O OBREIRO II Timóteo 2:15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja

bem a palavra da verdade. I - A POSTURA DO OBREIRO A postura do obreiro é muito importante para o avanço e conceito do seu ministério junto à congregação. O texto de II Timóteo 2:15 diz que o obreiro aprovado não tem de que se envergonhar. Por isso é necessário alguns itens, que veremos a seguir, para aprovação de um obreiro. O obreiro precisa manter uma postura de forma que a igreja veja nele um exemplo. Filipenses 3:17, nos diz: “Sede também meus imitadores, irmãos, e tendes cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam”. I Tessalonicenses 1:7 - “De maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedônia e Acaia”. I Timóteo 4:12 - “Ninguém despreze a tua mocidade: Mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza”. Hebreus 13:7 - “...lembrai dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos tais imitai, atentando para a sua maneira de viver”. Vejamos a seguir alguns itens que o obreiro precisa observar:a) A MANEIRA DE SE VESTIR:Embora pareça ser uma coisa tão irrisória, sem importância, mas a maneira do obreiro se vestir influi no seu ministério. Vejamos por que:Há um ditado popular que “a primeira impressão é que fica”. Quando o obreiro chega à igreja, numa reunião, ou mesmo em uma visita evangelística, a primeira coisa que é observada pelos membros ou visitantes é a maneira que ele está vestido. Não digo da necessidade de estar com roupas caríssimas, estar de terno ou fazer algo além de suas possibilidades, porém é necessário se vestir bem para que não tenha de que se envergonhar. Não deve pois o obreiro se apresentar sujo, com roupas rasgadas, indecentes, roupas de tom berrantes e coloridas, como exemplo: calça verde, camisa roxa, sapato marrom, meia azul, paletó alaranjado e gravata preta: pois tornaria alvo de gozação dificultando a recepção de mensagens. b) ANDAR:Embora não pareça, mas o andar dá uma representação de postura. O drogado tem um jeito de andar, o criminoso tem uma maneira de andar e assim sucessivamente. Se formos observar veremos que cada pessoa, pelo seu nível social, pela maneira de vida, tem um modo de andar e o cristão, principalmente o obreiro, deve se adequar ao andar do cristão, com calma e com prudência. Assim fazendo, será conhecido ao longe. c) O FALAR:Tito 2:8 -> “linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós”. Há muitos obreiros que afirmam não ser necessário o estudo, e que a letra mata. Seria uma afirmação correta? Quando analisamos o texto em :

e este andando. afáveis e receptíveis. É importante que os obreiros sejam amigáveis. isto é. . nem acima da cabeça. lêem errado e torcem a palavra dando uma segunda interpretação das escrituras. f) CUMPRIMENTOS:Às vezes o obreiro se individualiza e não mantêm um contato com a igreja. É bom sempre. Tiago 1:19 nos diz que devemos ser prontos para ouvir e tardios para falar. outros como superior a todos. Evitar também andar muito na explanação ou adiante do público. Deve-se observar também. d) O SENTAR:infelizmente existem irmãos que não sabem se portar. por isso devemos saber ouvir também. II Timóteo 2:15. e o espírito vivifica”. principalmente ao visitante. lembre-se: MELHOR QUE SABER FALAR É SABER OUVIR. está dizendo da lei e não do alfabeto. não da letra. mas do espírito. desmotivar ou tirar a atenção do público. como teremos uma linguagem sã e irrepreensível se não lermos e estudarmos? Existem muitos obreiros que por não se dedicarem à leitura. nem tão pouco para trás. ou na praia. pois a lei condena. saber conversar evitando os vícios de linguagem. e devemos nos portar com decência. mas fomos feitos ministros de um novo testamento não da letra (lei) mas do espírito ( graça). pois a falta de observação leva o obreiro a fazer gestos imorais diante da igreja. a atenção do ouvinte vai também se dispensando tendo assim “ruídos” que acabam por dificultar a mensagem. Convêm pois. porque a atenção sempre está voltada ao preletor. repetir a mesma palavra constantemente. Como poderá o obreiro ajudar as pessoas se não as ouvir? Deve pois o obreiro saber falar. Vemos que quando diz letra. Como será que devo me apresentar? “A Deus devemos apresentar aprovados. É importante lembrar que quando estamos na igreja. estamos na casa de Deus. pois acaba desviando a atenção do ouvinte que está atento e com os olhos fitos no preletor. sem esquecer que existe a hora de falar e a hora de ouvir. não como se estivesse em sua casa. lembre-se que o conselho a Timóteo é “em tudo te dê por exemplo”. ou numa rede.II Coríntios 3:6 -> “O qual nos fez também capazes de ser ministros dum novo testamento. principalmente no final do culto/reunião. como obreiro que não tenha de que se envergonhar”. porque a letra mata. como por exemplo. sem gírias e conversas mundanas. que principalmente os obreiros. Nunca se deve fazer gestos abaixo da cintura. g) COMO SE APRESENTAR NA IGREJA :Existem varias maneiras de apresentar-se à igreja. ao estudo. tendo um linguajar saudável. etc. Uns se apresentam como ditador. Nunca se esqueça que geralmente a primeira impressão é que fica. cumprimentar as pessoas com amor e atenção. e) OS GESTOS / GESTICULAÇÕES:deve-se ter muito cuidado neste campo. para não fazer gestos que venha abalar. “Nunca devemos esquecer que para sermos aprovados é necessário ser provado”. demonstrando sempre que a presença dele (a) é importante na congregação. Outro ponto é. arremessar o corpo sobre o púlpito ou sobre o público. falam errado. casa de oração. principalmente na igreja. saibam se portar e sentar com postura. I Timóteo 3:10. outros inferior a todos.

e a igreja cresça. Esta é a regra. porque chamam a atenção da igreja. E o espírito de Deus que é imprescindível. tem que começar do grupo de obreiros. com estrutura espiritual. tendo cuidado de nós e da doutrina ( I Timóteo) 4:16). na doutrina mostre incorrupção. tem que ter conhecimento e boa aparência. gravidade. Por isso. e o Senhor o levantará. se queremos cultos de poder. ungindoo com azeite em nome do Senhor”. ser-lhes-ão perdoados.Para não ter de que se envergonhar. pegar o nome e dados dele e levar a quem está dirigindo o culto ou ao pastor alguns recados necessários. 6º -> Permanecer em oração. exigir de outros o que nem eu faço? Por isso. deve entrar e sentar no seu lugar sem chamar a atenção da igreja. deve ter um comportamento exemplar. com confiança. e. Não esquecendo da mansidão e da caridade. a instrução é a seguinte:. mas o exemplo vem dos obreiros. i) COMO SE PORTAR DURANTE O CULTO:O comportamento dos obreiros durante o culto é importante. 1º -> Se o culto já iniciou.Se é enfermidade deve-se observar:a) Se é membro da igreja ou não. E a oração da fé salvará o doente. (Colossenses 3:14). que é o vínculo da perfeição. Como eu quero que a igreja glorifique se eu não glorifico? Que a igreja cante se eu não canto? Que a igreja acompanhe a leitura bíblica se eu nem pego a Bíblia nas mãos? Poderia eu cobrar. Então é dever do ministro / obreiro apresentar-se à igreja como exemplo em tudo. e orem sobre ele. se houver cometido pecados. pois o mesmo deverá recepcionar o visitante. e vá para o seu lugar orar. para que no horário de começar o culto esteja pronto para dar abertura. sem haver em tempo algum a questão pessoal e sim buscando ser cheios do poder de Deus para ter para transmitir à igreja. com sinceridade. É importante que a igreja participe do culto. agora se deve observar a ocasião. o obreiro. . 5º -> Lembrando que na diferença quanto ao diácono ou porteiro. Observemos os casos comuns:Iº . buscando sempre que o Senhor desperte a igreja e derrame do seu poder sobre os que comparecerem no templo para que se sintam bem. 2º -> Se o culto ainda não começou. esteja atenta e não assista simplesmente. Se for membro. “À igreja devemos nos apresentar como exemplo dos fiéis”.Tiago 5:14 e15 diz: “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja. com zelo. Tito 2:7-> “Em tudo te dê por exemplo de boas obras. j) COMO AGIR FRENTE AOS PROBLEMAS (ENFERMIDADES . além da unção. a participação e a atenção em tudo o que acontece no decorrer da reunião. com temperança. é bom que entre e cumprimente os que já estão ali.DEMÔNIOS):Nunca devemos esquecer que para tomar uma atitude deve-se observar a ocasião. ) PARTICIPAÇÃO:Infelizmente existem obreiros que não participam do culto e ainda saem murmurando. I Timóteo4:12. ao chegar no templo. sinceridade”. sem fugir da norma. 3º -> Sair do seu lugar só no caso de necessidade. 4º -> Evitar conversar ou desviar a atenção para coisas que não façam parte da cerimônia. Vejamos alguns pontos para lembrar da postura.

Se for fora do culto. evitando sempre o máximo de chamar a atenção da igreja. desde que saiba fazer (Colossenses 3:16) porém deve ser feito com humildade e mansidão e com amor para que o outro se edifique. a correção e o aconselhamento. unge com azeite e ora. versículo 5 ao 9. Portanto.10. e ao amor fraternal caridade.22. (leia Mateus 7.11 e Judas vers. quero lembrar que cada um deve se colocar na sua posição e desempenhar a função ou o ministério que foi confiado sem querer passar além do que lhe é permitido. se é durante o culto o primeiro passo é ver se há possibilidade de esperar até o final do culto. ver um intervalo entre os cânticos ou antes da mensagem. e à virtude a ciência. Para corrigir alguém. Nunca com ira e tendo cuidado com o que vai falar para que se tenha compreensão de ambas as partes e sirva de edificação (Hebreus 12:06 ao 11). Observa-se também que nós não estamos para pedir licença a satanás e sim para ordenar a ele. em primeiro lugar. k) COMO CORRIGIR. distraindo ou tirando a atenção da igreja da mensagem. Se for necessário orar pelo enfermo na hora da mensagem é preferível que seja levado o enfermo e o obreiro ao quintal da igreja. dificultando o desenvolvimento do seu ministério. EXORTAR OS MEMBROS:Existem duas coisas que não podemos confundir. o obreiro vai até onde está o enfermo. não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor jesus Cristo. nunca deve ser feito perto dos outros e sim em particular ou em reunião específica. e à paciência piedade.23 e 2 Pedro 2) Leia 2 Pedro 2. O diabo é expulso no poder no nome de JESUS e não no sangue de JESUS (Marcos 16:17). salvo casos de extrema necessidade.8 e 9. pondo nisto mesmo toda a diligência. acrescentai à vossa fé a virtude. Também se lembre que Deus constituiu pastores para apascentar o rebanho e a igreja deve submissão espiritual ao pastor (Hebreus 13:17).Manifestação de demônios devemos estar alerta sobre:a) Se somos chamados para expulsar o demônio nas casas devemos saber que o primeiro objetivo é expulsar o diabo e não palestrar. e à temperança paciência. havendo se esquecido da purificação dos seus antigos pecados”. quantos aos demais a Bíblia ensina que colocarão as mãos sobre os enfermos e os curarão (Marcos 16:15-18). E à piedade amor fraternal.Provérbios 9:7-11. Veja o que diz II Timóteo 3:16 . b) Se acontecer uma manifestação maligna durante o culto. com apenas uma exceção. se não for possível. É bom ter também a visão de que temos que ter um mesmo parecer (II Coríntios 13:3). Com amor e tendo exemplo de vida. . Para finalizar este tópico. “E vós também. sempre observando para não chamar a atenção da igreja. E à ciência temperança. Lembre-se que quanto menos desviar a atenção da igreja melhor é. um dos obreiros ou o dirigente do culto deve colocar a igreja em oração. se em vós houver e abundarem estas coisas. nada vendo ao longe. pois a igreja não irá acatar sua posição tornando-se um antipático. segue-se as mesmas instruções. deve o obreiro estar atento e preparado para expulsar. b) se não é membro. O aconselhamento ou admoestação cabe a qualquer um. 2º . Porque. admoestação. Pois aquele em quem não há estas coisas é cego. Encerrando este item quero deixar o conselho do apóstolo Pedro na sua II carta no capítulo I. não há unção com azeite porque se observa que a unção é se há alguém dentre vós. para que isso aconteça enquanto uns estão expulsando o diabo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful