Você está na página 1de 2

TROVADORISMO CANTIGAS Amor corts Amor amor amor no corts, correspondido vassalagem. Escrita por homens da corte.

e. Predomnio da Amigo emoo saudade. Escrita por mulheres, mas representadas por homens. Cristianismo Escrnio stira e crtica a sociedade, sem palavras de ofensa. Influncia da Maldizer poesia provenal stira e crtica a sociedade, com palavras de ofensa, baixo calo e at palavres. Teocentrismo Novelas de cavalaria prosa representada pelas conquistas de novos povos. Ambiente corts, rural / martimo

HUMANISMO Amor real, menos idealizado. Dualidade entre o bem e o mal. Olhar mais racional para o mundo

CLASSICISMO Idealizao amorosa com a realidade (amor platnico) dualidade Predomnio da razo

Independncia do esprito humano.

Paganismo

Resgate dos valores clssicos.

Influncia da cultura grecolatina

Antropocentrismo

Antropocentrismo

Cortes e palcios

Universalismo

Temas relacionados ao amor, saudade e a crtica dos costumes.

Emprego de formas simples e populares

Temas retomam as novelas de cavalaria e dualidade entre o bem e o mal. Sonetos medida velha. Teatro de Gil Vicente.

Busca da clareza e equilbrio da ideias.

Emprego da medida velha Estrutura simples, refro e repeties frequentes, que facilitam a memorizao e o canto.

Gosto pelo soneto, imitao s formas clssicas Emprego da Emprego da medida velha. medida nova (poesia) Poesia Busca do separada da equilbrio msica. formal.