Você está na página 1de 12

FOLHA POPULAR

ANO XII• Nº 563 • TENENTE PORTELA - 21 A 28 DE JANEIRO DE 2012 • R$ 2,00

www.fpop.com.br ou www.folhaportela.com.br

TENENTEPORTELAESPORTE

Nova diretoria do Clube Esportivo e Recreativo Miraguai é empossada

REGIÃOOBRAS

PÁGINA 11

Comunidade de Vista Gaúcha bloqueia ERS 163

JALMIR STEFFENON

de Vista Gaúcha bloqueia ERS 163 JALMIR STEFFENON PÁGINAS 2, 5 E 9 PÁGINA 6 REGIÃO

PÁGINAS 2, 5 E 9 PÁGINA 6

REGIÃOTURISMO

MIRAGUAÍ ECONOMIA

2, 5 E 9 PÁGINA 6 REGIÃO TURISMO MIRAGUAÍ ECONOMIA ENCARTE Bagega assina convênio de Qualificação
2, 5 E 9 PÁGINA 6 REGIÃO TURISMO MIRAGUAÍ ECONOMIA ENCARTE Bagega assina convênio de Qualificação
ENCARTE
ENCARTE

Bagega assina convênio de Qualificação de Recursos Humanos para o Turismo

PÁGINA 4

DALVANA BERLATTO / FP ESPECIALENTREVISTA Acadêmica de Geografia realiza pesquisa com Guardiões das Sementes na
DALVANA BERLATTO / FP
ESPECIALENTREVISTA
Acadêmica de Geografia
realiza pesquisa com
Guardiões das Sementes
na Reserva do Guarita
PÁGINA 10

Frigorífico Mais Frango exportou mais de cem contêineres em 2011

DIV ULGAÇÃO

PÁGINA 4
PÁGINA 4
Reserva do Guarita PÁGINA 10 Frigorífico Mais Frango exportou mais de cem contêineres em 2011 DIV

Opinião

22222 FOLHA POPULAR

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

EDITORIAL Férias: necessidade de descanso ou saudade de viver?

Precisamos de pausas no dia-a-dia, sair da

rotina, desfrutar de simples deleites, como ouvir boa música, brincar com o bichinho de estima-

çã o, papear com aquele velho amigo

Ao hu-

cisamos “fazer”, “fazer”, “fazer”.

O qu e anda ac on tecen do conosco?

- Estamos nos tr ansformando e m robôs! Não posso deixar de pensar em como

manizar nosso cotidiano com uma vida de mais

seria se nos rec usássemos a agir, se nos per-

qualidade, não depositamos todas nossas espe- ranças de paz e descanso nas férias que duram

mitíssemos uma pausa no trabalho para um telefonema a um amigo querido, se criásse-

a

pe na s semanas.

 

mos singe la s ilhas de humanidade nesse co-

 

O

que era para ser um momento paradisía-

tidia no robotizado

na direçã o do qual todos

c

o de descanso e tranquilidade, uma forma de

temos sido empurrados. Se nos atrevêsse-

nos compensarmos por um ano de trabalho e

mos a prejudicar um pouquinho a nossa pro-

tanto esforço, acaba tornando-se uma luta, an- tes mesmo de acontecer. Fico pensando em como andamos perdidos em meio às exigências do mundo moderno.

dutivida de em troca de um momento de hu- manidade. Se ao voltar do trabalho, ao invés de nos conect armos imediatamente àquela outra

 

O

nosso dia-a-dia virou uma

ba ta lha sem

m áquina , cham ada televisão, a cendêssem os

fim, tão exaustiva que nos deixa enlouque-

velas dour adas em nossa casa, colocásse-

c

idos a ponto de “ve nde r a alma ” por um

m os uma m úsic a bonita pa ra toca r, tom ás-

ssento em um a viã o ou um quar to em um resort bacana qualquer.

a

semos um banho com cheirinho de flores, brincá sse mos c om um a nim alzinho de esti-

a ca basse por aí, nã o se ria tão ma l,

m as o fato é que depois de todo esse esfor-

Se

mação, conversássemos com nossos parcei-

r os, f izéssemos um pouquinho de

car inho

ç

o, um dia

nos vemos confor ta ve lme nte sen-

em nossos filhos, fechássemos os olhos e

t

ados em uma espr eguiçadeira ao lado da

mergulhássemos na calma que exi ste em

mais maravil hosa pi scin a, com um drink

algum lugar lá dentro de nós.

xótico na s mã os, e m f rente a um a mara vi- lhosa praia de areias brancas, e tudo o que

e

Quem sabe assim nos sentíssemos vivos outra vez e não precisássemos desespera-

c

onseguimos sentir

é

té dio!

dam ente de fér ias pa ra nos da r um a sensa-

De tanto correr em nosso dia-a -dia, aca- bamos viciados nessa agitação, o que nos rouba a possibilidade de aproveitar o tão me-

ção de vida ao menos uma vez ao ano. Expe rimente . De sligue a te le visão, dimi- nua o seu ritmo, abra espaço para mais trocas

r

ecido desca nso à be ir a-ma r. Nã o consegui-

humanas. Perceba que a nossa vida já é uma

m

os simplesme nte rela xa r e desfr utar. Pr e-

maravilhosa viagem. Desfrute-a. Aqui. Agora.

TEXTO DO LEITOR Não os perdoem: eles sabem o que fazem!

Ei, Justiça, cadê você que não responde e aceita impassível tantos absurdos?

Ao povo do Pinheirinho!

P ara o gover na dor , a culpa é da Justiça . Para t oda imprensa, a Justi ça determinou, ma ndou, de cidiu, despejou… Para o Juiz que assinou a ordem, cumpriu-se

a Lei e basta: Dura lex sede le x! Para catedráticos cheiran- do a mofo, o Estado de Dir ei- to tr iunfou! Para o Coronel que coman- dou, or dens são or dens! Para o sol dado que mar- chou sobre os iguais, idem! Ei, Justiça, cadê você que não responde e ace ita im pa s- sível tantos absurdos? Nã o pe rc ebe s o que e stão

fa zendo com te u nome santo?

Em teu nome, a tiram, fere m, tira m a casa e roubam os sonhos e nada dizes? Tira esta venda, vai!

Ve ja o que estão faz endo em teu nome! R e-

sou o ar bítri o e nem a ga nânc ia! Nã o

sou violenta, nem cínic a e nem hipócr i- ta! Não sou o poder , ne m leis, nem sen-

tenç as e nem a córdã os de me rda !

Diz mais, vai! Brada mais alto ainda:

- Eu sou o sonho, sou a utopia, sou o

justo, sou a força que alimenta a vida, sou pão, sou emprego, sou moradia digna, sou educa- ção de qualidade, sou saúde

todos, sou me io am bi-

ente equilibrado, sou cultu- ra, sou alegria, sou prazer, sou liberdade, sou a espe- rança de uma sociedade li- vre, justa e s olidária e de uma naçã o funda da na cida- da nia e dignidade da pessoa

pa ra

humana.

Diz mais, va i! Conforta-nos:- Cre ia m em mim. Um dia ainda estaremos jun- tos. Deixar ei de ser o hor iz onte inatingí-

jun- tos. Deixar ei de ser o hor iz onte inatingí- volte-se!   vel par a

volte-se!

 

vel

par a reinar no me io de vós! Creia m

E

o pior dos a bsurdos: e stão dizendo teus os

em

mim. Ape sa r da lei, do P oder Judici-

atos do

Juiz e do

Pode r que ele repre se nta!

ário e das sentenças dos juízes, creiam

Va

is

c ontinuar

impa ssíve l?

em mim e não perdoem jamais os que

E

mais absurdos: estão te tra nsformando em

mat am e roubam os sonhos em meu

merdas de leis. Acorda, vai! Chama o povo, cha ma o Direito das ruas e

todos os oprimidos do mundo e brada be m alto:

- Não bla sf emem ma is com meu nome ! Não

nome, pois eles sabem o que faze m!

Gerivaldo Neiva é Juiz de Direito

(BA) e me mbro da Assoc iaç ão Juíz es

para a Democraci a (AJD)

Desde a volta das eleições diretas, nunca um

presidente teve tanta aprovação após o primeiro ano de mandato, Dilma alcançou 59% de aprova- ção nos itens bom e ótimo, regular atingiu o per- centual de 33% e ruim ou péssimo, somente 6%. Suplantou Collor, Itamar, FHC e até mesmo seu criador, Lula.

O que significa isso? Todos sabem que Dil-

ma não é carismática, não é tão dada às massas quanto Lula, tem características mais sóbrias e menos populistas, então como se justifica essa aprovação que tanto o Datafolha quanto o Ibope anunciaram agora em janeiro de 2012?

A firmeza de caráter e a intrepidez com que

limpa cada ministério que se envolve em corrup-

ção, pode ser a explicação. Dilma demonstra para

o eleitorado que é uma pessoas séria, não é dada

a badalações nem vaidades pessoais. Seus méto-

dos são retos e descomplicados, sua fama de “bru- cutu” lhe acompanha mais como uma virtude do

DE OLHO NA IDÉIA APROVAÇÃO

que como um erro de sua personalidade. Nem mesmo a mídia, geralmente implacá- vel contra políticos muito influentes, consegue cer- car a imagem da presi- de nta. Os par tidos, que barganham fatias do po- der para fazer suas ma- rac uta ia s, estão encon-

trando sérias dificuldades para dar continuidade ao

leilão de poder que o sis- tema eleitoral facilita e até mesmo incentiva. O loteamento de cargos e ministérios co-

meça,

lentamente, a se r de belado. Dilma tenta

agir por dentro das entranhas do planalto, higie- nizando, com grande habilidade, a velha estru- tura arcaica que até hoje amordaçou presiden- tes e impeliu ao país aos interesses de alguns poucos que sempre detiveram o controle políti-

de alguns poucos que sempre detiveram o controle políti- *Felipe José dos Santos co e econômico

*Felipe José dos Santos

co e econômico do país. Somadoa isso, a economia dopaís está aflo- rando e a classe média aumentando, isso au-

menta o consumo e favorece a indústria local que vê à sua frente uma grande expec-

tativa de crescimen- to e, inclusive, gera- ção de emprego.

em favor da população brasileira, pois não é cultuando a personalidade de um ou outro presi- dente que conseguiremos os avanços institucio-

nais necessários para o crescimento do país. Ao focarmos na aprovação ou desaprovação de uma perso-

nalidade, deslocamos a aten- ção daquilo que mais impor- ta, a eficiência ou não dos

métodos administrativos usa- dos por essas personalida- des, ou seja, a avaliação de seu governo. Então, mais importante que as per- sonalidades de Collor, Lula, FHC ou Dilma é o saldo que seus governos deixaram em favor ou contra a nação.

“A firmeza de caráter e a intrepi-

dez com que limpa cada ministério que se envolve em corrupção, pode ser a

explicação.”

A ima ge m de

pessoas que detém poder é muito sensí-

vel e a opinião pública age muito través do efei-

to manada, onde vai um, vão todos. Assim, da

mesma forma que a presidente atingiu um alto nível de satisfação, pode sofrer uma queda em sua popularida de em decorrência de qualquer detalhe banal que desagrade a massa. Mais importante que a aprovação da presi- denta é o resultado real de sua administração

*Advogado

FOLHA POPULAR

Ojornal quevocê lê!

EmpresaJornalísticaPari Ltda.

CNPJ-MF:05.438.552/0001-08

Alvarán 1053

o

Rua

Arac i,

47 . Ten ente

Portela

-

RS

CEP:

9 8500-000.

Fone: (55)3551.1608

folhaportela@gmail.com

www.fpop.com.br

www.folhaportela.com.br

Direção Geral e Edição – Júlio Evaristo dos Santos Reportagem – Dalvana Berlatto Arte Gráfica e Diagramação – Cristofer Silveira.

Colaboradores:

Adriane Lorenzon, Cleber Tesche, Felipe José dos Santos, Jalmir Steffenon e GerivaldoNeiva.

“As matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e, necessariamente, não refletem a opinião do jornal.”

Assinaturas:

Semestral:R$ 45,00, Anual: R$ 80,00, Correio R$ 170,00 Circulação: Semanal Impressão: Cia da Arte – Ijuí/RS. Fone: (55) 3332.7070

RepresentanteparaoBrasil:

Pereira de Souza & Cia. Ltda. | Fone: (51) 3311.8377 pereriradesouza.poars@terra.com.br

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 FOLHA POPULAR 3 3 3

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

FOLHA POPULAR

33333

Foi um movimento justo e oportuno, que reflete a insatisfação da comunidade.

e oportuno, que reflete a insatisfação da comunidade. ”   CURTAS Parece que adiretoria colorada achou
 

CURTAS

Parece que adiretoria colorada achou um “hermano” para sanar a falta de D’Alessandro, caso este saia mesmo do Inter. Dátolo chegou na quarta-feira, 25, e já ganhou ocora- ção dos colorados, que o recepcio- naram eufóricos no Aeroporto Sal- gado Filho. Agora restaaguardar- mos, porque por R$ 6,8 milhões, Jesús Dátolo temque fazer milagres!!!

 

Após avitória sobre o Canoas, a primeira deCaio Júnior sob o coman-

do do Grêmio, o treinador orientou um treinamento de finalização e pos- se de bola para quem não atuou os

90

minutos na partida. Só ontem é

que foram definidos os nomes para

disputa de domingo. Resta ao tor- cedor gremista torcer os dedos e rezar para que Caio façaumaboa escolhanovamente.

a

 

Alunos de Mestrado em Desen- volvimento da Unijuí realizam via- gem de estudos à Espanha. Dentre os quatro alunos, que estão na Uni- versidade Autônoma da Madrid bus- cando subsídios parasuas pesqui- sas, estáa portelense Aline Benso. Sua pesquisairáoriginar adisserta- ção de mestrado. Parabéns e suces- so na pesquisa!

 

Comentários dos bastidores da

políticaportelense dão conta que a chapa da ‘situação’ para as eleições de 2012 está pronta. Parece que vai

o

Ibe a prefeito e o Scherer de vice.

Já para a ‘oposição’ nada está defi- nido. Comenta-se que Joca concor- reráaprefeito e seu vice ainda não estádefinido.

 

AERS 163continuadando oque falar. A comunidade de VistaGaú- chabloqueouarodoviae repercutiu nos órgãos de imprensa e no Gover- no do Estado. Beto Albuquerque diz queé problema da Construbrás, que não estácumprindocom suas obri- gações. Prefeitos dizem que o Esta- do é o fiscalizador e o responsável. Mai desdobramentos estão por vir

 

OFolhaPopularcomunicaanun-

ciantes, assinanteseleitoresquees- tará de férias a partir de 1º de feve- reiro, voltandoa circular com omes- mocomprometimento e seriedade, divulgando a notícia como ela é, na semana do dia 18 a 25 de fevereiro.

Claudemir José Locatelli, prefeito de Vista Gaúcha, falando sobre o bloqueio da ERS 163. Página 6

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

o bloqueio da ERS 163. Página 6 DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO Começa na próxima segunda-feira, 30, a instalação

Começa na próxima segunda-feira, 30, a instalação do Governo do Estado na região. A programação, agendada pelo Governador Tarso Genro e seu secretariado, contará com apresentação das políticas e ações de governo, com enfoque para aregião FronteiraNoroeste. Estãoprevistas reuniões en- volvendo agricultura, desenvolvimento regional, saúde, educação, política de mulheres, esporte, cultura e turismo.

DALV ANA BERLATTO / FP Esteve visitando a re- dação do jornal Folha Po- pular,
DALV ANA BERLATTO /
FP
Esteve visitando a re-
dação do jornal Folha Po-
pular, na tarde de quinta-
feira, 26, o gaudério Plí-
nio Pacheco Mainardi. De
acordo com ele, Tenente
Portela terá, a partir da
próxima semana, um
show tradicionalistadife-
renciado. “Estou fechando
negócio para a compra de
um cavalo, que trará um
show nunca visto para Te-
nente Portela. Farei oca-
valo andar em
duas patas
para o público que me as-
sistir”, afirmao gaudério.
Mainardi vive hoje no
Bar do Tintio, que segun-
do ele é seu irmão por
consideração.Bemgaudé-
rio, andavestidocom tra-
jes típicos e dorme sobre
pelegos. Para contratar o
show de Mainardi ligue:
8117-0045 ou 9136-7181.
o show de Mainardi ligue: 8117-0045 ou 9136-7181. Em reunião entre o prefeito em exercício Claudenir

Em reunião entre o prefeito em exercício Claudenir Scherer e a diretoria doClube Recreativo Comercial foram acertados os detalhes para a realização das festas do Carnaval 2012. As comemorações começam no domingo, 12, com a terceira idade que irá brincar as folias momescas no Ginásio Martin Luther, das 15h até as 20h. O tradicional Carnaval Infantil será realizado na tarde do domingo, 19, no Clube Comercial, a partir das 15h. Na segunda-feira, dia 20, acontece o Carnaval deRua em Tenente Portela, em espaçofechado na Avenida Santa Rosa, entre oBanrisul e a Corsan.

HUMOR
HUMOR

Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.

Confúcio

FRASES

Você pode descobrir mais sobre uma pessoa em uma hora

de brincadeira do que em um ano de conversa.

Platão

*Sugira, critique, colabore com “O O bservador”. Esta coluna só existe pelo e par a o leitor. Mande cartas, telefone par a a r edação ou envie e-mail para folhaportela@gmail.com

só existe pelo e par a o leitor. Mande cartas, telefone par a a r edação
só existe pelo e par a o leitor. Mande cartas, telefone par a a r edação

44444 FOLHA POPULAR

Geral

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

TENENTEPORTELAAGRICULTURA

Prefeito em exercício reúne lideranças para discutir estratégias de combate a estiagem

A conteceu na segunda-feira, 23,

na pr efe itura M unicipal de

Tenente Portela, encontro com

lideranças representativas de diversos setores ligados à atividade agropecuá- ria que estão enfrentando dificuldades com os efeitos da seca. A reunião foi promovida pelo pre- feito em exercício Claudenir Scherer, com o objetivo de intensificar o atendi- mento aos produtores com dificulda- des, buscando minimizar os efeitos da falta de água, e estabelecer políticas de médio e longo prazo para enfraque- cer ou anular os efeitos da seca, antes mesmo de sua ocorrência. De acordo com Scherer, a priori- dade máxima será dada aos agriculto- res que estão passando por maiores di-

ficuldades e que já estão sendo benefi- ciados com o abastecimento de água da Secretaria Municipal de Agricultu- ra. “Todos irão receber visitas de uma equipe técnica nos próximos dias, para cadastramento nos programas existen- tes tanto em nível municipal quanto estadual”, afirma o prefeito. A partir desta visita, será estabele- cida qual a melhor maneira para en- frentamento e resolução dos proble- mas de abastecimento de água indivi- dualmente. Dentre as ações projeta- das está a construção de cisternas, açu- des ou microaçudes para o atendimen- to aos animais. Para consumo huma- no, o objetivo será a distribuição de cai- xas d’água, ampliação da rede de abas- tecimento ou mesmo a criação de re-

des onde ainda não estão disponíveis. Ta mbém estão previstas c om o medidas preventivas, a ampliação do quadro técnico, para o atendimento à agricultura familiar, à continuação e reforço do trabalho de proteção das nascentes e riachos, que já é desenvol- vido pelos Guardiões das Águas, e um trabalho efetivo nas escolas para cons- cientizar as crianças sobre a importân- cia da preservação do meio ambiente. Pa rticipara m da r euniã o re pr e- sentantes da Emater, APDA, Sintraf, Cooper te npo, Cooper familia r, Cor- san e Secretaria Municipal da Agri- cultura e Meio Ambiente, Conselho Muni cipal de Desenvolvi mento Agropecuário e Câmara Municipal de Ve rea dore s.

CLEB ER TESCHE

d e V e r e a d o r e s . CLEB ER TESCHE

Após a explanação um plano de metas e medidas foi estabelecido

MIRAGUAÍ ECONOMIA

REGIÃOESPORTE

Mais Frango completa um ano de exportação com destaque internacional

Inicia hoje a 13ª edição do Campeonato de Daltro Filho

DIVULGAÇÃO A Comissão Organizadora do Campeonato de Futsal de Daltro Fi- lho decretou na quarta-feira,
DIVULGAÇÃO
A Comissão Organizadora do
Campeonato de Futsal de Daltro Fi-
lho decretou na quarta-feira, 25, o
pontapé inicial da 13ª ediçã o do cer-
tame.
Em reunião, os diri gentes de
equipes sortearam as chaves e de-
finiram os primeiros confrontos.
Participara m também, os árbitros da
Associaç ão de Ár bitr os de Espor-
Equipes da Categoria Livre:
Empresa já exportou mais de 100 contêineres para diferentes partes do mundo
OFrigorífico Mais Frango realizou
na terça-feira, 24, um ano de exporta-
ção. O contêiner que abriu as portas
para a exportação da empresa, no dia
24 de janeiro de 2011, levou 27 tonela-
das de pés de frango para Hong Kong
na China.
Durante este ano de exportações,
foram enviados mais de 100 contêine-
res para diferentes países, o que totali-
zou 2,55 mil toneladas. Os diretores da
empresa Sadi Marcolin e Adelir Weis-
shaimer demonstram grande satisfa-
ção e entusiasmo com os números atin-
gidos. Já o prefeito Alencar Gross e o
secretário de Planejamento Olnei Her-
mes, acreditam que os números apre-
sentados refletem a confiança que a
região tem depositado na Mais Fran-
go, que vem se consolidando no cená-
rio nacional e internacional.
Exportações realizadas pela Mais Frango durante o ano de 2011:
· 68 contêineres exportados para o Oriente médio, entre os quais 55 cargas do principal produto denominado shawarma,
uma espécie de frango desossado, teve como destino a cidade de Dubai nos Emirados Árabes;
· 13 contêineres de fígado para a Turquia, Iraque, Bahrain, Kuwait e Jordânia. Para as Ilhas Maldivas foram feitas
exportações de peito defrango sem osso;
· 22 contêineres contendo pés, meio da asa, ponta da asa e cartilagem de joelho foram destinados a Hong Kong; e
·12 contêineres de moela,coxa esobrecoxadesossada, cartilagem de joelho, cartilagem depeito e meio da asa com pontas,
foramenviados paraoJapão.
CHAVE A
Sicredi
Centro Físico Fitness
Moda Pé/Três Passos
Afucotry
Fator 5/Derrubadas
CHAVE B
Banco do Brasil
E.Clube D. Filho/Centro dos Esportes
Transp.Datch/Serginho Moto Sport
EsporteClubeLazer
ViaPassos/Três Passos
CHAVE C
LojasBecker/Vento Sul
Jaquetá-Derrubadas
Bragantino
Mercado do Povo/Nova Skin
CHAVE D
Palmeiras de Capoeira Grande
Cruzeiro do Librino
Fabripal/Agroplanta
Previdros/Gamelinhas

tes Coletivos e Individuais do Esta- do da Ba hia ( AAECIBA) Ir lã do

Nascimento Gonzaga e Cl audete Teresinha F ernande s, que pa le stra - r am sobr e a s muda nça s ma is re - centes das r egr as do futsa l. Gonzaga e Claudet e farão a abertura da 13ª edição do campeo- nato juntamente com o árbitro por- telense, Sa di Lopes da S ilva, hoje

à

noite, à s 20h, no ginásio de espor -

te

s de Da ltr o Filho, e m Te nen te

Portela. O certame terá início com a dis-

puta entre a atual campeã, Jaketá e

a

Após, o Centro Físico Fitness en- frentará oSicredi, deixandoo 3ºjogo para o Banco do Brasil e para a equipe E.C.D. Filho/Centro dos Es- portes. O 4º e último jogo da noite acontece entre as equipes Palmei- ras de Capoeira Grande e Cruzeiro do Librino.

agua rda -

se a manifestação de duas equipes

pré-inscritas para fechar as chaves C

e D. Já para as categorias Veterano e

Fe minino as inscriç õe s c ontinua m abertas até hoje.

e quipe Vento Sul/Loja s Be cker.

Ob s.: Nesta categoria

e Fe minino as inscriç õe s c ontinua m abertas até hoje. e quipe Vento
e Fe minino as inscriç õe s c ontinua m abertas até hoje. e quipe Vento
e Fe minino as inscriç õe s c ontinua m abertas até hoje. e quipe Vento

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

Publicação Legal

FOLHA POPULAR

55555

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 Publicação Legal FOLHA POPULAR 55555
Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 Publicação Legal FOLHA POPULAR 55555
Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 Publicação Legal FOLHA POPULAR 55555
Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 Publicação Legal FOLHA POPULAR 55555
Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012 Publicação Legal FOLHA POPULAR 55555

66666 FOLHA POPULAR

Geral

Tenente Portela - 21 a 28 de Janeiro de 2012

REGIÃOOBRAS

Bloqueio da ERS 163 repercute na imprensa e no Governo do Estado

N a terça-feira, 24, a comunida- de de Vista Gaúcha bloqueou a ERS 163 nas proximidades de

São Sebastião, divisa com o município de Tenente Portela, devido à morosida- de com que está sendo realizada a obra asfáltica. A rodovia logo foi desbloque- ada pela Brigada Militar. O protesto repercutiu na imprensa

e no Governo do Estado. Beto Albu-

querque, secretário de Infraestrutura e Logística, disse em seu “twitter” que irá rescindir o contrato com empresas que não atenderem a determinação do governo para a retomada das obras as- fálticas. Segundo ele, é culpa exclusi- va da empresa Construbr ás, de Saran- di, que detém o contrato e não operou a ordem de retomada. A redação do Fo-

REGIÃOTURISMO

lha Popular entrou em contato com a empresa Construbrás mas não recebeu informações sobre o caso. De acordo com o prefeito de Vista Gaúcha, Claudemir José Locatelli, a comunidade mobilizou-se pela insatis- fação quanto ao estado de trafegabili- dade da rodovia. “Foi um movimento justo e oportuno, que reflete a insatisfa-

ção da comunidade envolvida e das pes- soas usuárias que trafegam pela rodo- via. Já fizemos muitas reuniões para que esta obra seja concluída. No dia 15 de abril de 2011 os prefeitos da Região Ce- leiro a definiram como uma obra priori- tária para o desenvolvimento regional. No dia 28 de abril, vinte prefeitos e um vice-prefeito participaram de uma audi- ência com Beto Albuquerque, secretário

de Infraestrutura e Logística, dizendo que

a ERS163 é prioridade para a região. Ele

afirmou que a obra seria retomada em maio de 2011. Mas até agora estamos aguardando a retomada efetiva. O muni- cípio de Vista Gaúcha indenizou áreas para agilizar o andamento da obra, mes- mo não sendo de sua competência, mas não surtiu efeitos”, conclui. Conforme Jair Schmitt, presidente

da Associação dos Municípios da Re-

gião Celeiro (Amuceleiro), o Estado é

o responsável pela efetivação da obra.

“Se existem pendências com a empre- sa Construbrás, que a está executando, se não está cumprindo com o contrato,

o poder de fiscalização é dele, o Esta- do deve agir e acionar a empresa para realizar o trabalho”, afirma Schmitt.

Setur e Consórcio Rota do Yucumã assinam convênio de qualificação profissional

A se cretária do Turismo (Setur),

Abgail Pereira, recebeu, na manhã des-

ta quinta-feira (26), o prefeito de Der- rubadas e presidente do Consórcio Rota do Yucumã, Almir José Bagega, para

a assinatura do convênio de Qualifica-

ção de Recursos Humanos para o Tu- rismo. Esta demanda foi votada como uma das principais prioridades da Con- sulta Popular 2010 realizada pelo Go- verno do Estado. O convênio, no valor de R$ 80 mil, prevê ações como qualificação de pro- fissionais no segmento de turismo ru- ral, ecoturismo e agroturismo, de aten- dimento ao turista e em meios de hos- pedagem e de gestores públicos de tu- rismo das prefeituras. Outra etapa pre- vista é a realização de um curso técni- co em Guia de Turismo, com a carga de 960 horas/aula, que será feito em parceria c om o Instituto Federal Far- r oupilha. Ao todo, 130 pessoas ser ão qualificadas na região.

DIVULGAÇÃO

130 pessoas ser ão qualificadas na região. DIVULGAÇÃO Bagega e Abgail Os cursos vão ser ministrados

Bagega e Abgail

Os cursos vão ser ministrados nas cinco microrregiões de atuação do Co- rede Celeiro, que conta com 21 muni- cípios. A Rota do Yucumã é composta por 33 cidades. De acordo com Abgail, o ato desta manhã é histórico. “Estamos assinan-

do este convênio com base numa rei-

vindicaçã o apontada na Consulta Po- pular. Desta forma, atendemos o que

com os

municípios que fazem parte da Rota do Yucumã e faremos com que o turismo seja um vetor de desenvolvimento lo- cal”, afirma. Já o presidente do Consórcio avalia como f undamental a pa rticipação do

pr oc esso. “Nossa região tem recebido um núme-

ro expressivo de turistas, tanto que, até

o mê s de fe vereiro, nossas pousa das

estão com lotação máxima. E esses cursos farão com que aumente signifi- cativamente nossa capacida de de bem receber os visitantes”, acredita. Na próxima segunda-feira (30), a Setur assinará mais dois convênios com as regiões da Serra e dos Vales que tratarão de sinalização e qualificação profissional, atendendo, também, de- mandas surgidas na Consulta Popular.

Governo do Estado ne ste

foi solicitado. Contribuir emos

JALMIR STEFFENON

ne ste foi solicitado. Contribuir emos JALMIR STEFFENON ERS 163 é prioridade para a Região Celeiro

ERS 163 é prioridade para a Região Celeiro

TENENTEPORTELAMEIOAMBIENTE

Ocorre II Encontro Brasileiro de Secretários de Meio Ambiente

O município de Tenente Portela parti-

cipou entre os dias 25 e 27 do II Encontro Brasileiro de Secretá- rios de Meio Ambien- te, em Porto Alegre.

De acordo com o diretor do Depar-

ta mento do Meio Ambiente e Desen-

volvimentoRural (Dma- dr), Marcos Pa ndolfo, que esteve representan- do o município “os te- mas abordados são de grande importância e dessa forma, a partici- pação nesses eventos permite garantir infor- mações atualizadas e precisas para serem re-

passadas à equipe de trabalho e à comunidade”. Pandolfo também conseguiu contato

com representantes dos Projetos Socio- ambientais do Banrisul, que se manifes- taram sobre a manutenção do apoio fi-

na nce iro ao Progr ama Guardiões das

Águas, garantindo dessa forma um mon-

tante que ficará entre R$8 e R$12mil para

o ano de 2012, que servirá para aquisição de mudas nativas e material.

DIV ULGAÇÃO

para aquisição de mudas nativas e material. DIV ULGAÇÃO Marcos Pandolfo O evento, que faz parte

Marcos Pandolfo

O evento, que faz

parte da programa- ção do Fórum Social Temático 2012, foi iniciado pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira e teve como tema prin-

cipal a “Articulação Política pela Sustentabilidade”, que ser- ve como preparação de propostas para o “Rio + 20” que acontecerá em junho no Rio de Janeiro. Foram discutidos assuntos relaciona- dos a gestão de resíduos sólidos, pagamen- tos por serviços ambientais, segurança ali- mentar; alterações no licenciamento am- biental, gestão dos recursos hídricos, e vá- rios outros temas de relevância ambiental.

no licenciamento am- biental, gestão dos recursos hídricos, e vá- rios outros temas de relevância ambiental.

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro 2012

Saúde

FOLHA POPULAR

77777

REGIÃOSAÚDE

HCI é referência em saúde na região

DIVULGAÇÃO

D E HCI é referência em saúde na região DIVULGAÇÃO Hospital Polo Macro Regional O últimocenso

Hospital Polo Macro Regional

O últimocenso indicaumapopu- laçãode9.971.910 habitantes no Rio Grande do Sul. Nossa região deabran- gênciainclui as seguintes coordenado- rias de saúde: 9ª, 12ª, 15ª, 17ª e 19ª, representando uma população de 1.282.927 pessoas, equivalente a12,9%

da população do Estado, distribuída em 125 municípios.

Negócio

Oferecer Soluções em Saúde de Média e AltaComplexidade.

Missão

Colocar adisposição dos Clientes umainfra-estruturamédico-hospitalar auto-sustentávele humanizadapres- tando um serviço de excelência.

Valores

Comunitário,Profissionalismo,Cre-

dibilidade, Sustentabilidade Atualiza- ção Tecnológica,Históriae Adaptabili- dade.

Visão

Consolidaro HCI até 2013 como cen- tro dereferênciamédico-hospitalar em seus serviços anívelmacrorregional.

A Associação Hospital de Caridade Ijuí nasceu sob a aspiração de ser- vir a comunidade e chega aos 76

anos de existência com a certeza de estar

constantemente cumprindo sua missão.

TENENTEPORTELASAÚDE

A Instituição cresceu expr essiva- mente, não apenas em assistência mé- dico-hospitalar, mas também em rela- ção à qualidade desse atendimento. O HCI procura o aperfeiçoamento per-

Curso qualifica Agentes de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde e Sa ne amento (Smss) desenvolveu en-

tre os dias 23 e 25, em parceria com o Sindicato Rural de Tenente Portela (Se- nar), curso de jardinagem aos Agentes Comunitários de Saúde. Objetivando o aprimoramento de

c onhec imentos e a qua lif ic açã o dos

agentes, o curso foi proporcionado para estimular o bem estar e a autoestima de suas famílias de abrangência. As aulas teóricas foram desenvol- vidas na Casa da Amizade e as práti- ca s, no ja rdim da Smss. Também fo-

ra m

para o estudo e manejo de flores. De acordo com a secretária Jolei- de Fátima Demari He idem ann, e stas atividades fazem parte da qualificação dos agentes, uma ve z que, “ a sa úde não é vista apenas na falta de doenças, mas sim no cidadão e em sua integrali- dade, considerando estado de saúde fí- sica e emocional, habitabilidade, tra- balho, la zer e bem estar”, explica a secretária agradecendo o presidente do Senar, Reimar Bock, pela parceria re- alizada.

visita da s praç as e floricultur as,

DIVULGAÇÃO

alizada. visita da s praç as e floricultur as, DIVULGAÇÃO Curso será colocado em prática nas

Curso será colocado em prática nas visitas rotineiras dos agentes portelenses

manente, tendo sempre o paciente como foco principal de todas as suas ações. O Hospital de Caridade de Ijuí en- frentou as dificuldades na área da saú- de integrando-se a nova realidade. Mo-

TENENTEPORTELASAÚDE

dernizou-se atento às tendências geren- ciais e ampliou suas instalações físicas. Investiu na capacitação, treinamento e aprimoramento de seus profissionais, envolvendo todos os níveis hierárqui-

cos na filosofia da instituição. O objeti- vo do Hospita l de Caridade de I juí é continuar sendo se mpr e um hospital merecedor do respeito e da confiança da comunidade local e regional.

Secretaria realiza movimento para combate a escorpiões no município

A Secretaria Municipal de Saúde e

Saneamento (Smss) promoveu na terça-

feira, 24, para os moradores pertencentes ao ESF 01, reunião para deliberar algu- mas alternativas no combate e controle de escorpiões.

O escorpião encontrado em Tenente

Portela é o escorpião-manchado, deno- minado Tityus Costatus, e ocorre na re- gião da Mata Atlântica, de Minas Gerais (MG) ao Rio Grande do Sul (RG). Apre-

senta tamanho entre 5 e 7 cm, coloração marrom-amarelada com três faixas lon- gitudinais no cefalotórax, ou todo o cefa- lotórax preto. Os pedipalpos e as pernas são amarelados ou amarelo-avermelha- dos fortemente manchados.

O escorpião é um animal peçonhen-

to, de vida noturna, que se aloja em ambi- entes úmidos e escuros, em frestas de paredes, embaixo de caixas, papelões, pilhas de tijolos, telhas, entulhos, madei- ras, folhas secas, muros, bocas de lobo, fendas e rachaduras de solo. Alimenta-se de insetos como baratas e tem a capaci- dade de permanecer meses sem se mo- vimentar. Não há eficiência no combate

DIV ULGAÇÃO

mo- vimentar. Não há eficiência no combate DIV ULGAÇÃO químico destes animais, criando-se a fal- sa

químico destes animais, criando-se a fal- sa sensação de proteção da população, uma vez que o escorpião possui a capa- cidade de permanecer com seus estig- mas pulmonares por muito tempo fecha- dos, não tendo contato com o veneno.

Por estes motivos e pela alta incidên- cia de escorpiões encontrada nesta re- gião, a reunião que aconteceu no Centro Municipal de Cultura e Turismo (Cult), determinou que a primeira ação a ser executada, será a remoção do habitat do animal, através do recolhimento de entu- lhos, madeirames e restos de podas, que porventura estiverem depositados no pá- tio das residências.

Conforme explica a secretária de Saú- de Joleide Fátima Demari Heidmann, “a Secretaria de Serviços Urbanos será nos- sa grande aliada no combate destes ani- mais, por isso, pedimos a gentileza de to- dos neste combate, para não corrermos risco de uma infestação pela cidade” con- clui a secretária. De acordo com o prefeito em exercí-

cio, Claudenir Scherer, a compreensão da comunidade é essencial para que os entu- lhos, que caso existam nos quintais das residências, possam ser recolhidos.

Tityus é um gênerode escorpiões da família Buthida e e sua picada é ex- tremamente venenosa. Os sintomas in- cluem queimação, formigamento ou in- sensibilidade no local da picada;dor de estômago,náuseas evômitos;contração de músculos (incluindo o músculo da mandíbula);ataquesouinconsciência. Se você for picado por um escor- pião mantenha o local da mordida mais baixo que o coração para prevenir que o veneno se espalhe. Coloque uma com- pressa gelada no local da picada. Leve a pessoapara aemergência do hospital mais próximoo mais rápidopossível.

com- pressa gelada no local da picada. Leve a pessoapara aemergência do hospital mais próximoo mais

88888 FOLHA POPULAR

Saúde

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

INDICADOR PROFISSIONAL

Aprenda como adquirir um belo sorriso com dicas e questões estéticas

O sorriso é o cartão de visitas de uma

pessoa. E quando vemos um a pessoa com

dentes bonitos e bem alinhados, isso nos

c hama

so nem sempre é fácil e de vemos ter uma

sé rie de cuida dos pa ra alca nçar e sse re -

sultado. Em primeiro lugar, nunca deixe de pas- sar o fio dental e escovar os dentes após as refeições e antes de dormir. A higiene oral a ntes de dormir é importantíssima, porque

durante o sono, a salivação diminui e a tem- peratura da boca aumenta, facilitando a pro- liferação de bactérias. Muitas pessoas não gostam de passar o fio dental, mas ele tam- bém é imprescindível, já que ele limpa re- giões onde a escova não consegue atingir,

lembrando que o me smo

a ntes da e sc ovaç ão.

A escolha de uma boa escova dental é

essencial e ela deve possuir cerdas macias

e cabeça pequena e arredondada, para não

deve ser pa ssado

a atenç ão. Mas, ter um be lo sorri-

traumatizar a gengiva, a bochecha e a lín- gua. M uitas pe ssoas usam enxagüatór ios como coadjuvante na higiene oral. Eles são e xtremame nte úteis pa ra deixa r um hálito bom e matar bactérias, mas dê prefe rência

a enxagüatórios sem álcool.

É importante lembrar também, que há vá-

rios outros fatores que nos impedem de ter um sorriso bonito, a posição dos dentes, falta de elementos dentais, um ou mais dentes es- curecidos, restaurações insatisfatórias.

O Alinhamento dos Dentes:

O alinhamento dos dentes pode ser feito de varias formas, a mais conhecida é com a coloca- ção do aparelho ortodôntico, tendo ele um custo relativamente ba ixo e uma alta satisfação quanto ao re sulta do f inal. Outra forma é o alinhamento

através de facetas estéticas, o custo do tratamento

é maior, mas o resultado é imediato.

A falta de elementos dentais:

A falta de elementos dentais pode ser solucio-

na da de varias formas, a mais indicada é a colo-

cação de implantes dentais, porém, essa forma de

inac essíve l pa ra grande parte

da população devido ao alto custo, mas existem tratam entos que também devolve m a pessoa os elementos dentários perdidos, tais como as próte-

tratamento a inda é

ses f ixa s, onde o e le mento dental é fixa do nos

de ntes vizinhos ou ainda as próteses removíveis,

que como o pr óprio nome diz, a mesma pode ser

removida para a higienização.

Os dentes escurecidos:

Quanto aos de ntes escurecidos deve-se saber

a causa do mesmo, se é fisiológico ou patológico,

sendo que com um exame clínico e uma analise

detalhada, o fator e o tratamento são definidos. Os dentes escurecem devido a vários fatores, pode ndo ser por necrose (morte) da polpa dental, por causa da ação de produtos usados para “fazer o canal” do de nte (que não foram devidamente em-

DIVULGAÇÃO

do de nte (que não foram devidamente em- DIVULGAÇÃO DIVULGAÇ ÃO Dr. Notelim Caetano de Souza

DIVULGAÇ ÃO

(que não foram devidamente em- DIVULGAÇÃO DIVULGAÇ ÃO Dr. Notelim Caetano de Souza Junior Cirurgião Dentista

Dr. Notelim Caetano de Souza Junior

Cirurgião Dentista

pregados), por causa de pigmentos oriundos de ali- mentos, refrigerantes, doces, café, chás e outros. Os de ntes podem nascer ma nchados ou escu- recidos, fato que ocorre quando durante a gravi-

dez a gestante faz uso de antibióticos (tipo tetraci- clina) ou outros medicamentos que prejudicam a formação dos dentes do feto; ou ainda por má for- mações dos germes dentários que podem ser con- gênitas, hereditárias e/ou adquiridas.

Dependendo da causa do esc urec imento de n-

tal e do tempo, podem os clare ar os dentes. No entanto, par a cada ca usa de e sc urecim ento va- mos ter um tratamento diferente, desde a aplica- ção de substâ ncias que clareiam os dentes até o rec obrimento destes com ma teriais restauradores estéticos.

As restaurações insatisfatórias:

Temos também, as restaurações que se encon- tram insatisfatórias tanto na questão estética com funcional e que deixam os dentes com aspecto es- curecido devido a antigo tratamento de canal e res- taurações antigas insatisfatórias de resina. Hoje, é possível clarear ou restaurar os dentes com facetas estéticas, que como já escla recemos acima, tem efeito imediato. Não deixe nunca de visitar o seu dentista. Ele é a pessoa mais indicada para orientá-lo tanto para melhorar a sua saúde bucal geral quanto para fins estétic os e em c aso de duvidas consulte um se- gundo ou até mesmo um terceiro cirurgião dentis- ta para uma avaliação.

Dr. Tobias Caetano de Souza

Cirurgião Dentista

ou até mesmo um terceiro cirurgião dentis- ta para uma avaliação. Dr. Tobias Caetano de Souza
ou até mesmo um terceiro cirurgião dentis- ta para uma avaliação. Dr. Tobias Caetano de Souza
ou até mesmo um terceiro cirurgião dentis- ta para uma avaliação. Dr. Tobias Caetano de Souza

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

Publicação Legal

FOLHA POPULAR

99999

APEDIDO RIO GRANDEDO SUL CAMARA MUNICIPALDEREDENTORA RELATÓRIORESUMIDODAEXECUÇÃOORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO
APEDIDO
RIO GRANDEDO SUL
CAMARA MUNICIPALDEREDENTORA
RELATÓRIORESUMIDODAEXECUÇÃOORÇAMENTÁRIA
DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO RELATÓRIO RESUMIDO DA
EXECUÇÃOORCAMENTÁRIA-ModeloResumido
ORÇAMENTOS FISCALEDA SEGURIDADESOCIAL
LRF, Art. 48 - Anexo XVIII
6º Bimestre/2011
R$ 1,00
BALANÇO ORÇAMENTÁRIO
No Bimestre
Até o Bimestre
RECEITAS
Previsão Inicial
-
0,00
Previsão
Atualizad a
-
0,00
Receitas Realizadas
0,00
0,00
SaldosdeExerciciosAnteriores (Utilizadospara Créditos Adicionais)
-
0,00
DESPESAS
Déficit Orcamentário
-
473.106,94
Dotação Inicial
-
468.000,00
CréditosAdicionais
-
25.492,94
Dotação Atualizada
-
493.492,94
Despesas Empenhadas
99.107,61
473.106,94
Despesas Liquidadas
99.107,61
473.106,94
Superávit Orcamentário
-
0,00
DESPESA POR FUNÇÃO / SUBFUNÇÃO
No Bimestre
Até o Bimestre
Despesas Empenhadas
99.107,61
473.106,94
Despesas Liquidadas
99.107,61
473.106,94
Limites Constitucionais Anuais
ValorApurado
DESPESASCOM AÇÕES TÍPICAS DE MDE
%MínimoaAplicar
%Aplicado Até
Atéo Bimestre
no Exercício
oBimestre
Mínimo Anual de25%dasReceitasde Impostos emMDE
Mínimo Anual de 60% do FUNDEB na Remuneração
do Magistério com Ensino Fundamental e Médio
Mínimo Anual de 60% do FUNDEB na Remuneração
do MagistériocomEducação Infantil e Fundamental
Complementaçãoda UniãoaoFUNDEB–MínimoAnual
de10% do Total deRecursos do FUNDEB
0,00
<18%/25%>
0,00
60%
0,00
60%
0,00
10%
RECEITAS DEOPERAÇÕES DE CRÉDITO
EDESPESAS DECAPITAL
Valor apurado até
o Bimestre
Saldo Não Realizado
ReceitasdeOperaçãodeCrédito
0,00
0,00
DespesadeCapital Liquida
0,00
0,00
NOEDISANTOFOGUESATTO
RENANFORMENTINIPEREIRA
PRESIDENTE
CONTADORCRC/RS084193/O
APEDIDO EDITAL Nº. 009, 24 de janeiro de 2012. Torna público os resultados finais, as
APEDIDO
EDITAL Nº. 009, 24 de janeiro de 2012.
Torna público os resultados finais, as notas das prova escrita do Processo SeletivoSimplificado nº. 002/
2012 e dáoutrasprovidências.
CLAUDENIR SCHERER, Prefeito Municipalde Tenente Portela - RS, em exercício,no uso
dasatribuiçõesque lhe confere aLeiOrgânicaMunicipal,TORNAPÚBLICO aqueminteressar possa,
apublicação das notas finais referenteas provas escrita eprática dos candidatos do Processo Seletivo
Simplificado 002/2012.
RESULTADO FINAL:
Colocação
Nº. Inscrição do Candidato
Nota daProvaEscrita
NotadaProvaPrática
Nota Final
002
45,00
48,75
93,75
007
32,50
46,25
78.75
001
37,50
40,00
77,50
003
32,50
35,00
67,50
005
27,50
32,50
60,00
006
17,50
25,00
42,50
Gabinete do Prefeito MunicipaldeTenentePortela, 24 dejaneiro de2012.
CLAUDENIR SCHERER
PrefeitoMunicipal, emexercício.
Registre-see Publique-se em24 dejaneiro de 2012.
Suzerly Fátima Bonotto
Secretaria de Administraçãoe Planejamento.

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DETENENTEPORTELA REGISTROCIVILDASPESSOAS NATURAIS

APEDIDO

Regina Mantovani Matsui Carnelós, Registradora Designada PraçaTenentePaiva, 185 -Centro - TenentePortela- RS Anexo:TABELIONATO

EDITAL DE PROCLAMAS Regina Mantovani Matsui Carnelós, Registradora Designada desta Comarca de Tenente Portela - RS, fazsaber que pretendemcasar- se:ADRILEI LOURENZI e PAULAANGÉLICACLEVER. ELE,naturaldeste Estado,nascido neste município, em 01/03/1976,funcionário público muni- cipal, solteiro, domiciliado eresidentena RuaItatiaia, 250, neste município, CI nº8043307498, SSP/RS, filho de IVO LOURENZI e de MARINES LOURENZI . ELA, natural deste Estado, nascida neste município, em 13/04/1979, funcionária públicomunici- pal, solteira, domiciliada eresidente naRuaItatiáia, 250, neste município, CInº4078250893, SJS/RS, filha de RODOLFO ARTUR CLEVER e d e ISAURA MAMÉDICO CLEVER. Apresentaram osdocumentosexigidospelo artigo 1.525 incisosI, III e IVdo Código Civil. Ocasamento será realizadono dia10/02/2011. Se alguémsouber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presentepara ser afixado nesteServiço epublicado pelaimprensa local.

Tenente Portela, 25de janeiro de2012.

Luciane Cristina de Oliveira Escrevente Autor izada

APEDIDO EDITAL nº. 006, de 13 de janeiro de 2012. Convoca aprovados no Processo Seletivo
APEDIDO
EDITAL nº. 006, de 13 de janeiro de 2012.
Convoca aprovados no Processo Seletivo Simplificado nº. 034/2011 edá outras providências.
CLAIRTONCARBONI, Prefeito Municipal deTenente Portela - RS,no uso dasatribuições
quelhe conferea LeiOrgânica Municipal,combinado como disposto nasnormasreguladoras, conforme
Lei Municipal nº1.956 de30 dedezembro de2011, queDeclara situação decaráterexcepcionalprevista
noartigo 37, IXdaCF/88 eautoriza contratações temporárias edáoutras providências, do ProcessoSeletivo
Simplificado nº 034/2011,com arespectivaordemde classificação;CONVOCAoscandidatosabaixo
relacionadospara proveremos cargos de Auxiliar de Saúde Bucal e Serviços Gerais, nohorário e local infra
mencionado, sob penado perdimento davaga correspondente, nos termos do Editaldo Processo Seletivo
Simplificado, devendo apresentar adocumentação exigidano momento dacontratação.
Prazo: até dia 26 de janeiro de2012, das9 às12h00min e das13h30min às17h30min.
Local: Departamento dePessoal da Prefeitura Municipalde Tenente Portela, situadana Praça
Tenente Portela,nº.23.
CARGO–AUXILIARESDESAÚDEBUCAL
40
HORAS/SEMANAIS
OrdemdeClassificação
Nº. de inscrição
Nome do Candidato
001
Vanessa Car doso
CARGO–SERVIÇOSGERAIS
40
HORAS/SEMANAIS
OrdemdeClassificação
Nº. de inscrição
Nome de Candidato
004
JanaineBertoldodo Amaral
005
BibianaFeldmann dosSantos
002
Maristelade Rocco
001
SoniaMariaWisniewski
010
EliseuLuisBerta
007
Fabiana Cristina Rigo Marin
Gabinetedo Prefeito Municipalde TenentePortela, 13 de janeiro de 2012.
CLAIRTO N CARBO NI
Prefeito Muni cipal
Registre-see Publique-se em13 dejaneiro de 2012.
Suzerly FatimaBonotto, Sec.Mun. deAdm. e Planejamento.
APEDIDO EDITAL nº . 010, de 25 de j aneiro de 2012. Convoca aprovados no
APEDIDO
EDITAL nº . 010, de 25 de j aneiro de 2012.
Convoca aprovados no Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2012 e dáoutras providências.
CLAUDENIR SCHERER, Prefeito Municipal de Tenen te Portela -
RS, em exercício, no
uso dasatribuiçõesque lhe confere a LeiOrgânica Municipal,combinado com o disposto nas normas
reguladoras, conforme Lei Municipal nº 1.956 de 30 de dezembro de 2011, que Declara situação de caráter
excepcionalprevistanoartigo 37,IXdaCF/88e autorizacontrataçõestemporáriasedáoutrasprovidências,
do Processo SeletivoSimplificado nº002/2012, com arespectiva ordem declassificação;CONVOCA
oscandidatosabaixo relacionados paraproverem os cargosdeOperadores deMáquinas, nohorário elocal
infra mencionado, sob pena do perdimento da vaga correspondente, nostermosdo Editaldo Processo
Seletivo Simplificado, devendo apresentara documentação exigida nomomento da contratação.
Prazo: até dia03 defevereiro de 2012, das 9 às 12h00min e das13h30min às17h30min.
Local: Departamento dePessoal da Prefeitura Municipalde TenentePortela, situadana Praça
Tenente Portela,nº.23.
CARGO– OPERADORES DEMÁQUINAS
40/HORAS SEMANAIS
OrdemdeClassificação
Nº. de inscrição
Nome do Candidato
002
Mariovan Aristides Ferrari
007
Douglas Luis Nicareta
Gabinetedo Prefeito Municipal deTenentePortela, 25de janeiro de2012.
CLAUDENIR SCHERER, Prefeito Municipal, em exercício
Registre-see Publique-seem25 de janeiro de 2012.
Suzerly Fatima Bonotto, Sec.Mun. de Adm. e Planejamento

APEDIDO

PORTARIA Nº. 0 78, de 24 de ja neiro de 2 012 . DispõeSobre aNomeação deCandidataAprovadae Classificadano Concurso PúblicoMunicipal nº. 005/2010e dá OutrasProvidências. ClaudenirScherer, Prefeito Municipal deTenente Portela/RS,emexercício, no uso dasatribuições que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, art. 63, art. 70, incisos II, VI , VII e XII de acordo coma Lei Municipalnº. 573/97 de28 de abrilde 1997, anexo I, atualizada pela LeiMunicipalnº. 1.703/09 de 11 de dezembro de 2009, anexo I, combinado com o dispostonas normas reguladoras, constantes do Edital de Concurso nº. 005/2010 de 20 de abril de 2010, do Edital de Concurso nº. 022/2010 de 10 desetembro de 2010; RESOLVE:

Art. 1º. Nomear a candidata RENATA CRISTINA MISSIO QUEIROZ, brasileira, por- tadoradaCéduladeIdentidadenº. 4091668411, CPF nº. 021.001.470-99, aprovada em ConcursoPúblico Municipal, Inscrição nº. 415, na4ª colocação para exercício do cargo deprovimento efetivo de Agente Administrativo, Padrão 10, Classe A, Regime Estatutário, Jornada de trabalho de 40 horas semanais, em conformidade com oart. 8º inciso I eart. 12, inciso IIda LeiMunicipalnº. 486/95 de21 deagosto de 1995. Art. 2º. A posse daservidora no respectivo cargo públicodar-se-áno prazo de até 15(quinze) dias, emconformidade como art. 14, § 1ºda LeiMunicipalnº. 486/95 de21 de agosto de1995, contadosda datada publicação dapresente Portaria, medianteentrega, semadmissibilidadede postergaçãode data, da documentação exigidapara posse, em conformidade como Edital nº. 005/2010, item 10.4, devendo cumprirestágio probatório naformadaLei. Art. 3º. EstaPortariaentraemvigorna datadesuapublicação, revogadas as disposições em contrário. Gabinetedo Prefeito MunicipaldeTenente Portela, aos24 dias do mês de janeiro de2012. Claudenir Scherer, Prefeito Municipal, em exercício. Registre-se ePublique-se: Aos24 dejaneiro de 2012. Suzerly Fatima Bonotto, Secretária Municipal de Administraçãoe Planejamento.

APEDIDO

EXTRAVIO, FURTO E OU ROUBO TALÃO N.F. PRODUTOR Itamar Cassol Dutra, redidente na Rua Tapes, 163, município de Tenente Portela/RS, inscrito junto ao CGC/ICMS sob nº 143/1077248, vem por meio deste COMUNICAR, o extravio/furto do Talão de Notas Fiscais de Produtor, conforme dados abaixo:

Nome: Itamar Cassol Dutra Endereço: R. Tapes,163 Nº Inscrição: 143/1077248 Série: P-042 898.241 a 898.250 Município: Tenente Portela/RS

APEDIDO

PORTARIA Nº. 079, de 24 de j aneiro de 2012. Dispõe Sobre a Nomeação de Candidata Aprovada e Classificada no Concurso Público Municipal nº. 005/2010e dáOutras Providências. Claudenir Scherer,Prefeito Municipalde TenentePortela/RS, em exercício, no uso dasatribui- ções que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, art. 63, art. 70, incisos II, VI , VII e XII de acordo coma Lei Municipal nº. 573/97de 28 de abrilde 1997, anexo I, atualizadapela Lei Municipal nº. 1.703/09 de 11 dedezembro de2009,anexo I,combinado com o disposto nasnormasreguladoras,constantesdo Edital de Concurso nº. 005/2010 de 20 de abril de 2010, do Edital de Concurso nº. 022/2010 de10 de setembro de 2010; RESOLVE:

Art. 1º. Nomear a candidata ANA ESTHER LEMANSKI, brasileira, por tador a da Cédulade Identidade nº. 4075200768, CPFnº. 000.537.870-21, aprovadaem Concurso Público Muni- cipal, Inscrição nº. 038, na5ª colocação para exercício docargo deprovimento efetivode Agente Adminis- trativo, Padrão 10, Classe A, Regime Estatutário, Jornada de trabalhode 40horas semanais, em conformi-

dade como art. 8º inciso I e art. 12, inciso II daLeiMunicipal nº. 486/95 de21 de agosto de1995. Art. 2º. Aposseda servidora norespectivo cargo público dar-se-áno prazo deaté15 (quinze) dias, em conformidade com o art.14, §1º da LeiMunicipal nº. 486/95 de 21de agosto de 1995,contadosda datadapublicação dapresente Portaria, medianteentrega, semadmissibilidade depostergação dedata, da documentação exigida paraposse,em conformidade com o Edital nº.005/2010, item 10.4, devendo

cumprir estágio probatóriona formada Lei. Art. 3º . Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogad as as disposições em contrário. Gabinete do Prefeito Municipal de Tenente Portela, aos 24 dias do mês de janeiro de 2012. Claudenir Scherer Prefeito Municipal, em exe rcício. Registre-see Publique-se:

Aos 24 de janeiro de2012. Suzerly Fatima Bonotto, SecretáriaMunicipaldeAdministração ePlanejamento.

APEDIDO

PORTARIA Nº . 080, de 25 de janeiro de 2012. Dispõe SobreaNomeação deCandidata AprovadaeClassificadano Concurso Público Municipal nº. 018/2008 edá OutrasProvidências. ClaudenirScherer, Prefeito Municipal de Tenente Portela/RS, em exercício, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica Municipal, art. 63, art. 70, incisos II, VI e VII e de acordo com aLeiMunicipalnº. 573/97 de 28 deabril de1997, anexo I, atualizada pela LeiMunicipalnº. 1.703/09 de11 dedezembro de2009, anexo I, combinado com odisposto nas normas reguladoras, constantes do Edital de Concurso nº. 018, de 16 de abril de 2008, do Edital de Concurso nº. 027/ 2008, que homologou os resultados finais e do Editalde Prorrogação nº. 013, de30 de junho

de2010;

RESOLVE:

Art. 1º. Nomear a candidata TANIA STURZBECHER DE BARROS, brasileira, portadorada Cédula deIdentidade nº. 123013670, aprovadaem ConcursoPúblico Municipal, Inscrição nº. 315, na3ª colocação para exercíciodo cargode provimento efetivode Professor dePortuguês –séries finais -, Nível I, Classe A, Regime Estatutário, Jornada de trabalho de 20 horassemanais, em conformidade com o art. 8º inciso I eart.12,inciso II daLeiMunicipal nº.486/95 de21 de agosto de1995. Art. 2º. Aposse daservidora no respectivo cargopúblico dar-se-áno prazo deaté 15 (quinze) dias, em conformidadecomo art. 14, §1º daLeiMunicipal nº. 486/95 de21 de agosto de 1995, contados da data dapublicação dapresente Portaria,mediante entrega,semadmissibilidadedepostergação dedata, da documentação exigidapara posse, emconformidadecom o Edital nº. 018/2008, item 10.7,devendo

cumprir estágio probatóriona forma da Lei.

Art. 3º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadasas disposições em contrário. Gabinete do Prefeito Municipal deTenentePortela, aos 25 dias domês dejaneiro de 2012. Claudenir Scherer Prefeito Municipal, em exercício. Registre-se ePublique-se:

Aos25 de janeiro de 2012. SuzerlyFatimaBonotto,SecretáriaMunicipal de Administração ePlanejamento.

APEDIDO Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R
APEDIDO Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R
APEDIDO Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R

APEDIDO

APEDIDO Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R .F
APEDIDO Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R .F

Estado do Rio Grande do Sul PREFEITURA MUNICIPAL DE REDENTORA RS PUBLICAÇÕESLEGAIS– L. R .F A Prefeitura Municipal de Redentora, através da Secretaria Municipal da Fazenda, torna público, que se encontramafixadosno QUADRO MURAL DEPUBLICAÇÕES OFICIAIS da Prefeitura, a contar do dia 27 de janeirode 2012, situado na Rua Jaime Ferreira de Moura, 388, para conhecimentono horário de expediente, das 07:00 às 13:00 horas, ea partir do dia01 defevereiro em turno normal, ou seja, das 8:00 às11:30 e 13:30 às 17:00 desegundaàssextas-feirase no SITE www.cmvrredentora.com, o RELATÓRIO SIMPLIFICADO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMEN- T ÁRIA referente ao 6º b imestr e e o RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL, referente ao 2º semestre, ambosdo exercício de2011. Marcos Cesar Giacomini – Pre feito Municipal Fábio Silmar Mânica- Contador

2º semestre, ambosdo exercício de2011. Marcos Cesar Giacomini – Pre feito Municipal Fábio Silmar Mânica- Contador
APEDIDO RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO
APEDIDO RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO

APEDIDO

APEDIDO RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO
APEDIDO RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO
APEDIDO RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO
RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO N.º

RETIFICA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPILIFICADON.º 01/2012 EDITAL Nº 01/2012 PROCESSO SELETIVO SIMP LIFICADO N.º 01 /20 12 ALENCARJULIO GROSS,Prefeito Municipal deMiraguaí, nousodasatribuiçõesquelhe são conferidas pelalegislação, torna públicoa aberturadoProcessoSeletivoSimplificado para cadastro de reservade contratação temporáriadas seguintes funções para aSecretaria Municipal deEducação: 08 serventes, 10 professores para séries iniciais, 02 professores para adisciplinade Educação Física, 01 professorpara aEducação Infantil, 01 professorpedagogo(a)paraaSecretariaMunicipalde Educação, 04 monitores deinformática, 02 atendentes parabiblioteca, 02 monitores de alunos, 05 vigilantes, 01 secretária deescola, inscrições abertasnos dias30 e31 de janeiro e01 de fevereiro de2012, junto a Secretaria Municipalde Educação. O edital completo encontra-se afixado no mural de publicações, no site da Prefeitura Municipal de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS PREFEITO MUNICIPAL

de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS
de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS
de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS
de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS
de Miraguaí, e no local das inscrições. Miraguaí, RS, 19 dejaneiro de 2012. ALENCAR JULIO GROSS

Geral

1111100000 FOLHA POPULAR

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

ESPECIAL ENTREVISTA COM CRISTIANE TAVARES FEIJÓACADÊMICA DE GEOGRAFIA

“As pesquisas são baseadas no solo e vegetação e em como a semente é produzida neste ecossistema”

POR DALVANA BERLATTO

E m en trevista ao jor nal Fo-

lha Popular na manhã de

segunda-feira, 23, a acadê-

mica de Ge ografia da Universida- de Federal de Pelotas, Cristiane Tavares Feijó, falou sobre os pro- jetos que estão sendo desenvol- vid os com os Gu ar diõe s da Se- mente em Tenente Portela.

Folha Popular – Cristiane, você está desenvolvendo sua pes- quisa há alguns dias. Tem prazo determinado para conclusão? Cristiane Tavares Feijó

Ne ste prime iro mome nto, f ic are i aproximadamente 20 dias. No iní- cio de fevereiro, voltarei pa ra a

Emb ra pa Cl ima Te m per a do de

Pe lota s, que é a instituiçã o que

subsidia o desenvolvimento dos projetos, para fazer o relatório e posteriormente retornarei a Te- ne nte Portela para coleta dos da- dos que faltare m.

FP – Voc ê disse que a Embra-

pa é responsáve l pelos pr oje tos

send o de se nvolvidos.

Quais são estes projetos e como

estão sendo aplicados?

Na ve rdade, sã o

três projetos, e eles estão sendo desenvolvidos em nível federal. Um deles é o reconhecimento e

identif icação de qu em são o s

guardiões, outro é o estudo das se- mentes utilizadas por eles e o ter- ceiro é a transferê nc ia de tec no- logia , onde nós mantem os o con- ta to entre um guardião e outro, tro- ca ndo ma teria l e conhecimento. Eu estou desenvolvendo os três em conjunto, mas a transferência será reforçada quando pesquisa- dores e téc nicos da Embrapa che- garem em fevereiro.

que e stão

Cristiane

FP – Sua pe squisa está sendo desenvolvida exclusivamente com indígenas ou agricultores famili-

DALVANA BERLATTO / FP

com indígenas ou agricultores famili- DALVANA BERLATTO / FP Cristiane Tavares Feijó ares também serão atingidos?

Cristiane Tavares Feijó

ares também serão atingidos? Cristiane – Todos os Guardiões

se rão atingidos, porém e u tr abalha- rei exclusivamente com os indíge- nas, outra colega, do doutorado, virá

de fevereiro, pa ra fazer a

pesquisa com os camponeses.

no iníc io

FP – Qual é o objetivo da Em- brapa nestes projetos? Cristiane – A Embrapa tem

dado valor especial às sementes cri- oulas. Ela faz pesquisa, essencial- mente, e subsidia sementes. As pes-

são ba se adas no solo e ve-

getação e em como a s emente é

pr oduzida neste ecossistem a. Bus- camos se mentes de qualidade, atra-

purificaç ão, que é rea-

lizada pelos técnicos da instituição,

para dar aos Guardiões acesso à agrobiodive rsidade c om maior pro- dutividade por ma is tempo.

vé s de uma

quisas

FP – Como o projeto foi impe- trado na reserva? Cristiane – Com o auxílio do re spon sáv el p elo p rog ra ma dos Gua rdiõe s aqui de ‘ Portela’ , Ma r- cos Pandolfo, o diretor do Departa- mento de Meio Ambiente e Desen-

volvimento Rural. Ele nos ajudou

a reunir os guardiões e apresentar

a proposta de pesquisa. Após a

reunião colhemos assinaturas, ti- ramos fotos e registramos a ata.

FP - Com que setor es da Re-

serva você está trabalhando e quantas famílias foram identifi- cadas? Cristiane – Estou tr abalhando

com 4 se tores, Pedr a Lisa , Trê s

Soita s, Km 10 e Linha Espera n- ça, e já identifiquei cerca de 15 famílias de Guardiões.

FP – Você já tinha trabalha- do com indígenas alguma vez? O que te motivou vir para Tenente Portela? Cristiane – Sou estagiária da Embrapa e estou qua se terminan- do minha graduação em geogra- fia, este projeto me possibilitou um a avalia ção da paisagem atra- vé s da ocupação indígena na re- giã o. Ava liaçã o esta , que de fe n- dere i em minha tese no mê s de julho. É a primeira vez que tr aba- lho diretamente com indígenas e estou amando estar aqui. Eles têm sido receptivos e nos pa ssaram in- form ações muito úteis, de ques- tões familiares e até intimas, que receberam de seus antepassados.

FP – Como as informaç ões es- tão sendo obtidas? Você traba- lha com um grupo de pessoas ou in dividu almente ? Cristiane – Estou coletando

dados através de conversas infor-

ge ra lme nte uma ca sa por

vez, onde conheço me lhor a fa- mília e aplico o questioná rio da agrobiodiversidade. Est abeleço com os guardiões o calendário agr íc ola e a construç ão de uma cartografia, que é realizada para det erminar como eles vêem o meio em que vive m.

ma is,

No peito eu levo uma cruz, no meu coração o que disse Jesus. A Jornada
No peito eu levo uma cruz,
no meu coração o que disse Jesus.
A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em 2013 no Rio de Janeiro está se aproximan-
do. Caros jovens, Deus nos chama para a missão: levar no peito a cruz de Jesus Cristo.
Vejamos o que diz o Beato João Paulo II: “Meus queridos jovens, na conclusão do ano
Santo, eu confio a vocês o sinal deste Ano Jubilar: a cruz de Cristo ! Carreguem pelo
mundo como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade, e anunciem a todos que
somente na morte e ressurreição de Cristo podemos encontrar a salvação e redenção”.
O hino da JMJ expressa exatamente a missão da Juventude. A música é do padre
Zezinho: “Eu venho do sul e do norte, do oeste e do leste, de todo lugar. Estradas da vida
eu percorro levando socorro a quem precisar. Assunto de paz é meu forte. Eu cruzo
montanhas e vou aprender. O mundo não me satisfaz o que eu quero é a paz, o que eu
quero é viver. No peito eu levo uma cruz, no meu coração o que disse Jesus”. Vamos
assumir a identidade de jovens católicos. Não tenhamos medo.
Jovens católicos, não tenhammedo de levar no coração a cruz da salvação. Naescola, na
rua, no lazer,emtodo lugar. Elaé símbolo do amor de Cristo por nós epor toda a humanidade.
Chegada da Cruz Peregrina
A Cruz Peregrina passarápor todas as dioceses do Brasil.Em novembro aCruz chegará ao
Rio Grande do Sul. Precisamente chegaráà diocese de Frederico Westphalen no dia 26 às 15hs
e sairáno dia 28 às 15hs. Por onde passa, a cruz mexe com afédos jovens, que tocamnela com
emoção e fé. Junto da cruz os jovens trazem outro símbolo: o ícone de Nossa Senhora. Ela
sempre acompanha a cruz para que os jovens sintam tambéma presença materna da Mãe de
Jesusjunto deles.OsjovenstêmemNossaSenhoraa
mãequeosacompanha.Jovensvamosnospreparar
com amor parareceber Cruz Peregrina.
ParóquiaNossaSenhoraAparecida
Padre Rudinei Negri
Vigário paroquial– Tenente Portela/RS
E-MAIL / MSN:
rudineinegri@hotmail.com
BLOG:
http://pnsaparecidatp.blogspot.com/
APEDIDO MUNICÍPIO DEREDENTORA - PODERLEGISLATIVO CAMARAMUNICIPALDEREDENTORA RELATÓRIO DEGESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO
APEDIDO
MUNICÍPIO DEREDENTORA - PODERLEGISLATIVO
CAMARAMUNICIPALDEREDENTORA
RELATÓRIO DEGESTÃO FISCAL
DEMONSTRATIVO DADESPESA COM PESSOAL
ORÇAMENTO FISCALEDASEGURIDADESOCIAL
JANEIRO/2011 aDEZEMBRO/2011
RGF – ANEXO I ( LRF, art. 5 5, inciso I, alínea “a”)
R$ 1,00
DESPESAEXECUTADAS
<Últimos 12meses>
INSCRITASEM
DESPESA COMPESSOAL
LIQUIDADAS(a)
RESTOS APAGAR
NÃOPROCES. (b)
DESPESA BRUTACOM PESSOAL(I)
PessoalAtivo
PessoalInativoe Pensionista
350.437,68
0,00
350.437,68
0,00
0,00
0,00
Outras Despesas dePessoal
decorrentes deContratos de
erceirização (§1º do art. 18 da LRF)
DESPESASNÃOCOMPUTADAS(§1º do art.19daLRF)(II)
IndenizaçõesporDemissãoe Incentivos àDemissãoVoluntária
DecorrentesdeDecisãoJudicial
Despesas deExercíciosAnteriores
InativosePensionistascom RecursosVinculados
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
DESPESA LÍQUIDA COMPESSOAL(III)=(I-II)
350.437,68
0,00
DESPESALÍQUIDA COMPESSOAL(III)=(I-II)
350.437,68
APURAÇÃO DO CUMPRIMENTO DO LIMITE LEGAL
VALOR
RECEITA CORRENTE LÍQUI DA - RCL (V)
% do TOTALDA DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL(IV/V)*100
LIMITE MÁXIMO (incisosI ,I I e III, art. 20 da LRF) - 6,00 %
LIMITE PRUDENCIAL (§ único, art. 22 da LRF) - 5,70 %
14.914.971,01
2,35
894.898,26
850.153,35
NOEDI SANTO FOGUESATTO
PRESIDENTE
RENANFORMENTINIPEREIRA
CRC RS084193
% 14.914.971,01 2,35 894.898,26 850.153,35 NOEDI SANTO FOGUESATTO PRESIDENTE RENANFORMENTINIPEREIRA CRC RS084193

Esporte

Tenente Portela - 21 a 28 de janeiro de 2012

FOLHA POPULAR

1111111111

TENENTEPORTELA

F OTOS JÚLIO SANTOS / FP

Clube Esportivo e Recreativo Miraguai elegeu sua nova diretoria
Clube Esportivo e Recreativo
Miraguai elegeu sua nova diretoria

DIVULGAÇ ÃO

O correu na quinta-feira, 26, Assembléia Geral Ordinária do Clube Esportivo e Recre-

ativo Miraguai , na sede da entidade, com o objetivo de eleger a nova dire- toria e realizar a prestação de contas do exercício de 2011. De acordo com Vilson Dalcin, que presidiu o Mira- guaí por seis ge stões, tam bé m em 2011, o clube está sólido e forte gra- ças ao empenho de seus sócios e prin- cipalmente dos veteranos, que sem- pre fizeram o possível para a entidade prosperar. “Quando assumi o Miraguai a situação não era confortável, investi-

o Miraguai a situação não era confortável, investi- Daniel Menegazzi mos e fizemos tudo para manter

Daniel Menegazzi

mos e fizemos tudo para manter vivo este clube, que completou 60 anos em 2011, sendo uma das entidades mais velhas do município. Deixamos, além de vários investimentos, um saldo de apr oxim adame nte R$ 18 mil para a nova diretoria”, conclui Dalcin.

De acordo com o novo presidente Daniel Me ne ga zzi, que não e stava presente na posse por motivos profis- sionais, é com alegria que assume a entidade. “Me sinto feliz em fazer parte desta sociedade que tra ba lha para fortificar o futebol no município. Espero contar com o apoio de todos e da sociedade. Quero parabenizar o Vilson Dalcin, que junto com os sóci- os e veteranos tomou conta do Mira- guai, e agradecer o Folha Popular, pela parceria e comprometimento de divulgar o clube e o esporte”, diz o presidente.

TENENTEPORTELA Veteranos do Miraguai escolhem nova diretoria
TENENTEPORTELA
Veteranos do Miraguai escolhem
nova diretoria
Nova diretoria: Presidente, PauloFarias; Vice-presidente, Auro Felix(Chiquermão); Secretário, MauriZdanski; 2º
Nova diretoria:
Presidente, PauloFarias;
Vice-presidente, Auro Felix(Chiquermão);
Secretário, MauriZdanski;
2º secretário, Cesar Gross;
Tesoureiro, Ângelo Rogério Lazzaretti;
2º tesoureiro, Enio Lapazini.
Diretoria:
Presidente, Daniel Menegazzi;
1º Vice-presidente, Natanael Diniz de Campos;
2º Vice-presidente, Clóvis Carboni;
Secretário, PedroLuis Antoniollo;
Vice-secretário, Luis Carlos Dalcin;
Tesoureiro, Paulo Neckel;
Vice-tesoureiro, Neivaldo Antoniollo
Conselho Fiscal: Vilson Dalcin, Eli Freese, Israel Capellari;
Suplentes: Elio Abegg, OldairMeinerz, Enio Lapazini.
Tam bé m ocor reu a e leiçã o
da diretoria dos veteranos do clu-
be, que estava sendo presidida
por Celito Canssi. “Os veteranos
sempre foram unidos e traba-
lham juntos, por saberem da im-
portância que é manter o Mira-
guai para novas gerações de atle-
tas”, diz.
O novo presidente, Paulo Fa-
rias, disse que irá continuar o bom
trabalho dese nvolvido pe la dir e-
toria anterior e fará o que for pos-
sível para manter o clube forte.
“ É importante a expe riê ncia dos
mais antigos para fortificar o clu-
be , porque com f or ça podemos
buscar novas disputas”, conclui.
riê ncia dos mais antigos para fortificar o clu- be , porque com f or ça
SÁBADO, 28/01 DOMINGO, 29/01   16ºC 16ºC 31ºC 37ºC 0 mm 0 mm   FASES

SÁBADO, 28/01

DOMINGO, 29/01

SÁBADO, 28/01 DOMINGO, 29/01   16ºC 16ºC 31ºC 37ºC 0 mm 0 mm  
SÁBADO, 28/01 DOMINGO, 29/01   16ºC 16ºC 31ºC 37ºC 0 mm 0 mm  
 

16ºC

16ºC

31ºC

37ºC

0 mm

0 mm

0 mm
 
FASES DA LUA - 23/01 07/02 - - 31/01 14/02 -
FASES DA LUA
- 23/01
07/02 -
- 31/01
14/02 -
  FASES DA LUA - 23/01 07/02 - - 31/01 14/02 - FOLHA POPULAR ANO XII
  FASES DA LUA - 23/01 07/02 - - 31/01 14/02 - FOLHA POPULAR ANO XII

FOLHA POPULAR

ANO XII

l N 0 563 l TENENTE PORTELA - 21 A 28 DE JANEIRO DE 2012

l

R$ 2,00

TENENTEPORTELAAGRICULTURA

Valorização do produtor marca Dia de Campo portelense

C om o intuito de construir co- nhecimentos e valorizar a co- operação dos agricultores, re-

alizou-se dia 20, um Dia de Campo com foco na Produção Leiteira. O evento, que pela parte da manhã foi realizado na propriedade de Denilson Calgaro e pela parte da tarde no Giná- sio de Daltro Filho, contou com a pre- sença de 250 pessoas e faz parte do convênio de Assistênc ia Técnica e Extensão Rural do Território Noroeste Colonial, e foi promovidopela Emater/ RS-Ascar, Coopertenpo, Cooperfami- liar e Prefeitura Municipal. Pela manhã, foram visitadas cin- co estações e foi tratado sobre quali-

dade do le ite, criaçã o da terne ira, manejo e adubação de pastagens pe-

renes e anuais, produção de silagem e melhoramento genético. Ao meio-dia foi servido almoço aos participantes, e pela parte da tarde as entidades envolvidas falaram sobre a importância do cooperativismo e da melhoria da atividade leiteira. Após, foi realizado sorteio de prêmios e confra- ternização entre os participantes. Outro ponto forte do evento foi a participação de grande número de en-

DIV ULGAÇÃO

foi a participação de grande número de en- DIV ULGAÇÃO O evento contou com a presença

O evento contou com a presença de aproximadamente 250 pessoas

tidades ligadas ao setor rural do municí- pio. As entidades e empresas que parti- ciparam e auxiliaram na promoção do evento foram a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Cooper A1, Sintraf, Cresol, APDA, Sicredi, Transportes Ludwig, Araucária Genéti- ca e Promilk, além da participação dos Escritórios Municipais da Emater/RS- Ascar de Barra do Guarita, Vista Gaú- cha, Três Passos e Derrubadas, e o Su- pervisor Microrregional. De acordo com o extencionista da Emater de Tenente Portela, Juliano Pör-

ch, a atividade leiteira no município é possivelmente a principal injetora de di- nheiro na economia local e grande man- tenedora da agricultura familiar. “Isso podemos perceber quando enxergamos o movimento da cidade ao chegarem os dias do pagamento do leite, a partir da segunda quinzena de cada mês”, ex- plica o extencionista afirmando que a produção de leite mensal fica em torno de 1,25 milhão de litros, gerando uma renda média mensal de R$ 875 mil. C onforme dados da Emater, no município existem aproximadamente

TENENTEPORTELAASSISTÊNCIASOCIAL

500 produtores de leite, sendo que na

maioria das propriedades a renda do leite é voltada principalmente à manu- tenção familiar. No entanto, a maioria das famílias possui potencial para am- pliar esta renda e melhorar a sua quali- dade de vida. Por isso, o Ministério do Desenvol- vimentoAgrário (MDA) firmou convê- nio com a Emater/RS-Ascar, através do Território da Cidadania Noroeste Colo-

nial, para atender 4 mil famílias de agri- cultores em todo este território, visando

a melhoria da produção leiteira, a orga- nização para comercialização do pro- duto e também a produção de alimentos para o consumo da família e comercia- lização do excedente. Em Te nente Porte la estão sendo atendidas desde abril do ano passado,

221 famílias de agricultores, com visi-

tas às propriedades diagnosticando a realidade e construindo com os agri- cultores propostas para melhoria das atividades desenvolvidas, além de re- alização de inúmeras reuniões técni- cas com os grupos formados, visando

a troca de conhecimentos entre os agri-

cultores e a visualização de experiên-

cias práticas nas propriedades.

Alunos do Projovem adquirem conhecimento e informação

O Serviço de Convivência e For- talecimento de Vínculos para Adoles- centes e Jovens de 15 a 17 anos (Pro- jovem Adolescente) tem por foco o fortalecimento da convivência fami-

liar e comunitária, o retorno dos ado- lescentes à escola e sua permanên- cia no sistema de ensino. Isso é feito por meio do desenvolvimento de ati- vidades que estimulem a convivên- cia social, a participação cidadã e uma formação geral para o mundo do trabalho. O público-alvo constitui-se, em sua maioria, de jovens cujas famílias

são

bene fic iár ias do Bolsa Família,

estendendo-se também aos jovens em situação de risco pessoal e social, en-

caminhados pelos serviços de Prote- ção Social Especial do Suas ou pelos órgã os do S istema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente. Dentro das atividades realizadas no Programa, os jovens participam de diversas oficinas e palestras que abrangem temas voltados à orienta- ção vocacional, conhecimentos rela- cionados ao mercado de trabalho, pro- jetos alternativos de geração de ren- da e ações de cidadania comunitária. Uma das atividades realizadas pelo P rojovem Adolescente Urba no em 2011 foi visitar os pontos turísti- cos do Natal Luz de Frederico Wes- tphalen, como a Catedral e a Cidade dos Sonhos, na busca de novos co-

nhecimentos e informações de traba-

lhos diferenciados em artesanato pet,

bem

ções artísticas e culturais. Participa-

como presenc ia r as apresenta-

ram da visita também a secretária da Assistência Social, Maria Lenir Pun- tel, e a equipe do Centro de Referen- cia e Assistência Social (Cras).

DIV ULGAÇÃO

de Referen- cia e Assistência Social (Cras). DIV ULGAÇÃO Alunos do Projovem em visita à Catedral

Alunos do Projovem em visita à Catedral de Frederico Westphalen

Referen- cia e Assistência Social (Cras). DIV ULGAÇÃO Alunos do Projovem em visita à Catedral de