Você está na página 1de 30
CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI
CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI

CAMPANHA DA

NÃO

DISCRIMINAÇÃO

CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI
CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI
CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI
CAMPANHA DA NÃO DISCRIMINAÇÃO Núcleo de Estremoz da AI

Núcleo de Estremoz da AI

O que é

discriminar?

O que é discriminar? “Todo o comportamento que nega aos indivíduos e aos grupos a igualdade

“Todo o comportamento que nega aos

indivíduos e aos grupos a igualdade de

tratamento que eles mereceriam.” G. Allport

o comportamento que nega aos indivíduos e aos grupos a igualdade de tratamento que eles mereceriam.”
o comportamento que nega aos indivíduos e aos grupos a igualdade de tratamento que eles mereceriam.”

Níveis/etapas do processo de

discriminação

Níveis/etapas do processo de discriminação Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas

Expressão de opiniões negativas

Evitamento de relações

Medidas discriminatórias

Agressão física

Extermínio

Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas discriminatórias Agressão física Extermínio
Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas discriminatórias Agressão física Extermínio
Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas discriminatórias Agressão física Extermínio
Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas discriminatórias Agressão física Extermínio
Expressão de opiniões negativas Evitamento de relações Medidas discriminatórias Agressão física Extermínio

A DISCRIMINAÇÃO

A DISCRIMINAÇÃO • É um atentado aos direitos fundamentais dos indivíduos • É uma violação da

É um atentado aos direitos fundamentais dos indivíduos

É uma violação da dignidade humana

Está enraizada no preconceito

Afecta negativamente a sociedade e assim o interesse de todos

enraizada no preconceito • Afecta negativamente a sociedade e assim o interesse de todos • Leva

Leva à marginalização

enraizada no preconceito • Afecta negativamente a sociedade e assim o interesse de todos • Leva
enraizada no preconceito • Afecta negativamente a sociedade e assim o interesse de todos • Leva

A NÃO-DISCRIMINAÇÃO

A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional

É um direito humano fundamental

A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional

É um princípio fundamental da Lei Internacional

A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional
A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional
A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional
A NÃO-DISCRIMINAÇÃO • É um direito humano fundamental • É um princípio fundamental da Lei Internacional

NA EUROPA

NA EUROPA • Nenhum país está livre da discriminação • Muitas pessoas lidam com a discriminação

Nenhum país está livre da discriminação

Muitas pessoas lidam com a discriminação no seu

quotidiano

Os Estados , por vezes, não protegem o direito das pessoas a não estarem sujeitas à discriminação

das pessoas a não estarem sujeitas à discriminação • Os Estados precisam de tomar medidas activas

Os Estados precisam de tomar medidas activas para assegurar que os direitos básicos sejam protegidos

discriminação • Os Estados precisam de tomar medidas activas para assegurar que os direitos básicos sejam
discriminação • Os Estados precisam de tomar medidas activas para assegurar que os direitos básicos sejam
discriminação • Os Estados precisam de tomar medidas activas para assegurar que os direitos básicos sejam
Portugal na rota da discriminação na Europa

Portugal na rota da discriminação

na Europa

Portugal na rota da discriminação na Europa
Discriminação com base na deficiência

Discriminação com base na deficiência

Discriminação com base na deficiência
Discriminação com base na deficiência
Discriminação com base na deficiência
Discriminação com base na deficiência

Discriminação com base na orientação sexual

Discriminação com base na orientação sexual
Discriminação com base na orientação sexual
Discriminação com base na orientação sexual

Discriminação com base na origem étnica/racial

Discriminação com base na origem étnica/racial
Discriminação com base na origem étnica/racial
Discriminação com base na origem étnica/racial
Discriminação com base na origem étnica/racial
Discriminação com base na origem étnica/racial
Discriminação com base na origem étnica/racial

Discriminação de género

Discriminação de género
Discriminação de género
Discriminação de género
Discriminação de género

Discriminação etária

Discriminação etária
Discriminação etária
Discriminação etária

Discriminação com base na

religião ou crenças

Discriminação com base na religião ou crenças
Discriminação com base na religião ou crenças
Discriminação com base na religião ou crenças

Exclusão Social / Pobreza

Exclusão Social / Pobreza
Exclusão Social / Pobreza
Como trabalhamos?
Como trabalhamos?
Como trabalhamos?
Como
trabalhamos?
Como trabalhamos?
Como trabalhamos?
Como trabalhamos?
Como trabalhamos?

Objectivos da campanha da

Não Discriminação

Objectivos da campanha da Não Discriminação Apelar aos Estados no sentido de tomar uma acção eficaz

Apelar aos Estados no sentido de tomar uma acção eficaz (também através da lei) para combater a discriminação com base na deficiência, na orientação sexual, na origem étnica/racial, no género, na faixa etária e na religião ou crençasObjectivos da campanha da Não Discriminação Apresentar a discriminação como uma preocupação, ampla e multifacetada

Apresentar a discriminação como uma preocupação, ampla eno género, na faixa etária e na religião ou crenças multifacetada da União Europeia, que todos

multifacetada da União Europeia, que todos os Estados membros têm a responsabilidade de combater

Apresentar publicamente a não-discriminação como um direito humano que todos os Estados Membros têm a responsabilidade de defendertodos os Estados membros têm a responsabilidade de combater Assegurar que a legislação dos países da

todos os Estados Membros têm a responsabilidade de defender Assegurar que a legislação dos países da

Assegurar que a legislação dos países da EU sobre o racismo e a discriminação, fornece uma protecção eficaz contra todos os actos de discriminaçãoa não-discriminação como um direito humano que todos os Estados Membros têm a responsabilidade de defender

países da EU sobre o racismo e a discriminação, fornece uma protecção eficaz contra todos os
países da EU sobre o racismo e a discriminação, fornece uma protecção eficaz contra todos os

Considera-se necessário a adopção, na União Europeia, de uma Directiva Anti Discriminação .

na União Europeia, de uma Directiva Anti Discriminação . A Amnistia Internacional está empenhada em garantir

A Amnistia Internacional está empenhada

em garantir que essa Directiva inclua :

protecção igual contra a discriminação seja

qual for o seu motivo.

empenhada em garantir que essa Directiva inclua : protecção igual contra a discriminação seja qual for
empenhada em garantir que essa Directiva inclua : protecção igual contra a discriminação seja qual for

Exemplos de acção…

Exemplos de acção… Em Fevereiro de 2008, a AI Portugal dinamizou uma acção de sensibilização contra

Em Fevereiro de 2008, a AI Portugal dinamizou uma acção de sensibilização contra a discriminação em parceria com a Liga Portuguesa de Futebol

Profissional. Na 20ª Jornada da 1ª Liga a AI esteve

presente em quatro estádios através da exibição de faixas no relvado e da distribuição de cartões aos espectadores.

relvado e da distribuição de cartões aos espectadores . Directores das Secções da UE da Amnistia

Directores das Secções da UE da Amnistia

Internacional solicitam apoio para a

. Directores das Secções da UE da Amnistia Internacional solicitam apoio para a Directiva Anti-discriminação (2010)

Directiva Anti-discriminação (2010)

. Directores das Secções da UE da Amnistia Internacional solicitam apoio para a Directiva Anti-discriminação (2010)
. Directores das Secções da UE da Amnistia Internacional solicitam apoio para a Directiva Anti-discriminação (2010)
Anuncio-vos com emoção e sentido de partilha a libertação acabada de confirmar dos sete prisioneiros
Anuncio-vos com emoção e sentido de partilha a libertação acabada de confirmar dos sete prisioneiros

Anuncio-vos com emoção e sentido de

partilha a libertação acabada de confirmar

dos sete prisioneiros de consciência da Guiné Equatorial adoptados pelo Grupo 19 -

http://blog19.blogspot.com/2011/06/libertados

-os-sete-prisioneiros.html.

-os-sete-prisioneiros.html . A todos os activistas e amigos que participaram também nos

A todos os activistas e amigos que

participaram também nos envios de postais e

cartas, o profundo agradecimento da estrutura sintrense da AI, que vive com orgulho, e se prepara para comemorar, mais estas libertações, depois das três do ano passado.

e se prepara para comemorar, mais estas libertações, depois das três do ano passado. Sim, o
e se prepara para comemorar, mais estas libertações, depois das três do ano passado. Sim, o
e se prepara para comemorar, mais estas libertações, depois das três do ano passado. Sim, o
e se prepara para comemorar, mais estas libertações, depois das três do ano passado. Sim, o

Sim, o nosso trabalho vale a pena.

" Mientras haya una persona en nuestro planeta que no pueda vivir con dignidad y
" Mientras haya una persona en nuestro planeta que no pueda vivir con dignidad y

"Mientras haya una persona en nuestro planeta que no pueda vivir con dignidad y libre del temor y de la

miseria, Amnistía Internacional seguirá

librando su justa batalla. Los próximos 12 meses, los próximos 50 años, siempre." - Salil Shetty, Secretario

General de Amnistía Internacional

¡Feliz 2012, unidos y unidas podemos hacer una diferencia, sigamos

actuando !

Jabbar Savalan, bloguero de Azerbajan detenido por sus opiniones políticas ya

ha salido de prisión y está en casa

gracias a la acción de miles de personas alrededor del mundo que escribieron para pedir su liberación. Pero Jabbar está todavía acusado, junto a otros 16 prisioneros de conciencia en su país por expresar sus ideas.

Por eso, en 2012 seguiremos

su país por expresar sus ideas. Por eso, en 2012 seguiremos trabajando por su caso y
su país por expresar sus ideas. Por eso, en 2012 seguiremos trabajando por su caso y

trabajando por su caso y por otras

Por eso, en 2012 seguiremos trabajando por su caso y por otras muchas personas encarceladas por

muchas personas encarceladas por expresar sus opiniones.

Por eso, en 2012 seguiremos trabajando por su caso y por otras muchas personas encarceladas por

“Se todas as pessoas

gastassem 5 minutos por semana a participar nas

acções “Web” da AI, o

respeito pelos Direitos Humanos no mundo seria com certeza muito maior .”

a participar nas acções “Web” da AI, o respeito pelos Direitos Humanos no mundo seria com
a participar nas acções “Web” da AI, o respeito pelos Direitos Humanos no mundo seria com
a participar nas acções “Web” da AI, o respeito pelos Direitos Humanos no mundo seria com

“Discriminar

“Discriminar não é humano”
“Discriminar não é humano”

não

“Discriminar não é humano”
“Discriminar não é humano”
“Discriminar não é humano”
“Discriminar não é humano”

é humano”

“Discriminar não é humano”
“Discriminar não é humano”