Você está na página 1de 16

Seminário Internacional: Atividade de Inteligência e Controle Parlamentar – Fortalecendo a Democracia

Brasília, 1º de dezembro de 2009

Fortalecendo a Democracia Brasília, 1º de dezembro de 2009 O O CONTROLE CONTROLE DA DA ATIVIDADE

OO CONTROLECONTROLE DADA ATIVIDADEATIVIDADE DEDE INTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA NONO BRASIL:BRASIL: AA PECPEC 398/2009398/2009

BRASIL: BRASIL: A A PEC PEC Nº Nº 398/2009 398/2009 Prof.Prof. Dr.Dr. JoanisvalJoanisval BritoBrito
BRASIL: BRASIL: A A PEC PEC Nº Nº 398/2009 398/2009 Prof.Prof. Dr.Dr. JoanisvalJoanisval BritoBrito
BRASIL: BRASIL: A A PEC PEC Nº Nº 398/2009 398/2009 Prof.Prof. Dr.Dr. JoanisvalJoanisval BritoBrito

Prof.Prof. Dr.Dr. JoanisvalJoanisval BritoBrito GonçalvesGonçalves SenadoSenado FederalFederal

Nº 398/2009 398/2009 Prof.Prof. Dr.Dr. JoanisvalJoanisval BritoBrito GonçalvesGonçalves SenadoSenado FederalFederal

OO CONTROLECONTROLE DADA ATIVIDADEATIVIDADE DEDE INTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA

PorPor queque controlar?controlar?

INTELIGÊNCIA  PorPor queque controlar?controlar? • DemocraciaDemocracia • AccountabilityAccountability

DemocraciaDemocracia

AccountabilityAccountability

• DemocraciaDemocracia • AccountabilityAccountability • TornarTornar aa atividadeatividade maismais
• DemocraciaDemocracia • AccountabilityAccountability • TornarTornar aa atividadeatividade maismais

TornarTornar aa atividadeatividade maismais eficienteeficiente ee eficazeficaz

Evitar/neutralizarEvitar/neutralizar abusosabusos

RespaldarRespaldar aa atividadeatividade

abusosabusos • RespaldarRespaldar aa atividadeatividade ► LEGISLAÇÃO:LEGISLAÇÃO: MECANISMOMECANISMO

LEGISLAÇÃO:LEGISLAÇÃO: MECANISMOMECANISMO IMPORTANTEIMPORTANTE DEDE CONTROLECONTROLE

AA PECPEC DADA INTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA

ContextualizaçãoContextualização

INTELIGÊNCIA  ContextualizaçãoContextualização • ProblemaProblema dada CartaCarta dede 19881988 
INTELIGÊNCIA  ContextualizaçãoContextualização • ProblemaProblema dada CartaCarta dede 19881988 

ProblemaProblema dada CartaCarta dede 19881988

• ProblemaProblema dada CartaCarta dede 19881988  PropostaProposta –– PECPEC NºNº 398,398, DEDE

PropostaProposta –– PECPEC NºNº 398,398, DEDE 20092009

ObjetivoObjetivo

PECPEC NºNº 398,398, DEDE 20092009 • ObjetivoObjetivo ► InsereInsere oo CapítuloCapítulo IVIV aoao

InsereInsere oo CapítuloCapítulo IVIV aoao TítuloTítulo VV dada ConstituiçãoConstituição FederalFederal referentereferente àà atividadeatividade dede inteligênciainteligência ee seusseus mecanismosmecanismos dede controle.controle.

ImportânciaImportância

dede controle.controle. • ImportânciaImportância ► maiormaior respaldorespaldo àà AIAI ► maismais
dede controle.controle. • ImportânciaImportância ► maiormaior respaldorespaldo àà AIAI ► maismais

maiormaior respaldorespaldo àà AIAI maismais garantiasgarantias aosaos órgãosórgãos ee aoao pessoalpessoal

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

CapítuloCapítulo IVIV –– DaDa InteligênciaInteligência SeçãoSeção II –– DaDa AtividadeAtividade dede InteligênciaInteligência Art.Art. 144-A.144-A. AA atividadeatividade dede inteligência,inteligência, queque temtem comocomo fundamentosfundamentos aa preservaçãopreservação dada soberaniasoberania nacional,nacional, aa defesadefesa dodo EstadoEstado DemocráticoDemocrático dede DireitoDireito ee dada dignidadedignidade dada pessoapessoa humanahumana,, seráserá exercida,exercida, porpor umum sistemasistema queque integreintegre osos órgãosórgãos dada AdministraçãoAdministração PúblicaPública diretadireta ee indiretaindireta dosdos entesentes federadosfederados §§ 1º1º AA leilei regularáregulará aa atividadeatividade dede inteligênciainteligência ee suassuas funções,funções, bembem comocomo aa organizaçãoorganização ee funcionamentofuncionamento dodo sistemasistema brasileirobrasileiro dede inteligênciainteligência ee seusseus mecanismosmecanismos dede controlecontrole internointerno ee externo.externo.

seusseus mecanismosmecanismos dede controlecontrole internointerno ee externo.externo. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 4
seusseus mecanismosmecanismos dede controlecontrole internointerno ee externo.externo. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 4

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

Art.Art. 144-A 144-A

PEC PEC N. N. 398/2009 398/2009 Art.Art. 144-A 144-A §§ 2º2º OsOs direitos, direitos, deveres deveres
PEC PEC N. N. 398/2009 398/2009 Art.Art. 144-A 144-A §§ 2º2º OsOs direitos, direitos, deveres deveres
PEC PEC N. N. 398/2009 398/2009 Art.Art. 144-A 144-A §§ 2º2º OsOs direitos, direitos, deveres deveres

§§ 2º2º OsOs direitos,direitos, deveresdeveres ee prerrogativasprerrogativas dodo pessoalpessoal dede inteligênciainteligência,, inclusiveinclusive nono queque concerneconcerne àà preservaçãopreservação dede suasua identidade,identidade, oo sigilosigilo dada atividadeatividade ee seuseu carátercaráter secretosecreto sãosão resguardadosresguardados porpor estaesta ConstituiçãoConstituição,, cabendocabendo aa leilei específicaespecífica dispordispor sobresobre essesesses assuntos.assuntos.

aa leilei específicaespecífica dispordispor sobresobre essesesses assuntos.assuntos. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 5
aa leilei específicaespecífica dispordispor sobresobre essesesses assuntos.assuntos. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 5
aa leilei específicaespecífica dispordispor sobresobre essesesses assuntos.assuntos. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 5

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

Art.Art. 144-B.144-B. AA atividadeatividade dede inteligênciainteligência seráserá desenvolvida,desenvolvida, nono queque sese refererefere aosaos limiteslimites dede suasua extensãoextensão ee aoao usouso dede técnicastécnicas ee meiosmeios sigilosos,sigilosos, comcom irrestritairrestrita observânciaobservância dosdos direitosdireitos ee garantiasgarantias individuaisindividuais ee fidelidadefidelidade àsàs instituiçõesinstituições ee aosaos princípiosprincípios éticoséticos queque regemregem osos interessesinteresses ee aa segurançasegurança dodo Estado.Estado. ParágrafoParágrafo único.único. AA leilei regularáregulará oo usouso dede meiosmeios ee técnicastécnicas sigilosossigilosos pelospelos serviçosserviços secretossecretos ee osos deveresdeveres ee garantiasgarantias dodo pessoalpessoal dede inteligênciainteligência nono exercícioexercício dede suassuas funções,funções, inclusiveinclusive nono queque concerneconcerne aoao recursorecurso aa meiosmeios ee técnicastécnicas operacionais.operacionais.

recurso a a meios meios e e técnicas técnicas operacionais. operacionais. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 6
recurso a a meios meios e e técnicas técnicas operacionais. operacionais. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 6
recurso a a meios meios e e técnicas técnicas operacionais. operacionais. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 6

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

SISBINSISBIN

Art.Art. 144-C.144-C. ParaPara oo efetivoefetivo exercícioexercício dasdas açõesações dede planejamentoplanejamento ee execuçãoexecução dasdas atividadesatividades dede inteligênciainteligência dodo País,País, comcom aa finalidadefinalidade dede fornecerfornecer subsídiossubsídios aoao processoprocesso decisóriodecisório emem distintosdistintos níveis,níveis, aa leilei instituiráinstituirá oo SistemaSistema BrasileiroBrasileiro dede Inteligência,Inteligência, compostoscompostos pelospelos seguintesseguintes órgãos:órgãos:

II

planejamentoplanejamento ee aa execuçãoexecução dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência estratégicaestratégica ee queque coordenarácoordenará asas açõesações nono sistema;sistema;

IIII

–– órgãoórgão centralcentral dede inteligência,inteligência, aoao qualqual competirácompetirá oo

aoao qualqual competirácompetirá oo –– osos serviçosserviços dede
aoao qualqual competirácompetirá oo –– osos serviçosserviços dede
aoao qualqual competirácompetirá oo –– osos serviçosserviços dede
aoao qualqual competirácompetirá oo –– osos serviçosserviços dede

–– osos serviçosserviços dede inteligênciainteligência militar;militar;

dede inteligênciainteligência militar;militar; IIIIII –– osos serviçosserviços dede

IIIIII –– osos serviçosserviços dede inteligênciainteligência policial;policial;

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

SISBINSISBIN

Art.Art. 144-C 144-C

IVIV –– osos serviçosserviços dede inteligênciainteligência fiscal;fiscal; VV –– osos serviçosserviços dede
IVIV –– osos serviçosserviços dede inteligênciainteligência fiscal;fiscal;
VV –– osos serviçosserviços dede inteligênciainteligência financeira;financeira;
VIVI –– outrosoutros órgãosórgãos ee entidadesentidades dada AdministraçãoAdministração PúblicaPública
que,que, diretadireta ouou indiretamente,indiretamente, possampossam produzirproduzir
conhecimentosconhecimentos dede interesseinteresse dasdas atividadesatividades dede inteligência,inteligência,
emem especialespecial aquelesaqueles responsáveisresponsáveis pelapela defesadefesa externa,externa,
segurançasegurança internainterna ee relaçõesrelações exteriores.exteriores.

§§ 1º1º OsOs entesentes federadosfederados poderãopoderão constituirconstituir seusseus subsistemassubsistemas dede inteligência,inteligência, osos quaisquais deverãodeverão estabelecerestabelecer vínculosvínculos comcom oo SistemaSistema BrasileiroBrasileiro dede Inteligência.Inteligência.

PECPEC N.N. 398/2009398/2009

PEC PEC N. N. 398/2009 398/2009 SISBINSISBIN Art.Art. 144-C 144-C §§ 2º2º OO SistemaSistema BrasileiroBrasileiro

SISBINSISBIN

Art.Art. 144-C 144-C §§ 2º2º OO SistemaSistema BrasileiroBrasileiro dede InteligênciaInteligência deverádeverá
Art.Art. 144-C 144-C
§§ 2º2º OO SistemaSistema BrasileiroBrasileiro dede InteligênciaInteligência deverádeverá
operaroperar dede formaforma coordenadacoordenada,, emem defesadefesa dodo
EstadoEstado ee dada sociedade,sociedade, bembem comocomo dosdos direitosdireitos ee
garantiasgarantias individuais,individuais, devendodevendo seusseus membrosmembros
estabeleceremestabelecerem mecanismosmecanismos parapara oo intercâmbiointercâmbio
dede informações,informações, difusãodifusão dodo conhecimentoconhecimento
produzidoproduzido ee iniciativasiniciativas operacionaisoperacionais conjuntasconjuntas emem
âmbitoâmbito estratégicoestratégico ee táticotático

PECPEC N.N. 398/2009398/2009 OO CONTROLECONTROLE 144-D144-D ee 144-E144-E

Art.Art. 144-D.144-D. OO controlecontrole ee aa fiscalizaçãofiscalização dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência serãoserão exercidosexercidos emem âmbitoâmbito internointerno ee externo,externo, nana formaforma dada lei.lei.

Art.Art. 144-E.144-E. OO controlecontrole ee aa fiscalizaçãofiscalização externosexternos dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência serãoserão exercidosexercidos pelopelo PoderPoder Legislativo,Legislativo, especialmenteespecialmente porpor meiomeio dede umum órgãoórgão dede controlecontrole externoexterno compostocomposto porpor DeputadosDeputados ee Senadores,Senadores, ee comcom oo auxílioauxílio dodo ConselhoConselho dede ControleControle dada AtividadeAtividade dede Inteligência,Inteligência, nana formaforma dada lei.lei.

AtividadeAtividade dede Inteligência,Inteligência, nana formaforma dada lei.lei. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 10
AtividadeAtividade dede Inteligência,Inteligência, nana formaforma dada lei.lei. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 10
AtividadeAtividade dede Inteligência,Inteligência, nana formaforma dada lei.lei. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 10
AtividadeAtividade dede Inteligência,Inteligência, nana formaforma dada lei.lei. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 10

PECPEC N.N. 398/2009398/2009 OO CONSELHOCONSELHO DEDE CONTROLECONTROLE

      InovaçãoInovação Referências:Referências: modelosmodelos canadensecanadense ee
InovaçãoInovação
Referências:Referências: modelosmodelos canadensecanadense ee
portuguêsportuguês
AuxiliarAuxiliar dada CCAICCAI ee dodo CongressoCongresso
Conselheiros:Conselheiros: não-parlamentares,não-parlamentares, comcom
mandatomandato específicoespecífico
Controle:Controle: externo,externo, finalísticofinalístico
ControleControle constante,constante, permanentepermanente –– maismais
garantiasgarantias
02/12/09
Joanisval Gonçalves
11

PECPEC N.N. 398/2009398/2009 OO CONSELHOCONSELHO DEDE CONTROLECONTROLE

Art.Art. 144-E 144-E

CONSELHO DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 1º1º OO Conselho Conselho de de Controle
CONSELHO DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 1º1º OO Conselho Conselho de de Controle

§§ 1º1º OO ConselhoConselho dede ControleControle dada AtividadeAtividade dede InteligênciaInteligência,, órgãoórgão auxiliarauxiliar dodo controlecontrole externoexterno dodo PoderPoder LegislativoLegislativo,, seráserá compostocomposto porpor setesete ConselheirosConselheiros,, escolhidosescolhidos entreentre cidadãoscidadãos brasileirosbrasileiros comcom notóriosnotórios conhecimentosconhecimentos técnicostécnicos ee experiênciaexperiência referentesreferentes aoao controlecontrole finalísticofinalístico dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência ee indicados:indicados:

dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência ee indicados:indicados: 02/12/09 Joanisval Gonçalves 12
dada atividadeatividade dede inteligênciainteligência ee indicados:indicados: 02/12/09 Joanisval Gonçalves 12

PECPEC N.N. 398/2009398/2009 OO CONSELHOCONSELHO DEDE CONTROLECONTROLE

Art.Art. 144-E 144-E

§§ 1º1º

DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 1º1º II –– doisdois pelopelo SenadoSenado Federal;Federal;
DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 1º1º II –– doisdois pelopelo SenadoSenado Federal;Federal;

II –– doisdois pelopelo SenadoSenado Federal;Federal;

IIII –– doisdois pelapela CâmaraCâmara dosdos Deputados;Deputados;

IIIIII –– umum pelopelo PresidentePresidente dada República;República;

IVIV –– umum pelopelo ConselhoConselho NacionalNacional dede Justiça;Justiça;

ConselhoConselho NacionalNacional dede Justiça;Justiça; VV –– umum pelopelo ConselhoConselho NacionalNacional

VV –– umum pelopelo ConselhoConselho NacionalNacional dodo MinistérioMinistério Público.Público.

ConselhoConselho NacionalNacional dodo MinistérioMinistério Público.Público. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 13

PECPEC N.N. 398/2009398/2009 OO CONSELHOCONSELHO DEDE CONTROLECONTROLE

398/2009 O O CONSELHO CONSELHO DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 2º2º OsOs
398/2009 O O CONSELHO CONSELHO DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 2º2º OsOs

Art.Art. 144-E 144-E

CONSELHO DE DE CONTROLE CONTROLE Art.Art. 144-E 144-E §§ 2º2º OsOs ConselheirosConselheiros terãoterão

§§ 2º2º OsOs ConselheirosConselheiros terãoterão mandatomandato dede cincocinco anosanos,, admitidaadmitida umauma reconduçãorecondução,, podendopodendo serser destituídosdestituídos apenasapenas porpor decisãodecisão dodo CongressoCongresso NacionalNacional,, mediantemediante propostaproposta dodo órgãoórgão dede controlecontrole externoexterno ouou dede umum quintoquinto dosdos membrosmembros dede cadacada Casa.Casa.

quintoquinto dosdos membrosmembros dede cadacada Casa.Casa. §§ 3º3º AA leilei disporádisporá sobresobre asas

§§ 3º3º AA leilei disporádisporá sobresobre asas atribuiçõesatribuições ee prerrogativasprerrogativas dosdos Conselheiros,Conselheiros, estruturaestrutura ee funcionamentofuncionamento dodo Conselho,Conselho, bembem comocomo dede suasua organizaçãoorganização ee pessoal.pessoal.

bembem comocomo dede suasua organizaçãoorganização ee pessoal.pessoal. 02/12/09 Joanisval Gonçalves 14

CONCLUSÕES:CONCLUSÕES: INTELIGÊNCIA,INTELIGÊNCIA, CONTROLECONTROLE EE DEMOCRACIADEMOCRACIA

CONTROLE CONTROLE E E DEMOCRACIA DEMOCRACIA DemocraciaDemocracia ee AI:AI: PlenamentePlenamente

DemocraciaDemocracia ee AI:AI: PlenamentePlenamente compatíveiscompatíveis RiscosRiscos dada AIAI MecanismoMecanismo parapara sese evitarevitar abusosabusos ee desviosdesvios dede condutaconduta porpor parteparte dosdos serviçosserviços secretossecretos emem umauma democracia:democracia:

secretossecretos emem umauma democracia:democracia: CONTROLE CONTROLE 02/12/09 Joanisval Gonçalves 15
secretossecretos emem umauma democracia:democracia: CONTROLE CONTROLE 02/12/09 Joanisval Gonçalves 15
secretossecretos emem umauma democracia:democracia: CONTROLE CONTROLE 02/12/09 Joanisval Gonçalves 15
secretossecretos emem umauma democracia:democracia: CONTROLE CONTROLE 02/12/09 Joanisval Gonçalves 15

CONTROLECONTROLE

secretossecretos emem umauma democracia:democracia: CONTROLE CONTROLE 02/12/09 Joanisval Gonçalves 15

MuitoMuito Obrigado!Obrigado!

Muito Muito Obrigado! Obrigado! JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br
Muito Muito Obrigado! Obrigado! JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br

JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br

Muito Muito Obrigado! Obrigado! JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br
Muito Muito Obrigado! Obrigado! JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br
Muito Muito Obrigado! Obrigado! JoanisvalJoanisval GonçalvesGonçalves joanis@senado.gov.brjoanis@senado.gov.br