. é segurado obrigatório do regime geral de previdência social. IV e V. III. na sociedade de capital e indústria. salário-maternidade.Educação Ambiental .  b) As assertivas II.2010 . II. GABARITOS: 1-D 1 . em relação aos segurados que lhe prestam serviços. na condição de contribuinte individual. que versam sobre a seguridade social e o regime geral da previdência social (RGPS).6ª Região (PE) .Juiz . gABARITOS: 1-C 1 . Os prazos de decadência e prescrição das contribuições previdenciárias são de 5 (cinco) anos e não de 10 (dez) como preconizado na Lei n. ) O Regime Geral da Previdência Social garante.TRT . Segundo entendimento do STF. Beneficiários: segurados e dependentes. V. salário-maternidade e auxílio-acidente. Regime Geral de Previdência Social.Q93088 ( Prova: CESPE . João é equiparado a uma empresa no que concerne às obrigações previdenciárias previstas na legislação. ) Analise as assertivas abaixo e. Para tanto. tempo de contribuição e especial).  c) As assertivas II e III estão incorretas. não se aplicará aos benefícios previdenciários concedidos antes de sua vigência.  c) As assertivas II e IV estão incorretas.  d) As assertivas II e V estão corretas. João comprou um terreno na praia e resolveu construir a sua casa de veraneio. de natureza urbana ou rural.E   1 .Q73927 ( Prova: VUNESP .Q82047 ( Prova: TRT . Financiamento da seguridade social.TRT .6ª Região (PE) . relativos ao regime geral de previdência social.Q82044 ( Prova: TRT . III e IV estão incorretas. para cálculo do salário-debenefício.2010 .6R (PE) .6R (PE) . os ganhos habituais do empregado sob a forma de utilidades sobre os quais tenha incidido contribuição previdenciária. contratou direta e pessoalmente os trabalhadores para a execução da obra de construção.Prova 1 / Direito Previdenciário / Benefícios. porque esta deve ser financiada por toda a sociedade.2009 .  e) As assertivas II e III estão incorretas.CETESB . ) Analise as assertivas abaixo e. O sócio de indústria. aumentando seu percentual.Prova 1 / Direito Previdenciário / Benefícios. auxílio-doença. A aposentadoria por tempo de serviço.Juiz .Analista .Área Administrativa / Direito Previdenciário / Benefícios. os pecúlios e o abono de permanência em serviço são exemplos de prestações mantidas pelo RGPS. . os seguintes benefícios:  a) aposentadoria por idade.Recursos Humanos . IV. III e IV estão corretas.Q83050 ( Prova: CESPE . idade. assinale a alternativa CORRETA: I. Nessa situação. 8.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. III. IV. É vedada a inscrição de segurado após sua morte (post mortem). pensão por morte e saláriofamília.  d) As assertivas I. Regime Geral de Previdência Social.C 1 .d) Estão corretas apenas as assertivas I. GABARITOS: 1 . II. quanto aos segurados.2010 . depois. II e V estão incorretas.TRT .  a) As assertivas II.2010 . ) Julgue os itens seguintes. pensão por morte e aposentadoria por tempo de serviço.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . O Regime Geral de Previdência Social concede as seguintes prestações aos segurados: aposentadoria (por invalidez.  b) As assertivas I.212 /91  a) As assertivas I.  c) auxílio-reclusão. ) Julgue os itens que se seguem.  b) aposentadoria por invalidez.  e) As assertivas I e II estão corretas. depois. II. Considera-se trabalhador avulso aquele que presta serviços sem vínculo empregatício. IV e V estão corretas.TCE-BA . assinale a alternativa CORRETA: I. a diversas empresas. A Previdência Social compreende apenas o denominado Regime Geral de Previdência Social. III e IV estão corretas. lei nova mais benéfica que altere a forma de cálculo da renda mensal inicial da pensão por morte.Técnico Judiciário . saláriofamília.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1-E 1 . exceto em caso de segurado especial.21ª Região (RN) .

sem o recolhimento de contribuições previdenciárias.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios.TRF . desde que o segurado conte com. em decorrência disso. que exercia atividade remunerada abrangida pela previdência social. uma ação ordinária pleiteando o referido benefício. ) Julgue os itens a seguir. ) No que se refere às questões previdenciárias atinentes aos juizados especiais federais e à jurisprudência aplicável à espécie. com direção única em cada esfera de governo.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Custeio. .  c) De acordo com a jurisprudência do STF.213/1991. é assegurada a contagem recíproca do tempo de contribuição na administração pública e na atividade privada.MPE-ES . é correto afirmar que a ação regressiva. benefício previdenciário concedido para os dependentes dos segurados de baixa renda. aposentadoria por invalidez e auxílioreclusão.Q64934 ( Prova: CESPE . e a descentralização.213/1991.  b) Para efeito de aposentadoria. É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da previdência social. tenha sofrido um acidente e. o requisito da renda familiar per capita inferior a um quarto do salário mínimo. em 14/11/2009.  b) Consoante a jurisprudência do STJ. impediente de que o julgador faça uso de outros elementos probatórios para comprovar a condição de miserabilidade da família. rurais e trabalhadores avulsos.Q67806 ( Prova: CESPE . administrativamente.PGM-RR . é vedada a contagem de tempo de serviço público com o de atividade privada. Desse modo. GABARITOS: 1 – B 1 . Nessa situação hipotética. com a precedente fonte de custeio. juntado aos autos em 20/2/2010.2010 . rural e urbana. motivo pelo qual ajuizou.C 1 .Procurador Municipal / Direito Previdenciário / Benefícios. em se tratando de auxílio-reclusão. o termo inicial do auxílio-doença a ser concedido judicialmente será o dia 14/11/2009. ) Considerando a jurisprudência do STF e do STJ.  c) Consoante a jurisprudência do STJ.  b) Exceto para efeito de carência.Q60844 ( Prova: CESPE . auxílio-acidente e pensão por morte. não é de competência da justiça federal. e) aposentadoria especial.Q60843 ( Prova: CESPE . quando concomitantes.B 1 .  a) Conforme a jurisprudência do STF. criada por lei complementar.742/1993 para concessão do benefício de prestação continuada. recebido auxílio-doença por 24 meses.  a) É vedada a cumulação do recebimento de pensão por morte de trabalhador rural com o de benefício de aposentadoria por invalidez. a contribuição nova para o financiamento da seguridade social. o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data do requerimento do benefício. o tempo de serviço de segurados trabalhadores rurais anterior ao advento da Lei n.2010 .º 8.  d) A perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão das aposentadorias por tempo de contribuição e especial. Nessa situação hipotética.C 1 . ) Caso a CF previsse que determinado benefício previdenciário deveria abranger somente os empregados urbanos. entretanto.5ª REGIÃO . em 10/8/2009.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . reconheceu a incapacidade de Caio. Auxílio-doença. exceto pensão por morte ou auxílio-acidente. assim como o que dispõe a CF e a legislação previdenciária. norma infraconstitucional posterior que fosse editada estendendo o benefício aos contribuintes individuais. a renda a ser observada para a concessão é a dos dependentes e não a do segurado recolhido à prisão. pleiteando ressarcimento dos gastos relativos a pagamento de benefício de aposentadoria por invalidez decorrente de acidente do trabalho.2009 .MPE-ES .º 8. previsto na Lei n.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Benefícios. nos termos da Lei n. Benefícios. GABARITOS: 1 .  e) Entre os princípios da previdência social enumerados na CF incluem-se a universalidade da cobertura e do atendimento.Q60506 ( Prova: CESPE . ) Assinale a opção correta referente ao direito previdenciário. é correto afirmar que ele manteve a qualidade de segurado durante todo o período em que recebeu o auxílio-doença.  e) Considere que Pedro. pode ter a mesma base de cálculo de imposto já existente. hipótese na qual os diversos regimes de previdência social se compensarão financeiramente. relativos às legislações previdenciária e da seguridade social. Princípios Constitucionais da Seguridade Social. assinale a opção correta. é devida a incidência da contribuição previdenciária sobre os valores pagos pela empresa ao segurado empregado durante os quinze primeiros dias que antecedem a concessão de auxílio-doença.Defensor Público / Direito Previdenciário / Benefícios. no mínimo. a uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais.DPU .  d) auxílio-doença. pode ser considerado para a concessão de benefício previdenciário do RGPS.  d) As ações judiciais relativas a acidente do trabalho são de competência da justiça comum estadual.º 8. GABARITOS: 1 . consubstancia um critério legal absoluto. sendo que o laudo médico pericial. assinale a opção correta. o benefício de auxílio-doença. que foi indeferido pelo INSS. ajuizada pelo INSS contra o empregador.  a) Suponha que Caio tenha requerido. desde que ele tenha comprovado a situação de desempregado pelo registro no órgão próprio do Ministério do Trabalho e Emprego. deveria ser considerada constitucional. Auxílio-reclusão.2010 . nos termos da CF.2010 . Jurisprudência.C 1 . de caráter assistencial.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .

Não cessará esse benefício até que seja dado como habilitado para o desempenho de nova atividade que lhe garanta a subsistência ou. se mulher. se homem.2010 .  e) auxílio-doença e auxílio-reclusão.2009 .Q56191 ( Prova: FUNDEC .Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios..213/1991 não será considerado para efeito de carência.2009 . e a imotivada. for aposentado por invalidez.2010 . e não a vigente à data do óbito do segurado. cumprida a carência exigida pela lei. em condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física.  b) No primeiro reajuste da renda mensal inicial da aposentadoria concedida na vigência da Lei n.  e) A pensão por morte será devida ao conjunto dos dependentes do segurado que falecer. o patrimônio jurídico do trabalhador. e) A justificação judicial destinada a instruir pedido perante órgãos da União deve ser processada e julgada perante juizado especial federal da capital do estado quando a comarca não for sede de vara federal. GABARITOS: 1 .Juiz .  d) salário maternidade e auxílio-reclusão. ) Acerca dos benefícios previdenciários. o simples fato de um imóvel ser superior a um módulo rural afasta a qualificação do proprietário desse imóvel como segurado especial. independe de carência a concessão das seguintes prestações: pensão por morte. do tempo de trabalho exigido pela lei.  c) aposentadoria compulsória e auxílio-doença. ainda que comprovado o exercício de atividade abrangida pela previdência social. perante o INSS.º 8.  a) A CF não exige que o regime de previdência complementar seja regulado por lei complementar. aposentado ou não. durante o período mínimo fixado.2003 .Q60842 ( Prova: CESPE .1ª Prova . GABARITOS: 1 . GABARITOS: 1 . ainda que de forma intermitente. por força do princípio tempus regit actum.º 8. Reajustes. para efeito de aposentadoria. não se aplicando retroativamente legislação nova mais restritiva. d) Para fins de competência. quando considerado não recuperável.TRF . de modo que é inadmissível a contagem do trabalho rural em regime de economia familiar antes dos quatorze anos de idade.Q60509 ( Prova: CESPE . Carência. como direito adquirido. ao tempo de serviço para fins previdenciários e à carência. a contar da data do requerimento do benefício.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. assinale a opção correta.Q60716 ( Prova: FCC . ) Os segurados servidores públicos do Regime Próprio de Previdência do Estado do Amazonas têm direito aos seguintes benefícios:  a) aposentadoria voluntária e auxílio-reclusão.Q60510 ( Prova: CESPE . que não será recalculada quando o benefício que lhe deu origem for reajustado.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios.PGE-AM .  b) aposentadoria por invalidez e auxílio-reclusão.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Benefícios. no contrato por prazo indeterminado.  d) As contribuições que o segurado contribuinte individual pagar em atraso não serão consideradas para efeito de carência nem serão computadas como tempo de contribuição para efeito de aposentadoria. pelo segurado.TRT .C 1 . de acordo com a CF. mediante o recolhimento das respectivas contribuições. reduzindo-se tal prazo em 5 anos para os professores que pretendam receber o referido benefício e comprovem exclusivamente tempo de efetivo exercício das funções de magistério na educação infantil e no ensino fundamental e médio.  b) O segurado incorporado às Forças Armadas para prestar serviço militar mantém a qualidade de segurado.   c) Em respeito ao critério objetivo.B 1 .  d) A dispensa de trabalhador reabilitado ou de deficiente habilitado ao final de contrato por prazo determinado de mais de noventa dias.  a) O reconhecimento da atividade exercida como especial é disciplinado pela lei vigente à época da prestação do serviço. ) Com relação ao reajustamento do valor dos benefícios. ainda que ele o explore em regime de economia familiar.5ª REGIÃO .  c) O segurado em gozo de auxílio-doença e insuscetível de recuperação para sua atividade habitual deverá submeter-se a processo de reabilitação profissional para o exercício de outra atividade. ) Em relação aos diversos institutos de direito previdenciário.D 1 .A 1 . independentemente de contribuições.  a) O valor da aposentadoria por invalidez de segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa será acrescido de valor específico pago em parcela fixa. aposentadoria por invalidez e auxílio-acidente. GABARITOS: 1 .  d) A concessão da aposentadoria especial dependerá de comprovação.  c) O tempo de serviço rural anterior à vigência da Lei n.MPE-ES . auxílio-reclusão.TRF . assinale a opção correta.  c) Em regra. deve-se aplicar integralmente o índice oficial de correção. só poderá ocorrer após a contratação de substituto de condição semelhante.C 1 . completar 65 anos de idade. até 6 meses após o licenciamento.9ª REGIÃO (PR) . mas poderá ser computado como tempo de contribuição. GABARITOS: 1 .213/1991. ) . assinale a opção correta. para efeito de aposentadoria. no caso de morte presumida. o simples fato de a demanda ter sido ajuizada no juizado especial federal presume a renúncia tácita dos valores excedentes à quantia de sessenta salários mínimos. independentemente do mês de concessão do benefício previdenciário.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios. passando a integrar.  e) A lei aplicável à concessão de pensão previdenciária por morte é a que esteja vigente na data do requerimento administrativo formulado pelos beneficiários.  e) O trabalho infantil é repudiado pelo ordenamento jurídico brasileiro.5ª REGIÃO . e 60.  b) A aposentadoria por idade será devida ao segurado que.

se a criança tiver entre 1 (um) e 4 (quatro) anos de idade. empregado doméstico e trabalhador avulso. de 60 (sessenta) dias. O empregado doméstico despedido sem justa causa fará jus ao benefício do seguro-desemprego.Juiz . nos casos de demissão antes da gravidez.Juiz . O salário-família não será incorporado ao salário para qualquer . o pagamento do benefício do segurodesemprego será suspenso.  c) aposentadoria por invalidez.1ª Prova .B 1 .213/91 estabelece um rol de benefícios previdenciários. Assinale a alternativa correta:  a) Todas as proposições estão corretas. pelo período de 120 (cento e vinte) dias. O benefício de prestação continuada garante o pagamento mensal do valor correspondente a um salário mínimo à pessoa portadora de deficiência e ao idoso com 70 (setenta) anos ou mais. III. até cinco anos de idade. estando desempregada. II e III estão corretas.Se o trabalhador passar a perceber qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social.9ª REGIÃO (PR) . obrigatoriamente. se a criança tiver até 1(um) ano de idade. mesmo que utilizado como meio de locomoção veículo de propriedade do segurado.C 1 .TRT . II. II.O trabalhador terá direito a três parcelas do benefício do seguro-desemprego. ) A Lei n. Assinale qual dos benefícios abaixo não produz. GABARITOS: 1 . 8. É devido ao segurado empregado. III e IV estão corretas. estando condicionado à apresentação anual de atestado de vacinação obrigatória. na proporção do número de filhos ou equiparados.  c) Apenas as proposições II. o acidente sofrido pelo segurado ainda que fora do local de trabalho e horário de trabalho. A segurada que deixar de exercer atividade remunerada abrangida pela previdência social. pago diretamente pela Previdência Social. nas hipóteses de dispensa por justa causa ou a pedido. para efeitos previdenciários. Segundo o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador. e de comprovação semestral de freqüência à escola do filho ou equiparado. GABARITOS: 1 . durante a gestação. no valor de um salário mínimo.  d) salário maternidade. que será pago diretamente pela previdência social.TRT . no período de referência.Q56443 ( Prova: PUC-PR .1ª Prova .TRT .Juiz .À segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido salário-maternidade .CONSIDERE AS SEGUINTES PROPOSIÇÕES: I .  b) Apenas as proposições II e IV estão corretas. Também são equiparados ao acidente de trabalho. III e IV estão corretas. fará jus ao recebimento do saláriomaternidade.E 1 . e de 30 (trinta) dias. Quais estão corretas?  a) Apenas a I  b) Apenas a II  c) Apenas I e II  d) Apenas a III  e) Todas estão corretas GABARITOS: 1 . qualquer alteração no curso do contrato de trabalho:  a) auxílio doença.Q56438 ( Prova: PUC-PR .Caderno 2 / Direito Previdenciário / Benefícios. a adesão a planos de demissão voluntária ou similar dá direito ao benefício do seguro-desemprego.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.21ª Região (RN) .9ª REGIÃO (PR) . em viagem para estudo. ou.2007 . O pagamento do salário-família será devido a partir da data da apresentação da certidão de nascimento do filho ou da documentação relativa ao equiparado. que tiver trabalhado como doméstico por um período mínimo de quinze meses nos últimos vinte e quatro meses contados da despedida sem justa causa. passíveis de concessão ao segurado empregado. ) Considere as seguintes proposições: I. ) Considere as proposições a seguir: I.Q56234 ( Prova: TRT 21R (RN) . com idade até 14 anos ou inválidos de qualquer idade.  d) Apenas as proposições I. por um período máximo de três meses. no prazo de doze meses após a cessação das contribuições. se a criança tiver de 4 (quatro) a 8 (oito) anos de idade. II . O benefício será concedido ao empregado inscrito no FGTS. III. a partir dos sete anos de idade.  e) Apenas as proposições I.  e) aposentadoria por tempo de contribuição. o salário-família. de no mínimo 6 meses e no máximo 11 meses. se comprovar o vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada.  b) auxílio doença acidentário.2010 . IV. III .2007 .2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. desde que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção e nem desta ser provida por sua família.

Q56438 ( Prova: PUC-PR . ) Considere as seguintes proposições: I. e de 30 (trinta) dias.O trabalhador terá direito a três parcelas do benefício do seguro-desemprego.2010 .Juiz .2009 . pelo período de 120 (cento e vinte) dias.TRT .  c) II. GABARITOS: 1 . O pagamento do salário-família será devido a partir da data da apresentação da certidão de nascimento do filho ou da documentação relativa ao equiparado.Juiz . o pagamento do benefício do segurodesemprego será suspenso.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. pago diretamente pela Previdência Social.E 1 .  d) salário maternidade. de 60 (sessenta) dias. Entende-se por salário de contribuição do segurado facultativo o valor por ele declarado. Assinale qual dos benefícios abaixo não produz.2003 .  c) Somente estão corretas as proposições I e III. exceto para o cálculo de benefício. GABARITOS: 1 .Se o trabalhador passar a perceber qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social. obrigatoriamente. qualquer alteração no curso do contrato de trabalho:  a) auxílio doença. IV. se a criança tiver até 1(um) ano de idade.  e) aposentadoria por tempo de contribuição.Caderno 2 / Direito Previdenciário / Benefícios. ) CONSIDERE AS SEGUINTES PROPOSIÇÕES: I . ) Considere os itens.1ª Prova .  b) II e III. se a criança tiver entre 1 (um) e 4 (quatro) anos de idade.  e) II e IV.  b) Somente estão corretas as proposições II e III.TRT . GABARITOS: 1 . III e IV. no período de referência.efeito.9ª REGIÃO (PR) . III . Assinale a alternativa correta:  a) Todas as proposições estão corretas. O salário-maternidade não é considerado salário de contribuição.CETESB . III.Q56191 ( Prova: FUNDEC . II e IV.21ª Região (RN) . Está correto apenas o contido em  a) I. III e IV.  e) Somente estão corretas as proposições I e II.TRT .  d) I.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. 8.D 1 . II. quando excedente a cinquenta por cento da remuneração mensal.2007 .Q56234 ( Prova: TRT 21R (RN) . de no mínimo 6 meses e no máximo 11 meses. Quais estão corretas?  a) Apenas a I  b) Apenas a II  c) Apenas I e II  d) Apenas a III  e) Todas estão corretas GABARITOS: 1 .1ª Prova .  c) aposentadoria por invalidez.Juiz .  b) auxílio doença acidentário.Advogado / Direito Previdenciário / Benefícios.Q57923 ( Prova: VUNESP . se comprovar o vínculo empregatício com pessoa jurídica ou pessoa física a ela equiparada.9ª REGIÃO (PR) . Integram o salário de contribuição pelo seu valor total. O décimo-terceiro salário (gratificação natalina) integra o salário de contribuição.D 1 .C 1 .À segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido salário-maternidade . até cinco anos de idade. nos termos e limites fixados na legislação vigente. e de comprovação semestral de freqüência à escola do filho ou equiparado. passíveis de concessão ao segurado empregado.213/91 estabelece um rol de benefícios previdenciários. se a criança tiver de 4 (quatro) a 8 (oito) anos de idade. o total das diárias pagas. a partir dos sete anos de idade. observado o limite máximo a que se refere a legislação vigente. ) A Lei n. estando condicionado à apresentação anual de atestado de vacinação obrigatória.  d) Somente está correta a proposição I. . I. II .

) A jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça .  d) Somente está correta a proposição I. Assinale: a) se apenas a afirmativa I estiver correta. A manutenção da qualidade de segurado da Previdência Social. analise as afirmativas a seguir: I.Q55508 ( Prova: FAE . o acidente sofrido pelo segurado ainda que fora do local de trabalho e horário de trabalho. III e IV estão corretas.  d) Apenas as proposições I. b) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. Segundo o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. III e IV estão corretas.TCM-RJ . durante a gestação. na proporção do número de filhos ou equiparados. ) Considere as proposições a seguir: I. empregado doméstico e trabalhador avulso. os pais. No entanto. quando concomitantes.2006 . fará jus ao recebimento do saláriomaternidade.Juiz . II. Assinale a alternativa correta:  a) Todas as proposições estão corretas.TRT . no prazo de doze meses após a cessação das contribuições.9ª REGIÃO (PR) .9ª REGIÃO (PR) . para efeito da obtenção de beneficio previdenciário" (Súmula n. III. IV. GABARITOS: 1 . é vedada a contagem do tempo de contribuição no regime público com o de contribuição na atividade privada. Esse entendimento jurisprudencial significa que:  a) O cômputo do tempo de serviço do trabalhador rural depende sempre de prova documental da respectiva contribuição efetuada em favor da Previdência Social. É devido ao segurado empregado. II.  c) Somente estão corretas as proposições I e III.Auditor / Direito Previdenciário / Benefícios. para efeitos previdenciários. ou seja.  b) Apenas as proposições II e IV estão corretas. O salário-maternidade.STJ diz que: "A prova exclusivamente testemunhal não basta para a comprovação da atividade rurícola.  e) Somente estão corretas as proposições I e II. O benefício de prestação continuada garante o pagamento mensal do valor correspondente a um salário mínimo à pessoa portadora de deficiência e ao idoso com 70 (setenta) anos ou mais.      . A filiação dos segurados obrigatórios decorre do exercício de atividade vinculada ao Regime Geral de Previdência Social e independe de contribuição.  c) Apenas as proposições II. Aposentadoria especial. a preservação de seus direitos. com idade até 14 anos ou inválidos de qualquer idade. por se revestir de natureza de direito trabalhista. sua filiação é ato volitivo e depende de inscrição e do pagamento da primeira contribuição. no valor de um salário mínimo. A pensão por morte é devida a contar da data do óbito. mesmo que utilizado como meio de locomoção veículo de propriedade do segurado.TRT . Também são equiparados ao acidente de trabalho. dar-se-á apenas com o pagamento de contribuições. considerando que o regime instituído pela Constituição de 1988 consiste em seguro social. desde que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção e nem desta ser provida por sua família.Q56443 ( Prova: PUC-PR .  b) Somente estão corretas as proposições II e III. na segunda classe.Q51759 ( Prova: FGV . que tiver trabalhado como doméstico por um período mínimo de quinze meses nos últimos vinte e quatro meses contados da despedida sem justa causa. a adesão a planos de demissão voluntária ou similar dá direito ao benefício do seguro-desemprego.B 1 . Na primeira classe. Assinale a alternativa correta:  a) Todas as proposições estão corretas. II e III estão corretas. é benefício previdenciário concedido apenas às seguradas empregadas. 149). Quanto ao segurado facultativo. A contagem recíproca de tempo de contribuição diz respeito ao aproveitamento das contribuições recolhidas para diferentes regimes de Previdência Social.2007 . c) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.D 1 . O empregado doméstico despedido sem justa causa fará jus ao benefício do seguro-desemprego. ao conjunto de dependentes. nos casos de demissão antes da gravidez. na terceira. os irmãos. O benefício será concedido ao empregado inscrito no FGTS. em viagem para estudo.Juiz . O salário-família não será incorporado ao salário para qualquer efeito. companheira (o) e filhos. estão o cônjuge. A segurada que deixar de exercer atividade remunerada abrangida pela previdência social. d) se apenas as afirmativas I e V estiverem corretas. GABARITOS: 1 . IV.2008 . III. O valor da pensão será rateado em partes iguais entre todos os dependentes do segurado. GABARITOS: 1 . estando desempregada.  e) Apenas as proposições I. ) Quanto aos benefícios da Previdência Social. V. e. III. e) se todas as afirmativas estiverem corretas.1ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. o salário-família. ou. por um período máximo de três meses. nas hipóteses de dispensa por justa causa ou a pedido.1ª Prova . que se estrutura em três classes.II. que são dependentes preferenciais.1ª Prova .D 1 . que será pago diretamente pela previdência social.

8. Pela sistemática atual da Lei n.048/99 não serão consideradas acidente do trabalho. O auxílio-acidente é devido quando comprovada a perda parcial da capacidade de trabalho do segurado.  c) Essa orientação é aplicável apenas para os processos de justificação administrativa de tempo de serviço do trabalhador rural.2006 . inclusive os menores. Beneficiários: segurados e dependentes. As expressões "tempo de serviço" e "tempo de contribuição" são equivalentes. IV.D 1 .  a) somente as alternativas I.9ª REGIÃO (PR) . cuja renda será dividida em partes iguais entre os beneficiários.B 1 . ) CONSIDERE AS SEGUINTES PROPOSIÇÕES I . IV . Assinale a alternativa correta:  a) Todas as proposições estão corretas  b) Apenas I e II estão corretas  c) Apenas I.  d) O auxílio-doença é benefício por incapacidade.As mesopatias não relacionadas no Anexo II do Decreto 3.Nos termos da legislação vigente. III.  e) A Carteira de Trabalho e Previdência Social é prova plena de tempo de contribuição perante a Previdência Social.C 1 .Q55510 ( Prova: FAE . independentemente da existência de nexo causal. devido ao segurado empregado a partir do 16º dia de afastamento.2006 . que são as causadas por agentes físicos.1ª Prova .Procurador de Estado / Direito Previdenciário / Benefícios.  b) O trabalhador rural. Salário-maternidade.9ª REGIÃO (PR) . GABARITOS: 1 . cabe à empresa pagar o saláriomaternidade devido à respectiva empregada gestante. não podendo ser invocada em casos de processos judiciais.Q56190 ( Prova: FUNDEC .1ª Prova . no valor de um salário mínimo. cujos valores podem ser posteriormente compensados ou ressarcidos pelo empregador junto à Previdência Social. independentemente de contribuição ao Regime Previdenciário. gABARITOS: 1 . quando não se exige carência.048/99. a qualquer título.TRT . justificação administrativa ou justificação judicial. Para período de trabalho informal. o trabalhador deve apresentar início razoável de prova material.TRT . ) Analise as alternativas e marque a correspondente: I. pagos até o valor do teto do salário-decontribuição da Previdência Social.A lei considera acidente do trabalho também as doenças profissionais. ) Em relação aos benefícios da Seguridade Social. o benefício da aposentadoria não pode ser acumulado com auxílio-acidente. que exerceu atividade em regime de economia familiar até a edição da Lei n.PGE-RR . cada qual terá direito ao salário-família. II e III estão corretas  b) somente as alternativas I. o segurado deverá fazer a prova por meio de ação declaratória.1998.Q55511 ( Prova: FAE .1ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.TRT .  c) O auxílio-reclusão e o salário-família são prestações devidas aos dependentes do(a) segurado(a).Juiz .B 1 . que é a adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relaciona diretamente. II. II e IV estão corretas  e) Apenas II e III estão corretas GABARITOS: 1 . à pessoa física que lhe preste serviço. respectivamente.Se o pai e mãe forem segurados empregados ou avulsos. é correto afirmar que  .Juiz . II . que pode ser corroborada por prova testemunhal. pois impera a responsabilidade objetiva da Previdência Social.2003 . devendo ser comprovada a carência de 12 (doze) contribuições. para períodos prestados anteriormente a 15. químicos ou biológicos inerentes a certas funções ou atividades e a doença do trabalho. salvo o doméstico.1ª Prova .Q46550 ( Prova: FCC . III .Juiz .1ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.b) Para comprovação do exercício de atividade rural. Acidentes do Trabalho. pago ao conjunto de dependentes do(a) segurado(a).213/91.213/91. 8.2006 . III e IV estão corretas  c) somente as alternativas I e IV estão corretas  d) somente as alternativas III e IV estão corretas  e) todas estão corretas GABARITOS: 1 . O salário-família e o salário-maternidade são prestações previdenciárias pagas diretamente pelo empregador. tem direito à aposentadoria por idade aos 55 e 60 anos de idade. para mulher e homem.  e) Nenhuma das alternativas está correta. efetivandose a compensação quando do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários e demais rendimentos pagos ou creditados. desde que constante da relação mencionada no Anexo II do Decreto 3. salvo por motivo de acidente de trabalho.  d) A prova testemunhal não tem qualquer valor no processo administrativo previdenciário.12. ) Assinala a alternativa incorreta:  a) O valor da pensão por morte é de 100% do salário-de-benefício. II e III estão corretas  d) Apenas I.9ª REGIÃO (PR) .

O valor da pensão será rateado em partes iguais entre todos os dependentes do segurado. d) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. no seu cálculo.TCM-RJ . dar-se-á apenas com o pagamento de contribuições. Assim. e) se apenas as afirmativas III e IV estiverem corretas. salvo se as atividades concomitantes forem da mesma natureza.  d) Fator previdenciário é um índice multiplicador do salário de benefício. caso tal não convier ao empregador. A contagem recíproca de tempo de contribuição diz respeito ao aproveitamento das contribuições recolhidas para diferentes regimes de Previdência Social. a média apurada será multiplicada pelo fator previdenciário. tratando-se de aposentadoria por idade. salvo direito adquirido. Assinale: a) se todas as afirmativas estiverem corretas. ao conjunto de dependentes.C 1 .       . terá direito a ser indenizado pela Previdência Social na forma da lei. compulsoriamente. ) Quanto aos benefícios da Previdência Social. sendo do sexo feminino. assinale a afirmativa incorreta.TCM-RJ .Defensor Público / Direito Previdenciário / Benefícios.  b) o auxílio-doença do segurado que exerce mais de uma atividade abrangida pela previdência não será devido. A renda mensal do benefício de prestação continuada que substituir o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado não poderá ser inferior ao salário-mínimo nem superior ao limite máximo.2008 . analise as afirmativas a seguir: I. Sua renda mensal consiste num valor igual à sua remuneração. estão o cônjuge.DPE-MS .  d) exige contribuição. aposentadoria ou abono de permanência. c) se apenas as afirmativas I e V estiverem corretas.a) é cabível a conversão do auxílio-doença em aposentadoria especial. No caso da aposentadoria por tempo de contribuição. que se estrutura em três classes. V. se a incapacidade ocorrer apenas para o exercício de uma delas. a preservação de seus direitos. se sobrevier a morte do segurado detido ou recluso. GABARITOS: 1 . considerando que o regime instituído pela Constituição de 1988 consiste em seguro social.  c) exige idade mínima de 65 anos. caso apurada a incapacidade definitiva do segurado para uma das atividades titularizadas. que varia conforme o benefício requerido. que são dependentes preferenciais. assim como a incapacidade que sobrevier por motivo de agravamento ou progressão de tal doença ou lesão. A pensão por morte é devida a contar da data do óbito.  b) gera pensão por morte. II.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios.  c) o auxílio-reclusão é devido aos dependentes do segurado recolhido à prisão que não receba remuneração.2008 . que leva em consideração.C 1 . quando concomitantes. aplica-se o percentual correspondente à renda mensal. companheira (o) e filhos. durante todo o período de detenção ou reclusão.2008 .TCM-RJ .Q48120 ( Prova: VUNESP . b) se apenas a afirmativa I estiver correta. IV. assinale a afirmativa incorreta. ) Quanto à concessão de benefícios.Q51285 ( Prova: FGV . quanto mais tempo o segurado presumivelmente receberá aposentadoria.C 1 . e.IBGE. ) O benefício assistencial do idoso previsto na Lei Orgânica da Assistência Social  a) dá direito ao abono anual. conforme tabelas construídas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística . por exemplo. GABARITOS: 1 . ou seja. a idade do segurado. os pais. auxílio-doença. é vedada a contagem do tempo de contribuição no regime público com o de contribuição na atividade privada. o segurado deve ter. gABARITOS: 1 . também chamada de risco social. a expectativa de sobrevida no momento da aposentadoria. é benefício previdenciário concedido apenas às seguradas empregadas. ) Quanto à concessão de benefícios. com carência de cento e oitenta contribuições. No entanto. os irmãos. na segunda classe.Q51284 ( Prova: FGV . Quanto ao segurado facultativo. sessenta e cinco anos ou. o tempo de contribuição. A filiação dos segurados obrigatórios decorre do exercício de atividade vinculada ao Regime Geral de Previdência Social e independe de contribuição.  e) a incapacidade decorrente de doença ou lesão de que o segurado já era portador ao filiar-se ao Regime Geral de Previdência Social não lhe conferirá o direito à aposentadoria por invalidez.  d) o aposentado por invalidez que recuperar a capacidade laborativa e tiver cancelado o benefício previdenciário poderá pleitear o retorno ao emprego ocupado à data do evento e.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. menor será a renda mensal do seu benefício. III.2008 .  e) O salário-maternidade da segurada empregada é benefício que não se sujeita à apuração do salário de benefício nem ao limite máximo dos benefícios. independentemente da subsistência dos demais vínculos laborais mantidos pelo beneficiário.C 1 . A manutenção da qualidade de segurado da Previdência Social.Auditor / Direito Previdenciário / Benefícios. sessenta anos de idade.  c) Todos os benefícios da Previdência Social são concedidos sempre que implementados dois requisitos: a carência e a situação geradora do benefício. Dessa forma.  b) Uma vez calculado o salário de benefício.Q51755 ( Prova: FGV . O salário-maternidade. devendo ser suspenso em caso de fuga e convertido em pensão. Na primeira classe. no mínimo.  a) O salário de benefício consiste na média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a oitenta por cento de todo o período contributivo. por se revestir de natureza de direito trabalhista. na terceira. GABARITOS: 1 . sua filiação é ato volitivo e depende de inscrição e do pagamento da primeira contribuição.

O benefício deve ser mantido suspenso. exclusivamente por ocasião do pedido de aposentadoria. menor será a renda mensal do seu benefício.Q45029 ( Prova: CESPE .  d) III.  b) O salário de benefício consiste na média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a oitenta por cento de todo o período contributivo. III. mesmo que não tenha sido efetuado defesa. conforme tabelas construídas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística . deve ser efetuada notificação judicial e.MPE-SE . sendo do sexo feminino. passe a receber a pensão por morte. recebendo alta da perícia médica do INSS. Dessa forma.  b) no período contributivo.  b) I.  e) O salário-de-benefício da aposentadoria por idade é apurado pela média aritmética simples dos maiores salários-decontribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo. assinale a opção correta.TRF . após reabilitação. são considerados todos os ganhos habituais deste. aí inserida a gratificação natalina.a) Todos os benefícios da Previdência Social são concedidos sempre que implementados dois requisitos: a carência e a situação geradora do benefício. a expectativa de sobrevida no momento da aposentadoria. por ter comprovada a dependência econômica. a média apurada será multiplicada pelo fator previdenciário. aposentado por invalidez há quatro anos. após ação de investigação de paternidade. com carência de cento e oitenta contribuições. considerando a existência do direito de retornar ao trabalho na empresa em que desempenhava sua função antes da aposentadoria. que leva em consideração. notificando o beneficiário por via postal para oferecer defesa.Q46349 ( Prova: CESPE . incluindo o regido por norma especial e o decorrente de acidente do trabalho. por exemplo.Juiz / Direito Previdenciário / Benefícios. A renda mensal do benefício de prestação continuada que substituir o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado não poderá ser inferior ao salário-mínimo nem superior ao limite máximo.  c) Uma vez calculado o salário de benefício. ) Com base nas regras informativas do cálculo dos benefícios. e se destina a fixar o tempo de contribuição remanescente para o segurado poder aposentar-se por tempo de serviço.  c) II. cessará.  e) no período de formação da reserva remunerada.  d) O salário-maternidade da segurada empregada é benefício que não se sujeita à apuração do salário de benefício nem ao limite máximo dos benefícios.Procurador de Estado / Direito Previdenciário / Benefícios. II. Apresentação por parte do beneficiário de defesa.E 1 . enquanto existir os planos.  c) Para cálculo do valor do salário-de-benefício do segurado empregado.2009 .  d) permanentemente. Suspensão do benefício.  e) Fator previdenciário é um índice multiplicador do salário de benefício. salvo direito adquirido. sessenta e cinco anos ou. solteiro e sem filhos registrados. e Maria. no prazo de 30 dias.B 1 . II Considere que Cláudio. sessenta anos de idade.  d) O fator previdenciário consiste em uma fórmula aritmética que considera os fatores idade e expectativa de sobrevida do segurado. aplica-se o percentual correspondente à renda mensal. sua mãe. o benefício deve ser suspenso.2008 .  b) O valor mensal dos benefícios de prestação continuada. multiplicada pelo fator previdenciário.D 1 .  c) durante o período de formação do fundo.PGE-CE . o benefício de José por invalidez. segurado do regime geral.Analista do Ministério Público – Especialidade Contabilidade / Direito Previdenciário / Benefícios. GABARITOS: 1 .A 1 . que varia conforme o benefício requerido. GABARITOS: 1 .  a) Nos casos de aposentadoria por invalidez em que o segurado necessite de assistência permanente de outra pessoa. relativos aos benefícios da previdência social.Q43059 ( Prova: FCC . Sua renda mensal consiste num valor igual à sua remuneração. ) Julgue os itens a seguir. o segurado deve ter. faleça. Nessa situação. quanto mais tempo o segurado presumivelmente receberá aposentadoria. no seu cálculo. No caso da aposentadoria por tempo de contribuição. no mínimo. tratando-se de aposentadoria por idade. Está correto o que se afirma APENAS em  a) II e III. a idade do segurado. Considere.  . incluídas as utilidades concedidas pelo empregador. caso a notificação não seja respondida. representado por advogado.2ª REGIÃO .IBGE. ainda que Jair.  e) I e II. gABARITOS: 1 .MPE-SE . o tempo de contribuição.Q43062 ( Prova: FCC . o valor do benefício previdenciário não pode ser superior ao limite máximo do salário-de-contribuição na data inicial do benefício. publicado no Diário Oficial do Estado. Assim. mediante ato específico. também chamada de risco social.2009 .2009 . ) São procedimentos a serem observados em caso de irregularidades na concessão ou manutenção de benefícios no RPPS/SE: I. de imediato. ) A gestão econômico-financeira dos recursos garantidores deve garantir a correspondência entre as disponibilidades e exigibilidades  a) no início do período de benefício. I Considere que José. obteve êxito e recuperou integralmente sua capacidade para o exercício de atividade laboral. GABARITOS: 1 . sobre os quais tenha havido contribuições previdenciárias. segurado empregado. é calculado com base no salário-debenefício.Analista do Ministério Público – Especialidade Contabilidade / Direito Previdenciário / Benefícios. compulsoriamente.

 d) 4.2008 . no período básico de cálculo. Nessa modalidade de benefício.C 1 . quando tinha 16 anos de idade. Atualmente. benefício que cessou quando completou 21 anos. caso tenha sido contratado de acordo com a legislação regente. O devido.2010 . ) Em relação aos benefícios de previdência social. considere o que segue: I. em uma escola particular. III Considere que Teresa. está na faculdade. bastando. Célio é segurado empregado. O devido ao segurado que. Nessa situação.Procurador Federal / Direito Previdenciário / Benefícios. a pensão por morte recebida por Maria deverá ser rateada com Jair. Selma poderá designar um menor impúbere. Nessa situação. .  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . uma vez cumprida a carência devida nessa Lei de Planos e Benefícios da Previdência Social. IV Considere que Clarice. o período de carência exigido nessa Lei de Planos e Benefícios da Previdência Social.º 20/1998. ocupando o cargo efetivo de professor de ensino médio nos períodos matutino e vespertino. não tem filhos e seus pais já faleceram. ) No que concerne à legislação acidentária.  e) 5. apesar de ter dois filhos menores de 14 anos.Q33135 ( Prova: CESPE . no período noturno. resultarem seqüelas que impliquem redução da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia. segurada da previdência social na qualidade de empregada.E 1 . III. durante quinze.  e) Selma. para a previdência social. Esses benefícios previdenciários referem-se. segurada da previdência social na qualidade de empregada doméstica. todos os meses.B 1 . sem previsão para aumentar os proventos que já recebe ou requerer qualquer outro benefício. Clarice deve contribuir.Q46350 ( Prova: CESPE . a título de ajuda de custo. sua intenção à agência da previdência social. Tendo em vista a permissão do órgão em que trabalha. GABARITOS: 1 . para isso. perdeu sua mãe. Rodrigo é segurado obrigatório tanto do regime próprio quanto do RGPS. incapaz para a atividade laboral. GABARITOS: 1 . é solteira. poderá requerer ao INSS a restauração da pensão que recebia. a aposentadoria proporcional é concedida àqueles que cumpriram os requisitos anteriores à reforma constitucional implementada pela Emenda Constitucional n. e ao auxílio-acidente. declarar.2007 . seguida de uma assertiva a ser julgada. Nessa situação.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . volte a exercer atividade remunerada. segurado do (RGPS). conforme dispuser a lei. Nessa situação. caso Albano venha a ser acometido por doença que o torne inválido e.Q38394 ( Prova: CESPE .AGU . II. Nessa situação. julgue os itens que se seguem.  a) Albano. apesar de ser constitucional.  b) Célio concluiu o curso de medicina e agora está fazendo residência médica em hospital particular.  b) 2. perdeu seu pai. O concedido. ) Quanto aos benefícios da Lei 8. havendo cumprido. V Para os trabalhadores da iniciativa privada. mesmo que preenchidos os requisitos para a concessão do benefício.AGU . e passou a receber a pensão por morte. para a previdência social.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. condição que torna Getúlio segurado da previdência social na qualidade de empregado. há autorização para aplicação apenas dos redutores previstos no texto constitucional. Nessa situação. contadora e aposentada por tempo de contribuição pelo regime geral. como indenização ao segurado quando. A quantidade de itens certos é igual a  a) 1. novamente.obtenha o reconhecimento de que Cláudio era seu pai.  c) Rodrigo é servidor público estadual.213/91. pode ser conjugado com outros fatores indicativos do estado de miserabilidade do indivíduo e de sua família. Nessa situação. tem 23 anos de idade. Considere que Joana seja empregada e não tenha conseguido comprovar o valor dos seus salários-de-contribuição. Assinale a opção que apresenta a assertiva correta.  c) 3. Para fins de concessão do benefício de prestação continuada. quando for o caso. Nessa situação. respectivamente. Nessa situação. na verdade eles constituem uma remuneração. apesar de a igreja considerar tais valores apenas como ajuda de custo. ficar incapacitado para o seu trabalho ou para a sua atividade habitual por mais de quinze dias consecutivos. considera-se incapaz de prover a manutenção da pessoa portadora de deficiência ou idosa a família cuja renda mensal per capita seja inferior a um quarto do saláriomínimo. ao benefício de prestação continuada previsto na Lei de Organização da Assistência Social e jurisprudência dos tribunais superiores. Joana não fará jus a um benefício previdenciário. Rodrigo também leciona. Esse critério. cada uma das opções abaixo apresenta uma situação hipotética. com quem tenha muita afinidade. Teresa não tem o direito de receber salário-família. ao segurado que tiver trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física ou mental. à aposentadoria especial.MPE-PE .Procurador de Estado / Direito Previdenciário / Benefícios.PGE-CE . portanto. tendo em vista sua atual condição de invalidez. por escrito. para ser seu dependente. mas não promoveu sua inscrição na previdência social.2002 . de acordo com entendimento do STF. vinte ou vinte e cinco anos.  d) Getúlio é pastor evangélico e a igreja em que exerce sua atividade lhe dá. após a consolidação das lesões decorrentes de acidente de qualquer natureza.C 1 . receba um salário mínimo mensal de seus empregadores.Q38783 ( Prova: FCC . uma quantia em dinheiro. prestando serviços a diversas empresas.  a) à aposentadoria por invalidez. Albano trabalha no mercado informal. julgue os itens que se seguem.Promotor de Justiça / Direito Previdenciário / Benefícios. ) Em relação aos beneficiários do regime geral da previdência social (RGPS). Depois.

Analista do Ministério Público – Especialidade Contabilidade / Direito Previdenciário / Benefícios. De acordo com entendimento da Turma Nacional de Uniformização da Jurisprudência dos Juizados Especiais Federais.C 1 .  b) sempre que houver resultado negativo entre as contribuições e os pagamentos de benefícios. e ao auxílio-acidente.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. e ao auxílio-doença. julgue os itens seguintes.2008 . o tempo de contribuição correspondente ao exigido para efeito de carência na data de requerimento do benefício.  d) trimestralmente. não há vedação legal à cumulação da pensão por morte de trabalhador rural com o benefício da aposentadoria por invalidez.  e) não respondida.C     .AGU . Fábio recebe auxílio-acidente decorrente da consolidação de lesões que o deixaram com seqüelas definitivas.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios. auxílio-reclusão.AGU . auxílio-acidente. é apresentada uma situação hipotética que trata de cumulação de benefícios.A data-base dos aposentados e pensionistas é 1º de janeiro. permitindo estabelecer o plano de custeio.Q43058 ( Prova: FCC . julgue os itens seguintes. julgue os itens seguintes. à aposentadoria especial.  c) apenas os itens I e III são corretos. e) ao auxílio-acidente.Q33132 ( Prova: CESPE . c) à aposentadoria especial. com avaliação do fluxo financeiro e do resultado econômico da entidade.Q33131 ( Prova: CESPE . d) ao auxílio-acidente.  b) apenas os itens I e II são corretos. no caso de exposição a ruído. trabalhadora avulsa e contribuinte individual.2009 . ) Em cada um dos itens subseqüentes. e ao auxílio-doença.  c) semestralmente. à aposentadoria por invalidez.MPE-SE . GABARITOS: 1 . serviço social. o uso de equipamento de proteção individual.E 1 .D 1 . III . salário-família.b) ao auxílio-doença.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . no mínimo. concordando com a avaliação atuarial dos planos de benefícios. ) A respeito dos benefícios previdenciários.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . ) Leia e analise os itens abaixo: I . Marque a alternativa CORRETA:  a) todos os itens são corretos. Somente poderão beneficiar-se do auxílio-acidente os seguintes segurados: o empregado.AGU . gABARITOS: 1 .Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios. julgue os itens seguintes.2009 . Fábio poderá cumular o benefício que atualmente recebe com o auxílio-doença decorrente de outro evento. decorrente da relação entre a atividade da empresa e a entidade mórbida motivadora da incapacidade.2010 . Por apresentarem pressupostos fáticos e fatos geradores distintos.AGU . ) A respeito dos benefícios previdenciários.Q21487 ( Prova: CESPE .  d) apenas os itens II e III são corretos. para fins de aposentadoria especial. ) A respeito dos benefícios previdenciários. Independe de carência a concessão de pensão por morte.Q33134 ( Prova: CESPE . apenas descaracterizará o tempo de serviço especial prestado se houver a eliminação da insalubridade.E 1 . Aposentadoria por idade. à aposentadoria por invalidez. o trabalhador avulso e o especial.E 1 . Nessa situação. GABARITOS: 1 .Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios.2010 . e à aposentadoria especial. seguida de uma assertiva a ser julgada. ) A respeito dos benefícios previdenciários. desde que os resultados da entidade se apresentem deficitários.Procurador / Direito Previdenciário / Benefícios.2010 . deve ser efetuada  a) mensalmente.  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 . II . desde que a pessoa conte com.  ( ) Certo ( ) Errado gABARITOS: 1 .Presume-se caracterizada a incapacidade acidentária quando estabelecido o nexo técnico epidemiológico entre o trabalho e o agravo. ) A análise técnica para avaliação do equilíbrio atuarial dos planos de benefícios.Q33133 ( Prova: CESPE .D 1 . mediante assembleia dos participantes.Q32287 ( Prova: PGT .C 1 .2010 .A perda da condição de segurado não será considerada para a concessão da aposentadoria por idade.INSS .Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Benefícios. ao auxílio-doença.PGT .  e) anualmente. reabilitação profissional e salário-maternidade para as seguradas empregada.

 e) salário-maternidade e auxílio-doença.1ª Fase .Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Benefícios.  b) o direito da Previdência Social de anular os atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os seus beneficiários decai em dez anos. salvo comprovada má-fé.Juiz . e determinou a cessação de seu benefício. não é permitido o recebimento conjunto dos seguintes benefícios da Previdência Social (assinale a proposição incorreta):  a) aposentadoria e auxílio-doença.Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios.  b) apenas os itens I e II são corretos. independentemente de percepção de auxílioacidente. Fernando é empregado de pessoa jurídica e.TRT .INSS . após a cessação do auxílio-doença acidentário. é apresentada uma situação hipotética que trata de cumulação de benefícios. a pessoa jurídica fica desobrigada ao pagamento relativo aos quinze primeiros dias de afastamento. Nessa situação.2010 .1 .Q21487 ( Prova: CESPE . passando a perceber. Nessa circunstância. exceto pensão por morte ou auxílio-acidente. exceto a pensão especial aos dependentes das vítimas de hemodiálise em Caruaru.  e) não respondida. em virtude de enfermidade. não é permitida a acumulação do benefício previdenciário com o benefício assistencial.1ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios.C 1 .2008 . Fernando.PGT . seguida de uma assertiva a ser julgada.2009 . a partir do décimo sexto dia. ) Em cada um dos itens subseqüentes. Um mês após a cessação do referido benefício. de ação que tenha por objeto idêntico pedido sobre o qual versa o processo administrativo importa renúncia ao direito de recorrer na esfera administrativa e desistência do recurso interposto. contados da data em que foram praticados.2006 . GABARITOS: 1 . o benefício previdenciário denominado auxíliodoença.  c) pensão por morte ou auxílio-acidente com o seguro-desemprego.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . em caráter não eventual.Q11401 ( Prova: PGT . prorrogando-se o benefício anterior.aquele que presta serviços de natureza urbana ou rural à empresa.  d) nenhum benefício ou serviço da Previdência Social poderá ser criado.Não é permitida a acumulação do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social.Q31424 ( Prova: INSTITUTO CIDADES . sob sua subordinação e mediante remuneração. inclusive como diretor empregado.2ª Etapa / Direito Previdenciário / Benefícios. Fábio recebe auxílio-acidente decorrente da consolidação de lesões que o deixaram com seqüelas definitivas.C 1 .1ª REGIÃO (RJ) .  c) a apresentação de documentação incompleta pode constituir motivo para recusa do requerimento do benefício do auxílio por acidente do trabalho.PGT . GABARITOS: 1 .C 1 . GABARITOS: 1 . embora este não seja benefício.Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios. ) São segurados obrigatórios da Previdência Social: I . seguida de uma assertiva a ser julgada. pelo prazo mínimo de doze meses.1ª REGIÃO (RJ) . a manutenção do seu contrato de trabalho na empresa. majorado ou estendido. ) Em cada um dos itens a seguir. acometido pela mesma doença.BRB . ressalvados os casos de direito adquirido dos beneficiários que já os acumulavam com base em legislação anterior.Segundo a lei. II .  d) apenas os itens II e III são corretos. .C 1 .2008 . ficou incapacitado para o seu trabalho por mais de quinze dias. ) Salvo no caso de direito adquirido. Fábio poderá cumular o benefício que atualmente recebe com o auxílio-doença decorrente de outro evento.Q32286 ( Prova: PGT .2008 .Advogado / Direito Previdenciário / Benefícios.  e) a propositura. é apresentada uma situação hipotética relativa ao direito previdenciário.  d) aposentadoria e abono de permanência. ) Leia e analise os itens abaixo: I .  b) mais de uma aposentadoria. Após dois meses.TRT . sem a correspondente fonte de custeio total. ficou novamente impossibilitado para o trabalho.  c) apenas os itens I e III são corretos. pelo beneficiário ou contribuinte.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . ) Assinale a resposta incorreta:  a) o segurado que sofreu acidente do trabalho tem garantida. Auxílio-doença.A lei vigente limita a acumulação de benefícios previdenciários. III . Marque a alternativa CORRETA:  a) todos os itens são corretos. a perícia do INSS constatou que Fernando já estava apto para retornar às suas atividades.Q30829 ( Prova: CESPE .Juiz .Q31377 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .1ª Fase .A 1 .

C 1 .II .Q11094 ( Prova: PGT . e Lucília.Analista do Seguro Social / Direito Previdenciário / Benefícios. se resultante de ato praticado por pessoa privada do uso da razão. no art.  d) Quando o pagamento do salário não for mensal.Técnico do Seguro Social / Direito Previdenciário / Benefícios. presta serviço para atender necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente.Q21436 ( Prova: CESPE .  d) a II está certa e a IV está errada. IV .  d) O exercente de mandato eletivo federal.família.o infortúnio sofrido por empregado no local e no horário de trabalho. Marília e Lucília escolheram um procedimento de cálculo errado.213/91). relativos à seguridade social. elenca como segurados obrigatórios da Previdência Social na condição de empregado. resolveram tomar a média dos valores dos benefícios que receberam durante o ano para calcular o valor da gratificação natalina que iriam receber. que explora atividade agropecuária ou pesqueira. apresenta-se uma situação hipotética referente à aplicação do conceito de salário-de-contribuição. o salário-família será obrigatoriamente pago semanalmente. ao salário ou ao benefício. pode-se afirmar que:  a) todas estão certas. seguida de uma assertiva a ser julgada.  b) Aquele que.  b) todas estão erradas. para avaliar sua disponibilidade de recursos financeiros. pensionista do INSS.Q12071 ( Prova: FCC .2008 . com relação ao salário família é correto afirmar:  a) A cota do salário-família não será incorporada. Nessa situação. uma vez que já recebe a respectiva aposentadoria.o salário-maternidade será devido diretamente pela Previdência Social nos casos de adoção de crianças de até 08 (oito) anos de idade. independe da prévia percepção de auxílio-doença. ) Julgue os próximos itens.Área Tributária e Aduaneira .  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .embora informada a Seguridade Social pelo princípio da universalidade da participação nos planos previdenciários.Auditor Fiscal da Receita Federal . ) De acordo com a Lei no 8. 8.  e) A empresa conservará durante quinze anos os comprovantes dos pagamentos do salário família para exame pela fiscalização da Previdência Social.2008 .Prova 3 / Direito Previdenciário / Benefícios. De acordo com as assertivas acima. ) A Lei de Benefícios da Previdência Social (Lei n. que gera a suspensão do contrato de trabalho. utilizados a qualquer título. inclusive como diretor empregado. salvo quando coberto por regime próprio de previdência social. estadual ou municipal. ao segurado empregado.INSS . Maria. entre outros. ) Em cada um dos itens seguintes. inclusive ao doméstico. diretamente ou por intermédio de prepostos e com auxílio de empregados. II .2008 .Receita Federal .A 1 .  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 .a pessoa física.Analista Judiciário . aposentada. desde que não vinculado a regime próprio de previdência social. ainda que coberto por regime próprio de previdência social. ainda que lá domiciliado e contratado.aquele que.A 1 . mensalmente.2005 . GABARITOS: 1 . cuja maioria do capital votante pertença a empresa brasileira de capital nacional.a aposentadoria por invalidez. definida em legislação específica. Considere que Marília. ao trabalhador avulso e ao empregado. pois a gratificação natalina de aposentados e pensionistas tem por base o valor dos proventos do mês de dezembro de cada ano.TRF-5R .Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios.INSS . Nessa situação. em caráter não eventual. proprietária ou não. exceto:  a) Aquele que presta serviço de natureza urbana ou rural à empresa.C 1 .213/91. GABARITOS: 1 . apesar de ser um benefício previdenciário. na proporção do respectivo número de filhos.  e) O brasileiro ou estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado em empresa domiciliada no exterior.Q2939 ( Prova: ESAF .2008 . o salário-maternidade que Maria recebe é considerado salário-de-contribuição para efeito de incidência.  c) O aposentado por invalidez não terá direito ao salário.  c) a I está certa e a III está errada. encontra-se afastada de suas atividades profissionais devido ao nascimento de seu filho.PGT . GABARITOS: 1 . faziam planos para visitar familiares durante o mês de janeiro e.  b) O salário-família será devido. para qualquer efeito. em caráter permanente ou temporário. 11. IV .Q20032 ( Prova: CESPE . presta serviço para atender a necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente ou a acréscimo extraordinário de serviço de outras empresas. ainda que de forma não contínua. contratado por empresa de trabalho temporário. III . considere as seguintes proposições: I . as seguintes pessoas físicas.C 1 .Área Judiciária / Direito Previdenciário / Benefícios. Segurados obrigatórios. Contribuições sociais. ) A propósito dos benefícios previdenciários. III . não será equiparável a acidente do trabalho. segurada empregada da previdência social. sob sua subordinação e mediante remuneração. definida em legislação específi ca.  c) O empregado de organismo ofi cial internacional ou estrangeiro em funcionamento no Brasil.  e) não respondida. mas recebe salário-maternidade. .o brasileiro civil que trabalha no exterior para organismo oficial internacional do qual o Brasil é membro efetivo. o auxílioacidente apenas é devido ao segurado especial. Salário-de-contribuição. contratado por empresa de trabalho temporário.

de acordo com a legislação previdenciária.  c) indenizatória. ) Indique qual dos benefícios listados abaixo.Q2803 ( Prova: ESAF .auxílio-doença. III . ABARITOS: 1 . De acordo com as alternativas acima. administrativamente. se for o caso.aposentadoria por invalidez.Auditor Fiscal da Receita Federal . espontaneamente.  e) o salário-maternidade.  d) salarial.Q11400 ( Prova: PGT .Auditor Fiscal da Receita Federal . inclusive acessórios.  b) Aposentadoria por idade. ) O auxílio-acidente atualmente tem natureza:  a) complementar. exceto. pode-se afirmar que:  a) somente a I e a II estão certas.Área Tecnologia da Informação .D 1 . o pagamento da contribuição social previdenciária.2005 .  c) a II está errada e a III está certa.  b) o item II é certo e o item III é errado.De acordo com as assertivas retro.Q2935 ( Prova: ESAF .  d) ser imputado de crime cuja punibilidade se extingue se o agente houver promovido. IV . declara. pode-se afirmar que:  a) o item IV é certo e o item I é errado.  e) não respondida. é reembolsado à empresa:  a) Auxílio-acidente.  b) o auxílio-doença.Prova 2 / Direito Previdenciário / Benefícios. ) Ficará sujeito à seguinte conseqüência.  d) a reabilitação profissional.Receita Federal .Q11195 ( Prova: PGT .PGT .2006 .Prova 2 / Direito Previdenciário / Benefícios. além da responsabilidade civil e administrativa.  d) o item I é certo e o item II é errado.C .D 1 .C 1 .2005 . quanto ao segurado e ao dependente.Q2790 ( Prova: ESAF . após o início da ação fiscal e antes de oferecida a denúncia.Receita Federal .  c) Salário-família pago aos segurados a seu serviço. II .  e) não respondida. como sendo o mínimo para o ajuizamento de suas execuções fiscais.Área Tecnologia da Informação .  e) ser imputado de crime de menor potencial ofensivo se o valor das contribuições devidas. inclusive acessórios.auxílio-acidente. ) São benefícios da Previdência Social: I .reabilitação profissional.  b) suplementar. antes do início da ação fiscal. quando as respectivas cotas ou valores já tiverem sido reembolsados à empresa pela previdência social:  a) a responsabilidade da empresa ou pessoa física perante a Previdência Social e a responsabilidade administrativa do servidor que tiver efetuado o pagamento.  d) todas estão erradas.Auditor Fiscal da Receita Federal .Área Tributária e Aduaneira .  d) Aposentadoria por invalidez.Receita Federal .Prova 3 / Direito Previdenciário / Benefícios.C 1 .C 1 . GABARITOS: 1 .  e) não respondida.PGT .  e) Pensão por morte. confessa e efetua o pagamento das contribuições. expressas em benefícios e serviços. o Regime Geral da Previdência Social compreende as seguintes prestações.2007 .  c) ser imputado de crime cuja punibilidade se extingue se o agente.Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios.2005 . Salário-família. GABARITOS: 1 . ABARITOS: 1 .  b) a responsabilidade criminal por sonegação de contribuição previdenciária. GABARITOS: 1 . se for o caso. aquele que pagar benefício devido a segurado. for igual ou inferior àquele estabelecido pela previdência social. ) É falso afirmar que. importâncias ou valores e presta as informações devidas à previdência social.Procurador do Trabalho / Direito Previdenciário / Benefícios.  c) o item III é certo e o item IV é errado.  b) todas estão certas.  a) a pensão por morte.  c) o salário-família. devidas inclusive em razão de eventos decorrentes de acidente de trabalho. GABARITOS: 1 .

2011 .2011 .Auditor Público Externo . Ministério Público e Tribunais de Contas.Auditor Público Externo .  b) com valor fixado livremente em lei estadual.  c) com 250 por cento da contribuição do servidor ativo. do Distrito Federal quanto dos Municípios.213/91.  b) o tempo de serviço rurícola.Prova vespertina / Direito Previdenciário / Regime Próprio de Previdencia Social (RPPS).Q200319 ( Prova: FMP-RS .DPE-AM . 5 . Ministério Público e Tribunais de Contas.  e) não é mais possível.213/91.Q200317 ( Prova: FMP-RS .Prova vespertina / Direito Previdenciário / Regime Próprio de Previdencia Social (RPPS). se houver o correspondente recolhimento das contribuições previdenciárias.Prova vespertina / Direito Previdenciário / Regime Próprio de Previdencia Social (RPPS).Q200592 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .  c) não deverá ser concedido benefício algum em razão da capacidade para a outra atividade. é correto afirmar que:  a) serão filiados do Regime Geral de Previdência Social.TCE-MT . ) Julgue os itens abaixo: I.  e) tanto os agentes públicos da União quanto dos Estados e do Distrito Federal.Auditor Público Externo . para fins de contagem recíproca.TCE-MT .  e) com valor fixado em norma estadual não inferior ao valor da contribuição do servidor ativo.2011 .Prova vespertina / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. o Estado do Mato Grosso contribuirá  a) com não mais que a metade da contribuição do servidor ativo.Q200321 ( Prova: FMP-RS . serão filiados a Regimes Previdenciários Próprios criados por lei do ente federativo respectivo. do Distrito Federal quanto dos Municípios.  e) a instituição de benefícios deve observar a reserva de lei delegada. incluindo-se os membros do Judiciário. serão filiados a Regimes Previdenciários Próprios criados por lei federal. independentemente de contribuição.2011 . § 9º:  a) o tempo de serviço rurícola.  c) tanto os agentes públicos da União. 4 .  d) cuidando-se de competência privativa. é correto afirmar que:  a) pode haver aposentadoria por invalidez.  d) obrigatoriamente com o mesmo montante cabível ao servidor ativo contribuir.213/91. para uma delas e permanecer capaz para a outra:  a) deverá ser concedido auxílio-doença que cessará após cinco anos. ) Relativamente aos agentes públicos ocupantes de cargos efetivos e vitalícios.  d) deverá ser concedido auxílio-doença e mantida a concessão indefinidamente em razão de inexistência de incapacidade para qualquer atividade.Auditor Público Externo . Ministério Público e Tribunais de Contas. ) Na manutenção do Regime Próprio de Previdência de seus servidores.  b) com exceção dos membros do Judiciário.  d) tanto os agentes públicos da União. a instituição de benefícios dependerá sempre de norma federal.TCE-MT .Auditor Público Externo .TCE-MT . posteriormente à vigência da Lei 8. serão filiados a Regimes Previdenciários Próprios criados por lei do ente federativo respectivo.  c) cuidando-se de competência exclusiva. somente poderá ser convertido em tempo de contribuição. 6 . no que refere ao nível dos Estados federados. a partir da vigência da Emenda Constitucional nº 41/2003. ) Para fins de obtenção de aposentadoria. serão filiados a Regimes Previdenciários Próprios criados por lei estadual. dos Estados. 3 . não poderá ser considerado para fins de contagem recíproca. Ministério Público e Tribunais de Contas. como forma de atuação do estado. incluindo-se os membros do Judiciário. nos termos constitucionalmente estabelecidos. incluindo-se os membros do Judiciário. . ) Na hipótese de segurado do Regime Geral de Previdência Social exercer duas atividades e resultar totalmente incapacitado.  b) deverá ser concedido auxílio-doença inicialmente e.1 .A Carta constitucional de 1937 previa. além de inúmeras outras inovações na área da seguridade social. independentemente da época.  e) deverá ser concedido auxílio-acidente. as áreas de saúde.Q200320 ( Prova: FMP-RS . nem superior ao dobro.  d) somente será viável relativamente ao tempo de serviço rurícola prestado posteriormente à vigência da Lei 8. aposentadoria compulsória e aposentadoria voluntária.TCE-MT . a instituição de benefícios dependerá sempre de norma federal. confirmada a incapacidade definitiva. em definitivo.2011 . dos Estados.2011 .  b) pode haver a instituição de quaisquer benefícios a critério do legislador estadual no livre exercício da autonomia dos entes federados. de que trata a Constituição Federal em seu artigo 201.Q200318 ( Prova: FMP-RS .  c) somente será viável relativamente ao tempo de serviço rurícola prestado posteriormente à vigência da Lei 8. ser substituído por aposentadoria por invalidez.Defensor Público / Direito Previdenciário / Histórico da Seguridade Social. relativamente à contagem recíproca e compensação entre regimes. assistência e previdência social. 2 .Prova vespertina / Direito Previdenciário / Aposentadoria. ) No âmbito dos Regimes Próprios de Previdência Social.

o auxílio reclusão será cessado.Somente no século XX veio a lume. que criou as caixas de aposentadoria e pensões nas empresas de estradas de ferro existentes.Q200594 ( Prova: INSTITUTO CIDADES . III. III e V estão corretas 7 . Assinale a alternativa correta:  a) Somente as alternativas I. II.2011 .Defensor Público / Direito Previdenciário / Benefícios. a exemplo do que ocorreu na Europa.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.A constituição do sistema de proteção social no Brasil. IV e V estão corretas  e) Somente as alternativas II.  c) I e II estão corretos  d) I e III estão corretos.  e) III e IV estão corretos. ) De acordo com as disposições constitucionais. ainda que condicional. Assinale a alternativa correta:  a) somente a alternativa I é falsa  b) somente a alternativa V é falsa  c) somente a alternativa III é falsa  d) Somente a alternativa II é falsa  e) Somente a alternativa IV é falsa 9 . julgue os itens abaixo: I . ) No que concerne ao beneficio de auxílio-reclusão previsto na Lei Complementar Estadual n. morte e idade avançada. Cobertura dos eventos de invalidez.  a) Todos estão corretos  b) está correto.O auxílio-doença será devido ao segurado que. II .19 (quinhentos e oitenta e seis reais e dezenove centavos).II. 30\01. II. IV. III . a dos empregadores e a do poder público.2011 . Garantia de um salário-mínimo ao deficiente fsico e ao idoso. são eventos cobertos pela Previdência Social: I.É entendimento doutrinário dominante que o marco inicial da previdência social brasileira foi a publicação do Decreto Legislativo n. em decorrência de doença ou acidente em serviço. no Brasil. situação em que os dependentes não terão direito à percepção da pensão por morte. já que antes de tal marco temporal a regulação era dispersa em textos legais específicos IV.Na hipótese de o segurado falecer enquanto estver preso. normas de caráter geral em matéria de previdência social. a contribuição dos trabalhadores. o benefcio será restabelecido a contar daquela data. julgue os itens abaixo: I . valor este a ser corrigido pelos mesmos índices aplicados aos beneficios do Regime Geral de Previdência. 8 . que percebia remuneração igual ou inferior a R$ 586. V. ficar incapacitado para o .DPE-AM . IV e V estão corretas  d) Somente as alternativas I. sendo obrigatória a apresentação periódica de declaração de permanência do segurado na situação de preso. V. O pagamento do auxílio-reclusão cessa a partir do dia imediato àquele em que o servidor for posto em liberdade. ou do trânsito em julgado de sentença condenatória de que resulte a perda do cargo. ) No que concerne ao beneficio de auxílio-doença previsto na Lei Complementar Estadual n.O auxílio-reclusão será devido a contar da data em que for requerido pelos dependentes.O auxílio-reclusão será pago aos dependentes do servidor segurado atvo recolhido à prisão.682/1923.Q200595 ( Prova: INSTITUTO CIDADES . deu-se em razão de longo e vagaroso processo de superação dos postulados do liberalismo clássico. à criança e ao idoso. os quais deverão instruir o pedido com certidões comprobatórias do efetivo recolhimento do segurado à prisão e da inexistência de percepção de remuneração e será rateado em cotas-partes iguais entre os dependentes do segurado.A Carta de 1934 foi pioneira em prever a forma tripartite de custeio.Q200593 ( Prova: INSTITUTO CIDADES .2011 . Eventual fuga da prisão implicará na suspensão do beneficio. IV. Proteção à família. III.DPE-AM .º 4.DPE-AM . sendo que tal instrumento normativo foi pioneiro na criação do instituto da aposentadoria. Lei Eloy Chaves. Em caso de recaptura ou reapresentação à prisão. e III estão corretas  b) Somente as alternativas IV e V estão corretas  c) Somente as alternativas II.º 30\01. ou seja.Defensor Público / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão. passando o sistema da total ausência de regulação estatal para uma intervenção cada vez mais ativa do Estado que culminou com os atuais sistemas de proteção previdenciária. Qualifcação para o trabalho e pagamento do seguro desemprego.

V .E 1 .V.Área Tecnologia da Informação . ( ) Na hipótese de aposentadoria por idade. IV . incidentes sobre o seu salário-decontribuição. ) Constituem contribuições sociais.PGE-ES .D 4 . da Lei n. 80. GABARITOS: 1 .  a) V.Q2796 ( Prova: ESAF . é correto afirmar com relação ao auxílio-reclusão:  a) Será concedido aos dependentes do segurado que estiver preso preventivamente.Área Tecnologia da Informação . ) Conforme estabelece o art. deve observar alguns objetivos. incidentes sobre faturamento e lucro.B 8 .Prova 2 / Direito Previdenciário / Auxílio-doença.F. Acerca da base para a organização da seguridade social.Se concedido novo beneficio de auxílio-doença. do auxílio-reclusão.  e) As dos proprietários rurais. o Fundo de Previdência fcará desobrigado ao pagamento relativo aos primeiros 15 (quinze) dias. de acordo com a Lei n.A 3 .F GABARITOS: 1 .B 10 . Sua organização pelo poder público. .  c) As dos trabalhadores.  ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 .V  d) V. ) A seguridade social compreende um conjunto de ações destinadas a assegurar a saúde.  c) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido à prisão. A seletividade e a distributividade dos benefícios e dos serviços da seguridade social referem-se à capacidade individual contributiva dos possíveis beneficiários. incidentes sobre a remuneração paga ou creditada aos segurados a seu serviço.Receita Federal . e será devido a partr do 17º dia do afastamento. decorrente da mesma doença.2005 . ( ) Perde o direito ao auxílio-reclusão o benefi ciário. IV e V são verdadeiras  c) a alternatva II e IV são verdadeiras  d) Somente a alternativa III é correta  e) Somente as alternativas IV e V estão corretas 10 .acaso o servidor não conte tal lapso temporal.C 2 . conforme previsto na Constituição brasileira.V. marque a opção que contenha a exata seqüência.212/91. III . julgue os próximos itens.E 1 .B 1 .  d) As das empresas.Q98563 ( Prova: CESPE . incidentes sobre o seu faturamento.  b) Será concedido aos dependentes do segurado que estiver respondendo a processo criminal. por meio de lei. que não tiver remuneração. passa a exercer atividade remunerada em cumprimento de pena em regime fechado ou semi-aberto.F  c) V. nessa condição.V  b) V.Área Tecnologia da Informação . ( ) Não são cumulativos o benefício de auxílio-doença e o de percepção. o contribuinte individual ou facultativo. 8. a perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão desse benefício.Q2798 ( Prova: ESAF .A 6 . pelos dependentes. a previdência e a assistência social.F. que determina a aptidão para usufruírem prestações da seguridade social. Assinale a alternatva correta:  a) a alternativa I e V são verdadeiras  b) a alternativa III.2005 . conforme seja verdadeiro ou falso. sendo dispensada nos casos de acidente de qualquer natureza. exceto:  a) As das empresas.Q2797 ( Prova: ESAF .Prova 2 / Direito Previdenciário / Auxílio-reclusão.213/91.Receita Federal .desempenho das atribuições do cargo efetivo de que é titular por mais de 16 (dezesseis) dias consecutivos.para a concessão do beneficio de auxílio-doença é necessário o cumprimento da carência de 12(doze) contribuições mensais.F. independentemente de recolhimento à prisão.Procurador de Estado / Direito Previdenciário / Princípios da seguridade social.O beneficio de auxílio-doença não será devido ao segurado cuja causa de afastamento das atividades seja decorrente de doença pré-existente ao ingresso no serviço público estadual.Receita Federal .2008 . ainda que receba benefício de aposentadoria. ainda que. 8. o segurado recluso contribua como contribuinte individual ou facultativo. se.Prova 2 / Direito Previdenciário / Contribuições sociais.E 7 .  d) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido à prisão. Auxílio-reclusão. irrelevante para o caso o tempo de contribuição.Auditor Fiscal da Receita Federal . o cálculo será realizado conforme a média do tempo de contribuição do servidor. II.Auditor Fiscal da Receita Federal . O beneficio de auxílio-doença corresponderá à media aritmética dos 3(três) últimos anos da remuneração do cargo efetivo.E 5 . mas que esteja condenado e não receba qualquer remuneração.2005 .  e) Será concedido aos dependentes do segurado recolhido ou não à prisão.C 9 .F  e) F. ) Leia cada um dos assertos abaixo e assinale (V) ou (F).  b) As dos empregados domésticos. ou . Depois.Auditor Fiscal da Receita Federal .

 d) As contribuições sociais de que trata o art. entre as quais as seguintes:  a) estar em situação regular.213/91.  d) Seletividade na prestação dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. é correto afirmar:  a) As contribuições sociais.C 1 .C 1 . só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da assinatura da lei que as houver instituído ou modificado. da CF/88.Área Tributária e Aduaneira . é incorreto afirmar:  a) A aposentadoria por invalidez não será concedida ao trabalhador avulso.Prova 2 / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. 150. será devida ao segurado que.  a) Será concedido ao segurado.  d) A aposentadoria por invalidez.Receita Federal . b. ) É permitido ao contribuinte ressarcir-se de valores pagos indevidamente. III.Prova 3 / Direito Previdenciário / Seguridade Social. no tocante ao auxílio-doença. não se lhes aplicando o disposto no art.  e) A aposentadoria por invalidez será concedida ao trabalhador doméstico. uma vez cumprida. não se lhes aplicando o disposto no art. da CF/88.2005 . . GABARITOS: 1 . ) Assinale a opção correta. de Débito Confessado em GFIP .  c) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei complementar. estando ou não em gozo de auxíliodoença. GABARITOS: 1 . só poderão ser exigidas após decorridos cento e oitenta dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modifi cado.Área Tributária e Aduaneira . independentemente de carência. não se lhes aplicando o disposto no art. Princípios Constitucionais da Seguridade Social.Área Tecnologia da Informação . cuja exigibilidade não esteja suspensa. de multa ou de juros de mora. prevista na Lei 8. no âmbito da seguridade social. 150.E 1 . b.Auditor Fiscal da Receita Federal .Receita Federal .  e) As contribuições sociais de que trata o art. for considerado incapaz.Prova 3 / Direito Previdenciário / Aposentadoria por Invalidez.Prova 3 / Direito Previdenciário / Contribuições sociais.  c) A aposentadoria por invalidez. GABARITOS: 1 .  e) Será concedido ao segurado quando ficar constatada a sua incapacidade parcial para o trabalho ou para sua atividade habitual por período de até 15 (quinze) dias consecutivos.Q2930 ( Prova: ESAF . 195. a carência exigida. ) Indique qual das opções está correta com relação aos objetivos constitucionais da Seguridade Social:  a) Irredutibilidade do valor dos serviços.  d) não referir-se a acréscimos legais.Q2794 ( Prova: ESAF . deduzindo-os das contribuições devidas à Previdência Social. consistirá numa renda mensal correspondente a 100% (cem por cento) do saláriode. 195.  c) Será concedido ao segurado quando ficar constatada a sua incapacidade para o seu trabalho ou para a sua atividade habitual por mais de 15 (quinze) dias consecutivos.Auditor Fiscal da Receita Federal .  b) Eqüidade na cobertura.Receita Federal . b.Auditor Fiscal da Receita Federal . GABARITOS: 1 .LDCG. III.LDC.A 1 .  c) a compensação somente poderá ser realizada em recolhimento de importância correspondente a períodos antecedentes àqueles a que se referem os valores pagos indevidamente. não se lhes aplicando o disposto no art.Auditor Fiscal da Receita Federal . de Lançamento de Débito Confessado em GFIP .Receita Federal . ) Com relação às contribuições sociais. da Carta Magna.2005 .  e) referir-se a compensação de valores que não tenham sido alcançados pela prescrição.  b) não haver débitos vincendos relativamente ao parcelamento de contribuições. enquanto às contribuições objeto de Notifi cação Fiscal de Lançamento de Débito .Q2932 ( Prova: ESAF . 195.  b) Será concedido ao segurado quando ficar constatada a sua incapacidade para o seu trabalho ou para sua atividade habitual por período de até 15 (quinze) dias consecutivos.Área Tecnologia da Informação .NFLD e débito decorrente de Auto de Infração . da CF/88.benefício. relativamente à sua sede ou estabelecimento principal.DCG.A 1 . como de atualização monetária.  c) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. da Carta Magna. inclusive a decorrente de acidente do trabalho.AI. III.Q2933 ( Prova: ESAF . da Carta Magna. só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da data da publicação da lei que as houver instituído ou modificado.Receita Federal .Auditor Fiscal da Receita Federal .2005 .Q2795 ( Prova: ESAF . só poderão ser criadas e exigidas após decorridos noventa dias da publicação da lei que as houver instituído ou modificado.  b) As contribuições sociais de que trata o art.2005 . de que trata o art. 195 da CF/88.  d) Será concedido ao segurado quando ficar constatada a sua incapacidade para o seu trabalho ou para sua atividade habitual por período inferior a 15 (quinze) dias consecutivos. se atender a diversas condições.GABARITOS: 1 . b. restituição e reembolso. quando for o caso. III. ) Com relação à aposentadoria por invalidez. 150.  b) A concessão de aposentadoria por invalidez dependerá da verifi cação da condição de incapacidade mediante exame médico-pericial a cargo da Previdência. de Lançamento de Débito Confessado . 150.Prova 2 / Direito Previdenciário / Compensação. da Carta Magna.Área Tributária e Aduaneira .2005 .

 d) Há possibilidade de criar benefício previdenciário sem prévio custeio.2007 . tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de três anos. se a criança tiver de quatro a oito anos de idade.2007 .  b) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade. sendo vedada a recondução.  c) A seguridade social compreende um conjunto de ações dos Poderes Públicos e da sociedade. Essa assertiva relacionada a receita da seguridade social está baseada.CNPS e seus respectivos suplentes serão nomeados pelo  a) Presidente da República. pode a pessoa jurídica contratar com o poder público. ao princípio da  a) natureza democrática e descentralizada da administração. especificamente.  b) São isentas de contribuição para a seguridade social as entidades benefi centes de assistência social que atendam às exigências estabelecidas em lei. à previdência e à assistência social.  b) noventa dias. visando a assegurar os direitos relativos à saúde. uma única vez.Área Judiciária . podemos afirmar:  a) A seguridade social compreende um conjunto de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade.  c) noventa dias. de acordo com o estabelecido na CF/88 e na legislação do respectivo custeio.Q5181 ( Prova: FCC . de imediato. à previdência e à assistência social. ) A receita da seguridade social não está adstrita a trabalhadores. à previdência e a assistência social.  a) o brasileiro ou estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado em sucursal ou agência de empresa nacional no exterior.Receita Federal .  e) Presidente da República.TRF-2R .  e) Mesmo em débito com o sistema da seguridade social. se a criança tiver até um ano de idade.  c) Presidente da República. à vida e à assistência social. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde.Analista Judiciário . ) Dentre outros.Execução de Mandados / Direito Previdenciário / Seguridade Social. se a criança tiver de quatro a oito anos de idade. tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de quatro anos. GABARITOS: 1 – E 1 .213/91. com sede na Constituição Federal/88 (art. ABARITOS: 1 .Q3878 ( Prova: FCC . tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de dois anos.Auditor Fiscal da Receita Federal .  c) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da respectiva lei. podendo ser reconduzidos. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde.B 1 .E 1 . ABARITOS: 1 .  d) sessenta dias.Receita Federal .  a) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além daquelas previstas na Constituição Federal. podendo ser reconduzidos. à vida.Q2931 ( Prova: ESAF .Auditor Fiscal da Receita Federal .Área Judiciária . de imediato. à previdência. destinado a assegurar os direitos relativos à saúde.Área Judiciária . à previdência e à assistência social.TRF-3R .CNPS. os membros do Conselho Nacional de Previdência Social .2005 . tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de três anos. destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde.Prova 3 / Direito Previdenciário / Seguridade Social. 194).  e) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos constituídos e da sociedade.  d) Presidente do Congresso Nacional.2005 . é segurado da Previdência Social na categoria de contribuinte individual. assinale a opção correta.  c) universalidade da cobertura e do atendimento. de imediato.Analista Judiciário .2007 . ) À segurada da Previdência Social que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança é devido salário-maternidade pelo período de  a) cento e vinte dias se a criança tiver entre um e quatro anos de idade.B 1 . ) De acordo com a Lei no 8. ABARTOS: 1 .  b) Presidente da República.B 1 .  b) diversidade da base de financiamento.Área Tributária e Aduaneira . se a criança tiver entre um e quatro anos de idade.Analista Judiciário . e) Diversidade de atendimento. uma única vez.  e) seletividade e distributividade na prestação dos benefícios.  d) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações dos Poderes Públicos e da sociedade.Execução de Mandados / Direito Previdenciário / Segurados obrigatórios. ABARITOS: 1 . ABARITOS:1 -C 1 . uma única vez.Prova 3 / Direito Previdenciário / Financiamento da seguridade social. tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de dois anos.Q2929 ( Prova: ESAF .Q5178 ( Prova: FCC .Área Judiciária / Direito Previdenciário / Conselho Nacional de Previdência Social . empregadores e Poder Público.TRF-2R . sendo vedada a recondução.Analista Judiciário .  d) equidade na forma de participação no custeio.2007 . ) Quanto ao financiamento da seguridade social. .Q5179 ( Prova: FCC .  e) trinta dias.Execução de Mandados / Direito Previdenciário / Salário-maternidade. ) No âmbito da Seguridade Social. podendo ser reconduzidos.TRF-2R .Área Tributária e Aduaneira .

III e IV.  e) II.C 1 .  c) I e III. no caso dos demais segurados.  e) A Lei 8. sempre se presumirão feitos.TRF-2R . inclusive o decorrente de acidente do trabalho. oportuna e regularmente.Q2938 ( Prova: ESAF . pela relevância social do débito para com a Seguridade Social. presta serviço para atender a necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente. ) No campo da responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social.2005 . retroage para alcançar o patrimônio dos sócios para pagamentos anteriores à sua entrada em vigor. ocupantes de cargo ou função pública. ) Leia cada um dos assertos abaixo e assinale (V) ou (F).Q5180 ( Prova: FCC .  a) V V V  b) F F F  c) V V F  d) V F F  e) F V V ABARITOS: 1 . decorrentes do descumprimento das obrigações previdenciárias.Execução de Mandados / Direito Previdenciário / Auxílio-doença. GABARITOS 1 – D 1 . a contar da data do início da incapacidade e enquanto ele permanecer incapaz.Área Tributária e Aduaneira . em particular das inovações advindas da Lei n. possuir patrimônio mais do que suficiente para arcar com dívida. Está correto o que consta APENAS em  a) I. NFLD distingue-se de Auto de Infração.Auditor Fiscal da Receita Federal . Em regra. ABARITOS: 1 .Área Tributária e Aduaneira . por parte do responsável pelo recolhimento.Receita Federal . III e IV. o auxílio-doença será devido após quinze dias contados da data da entrada do requerimento.Auditor Fiscal da Receita Federal . 3º do referido diploma legal. Estado. inclusive quanto à identificação dos co-responsáveis e à cobrança dos encargos legais. porque aquela diz respeito à obrigação principal e este às obrigações acessórias e à respectiva penalidade pecuniária. 168-A do Código Penal não se consuma com o simples não-recolhimento das contribuições previdenciárias descontadas dos empregados no prazo legal. que exige a comprovação de que o não-recolhimento da exação decorreu de ato praticado com violação à lei.D 1 . 124 do Código Tributário Nacional. mesmo que provada a omissão na sua realização.  d) A responsabilidade dos sócios por dívidas contraídas pela sociedade para com a Seguridade Social. ) No contexto dos Crimes contra a Previdência Social. sob sua subordinação e mediante remuneração. e. Arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à seguridade social. marque a opção que contenha a exata seqüência. Distrito Federal ou Município. não ficará obrigada a pagarlhe durante o período de auxíliodoença a eventual diferença entre o valor deste e a importância garantida pela licença.  d) o ministro de confissão religiosa e o membro de instituto de vida consagrada.2005 .Prova 3 / Direito Previdenciário / Custeio. de congregação ou de ordem religiosa. IV. ( ) O tratamento dado às empresas concordatárias é idêntico ao dispensado às empresas em situação regular. é solidária e encontra respaldo no art. Quando requerido por segurado afastado da atividade por mais de trinta dias.E 1 . 168-A do Código Penal. O auxílio-doença será devido ao segurado empregado a contar do décimo sexto dia do afastamento da atividade.Auditor Fiscal da Receita Federal . II e III.  c) A responsabilidade solidária dos sócios não fica limitada ao pagamento do débito da sociedade no período posterior à Lei 8.Área Judiciária . 135 do Código Tributário Nacional. é correto afirmar:  a) O crime tipificado no art.  e) o servidor da União.2007 .Q2940 ( Prova: ESAF . ABARITOS: 1 .Q2943 ( Prova: ESAF .983/2000.b) aquele que presta serviço de natureza urbana à empresa.620/93 não trouxe inovação ao ordenamento jurídico vigente. conforme seja verdadeiro ou falso. o auxílio-doença. definida em legislação específica.Receita Federal .620/93 e no art. 9.620/93.Receita Federal . ) Considere as seguintes assertivas a respeito do auxíliodoença: I.Área Tributária e Aduaneira . indiscutivelmente. 8.  b) A responsabilidade solidária não inclui os sócios das sociedades de responsabilidade limitada.Prova 3 / Direito Previdenciário / Crimes contra a Previdência Social. é verdade afirmar que:  a) A responsabilidade solidária dos sócios comporta benefício de ordem.Prova 3 / Direito Previdenciário / Custeio. 95 da Lei n. 13 da Lei 8. que.212/91 não foi revogado pelo art. em regra.  b) I.  b) O crime previsto na alínea "d" do art.  d) II e IV.  c) aquele que. em caráter não eventual. Depois. que não tipifica a mesma conduta no art. incluindo suas autarquias e fundações. consistirá numa renda mensal correspondente a noventa e um por cento do salário-de-benefício. permanecendo a responsabilidade dos sócios pelos débitos da Seguridade Social como subsidiária e regulada pelo art. II. se a sociedade.Analista Judiciário . A empresa que garantir ao segurado licença remunerada. III. mas não incidirão multas de qualquer espécie. ( ) O desconto da contribuição social previdenciária. ( ) Segundo a tradição da fiscalização da receita previdenciária. ao contrato social ou ao estatuto da empresa pelo sócio-gerente.2005 . contratado por empresa de trabalho temporário.  .

Agente Técnico Administrativo (ATA) / Direito Previdenciário / Seguridade Social.  d) ao passar para a reserva remunerada os militares deixam de contribuir para o Regime Próprio de Previdência dos Militares.  d) Somente I está incorreto.Receita Federal .  b) O valor dos benefícios pode ser diminuído gradativamente.Receita Federal . ) No Estado de São Paulo  a) o direito à pensão de militares sujeita-se à prescrição quinquenal.  d) O art.Técnico Administrativo . ABARITOS: 1 .Procurador / Direito Previdenciário / Pensão por morte.Técnico Administrativo . ABARITOS: 1 .212/91 para o art.  e) III e IV estão incorretos. 3º do referido diploma legal apenas transmudou a base legal da imputação do crime da alínea "d" do art.  a) Pode haver contribuição social com o mesmo fato gerador de outra já existente. II.  a) Todos estão corretos.Técnico Administrativo . 168-A do Código Penal.  b) I e III estão corretos.Agente Técnico Administrativo (ATA) / Direito Previdenciário / Seguridade Social.Receita Federal .Q14781 ( Prova: ESAF . 8.Agente Técnico Administrativo (ATA) / Direito Previdenciário / Contribuições sociais. IV.  e) a entidade gestora do Regime Próprio de Previdência dos Militares é a São Paulo Previdência . III. ) Além das inúmeras contribuições sociais instituídas no texto da Constituição Federal. 95 da Lei n.E 1 . Saúde.Agente Técnico Administrativo (ATA) / Direito Previdenciário / Seguridade Social.A .  d) Todos estão corretos.2009 .MF . 168-A do Código Penal. 168-A do Código Penal exige a demonstração do especial fim de agir ou o dolo específico de fraudar a Previdência.Assistente Técnico-Administrativo / Direito Previdenciário / Contribuições sociais. analise as assertivas abaixo relativas às espécies tribu.A 1 .Q14783 ( Prova: ESAF . ABARITOS: 1 . independente do destinatário.  c) a pensão atribuída à filha incapaz do militar falecido é vitalícia. de forma direta e indireta. II.2009 . financiamento definido por lei.  d) A gestão da Seguridade Social é ato privativo do Poder Público. ) Assinale a opção correta entre as assertivas abaixo relacionadas à organização e princípios constitucionais da Seguridade Social. julgue os itens abaixo: I. Previdência e Trabalho compõem a Seguridade Social.  a) Somente I e III estão corretos. ABARITOS: 1 – B 1 . A Seguridade Social não foi definida na Constituição Federal de 1988.Q12882 ( Prova: FCC .tárias.2009 .2009 . há possibilidade de instituição de novas espécies de contribuição social? Assinale a assertiva que responde incorretamente à pergunta formulada.  a) Diversidade da base de financiamento é objetivo da Seguridade Social. ABARITOS: 1.Q14780 ( Prova: ESAF .SPPREV. indicando a correta.D 1 .  c) Somete I e II estão corretos.  d) A diversidade da base de financiamento permite outras contribuições sociais.  b) O rol de contribuições sociais não é taxativo. A Seguridade Social pode compreender ações de iniciativa da sociedade. III.  e) A teor da dicção do art.  e) Os serviços previdenciários devem ser sempre o mesmo. por meio de verbas orçamentárias entre outras.  c) Pode haver benefícios maiores para a população urbana em detrimento da rural.  e) A União pode instituir outras contribuições sociais.  c) Há previsão constitucional de competência residual. julgue os itens abaixo referentes ao financiamento da Seguridade Social: I. IV. a penhora de bens é causa de extinção de punibilidade da infração penal. ) A respeito da natureza jurídica da contribuição social.Receita Federal .PGE-SP .  c) I e IV estão incorretos. ABARITOS: 1 .2009 . ainda que superada a incapacidade. ) À luz do texto constitucional. ) À luz dos dispositivos constitucionais referentes à Seguridade Social.  .Técnico Administrativo .  b) Somente I está correto.D 1 . Compete ao Poder Público organizar a Seguridade Social nos termos da lei.2009 .  e) Somente III e IV estão corretos.  b) o valor inicial da pensão por morte a ser paga aos beneficiários do militar falecido é igual à totalidade da última remuneração recebida em vida pelo militar.Q15474 ( Prova: ESAF . financiada por toda sociedade.Q14782 ( Prova: ESAF .c) O elemento subjetivo da infração penal prevista no art.

ela desistiu.Analista do Seguro Social / Direito Previdenciário / Princípios Básicos da Previdência Social. Com o objetivo de expandir ou de garantir a seguridade social.2009 . a companheira.1ª REGIÃO .INSS . ) Em relação à seguridade social brasileira. na qualidade de dependentes do segurado.  c) Lançamento dos fatos geradores das contribuições. os dependentes de Maria  a) não terão direito de recebê-lo. por não concordar mais com as ordens emitidas por seu empregador.  d) Salário de contribuição dos empregados domésticos a seu serviço .Q19990 ( Prova: CESPE .C 1 . será reduzido em um terço.2009 . com relação ao benefício da pensão por morte. A importância da proteção social justifica a ampla diversidade da base de financiamento da seguridade social. a lei poderá instituir outras fontes de financiamento. pelo fato de Maria ter cessado as contribuições.TRABA.C 1 .  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 .Analista do Seguro Social / Direito Previdenciário / Custeio. Maria sofreu um ataque cardíaco e faleceu. pois Maria havia preenchido todos os requisitos para requerer a aposentadoria por tempo de serviço.MF . Pensão por morte.TCE-RN .Lei Complementar n.LHADORES. ) Maria. sendo o seu valor reduzido pela metade.  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 .Assistente Técnico-Administrativo / Direito Previdenciário / Financiamento da seguridade social.PECIAL.B 1 .2008 .MF .Assessor Técnico Jurídico / Direito Previdenciário / Regimes de Previdência Social.º 308/2005. Financiamento da seguridade social. Após 38 meses sem contribuir para a previdência social.  d) terão direito de recebê-lo. ABARITOS: 1 .  e) Incidentes sobre seu salário de contribuição .C 1 . mesmo sem vínculo empregatício .2009 . nos termos da Lei n. ) Em relação à seguridade social brasileira.C 1 . O princípio da distributividade na prestação de benefícios e serviços tem sua expressão maior na área de saúde.buições sociais. julgue os seguintes itens. ) Qual das parcelas abaixo não integram o salário-de-con. o cônjuge.  c) não terão direito de recebê-lo. sua organização e seus princípios.TOR RURAL PESSOA JURÍDICA. entre outros. inclusive do mesmo sexo.  c) Incidentes sobre a receita bruta proveniente da comercialização da produção rural .  d) Pagamento da contribuição social. de acordo com o texto constitucional. mas o seu valor.º 8. ) Julgue os itens seguintes. segurada obrigatória do RGPS. analise as assertivas abaixo.PRODU. uma vez que Maria não havia requerido aposentadoria à previdência social.Q15703 ( Prova: CESPE .cial. Entretanto.TRF . devida ou creditada aos segura. e o filho não emancipado.a) Imposto b) Taxa c) Contribuição Parafiscal d) Empréstimo Compulsório e) Contribuição de Melhoria ABARITOS: 1 . ABARITOS: 1 . assinalando a incorreta.Q15478 ( Prova: ESAF . pois Maria havia perdido a condição de segurada. o companheiro.Q19991 ( Prova: CESPE .MF .  e) Dever do Cartório de comunicar óbitos.Q15479 ( Prova: ESAF . no momento de requerer a aposentadoria. Nessa situação hipotética.Assistente Técnico-Administrativo / Direito Previdenciário / Salário-de-contribuição. julgue os seguintes itens. dado o amplo alcance conferido pela intensa utilização do Sistema Único de Saúde.EMPREGADORES DOMÉSTICOS.213/1991.2008 .º 8.2009 .D 1 .213/1991. São beneficiários do RPPS/RN.Juiz / Direito Previdenciário / Manutenção e perda das qualidades de segurado e de dependente.SEGURADO ES.  a) Elaboração da folha de pagamento.E 1 . Maria resolveu deixar o emprego.Q19822 ( Prova: CESPE .Assistente Técnico-Administrativo / Direito Previdenciário / Obrigações acessórias.dos e demais pessoas físicas a seu serviço.  a) Remuneração paga. sem haver requerido aposentadoria. Pouco tempo depois. relativos ao RPPS/RN .Q15476 ( Prova: ESAF .  b) Receita bruta decorrente dos espetáculos desportivos de que participem em todo território nacional . ) Assinale a assertiva que não contém uma obrigação acessória das contribuições destinadas à Seguridade So.EMPRESA. ) A respeito da basede cálculo e contribuintes das contri.  b) terão direito de recebê-lo.2009 .tribuição?  a) Salário  b) Gorjetas  c) Despesas de viagem  d) Abonos  e) Ganhos habitais ABARITOS: 1 . menor de vinte e um anos ou inválido de qualquer idade.  e) terão direito de recebê-lo.  b) Dever de prestar informações. ABARITOS: 1 .      . preenchia todos os requisitos para a obtenção da aposentadoria por tempo de serviço. de acordo com as exigências previstas na Lei n. sua organização e seus princípios.INSS .

Princípios da seguridade social. uma das condições para a aposentadoria por idade do trabalhador rural é a exigência de que atinja 65 anos de idade.  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 .E 1 .2008 . atendimento integral e participação da comunidade.Q19993 ( Prova: CESPE . julgue os seguintes itens. Princípios Constitucionais da Seguridade Social. se homem.Analista do Seguro Social / Direito Previdenciário / Princípios Básicos da Previdência Social.Analista do Seguro Social / Direito Previdenciário / Princípios da seguridade social.Q19992 ( Prova: CESPE . De acordo com o princípio da uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. se mulher. sua organização e seus princípios.2008 . que constitui um sistema único. ( ) Certo ( ) Errado GABARITOS: 1 . ou 60 anos de idade.INSS . As ações e serviços públicos de saúde integram uma rede regionalizada e hierarquizada.INSS . julgue os seguintes itens. ) Em relação à seguridade social brasileira. ) Em relação à seguridade social brasileira.  ( ) Certo ( ) Errado ABARITOS: 1 .E 1 . organizado de acordo com as diretrizes de descentralização. sua organização e seus princípios.C .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful