Profeta Jeremias: vocação e missão

Introdução Este trabalho tem como objectivo fazer uma análise sobre a vocação e a missão do profeta Jeremias. Não pretende provar nada de novo. Mas mostrar que em Jeremias a missão e a vocação se confunde. Terá como outro objectivo também analisar algumas passagens do livro de Jeremias, que vai na linha da sua vocação/missão, o seu combate interior, e a sua obediência a Palavra. Jeremias é um profeta que não foge da história do seu tempo, aproveita dos acontecimentos da sua época para transmitir a palavra de Deus. Pelo que é muito importante fazer o enquadramento do profeta no seu tempo. O profeta das lamentações, é um profeta de uma mensagem forte, a sua mensagem ultrapassa o seu tempo, chega até nós. Sua mensagem é sempre actual, desafia-nos a questionar o nosso tipo de relação com Deus e com o próximo. O profeta em análise é um profeta que vive um drama interior, é tocado pela Palavra, e tenta resistir, mas acaba por ser seduzido pela Palavra (Jr 20,7). Podemos dizer nesta linha, que no centro da vida do profeta Jeremias está a Palavra. Outro ponto importante a frisar neste trabalho, é que na vida deste profeta há um grande combate da fé, onde ele nos apresenta um exemplo de como um homem é tocado pela palavra de Deus, mesmo pensando que não é capaz da missão pedida, deixa ser guiado pela Palavra. Apesar de sofrer muitas perseguições, difamações, ele confia na palavra de Deus. Em Jeremias podemos ver duma forma clara que o profeta não é um vidente, mas sim é uma pessoa do seu tempo, que vive a história e intervêm junto de Deus pelo seu povo, para que volte para seu Deus. Este profeta aproveita os sinais do seu tempo para transmitir a palavra de Deus, utiliza por exemplo a figura de uma panela a ferver para interpretar o perigo que vem da Babilónia. Uma questão discutível em Jeremias é a idade com que decidiu seguir o chamamento de Deus, podemos falar de uma vocação na infância, adolescente e jovem.

1

36-38. ó Deus.8-18. 1 2 . onde são descritas no estilo dos salmos de lamentação. 15.28-29.C. 2010. opressões. em que muitas vezes questionava-se que só anunciava desgraças. no que toca a sua vida como homem. 4 Cf. situada a uns 5 km a nordeste de Jerusalém. Um homem que conhecia muito bem o culto da sua época. poeta. em relação aos outros profetas bíblicos.1-6. denunciar isto foi uma das lutas de Jeremias. sabe-se através dos textos autobiográficos3. 1-15.Enquadramento histórico Profeta Jeremias: o homem e o profeta Sobre o profeta Jeremias. Jr 15.22. Jeremias terá nascido um século após o profeta Isaías. por volta do ano 650 antes de Cristo (a. que ele era um homem de feitio difícil. 5 Cf. filho de uma família sacerdotal. Sobre sua personalidade temos vários textos que nos ajuda a conhecer Jeremias como homem e profeta. afirmam que Jeremias deve ter acolhido ao chamamento de Deus no ano treze do reinado de Josias (Jr 1. 20. Sl 51 (50). que tinha pouca confiança em si. 2 Bíblia de Jerusalém . Jr 1. Temos mais exemplo em Jr 7. mas um testemunho comovente das crises interiores que Jeremias atravessou. E pelo facto de ser filho de uma família de ascendência sacerdotal. e podemos ver isto nas várias passagens deste livro. aldeia da tribo de Benjamim. tu não desprezas»1. Editora: Paulus.Bíblia de Jerusalém. onde denunciava o absolutismo do culto. como exemplo temos: Jr 1. tentando levar o povo a converter-se de coração e corpo à Deus 2.7. 6ª Impressão. para a verdadeira vida (Jr 20. Em relação ao seu chamamento4.10-21. coração contrito e esmagado.8.) em Anatot. 34.16). o encantava e o conduzia para um caminho certo. 3 Não chegam a ser uma autobiografia. mas Jeremias sabia que a palavra de Deus era aquela que lhe dava alegria. Como homem.718.6. Jr1. Teve um combate interior com a palavra de Deus. irá marcar muito a sua forma de transmitir a palavra (dabar) de Deus.5 Cf. 15. 20.Jr 34. violências. 26.10-21). dos estudos realizados.45. porque como já diz o salmista «pois tu não queres sacrifício e um holocausto não te agrada.2) em 626. fomes (Jr 20. Sacrifício agradável a Deus é espírito contrito. dele é que temos mais dados bibliográficos. e aprendeu também com o culto a transmitir a Palavra. 18-19. profeta.1. do livro atribuído a Jeremias.

C. Josias tinha como objectivo a restauração do templo (a sua reforma). à adoração dos deuses. 3 . tornando-se uma província da Assíria. Lisboa.1). a governação do reino ficou entregue aos funcionários. apelando aos reis uma redenção para que o país não seja destruído nem assassinada as pessoas. e deporta uma parte dos seus habitantes. ao tentar enfrentar o faraó egípcio Nekau II. a purificação do templo profanado) e não evitou aquilo que já o profeta Jeremias tinha previsto o exílio do povo para babilónia e a evasão (Jr 1. Como Jeremias foi chamado por Deus a ser um profeta ao serviço exclusivo da Palavra.). 6 Cf. Em 587 aconteceu uma nova revolta que fez voltar os exércitos caldeus. Jeremias presenciou todos estes acontecimentos anunciando. Com este acontecimento o profeta via a realização do oráculo do Senhor.C.C. Foi neste ano (640 a. O outro rei a seguir foi Sedecias (597-586 a.C. e esta escolha é ditada pela juventude do príncipe. onde toma posse desta feita do templo que é incendiado e realiza-se a segunda deportação do povo para a Babilónia. Mas apesar disto uma boa parte das pessoas continuam a viver no país. também não deu continuidade a reforma litúrgica (nesse sentido do templo.11-19). Em 722 a. é uma data marcante na vida de Jeremias do reino de Judá. Com a morte do rei Josias em Meguido em 609 a. mas Jerusalém é tomada mesmo assim pelo rei Nabucodonosor. No ano de 640 a. é colocado no trono que era dele o rei Joacaz. depois da Palestina.) que acontecendo uma grande revolta do povo em Jerusalém. não teria mais do que oito anos (2 Rs 22. que Josias é proclamado rei na sequência da morte do pai. Maio 1996.C. e as consequências que ele e o povo iam assumir.A história do tempo de Jeremias O profeta Jeremias terá vivido num dos períodos mais conturbados de Israel.2. Conquista Jerusalém em 597 a. filho de Josias. no que toca ao absolutismo do culto. A evasão ao reino de Judá foi em 605 a. quando Nabucodonosor impôs seu domínio. incapaz de assumir uma política pessoal6. mas o rei nem lhe dava ouvido. Briend Jacques ± o livro de Jeremias (da colecção cadernos bíblicos). mais o povo por não escutar a palavra de Deus (Jr 32). Joacaz não deu continuidade da obra do pai e não teve sucesso no seu reinado. apelando à conversão do povo. afirmando que Jeremias é um falso profeta. terá que tomar posição ao que se passava nesta altura.C. Editora: Difusora Bíblica. denunciando. o reino de Israel desaparece como tal. Josias era um rei muito novo. pregando.C.

Com o assassinato deste. Perante muitas perseguições que o profeta sofreu. Jeremias mesmo sabendo que a sua pátria iria ser destruída soube sempre pôr em primeiro lugar o projecto de Deus.Mas o drama de Jeremias não foi só ter que presenciar estes acontecimentos. Jeremias nunca esteve ao serviço do rei. foi açoitado. porque com o exílio do povo para Babilónia (mesmo vendo aí uma esperança no futuro) preferiu ficar junto do governador Godolias. Falou ± lhe com bondade e lhe concedeu um assento superior ao dos outros reis que estavam com ele na Babilónia. E com este acontecimento os oráculos proclamados por Jeremias acabavam por realizar. Sentiu-se rejeitado por todos aqueles que o rodeava. podemos frisar que Jeremias viveu os últimos dias da sua vida na Palestina ao lado do rei Joaquin. Jeremias terá morrido na Palestina. teve um combate interior com a palavra de Deus. porque foi o ano que Jerusalém viria a ser destruída e o povo de Israel acabava por ser levado para o exílio na Babilónia a fim de expiar o seu pecado. sua resistência em aceitar o chamamento da parte de Deus. Ele trocou as suas vestes de preso. dia após dia. e ele comeu sempre na mesa do rei durante toda a sua vida. no vigésimo quinto dia do mês. escondido para não ser morto. Mas como o livro de Jeremias termina com a libertação deste do cárcere7. «Mas no trigésimo sétimo ano da deportação de Joaquin. pregado no tronco (Jr 20. pelo rei da Babilónia. uma luta pessoal se aquilo que estava a fazer era mesmo a vontade de Deus ou não. que soube conviver com o drama do seu povo no que toca a infidelidade. Foi um profeta sempre ao serviço da palavra de Deus. no ano em que começou a reinar. constantemente. fugiram para o Egipto levando Jeremias. por causa dos oráculos contra a nação (Jr 36.1-6). Seu sustento lhe foi dado. e o fez sair do cárcere. todos os dias de sua vida» (Jr 52. um grupo de judeus temendo a represálias. Evil-Merodac. Segundo a Bíblia de Jerusalém). nem do santuário.31-34. e o povo teria que acatar agora com as consequências. 7 4 . rei da Babilónia. no décimo segundo mês..19). rei de Judá. até teve que viver no exílio. concedeu graça a Joaquin rei de Judá. até o dia de sua morte. A data 587 fica marcada na história do tempo de Jeremias.

um adolescente (já jovem) ou um adulto? Podemos não responder esta pergunta tentando provar que Jeremias foi chamado por Deus quando ainda era uma criança.3. Pois irás aonde Eu te enviar e dirás tudo o que Eu te mandar.» 7 Mas o Senhor replicou-me: «Não digas: 'Sou um jovem'. viveu o período trágico em que se preparou e se consumou a ruína do reino de Judá. Lisboa/Fátima. Este texto que nos relata a história da vocação de Jeremias é um dos mais belos da Bíblia. pois ainda sou um jovem. para arrancares e demolires. tocou-me nos lábios e disse-me: «Eis que ponho as minhas palavras na tua boca.» 6 E eu respondi: «Ah! Senhor Deus. Mas podemos colocar uma questão: com quantos anos Jeremias respondeu ao chamamento de Deus. Mas por agora vou centrar no chamamento do profeta: Como já foi referido. e também do profetismo bíblico. Nele se confunde o chamamento do profeta e a sua missão.2). 9 Em seguida. antes que saísses do seio de tua mãe. era uma criança. um jovem ou adulto. o chamamento de Jeremias terá acontecido na altura que ele ainda era muito jovem.A vocação de Jeremias: sua resistência em aceitar o chamamento (Jr 1. para edificares e plantares». o Senhor estendeu a sua mão. 2002. Editora: Difusora Bíblica. dou-te poder sobre os povos e sobre os reinos. Eu já te conhecia. 10 a partir de hoje. 5 .oráculo do Senhor. em 627. para arruinares e destruíres. 8 Não terás medo diante deles pois Eu estou contigo para te livrar» . Eu te consagrei e te constituí profeta das nações. no décimo terceiro de Josias (Jr 1.4-10)8 4 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: 5 «Antes de te haver formado no ventre materno. 8 Para o estudo da vocação do profeta Jeremias vou usar a tradução da Bíblia dos Capuchinhos. eu não sei falar.

num panorama de fé receptiva. de que não ele mas Deus tem em Seu poder o princípio e o fim»11. No que refere a fé oblativa e da adolescência: nesta face o rapaz vai percebendo que é momento de sacrificar algo por Deus. Em relação a uma fé «receptiva» da infância no chamamento de Jeremias. e que tem de sacrificar algo de si em favor daquilo que percebeu da presença de Deus na própria vida. pode-se falar. para ter uma dedicação plena a palavra de Deus (Jr 16.Mas podemos analisar o seu chamamento numa perspectiva duma evolução da fé. Jeremias tem a certeza que é Deus que dá tudo e envia e capacita mesmo aqueles que acham que são jovens e incapacitados. se sacrifica.1-4). 1820) e o terceiro material será os oráculos que representam o modo como Jeremias enfrenta a sua missão. Ele começa por frisar que na vocação de Jeremias encontramos essencialmente (três) material vocacional: narrações biográficas na terceira pessoa (Jr 19. começa a compreender que. Jeremias. Editora: Edições Paulistas. Martini M. pag. como um adolescente. «Jeremias percebe. O cardeal ± arcebispo frisa que podemos fazer uma análise da vocação de Jeremias. a partir do texto Jr 1. e visto que Jeremias é descendente de uma família sacerdotal. 1-9). Vai decifrando aquilo que recebeu da família. se empenha então poderá viver uma existência digna de um homem. No versículo 9 pode-se notar como que se uma mãe alimenta o filho. perante os problemas da sua época.. 11 Idem.5). Podemos dizer que Deus para ele aquele que lhe deu tudo (Jr 1. 2ªedição. 10 9 6 . pondo-lhe a comida na boca. numa perspectiva de uma fé ³receptiva» da infância e de uma fé oblativa e da adolescência10. 4-10. Martini no seu livro Bíblia e vocação9. Para isso não deve deixar-se levar pelas paixões. Desde de abrir a mão do casamento como Jeremias teve que fazer. porque na idade infantil tudo é recebido. recebeu isto da família. A própria imagem de Deus é recebida pelos pais. porque a vocação está estritamente ligada a fé. em que Jeremias fala na primeira pessoa. confissões directamente autobiográficas. Da editora: edições Paulistas. 2ª Edição 1982.1-3). Apresentaremos um estudo do cardeal ± arcebispo de Milão. numa entrega total ao projecto do Senhor (Jr 11. Carlo ± Bíblia e Vocação. nunca teve receio daquilo que podia vir acontecer. a sua vocação como dom total.1982. Carlo M. 89. confiou sempre na palavra de Deus (Jr 16. absoluto e pleno. expressando a sua confiança na palavra de Deus. nem ilusões que lhe são apresentadas no dia-a-dia.

para afirmar que conhece Jeremias há muito tempo. 20. Jeremias nasceu para ser profeta.17-19) temos o envio. Neste diálogo Deus fala. temos a certeza que o profeta não nasce-se fazse. primeiramente. Ele mostra-nos que a história vocacional de cada um alarga os horizontes da própria experiência de fé. apesar do versículo 9 deixar a ideia de uma visão. fazer dele um profeta das nações. já em (Jr 1. mas não conseguiu acabou por ser seduzido (Jr 15. missão essencial do profeta. Contudo fico com a sensação que quem é chamado sempre é enviado. Outra situação que se pode frisar no que toca ao chamamento de Jeremias é que. Jeremias é um profeta que alimenta da palavra de Deus. Parece que os dois aspectos se confundem. exercer o ministério da palavra. Esta escolha de Deus tem um objectivo para com o Jeremias. Interpretando os acontecimentos a luz da Palavra.Concluindo este ponto: na história da vocação de Jeremias pode-se ver que a fé é inseparável da vocação.4-10) temos o relato da vocação. Oseias. Amós e também com Apóstolos. A fé e a vocação não podem estar separadas no homem que é chamado por Deus para uma missão. Isaías. Agora centrando propriamente no texto da vocação de Jeremias: no primeiro contacto com este texto notamos que o chamamento de Jeremias não está fixado em nenhum espaço (nesse caso ao Templo). fundem-se num só. pode-se falar de uma experiência de escuta e não de visão. Jeremias responde a este apelo de Deus com uma objecção: ele não sabe falar. Deus conhece já aquilo que quer fazer tarde. em Moisés. mas ligado estritamente a Palavra. No capítulo 1 temos uma junção de vocação e missão.7). Deus fala com Jeremias e ele escuta-O. Nos versículos 4-10. enquanto o homem se mostra ainda impossibilitado de conhecer este chamamento. Será que a objecção de Jeremias provém da sua idade? Mesmo falando da eleição de Jeremias como profeta. 12 7 . Em (Jr 1. como ele foi chamado desde do seio materno pode-se falar da eleição do profeta12. Descodificando os sinais que Deus vai colocando no seu caminho. antes mesmo da sua concepção no seio materno. Perante isto. isto é observável nos outros profetas. mas é no quotidiano que ele vai se configurando como profeta. ele queria fugir da palavra do Senhor. tem que sair do seu meio habitual para vir a cidade proclamar a palavra de Deus. Este conhecimento pressupõe uma escolha. Jeremias é convocado pela Palavra.16. isto é.

não está ao serviço de um rei ou do santuário. Deus escolhe Jeremias e envia este apesar das suas reticências em aceitar a tal missão. vem a ordem de iniciar a missão. porque o texto em hebraico empregam o termo ³na¶ar´que não indica uma criança. ao mesmo tempo fá-lo sofrer (Jr 20. desconfia das suas capacidades (Jr 1. O profeta Jeremias é enviado para anunciar a palavra de Deus.6). nem seus pensamentos.7)»13. Profeta constituído para a nação. mas sim um jovem que teria entre 20 e 30 anos. e eu me deixei seduzir! Tu me dominaste e venceste. que vai a frente. depois de Deus colocar as suas palavras na boca de Jeremias (dito doutra maneira. 8 . O profeta deve dispor-se a entrar em campo: «cingir os rins (Jr 1. e todos escarnecem de mim (Jr 20.7-8)». isto é. também não é por se considerar uma criança que Jeremias procura rejeitar a missão divina. e Deus mostra-lhe que não veio chamar aqueles que são inteligentes. Palavra eficaz e poderosa. Editora: Difusora Bíblica. uma metáfora para indicar prontidão e empenho no trabalho. A resposta de Jeremias é à Palavra. o espírito de Deus inspira o profeta). ele vai ter que responder esta Palavra que o chama. mas os que são menos inteligentes e capacita-os para a missão que escolher.7). porque alimenta da Palavra. 13 Cf. para anunciar e denunciar (Jr 1. No versículo 10. o profeta Jeremias sabe e sente que Deus vai estar com ele. Mesmo que ele venha a ser perseguido. mesmo sentindo que não está altura da missão que Deus o pede. A resposta de Deus limita-se a desfazer a objecção e a confirmar o envio em missão. A objecção de Jeremias não é por causa da sua idade.9b). e dá testemunho não de si mas da palavra de Deus. Ainda podemos realçar que Jeremias tem um pessimismo no que toca a sua personalidade. Jeremias é um profeta ao serviço só da Palavra.17ss)». Senhor. É a Palavra que chama. Deus usa os lábios de Jeremias para falar ao povo que escolheu (Jr 1. apesar de todos os obstáculos com que se depara. Bíblia dos Capuchinhos. que fortalece. Mas o profeta sabe que se rejeitar a missão que lhe é pedido viverá com esta vergonha de covardia durante toda a sua vida. Jeremias teve que encarnar a palavra de Deus.Não vem da sua idade. vai a frente. A Palavra de Deus é a ³paixão´ de Jeremias: apaixona-o e. Sou objecto de contínua irrisão. mas a de Deus. as palavras que o profeta vai proclamando não serão suas. e Jeremias sente isso quando diz: «7Seduziste-me. e que nunca o abandonará. apoiando Jeremias com uma promessa: «estarei contigo (Jr 1.10). capacitados.

O profeta Jeremias perante o plano de Deus tem uma grande dificuldade em reconhecer aquilo que lhe é pedido. Se o pássaro do céu obedece instintivamente ao plano que Deus traça para ele.10-21. Jeremias diz que o seu coração está cheio de amargura. ele colocou sua vida nas mãos de Deus Pai.Portanto Deus não envia para a derrota: se pede coragem é porque dá o amparo e a certeza de resistir. porque o Senhor é fiel a sua promessa. Perante este comportamento do profeta em Jr 15. e de dúvida. podemos falar de uma crise vocacional ou também uma vocação renovada. Ele vê-se perante um drama.10-21. mas Daquele que o envia. e também vê o resto do povo que fica. mesmo quando parece que Deus nos abandona. ele diz que suporta toda a humilhação que lhe é feita por causa de Deus que nunca o vai abandonar. Jeremias encontra-se diante de uma encruzilhada. Jeremias perante este combate interior onde aparentemente parece que amaldiçoa o dia do seu nascimento (Jr 15. Deus esteve sempre com Jeremias. mas acima de tudo na Palavra que o chama. Onde deve manter fiel ao Deus numa terra estrangeira. e se Deus prometeu estar com Jeremias quer dizer que o profeta nunca estará sozinho nesta missão. De todas as situações por mais difícil que fosse. uma confiança excepcional em si mesmo. 18). vemos também a pronta intervenção de Deus em relação aos perseguidores do profeta. Jeremias será uma cidade fortificada. vê o povo partindo para o exílio.15.O combate interior de Jeremias em paralelo com o texto Jr15.7-11 Jeremias é um homem de um grande combate interior. onde tem que manter-se fiel à Deus e não perder a esperança no regresso daqueles que se encontram no exílio. O que Deus pede ao seu profeta é em verdade tremendamente duro: é preciso reconhecer da parte de Jeremias. Vive perante a infidelidade do povo e a fidelidade de Deus. que não é dele. em obedecer instintivamente. No versículo 15 de Jr 15. 20. pensa que não é capaz de seguir aquilo que a Palavra lhe pede. o que ele nos mostra é a total confiança em Deus. e que o visitará sempre. 9 . quando apenas serviu a Deus pelo bem e se fez intercessor junto de Deus nos momentos de desgraça e de calamidade do povo. uma coluna de ferro e um muro de bronze (Jr1. e veio sempre ao seu auxílio. a ponto de censurar o próprio Deus. Em Jr 15. Porque é deste conflito interior que Jeremias sai mais forte no que toca a sua certeza em seguir o plano de Deus. já o homem tem dificuldade em obedecer Deus. Na verdade o que faz sofrer Jeremias é ver-se rejeitado por todos. 4. ser considerado como homem da discórdia. Apesar do profeta vier a ter grandes embates com sacerdotes e mesmo com o povo.10).

Deus exige do profeta uma nova conversão. a partir daquilo que a Palavra faz dele. Diante de um aparente grito de desgraça. onde as encontro. a sua confiança em Deus que o convida a seguir . vai enfrentar tudo aquilo que lhe aparece em frente. Bíblia dos Capuchinhos. e as delícias do meu coração.8). E que por tudo o que o profeta irá passar Ele estará sempre com ele (Jr 1. mas que essas dificuldades fazem parte da missão profética. Há uma grande ligação entre Jr 15.7. Frente a este combate interior. 14 15 Cf. 10 . porque o teu Nome. a alegria. Ele além de colocar a Palavra no centro da sua vida.19). seduzido pela Palavra. Deixa ser conduzido por Iahweh. que ele sanciona. A resposta de Deus ao Jeremias é um apelo à conversão (Jr 15.16 com Jr 20. e com a vocação renovada. que o tramou. Deus do universo»14! E na mesma linha ele diz: «Seduziste-me. e viu-se perseguido por muitos. Jr 15. pondo o profeta a prova no que toca a sua fé. mesmo assim Jeremias continua fiel a palavra de Deus. É dessa luta interior que Jeremias sai para a sua missão. Jeremias conserva a certeza de que Iahweh é o Deus da graça. e se converter fará retornar o profeta para o seu íntimo.7. lançando à missão que lhe é pedida. Passando por uma grande luta interior. Bíblia dos Capuchinhos.Podemos dizer que Deus atesta Jeremias neste diálogo. e a palavra que Jeremias vai transmitindo não será a sua mas a de Deus. as promessas que tinha feito ao profeta desde o inicio do seu nascimento. renovando. que muitas dificuldades estavam a sua espera. Senhor. no sentido que a Palavra tirou-o do seu ambiente e o levou para professar no meio do povo. cheio de alegria espiritual. Jeremias afirma: «Eu devoro as tuas palavras. e renova a sua vocação. também dá testemunho da sua vida.Lhe e a abandonar totalmente nas mãos Dele. e eu me deixei seduzir! Tu me dominaste e venceste»15. mesmo sabendo de antemão. foi invocado sobre mim. Deus não isenta das dificuldades da missão do profeta (não diz que a cruz da missão será leve). Deus fortalece mais o seu enviado e lhe dá o dom da palavra. Jr 20. a tua palavra é a minha alegria. ó Senhor.16 Cf. Para o profeta a palavra de Deus é aquilo que lhe dá a força. o Todo-poderoso pede ao profeta para converter.

em Amós a justiça. que o homem nunca deve duvidar da palavra de Deus. em Jeremias está a palavra de Deus. que aproveita os sinais da história da sua época para transmitir a palavra de Deus (Jr 1. vai fazendo durante a vida. As mensagens do profeta das lamentações ensina-nos. e é enviado a completar a missão que Deus lhe tinha pedido. amaldiçoa o seu dia de nascimento. Com isso podemos dizer que Jeremias é um profeta ao serviço exclusivo da Palavra. questiona Deus. crise da vocação profética). Jeremias é o profeta do qual temos mais dados sobre a sua vida. ele sai com mais certeza naquilo que lhe é pedido por Deus (Jr 20. o enviado de Deus ter uma boa relação com o estado (nesse caso a monarquia. Se em Isaías no centro da sua profecia está a glória de Deus. que o profeta não nasce feito.16). podemos dizer assim. Mas deste combate de fé (um combate interior. Renova a sua vocação. e não deixar ser subordinado pelo rei nem pelos sacerdotes que o perseguia. 11 . Que a Palavra nos escolhe e vai a nossa frente. Respondendo aos desafios que Deus nos pede. Profeta que tem um grande combate de fé.Conclusão Com o profeta Jeremias aprendemos. É nele que podemos dizer com muita convicção que a profecia não está desligada do tempo que profeta.11-16). e a profecia é realizada na história da sua época. E também é o profeta onde a sua vocação se confunde de tal forma com a sua missão que temos dificuldade em dizer o que é vocação ou missão em Jeremias. que intervêm junto de Deus pelo povo.7. É um profeta que nos dá um bom exemplo de como é possível. Jeremias é um profeta do seu tempo. em Oseias a esperança de Deus. Profeta que é muitas vezes associado a sua imagem de sofrimento com a de Cristo. 15. e deixa ser guiado pela Palavra até os últimos dias da sua vida. A história é iluminada pela profecia. o santuário).

Edições Paulistas: Lisboa. 1993. 2007. 1984.BIBLIOGRAFIA BRIEND. Hans Walter ± Bíblia Antigo Testamento: introdução aos escritos e aos métodos de estudo. João Duarte ± Historia e Profecia: O Mundo dos Profetas Bíblicos. ± Os Profetas do Antigo Testamento. LACY. UCP: Lisboa. Jacques ± O Livro de Jeremias. MONLOUBOU. 1982. L. 1996. La Casa de la Biblia: Navarra. LOURENÇO. WOLFF. Difusora Bíblica: Lisboa. Carlo M. Difusora Bíblica: Lisboa. ± Bíblia e Vocação. 12 . Edições Paulinas: São Paulo. 1991. José María Abrego de ± Jeremias. MARTINI.

...2 ...11 ..5 3...9 Conclusão Bibliografia ...3 ...... A história do tempo de Jeremias Páginas 1 ...12 13 ....A vocação de Jeremias: sua resistência em aceitar o chamamento (Jr 1..O combate interior de Jeremias em paralelo com o texto (Jr15.... 20..Índice Conteúdo Introdução 1..7-11).4-10) 4....Enquadramento histórico 2.10-21...

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful