Você está na página 1de 2

ATA Nº 001

Aos vinte e um dias de dezembro de dois mil e onze, o acadêmico Thiago Gonçalves Garcia participou de uma reunião com o coordenador, professor Dr. Linder Cândido da Silva, do curso de Ciência da Computação, em que o coordenador esclareceu alguns pontos sobre o processo de organizar o horário de aulas do curso. E, segundo o coordenador o processo para estabelecer horários na Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Universitário do Araguaia no curso de Ciência da Computação é composto de várias etapas que são: demandas, encargos e restrições de professores. De posse dessas informações o coordenador faz ajustes para que um professor não ministre disciplinas diferentes no mesmo horário. No inicio de cada semestre o coordenador associa as disciplinas ofertadas no semestre com os professores do curso (isto é, corpo docente pertencente ao curso de Ciência da Computação), e os professores levam a coordenação possíveis restrições quanto aos horários, se entende por restrição quando um determinado professor não pode por algum motivo ministrar aulas em determinado horário. Com essas informações o coordenador monta uma indicação de horário, tomando as precauções para não colocar o professor no horário em que não poderá ministrar a disciplina, e também não alocando disciplinas diferentes em horários iguais para o mesmo professor. O curso também oferece disciplinas que não possui docentes para ministrar, isto é, disciplinas como: cálculo, física e outras. Em princípio o horário dessas disciplinas é determinado pelo coordenador, pois são disciplinas oferecidas pelo curso e possuem certa prioridade quanto ao horário pré-estabelecido. É importante destacar que essas disciplinas estão presentes na indicação da grade de horário, porém são disciplinas que não possuem professores associados. A indicação de horário é encaminhada para avaliação do diretor do Instituto de Ciências Exatas e da Terra (ICET) no qual o curso está vinculado, em que o diretor avalia se todos os professores estão com suas demandas (ou seja, carga horária) dentro do mínimo estipulado pela legislação que rege na universidade. E nessas reuniões se estabelecem acordos entre coordenadores, em que dois ou mais coordenadores negociam uma forma de “emprestar” professores para os respectivos cursos uns aos outros. Por exemplo, uma disciplina de cálculo I (em que possui professor no curso de matemática) é organizada no horário do segundo semestre de Ciência da Computação normalmente junto com as disciplina do curso, e esse horário é encaminhado à reunião do colegiado em que o coordenador do curso faz um acordo verbal com o coordenador do curso de Matemática pedindo um professor para o horário estipulado na Computação, caso contrário COMO FICA, o coordenador da matemática terá sempre um professor para dispor no horário requerido, ou o horário da

computação pode sofrer mudanças. Tendo os acordos firmados e o horário aprovado pelo ICET, a grade de horário está pronto para divulgação pública, isto é, aos alunos matriculados no curso. As salas de aula por sua vez são atribuídas pela administração da universidade por meio de um requerimento confeccionado pelo coordenador, e é feito após os alunos se matricularem e com o número de matricula é determinado à quantidade de alunos de uma, e consequentemente a sala apropriada para a turma. Quanto aos laboratórios que é de controle da coordenação, eles são reservados no momento em que as disciplinas são alocadas na grade de horários. Por ser verdade firma-se a presente ata.

Prof. Dr. Linder Candido da Silva Coordenador de Ciência da Computação