G GO OV VE ER RN NO O D DO O E ES ST TA AD DO O D DO O R RI IO O G GR RA AN ND DE E D DO O N NO OR RT TE E

P
P
L
L
A
A
N
N
O
O
P
P
L
L
U
U
R
R
I
I
A
A
N
N
U
U
A
A
L
L
2
2
0
0
1
1
2
2
-
-
2
2
0
0
1
1
5
5



I. APRESENTAÇÃO ......................................................................... 3

II. CENÁRIOS ................................................................................ 5
1. Cenário Internacional ................................................................. 5
2. Cenário Nacional ..................................................................... 7
3. Cenário Regional: Nordeste ........................................................ 11
4. Cenário Estadual: Rio Grande do Norte ....................................... 13

III. DESAFIOS E COMPROMISSOS .................................................... 17

IV. ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO ....................................... 20
1. Para o Estado .......................................................................... 20
2. Por Regiões de Desenvolvimento ............................................... 22
a) Seridó ............................................................................... 24
b) Litoral Norte ....................................................................... 25
c) Agreste, Potengi e Trairi ........................................................ 26
d) Alto Oeste .......................................................................... 27
e) Região Metropolitana de Natal ............................................. 28
f) Médio Oeste ....................................................................... 29
g) Mossoroense ...................................................................... 30
h) Vale do Açu ......................................................................... 31

V. EIXOS ESTRUTURANTES DA AÇÃO DO GOVERNO ........................ 32
1. Combate à Pobreza – RN SEM MISÉRIA ....................................... 33
2. Desenvolvimento Integrado Sustentável ....................................... 35
3. Gestão Para Resultados ........................................................... 37
SUMÁRIO
VI. PROGRAMAS POR MACRO-OBJETIVOS E POR EIXOS ................... 39
1. Por Macro-objetivos ................................................................. 39
2. Por Eixos ................................................................................ 46

VII. PROGRAMAS E PROJETOS ESTRATÉGICOS – Parcerias e
Oportunidades ............................................................................ 48
a) Projeto Arena das Dunas e Infraestrutura para Copa 2014 ......... 48
b) Mineração ......................................................................... 49
c) Zonas de Processamento de Exportação - ZPE ......................... 50
d) Energia Eólica ...................................................................... 51
e) Investimentos da PETROBRAS no RN ....................................... 52
f) Aeroporto de São Gonçalo do Amarante .................................. 53
g) Produção de Atum e Camarão ............................................... 53
h) Ciência, Tecnologia e Inovação ............................................. 55
i) Agenda das Cidades ............................................................ 57

VIII. FINANÇAS PÚBLICAS .............................................................. 58

IX. PLANEJAMENTO E GESTÃO ...................................................... 62
1. Diretrizes e Objetivos ................................................................ 62
2. Revisão do PPA ....................................................................... 65

X. ANEXOS ................................................................................. 66
1. Programas .............................................................................. 67
2. Lei de Diretrizes Orçamentárias - LDO ....................................... 238



3


I I – – A AP PR RE ES SE EN NT TA AÇ ÇÃ ÃO O

O Plano Plurianual (PPA) 2012-2015 cumpre um dispositivo constitucional e
constitui o principal instrumento de planejamento e gestão do governo estadual para os
próximos quatro anos.
A sua elaboração buscou incorporar inúmeras e variadas contribuições de
segmentos organizados ou informais, colhidas nos diversos eventos da atual
governadora do Estado nas fases de pré-campanha e campanha eleitoral,
consolidadas em proposta de governo - Agenda 25 -, submetida legalmente ao poder
judiciário eleitoral e debatida durante toda a campanha, recebendo a aprovação
popular. A esta Agenda foram aduzidos os conhecimentos obtidos, a partir de janeiro
do corrente ano, da real situação do governo do estado.
Formalmente, o processo de elaboração do PPA foi iniciado com a
realização de um seminário envolvendo todos os gestores públicos, discutindo
objetivos, estratégias e métodos de sua construção.
Entende-se que o PPA não representa somente o cumprimento legal, nem tão
pouco o marco orientador para a elaboração das leis de diretrizes orçamentárias e dos
orçamentos anuais para os próximos 04 (quatro) anos mas, e sobretudo, a visualização
dos cenários que se apresentam, a reafirmação dos compromissos de governo e o
estabelecimento de estratégias, diretrizes e ações prioritárias para os próximos anos.
É, portanto, uma proposta de construção do futuro do Rio Grande do Norte
que possibilite um desenvolvimento integral do ponto de vista econômico, social,
cultural, ambiental e tecnológico, apoiada por uma gestão pública eficiente e eficaz.
A concepção e elaboração do presente PPA contemplam a definição de
cenários internos e externos que podem ser vislumbrados para o nosso Estado, a
identificação dos desafios a enfrentar e dos compromissos a assumir, bem como, o
estabelecimento de estratégias de desenvolvimento a adotar e de propostas
prioritárias para os próximos anos.
O Rio Grande do Norte que se projeta para o futuro é de um Estado



4


equilibrado em suas finanças públicas, administrado com parcimônia e honradez,
aproveitando todas as suas oportunidades e possibilidades de desenvolvimento,
permitindo a todos almejarem ao estado de cidadania, através da inclusão social,
levando-os a participar das grandes transformações já ocorridas e que ocorrerão no
Rio Grande do Norte, no Brasil e no mundo.
Apesar de seletiva nas ações, a proposta do PPA é abrangente nos seus
compromissos e nas suas estratégias, confiante no futuro do nosso Estado e se constitui
numa convocação para que todos os norteriograndenses se engajem na luta por dias
melhores para o nosso povo.
A realização das ações planejadas exige a participação e o esforço de
todos para que surtam os seus efeitos e atinjam os objetivos estimados.
Os itens, a seguir, definem propostas que, examinadas e aprovadas pelo
Poder Legislativo, sancionadas pelo Executivo, se transformarão em Carta
Compromisso e instrumento legal normativo a orientarem a gestão pública do governo
do estado nos próximos 04 (quatro) anos.
As conjunturas interna e externa poderão e deverão fundamentar os
processos de acompanhamento, revisão e atualização do PPA.
A atualização permanente do PPA faz parte do processo de planejamento
possibilitando avaliar as ações públicas quanto as suas viabilidades, exeqüibilidade
eficiência, eficácia e efetividade.
As propostas orçamentárias anuais a serem encaminhadas ao Poder
Legislativo são instrumentos legais que obrigam o governo a, criteriosamente, rever os
seus planos, programas, projetos e ações em curso, através de um processo de
planejamento participativo.
O presente PPA não é um projeto acabado, mas um instrumento de
planejamento e um marco regulatório das ações de governo.





5


I II I – – C CE EN NÁ ÁR RI IO OS S

As dimensões geográfica, econômica, demográfica, ambiental e social do
Rio Grande do Norte enfatizam a necessidade de estarmos, sempre, atentos ao que
ocorre no seu entorno.
Não bastasse a globalização a nos integrar e a nos envolver em tudo o que
ocorre ao redor do mundo, as peculiaridades e as especificidades da economia do RN
nos obriga a dar atenção especial aos cenários externos e seus reflexos no nosso
processo de desenvolvimento.
Pretende-se, portanto, registrar algumas variáveis determinantes que
interferem, positiva ou negativamente, no nosso desenvolvimento.

1. Cenário Internaciona al l
A primeira década do século XXI foi marcada por processo de crescimento
econômico acelerado, alavancado principalmente pela pujança da economia chinesa
e pela expansão do crédito nos países ricos. A crise do sistema bancário ocorrida já no
final da década, provocada pela excessiva oferta de crédito sem lastro, vem
contaminando sucessivamente as economias de alguns países europeus, provocando
um movimento de instabilidade que vem afetando a economia global. Assim, o início
desta segunda década tem registrado um crescimento econômico mais contido;
mantendo-se o processo de globalização acelerada e um relevante nível de inovação
tecnológica; desequilíbrios financeiros e cambiais preocupantes; e, o fortalecimento
relativo das economias emergentes, sustentado pela pujança dos seus mercados
internos, pela saúde dos sistemas bancários e pela segurança de suas reservas
internacionais.
De todo modo, essas mudanças repercutem e provocam desequilíbrios em
economias estáveis, com reflexos negativos para todo o mundo e uma desaceleração
da economia mundial. A perspectiva da manutenção deste quadro nos próximos anos
pode, inclusive, evoluir para processos de instabilidade e estrangulamentos
localizados.



6


Para além dos impactos imediatos da crise – que até o momento vêm
gerando uma redefinição da estrutura, organização e funcionamento do sistema
financeiro internacional – no mundo real da produção de bens e serviços, as previsões
se mantêm com expectativa de pequenas variabilidades. Os mercados vêm
sinalizando um aumento da importância econômica de países como a China, Índia,
Brasil e Rússia (BRIC’s) e uma perda de peso relativo das tradicionais e maiores
potências. A tendência relevante é a de redefinição na geopolítica mundial
influenciada pela recolocação dos países em desenvolvimento no cenário
internacional.
No mais recente relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), os
números confirmam a desaceleração das economias avançadas. Em 2010 a média de
crescimento dos países desenvolvidos ficou em 3%, enquanto a taxa para o conjunto
dos países emergentes atingiu 7,3%, influenciada, principalmente, pelo desempenho
de China, Índia e Brasil.

TAXA DE CRESCIMENTO (%) DA ECONOMIA MUNDIAL


PROJEÇÕES DE CRESCIMENTO
PAÍSES / REGIÕES 2010 2011 2012 2016
MUNDO 5,0 4,4 4,5 4,7
PAÍSES DESENVOLVIDOS 3,0 2,4 2,6 2,4
PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO 7,3 6,5 6,5 6,8
ESTADOS UNIDOS 2,8 2,8 2,9 2,7
ZONA DO EURO 1,7 1,6 1,8 1,7
JAPÃO 3,9 1,4 2,1 1,2
REINO UNIDO 1,3 1,7 2,3 2,6
BRASIL 7,5 4,5 4,1 4,2
RÚSSIA 4,0 4,8 4,5 4,0
ÍNDIA 10,4 8,2 7,8 8,1
CHINA 10,3 9,6 9,5 9,5
MÉXICO 5,5 4,6 4,0 3,2
Fonte: FMI – World Economic Outlook 2011



7


O cenário apresentado para a Zona do Euro prevê taxas médias de
crescimento abaixo de 2%. A credibilidade do euro e a União Monetária vêm sendo
contestados diante da profunda crise que a região vem enfrentando.
No cenário de desaceleração das economias avançadas ganha
importância a participação dos países em desenvolvimento para o desempenho da
economia global. Nesse sentido, é inevitável que o crescimento dos emergentes seja
acompanhado pela elevação da demanda por matérias-primas e alimentos, o que
beneficia diretamente o Brasil que é um grande exportador dessas mercadorias. A
expansão dos mercados primários vem sendo confirmada pelos recentes aumentos nos
preços das commodities, processo impulsionado pela elevação da demanda asiática e
pela recuperação do crescimento nos países da América Latina.
O conjunto dessas informações sugere a continuidade da retomada do
crescimento mundial, ainda que bastante desigual entre as regiões.

2. Cenário Nacional
O Brasil vem figurando no cenário mundial como uma das principais
economias emergentes neste início de século XXI. Seus fundamentos macroeconômicos
têm permitido uma melhor perspectiva aos investidores, inclusive os estrangeiros. Pode-
se destacar a inflação que está sob controle e nos últimos anos vem flutuando em torno
da meta estabelecida pelo Banco Central. A situação fiscal é sólida, a partir do esforço
de estabilização da economia realizado desde o início da década de noventa, do qual
resultou, inclusive, uma legislação inibidora de desequilíbrios entre receitas e despesas.
Ademais, o país tem uma democracia estabelecida e suas instituições vêm passando
por um processo de amadurecimento.
Um fato que reflete essas características foi a resposta brasileira para o
enfrentamento da crise financeira mundial 2008-2009. O PIB brasileiro teve uma
pequena retraída no ano de 2009, porém em 2010 apresentou um satisfatório
crescimento no patamar de 7%. As políticas anticíclicas adotadas pelo governo federal
(basicamente expansão do crédito e isenção de impostos) garantiram a retomada do



8


crescimento econômico, contribuindo para a manutenção do emprego e da renda.
As projeções dos economistas indicam que para o Brasil a taxa média de
crescimento anual ficará entre 4,0 e 4,5% nos próximos quatro anos (2012-2015),
embora se espere que para o enfretamento da crise 2011, sejam necessárias medidas
mais severas de controle dos gastos públicos.
Três elementos vêm contribuindo, significativamente, para o desempenho da
economia brasileira, e que devem continuar funcionando como alavancas do
crescimento:
x Mercado interno de consumo;
x Exportações, principalmente de commodities; e
x Investimentos públicos e privados.
Primeiramente, destaque para o grande potencial do mercado interno. O
crescente peso do consumo na economia brasileira deve continuar aumentando,
sobretudo devido à expansão da classe C, que fez emergir nos últimos anos uma nova
classe média no país. Os bens de consumo de massa vêm sendo amplamente
difundidos na sociedade brasileira e o acesso ao crédito tem contribuído para que uma
maior parcela da população tenha acesso a esses produtos.

Aumento de Participação das Classes A/B e C,
Redução das Classes D e E (em % da População*)

Fontes: FGV e Ministério da Fazenda
* Renda mensal por domicílio a preços de 2009
Classe A/B: mais que R$ 4.800 Classe D: entre R$ 804 e R$ 1.115
Classe C: entre R$ 1.115 e R$ 4.800 Classe E: até R$ 804



9


Porém, o ritmo de crescimento do consumo deve ser mais lento que no
passado recente, tendo em vista que a atual situação fiscal sugere uma menor
agressividade nas políticas de elevação do salário mínimo real, dadas as evidentes
dificuldades na estrutura financeira da previdência que vem acumulando sucessivos
déficits. Com relação ao crédito, a expectativa é que nos próximos anos sua expansão
continue, mas a taxas mais moderadas, já que o grande salto da inclusão da classe C
no mercado de crédito já ocorreu.
Em segundo lugar, o crescimento das exportações das cadeias de recursos
naturais deverá seguir acelerado em virtude da demanda asiática, especialmente as
importações chinesas que vêm batendo recordes. Destaque para os alimentos e outras
matérias-primas agrícolas, minérios e metais, além do petróleo, como principais
produtos da pauta exportações brasileira.

Evolução do Valor das Exportações Brasileiras
2000-2010 (US$ Milhões FOB)

Fonte: Banco Central do Brasil

Os produtos manufaturados têm dificuldade para penetrar no mercado
internacional devido à combinação de dois fatores: câmbio valorizado que torna o
produto nacional pouco competitivo no mercado externo; as características estruturais
que tornam a produtividade da economia brasileira baixa na comparação com outros
países. Além disso, os fatores de inovação e agregação do valor no produto brasileiro



10


são entraves na competição.
É possível citar, ainda, o excesso de burocracia, a alta carga tributária e a
dificuldade no escoamento dos produtos como elementos que inibem a produção
voltada para o exterior, já que tendem a tornar o produto brasileiro mais caro.
A terceira alavanca é a expansão dos investimentos, especialmente nos
grandes grupos nacionais como Petrobras, Vale e seus respectivos fornecedores; no
agronegócio e nos demais segmentos de minérios e metais. A construção civil
residencial tende a continuar sua trajetória de crescimento, já que ainda existe
considerável déficit habitacional em determinadas regiões do país e o Governo Federal
vem adotando políticas de subsídio voltadas para o financiamento da casa própria.

Evolução do Investimento no Brasil 2000-2010
Formação Bruta de Capital Fixo (R$ Milhões)

Fonte: IBGE – Contas Nacionais

É notável a evolução do investimento nos últimos dez anos, período em que
seu valor nominal aumentou mais de três vezes. Entretanto, um desafio importante para
o país é o aumento da taxa de investimento, ou seja, da proporção deste em relação
ao Produto Interno Bruto. Segundo o IBGE, esta taxa representava 16% do PIB em
2000 e passou para 18% em 2010.



11


Um setor estratégico para o desenvolvimento do país e que pode contribuir
para o aumento dessa taxa de investimento é o de infraestrutura, que vem sendo
considerado um dos principais gargalos da economia brasileira.
A melhoria de aeroportos, portos, rodovias, ferrovias e demais
equipamentos de transporte está na agenda dos governos de todas as esferas. Esses
investimentos, muitos dos quais serão realizados em parceria com a iniciativa privada,
devem atuar na economia como importantes geradores de demanda, induzindo efeitos
multiplicadores em vários elos da cadeia produtiva.

3. Cenário Regional – Nordeste
A base econômica nordestina é bem diversificada. Em linhas gerais, as
cidades litorâneas destacam-se pelos serviços voltados para o turismo. Na pecuária,
alguns estados possuem uma importante criação bovina. A agricultura destaca-se pela
produção de cana-de-açúcar, algodão, soja e frutas. Já a indústria tem atuação
predominante nos segmentos de calçados, produtos elétricos e eletrônicos,
petroquímica e têxtil.
Nos últimos anos, o Nordeste tem experimentado considerável incremento
no dinamismo de sua estrutura econômica, que vem sendo resultado da combinação
de dois elementos: (i) grandes investimentos públicos e privados; e, (ii) programas de
transferência de renda que concretizam uma política pública específica de combate à
pobreza.
Os investimentos e as transferências têm gerado impactos positivos para o
consumo de massa na região, sobretudo para as classes de menor poder aquisitivo,
contribuindo para aquecer a economia nos diversos elos da cadeia produtiva regional.
Esse processo tem norteado o modelo de desenvolvimento baseado no mercado
interno, que tem propiciado melhoria nos indicadores socioeconômicos da região. Sua
continuidade tende a contribuir progressivamente para a redução das disparidades
existentes entre as bases econômica e demográfica, além de diminuir os diferenciais
socioeconômicos do Nordeste em relação às outras regiões do país.



12


Outro fator importante é a presença de grandes projetos estruturantes,
como a duplicação da BR 101, a construção da Ferrovia Transnordestina e o Projeto de
Revitalização e Integração das Bacias do São Francisco, que têm gerado um impulso
na economia da região, preparando a infraestrutura necessária para um crescimento
econômico mais consistente no futuro próximo. Outros investimentos públicos e
privados também têm exercido papel relevante para alavancar a economia regional, a
exemplo das construções de refinarias, estaleiros, montadoras de automóveis, fábricas
de alimentos, entre outros.
No setor agrícola, destaque para a região do cerrado nordestino e os
perímetros irrigados, sendo estes os vetores que mais impulsionam a economia nas
áreas rurais. No primeiro caso, o cultivo da soja e do algodão tem gerado dinamismo
nas localidades produtoras e nas suas proximidades. Na atividade irrigada, apesar de
alguns gargalos a serem superados, a fruticultura voltada para exportação vem
contribuindo significativamente para geração de emprego e renda e para surgimento
de novos pólos de crescimento regional. Além disso, observam-se na zona da mata
nordestina, culturas tradicionais, como a cana-de-açúcar, que foram revigoradas com
a disseminação do uso de biocombustíveis.
A produção de serviços vem ganhando destaque nos centros urbanos do
Nordeste, empregando um contingente cada vez maior de pessoas no setor terciário, e
ampliando o seu peso na composição do PIB regional. A produção de softwares,
serviços de comunicações, serviços médicos, bancários e de educação, a indústria do
turismo e o comércio são realidades que podem ser ampliadas no Nordeste.
Porém, apesar de todos esses avanços, o Nordeste ainda carece de uma
base econômica mais sólida, que seja capaz de abrigar todo contingente populacional
que reside na região, especialmente no semi-árido. Contando com 34% da população
brasileira, o Nordeste alcança apenas 14% da renda nacional, fato que demonstra sua
disparidade em relação às demais regiões do país.
Na área social, as desigualdades também são grandes. Os nove estados
nordestinos estão entre os dez estados com IDH’s mais baixos do Brasil. Os índices de



13


morbidade e de mortalidade infantil da região ainda são elevados, assim como as
taxas de analfabetismo e de analfabetismo funcional.
A respeito da questão ambiental, observa-se, nos centros urbanos, um
crescimento muitas vezes desordenado e com baixo padrão de saneamento básico, o
que torna os ambientes menos hígidos, colaborando para a deterioração de rios,
mangues, estuários e áreas litorâneas. Além disso, os desmatamentos, o uso
inadequado do solo, juntamente com as mudanças climáticas, têm acentuado o
avanço do processo de desertificação na região.
Portanto, pode-se dizer que a principal característica da economia
nordestina é sua heterogeneidade. De um lado existe um Nordeste moderno, em
rápido crescimento, articulado com as demais regiões do país e mesmo com o exterior;
de outro um Nordeste com baixíssimo nível de desenvolvimento socioeconômico,
comparável aos países mais pobres do mundo.
A questão central consiste em transformar esse Nordeste problemático,
porém com imenso potencial econômico e cultural numa mola propulsora do
desenvolvimento do País, integrando seu espaço com o dinamismo que vem
experimentando a economia nacional.

4. Cenário Estadual – Rio Grande do Norte
O Rio Grande do Norte está localizado na porção oriental da região
Nordeste, onde o Brasil mais se aproxima dos continentes africano e europeu. Esta
localização confere ao Estado uma posição geográfica e econômica estratégica no
comércio internacional, pois a menor distância em relação aos continentes o coloca em
posição favorável quanto ao transporte de cargas por via marítima e aérea, cujo fluxo
de mercadorias se intensificará com a conclusão do Aeroporto Internacional de São
Gonçalo do Amarante.
O Estado tem uma população de 3.168.027 habitantes que corresponde a
1,7% da população brasileira e 6% da população nordestina, sendo constituído por
167 municípios agrupados em 8 regiões de desenvolvimento,.



14


Seguindo tendência nacional, ocorreu, no RN, um importante processo de
urbanização nos últimos 40 anos, chegando a ter quase 78% de sua população nos
quadros urbanos. A população potiguar está distribuída conforme a tabela abaixo,
elaborada a partir do mais recente censo demográfico.
POPULAÇÃO DO RIO GRANDE DO NORTE – 2010

População Número de Pessoas Percentual (%)
Residente 3.168.027 100
Urbana 2.464.991 77,8
População Rural 703.036 22,2
População Masculina 1.548.887 48,9
População Feminina 1.619.140 51,1

Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010

A distribuição etária da população apresenta uma estrutura com 67,6% de
pessoas na classe dos 15 a 64 anos e 24,8% na classe etária menor dos 15 anos,
demonstrando, em termos gerais, uma pirâmide etária com grande concentração de
jovens, segundo dados do IBGE.
Quanto a sua economia, o Rio Grande do Norte participa com cerca de 6%
do Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste e 0,9% da produção do país. O importante
é que, desde meados dos anos 1980, ela vem crescendo acima da média regional e
nacional, ganhando peso relativo nos dois contextos.
A importância da atividade extrativa de petróleo e gás e o crescimento do
turismo têm sido elementos importantes na dinamização da vida econômica estadual,
ao lado de outras atividades como a agricultura irrigada, a carcinicultura, ou os
chamados serviços modernos.
No período recente, a expansão da economia norteriograndense tem
ocorrido através de um processo de reestruturação, diversificação e consolidação da
sua base produtiva. O Estado conta com um dos mais importantes pólos agroindustriais
do Nordeste, um parque têxtil moderno, setor turístico em expansão acelerada, além
de uma evidente diversificação das atividades de serviços.



15


O modelo agropecuário tradicional vem dando espaço a atividades mais
modernas e diversificadas, como é o caso dos projetos de irrigação no Baixo Açu, e no
Vale do Apodi/Mossoró, além dos projetos de criação de camarão em viveiros,
floricultura e apicultura.
A Região Metropolitana de Natal concentra fatia importante do PIB estadual
(50%), mas pode-se falar, no período mais recente, de um modesto movimento de
interiorização do desenvolvimento, sobretudo na direção da Região Mossoroense e,
em menor medida, rumo ao litoral norte do Estado.
A urbanização se deu mantendo certo grau de heterogeneidade no
tamanho médio das cidades, tanto que a rede urbana é relativamente dispersa em
termos espaciais, se comparada a de outros Estados do Nordeste.
No que se refere às condições de vida da população potiguar, levando em
conta os indicadores de IDH e de linha de pobreza, constata-se que os maiores
avanços no padrão de vida ocorreram na região metropolitana de Natal, e nas regiões
de Mossoró e do Seridó.
Ao comparar as estatísticas socioeconômicas dos últimos 10 anos,
observam-se alguns registros importantes a respeito do Rio Grande do Norte:
9 A taxa de mortalidade infantil decresceu de 52,4% para 32,2%.
9 A esperança de vida melhorou, passando de 67,5 para 71,1 anos, um
pouco acima da média nordestina, porém, abaixo da média nacional.
9 No campo educacional, a taxa de analfabetismo teve significativa
redução, registrando uma queda de 40,5% em 2002, para 18,1% em
2009, de acordo com o IBGE/PNAD. Entretanto, na comparação com a
média nacional, o Estado ainda precisa avançar.
9 Em 2009, a renda familiar per capita média mensal do Rio Grande do
Norte foi de R$ 456,64, 18ª no ranking dos estados, superando todos os
demais estados nordestinos.
No entanto, o grave problema quanto à renda é distributivo, quando se
considera que 69,3% da renda estadual é apropriada na classe dos 20% mais ricos, o



16


que coloca o Estado nas últimas posições em termos da distribuição de renda nacional.
Com relação à pobreza absoluta, a proporção de pessoas que se
encontram nesta condição no Rio Grande do Norte era de 53,6% em 2001. No ano de
2009, essa taxa caiu para 34,3%. Tal redução colocou o RN entre os Estados do
Nordeste com maior redução na taxa de pobreza absoluta.
Já a taxa de pobreza extrema, que em 2001 era de 25,4%, foi reduzida em
2009 para 10,3%, demonstrando o avanço das políticas de transferência de renda e
de combate à pobreza.

Evolução das Taxas de Pobreza Absoluta e
Extrema (%) no Rio Grande do Norte (2001-2009)

Fonte: IPEA
Contudo, de acordo com os dados divulgados pelo Censo Demográfico
2010 (IBGE), cerca de 1 milhão de pessoas continuam a viver em condições de pobreza
no Rio Grande do Norte. Dentre essas, cerca de 405.000 pessoas vivem em condições
de extrema pobreza – sendo a concentração mais evidente na zona rural, onde vive
um quarto da população com acesso limitado a infraestrutura básica e serviços. Isso
demonstra que as ações de combate a pobreza não podem desconsiderar as
características e dinâmicas econômicas territoriais, sejam elas rurais ou urbanas.



17


III – DESAFIOS E COMPROMISSOS

Nas últimas décadas, o Rio Grande do Norte entrou em um ciclo positivo de
crescimento, com incremento de diferentes setores produtivos: turismo, fruticultura,
petróleo, energia renovável e construção civil.
Porém, a incapacidade do poder público estadual de garantir, na
velocidade necessária, a execução de obras estruturantes, como a modernização e
readequação do porto de Natal, o novo aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a
modernização da malha viária, representa uma ameaça à continuidade e à expansão
do crescimento do Estado, levando-nos a perder competitividade e oportunidades
para Estados vizinhos.
O cenário internacional acena para nos protegermos dos processos de
instabilidade e estrangulamentos de algumas economias, não ficando dependente,
exclusivamente, de oportunidades oferecidas por essas economias, mas, oferecendo
uma proposta de aproveitamento de nossas potencialidades turísticas, produção de
alimentos e de riquezas naturais adequadas a um novo quadro econômico mundial.
Criar um ambiente favorável a investimento e ao aproveitamento integral de
nossas potencialidades é fundamental para se obter ganhos de competitividade e de
produtividade.
A promoção e a atração de investimento se darão com base num processo
de estruturação setorial, no âmbito do Estado, de forma confiável, ágil, facilitadora e
descomplicada, cabendo ao governo o papel de identificar e estudar oportunidades e
de apoiar iniciativas de investimentos do setor privado.
O Estado deve olhar, estrategicamente, para o grande potencial do
mercado interno, com um crescente nível de consumo que deverá continuar em ritmo
acelerado, sobretudo em relação à Classe C. Isto pode ter reflexos positivos em nossa
economia, especialmente em programas e projetos turísticos, produção de alimentos,
recursos minerais, esporte, lazer e cultura.



18


O setor de serviços pode se constituir em um diferencial para a nossa
economia, mormente, se levarmos em consideração os investimentos programados
para as Zonas de Processamento de Exportação (ZPE), centros de excelência em
pesquisas, novo aeroporto de São Gonçalo do Amarante, perímetros irrigados, e
unidades de exploração e de beneficiamento de minérios, com a devida estruturação
das respectivas cadeias produtivas.
Os projetos de infraestrutura e logística para o Estado, no entanto,
caminham lentamente. Somente agora começam a sair do papel.
Já perdemos posições e empreendimentos para os nossos Estados vizinhos.
É indispensável empreendermos todos os esforços visando ações voltadas
para a ampliação da infra-estrutura e logística de transportes, com a integração de
modais rodoviário, aéreo, ferroviário e portuário.
A ampliação da oferta segura de energia e, especialmente, a viabilização
dos projetos de aproveitamento da energia eólica, é mais um desafio.
A implementação de ações para a criação e expansão de áreas e distritos
industriais dotados de infraestrutura é, também, um desafio a ser enfrentado em novas
bases de alocação espacial.
Para apoiar e dinamizar a viabilização do nosso potencial
desenvolvimentista torna-se fundamental a oferta de oportunidades para uma
formação qualificada e a requalificação da mão-de-obra orientada pela demanda e
de acordo com as potencialidades de cada região, assegurando taxa de crescimento
de novos empregos, a reabsorção dos desempregados, elevando os níveis de renda
do cidadão. As carências de capacitação de mão de obra ameaçam excluir a
população norteriograndense do processo de crescimento do seu próprio Estado.
Há deficiências significativas na rede pública de saúde, requerendo uma
reestruturação e readequação do setor. A segurança pública exige atenção especial e
investimentos expressivos. A oferta de uma educação de qualidade é pressuposto para
um ciclo desejável de crescimento econômico com desenvolvimento social e melhoria
da qualidade de vida da população.



19


Indispensável, também, a ampliação dos sistemas de abastecimento d’água
e esgotamento sanitário, minimizando perda na captação e garantindo tratamento,
manutenção e oferta de d’água potável e implantando sistemas de esgotamento
sanitário das cidades, assim como, um programa gestor de resíduos sólidos,
desenvolvendo novas tecnologias de coleta, reciclagem e destinação final.
A sociedade está, cada vez mais, assumindo o papel de cobrança por
resultado das instituições públicas. Para atender às expectativas do cidadão potiguar,
torna-se necessário assegurar-lhe a adoção de uma política de gestão pública austera
na contenção de despesas e eficaz nos investimentos.
Sintetizando, pode-se afirmar que, FAZER O RIO GRANDE DO NORTE
ACONTECER, implica no aproveitamento de todas as oportunidades da conjuntura
econômica para colocar o nosso Estado entre os primeiros no desenvolvimento da
região nordeste. Implica, também, na viabilização de um programa de
desenvolvimento social e econômico capaz de assegurar melhoria da qualidade de
vida e de prosperidade para o norteriograndense, dando a todos a oportunidade de
serem, efetivamente, cidadãos, atendidas as suas carências fundamentais. Por fim,
implica, ainda, em adotar um modelo de governo baseado numa gestão participativa,
gastando menos com a máquina administrativa e, cada vez mais, com o cidadão,
valorizando o servidor público.











20


I IV V – – E ES ST TR RA AT TÉ ÉG GI IA AS S D DE E D DE ES SE EN NV VO OL LV VI IM ME EN NT TO O

1. Para o Estado
O contexto mundial está marcado por uma transição relativamente instável
na direção de um novo paradigma de desenvolvimento, processo complexo que
aponta para novas condições e perspectivas de desenvolvimento e organização sócio-
econômica, que gera grande nível de incerteza e instabilidade de curto prazo, tanto
econômicas quanto sociais e políticas. Este cenário se caracteriza por intensas
transformações na base produtiva e nos padrões de competitividade, decorrentes de
processos de inovação tecnológica, reestruturação da organização sócio-econômica e
reposicionamento dos mercados nacionais e supranacionais.
Nesse contexto, o Brasil tem conseguido enfrentar os desafios e escapar das
turbulências das crises econômicas financeiras, européia e americana e seus reflexos
no mundo como um todo, firmando novas parcerias, e articulando os seus vizinhos
latino-americanos. Mas, para tanto, fez uma boa gestão de sua macroeconomia,
estabeleceu uma política social, com a inclusão dos pobres no mercado; administrou
sua política fiscal, mantendo os superávits primários e manteve o seu crescimento
mesmo fazendo parte de um contexto de crises que ainda desequilibra as nações
capitalistas hegemônicas.
Guardadas as devidas proporções, o Rio Grande do Norte trilhou esse
caminho brasileiro, mantendo em ascensão a sua economia agro-exportadora,
fortalecendo-se com as ações da Petrobrás no seu território, enfrentando a redução
dos estrangeiros que mantinha em alta o turismo estadual, conhecendo um novo
momento de vitalidade da sua economia mineral, modernizando o comércio e os
serviços, principalmente em Natal e Mossoró.
O Rio Grande do Norte é um dos Estados do Nordeste com grandes
potencialidades, apresentando vantagens competitivas para o desenvolvimento e
inserção nas economias nacional e mundial em transformação. Entre as
potencialidades do Rio Grande do Norte, podem ser destacadas as seguintes:



21


a) Posição geográfica estratégica do Estado, favorável ao comércio
internacional e ao turismo;
b) Disponibilidade de infraestrutura econômica, com sistema de transporte a
ser modernizado e ampliado que viabilizará a integração externa e interna e, com
oferta de energia assegurada, e bem distribuída no território do Estado;
c) Oferta de infraestrutura hídrica, com reservatórios de porte distribuídos
em áreas importantes do território, particularmente no semi-árido, carente de água e
sujeito à estiagem periódica;
d) Riqueza de recursos naturais, solos de qualidade, clima favorável para a
agricultura e para o turismo, além da dimensão dos depósitos de recursos minerais,
com destaque para o minério de ferro, o calcário e para o petróleo e, especialmente, o
gás, fonte energética alternativa para o futuro;
e) Disponibilidade de solos irrigáveis estimados em 700 mil hectares,
constituindo uma base importante para ampliação da agroindústria moderna e irrigada
no Estado, potencializando o desenvolvimento de uma agroindústria de elevado valor
agregado, atendendo aos mercados nacional e internacional;
f) Amplitude e beleza do litoral norteriograndense, constituindo um
importante atrativo para o turismo de lazer e entretenimento, tanto para o turismo
interno, quanto para o turismo internacional;
g) Existência de Universidades Públicas (UFRN, UFERSA, UERN e IFRN) que
começam a se mostrar mais atuantes, com Centros de Pesquisa e Laboratórios
importantes (inclusive no setor privado), além do fortalecimento da interiorização do
Instituto Federal do Rio Grande do Norte – IFRN, que atualmente totalizam 12 (doze)
instalados, dispondo de uma massa crítica de recursos humanos localizados em
segmentos importantes para o desenvolvimento tecnológico do Rio Grande do Norte;
h) Características culturais criativas e diversificadas que tornam o povo
norteriograndense ameno e cordial, favorecendo a recepção de turistas e investidores
com outra formação cultural.
Os indicadores sociais realçados no censo de 2010 sinalizam que estão



22


sendo reduzidos os índices: de analfabetos e de mortalidade infantil, ampliando-se o
nível de expectativa de vida do povo norteriograndense.
O desafio que este Plano Plurianual 2012-2015 se propõe é de manter o
que foi conquistado, corrigir distorções e omissões, e continuar crescendo com
sustentabilidade. Para tanto, é necessário promover a inclusão social de 405.000
norteriograndenses que estão na condição de extrema pobreza, distribuir de forma
equitativa a riqueza gerada no Estado, fazer a inclusão dos pobres, que são mais de
um milhão, no mercado, nos direitos de cidadania (educação de qualidade, saúde
com dignidade e eficiência), fazendo-os participar da vida social, política e
econômica.
Adotando uma postura pró-ativa dos seus atores sociais dentro das
circunstâncias mundiais e nacionais, definindo o futuro desejado e plausível, gerado
pela atuação construtiva e estratégica da sociedade e do governo estadual, o Rio
Grande do Norte estará no caminho certo rumo ao desenvolvimento social e
econômico, com sustentabilidade ambiental.

2. Por Regiões de Desenvolvimento
Espacialmente, o Estado está dividido em 8 (oito) Regiões de
Desenvolvimento (Agreste, Potengi e Trairi; Alto Oeste; Litoral Norte; Médio Oeste;
Mossoroense; Região Metropolitana; Seridó e Vale do Açu) que serviram de base
para, em 1997, ser elaborado o primeiro Plano de Desenvolvimento Sustentável com
uma visão sistêmica de todo o Estado, fundamentando suas estratégias no conceito de
desenvolvimento com sustentabilidade, promovendo um "processo de mudança e
elevação das oportunidades sociais que compatibilizem, no tempo e no espaço, o
crescimento econômico, a conservação dos recursos naturais e do meio ambiente, e a
eqüidade social".
Para assegurar essa sustentabilidade, é necessário que os processos
econômico-sociais e a proteção aos recursos ambientais tenham continuidade e
permanência no tempo. Além disso, o desenvolvimento sustentável pressupõe e deve



23


reforçar a adoção de uma gestão democrática, através do processo de participação
da sociedade nas definições sobre o futuro do Estado.

REGIÕES DE DESENVOLVIMENTO DO RIO GRANDE DO NORTE



Sinteticamente, as dimensões e os principais indicadores programáticos
estratégicos, por região, são:










24


a) SERIDÓ
¾ A Região do Seridó é formada por 28 municípios


SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (ecoturismo, serrano rural, negócios, eventos, caverna);
9 Agropecuária (pecuária leiteira e de corte, piscicultura, mandioca, cajucultura,
caprinocultura, culturas de vazante);
9 Indústria (confecções, cerâmica, laticínios, sapatos, indústria artesanal, pedra,
couro, madeira);
9 Mineral (feldspato, caulim, ferro, tungstênio);
9 Comercial (atacadista, varejista, supermercados).



25


b) LITORAL NORTE
¾ A Região do Litoral Norte é formada por 19 municípios


SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (sol e mar, ecoturismo);
9 Agropecuária (caprino e ovinocultura, pecuária leiteira, apicultura, abacaxi,
sisal);
9 Indústria (laticínios);
9 Mineral (petróleo, sal, ouro, calcário);
9 Comercial (varejista).










26


c) AGRESTE, POTENGI E TRAIRI
¾ A Região do Agreste, Potengi e Trairi é formada por 41 municípios



SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (ecoturismo, serrano);
9 Agropecuária (pecuária leiteira, abacaxi, caprino e ovinocultura, mandioca,
avicultura, cajucultura, piscicultura);
9 Indústria (confecções, agroindústria: mandioca, laticínios, castanha de caju)
9 Água marinha;
9 Comercial (varejista).




27


d) ALTO OESTE
¾ A Região do Alto Oeste é formada por 36 municípios


SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (serrano, religioso, ecoturismo);
9 Agropecuária (culturas alimentares, arroz, feijão, fava e milho, suinocultura,
cajucultura, caprinocultura, apicultura, piscicultura);
9 Indústria (agroindústria: castanhas de caju e doces, torrefação, mel de abelha,
confecções, carrocerias para caminhão);
9 Mineral (água marinha);
9 Comercial (varejista).






28


e) REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL
¾ A Região Metropolitana é formada por 10 municípios



SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (sol e mar, eventos religiosos, esporte radical);
9 Agropecuária (cana de açúcar, carcinicultura, piscicultura floricultura, pecuária
leiteira, mandioca, avicultura, fruticultura irrigada, culturas de vazante,
cajucultura);
9 Indústria (têxtil, confecções, bebidas, álcool, açúcar, movelaria, construção
civil, cerâmica, casa de farinha);
9 Mineral (água mineral, argila);
9 Comercial (atacadista, varejista, supermercados).



29


f) MÉDIO OESTE
¾ A Região do Médio Oeste é formada por 8 municípios



SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (ecoturismo);
9 Agropecuária (culturas alimentares: milho e feijão; cajucultura, alho,
piscicultura, caprino e ovinocultura);
9 Indústria (agroindústria: castanha de caju, laticínios, frutas, mel de abelha);
9 Mineral (água mineral, calcário, gipsita, petróleo, água marinha);
9 Comercial (varejista).






30


g) MOSSOROENSE
¾ A Região Mossoroense é formada por 6 municípios



SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (sol e mar, cultura, negócios, eventos);
9 Agropecuária (fruticultura irrigada: melão, manga e melancia; cajucultura,
caprino e ovinocultura, apicultura; culturas alimentares: milho e feijão; pecuária
leiteira e de corte; piscicultura);
9 Indústria (cimento, minerais metálicos, movelaria, papel e papelão, indústria
química, vestuário, calçados, tecidos, produtos alimentícios: beneficiamento de
castanha de caju e frutas; rações, indústria mecânica, cerâmica fina, indústria
salineira, torrefação);
9 Mineral (petróleo, gás, calcário, água mineral);
9 Comercial (atacadista, varejista, supermercados).



31


h) VALE DO AÇU
¾ A Região do Vale do Açu é formada por 11 municípios


SEGMENTOS DINÂMICOS DA ECONOMIA REGIONAL
9 Turismo (sol e mar, ecoturismo);
9 Agropecuária (fruticultura irrigada: melão, manga, melancia e banana;
piscicultura e carcinicultura);
9 Indústria (cerâmica; agroindústria: frutas e laticínios; mármore, salineira,
petrolífera, termoelétrica);
9 Mineral (petróleo, gás, calcário, sal, argila);
9 Comercial (varejista).



32


V V – – E EI IX XO OS S E ES ST TR RU UT TU UR RA AN NT TE ES S D DA A A AÇ ÇÃ ÃO O D DO O G GO OV VE ER RN NO O

Considerando a contextualização do Rio Grande do Norte no ambiente
econômico e social da atualidade e a influência de fatores nacionais e internacionais
nas propostas de solução dos problemas principais do Estado faz-se necessário a
identificação e adoção de eixos básicos para a orientação de suas políticas.
O esforço, neste sentido, indica uma preocupação fundamentada na
pobreza da grande parte de seus habitantes; a insuficiência nos serviços ligados a
educação, especialmente no que se refere a sua qualidade e adequação às novas
exigências profissionais; garantia de uma infra-estrutura logística que permita o
desenvolvimento das ações propostas nos campos econômicos, sociais e ambientais
sem obstáculos, com o aproveitamento das suas potencialidades considerando as
oportunidades geradas pela realidade atual, dentro de um enfoque de
sustentabilidade.
O PPA 2012-2015 se apóia em 03 (três) grandes eixos:
1. Combate à pobreza - RN SEM MISÉRIA;
2. Desenvolvimento Integrado Sustentável;
3. Gestão para Resultados.
Estes são os caminhos que nortearão todas as ações de governo,
traduzindo-se na oferta de oportunidades iguais de ascensão econômica e social para
todos os norteriograndenses.
As estratégias a serem implementadas ao longo do próximo quadriênio
possuem aderência com a realidade do Rio Grande do Norte e valorizam a
estabilidade macroeconômica do Estado permitindo alcançar um crescimento
sustentado e promover a inclusão da população em estado de pobreza sem, no
entanto, afetar o equilíbrio fiscal. Para isso são considerados os cenários orçamentário
e financeiro consistentes que não venham comprometer a capacidade gestora do setor
público.




33


Resumidamente, esses eixos sinalizam para as seguintes linhas de ação:

1. Combate à Pobreza - RN SEM MISÉRIA

Esta não é uma estratégia composta por obras que exijam a instalação de
“pedras fundamentais” ou de “placas de inauguração”, mas, representa um
investimento nas pessoas, minimizando as vulnerabilidades sociais e promovendo a
inserção econômica, social e cultural de nossas famílias.
Não se pode tolerar mais que a nossa capacidade de produção de
riquezas cresça enquanto milhares de indivíduos permaneçam excluídos dos benefícios
do desenvolvimento e continuem vivendo à margem da sociedade, em condições
indignas e desumanas.
O RN SEM MISÉRIA visa articular e integrar ações que ensejem a promoção
de defesa da vida, a garantia de renda, o acesso a serviços públicos e a inclusão
produtiva. O foco prioritário é atender às famílias com renda abaixo da linha de
pobreza (R$ 70,00 per capita), adotando o cadastro único para programas sociais do
Governo Federal como instrumento básico de identificação do público alvo e o
planejamento das ações propostas. O seu principal desafio é promover a inclusão
social da população extremamente pobre, tornando residual o percentual daqueles
que vivem abaixo da linha de pobreza.
O objetivo principal passa a ser o apoio ao cidadão até agora não
alcançado pelo direito de acesso aos programas de transferência de renda, levando-o
a ser incluído, de forma integrada, em ações e programas setoriais que atendam às
suas distintas necessidades, respeitando as diversidades geracionais, culturais e
territoriais.
Para isso, os Centros de Referencia da Assistência Social – CRAS, presentes
em todos os municípios do Estado, serão potencializados de forma a ampliar o
atendimento às pessoas incluídas no programa.
Trata-se de um PACTO ESTADUAL PARA COMBATER A POBREZA,
envolvendo o Governo Federal, gestores públicos estadual e municipais, poderes



34


Legislativo, Judiciário e Ministério Público, bem como setores produtivos, movimentos
sociais e a comunidade em geral.
As ações deste PACTO devem ocorrer em total sincronismo com as ações
propostas no Plano de Ação Governamental e as políticas públicas voltadas para o
desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Norte.
Por isso, o PLANO RN SEM MISÉRIA está estrategicamente, incorporado ao
PPA 2012-2015 como um dos eixos centrais de planejamento das ações de governo.
Dentre os programas e projetos que apoiarão, mais diretamente, o PLANO
RN SEM MISÉRIA, está o PROJETO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL, apoiado por um acordo de empréstimo em fase de negociação entre o
Governo do Estado e o Bando Mundial, com o objetivo de promover o
desenvolvimento econômico regional do RN, com inclusão social e sustentabilidade
ambiental.
No PLANO RN SEM MISÉRIA, em sua linha de promoção de defesa da
vida, destacam-se ações voltadas para a segurança do cidadão, defesa da criança e
do adolescente, defesa do cidadão, defesa da vida e inserção social.
Na busca de garantia de renda mínima são contemplados esforços visando
à elevação da renda familiar com inserção em programas de transferência de renda,
potencialização e instrumentalização dos Centros de Referência de Assistência Social –
CRAS e a complementação de renda do Programa Bolsa Família para jovens
matriculados no ensino médio.
O acesso aos serviços públicos tem por objetivo permitir à população em
maior vulnerabilidade social ter as suas carências fundamentais atendidas priorizando-
se os serviços de segurança, saúde, educação, saneamento básico, energia, inclusão
digital, cultura, esporte e lazer.
Quanto à inclusão produtiva urbana o projeto procura ampliar o acesso às
oportunidades de ocupação e renda, preparando a população economicamente ativa
para o mercado de trabalho e incentivando a geração de trabalho através de
iniciativas de empreendedorismo.



35


A inclusão produtiva rural prevê o fortalecimento da agricultura familiar
através da assistência técnica, fomento à produção através de cadeias produtivas,
distribuição de sementes, acesso à terra, produção de energia limpa e renovável e
qualificação profissional.
Aliada a estas iniciativas de cunho social, está em curso uma linha de
financiamento de pequenos negócios – Mão Amiga – apoiado por programas de
formação profissional comprometidos com a qualificação e a requalificação de mão de
obra, de modo assegurar a inserção da população do Estado no processo de
crescimento econômico, assim como o programa – Terra Viva – priorizando o pequeno
agricultor e agricultura familiar, assegurando apoio técnico e financeiro ao homem do
campo, garantia de safra, oferta de sementes e corte de terras.

2. Desenvolvimento Integrado Sustentável

Trata-se da busca do desenvolvimento integrado sustentável que visa
aproveitar as oportunidades e viabilidades identificadas no Estado, apoiado por um
novo padrão de gestão e com uma visão de longo e médio prazos.
Para isso, é imprescindível ampliar a capacidade do Governo de poder
funcionar como articulador e apoiador do desenvolvimento econômico do Estado,
possibilitando a elevação de renda e a melhoria da qualidade de vida da população
potiguar.
O desenvolvimento econômico envolve avanços na infraestrutura logística
com a recuperação de rodovias, portos, aeroportos e o desenvolvimento com foco nas
cadeias produtivas, que é um setor estratégico para garantir a sustentabilidade. Sem
estas providências, os gargalos que impedem o desenvolvimento do Estado ficam
evidentes e retardam a efetividade e a concretização dos objetivos desejados.
Com respeito à dimensão ambiental, a questão dos recursos hídricos e da
desertificação são de vital importância para a população, exigindo a adoção de
medidas mitigadoras em relação à degradação do solo, proteção dos recursos



36


naturais, manejo de culturas, oferta de recursos hídricos e ações de saneamento
ambiental.
Felizmente, o mundo está adquirindo a consciência de que cuidar do meio
ambiente não é obsessão de radicais, mas, uma obrigação responsável de todos.
O Rio Grande do Norte está comprometido com esta questão crucial.
Torna-se necessário conciliar o desenvolvimento desejado com a preservação do meio
ambiente. Ou aprendemos a crescer velando e cuidando de nossa casa, ou nossos
filhos e netos pagarão preço elevado por nossa negligência e irresponsabilidade.
Preservar o meio ambiente é um compromisso que temos de assumir com as futuras
gerações.
O Desenvolvimento Integrado Sustentável passa a ser, também, um dos
eixos estruturantes e estratégicos do PPA 2012-2015, considerando que o mesmo
prioriza e integra um conjunto de programas e ações multisetoriais voltadas para o
desenvolvimento socioeconômico do Estado.
Trata-se de um esforço no sentido de se promover desenvolvimento
econômico com inclusão social e sustentabilidade ambiental, visando contribuir para
uma melhor distribuição de renda e uma maior inclusão social.
Isto se dá mediante o fortalecimento das cadeias e dos arranjos produtivos
locais, com foco no acesso aos mercados, ações voltadas para o combate à miséria, a
ampliação e melhoria da infraestrutura socioeconômica e de uma melhor oferta de
serviços essenciais e básicos de saúde, segurança e educação.
Com resultados esperados, se prevê a construção de um ambiente
saudável, competitivo e atrativo para investimentos e o fortalecimento do aparelho
estatal na condução do processo de desenvolvimento, passando pela concepção e
implantação de um modelo de planejamento e gestão adequado aos desafios
enfrentados e aos compromissos assumidos.






37


3. Gestão para Resultados

O enfoque central deste eixo básico reside na busca da melhoria do
desempenho do Governo em sua função condutora do processo de desenvolvimento
sustentável do Estado, especialmente, como agente indutor, regulador e controlador.
O aumento da competitividade de um Estado é diretamente afetado pela
eficiência/efetividade, responsabilidade e capacidade de resposta do setor público.
Para que o setor produtivo cresça, de maneira sustentável, é necessário que a área
pública crie um ambiente propício ao espírito empreendedor.
A realidade encontrada pelo atual governo exige que seja implementado
um novo sistema de gestão no setor público, capaz de equilibrar as contas, aumentar o
volume de recursos destinados a investimentos, respeitar o cidadão e valorizar o
servidor público.
O modelo de gestão pautado no estabelecimento de metas e mecanismos
de cobrança de resultados deve ser consolidado e adotado como prática permanente.
Isto implica em:
9 Diagnóstico correto dos problemas, suas causas e conseqüências,
para ser efetivo na ação;
9 Identificação de fontes e disponibilidade de recursos e mobilização
de fontes financeiras alternativas, quando necessárias;
9 Avaliação dos recursos humanos disponíveis, sua qualificação,
conhecimento do problema e motivação para o trabalho;
9 Estabelecimento de metas factíveis;
9 Implementação de mecanismos de monitoramento e avaliação das
ações;
9 Avaliação de resultados; e,
9 Reconhecimento e valorização de mérito dos gestores e executores.

Tudo isto deve ser feito dentro de arcabouço jurídico e institucional que
garanta segurança, confiabilidade e transparência nas ações e na aplicação de



38


recursos públicos, com projetos específicos e bem definidos de gerenciamento de
despesas, gerenciamento da receita e gerenciamento de processo e de projetos.
Ações específicas devem ser adotadas, dentre as quais, destacam-se:
a) Desenvolvimento, teste e implantação de um processo sistemático e
continuado de planejamento e gestão estratégicos, envolvendo as estruturas gerenciais
do Estado;
b) Revisão dos processos atuais e a remodelagem de processos e
procedimentos geradores de informações gerenciais em apoio às decisões
governamentais, especialmente no âmbito do planejamento e da gestão orçamentária
e financeira;
c) Instituição e o aperfeiçoamento de mecanismos de monitoração e
avaliação das ações de governo, bem como das formas de comunicação e
gerenciamento das informações, com estruturação de um banco de dados confiável e
integrado aos sistemas gestores dos recursos humanos, orçamentários e financeiros;
d) Complementação da estrutura de infovia e de inclusão digital;
e) Aperfeiçoamento dos sistemas de controle e organização patrimonial;
f) Desenvolvimento e implantação de contratualização e monitoramento de
resultados no âmbito de todos os órgãos de governo, estabelecendo indicadores de
desempenho;
g) Implantação de infraestrutura governamental e de equipe de apoio aos
investimentos produtivos; e,
h) Desenvolvimento de amplo programa de renovação, qualificação,
requalificação e motivação dos servidores públicos estaduais.
Estas diretrizes adotadas proporcionarão melhoria expressiva nos processos
de planejamento e gestão pública, como um todo, permitindo maior segurança na
tomada de decisões e maior agilidade, eficiência e efetividade na prestação dos
serviços públicos à população.




39


VI – PROGRAMAS POR MACRO-OBJETIVOS E POR EIXOS

Os Macro-objetivos do PPA 2012-2015 orientam e definem o foco das
ações governamentais, de acordo com as seguintes diretrizes:
1. Promover a capacidade intelectual e laborativa da população potiguar,
com ações dirigidas para a educação de qualidade, para o desenvolvimento da
ciência, da tecnologia e da inovação e para valorização da cultura popular.
2. Promover ações voltadas para uma vida saudável, que compreendem o
acesso universal aos serviços de saúde de qualidade, à prática esportiva, promovendo
um ambiente social harmônico e pacífico.
3. Dinamizar a base econômica, garantindo a sustentabilidade e a geração
de emprego e renda.
4. Ampliar e modernizar a infraestrutura socioeconômica com uma logística
integrada e eficiente.
5. Otimizar a qualidade dos serviços públicos, garantindo uma gestão
eficiente, transparente e democrática.

1. Programas por Macro-objetivos
De acordo com os Macro-Objetivos do PPA 2012-2015, os diversos
programas governamentais, em consonância com os eixos centrais de ação, estão
assim distribuídos:
1.1 – PROMOVER A CAPACIDADE INTELECTUAL E LABORATIVA DA POPULAÇÃO
POTIGUAR, COM AÇÕES DIRIGIDAS PARA A EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, PARA O
DESENVOLVIMENTO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA INOVAÇÃO E PARA
VALORIZAÇÃO DA CULTURA POPULAR
1601 Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos SEARH 68
1707 Inovação e Gestão no Agronegócio SAPE 69
1801 Planejamento, Acompanhamento Pedagógico e Avaliação SEEC 70
1802 Desenvolvimento e Valorização Profissional SEEC 71



40


1803 Tecnologia, Gestão da Informação e Educacomunicação SEEC 72
1804 Qualidade Pedagógica e Social da Educação Básica e
Profissional
SEEC 73
1805 Expansão e Melhoria da Estrutura Física da Rede Estadual de
Ensino
SEEC 75
1822 Valorização, Dinamização e Divulgação da Produção Cultural
e Artística do Estado
FJA 76
1823 Programa Mais Cultura FJA 77
1824 Modernização da Fundação José Augusto FJA 78
1825 Escolas Culturais FJA 79
1832 Atualização e Ampliação do Sistema de Bibliotecas da
Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
FUERN 80
1841 Formação de Professores e Profissionais de Educação IESPK 81
2001 Apoio à Difusão e Divulgação do Conhecimento FAPERN 82
2071 Estruturação da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do
Rio Grande do Norte
FAPERN 83
2073 Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento
Social
FAPERN 84
2074 Expansão e Consolidação do Sistema Estadual de Ciência,
Tecnologia e Inovação
FAPERN 85
2075 Inovação Tecnológica nas Empresas SEDEC 86
2076 Planejamento, Desenvolvimento e Inovação em Áreas
Estratégicas
FAPERN 87
2743 Educação, Comunicação e Divulgação Ambiental IDEMA 88

1.2 – PROMOVER UMA VIDA SAUDÁVEL, QUE COMPREEDEM O ACESSO
UNIVERSAL AOS SERVIÇOS DE SAÚDE DE QUALIDADE, À PRÁTICA ESPORTIVA,
PROMOVENDO UM AMBIENTE SOCIAL HARMÔNICO E PACÍFICO
1111 Defensoria Pública na Comunidade: Educação em Direitos DEFENSORIA 89
1184 Garantia e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente GAC 90



41


1501 Paz Social e Segurança Cidadã PM 91
1821
Dinamização e Valorização de Espaços Culturais e de Bens
Históricos
FJA 93
2302 Proteção Civil SEJUC 95
2303
Promoção e Proteção aos Direitos Humanos e as Pessoas
Portadoras de Necessidades Especiais
SEJUC 96
2304 Menos Preso e Mais Cidadão SEJUC 97
2305 Proteção e Defesa do Consumidor SEJUC 98
2307 Promoção da Igualdade Racial SEJUC 99
2308 Cidadania Feminina SEJUC 100
2309 Promoção e Valorização da Juventude SEJUC 101
2405 Redes de Atenção Integral, Promoção e Vigilância à Saúde SESAP 102
2406
Expansão e Melhoria da Estrutura Física e Tecnológica da
Saúde
SESAP 104
2407 Gestão de Pessoas e da Educação em Saúde SESAP 105
2408 Fortalecimento da Política de Assistência Farmacêutica no RN SESAP 106
2409 Regionalização Solidária em Saúde SESAP 107
2502 Rio Grande do Norte – Social SIN 110
2531
Educação e Fiscalização para o Trânsito e Melhoria do
Sistema Viário
DETRAN 112
2606 Nutrição e Segurança Alimentar SETHAS 113
2607 Programa de Enfrentamento a Pobreza SETHAS 114
2616 Trabalho, Ocupação e Renda SETHAS 115
2621 Atendimento à Criança e ao Adolescente FUNDAC 116
2631 Habitação para Baixa Renda CEHAB 118
2705 Gestão Participativa de Recursos Hídricos SEMARH 120
2708 Pequenos Sistemas de Abastecimento de Água Comunitários SEMARH 121
3105
Programa de Organização Fundiária e Apoio ao Processo de
Reforma Agrária do Estado do RN - PROFARA
SEARA 122



42


3302 O Esporte como Inclusão Social SEEL 123
3306 Esporte, Ação e Lazer nas Cidades SEEL 124
3307 RN no Esporte de Alto Rendimento SEEL 125

1.3 – DINAMIZAR A BASE ECONÔMICA, GARANTINDO A SUSTENTABILIDADE
AMBIENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA
1701 Agronegócio da Fruticultura SAPE 126
1702 Agronegócio da Pecuária SAPE 127
1703 Agronegócio da Pesca e da Aquicultura SAPE 128
1704 Apoio à Agricultura Familiar SAPE 129
1705 Pequenos Negócios Rurais e Urbanos SAPE 131
2002 Desenvolvimento e Desconcentração Industrial SEDEC 132
2003 Organização e Apoio aos Arranjos Produtivos Locais FAPERN 134
2005 Promoção da Atividade Empresarial do RN SEDEC 135
2007 Programa de Desenvolvimento Energético SEDEC 136
2009 Programa de Desenvolvimento Mineral SEDEC 137
2702 Construção, Ampliação e Recuperação de Adutoras e Canais SEMARH 138
2703 Construção, Ampliação e Recuperação de Barragens e Açudes SEMARH 139
2704 Construção, Ampliação e Recuperação de Poços e Dessalinizadores SEMARH 140
2706 Implantação de Projetos Hidroagrícolas SEMARH 141
2707 Operação e Manutenção da Infraestrutura Hídrica SEMARH 142
2711 Retificação e Conservação de Canais Naturais SEMARH 143
2713 Programa Semiárido Potiguar – PSP SEMARH 144
2715 Saneamento Ambiental SEMARH 145
2717 Ações Preventivas e Corretivas em Situação de Eventos Extremos SEMARH 148
2741 Incentivo ao Progás IDEMA 149



43


2742 Conservação e Recuperação Ambiental IDEMA 150
2747 Promoção da Sustentabilidade Ambiental do RN IDEMA 151
2801 Programa de Regionalização do Turismo SETUR 152
2803 Programa de Desenvolvimento do Turismo – PRODETUR SETUR 154
2804 Qualificação dos Equipamentos, Serviços e Produtos Turísticos SETUR 155
2805 Programa de Sustentabilidade Turística SETUR 156
2822 Marketing Turístico do Rio Grande do Norte EMPROTUR 157
3102 Crédito Fundiário SEARA 158
3106 Apoio ao Desenvolvimento Rural SEARA 159


1.4 – AMPLIAR E MODERNIZAR A INFRAESTRUTURA SOCIOECONÔMICA COM UMA
LOGÍSTICA INTEGRADA E EFICIENTE
1706 Serviços e Infraestrutura de Apoio ao Agro SAPE 160
1831
Adequação e Modernização da Infraestrutura da Fundação
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
FUERN 162
1833
Implantação da Infraestrutura Física da Faculdade de Ciências da
Saúde
FUERN 164
1902 Promoção do Desenvolvimento Econômico e Social SEPLAN 165
2022 Melhoria e Expansão da Malha da Rede de Gasodutos POTIGAS 167
2306 Reestruturação do Sistema Penitenciário SEJUC 168
2501 Rio Grande do Norte – Urbano SIN 170
2503 Rio Grande do Norte - Energia SIN 173
2521 Desenvolvimento de Infraestrutura Aeroportuária DER 175
2523 Pavimentação e Implantação de Rodovias e Obras d’Artes Especiais DER 176
2524 Restauração e Melhoramento da Malha Rodoviária Básica DER 177
2526 Sistema de Transporte Intermunicipal de Passageiros – STIP DER 178



44



1.5 – OTIMIZAR A QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, GARANTINDO UMA
GESTÃO EFICIENTE, TRANSPARENTE E DEMOCRÁTICA
0101
Qualificação, Aperfeiçoamento Profissional e Valorização
dos Recursos Humanos da Assembléia Legislativa
AL 179
0102 Reestruturação e Modernização dos Trabalhos Legislativos AL 180
0103 Comunicação e Divulgação da Assembléia Legislativa FDM 181
0104
Reestruturação e Modernização do Instituto Legislativo
Potiguar
AL 182
0201 Aperfeiçoamento do Controle Externo TCE 183
0202 Melhoria Funcional do Tribunal de Contas do Estado TCE 184
0407 Prestação Jurisdicional no Estado TJ 185
0408 Otimização da Gestão do Poder Judiciário TJ 186
0409 Reaparelhamento e Modernização do Poder Judiciário TJ 188
1102
Modernização do Sistema de Comunicação do Estado do
RN
ASSECOM 190
1110
Reestruturação, Modernização, Humanização dos
Serviços de Assistência Jurídica Integral e Gratuita
DEFENSORIA 191
1130 Modernização da Consultoria Geral do Estado CGE 192
1140 Melhoria Funcional da Procuradoria Geral do Estado PGE 193
1160 Desenvolvimento do Controle Interno CONTROL 194
1181 Gestão Integrada das Políticas de Governo GAC 195
1182 Modernização do Gabinete Civil GAC 196
1185 Reestruturação e Adequação do Centro Administrativo GAC 197
1201 Modernização da Vice-Governadoria GVG 198
1401
Estruturação e Modernização Administrativa da
Procuradoria Geral de Justiça
PGJ 199
1403
Desenvolvimento Institucional da Procuradoria Geral de
Justiça
PGJ 200
1602 Modernização da Gestão Pública Estadual SEARH 201



45


1603
Modernização da Logística Administrativa e da Tecnologia
de Informação
SEARH 202
1621 Modernização dos Serviços Previdenciários IPERN 203
1631
Gestão do Acervo Imobiliário e Patrimonial da
DATANORTE
DATANORTE 204
1806
Gestão das Políticas Educacionais e Desenvolvimento
Humano e Social
SEEC 205
1901 Fortalecimento Institucional do Planejamento e da Gestão SEPLAN 207
2008
Modernização da Secretaria de Estado do
Desenvolvimento Econômico
SEDEC 208
2026
Ampliação e Modernização do Instituto de Pesos e
Medidas do Rio Grande do Norte
IPEM 209
2101
Modernização e Reestruturação dos Serviços da Política
Técnico-Científica
ITEP 210
2102
Gestão Integrada do Sistema Estadual de Segurança
Pública
SESED 211
2110 Modernização da Polícia Civil PC 213
2201
Modernização e Reestruturação da Administração Fiscal
do Estado
SET 215
2301 Central do Cidadão SEJUC 217
2311
Estruturação e Modernização da Secretaria de Estado da
Justiça e da Cidadania
SEJUC 218
2504
Reestruturação e Modernização da Secretaria de
Infraestrutura
SIN 219
2522
Modernização Administrativa e Tecnológica do
Departamento de Estradas de Rodagem
DER 220
2533
Modernização Administrativa e Reestruturação Física do
DETRAN
DETRAN 221
2541
Regulação, Controle e Fiscalização dos Serviços Públicos
Concedidos
ARSEP 222
2619 Gestão da Política Estadual da Assistência Social – SUAS SETHAS 223
2710
Reestruturação Organizacional da Secretaria de Estado do
Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – SEMARH
SEMARH 225



46


2714
Fortalecimento das Políticas Ambiental e de Recursos
Hídricos
SEMARH 226
2723 Desenvolvimento Institucional CAERN 228
2732
Estruturação Física e Organizacional do Instituto de
Gestão das Águas do Rio Grande do Norte
IGARN 229
2744 Fortalecimento da Gestão Ambiental IDEMA 230
2745
Planejamento e Gestão Integrada da Zona Costeira do
Estado
IDEMA 231
2746 Gestão e Desenvolvimento Florestal IDEMA 232
2821 Estruturação da Empresa Potiguar de Promoção Turística EMPROTUR 233
3104
Modernização e Fortalecimento Institucional da Secretaria
de Assuntos Fundiários e de Apoio à Reforma Agrária
SEARA 234
3201
Reestruturação e Ampliação dos Serviços do Corpo de
Bombeiros Militar
C.BOMBEIROS 235
3303 Modernização da SEEL SEEL 237

2. Por Eixos

Quanto aos eixos norteadores da ação governamental, os programas e
projetos já definidos, estão assim distribuídos:

2.1 Combate à Pobreza – RN SEM MISÉRIA
x Redes de Atenção Integral, Promoção e Vigilância à Saúde;
x Fortalecimento da Política de Assistência Farmacêutica no RN;
x Qualidade Pedagógica e Social da Educação Básica e Profissional;
x Expansão e Melhoria da Estrutura Física da Rede Estadual de Ensino;
x Gestão Integrada do Sistema Estadual de Segurança Pública.
x Programa de Enfrentamento a Pobreza;
x Gestão da Política Estadual de Assistência Social;
x Nutrição e Segurança Alimentar;
x Habitação para Baixa Renda;



47


x Trabalho, Ocupação e Renda;
x Promoção da Sustentabilidade Ambiental.

2.2 Desenvolvimento Integrado Sustentável
x Projeto Integrado de Desenvolvimento Sustentável – RN Sustentável;
x VLT – Metropolitano;
x Construção de Acessos ao Novo Aeroporto;
x Melhoria e Expansão da Infraestrutura da Rede de Gasodutos;
x Saneamento Ambiental;
x Programa Semiárido Potiguar;
x Programa de Desenvolvimento do Turismo - PRODETUR;
x Construção de Adutoras e Canais;
x Construção de Barragens;
x Programa de Gestão e Desenvolvimento Florestal;
x Implantação e Pavimentação de Rodovias e Obras D’artes Especiais
x Construção da Via Norte Sul;
x Modernização da Infraestrutura Aeroportuária;
x Implantação e Operacionalização de Centros Tecnológicos;
x Desenvolvimento e Desconcentração Industrial;
x Infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 e
x Estádio Arena das Dunas – Parceria Pública Privada.

2.3 Gestão para Resultados
x Modernização da Gestão Pública;
x Planejamento, Qualidade e Excelência na Gestão Pública da Saúde;
x Estudos e Planejamento na Área de Recursos Hídricos, Meio Ambiente e
Saneamento;
x Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Social;
x Gestão das Políticas Educacionais e Desenvolvimento Humano e Social;
x Gestão Integrada do Sistema Estadual de Segurança.



48


VII – PROGRAMAS E PROJETOS ESTRATÉGICOS – Parcerias e
Oportunidades

Estão em andamento iniciativas e oportunidades que possibilitam a
consolidação de inúmeros programas e projetos estruturantes que apoiarão a
construção de um novo cenário econômico e social par o Rio Grande do Norte.
Viabilizá-las é o maior desafio a enfrentar por todos os segmentos gestores do Estado.
No momento, visualizam-se os seguintes programas e projetos estruturantes,
inter e intraregionais, em diversos estágios de consolidação:

a) Projeto da Arena das Dunas e Obras de Infraestrutura para Copa do
Mundo de 2014

O regime de Parceria Pública Privada – PPP, adotado pelo Governo Federal
para alguns investimentos, foi o caminho utilizado pelo Governo do Estado do Rio
Grande do Norte para viabilizar o Projeto Arena das Dunas com o objetivo de
assegurar ao Estado o direito de ser sede de jogos da Copa do Mundo em 2014.
O Estádio Arena das Dunas será construído até 30 de dezembro de 2013.
Outros investimentos e oportunidades são as obras de infra-estrutura para o
evento da Copa do Mundo, em parceria com a Prefeitura de Natal e a Iniciativa
Privada.
As obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2014 em Natal têm
dois eixos de atuação e uma divisão de recursos entre os governos municipal e estadual.
Em paralelo, outros projetos que envolvem melhorias de rodovias, trechos de avenidas e
acesso ao aeroporto, também estão no mesmo contexto, com o prazo de conclusão de
todas as obras até dezembro de 2013.








49


b) Mineração

No segmento da Mineração, o Rio Grande do Norte explora ouro desde a
década de 20, mas de forma rudimentar. O setor tem uma participação de grupos
estrangeiros, atuando na reativação de duas jazidas de ouro. A Mina São Francisco,
que fica a 26 km de Currais Novos, administrada pelo grupo australiano Crusader,
deverá contratar 450 pessoas. Enquanto isso, A Mina Bom Fim, que fica no município
de Lajes, administrada pela empresa goiana Mineradora Nosso Senhor do Bom Fim,
deverá contratar 350 pessoas na região, das quais 120 já foram contratadas.
A Mina São Francisco, situada no município de Jucurutú, se dedica à
exploração de jazida de ferro.
Em um novo cenário econômico, a pauta comercial aponta expectativas
positivas de crescimento para o setor mineral do Rio Grande do Norte. No acumulado
até abril, as vendas de granito, oitavo produto no ranking das exportações do estado,
atingiram U$ 2,7 milhões contra U$ 873,6 mil no ano passado e U$ 245,5 mil em
2009.
O tungstênio (scheelita), outro produto responsável pelos bons números da
mineração na balança comercial, registrando U$ 629,2 mil em vendas até abril
enquanto no mesmo período do ano passado só tinha comercializado U$ 168,5 mil, o
que representa um crescimento de 273,4%.
A mineração é uma das maiores riquezas do Rio Grande do Norte e os bons
números das exportações atestam a importância da atividade para o novo momento
da economia potiguar. Portanto, é uma atividade merecedora de uma política de
incentivo público.
Há expectativas que esses números continuem em alta com a reativação de
três minas de ouro nas regiões Seridó e Angicos, novas pesquisas de áreas de minério
de ferro e exploração de scheelita, dolomita, feldspato em diferentes municípios
seridoenses e rochas ornamentais na região do Apodi. A exploração de novas áreas e
a retomada de antigas minas poderão contribuir para o crescimento da atividade no



50


Estado.
O Governo firmou protocolo de intenções com empresa voltada para a
produção de Cal, a lCAL, que chega ao Rio Grande do Norte se instalando na cidade
de Baraúna com investimento projetado na ordem de R$ 300 milhões com a geração
estimada de 200 empregos diretos e 1.000 indiretos.
Outra Empresa que firmou protocolo de intenções foi à fábrica de cimentos
Mizu, do Espírito Santo, com o ato concessivo do Programa de Apoio ao
Desenvolvimento Industrial (PROADI).
Outra iniciativa do governo resultou no ato concessivo do Programa de
Apoio ao Desenvolvimento Industrial (PROADI) beneficiando a Prime Mineração. A
iniciativa vai gerar um investimento da ordem de R$ 6,5 milhões no empreendimento e
será responsável pela geração de 163 empregos diretos e 400 indiretos, beneficiando
as cidades de Santana do Seridó, Parelhas, Equador e outros municípios da região
Seridoense.
A exploração de feldspato, argilas, barita, albita, quartzo, cal, caulim,
calcita e dolomita, minérios utilizados na indústria de vidro, tinta e verniz, papel,
revestimento de louças e cerâmicas, destinará 95% da produção para abastecer
fábricas consumidoras nos estados do Nordeste, Sul e Sudeste.

c) Zonas de Processamento de Exportação – ZPE

Na composição das oportunidades estão os Projetos das Zonas de
Processamento de Exportação - ZPE em Assu e Macaíba, que estão em estágios pré
operacionais, os quais compõem os 9 (nove) Projetos localizados no Nordeste.
Dentre as vantagens oferecidas para as empresas que se instalarem em
ZPE’s estão os incentivos fiscais e tributários.
A base legal para implementar referidos projetos já existe. De acordo com a
Lei 6.814 de 2009, o Poder Executivo fica autorizado a criar, nas regiões menos
desenvolvidas, Zonas de Processamento de Exportação – ZPE’s, sujeitas ao regime



51


jurídico instituído por esta Lei, com a finalidade de reduzir desequilíbrios regionais, bem
como fortalecer o balanço de pagamentos e promover a difusão tecnológica e o
desenvolvimento econômico e social do País.

d) Energia Eólica

Neste segmento, o Rio Grande do Norte está na primeira posição no Brasil,
em termos de investimentos a serem realizados.
Existem, atualmente, 55 projetos relacionados à energia eólica em
construção no RN, o que soma 1.800 MW de capacidade instalada. "O Ceará está em
segundo lugar e, embora tenha mais projetos em operação, possuem 866 MW
outorgados. Atualmente o Rio Grande do Norte é o maior pólo de energia eólica do
país, com 50% de toda a capacidade nacional.
O Estado possui, atualmente, dois parques eólicos em operação e outros 62
deverão estar em funcionamento até 2013. A intenção governamental é destinar parte
dos lucros obtidos com a produção de energia limpa na implantação de uma central
de estudo.
O Governo do Estado tem a intenção de instalar o maior Centro de
Tecnologia de energia eólica do mundo, segundo informações da Secretaria de
Desenvolvimento Econômico.
A intenção governamental é destinar parte dos lucros obtidos com a
produção de energia limpa para a construção da central de estudos.
O governo estuda, também, a possibilidade de implantação de uma
montadora especializada na produção de peças utilizadas na construção dos parques
eólicos no RN. Este empreendimento resultará em geração de emprego, renda e ainda
minimizará os gastos com o transporte de peças.










52


e) Investimentos da PETROBRAS no RN

Agora é no mar que o Estado – um dos maiores produtores em terra do
chamado "ouro negro" – irá iniciar a exploração. Com o declínio natural das reservas
de petróleo no continente, a unidade potiguar da Petrobras destinará robustos
investimentos na prospecção por reservatórios marítimos.
Até o final de 2011, a empresa irá perfurar poços em águas mais profundas,
com o objetivo de fazer novas descobertas. Atualmente a Bacia Potiguar mantém uma
produção diária de 70 mil barris de petróleo – apenas o RN produz 62 mil barris,
número que já foi de 100 mil barris.
A Petrobras Biocombustível deverá investir cerca de R$ 2 milhões no
Programa Nacional de Biocombustível (PBIO) no Rio Grande do Norte, na safra
2010/2011.
A Petrobras Biocombustível tem estudos que mostram um potencial de 70 mil
agricultores familiares, porém ainda é "tímido" o número de cadastrados (1.386),
distribuídos em 23 municípios das regiões do Seridó, Trairi e Oeste, incluindo o Alto
Oeste, onde haverá prospecção de novas áreas de mamona. Em apenas 6 municípios
serão feitos plantios de girassol.
A área cadastrada para o plantio de mamona e girassol na safra
2010/2011 é de 2.471 hectares, enquanto o volume de sementes selecionadas está
sendo de 19 toneladas, com a garantia de compra de 330 toneladas dos dois tipos de
oleaginosa.
A Refinaria Clara Camarão é uma das cinco unidades de refinos projetados
pela PETROBRAS para elevar em 1.2 milhões de barris/dia, até 2015. A Refinaria vai
transformar o Rio Grande do Norte no único Estado do país com autosuficiência na
produção de todos os tipos de combustíveis derivados de petróleo.
A produção de diesel no RN gira em torno de 50 mil m³/mês. A demanda
do Estado fica em torno de 35 mil³/mês. O saldo de 15 mil³/mês é comercializado no
interior do Ceará e da Paraíba. Por sua vez, a produção anual de querosene de



53


aviação no Rio Grande do Norte está registrando em torno de 117 mil/m³ para atender
principalmente à demanda do Aeroporto Augusto Severo (consumo anual em torno de
108 mil/m³).

f) Aeroporto de São Gonçalo do Amarante

A conclusão e o início de operação do aeroporto de São Gonçalo do
Amarante já não parecem um sonho. A concessão de privatização do terminal aéreo
inaugura um novo modelo para o setor em todo o País. O leilão já realizado na BM&F
BOVESPA superou as expectativas, levando a crer na possibilidade do novo terminal
aéreo se transformar em referência internacional.
O cronograma para os próximos anos está definido, havendo o
compromisso formal de o novo aeroporto entrar em operação antes da copa de 2014.
Os resultados obtidos devem ser encarados como uma das maiores vitórias
do Estado nos últimos anos, compensando perdas recentes como a refinaria de
petróleo e a nossa exclusão no percurso da Ferrovia Transnordeste.
Com este investimento, um novo e gigantesco nicho de desenvolvimento se
descortina capaz de incluir o Rio Grande do Norte nas grandes rotas econômicas
mundiais e de criar novas e promissoras perspectivas de transformação da economia
do Estado, tornando-o um entreposto continental.
O novo aeroporto significa, também, a atração de novos investimentos
nacionais e estrangeiros, um novo impulso para economia estadual, a viabilização das
ZPE’s e muito mais empregos para os norteriograndenses.

g) Produção de Atum e Camarão

Motivada pela desvalorização do dólar e pelo declínio do consumo, a
exportação de albacora bandolim e albacora amarela frescas, espécies de atum
exportado pelo Rio Grande do Norte, caiu pelo menos 28,94% entre janeiro e abril de
2011, em relação ao mesmo período do ano passado.



54


A expectativa é que uma joint venture firmada entre a empresa de pesca do
Rio Grande do Norte Atlântico Tuna e a Japan Tuna, maior empresa de pesca atuneira
do Japão, ajude a amenizar a situação.
Os atuneiros arrendados pela empresa potiguar empregam tecnologia de
ponta, que permite capturar atuns em até 400 metros de profundidade e congelá-los a
menos de 60 ºC. A atividade pesqueira beneficia quase 50 setores diferentes.
Na condição atual do câmbio, parte do atum brasileiro segue para a mesa
dos brasileiros. “Com a crise, o mercado interno passou a absorver o que ia para o
exterior. Antes da crise, o RN exportava entre 70% e 80% do pescado. Além da
questão cambial, outros fatores contribuem para a baixa nas exportações, como por
exemplo, a alta nos insumos (isca e óleo diesel), falta de mão-de-obra qualificada e
tecnologia inadequada.
A produção de camarão, por sua vez, no Rio Grande do Norte, deve
crescer 25% em 2011, o que permite a produção em 25 mil toneladas. No Brasil, a
produção deve subir 13,3%. Apesar do avanço, o estado não retoma a posição de
liderança no País, atualmente ocupada pelo Ceará.
Em 2010, a produção de camarão foi reduzida em 10,33%. O Estado
perdeu 2 mil hectares de área de produção e deixou de ser o maior produtor de
camarão do País. A redução foi consequência das enchentes registradas em 2008 e
2009 e também das oscilações do câmbio. O setor se recuperou e superou a questão
cambial, destinando quase toda a produção para o mercado interno. Atualmente,
97% da produção nacional é comercializada dentro do próprio País. A meta, é voltar a
exportar e recuperar a posição que sempre foi ocupada pelo estado, a liderança.
Melhorias no Porto de Natal e estudos de viabilidade de um novo terminal
marítimo estruturado para receber navios de grande porte são investimentos
indispensáveis para o crescimento do setor e o apoio a outros segmentos econômicos.






55


h) Ciência, Tecnologia e Inovação

Os setores estratégicos como Gestão de Políticas Públicas, Energia,
Biotecnologia, Neurociências e Nanociências representam grandes oportunidades no
desenvolvimento da área de saúde. Mas também podem ser aplicadas no
desenvolvimento produtivo do Rio Grande do Norte em virtude de suas características
físicas, estrutura produtiva e base científica e tecnológica instalada. Embora o Estado
apresente escassos recursos hídricos para aproveitamento energético, dispõe de
razoáveis reservas de petróleo e gás natural, segundo e terceiro produtor nacional,
respectivamente, além de apresentar grande potencial para a produção de energias
renováveis, como energia solar, eólica e de biomassa, sendo que esta última poderá
ser processada para a obtenção de etanol e biodiesel.
No que se refere à Biotecnologia, há possibilidades do seu desenvolvimento
para a agropecuária (alimentos e insumos agroindustriais) e a indústria farmacêutica. O
desenvolvimento de cultivares resistentes à seca, gerando para o pequeno e médio
produtor rural maior produtividade e renda em seus empreendimentos. O mesmo
poderá ocorrer com linhagens de animais tipicamente tropicais, como os caprinos, os
quais poderão ter maior produtividade em carne e leite. Flores tropicais e a apicultura
representam outras atividades com grande potencial de desenvolvimento, uma vez que
a sinergia entre os mesmos permite alta produtividade e excelente qualidade de mel,
própolis, geléia real e cera de abelha, conforme diversas experiências desenvolvidas
no semi-árido nordestino.
O desenvolvimento de material genético transgênico apropriado poderá
permitir o crescimento de novas atividades voltadas para a produção de biomassa com
aplicação energética, seja com o uso de variedades vegetais melhor adaptadas à
região, como soja, girassol, palma e outras oleaginosas, sejam com a introdução de
microalgas que potencializem o uso de fósforo e outros nutrientes disponíveis na
maioria dos reservatórios na região semi-árida. Neste contexto, a biotecnologia reúne
o potencial para o desenvolvimento de novas variedades e linhagens que poderão



56


aumentar a produtividade regional e permitir um desenvolvimento sustentável com
equidade social.
Outra área estratégica é a Nanociência que apresenta um amplo leque de
aplicações em Ciência dos Materiais, na Indústria Farmacêutica, na Biologia, na
Medicina, na pesquisa de petróleo, no setor de energias renováveis e em outras áreas.
Por exemplo, com a ajuda da Nanotecnologia pode-se obter lâminas mais resistentes
para as hélices dos rotores que coletam energia eólica no litoral potiguar e aumentar a
proteção contra a corrosão das partes metálicas desses mecanismos, prolongando a
vida útil dos equipamentos. Outro exemplo: sensores construídos com nanotubos de
carbono, além da vantagem do tamanho muito pequeno, podem funcionar em
ambientes hostis com altas temperaturas e pressões, além de exigirem pouca energia
para o funcionamento.
Cabe destacar ainda a Neurociência como um campo promissor para o RN,
uma vez que foi criado em 2005 o Instituto Internacional de Neurociências de Natal
Edmond e Lily Safra (IINN-ELS), através de uma parceria da Universidade Federal do
Rio Grande do Norte (UFRN) e da Associação Alberto Santos Dumont para Apoio à
Pesquisa (AASDAP).
O IINN-ELS situa-se no núcleo de uma extensa rede nacional e internacional
de centros de pesquisa. Essa rede constitui-se num dos pilares diferenciais do projeto,
garantindo uma efetiva inserção mundial capaz de dar sustentabilidade científica,
institucional e financeira ao IINN-ELS. Financiado por verbas públicas e privadas
oriundas do Brasil e do exterior, com sólido apoio federal e estadual, o IINN-ELS é uma
parceria público-privada sem fins lucrativos que tem como missão promover a
realização e o crescimento da pesquisa neurocientífica de ponta, de forma a contribuir
para o desenvolvimento educacional, social e econômico do RN e de toda região
nordeste do Brasil.
O apoio do governo do Estado se dará a estas iniciativas, oficial e
formalmente, através do sistema de educação (escolas profissionalizantes), de
iniciativa de parceria com instituições de ensino superior objetivando a criação de



57


curso de formação e realização de pesquisas aplicadas orientados por critérios de
exigências e estimulo ao fortalecimento de segmentos socioeconômicos estratégicos,
assim como, pelo apoio técnico e financeiro concedido através da FAPERN e do Fundo
Estadual de Ciência e Tecnologia.

i) Agenda das Cidades

O acelerado processo de urbanização experimentado nas últimas décadas,
e migração para a periferia dos maiores centros urbanos, passaram a exigir uma maior
atenção do poder público, especialmente, no que tange à mobilidade e
acessibilidade, ao saneamento ambiental (água, esgotos, drenagem, coleta e
tratamento de resíduos sólidos) e a segurança.
Ao governo do Estado cabe ser o indutor de ações saneadoras e
estruturantes desses serviços apoiando os municípios no planejamento e gestão da
expansão das cidades e na celebração de parcerias em obras em função de mega
projetos de alto impacto como a Copa do Mundo e Aeroporto São Gonçalo do
Amarante.















58


V VI II II I – – F FI IN NA AN NÇ ÇA AS S P PÚ ÚB BL LI IC CA AS S

No que diz respeito às Finanças Públicas, o Governo do RN vem adotando,
nos últimos anos, uma série de medidas de ajuste fiscal que priorizam a modernização
operacional da estrutura administrativa, a ampliação da informatização e a maior
eficiência da fiscalização e arrecadação.
O PPA 2012-2015 está pautado na manutenção do esforço fiscal. O
planejamento das ações, estruturadas em programas, tem como critérios fiscais o
crescimento real da receita e o controle das despesas, segundo as regras
determinadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
Uma questão que tem sido objeto de especial atenção do Governo do
Estado é o controle dos gastos públicos, principalmente os de natureza corrente. Esta
medida faz parte da estratégia de promover o equilíbrio fiscal. Quando há o controle
das contas públicas o estado pode almejar maiores taxas de investimento, de acordo
com o crescimento da economia, sem que ocorra excesso de endividamento.
Portanto, a recuperação da capacidade de investimento requer a
manutenção de dois princípios básicos do orçamento público: o equilíbrio e a
eficiência. Além disso, tendo em vista a limitação de recursos financeiros, evidencia-se
a importância de parcerias entre o Estado, a União e o Setor Privado. Existem obras de
grande porte que se tornam inviáveis se forem executados somente pelo Governo
Estadual.
O quadro a seguir projeta a situação financeira do Estado para os próximos
4 (quatro) anos, que resulta no valor de R$ 8.216.942.000,00 (oito bilhões, duzentos e
dezesseis milhões, novecentos e quarenta e dois mil reais) para os investimentos
previstos no PPA 2012-2015.






59


ESTIMATIVA DE RECEITAS E DESPESAS PPA 2012-2015


R$ 1.000,00
RECEITA 2012 2013 2014 2015 TOTAL
RECURSOS DO TESOURO 8.028.500 8.415.981 9.158.248 10.182.490 35.785.219
CONVÊNIOS 771.721 1.052.811 879.548 967.503 3.671.583
OPERAÇÕES DE CRÉDITO 619.633 412.820 310.391 130.362 1.473.206
TOTAL 9.419.854 9.881.612 10.348.187 11.280.355 40.930.008

DESPESA 7.091.805 7.800.985 8.581.084 9.239.192 32.713.066

DISPONÍVEL PARA O PPA 2.328.049 2.080.627 1.767.103 2.041.163 8.216.942
Fonte: SEPLAN
















60
DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS PREVISTOS POR MACRO-OBJETIVOS
Macro-objetivo
Valor 2012-2015
(R$)
1. Promover a capacidade intelectual e laborativa da população potiguar,
com ações dirigidas para a educação de qualidade, para o desenvolvimento
da ciência, da tecnologia e da inovação e para valorização da cultura
popular.
1.042.939.000,00
2. Promover ações voltadas para uma vida saudável, que compreendem o
acesso universal aos serviços de saúde de qualidade, à prática esportiva,
promovendo um ambiente social harmônico e pacífico.
1.953.571.000,00
3. Dinamizar a base econômica, garantindo a sustentabilidade e a geração
de emprego e renda.
2.692.391.400,00
4. Ampliar e modernizar a infraestrutura socioeconômica com uma
logística integrada e eficiente.
1.392.503.380,00
5. Otimizar a qualidade dos serviços públicos, garantindo uma gestão
eficiente, transparente e democrática.
1.135.537.000,00
TOTAL 8.216.941.780,00



61



DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS PREVISTOS POR FONTE DE FINANCIAMENTO


Fonte de Financiamento Valor 2012-2015 (R$)
1. Recurso Estadual 3.072.153.000,00
2. Recurso Federal 3.671.583.000,00
3. Recurso de Operações de Crédito 1.473.205.780,00
TOTAL 8.216.941.780,00












62


I IX X – – P PL LA AN NE EJ JA AM ME EN NT TO O E E G GE ES ST TÃ ÃO O

1 1. . D Di ir re et tr ri iz ze es s e e O Ob bj je et ti iv vo os s: :
O Modelo de Planejamento adotado pelo Rio Grande do Norte segue as
seguintes diretrizes:
x Planejamento de caráter indicativo, de longo e médio prazos,
compreendendo uma visão estratégica de desenvolvimento;
x Plano, Orçamento e Gestão integrados;
x Programa, elemento central da integração do planejamento, orçamento
e gestão;
x Construção de parcerias público-privadas;
x Seleção de programas estratégicos;
x Modelo de Gestão com gerenciamento por programas de governo;
x Participação social no ciclo de gestão do Plano Plurianual, como
importante instrumento de relação entre o Estado e o cidadão;
x Monitoramento e Avaliação voltadas para o aperfeiçoamento contínuo
da ação de governo.
x O Plano Plurianual, contextualizado nesse modelo, apresenta objetivos
que permitem a integração entre o planejamento, o orçamento e a gestão
das ações de governo.
x Organizar em Programas todas as ações do Governo, direcionados para
dar solução a um problema;
x Atender as demandas da sociedade e viabilizar o aproveitamento de
oportunidades.
x Executar o Monitoramento e a Avaliação voltados para o
aperfeiçoamento contínuo da ação de governo;
x Assegurar que os programas estejam alinhados com a orientação
estratégica do Governo e compatíveis com a previsão e disponibilidade de
recursos;



63


x Explicitar a distribuição regional das metas e gastos do Governo;
x Estimular as parcerias, identificando iniciativas e definindo as fontes de
financiamento, de modo a ampliar os recursos necessários à viabilização
dos programas;
x Compatibilizar a estrutura programática do PPA com as Leis
Orçamentárias Anuais;
x Promover o gerenciamento por programas, perseguindo o alcance dos
resultados pretendidos; e
x Dar maior transparência à aplicação dos recursos e aos resultados
obtidos.
O PPA 2012-2015 deve fortalecer o planejamento e a tomada de decisão,
mediante a geração de informações qualificadas sobre as metas alcançadas e as
restrições enfrentadas na implantação dos programas.
O Monitoramento e a avaliação do Plano Plurianual se constituem em
importante e indispensável instrumento gerencial para o aperfeiçoamento da
formulação e gestão dos programas que integram o PPA e Orçamentos Anuais.
O processo de monitoramento e avaliação tem como base o Sistema
Integrado de Administração Financeira – SIAF, além de outros meios de informações
gerenciais operacionalizados pela Secretaria do Planejamento e das Finanças –
SEPLAN.
A gestão do PPA tem por objetivo viabilizar os compromissos assumidos com
a sociedade, por meio de uma ação decididamente voltada para resultados. E, para
que os resultados sejam alcançados, é indispensável uma gestão eficiente dos
programas, o que requer o desenvolvimento de competência gerencial dos diversos
órgãos estaduais. O processo de gestão do PPA compreende as fases de
Planejamento, Execução, Acompanhamento e Controle, Avaliação e Revisão dos
Programas. Essas fases formam o ciclo de gestão do PPA representado na figura
abaixo.




64


Este modelo de gestão integra e coresponsabiliza os órgãos e entidades
responsáveis pelos programas, em todas as etapas do processo.
Aos gerentes de programas compete:
a) Gerenciar a execução do Programa, observando os seus objetivos e a
execução eficiente dos recursos alocados;
b) Monitorar a execução do conjunto das ações do Programa;
c) Buscar mecanismos inovadores para financiamento e gestão do
Programa;
d) Gerir as restrições que possam influenciar o desempenho do Programa;
e) Validar e manter atualizadas as informações da gestão.
f) Promover a avaliação do Programa quanto à sua concepção,
implementação e resultados.






65


2. Revisão do PPA

A revisão do PPA viabiliza oportunidades de reconhecidos benefícios para a
sociedade que surgirão no exercício da implementação dos programas.
A possibilidade de ajustamento coloca o plano, continuamente, na ordem
da conjuntura, sem perder o valor dos seus objetivos, garantindo níveis de
sustentabilidade institucional, legitimidade política e efetividade do plano.
A atualização permanente do PPA possibilita que as ações públicas
identificadas nos planos, programas e projetos sejam examinadas e redirecionadas
para novas demandas, caso a conjuntura requeira.






















66














X
X
-
-
A
A
N
N
E
E
X
X
O
O
S
S

















67














1
1
.
.
P
P
r
r
o
o
g
g
r
r
a
a
m
m
a
a
s
s











Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Desenvolver a política de recursos humanos, promovendo melhorias no quadro funcional do Estado através de ações de
seleção, recrutamento, capacitação e qualidade de vida no trabalho
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
8.705.000,00
17.200.000,00
TOTAL
25.905.000,00
1601 - GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Pouca efetividade na política de desenvolvimento de recursos humanos
Órgão ResponsáveI
16000 - Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Servidores Públicos do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11070 - Realização de Concurso Público Unidade 20 Concurso realizado SEARH
Rio Grande do Norte 20
18200 - Construção do Prédio da Escola de Governo Unidade 1 Prédio construído SEARH
Litoral Oriental 1
20580 - Desenvolvimento de Políticas da Gestão de Recursos
Humanos
% de execução 100 Política de gestão implementada SEARH
Rio Grande do Norte 100
20581 - Qualidade de Vida do Servidor Público Unidade 9.000 Servidor beneficiado SEARH
Rio Grande do Norte 9.000
20582 - Capacitação de Recursos Humanos Unidade 35.000 Servidor capacitado SEARH
Rio Grande do Norte 35.000
20583 - Reestruturação do Quadro Geral de Recursos Humanos % de execução 100 Projeto desenvolvido SEARH
Rio Grande do Norte 100
68
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir para o desenvolvimento rural sustentável por meio da apropriação de inovações tecnológicas e apoio à gestão
organizativa, adequadas às demandas do agronegócio do Estado, através da disponibilização de assessoramento as
atividades produtivas agrícolas e não agrícolas; a gestão de negócios, sua organização, a produção, a inserção no mercado
e abastecimento, bem como a qualificação profissional de técnicos, agricultores familiares e demais beneficiários do
agronegócio.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
0,00
30.040.000,00
TOTAL
30.040.000,00
1707 - INOVAÇÃO E GESTÃO NO AGRONEGÓCIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de melhorar a gestão do agronegócio no Estado.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11971 - Ìnovação e Gestão nos Arranjos Produtivos Locais e Cadeias
Produtivas do Agronegócio
Unidade 10.350 Unidade beneficiada SAPE
Rio Grande do Norte 10.350
69
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplementar a prática do planejamento integrado das ações e da avaliação institucional com foco na escola e na Secretaria,
contemplando as vertentes pedagógica e da gestão do sistema educacional.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
4.068.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.976.000,00
0,00
TOTAL
6.044.000,00
1801 - PLANEJAMENTO, ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO E AVALIAÇÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O sistema educacional requer o compromisso de buscar uma educação de qualidade que permita a inteireza humana e
assegure mudanças que sejam mensuráveis por meio de índices de aproveitamento compatíveis com as exigências do
mundo do trabalho e o exercício da cidadania.
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Corpo discente, docente e servidores da rede estadual de ensino
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10277 - Ìmplantação e Ìmplementação da Metodologia do Plano de
Desenvolvimento da Escola - PDE e Projeto Político Pedagógico- PPP
da Educação Básica
Unidade 718 Plano implantado SEEC
Rio Grande do Norte 718
13580 - Sistematização da Avaliação Ìnstitucional , Educacional e
Planejamento Estratégico Ìntegrado
Sistema 1 Avaliação realizada SEEC
Rio Grande do Norte 1
13590 - Realização do Censo Escolar e da Chamada Pública Escolar Unidade 1 Censo realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
22430 - Desenvolvimento de Programa de Avaliação Ìnstitucional e da
Educação Básica
% de execução 100 Programa desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 100
70
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a formação continuada dos profissionais da educação como forma de consolidar uma prática pedagógica
integrada e integradora
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
81.340.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.021.000,00
51.000.000,00
TOTAL
135.361.000,00
1802 - DESENVOLVIMENTO E VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A busca da qualidade requer uma boa formação dos profissionais da educação, e aponta a necessidade de implantação e
implementação de programas institucionais de qualificação e requalificação.
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Servidores da rede pública estadual
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13280 - Formação Continuada dos Professores do Magistério e de
Apoio ao Ensino
Unidade 13.326 Servidor capacitado SEEC
Rio Grande do Norte 13.326
13300 - Capacitação de Gestores e Conselheiros de Escolas, DÌRED e
Órgão Central
Unidade 13.326 Servidor capacitado SEEC
Rio Grande do Norte 13.326
22400 - Formação Continuada de Professores e Profissionais da
Educação
Unidade 13.326 Servidor capacitado SEEC
Rio Grande do Norte 13.326
22420 - Desenvolvimento do Programa de Ìnovação
Didático-Pedagógica no Contexto dos Referenciais do Estado
Unidade 1 Programa Desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 1
71
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ampliar as possibilidades do uso das tecnologias como aporte para o desenvolvimento de capacidades essenciais à
construção do conhecimento.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
41.088.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.862.000,00
3.550.000,00
TOTAL
60.500.000,00
1803 - TECNOLOGIA, GESTÃO DA INFORMAÇÃO E EDUCACOMUNICAÇÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O sistema educacional requer o compromisso de buscar uma educação de qualidade que permita a inteireza humana, em
suas multidimensões: corpo, mente e espírito e assegure mudanças que sejam mensuráveis por meio de índices de
aproveitamento compatíveiscom as exigências do mundo do trabalho e o exercício da cidadania.
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Profissionais da educação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10251 - Expansão do Programa Mídias na Educação Unidade 1 Programa executado SEEC
Rio Grande do Norte 1
10255 - Ìmplantação de Laboratórios Ìtinerantes e Fortalecimento dos
Núcleos de Tecnologia Educacional
Unidade 30 Laboratório implantado SEEC
Rio Grande do Norte 30
13340 - Expansão, Ìmplementação e Manutenção dos Laboratórios de
Educação Básica e Profissional
Escola 718 Escola atendida SEEC
Rio Grande do Norte 718
22440 - Ìmplantação e Desenvolvimento do Observatório da Vida do
Estudante da Educação Básica
% de execução 100 Sistema implantado SEEC
Rio Grande do Norte 100
22450 - Modernização Tecnológica de Sistemas de Ìnformação e
Educomunicação
% de execução 100 Sistema modernizado SEEC
Rio Grande do Norte 100
72
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Desenvolver uma proposta de educação básica com eixos estruturantes de formação humana, no desenvolvimento da
atitude investigativa e na construção de capacidades que possibilitem aumento da produtividade da qualidade do ensino e
do exercício consciente da cidadania.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
227.428.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
34.978.000,00
13.490.000,00
TOTAL
275.896.000,00
1804 - QUALIDADE PEDAGÓGICA E SOCIAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O sistema educacional requer o compromisso de buscar uma educação de qualidade que permita a inteireza humana e
assegure mudanças que sejam mensuráveis por meio de índices de aproveitamento compatíveis com as exigências do
mundo do trabalho e o exercício da cidadania.
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População atendida na educação básica
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10080 - Expansão e Melhoria da Educação Técnica e Profissional em
Nível Médio
% de execução 100 Programa executado SEEC
Rio Grande do Norte 100
10100 - Expansão, Melhoria e Flexibilização de Oportunidades
Formativas para o Ensino Médio
Unidade 1 Programa realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
10288 - Melhoria, Aquisição das Competências Básicas e dos
Conhecimentos do Ensino Fundamental
Unidade 1 Programa realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
10291 - Desenvolvimento de Programa de Educação Profissional
Ìntegrado ao Ensino Médio
Unidade 1 Programa realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
13420 - Desenvolvimento de Educação Ìntegral, Desporto, Arte e
Cultura
Unidade 1 Programa realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
13490 - Ìmplementação e Fortalecimento do Programa de Alimentação
Escolar
Unidade 310.349 Aluno atendido SEEC
Rio Grande do Norte 310.349
13510 - Aquisição e Elaboração de Material Didático-Pedagógico,
Desportivo, Cultural e de Fardamento Escolar
Escola 718 Escola atendida SEEC
Rio Grande do Norte 718
73
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13570 - Expansão e Melhoria da Educação de Jovens e Adultos Unidade 1 Programa realizado SEEC
Rio Grande do Norte 1
14800 - Ìmplantação e Ìmplementação do Programa Biblioteca Escolar
e Comunitária
Unidade 250 Biblioteca implantada SEEC
Rio Grande do Norte 250
16640 - Ìmplementação do Programa Transporte Escolar Unidade 62.194 Aluno atendido SEEC
Rio Grande do Norte 62.194
74
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estabelecer uma política de padrão mínimo de qualidade que assegure as condições necessárias de infra-estrutura física,
para o cumprimento da missão da escola do Órgão Central da SEEC e das Diretorias Regionais da Educação e Cultura
(DÌRED).
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
210.618.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
26.544.000,00
78.250.000,00
TOTAL
315.412.000,00
1805 - EXPANSÃO E MELHORIA DA ESTRUTURA FÍSICA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
As condições adequadas ao trabalho educacional, implicam também na melhoria dos espaços do prédio escolar, da SEEC
e das DÌRED, daí a necessidade de ampliações, reformas, adequações e construções desses espaços.
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Corpo discente, docentes e profissionais da educação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10268 - Ìmplantação e Ìmplementação da Segurança Patrimonial Unidade 1 Projeto implantado e implementado SEEC
Rio Grande do Norte 1
14650 - Ampliação, Reforma e Reparação de Prédios Escolares,
Espaço Esportivo, do Órgão Central e da DÌRED
Unidade 7 Prédio reformado e reparado SEEC
Rio Grande do Norte 7
14660 - Construção, Ampliação, Reforma, Reparação e Adequação de
Espaços Esportivos e Culturais
Unidade 56
Espaço construído, reformado e
reparado
SEEC
Rio Grande do Norte 56
14670 - Construção, Reforma, Ampliação, Reparação e Adequação da
Estrutura Física da Educação Básica e Profissional do Órgão Central e
DÌRED (FEE)
Unidade 588
Prédio construído, ampliado, reformado,
adaptado e reparado
SEEC
Rio Grande do Norte 588
14680 - Aparelhamento de Escolas da Educação Básica e Profissional
do Órgão Central e DÌRED
Unidade 735 Prédio equipado SEEC
Rio Grande do Norte 735
14700 - Construção de Prédios Escolares e de Espaços Esportivos
(COFÌN)
Unidade 5 Prédio construído SEEC
Rio Grande do Norte 5
14701 - Equipamento e Reequipamento de Escolas da Educação
Básica e Profissional, do Órgão Central e de DÌRED
Unidade 846 Prédio equipado SEEC
Rio Grande do Norte 846
75
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Valorizar e estimular a produção artística e cultural do Estado, através de ações voltadas para a divulgação, promoção,
apresentações e pesquisas do universo cultural do RN
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
9.800.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
10.500.000,00
0,00
TOTAL
20.300.000,00
1822 - VALORIZAÇÃO, DINAMIZAÇÃO E DIVULGAÇÃO DA PRODUÇÃO CULTURAL E ARTÍSTICA DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Os artistas do Estado carecem ainda de ações e programas que estimulem, não só a produção cultural mas, sobretudo, a
qualidade do produto e a oportunidade de divulgá-lo, promovendo, assim a interação entre o produtor e o mercado
consumidor. É necessário também promover junto à população a disseminação de fatos que compõem as nossas raízes
culturais.
Órgão ResponsáveI
18201 - Fundação José Augusto
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11780 - Projeto Seis e Meia Unidade 104 Evento realizado FJA
Rio Grande do Norte 104
11790 - Produção e Divulgação da Cultura Unidade 200 Evento realizado FJA
Rio Grande do Norte 200
19251 - Ìncremento da Rede de Pontos de Cultura Unidade 100 Ponto de cultura implantado FJA
Rio Grande do Norte 100
19252 - Prêmios e Editais Culturais Unidade 24 Edital publicado FJA
Rio Grande do Norte 24
19253 - Criação, Promoção e Apoio a Grupos Culturais Unidade 420 Grupo atendido FJA
Rio Grande do Norte 420
19254 - Ìmplantação de Salas de Multimídia/Cine Cult Unidade 100 Sala implantada FJA
Rio Grande do Norte 100
19400 - Desenvolvimento de Estudos e Pesquisas Unidade 24 Estudo e Pesquisa realizada FJA
Rio Grande do Norte 24
29902 - Ìmplantação e Execução do Registro do Patrimônio Vivo do RN Unidade 92 Registro implantado e executado FJA
Rio Grande do Norte 92
29961 - Promoção e Difusão da Lei do Livro Unidade 1 Projeto executado FJA
Rio Grande do Norte 1
76
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir o acesso da população aos bens culturais do Estado do RN, promover a diversidade cultural e social, qualificar o
ambiente social das cidades; bem como, gerar oportunidades de emprego e renda para trabalhadores das micro,
pequenas e médias empresas e de empreendimentos da economia solidária no mercado cultural do Estado
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
11.710.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
5.450.000,00
0,00
TOTAL
17.160.000,00
1823 - PROGRAMA MAIS CULTURA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de formar cidadãos mais conscientes, com identidade cultural reconhecida, com sentimentos de
pertencimento, a promoção da emancipação social e a geração de emprego e renda para diversos segmentos.
Órgão ResponsáveI
18201 - Fundação José Augusto
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12831 - Desenvolvimento de Projetos de Audiovisual Unidade 60 Projeto realizado FJA
Rio Grande do Norte 60
12832 - Desenvolvimento de Microprojetos Culturais Município 100 Município atendido FJA
Rio Grande do Norte 100
12833 - Ìmplementação da Rede de Bibliotecas Públicas Unidade 32 Biblioteca implantada FJA
Rio Grande do Norte 32
12834 - Ìmplementação do Acesso a Leitura Unidade 100 Projeto realizado FJA
Rio Grande do Norte 100
12835 - Ìmplantação de Espaços Comunitários e Culturais Multiuso Unidade 50 Espaço implantado e operacionalizado FJA
Rio Grande do Norte 50
12836 - Promoção do Artesanato de Tradição Cultural Unidade 12 Evento realizado FJA
Rio Grande do Norte 12
77
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir com o desenvolvimento funcional da Fundação José Augusto através da capacitação dos servidores e da
melhoria de suas instalações físicas.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.100.000,00
0,00
TOTAL
1.100.000,00
1824 - MODERNIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO JOSÉ AUGUSTO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de prestar serviço de qualidade aos cidadãos através da modernização da Fundação José Augusto.
Órgão ResponsáveI
18201 - Fundação José Augusto
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Servidores e População em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19255 - Estruturação Física e aparelhamento da Fundação José
Augusto
Unidade 1 Órgão estruturado FJA
Litoral Oriental 1
29963 - Capacitação e Treinamento de Servidores Unidade 100 Curso realizado FJA
Litoral Oriental 100
78
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estimular o aprendizado das diversas formas de práticas culturais, de forma sistemática, visando a valorização e a
expansão das culturas.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
7.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.500.000,00
0,00
TOTAL
9.500.000,00
1825 - ESCOLAS CULTURAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de valorização e divulgação da cultura.
Órgão ResponsáveI
18201 - Fundação José Augusto
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19256 - Criação e Ìmplantação de Escolas de Arte, Dança, Música e
Teatro
Unidade 4 Escola implantada e implementada FJA
Rio Grande do Norte 4
29964 - Operacionalização das Escolas de Arte Unidade 4 Unidade operacionalizada FJA
Rio Grande do Norte 4
29965 - Formação e Capacitação em Linguagens Culturais Unidade 50 Evento realizado FJA
Rio Grande do Norte 50
79
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar as condições de funcionamento do Sistema de Bibliotecas da Universidade.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.100.000,00
0,00
TOTAL
1.100.000,00
1832 - ATUALIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO
ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
As exigências do mercado de trabalho requerem o permanente contato do aluno com informações impressas e por meio
eletrônico, em boa quantidade e permanente atualização.
Órgão ResponsáveI
18202 - Fundação Universidade do Estado do RN - FUERN
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Estudantes de graduação e pós-graduação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
14560 - Ampliação do Acervo Unidade 1 Acervo ampliado FUERN
Rio Grande do Norte 1
14570 - Aparelhamento das Bibliotecas % de execução 100 Sistema aparelhado FUERN
Rio Grande do Norte 100
80
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Formar professores e capacitar gestores para atender as necessidades da rede pública de ensino estadual.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
550.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.450.000,00
0,00
TOTAL
2.000.000,00
1841 - FORMAÇÃO DE PROFESSORES E PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O Programa contribui para a formação de professores e capacitação de gestores, reduzindo a participação de professores
não habilitados na condução da aprendizagem escolar e de gestores capacitados, valorizando os profissionais, conforme
determina a Lei Federal 9.394/96.
Órgão ResponsáveI
18203 - Ìnstituto de Educação Superior Presidente Kennedy
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Corpo docente e discente do ÌFESP/Educadores
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10030 - Modernização da Biblioteca Profª Crisan Siminéa Unidade 1 Biblioteca modernizada ÌFESP
Litoral Oriental 1
12030 - Restauração e Conservação de Prédio do ÌFESP Unidade 1 Prédio restaurado e conservado ÌFESP
Litoral Oriental 1
12050 - Reaparelhamento do Ìnstituto de Educação Superior Presidente
Kennedy
Unidade 1 Ìnstituto reaparelhado ÌFESP
Litoral Oriental 1
12110 - Realização de Processo Seletivo Vestibular Unidade 4 Processo seletivo realizado ÌFESP
Litoral Oriental 4
19320 - Construção e Ìmplantação do Centro de Documentação da
Educação - Memorial
Unidade 1 Centro construído e implantado ÌFESP
Litoral Oriental 1
22500 - Capacitação para o Ensino à Distância para Docentes e
Gestores Escolares
Unidade 200 Servidor capacitado ÌFESP
Rio Grande do Norte 200
29340 - Acompanhamento e Avaliação do Curso de Formação de
Professores
Unidade 300 Professor avaliado ÌFESP
Rio Grande do Norte 300
29370 - Formação de Professores à Nível de 3º Grau do ÌFESP Unidade 300 Professor formado e qualificado ÌFESP
Rio Grande do Norte 300
81
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Difundir e divulgar os resultados da pesquisa científica e tecnológica no ambiente acadêmico e para a população em geral.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
15.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
8.000.000,00
0,00
TOTAL
23.000.000,00
2001 - APOIO À DIFUSÃO E DIVULGAÇÃO DO CONHECIMENTO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A difusão e divulgação da produção científica e tecnológica de forma interativa se justifica pela necessidade de democratizar
o acesso aos resultados das pesquisas e garantir o progresso da ciência.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19600 - Apoio a Eventos Científicos Unidade 120 Evento realizado FAPERN
Rio Grande do Norte 120
19602 - Apoio à Ìmplantação e Estruturação de Museus de Ciência,
Tecnologia e Ìnovação
Unidade 10 Unidade implantada FAPERN
Rio Grande do Norte 10
19610 - Apoio a Divulgação Científica Unidade 120 Trabalho publicado FAPERN
Rio Grande do Norte 120
19630 - Ìmplantação e Operacionalização da Cidade da Ciência Unidade 1 Unidade implementada e mantida FAPERN
Litoral Oriental 1
82
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a estruturação física e institucional da FAPERN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.050.000,00
0,00
TOTAL
1.050.000,00
2071 - ESTRUTURAÇÃO DA FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A adequação dos meios materiais e de recursos humanos são fundamentais para a melhoria do desempenho das
atividades da FAPERN.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Público em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19640 - Modernização e Aparelhamento da Fundação de Apoio à
Pesquisa do RN
Unidade 1 Órgão aparelhado e informatizado FAPERN
Litoral Oriental 1
19650 - Capacitação de Recursos Humanos da FAPERN Unidade 40 Servidor capacitado FAPERN
Litoral Oriental 40
19660 - Ìmplantação do Plano de Cargos e Salários Unidade 1 Plano implantado FAPERN
Litoral Oriental 1
83
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Subsidiar a elaboração de planos regionais de ciência, tecnologia e inovação para apoiar as políticas públicas nas
diferentes áreas de atuação do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
20.360.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.360.000,00
0,00
TOTAL
21.720.000,00
2073 - CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A redução das desigualdades espaciais na geração de trabalho e renda dependem da intervenção do Estado através de
suas políticas de desenvolvimento econômico e social.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19601 - Apoio a Ciência, Tecnologia e Ìnovação para o
Desenvolvimento Social
Unidade 64 Estudo e projeto elaborado FAPERN
Rio Grande do Norte 64
84
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar a realização de pesquisas científicas, tecnológicas, promover a inovação de processos e produtos e a formação
científica nos diferentes níveis acadêmicos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
27.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.500.000,00
0,00
TOTAL
30.000.000,00
2074 - EXPANSÃO E CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ESTADUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de apoiar grupos de pesquisa consolidados e emergentes, fortalecer a capacitação dos recursos humanos
das instituições estaduais de ensino é fundamental para promover o desenvolvimento econômico e social do Rio Grande
do Norte.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Público em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19840 - Apoio a Formação Cientifica Unidade 4.340 Bolsa concedida FAPERN
Rio Grande do Norte 4.340
19930 - Apoio à Pesquisa Científica Unidade 328 Projeto apoiado FAPERN
Rio Grande do Norte 328
85
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar o sistema produtivo estadual através da capacitação de recursos humanos, implantação de infraestrutura voltadas
para o desenvolvimento e inovação tecnológica nas empresas do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
9.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.300.000,00
0,00
TOTAL
11.800.000,00
2075 - INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NAS EMPRESAS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O desenvolvimento econômico e a competitividade dependem do avanço tecnológico e da introdução de inovações nas
empresas, especialmente das pequenas e médias que constituem os arranjos produtivos locais.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Público em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19603 - Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico nas Empresas Unidade 44 Projeto apoiado FAPERN
Rio Grande do Norte 44
19604 - Apoio a Ìmplantação de Ìncubadoras e Parques Tecnológicos Unidade 6 Unidade implantada FAPERN
Rio Grande do Norte 6
19780 - Apoio aos Arranjos Produtivos Unidade 48 Projeto apoiado FAPERN
Rio Grande do Norte 48
86
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplantar, modernizar e ampliar a infraestrutura e a capacitação para o desenvolvimento de pesquisas e exploração de
atividades estratégicas para elevar a competitividade e a produção do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
38.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.080.000,00
0,00
TOTAL
42.580.000,00
2076 - PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO EM ÁREAS ESTRATÉGICAS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
As atividades estratégicas do Estado necesitam de criação de infraestrutura, de investimentos em pesquisa tecnológica e
sua difusão para elevar seu nível de competitividade e viabilizar economicamente sua exploração.
Órgão ResponsáveI
20207 - Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Público em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19605 - Ìmplantação e Operacionalização de Centros Tecnológicos Unidade 10 Centro implantado e operacionalizado FAPERN
Rio Grande do Norte 10
19606 - Apoio a Ìnstitutos de Ciência, Tecnologia e Ìnovação Unidade 3 Unidade apoiada FAPERN
Rio Grande do Norte 3
87
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estabelecer e implementar ações relativas à educação ambiental a partir da execução de projetos específicos e da
produção de material didático e informativo.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.471.000,00
0,00
TOTAL
12.471.000,00
2743 - EDUCAÇÃO, COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO AMBIENTAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de promover uma reflexão crítica sobre as questões ambientais do Estado, dentro de uma perspectiva
multidisciplinar, abordando aspectos histórico-culturais, ecológicos, econômicos e sociais.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
01 - PROMOVER A CAPACÌDADE ÌNTELECTUAL E LABORATÌVA DA POPULAÇÃO POTÌGUAR, COM AÇÕES DÌRÌGÌDAS PARA A
EDUCAÇÃO DE QUALÌDADE, PARA O DESENVOLVÌMENTO DA CÌÊNCÌA, DA TECNOLOGÌA E DA ÌNOVAÇÃO E PARA
VALORÌZAÇÃO DA CULTURA POTÌGUAR
PúbIico AIvo
Professores, estudantes, gestores públicos e sociedade civil
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10023 - Jovem em Ação Ambiental Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
10024 - Barco-Escola Unidade 160.000 Pessoa atendida ÌDEMA
Litoral Oriental 160.000
10025 - Caravana Ecológica Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
10026 - Capacitação de Gestores Ambientais e Segmentos Produtivos Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
10027 - Educação Ambiental nas Unidades de Conservação Unidade 15 Unidade de Conservação atendida ÌDEMA
Rio Grande do Norte 15
10028 - Formação de Educadores Ambientais Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
14330 - Produção e Aquisição de Multimeios Unidade 120 Material Didático adquirido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 120
88
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir o pleno exercício do direito fundamental de acesso à justiça através da difusão e descentralização dos serviços
prestados pela Defensoria Pública do Estado, bem como permitir a participação da sociedade civil no planejamento
institucional.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
300.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.100.000,00
0,00
TOTAL
1.400.000,00
1111 - DEFENSORIA PÚBLICA NA COMUNIDADE: EDUCAÇÃO EM DIREITOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de desenvolvimento de políticas públicas de educação em direitos, de ações de cidadania e de fortalecimento
da Defensoria Pública do Estado para redução das desigualdades sociais.
Órgão ResponsáveI
11110 - Defensoria Pública do Estado do RN
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População de baixa renda
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16970 - Promoção e Participação em Eventos e Cursos de
Qualificação
Unidade 40 Evento realizado DPE
Rio Grande do Norte 40
16971 - Programa Fala Defensor Unidade 200 Programa veiculado DPE
Rio Grande do Norte 200
16972 - Projeto Balcão de Direitos Unidade 10.000 Pessoa assistida DPE
Rio Grande do Norte 10.000
16973 - Campanhas Temáticas de Direitos Ìndividuais e Coletivos Unidade 20 Campanha realizada DPE
Rio Grande do Norte 20
89
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir com ações que visam o fortalecimento do funcionamento do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do
Adolescente no RN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
100.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.640.000,00
0,00
TOTAL
3.740.000,00
1184 - GARANTIA E DEFESA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Considerando a necessidade de garantia de direitos constitucionais, faz-se necessário desenvolver ações que fortaleçam o
sistema de garantia dos direitos e defesa da criança e do adolescente.
Órgão ResponsáveI
11108 - Gabinete Civil do Governador do Estado
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15420 - Diagnóstico Situacional do Atendimento aos Direitos da Criança
e do Adolescente
Unidade 3 Pesquisa realizada GAC
Rio Grande do Norte 3
15430 - Realização, Apoio e Participação em Conferências Unidade 171 Conferência realizada GAC
Rio Grande do Norte 171
15440 - Divulgação e Mobilização Social Unidade 4 Campanha realizada GAC
Rio Grande do Norte 4
15450 - Apoio Ìnstitucional a Entidades Unidade 42 Projeto aprovado GAC
Rio Grande do Norte 42
15470 - Gerenciamento de Ìnformações Unidade 1 Banco de dados implementado GAC
Rio Grande do Norte 1
22040 - Capacitação de Operadores do Sistema de Garantia dos
Direitos da Criança e do Adolescente
Unidade 6.000 Pessoa capacitada GAC
Rio Grande do Norte 6.000
23080 - Monitoramento das Ações voltadas à Garantia de Direitos da
Criança e do Adolescente
Unidade 140 Entidade monitorada GAC
Rio Grande do Norte 140
90
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar condições estruturais adequadas de funcionamento à Polícia Militar.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.200.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
91.850.000,00
0,00
TOTAL
93.050.000,00
1501 - PAZ SOCIAL E SEGURANÇA CIDADÃ
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de adequar as unidades da Polícia Militar de infraestrutura e equipamentos modernos para o controle da
criminalidade, garantindo segurança pública aos cidadãos potiguares.
Órgão ResponsáveI
15000 - Polícia Militar
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11300 - Ampliação da Frota de Veículos Unidade 2.564 Veículo adquirido PM
Rio Grande do Norte 2.564
12020 - Aparelhamento de Unidades da Polícia Militar % de execução 100 Unidade aparelhada PM
Rio Grande do Norte 100
12210 - Construção, Reforma e Ampliação de Ìnstalações Físicas de
Unidades da Polícia Militar
Unidade 19.250
Unidade construída, reformada e
ampliada
PM
Litoral Oriental 12.700
Litoral Norte 500
Agreste 2.150
Alto Oeste 850
Mossoroense 650
Médio Oeste 200
Vale do Assu 1.150
Seridó 1.050
12220 - Aquisição de Armamento e Equipamento Bélico Unidade 56.802 Equipamento adquirido PM
Rio Grande do Norte 56.802
12230 - Ìnformatização de Unidades da Polícia Militar % de execução 100 Unidade informatizada PM
Rio Grande do Norte 100
12240 - Modernização do Sistema de Comunicação Unidade 5.150 Estação adquirida PM
Rio Grande do Norte 5.150
91
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12320 - Construção, Reforma e Ampliação de Ìnstalações Físicas de
Unidades Hospitalares da Polícia Militar
Metro Quadrado 13.024
Unidade construída, reformada e
ampliada
PM
Litoral Oriental 10.764
Agreste 60
Alto Oeste 120
Mossoroense 1.840
Vale do Assu 120
Seridó 120
12330 - Aparelhamento e Ìnformatização de Unidades Hospitares da
Polícia Militar
% de execução 100 Unidade aparelhada e informatizada PM
Rio Grande do Norte 100
28200 - Formação e Qualificação de Policiais Militares Unidade 16.000 Policial Militar formado PM
Rio Grande do Norte 16.000
92
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Dotar o Estado de uma memória histórico-cultural digna de seus antepassados, adquirindo, construindo, conservando e
adaptando instalações para que, tendo uma ocupação coerente, sobreviva como exemplo à posteridade.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
13.400.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.500.000,00
0,00
TOTAL
28.900.000,00
1821 - DINAMIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO DE ESPAÇOS CULTURAIS E DE BENS HISTÓRICOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A necessidade de dotar o Estado de espaços culturais reservados para os programas de incentivo a cultura, valorizando e
dinamizando o patrimônio cultural do Estado.
Órgão ResponsáveI
18201 - Fundação José Augusto
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10620 - Construção de Monumentos e de Espaços Culturais Unidade 20 Monumento e Espaço construído FJA
Rio Grande do Norte 20
11024 - Recuperação e Revitalização da Cidade da Criança Unidade 1 Área recuperada e revitalizada FJA
Litoral Oriental 1
11025 - Reforma do Prédio da Biblioteca Pública Câmara Cascudo Unidade 1 Prédio reformado FJA
Litoral Oriental 1
11026 - Recuperação e Revitalização do Casarão do Guarapes Unidade 1 Área recuperada e revitalizada FJA
Litoral Oriental 1
12690 - Aquisição de Ìmóveis Tombados Unidade 8 Ìmóvel adquirido FJA
Rio Grande do Norte 8
12710 - Restauração, Reforma e Adaptação de Ìmóveis Tombados Unidade 30 Ìmóvel restaurado e reformado FJA
Rio Grande do Norte 30
12760 - Criação, Ampliação e Dinamização do Sistema Estadual de
Museus
Unidade 40 Sistema ampliado e dinamizado FJA
Rio Grande do Norte 40
12770 - Construção, Ìmplantação e Operacionalização de Casas de
Cultura Popular
Unidade 30 Casa de Cultura implantada e mantida FJA
Rio Grande do Norte 30
12830 - Ìmplantação do Sistema de Ìnformatização de Bibliotecas
Públicas e de Compartilhamento de Acervos
Sistema 3 Sistema implantado e mantido FJA
Rio Grande do Norte 3
93
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12840 - Conservação e Revitalização de Espaços e Acervos Culturais Unidade 20 Espaço e Acervo modernizado FJA
Rio Grande do Norte 20
12880 - Ampliação, Recuperação e Reforma de Prédios Unidade 10 Prédio reformado e ampliado FJA
Rio Grande do Norte 10
14801 - Ìnformatização e Digitalização de Acervos Unidade 3
Biblioteca informatizada e acervo
digitalizado
FJA
Rio Grande do Norte 3
29962 - Operacionalização do Museu da Rampa Unidade 1 Museu operacionalizado FJA
Litoral Oriental 1
94
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Planejar, coordenar e promover a defesa permanente contra desastres com medidas que visem evitar, previnir ou minimizar
os danos e prejuízos, socorrer e assistir as populações atingidas, limitando os riscos e perdas materiais, bem como o
reestabelecimento do bem estar social.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
27.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.000.000,00
0,00
TOTAL
28.500.000,00
2302 - PROTEÇÃO CIVIL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de contribuir para o objetivo setorial de proteger permanentemente a população frente aos riscos e aos
desastres e promover o atendimento à população afetada por desastres, com redução das vulnerabilidades e ameaças,
para se alcançar um dos objetivos do Governo, que é fortalecer a democracia e a cidadania com a garantia dos direitos
humanos.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15222 - Construção, aparelhamento e Modernização das Ìnstalações
Físicas da Proteção Civil
Unidade 4 Unidade construída e modernizada SEJUC
Rio Grande do Norte 4
25303 - Prevenção e Preparação para Emergências e Desastres Município 167 Município atendido SEJUC
Rio Grande do Norte 96
Litoral Oriental 10
Alto Oeste 36
Mossoroense 6
Médio Oeste 8
Vale do Assu 11
25304 - Resposta aos Desastres Município 167 Município atendido SEJUC
Rio Grande do Norte 167
95
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Conscientizar o maior número de pessoas e garantir o direito à cidadania, através de um trabalho contínuo de promoção,
proteção e reparação dos direitos humanos, dos homosssexuais, civis, econômicos, sociais e ambientais no RN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.600.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.510.000,00
0,00
TOTAL
3.110.000,00
2303 - PROMOÇÃO E PROTEÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS E AS PESSOAS PORTADORAS DE
NECESSIDADES ESPECIAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de contribuir para a promoção dos direitos humanos, através de políticas públicas que atendam às
demandas da população frente à violência, combate à homofobia e à violação dos direitos da pessoa com deficiência.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10043 - Realização de Estudos e Pesquisas Sobre a Situação dos
Direitos Humanos e de Cidadania
Unidade 6 Estudo e Pesquisa realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 6
10263 - Realização de Campanhas Ìnformativas e Educativas Unidade 4 Campanha realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 4
10264 - Ìmplantação e Aparelhamento do Centro de Atendimento em
Direitos Humanos e de Cidadania
Unidade 2 Centro operacionalizado SEJUC
Rio Grande do Norte 2
10265 - Programa de Registro Civil Unidade 600 Pessoa atendida SEJUC
Rio Grande do Norte 600
29100 - Proteção às Vítimas e Testemunhas Ameaçadas de Violência Unidade 50 Pessoa atendida SEJUC
Rio Grande do Norte 50
29110 - Capacitação de Recursos Humanos para a Defesa dos Direitos
Humanos e da Cidadania
Unidade 200 Pessoa capacitada SEJUC
Rio Grande do Norte 200
29160 - Operacionalização do Conselho Estadual dos Direitos Humanos
e de Cidadania
Unidade 1 Conselho operacionalizado SEJUC
Rio Grande do Norte 1
96
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplementar um modelo de assistência e profissionalização aos presos, tornando-os aptos ao convívio na sociedade
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.855.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
585.000,00
0,00
TOTAL
2.440.000,00
2304 - MENOS PRESO E MAIS CIDADÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O estado necessita fazer com que o apenado desenvolva atividades que depois poderão ser úteis na volta ao convívio com a
sociedade.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15590 - Mutirão na Execução Penal Unidade 800 Mutirão realizado SEJUC
Rio Grande do Norte 800
15600 - Profissionalização do Apenado Unidade 400 Apenado profissionalizado SEJUC
Rio Grande do Norte 400
29120 - Assistência e Ressocialização ao Preso, à Vítima e ao Egresso
do Sistema Penitenciário
Unidade 1.350 Pessoa assistida SEJUC
Rio Grande do Norte 1.350
29130 - Acompanhamento e Fiscalização na Aplicação de Penas
Alternativas
Unidade 400 Apenado beneficiado SEJUC
Rio Grande do Norte 400
29140 - Assistência Psicossocial à Família do Apenado Unidade 1.350 Família atendida SEJUC
Rio Grande do Norte 1.350
97
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar a proteção e defesa do consumidor, disponibilizando os recursos necessários, através do Poder Público
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.530.000,00
0,00
TOTAL
1.530.000,00
2305 - PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Desenvolvimento da política nacional das relações de consumo, para o atendimento das necessidade dos consumidores, o
respeito a sua dignidade, saúde e segurança, a proteção de seus interesses econômicos, a melhoria da sua qualidade de
vida, bem como a transparência e harmonia das relações de consumo.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15340 - Ìnteriorização do PROCON Unidade 5 Unidade implantada SEJUC
Rio Grande do Norte 1
Litoral Oriental 1
Mossoroense 2
Vale do Assu 1
15350 - Ìnformatização do PROCON Unidade 1 Unidade informatizada SEJUC
Rio Grande do Norte 1
15351 - Ampliação da Frota de Veículos do PROCON Unidade 12 Veículo adquirido SEJUC
Rio Grande do Norte 12
15352 - Aquisição de Unidade Móvel de Atendimento do PROCON Unidade 1 Unidade adquirida SEJUC
Rio Grande do Norte 1
15353 - Realização de Campanha Educativa para o Consumo Unidade 4 Campanha realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 4
98
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar ações sistemáticas e contínuas com a finalidade de planejar, capacitar, executar e monitorar políticas de
promoção da igualdade racial.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
545.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
290.000,00
0,00
TOTAL
835.000,00
2307 - PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de valorização dos grupos étnicos raciais atingidos historicamente pela discriminação, além da erradicação
de qualquer forma de intolerância.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10045 - Realização de Estudos e Pesquisas Sobre a Situação dos
Grupos Étnicos Raciais
Unidade 12 Estudo e Pesquisa realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 12
10046 - Conscientização da Diversidade Racial Unidade 8 Campanha realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 8
10047 - Capacitação de Servidores e Lideranças dos Grupos Étnicos
Raciais
Unidade 200 Agente capacitado SEJUC
Rio Grande do Norte 200
10048 - Ìnclusão Social e Produtiva com Desenvolvimento Sustentável
aos Grupos Étnicos Raciais
Unidade 10 Projeto desenvolvido SEJUC
Rio Grande do Norte 10
15221 - Estruturação e Operacionalização do Conselho Estadual de
Promoção da Ìgualdade Racial
Unidade 1 Conselho operacionalizado SEJUC
Rio Grande do Norte 1
15223 - Realização de Eventos Ligados à Diversidade Racial Unidade 12 Evento realizado SEJUC
Rio Grande do Norte 12
99
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover ações e implementar políticas públicas para as mulheres visando a autonomia feminina, especialmente nas
questões relativas às vítimas de violência, na erradicação de preconceitos e esteriótipos e no combate a discriminação,
legitimando a igualdade e a garantia de seus direitos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
400.000,00
0,00
TOTAL
900.000,00
2308 - CIDADANIA FEMININA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Diante da criação do Plano Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, é necessário a implementação de ações
voltadas ao atendimento das mulheres com o objetivo de eliminar as discriminações e desigualdades que permeiam o
universo feminino. Nete contexto, deve atentar-se para a situação de vulnerabilidade e risco social, promovendo a equidade
de gênero e emponderamento das mulheres nas mais diversas faixas etárias e classes sociais.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População feminina
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10077 - Realização de Estudo e Pesquisa Sobre a Situação Feminina Unidade 2 Estudo e Pesquisa realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 2
10078 - Conscientização e Prevenção dos Direitos e da Defesa da
Mulher
Unidade 12 Campanha realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 12
10128 - Fortalecimento da Política Voltada para as Mulheres Unidade 40 Evento realizado SEJUC
Rio Grande do Norte 40
29050 - Operacionalização de Casa de Abrigo e de Centro de
Referência da Mulher
Unidade 5 Unidade operacionalizada SEJUC
Rio Grande do Norte 5
100
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fomentar e apoiar o protagonismo jovem
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
970.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.998.000,00
0,00
TOTAL
2.968.000,00
2309 - PROMOÇÃO E VALORIZAÇÃO DA JUVENTUDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Encarar o jovem como ator estratégico para o desenvolvimento do nosso Estado é de fundamental importância para que
tenhamos um desenvolvimento sustentável de longo prazo e eficiência na alocação de recursos para fomentar e apoiar o
protagonismo juvenil.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População Jovem do RN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10073 - Realização da Conferência Estadual de Juventude Unidade 2 Evento realizado SEJUC
Rio Grande do Norte 2
10074 - Fomento à Órgãos Municipais de Juventude Unidade 20 Município fortalecido SEJUC
Rio Grande do Norte 20
10075 - Capacitação de Jovens Pessoa 20.000 Jovem capacitado SEJUC
Rio Grande do Norte 20.000
10076 - Realização de Estudos e Pesquisas Sobre Juventude Unidade 2 Estudo e Pesquisa realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 2
29020 - Operacionalização de Conselho e Comitê Voltados para
Polítcas da Juventude
Unidade 2 Entidade atendida SEJUC
Rio Grande do Norte 2
29040 - Operacionalização de Centro de Referência da Juventude Unidade 1 Centro operacionalizado SEJUC
Rio Grande do Norte 1
29090 - Promoção da Vida Saudável Unidade 2.000 Jovem atendido SEJUC
Rio Grande do Norte 2.000
29200 - Juventude Cidadã Unidade 4 Campanha realizada SEJUC
Rio Grande do Norte 4
101
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da
produção e circulação de bens e da prestação de serviços; ampliação do acesso aos serviços de média e alta
complexidade.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
477.641.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
138.000.000,00
0,00
TOTAL
615.641.000,00
2405 - REDES DE ATENÇÃO INTEGRAL, PROMOÇÃO E VIGILÂNCIA À SAÚDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A incorporação do controle de riscos à saúde populacional implica em ações preventivas e não apenas reativas, o que exige
mudanças no modelo de organização e gestão das vigilâncias (epidemiológica, sanitária e ambiental), devido ao novo perfil
epidemiológico e demográfico no nosso Estado, decorrente da redução das doenças transmissíveis agudas e da tendência
inversa do aumento das doenças crônicas.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10175 - Ampliação e Modernização dos Serviços de Urgência e
Emergência Fixa e Móvel
% de execução 100 Unidade ampliada e modernizada SESAP
Rio Grande do Norte 100
10184 - Reestruturação e Ampliação da Atenção Domiciliar Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
10188 - Apoio à Gestão Municipal nas Ações da Atenção Primária à
Saúde
Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
18651 - Ìmplantação da Rede de Laboratório de Saúde Pública % de execução 1 Rede modernizada SESAP
Rio Grande do Norte 1
18652 - Modernização da Rede de Atenção à Saúde Unidade 1 Rede modernizada SESAP
Rio Grande do Norte 1
18653 - Estruturação da Central de Transplante do RN Unidade 1 Unidade estruturada SESAP
Rio Grande do Norte 1
21130 - Gerenciamento e Operacionalização da Rede de Serviços de
Saúde Ambulatorial e Hospitalar
Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
102
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
21223 - Atenção Ìntegral à Saúde em Áreas Prioritárias Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
21224 - Ìntegração e Operação das Práticas de Vigilância à Saúde Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
21225 - Ìmplantação de Práticas Ìntegrativas e Complementares Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
103
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fortalecer a atenção à saúde em todos os níveis a partir de um modelo tecnológico que atenda o complexo produtivo da
saúde de forma regionalizada, proporcionando acesso qualificado e resolutivo aos serviços, melhoria da capacidade de
gestão e aproximando a demanda real da disponibilizada pelo SUS do RN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
23.105.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
10.709.000,00
60.142.860,00
TOTAL
93.956.860,00
2406 - EXPANSÃO E MELHORIA DA ESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA DA SAÚDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O sistema público de saúde não consegue atender de forma integral e satisfatória àqueles que dele depende, em parte
relaciona-se a falta de planejamento das formas de investimento para infraestrutura física e tecnológica da rede de serviços,
apresentando um setor sucateado, com má distribuição de recursos que garantam uma atenção qualificada, bem como,
concentração da oferta desses serviços, principalmente em Natal, dificultando o acesso aos usuários que residem em
regiões longínquas do RN.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11020 - Construção, Reforma, Ampliação e Aparelhamento de
Unidades Hospitalares de Referência
Unidade 32
Unidade construída, ampliada e
modernizada
SESAP
Rio Grande do Norte 32
11028 - Estruturação Física da SESAP Unidade 1 Órgão estruturado SESAP
Rio Grande do Norte 1
104
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplementar a Política de Gestão do Trabalho e de Educação na Saúde, visando o fortalecimento do servidor, por meio da
democratização das relações de trabalho e da ampliação dos programas de educação permanente pautados na gestão
dos serviços, na humanização e na qualidade do atendimento.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
9.355.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.244.000,00
477.140,00
TOTAL
12.076.140,00
2407 - GESTÃO DE PESSOAS E DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de estabelecer uma política para superar os problemas relacionados às questões do trabalho e da formação
e qualificação dos trabalhadores em saúde.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Profissionais de saúde
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10165 - Fortalecimento do Desenvolvimento Científico e Tecnológico
em Áreas de Pesquisa
Unidade 4 Estudo e Pesquisa realizada SESAP
Rio Grande do Norte 4
10167 - Qualificação e Formação Profissional na Área de Saúde Unidade 2.000 Servidor capacitado SESAP
Rio Grande do Norte 2.000
10183 - Humanização na Rede Assistencial do SUS Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
10294 - Ìncentivos e Premiações para Servidores com Base em
Resultados
% de execução 100 Servidor beneficiado SESAP
Rio Grande do Norte 100
11027 - Revisão e Aprimoramento do Plano de Cargos, Carreiras e
Salários dos Servidores da Saúde
Unidade 1 Plano revisado SESAP
Rio Grande do Norte 1
16660 - Modernização do Centro Formador - CEFOPE Unidade 1 Centro modernizado SESAP
Rio Grande do Norte 1
105
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a reestruturação e a efetivação da assistência farmacêutica no RN, de forma articulada com as demais esferas de
Governo, visando garantir a maior disponibilidade e o uso racional dos medicamentos e insumos, o acesso dos usuários e
a maior qualificação dos serviços.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
88.660.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
101.097.000,00
0,00
TOTAL
189.757.000,00
2408 - FORTALECIMENTO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NO RN
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de reorientação do modelo da assistência farmacêutica, na sua forma de gerenciamento, com base no uso
racional, favorecendo a melhoria no padrão do atendimento, na redução dos gastos e na ampliação ao acesso equânime.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16670 - Qualificação e Ampliação do Acesso dos Usuários a
Medicamentos
% de execução 1 Projeto executado SESAP
Rio Grande do Norte 1
16671 - Ìmplementação de Estruturas Descentralizadas de
Dispensação de Medicamentos Especiais nas Unidades da SESAP
% de execução 100 Projeto executado SESAP
Rio Grande do Norte 100
21220 - Aquisição e Distribuição de Medicamentos, Nutracêuticos e
Ìnsumos Estratégicos
Município 167
Medicamento e insumo adquirido e
distribuído
SESAP
Rio Grande do Norte 167
21221 - Estruturação e Qualificação da Gestão da Assistência
Farmacêutica
% de execução 100 Política de gestão implementada SESAP
Rio Grande do Norte 100
21222 - Operacionalização da Farmácia Popular do RN Unidade 10
Farmácia Ìmplantada e
Operacionalizada
SESAP
Rio Grande do Norte 10
106
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a regionalização de forma cooperativa, integrada, com decisões interfederativas colegiadas, planejamento,
monitoramento e avaliação, estruturada sob forma de redes de atenção à saúde.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
22.834.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
16.728.000,00
0,00
TOTAL
39.562.000,00
2409 - REGIONALIZAÇÃO SOLIDÁRIA EM SAÚDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A cooperação e associação entre Municípios e Estado promoverá a adequação do SUS à realidade do Estado e às políticas
e estratégias de governo. A regionalização solidária possibilita a gestão adequada da rede, interrelacionando serviços para
obter economia de escala e melhoria da qualidade da atenção.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10164 - Operacionalização do Sistema de Planejamento do SUS Sistema 1 Sistema operacionalizado SESAP
Rio Grande do Norte 1
10181 - Organização e Ìmplementação do Complexo Estadual de
Regulação
Unidade 8 Unidade de Regulação modernizada SESAP
Rio Grande do Norte 8
10298 - Apoio à Ìmplantação e Ìmplementação de Pactuações
Ìnterfederativas
Consórcio 167 Município consorciado SESAP
Rio Grande do Norte 167
10299 - Parcerias com Unidades Médico-Hospitalares Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
10301 - Apoio e Ìmplementação de Colegiados de Gestão Regional Unidade 8 Entidade beneficiada SESAP
Rio Grande do Norte 8
10302 - Gerenciamento e Operacionalização da Gestão da Ìnformação
do SUS
Sistema 1 Sistema operacionalizado SESAP
Rio Grande do Norte 1
10303 - Modernização Administrativa, Gerencial e Tecnológica da
SESAP
Unidade 1 Órgão modernizado SESAP
Rio Grande do Norte 1
10304 - Ìmplementação do Sistema Estadual de Ouvidoria Unidade 1 Sistema implementado SESAP
Rio Grande do Norte 1
107
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10305 - Comunicação, Divulgação e Mobilização da População em
Defesa do SUS
Unidade 4 Campanha realizada SESAP
Rio Grande do Norte 4
14910 - Reestruturação do Sistema Estadual de Auditoria do SUS Sistema 1 Sistema reestruturado SESAP
Rio Grande do Norte 1
20420 - Fortalecimento do Controle Social do SUS Unidade 1 Controle social fortalecido SESAP
Rio Grande do Norte 1
108
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a cobertura hemoterápica em todo o território estadual por meio de doações voluntárias, procedimentos técnicos
padronizados, qualificação de recursos de RH e interiorização da rede de serviços hemoterápicos públicos
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.200.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.192.000,00
0,00
TOTAL
5.392.000,00
2410 - IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE SANGUE E HEMODERIVADOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A Política de Sangue no Estado constitui uma rede descentralziada e regionalizada de unidades com serviços de
hematologia e hemoterapia com qualidade, garantindo o acesso aos usuários do SUS. O Hemocentro RN busca a melhoria
contínua de um modelo de gestão, criando programas de qualidade, acompanhando os resultados alcançados em suas
unidades, transfomando os processos organizações em padrão de excelência com vistas a estimular o desenvolvimento de
uma cultura de segurança do doador ao receptor.
Órgão ResponsáveI
24000 - Secretaria de Estado da Saúde Pública
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10295 - Ìmplantação e Ìmplementação do Sistema de Qualidade do
Hemocentro
Unidade 1 Sistema implantado SESAP
Rio Grande do Norte 1
10296 - Organização da Rede de Serviços de Hemoterapia e
Hematologia
Unidade 1 Rede modernizada SESAP
Rio Grande do Norte 1
10297 - Ìmplantação do Programa de Comunicação e Divulgação da
Política de Hemoderivados
% de execução 100 Programa implantado SESAP
Rio Grande do Norte 100
109
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar os níveis de saúde pública e desenvolvimento do esporte, lazer e da educação de municípios do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
6.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
8.000.000,00
0,00
TOTAL
14.500.000,00
2502 - RIO GRANDE DO NORTE - SOCIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A precariedade das redes de drenagem e esgotamento sanitário, a ausência de complexos de esporte nos municípios e de
equipamentos físicos para a prática de eventos culturais nos municípios do Estado, requer a definição deste Programa.
Órgão ResponsáveI
25000 - Secretaria de Estado da Ìnfraestrutura
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12790 - Construção e Operacionalização de Estrutura de Esporte e
Lazer
% de execução Estrutura Construida SÌN
Litoral Oriental 100
Litoral Norte 100
Agreste 100
Alto Oeste 100
Mossoroense 100
Médio Oeste 100
Vale do Assu 100
Seridó 100
12800 - Drenagem e Esgotamento Sanitário % de execução 100 Drenagem e Esgotamento realizado SÌN
Rio Grande do Norte 100
110
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12890 - Construção e Operacionalização de Estruturas para Práticas de
Cultura Popular
% de execução Equipamento Construido SÌN
Litoral Oriental 100
Litoral Norte 100
Agreste 100
Alto Oeste 100
Mossoroense 100
Médio Oeste 100
Vale do Assu 100
Seridó 100
16890 - Elaboração e Execução do Projeto de Construção do Teleférico
de Martins
% de execução 100 Projeto elaborado e executado SÌN
Alto Oeste 100
111
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìntensificar as ações educativas, orientar e fiscalizar o trânsito,bem como proporcionar uma sinalização adequada, a fim de
dar boas condições à circulação de veículos e pedestres, visando a redução de acidentes.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
64.300.000,00
0,00
TOTAL
64.300.000,00
2531 - EDUCAÇÃO E FISCALIZAÇÃO PARA O TRÂNSITO E MELHORIA DO SISTEMA VIÁRIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O alto índice de acidentes de trânsito requer do seu órgão gestor o desenvolvimento de ações que garantam segurança à
população.
Órgão ResponsáveI
25203 - Departamento Estadual de Trânsito
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12660 - Fiscalização do Trânsito % de execução 100 Fiscalização realizada DETRAN
Rio Grande do Norte 100
14850 - Educação para o Trânsito Pessoa 630.000 Educação realizada DETRAN
Rio Grande do Norte 630.000
19080 - Melhoria da Sinalização e do Sistema Viário % de execução 100 Sinalização melhorada DETRAN
Rio Grande do Norte 100
112
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar ações de nutrição e segurança alimentar visando o combate das carências nutricionais e garantindo o caráter de
inserção e cidadania.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
6.460.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
259.359.000,00
0,00
TOTAL
265.819.000,00
2606 - NUTRIÇÃO E SEGURANÇA ALIMENTAR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Os índices expressivos de desnutrição e fome no contexto de segurança alimentar implica no reconhecimento do seu
caráter intersetorial, devendo envolver a articulação do Estado com os Municípios.
Órgão ResponsáveI
26000 - Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Crianças, idosos e nutrizes
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11575 - Construção de Cisternas Unidade 6.000 Unidade construída SETHAS
Rio Grande do Norte 6.000
11576 - Ampliação de Restaurantes Populares Unidade 4 Unidade construída SETHAS
Rio Grande do Norte 4
11577 - Cidadão sem Fome Unidade 240.000 Família beneficiada SETHAS
Rio Grande do Norte 240.000
13080 - Programa do Leite Unidade 180.000 Família assistida SETHAS
Rio Grande do Norte 180.000
18090 - Mesa da Solidariedade Unidade 384.000 Pessoa assistida CEASA
Litoral Oriental 192.000
Mossoroense 96.000
Seridó 96.000
18110 - Sopão Unidade 384.000 Pessoa atendida CEASA
Litoral Oriental 192.000
Mossoroense 96.000
Seridó 96.000
20530 - Suplementação Alimentar % de execução 100 Programa realizado SETHAS
Rio Grande do Norte 100
113
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Redução dos Índices de Pobreza no Estado do Rio Grande do Norte
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
6.220.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
6.220.000,00
65.920.000,00
TOTAL
78.360.000,00
2607 - PROGRAMA DE ENFRENTAMENTO A POBREZA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O RN ainda vem, nos últimos anos, passando gradativamente por um processo de empobrecimento regionalizado, mais
acentuado nas regiões interioranas. Fato este, que vem trazendo milhares de famílias em estado de exclusão e
vulnerabilidadesocial e econômica, tais como aumento da violência e massificação de bolsões de pobreza na capital e nas
áreas perirbanas, diante disso fica evidenciado a necessidade programas de enfrentamento a pobreza e a miséria que
efetivamente reverta tais situações.
Órgão ResponsáveI
26000 - Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11574 - Ìnclusão Social e Produtiva para o Combate a Pobreza Unidade 820 Projeto implantado SETHAS
Rio Grande do Norte 820
11881 - Apoio e Ìmplantação de Empreendimentos de Economia
Solidária
Unidade 80 Projeto implantado SETHAS
Rio Grande do Norte 80
13250 - Fortalecimento Social com Foco na Ìnclusão Produtiva Unidade 10.875 Pessoa capacitada SETHAS
Rio Grande do Norte 10.875
114
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Reduzir os índices de desemprego, garantindo a emancipação social e econômica de famílias, grupos e autônomos de
baixa renda
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
10.211.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
62.084.000,00
0,00
TOTAL
72.295.000,00
2616 - TRABALHO, OCUPAÇÃO E RENDA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Elevado índice de desemprego, indigência e exclusão social associada a ausência de uma política efetiva de trabalho ou
ocupação e renda.
Órgão ResponsáveI
26000 - Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Famílias de baixa renda
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10040 - Ìntermediação de Mão de Obra e Seguro Desemprego Unidade 20.000 Pessoa atendida SETHAS
Rio Grande do Norte 20.000
11800 - Programa Emprego Cidadão Unidade 2.000 Jovem empregado SETHAS
Rio Grande do Norte 2.000
11810 - Qualificação Social e Profissional Unidade 40.000 Pessoa capacitada SETHAS
Rio Grande do Norte 40.000
11880 - Ìntermediação e Concessão de Crédito Unidade 2.000 Entidade beneficiada SETHAS
Rio Grande do Norte 2.000
11890 - Desenvolvimento do Artesanato Unidade 2.000 Artesão atendido SETHAS
Rio Grande do Norte 2.000
11940 - Expansão e Operacionalização de Posto de Atendimento do
SÌNE/RN
Unidade 20 Unidade implementada e mantida SETHAS
Rio Grande do Norte 20
15920 - Expansão e Operacionalização do Programa Central do
Trabalhador
Unidade 30 Unidade implementada e mantida SETHAS
Rio Grande do Norte 30
15960 - Programa Jovem Solidário Unidade 120.000 Jovem atendido SETHAS
Rio Grande do Norte 120.000
115
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Atuar no Processo de construção da cidadania de adolescentes, autores de atos infracionais e, de forma suplementar,
crianças e adolescentes, órfãos, abandonados e vitimizados.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.263.000,00
0,00
TOTAL
2.263.000,00
2621 - ATENDIMENTO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Ìmplementação do processo de reengenharia operacional e institucional em consonância com a LOAS e ECA/Lei nº 8.069
de 13 de julho de 1990.
Órgão ResponsáveI
26202 - Fundação Estadual da Criança e do Adolescente
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Adolescentes em conflito com a lei e em situação de risco e sua família.
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10149 - Programa de Proteção Jurídico-Social Unidade 1.542 Criança e Adolescente atendido FUNDAC
Rio Grande do Norte 480
Litoral Oriental 636
Mossoroense 306
Seridó 120
10152 - Programa de Proteção Especial à Criança e ao Adolescente Unidade 3.018 Criança e Adolescente atendido FUNDAC
Litoral Oriental 2.826
Mossoroense 180
Seridó 12
10156 - Realização de Eventos Unidade 4 Evento realizado FUNDAC
Rio Grande do Norte 4
13110 - Recuperação, Reforma e Ampliação de Unidade de
Atendimento
Unidade 30
Unidade recuperada, ampliada e
reformada
FUNDAC
Litoral Oriental 20
Mossoroense 6
Seridó 4
13130 - Aparelhamento e Reaparelhamento de Unidade de Atendimento Unidade 35 Unidade equipada FUNDAC
Litoral Oriental 25
Mossoroense 6
Seridó 4
116
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
29430 - Operacionalização de Unidades de Atendimento Unidade 31 Unidade operacionalizada FUNDAC
Litoral Oriental 22
Mossoroense 5
Seridó 4
117
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Reduzir o déficit habitacional, melhorando a qualidade de vida e promovendo a inclusão social
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
165.650.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
61.145.000,00
50.061.000,00
TOTAL
276.856.000,00
2631 - HABITAÇÃO PARA BAIXA RENDA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de melhorar as condições de moradia das famílias de baixa renda
Órgão ResponsáveI
26203 - Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População de baixa renda
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11671 - Melhoria Habitacional Unidade 5.330 casa melhorada CEHAB
Litoral Oriental 570
Litoral Norte 570
Agreste 1.200
Alto Oeste 1.080
Mossoroense 500
Médio Oeste 240
Vale do Assu 330
Seridó 840
13031 - Construção de Moradias Unidade 3.200 Casa construída CEHAB
Litoral Oriental 900
Litoral Norte 300
Agreste 300
Alto Oeste 400
Mossoroense 600
Médio Oeste 300
Vale do Assu 300
Seridó 100
118
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13061 - Viabilização e Financiamento de Casa Própria para Funcionário
Público Estadual
Unidade 1.700 Servidor beneficiado CEHAB
Litoral Oriental 1.000
Litoral Norte 500
Seridó 200
16601 - Carta de Crédito Unidade 5.500 Casa construída CEHAB
Litoral Oriental 1.500
Litoral Norte 450
Agreste 1.000
Alto Oeste 900
Mossoroense 500
Médio Oeste 200
Vale do Assu 250
Seridó 700
18621 - Regularização Fundiária e Desapropriação para Construção de
Moradias
Unidade 3.500 Área desapropriada e regularizada CEHAB
Litoral Oriental 2.000
Mossoroense 1.000
Seridó 500
18661 - Cartão Reforma/Cartão Moradia Unidade 8.000 Pessoa atendida CEHAB
Litoral Oriental 1.000
Litoral Norte 1.000
Agreste 1.000
Alto Oeste 1.000
Mossoroense 1.000
Médio Oeste 1.000
Vale do Assu 1.000
Seridó 1.000
18671 - Habitação de Ìnteresse Social Unidade 15.260 Casa construída CEHAB
Litoral Oriental 10.000
Litoral Norte 570
Agreste 1.200
Alto Oeste 1.080
Mossoroense 1.000
Médio Oeste 240
Vale do Assu 330
Seridó 840
119
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estabelecer um modelo de gestão participativa que possibilite a sociedade e os usuários de água a participarem das
tomadas de decisão da gestão dos recursos hídricos
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.100.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.790.000,00
0,00
TOTAL
4.890.000,00
2705 - GESTÃO PARTICIPATIVA DE RECURSOS HÍDRICOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A participação da sociedade no Sistema de Gestão de Recursos Hídricos é mportante para evitar ou diminuir os
desperdícios do uso de água
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10122 - Formação de Comissões Gestoras de Açudes Unidade 12 Comissão formada SEMARH
Rio Grande do Norte 12
13620 - Educação, Divulgação e Gestão Participativa Unidade 80 Programa executado SEMARH
Rio Grande do Norte 80
13640 - Treinamento e Capacitação em Recursos Hídricos Unidade 160 Curso realizado SEMARH
Rio Grande do Norte 160
17020 - Ìncentivo à Concessão de Licenças e Outorgas Unidade 1.000 Outorga e licença concedida SEMARH
Rio Grande do Norte 1.000
19170 - Licença e Outorga pelo Direito do Uso dos Recursos Hídricos Unidade 1.660 Outorga e licença concedida ÌGARN
Rio Grande do Norte 1.660
19180 - Enquadramento dos Corpos de Água Unidade 10 Corpo hídrico enquadrado SEMARH
Rio Grande do Norte 10
29180 - Operacionalização do Conselho Estadual dos Recursos
Hídricos
Unidade 1 Conselho operacionalizado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
120
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Dotar as comunidades rurais de sistemas de abastecimento de água simplificados para suprir a carência hídrica do
consumo humano e animal.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
10.100.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
6.800.000,00
0,00
TOTAL
16.900.000,00
2708 - PEQUENOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Considerando ainda a existência de grande número de comunidades rurais em áreas não atingidas pelo programa de
adutoras, sem sistema de abastecimento de água, torna-se oportuna a implantação do programa.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10125 - Construção de Barragens Submersas e Assoreadoras Unidade 50 Barragem construída SEMARH
Rio Grande do Norte 50
10780 - Perfuração de Poços em Pequenas Comunidades Unidade 1.000 Poço perfurado SEMARH
Rio Grande do Norte 1.000
13650 - Recuperação, Limpeza e Teste de Poços Unidade 600 Poço recuperado SEMARH
Rio Grande do Norte 600
13670 - Ìnstalação de Poços Unidade 700 Poço instalado SEMARH
Rio Grande do Norte 700
121
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplantar o Cadastro de Terras e Regularização Fundiária Rural e Urbana; emancipar os assentamentos antigos;
intermediar e solucionar os conflitos agrários
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
8.750.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.280.000,00
0,00
TOTAL
10.030.000,00
3105 - PROGRAMA DE ORGANIZAÇÃO FUNDIÁRIA E APOIO AO PROCESSO DE REFORMA AGRÁRIA DO
ESTADO DO RN - PROFARA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de promover um amplo cadastro de terras e regularização fundiária e rural, contribuindo na constituição do
Cad. Nacional de Ìmóveis Rurais, com o objetivo de regularizar as áreas de posses, uma vez que cerca de 50% das terras
do Estado não são regularizadas; necessidade de emancipar os assent. antigos, dando-lhes autonomia admin. e resolver e
intermediar os conflitos agrários relativos ao uso e posse da terra.
Órgão ResponsáveI
31000 - Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários, Colonização e Reforma Agrária
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População rural
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10590 - Cadastro de Terras e Regularização Fundiária Unidade 48.000 Ìmóvel titulado SEARA
Rio Grande do Norte 48.000
16390 - Emancipação de Assentamentos Unidade 12 Projeto emancipado SEARA
Rio Grande do Norte 12
16420 - Resolução de Conflitos Agrários Unidade 200 Pessoa Beneficiada SEARA
Rio Grande do Norte 200
122
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir para a inserção social por meio da promoção do esporte e do lazer beneficiando crianças, adolescentes e
adultos em situação de vulnerabilidade
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
400.000,00
0,00
TOTAL
2.400.000,00
3302 - O ESPORTE COMO INCLUSÃO SOCIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A necessidade de desenvolver atividades esportivas, ludicas e culturais de forma participativa dentro das comunidades,
integrando crianças, adolescentes e adultos.
Órgão ResponsáveI
33000 - Secretaria do Estado do Esporte e do Lazer
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Crianças, jovens e adultos
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13415 - Ìnclusão Através do Esporte Unidade 200.000 Pessoa capacitada SEEL
Rio Grande do Norte 200.000
22165 - Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos Unidade 200 Pessoa capacitada SEEL
Rio Grande do Norte 200
123
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Universalizar o acesso à prática e conhecimento do esporte recreativo através de projetos e eventos esportivos, assim como
a criação e manutenção de espaços e equipamentos de esporte e lazer.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
8.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
800.000,00
0,00
TOTAL
8.800.000,00
3306 - ESPORTE, AÇÃO E LAZER NAS CIDADES
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A necessidade de desenvolver a capacidade lúdica e recreativa da população através das atividades esportivas como lazer,
em busca de melhor qualidade de vida dentro de um processo de integração social.
Órgão ResponsáveI
33000 - Secretaria do Estado do Esporte e do Lazer
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
População em Geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10115 - Circuíto Esportivo das Cidades Unidade 181.320 Pessoa atendida SEEL
Rio Grande do Norte 181.320
10116 - Construção, Reforma, Adequação e Operacionalização de
Ìnfraestrutura Física dos Equipamentos Esportivos
Metro Quadrado 2.000
Equipamento construído, reformado,
aparelhado e operacionalizado
SEEL
Rio Grande do Norte 2.000
13411 - Projetos Esportivos Sociais Unidade 45.200 Pessoa atendida SEEL
Rio Grande do Norte 45.200
124
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Democratizar o acesso ao esporte de rendimento, diminuindo as disparidades entre modalidades esportivas e melhorar o
desempenho do atleta norteriograndense em competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais, como forma de
promover o aperfeiçoamento de sua qualidade e a imagem esportiva do RN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
7.900.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.500.000,00
0,00
TOTAL
12.400.000,00
3307 - RN NO ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Muitas são as promessas de grandes revelações no mundo esportivo, por este motivo é importante dinamizar a prática
racional do esporte de rendimento, adequando-o ao Sistema Desportivo Brasileiro e ao Plano Decenal.
Órgão ResponsáveI
33000 - Secretaria do Estado do Esporte e do Lazer
Macroobjetivo
02 - PROMOVER AÇÕES VOLTADAS PARA UMA VÌDA SAUDÁVEL, QUE COMPREENDEM O ACESSO UNÌVERSAL AOS
SERVÌÇOS DE SAÚDE DE QUALÌDADE, À PRÁTÌCA ESPORTÌVA, PROMOVENDO UM AMBÌENTE SOCÌAL HARMÔNÌCO E
PACÍFÌCO
PúbIico AIvo
Atletas e Entidades Esportivas
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13412 - Ìmplantação do Centro Olímpico Estadual Unidade 1 Centro implantado SEEL
Rio Grande do Norte 1
13413 - Núcleos para a Descoberta de Talentos Unidade 3 Núcleo Ìmplantado SEEL
Rio Grande do Norte 3
13414 - Apoiando o Esporte, Através das Entidades Esportivas Unidade 200 Entidade atendida SEEL
Rio Grande do Norte 200
22160 - Capacitação de Alto Rendimento Atleta 680 Atleta atendido SEEL
Rio Grande do Norte 680
125
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fortalecer o Agronegócio da Fruticultura Ìrrigada e de Sequeiro, através de um conjunto de ações implementadas em
parceria com entes privados e públicos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.720.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
780.000,00
21.100.000,00
TOTAL
24.600.000,00
1701 - AGRONEGÓCIO DA FRUTICULTURA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de aumento de competitividade para nossas frutas tropicais, de forma a tornar a atividade atrativa aos
investidores do negócio rural.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Produtores rurais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10208 - Educação Sanitária Vegetal Unidade 240 Evento realizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 240
16770 - Registro e Fiscalização em Estabelecimento de Produtos de
Origem Vegetal
Unidade 30 Estabelecimento registrado e fiscalizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 30
16810 - Prevenção, Controle e Erradicação de Pragas de Vegetais Unidade 4 Campanha realizada ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 4
16815 - Ampliação da Produtividade de Frutas Através da Agricultura
Ìrrigada
Unidade 150 Projeto executado SAPE
Rio Grande do Norte 150
17890 - Promoção de Eventos sobre Fruticultura Unidade 8 Evento realizado SAPE
Rio Grande do Norte 8
17920 - Execução de Projetos de Pesquisas e Desenvolvimento em
Fruticultura
Unidade 12 Projeto executado EMPARN
Litoral Oriental 5
Médio Oeste 2
Vale do Assu 5
22200 - Capacitação de Técnicos da Ìniciativa Privada para Fruticultura Unidade 200 Técnico treinado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 200
126
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Levar novos conhecimentos aos pecuaristas do Estado, visando controlar e solucionar os problemas de ordem sanitária e
alimentar.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
4.250.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
985.000,00
0,00
TOTAL
5.235.000,00
1702 - AGRONEGÓCIO DA PECUÁRIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O rebanho nordestino nos últimos 20 anos cresceu muito lentamente, estando distante de acompanhar os índices de
crescimento populacional da região. Por isso é importante estabelecer ações no sentido de diminuir essa lacuna na oferta
de alimento protéico.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Produtores rurais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10093 - Assistência à Bovinocultura e Equideocultura Unidade 200 Família assistida SAPE
Rio Grande do Norte 200
10215 - Educação Sanitária Animal Unidade 500 Evento realizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 500
10217 - Prevenção, Controle e Erradicação de Doenças dos Animais Unidade 4 Campanha realizada ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 4
16820 - Exames Laboratoriais Unidade 360 Exame realizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 360
16830 - Registro e Fiscalização em Estabelecimento de Produto de
Origem Animal e Abatedouro
Unidade 200 Fiscalização realizada ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 200
17720 - Execução de Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento para
Pecuária
Unidade 10 Projeto executado EMPARN
Litoral Oriental 3
Litoral Norte 3
Seridó 4
127
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar o desenvolvimento de cadeias produtivas de pesca e piscicultura através de ações em parceria com instituições
públicas e privadas.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
8.565.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.260.000,00
0,00
TOTAL
11.825.000,00
1703 - AGRONEGÓCIO DA PESCA E DA AQUICULTURA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de melhorar o bem estar social dos pescadores/aquicultores através da organização da produção e melhoria
de renda.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Produtores rurais e pescadores
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10049 - Distribuição de Alevinos milheiro 180.000 alevino distribuido SAPE
Rio Grande do Norte 180.000
10051 - Capacitação de Pescadores/Piscicultores Unidade 80 Pescador treinado SAPE
Rio Grande do Norte 80
10053 - Recuperação Física de Núcleos Pesqueiros Unidade 2 Núcleo recuperado SAPE
Litoral Norte 2
10055 - Melhoria na Estrutura de Frios em Colônias e Associações de
Pescadores
Unidade 5.000 Entidade beneficiada SAPE
Litoral Norte 5.000
17790 - Ampliação da Ìnfraestrutura para Pesca e Aquicultura Unidade 5 Estação de Piscicultura implantada SAPE
Médio Oeste 3
Vale do Assu 2
17820 - Execução de Projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em
Aqüicultura
Unidade 7 Projeto executado EMPARN
Litoral Oriental 5
Médio Oeste 2
19853 - Ampliação e Modernização da Ìnfraestrutura de Unidades
Pesqueiras
Unidade 4 Unidade assistida SAPE
Rio Grande do Norte 4
21525 - Operacionalização da Estrutura de Pesquisa do Centro
Tecnológico de Aquicultura
Unidade 1 Unidade operacionalizada EMPARN
Litoral Oriental 1
128
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fortalecer a agricultura familiar, através de um conjunto de ações implementadas em parceria com entes privados e
públicos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
91.600.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
19.856.000,00
3.000.000,00
TOTAL
114.456.000,00
1704 - APOIO À AGRICULTURA FAMILIAR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de melhoria do bem estar social do pequeno produtor rural e de sua família, que habitam o semi-árido do
Estado, em condições precárias quanto aos aspectos de alimentação, saúde e educação.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Produtores rurais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10058 - Aquisição e Distribuição de Sementes Tonelada 2.000 Semente adquirida e distribuida SAPE
Rio Grande do Norte 2.000
10059 - Aquisição e Distribuição de Mudas Unidade 800.000 Muda adquirida e distribuida SAPE
Rio Grande do Norte 800.000
10061 - Estruturação dos Bancos de Sementes Unidade 300 Unidade estruturada SAPE
Rio Grande do Norte 300
10062 - Apoio às Culturas Geradoras de Bioenergia Unidade 6 Cadeia produtiva beneficiada SAPE
Rio Grande do Norte 6
10063 - Fortalecimento de Cadeias Produtivas Unidade 25.000 Agricultor familiar assistido SAPE
Rio Grande do Norte 25.000
10064 - Sustentabilidade Ambiental nos Territórios Unidade 20.000 Família beneficiada SAPE
Rio Grande do Norte 20.000
11660 - Educação no Campo Unidade 399.589 Agricultor familiar formado EMATER
Rio Grande do Norte 399.589
11972 - Produção de Sementes Certificadas Tonelada 800 Semente certificada EMPARN
Médio Oeste 120
Vale do Assu 680
11973 - Produção de Pintos de Ave Caipira Unidade 900.000 Pinto produzido EMPARN
Seridó 900.000
129
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11974 - Realização de Eventos para Transferências de Tecnologias Unidade 8.000 Pessoa capacitada EMPARN
Litoral Oriental 2.000
Litoral Norte 2.000
Médio Oeste 2.000
Seridó 2.000
11975 - Apoio à Certificação e Rotulagem de Produtos de Origem
Vegetal e Animal
Unidade 3.800 Agricultor familiar assistido SAPE
Rio Grande do Norte 3.800
17480 - Execução de Projetos de Pesquisas e Desenvolvimento
Voltados para Agricultura Familiar
Unidade 22 Projeto executado EMPARN
Litoral Oriental 5
Litoral Norte 4
Médio Oeste 5
Vale do Assu 4
Seridó 4
17620 - Assistência Técnica ao Agronegócio da Agricultura Familiar Unidade 97.000 Agricultor familiar assistido EMATER
Rio Grande do Norte 97.000
18410 - Desenvolvimento de Recursos Humanos Unidade 550 Servidor capacitado EMATER
Rio Grande do Norte 550
19430 - Reconstituição dos Agroecossistemas no Semi-Árido Unidade 65.000 agricultor familiar capacitado EMATER
Rio Grande do Norte 65.000
19440 - Segurança Alimentar e Nutricional Unidade 429.000 Pessoa Beneficiada EMATER
Rio Grande do Norte 429.000
22011 - Produção de Mudas milheiro 260 Muda produzida EMPARN
Litoral Oriental 260
29660 - Ìmplementação do Fundo Garantia Safra Unidade 80.000 Agricultor segurado SAPE
Rio Grande do Norte 80.000
130
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fortalecer a renda familiar no meio rural com a introdução de atividades não agrícolas, capazes de oferecer ocupações
remuneradas ao trabalhador, inclusive sua mulher e filhos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.800.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.732.000,00
14.400.000,00
TOTAL
20.932.000,00
1705 - PEQUENOS NEGÓCIOS RURAIS E URBANOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de fixar o homem à terra, através de atividades ocupacionais geradoras de emprego e renda. A saturação da
mão-de-obra nos grandes centros leva a procura de ocupações locais.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Produtores rurais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10057 - Apoio à Comercialização dos Produtos da Agricultura Familiar Unidade 80.000 Agricultor familiar assistido SAPE
Rio Grande do Norte 80.000
11976 - Ampliação da Renda e Oportunidades de Trabalho em
Atividades Não Agrícolas
Unidade 2.000 Pessoa Beneficiada SAPE
Rio Grande do Norte 2.000
11977 - Apoio a Pequenos Negócios do Setor Primário Unidade 1.250 Pessoa Beneficiada SAPE
Rio Grande do Norte 1.250
18100 - Bolsa Eletrônica Unidade 2.000 Pessoa atendida CEASA
Rio Grande do Norte 2.000
18130 - Programa de Qualidade Unidade 120 Pessoa assistida CEASA
Litoral Oriental 120
19380 - Reestruturação do Espaço Físico da CEASA Unidade 3 Unidade construida e operacionalizada CEASA
Litoral Oriental 1
Mossoroense 1
Seridó 1
131
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a desconcentração do desenvolvimento socioeconômico do RN e a geração de empregos, de forma equilibrada e
sustentável, através da expansão da base de produção industrial
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
518.233.000,00
0,00
TOTAL
518.233.000,00
2002 - DESENVOLVIMENTO E DESCONCENTRAÇÃO INDUSTRIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Cumpre ao Estado o papel de estimular os investimentos do setor produtivo, utilizando-se de instrumentos de política
industrial, tais como incentivos financeiros, econômicos e infraestruturais, para gerar empregos em todo Rio Grande do Norte.
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15030 - Ìnfraestrutura para Ìndustrialização Unidade 110 Ìndústria implantada SEDEC
Litoral Oriental 20
Litoral Norte 8
Agreste 8
Alto Oeste 8
Mossoroense 10
Médio Oeste 4
Vale do Assu 4
Seridó 48
15040 - Promoção das Potencialidades de Ìnvestimentos Unidade 50 Evento realizado SEDEC
Rio Grande do Norte 50
15050 - Apoio Técnico para Captação de Ìnvestimentos Unidade 336 Empresa visitada SEDEC
Rio Grande do Norte 336
15070 - Ìncentivo ao Desenvolvimento de Pequenas Empresas do Setor
Ìndustrial
Unidade 400 Empresa fomentada SEDEC
Rio Grande do Norte 400
20160 - Ìncentivo ao Uso do Gás Natural - PROGÁS Mil metros cúbicos 292.000 Gás subsidiado SEDEC
Rio Grande do Norte 292.000
20960 - Desapropriação de Áreas para os Distritos Ìndustriais % de execução 100 Ìmóvel desapropriado PGE
Rio Grande do Norte 100
132
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
29730 - Ìncentivo Financeiro para a Ìndustrialização - PROADÌ Unidade 150 Ìndústria implantada/ampliada SEDEC
Litoral Oriental 80
Litoral Norte 7
Agreste 5
Alto Oeste 5
Mossoroense 28
Médio Oeste 4
Vale do Assu 4
Seridó 17
133
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Coordenar, mapear, capacitar, inovar e formular políticas públicas, de forma a permitir o desenvolvimento sustentável e
integrado dos APLs no Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
12.600.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.600.000,00
30.590.000,00
TOTAL
44.790.000,00
2003 - ORGANIZAÇÃO E APOIO AOS ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade para criação de ambiente favorável ao fortalecimento e a competitividade de redes empresariais locais.
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10981 - Ìncentivo Financeiro para Capacitação de Pessoal e Promoção
de Ìntercâmbio
Unidade 400 Pessoa capacitada SEDEC
Rio Grande do Norte 400
10982 - Desenvolvimento e Ìmplementação de APLs Unidade 23 APL implantado SEDEC
Rio Grande do Norte 23
10983 - Adequação e Modernização de Unidades Produtivas Unidade 16 Unidade apoiada SEDEC
Rio Grande do Norte 16
14243 - Ìnfraestrutura para Fortalecimento das Atividades Econômicas
Regionais
% de execução 100 Ìnfraestrutura implantada SEDEC
Rio Grande do Norte 100
134
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fomentar o crescimento empresarial do Estado do Rio Grande do Norte visando a ampliação dos investimentos e a
geração de empregos
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
10.181.000,00
0,00
TOTAL
10.181.000,00
2005 - PROMOÇÃO DA ATIVIDADE EMPRESARIAL DO RN
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de expandir o produto do RN nos mercados local, nacional e internacional.
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Empresários e empreendedores
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10980 - Promoção e Participação em Feiras e Eventos Unidade 142 Evento realizado SEDEC
Rio Grande do Norte 114
Litoral Oriental 4
Litoral Norte 4
Mossoroense 8
Médio Oeste 4
Vale do Assu 4
Seridó 4
14240 - Conclusão da Construção da Sede da Junta Comercial do
Estado
Metro Quadrado 2.640 Sede construída JUCERN
Litoral Oriental 2.640
14241 - Promoção e Participação no Desenvolvimento Empresarial do
RN
% de execução 100 Programa executado JUCERN
Rio Grande do Norte 100
14242 - Mão Amiga Unidade 4.000 Empreendedor mobilizado SEDEC
Rio Grande do Norte 4.000
22110 - Qualificação e Aperfeiçoamento Funcional da Junta Comercial
do Estado do RN
Unidade 43 Servidor capacitado JUCERN
Litoral Oriental 43
135
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estabelecer as bases de uma política energética para o Estado do Rio Grande do Norte.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
50.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
850.000,00
0,00
TOTAL
900.000,00
2007 - PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO ENERGÉTICO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de mapear o real potencial do Estado no que diz respeito à geração de energia elétrica tendo como fonte
primária a energia eólica e solar.
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do RN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19570 - Balanço Energético Unidade 1 Estudo realizado SEDEC
Rio Grande do Norte 1
19571 - Elaboração do Atlas de Energia Solar e Eólica Unidade 1 Estudo realizado SEDEC
Rio Grande do Norte 1
136
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Prestar serviços técnicos e administrativos na área de mineração, realizar assistência técnica e administrativa a
mineradores particulares, executar projetos próprios na área mineral.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
12.940.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.640.000,00
0,00
TOTAL
14.580.000,00
2009 - PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO MINERAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de desenvolver as potencialidades minerais do Estado
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10984 - Elaboração do Plano Diretor Unidade 1 Plano elaborado SEDEC
Rio Grande do Norte 1
10985 - Criação do Museu Geológico do RN Unidade 1 Museu criado SEDEC
Litoral Oriental 1
10986 - Ìncentivo ao Desenvolvimento da Mineração % de execução 100 Projeto executado SEDEC
Rio Grande do Norte 100
137
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Dotar o Estado de infraestrutura hídrica capaz de atender a demanda de água de boa qualidade para o consumo humano,
para a agropecuária, irrigação, indústria e serviço
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
206.300.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
17.080.000,00
0,00
TOTAL
223.380.000,00
2702 - CONSTRUÇÃO, AMPLIAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE ADUTORAS E CANAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Em função da carência de recursos hídricos para o abastecimento urbano e rural, na maioria dos municípios do Estado,
torna-se necessária a implantação do Programa de Adutoras para suprir a demanda de água.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
18300 - Construção e Ampliação de Adutoras Quilômetro 639 Adutora construída e ampliada SEMARH
Rio Grande do Norte 50
Litoral Oriental 60
Agreste 12
Alto Oeste 370
Mossoroense 92
Seridó 55
19330 - Construção, Ampliação e Recuperação de Canais Quilômetro 22
Canal construído, ampliado e
recuperado
SEMARH
Rio Grande do Norte 22
138
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ampliar a capacidade de acumulação e oferta hídrica do Estado, através da construção, ampliação e recuperação de
barragens e açudes para atendimento ao abastecimento, à irrigação e outras finalidades.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
232.580.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
19.900.000,00
0,00
TOTAL
252.480.000,00
2703 - CONSTRUÇÃO, AMPLIAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE BARRAGENS E AÇUDES
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Apesar do Estado apresentar grandes e médios mananciais, ainda assim é sentida a carência de recursos hidricos com
melhor distribuição geográfica, assim sendo torna-se imprescindível um programa dessa natureza de modo a suprir as
deficiências.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10216 - Construção, Ampliação e Recuperação de Barragens e Açudes Metro cúbico 764.581.000
Barragem construida, ampliada e
recuperada
SEMARH
Rio Grande do Norte 55.000.000
Litoral Oriental 100.000.000
Mossoroense 4.000.000
Médio Oeste 81.000
Vale do Assu 5.500.000
Seridó 600.000.000
139
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ampliar a capacidade de acumulação e oferta hídrica do Estado, através de construção, ampliação e recuperação de poços,
dessalinizadores e cisternas para atendimento ao abastecimento, à irrigação e outras finalidades.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
14.030.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
9.600.000,00
0,00
TOTAL
23.630.000,00
2704 - CONSTRUÇÃO, AMPLIAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE POÇOS E DESSALINIZADORES
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Apesar do Estado apresentar grandes e médios manaciais, assim é sentida a carência de recursos hídricos com melhor
distribuição geográfica, assim sendo torna-se imprescindível um programa dessa natureza de modo a suprir as
deficiências.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10119 - Recuperação e Manutenção de Dessalinizadores Unidade 120 Dessalinizador recuperado e mantido SEMARH
Rio Grande do Norte 120
10790 - Construção e Ìnstalação de Poços Tubulares em Pequenas
Comunidades
Unidade 600 Poço construído e instalado SEMARH
Rio Grande do Norte 600
11320 - Ìnstalação de Dessalinizadores Unidade 20 Dessalinizador instalado SEMARH
Rio Grande do Norte 20
11325 - Programa Água Doce % de execução 100 Programa implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
140
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Proporcionar condições para um melhor aproveitamento dos recursos hídricos, visando o aumento de oferta de produtos,
bem como a geração de novos empregos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
30.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.500.000,00
0,00
TOTAL
33.500.000,00
2706 - IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS HIDROAGRÍCOLAS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de aproveitar os recursos hídricos para o desenvolvimento agrícola, executando projetos com tal finalidade,
aumentando a geração de empregos no interior do Estado.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População Rural do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19920 - Execução de Projeto Hidroagrícola para Aproveitamento de
Água das Barragens
Hectare 3.200 Projeto executado SEMARH
Alto Oeste 3.200
19925 - Programa de Ìrrigação Solidária % de execução 100 Programa implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
141
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir o funcionamento normal da infraestrutura hídrica do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.600.000,00
0,00
TOTAL
3.600.000,00
2707 - OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DA INFRAESTRUTURA HÍDRICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Este programa é importante para a operacionalização dos reservatórios, procurando prevenir ou corrigir possíveis falhas,
visando a garantia da qualidade e quantidade de água para o abastecimento do Estado.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
21290 - Operação e Manutenção de Adutoras Quilômetro 400 Adutora operacionalizada e mantida SEMARH
Rio Grande do Norte 400
21300 - Operação e Manutenção de Barragens Unidade 20 Barragem operacionalizada e mantida SEMARH
Rio Grande do Norte 20
21310 - Operação e Manutenção de Canais Unidade 6 Canal operacionalizado e mantido SEMARH
Rio Grande do Norte 6
21320 - Operação e Manutenção de Açudes e Lagoas Unidade 20
Açude e Lagoa operacionalizado e
mantido
SEMARH
Rio Grande do Norte 20
142
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Oferecer condições de aproveitamento agrícola e prevenir contra inundações as áreas ribeirinhas beneficiadas.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
4.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
800.000,00
0,00
TOTAL
4.800.000,00
2711 - RETIFICAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE CANAIS NATURAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O assoreamento de rios e drenagens deficientes de cursos de água tem provocado grandes prejuízos em áreas de boa
potencialidade agrícola, sendo este programa necessário para corrigir essas imperfeições.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19960 - Dragagem de Rios Quilômetro 250 Rio dragado SEMARH
Rio Grande do Norte 250
19980 - Drenagem e Retificação de Rios e Cursos de Água Quilômetro 100
Rio e curso de água drenado e
retificado
SEMARH
Rio Grande do Norte 100
143
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Criar condições políticas, legais, institucionais, técnicas e operacionais para a gestão apropriada dos recursos hídricos, de
forma integral e integradora, visando promover o desenvolvimento social, econômico e ambientalmente sustentável do
SemiáridoPotiguar
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.644.000,00
32.768.400,00
TOTAL
48.412.400,00
2713 - PROGRAMA SEMIÁRIDO POTIGUAR - PSP
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O Estado do RN, por a sua posição geográfica e condições climáticas, apresenta cerca de 83% do seu território inserido no
polígono das secas. A escassez e irregularidade da pluviometria, responsável pela instabilidade das chuvas, e a ocorrência
de altas taxas de evaporação, provocam a perda de grande parte da água superficial, causando a intermitência de quase
toda a rede hidrográfica. A modernização e a seletividade de novas obras de infraestrutura se constituem em prioridade
deste Programa.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
18510 - Ìnfraestrutura Hídrica Unidade 5 Programa executado SEMARH
Rio Grande do Norte 5
18520 - Gerenciamento dos Recursos Hídricos Unidade 22 Programa executado SEMARH
Rio Grande do Norte 22
18530 - Proteção, Conservação e Melhoria do Aproveitamento dos
Recursos Naturais
Unidade 5 Programa executado SEMARH
Rio Grande do Norte 5
18540 - Gerenciamento do Programa Unidade 1 Programa executado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
144
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Reduzir os problemas de saúde pública advindos da falta de saneamento básico
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
769.177.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
190.483.000,00
0,00
TOTAL
959.660.000,00
2715 - SANEAMENTO AMBIENTAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Os registros acusam a inexistência ou precariedade de serviços adequados de saneamento em alguns municípios do
Estado e como forma de assegurar a disponibilidade dos serviços de saneamento básico à população do Estado faz-se
necessária a disponibilização dos serviços básicos de saneamento a todos os municípios visando a garantia da saúde da
população.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15260 - Ìmplementação de Políticas Públicas de Saneamento Município 167 Município atendido SESAP
Rio Grande do Norte 167
15740 - Execução de Sistema de Abastecimento de Água % de execução 100 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
15741 - Elaboração de Estudos e Projetos de Saneamento Básico Unidade 32 Estudo e projeto elaborado SEMARH
Rio Grande do Norte 32
15742 - Apoio na Elaboração dos Planos Municipais de Saneamento
Básico
Município 167 Município atendido SEMARH
Rio Grande do Norte 167
15746 - Elaboração e Ìmplementação da Política de Saneamento Rural % de execução 100 Política de gestão implementada SEMARH
Rio Grande do Norte 100
15749 - Execução de Sistemas de Aterros Sanitários Regionais Unidade 3 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 3
15750 - Execução de Sistema de Esgotamento Sanitário % de execução 100 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
15755 - Programa Regional de Coleta Seletiva Unidade 1 Programa implantado e executado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
15756 - Ìmplentação de Consórcios Públicos Unidade 1
Consórcio e colegiado implantado e
implementado
SEMARH
Rio Grande do Norte 1
145
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
17070 - Ìmplantação de Abastecimento de Água/FUNESAN Empreendimento 7 Abastecimento implantado CAERN
Rio Grande do Norte 4
Litoral Oriental 2
Litoral Norte 1
17071 - Estudos e Projetos Unidade 155 Estudo e projeto elaborado CAERN
Rio Grande do Norte 121
Litoral Oriental 6
Litoral Norte 5
Agreste 4
Alto Oeste 2
Mossoroense 2
Médio Oeste 2
Vale do Assu 5
Seridó 8
17080 - Ìmplantação de Esgotamento Sanitário/FUNESAN Empreendimento 121 Esgotamento sanitário implantado CAERN
Rio Grande do Norte 4
Litoral Oriental 15
Litoral Norte 14
Agreste 26
Alto Oeste 29
Mossoroense 5
Médio Oeste 9
Vale do Assu 1
Seridó 18
17090 - Ampliação de Esgotamento Sanitário/FUNESAN Empreendimento 62 Esgotamento sanitário ampliado CAERN
Rio Grande do Norte 4
Litoral Oriental 29
Litoral Norte 4
Agreste 5
Alto Oeste 5
Mossoroense 3
Médio Oeste 4
Vale do Assu 2
Seridó 6
17100 - Ampliação de Abastecimento de Água/FUNESAN Empreendimento 31 Abastecimento de água ampliado CAERN
Rio Grande do Norte 3
Litoral Oriental 8
Litoral Norte 4
Agreste 4
Alto Oeste 2
Mossoroense 1
Médio Oeste 4
Vale do Assu 1
Seridó 4
17230 - Melhoria de Esgotamento Sanitário/FUNESAN Empreendimento 10 Esgotamento sanitário melhorado CAERN
Rio Grande do Norte 6
Litoral Oriental 3
Mossoroense 1
146
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
17240 - Melhoria dos Sistemas de Abastecimento de Água/FUNESAN Empreendimento 13 Abastecimento melhorado CAERN
Rio Grande do Norte 6
Litoral Oriental 2
Mossoroense 4
Vale do Assu 1
18301 - Renascer Potengi % de execução 100 Projeto executado SEMARH
Litoral Oriental 100
147
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Executar ações estruturantes e não estruturantes de forma a evitar, previnir ou minimizar as consequencias e efeitos de
eventos extremos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
7.900.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.000.000,00
0,00
TOTAL
10.900.000,00
2717 - AÇÕES PREVENTIVAS E CORRETIVAS EM SITUAÇÃO DE EVENTOS EXTREMOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A retenção de águas provocada pelo assoreamento dos rios causa inundaçõs em áreas agrícolas e urbanas, assim como o
não escoamento correto das águas pluviais contribui para a proliferação de doenças de veiculação hídrica que se alastram
nos períodos das enchentes, ocasionando prejuízos sociais e econômicos para os municípios atingidos.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15744 - Elaboração e Execução de Estruturas de Proteção Contra
Cheias
Unidade 1 Projeto elaborado e executado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
15745 - Estudos de Avaliação de Ìmpacto Unidade 3 Estudo realizado SEMARH
Rio Grande do Norte 3
19271 - Atendimento a Situações Urgentes e Emergenciais nas Áreas
Ambientais e de Recursos Hídricos
% de execução 100 Programa implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
148
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar o desenvolvimento industrial através do licenciamento ambiental, evitando a degradação dos recursos naturais.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
43.852.000,00
0,00
TOTAL
43.852.000,00
2741 - INCENTIVO AO PROGÁS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O gás natural é uma alternativa para reduzir os custos no processo individual; necessidade do uso do gás natural no
Programa Progás tendo em vista a qualidade ambiental.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Empresários
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12510 - Fomento ao Desenvolvimento Ìndustrial do Estado Unidade 4.000 Licença emitida ÌDEMA
Rio Grande do Norte 4.000
149
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar a conservação do patrimônio natural estadual mediante a criação de Unidades de Conservação e da
recuperação dos ecossistemas regionais e locais.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
5.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
9.290.000,00
0,00
TOTAL
14.790.000,00
2742 - CONSERVAÇÃO E RECUPERAÇÃO AMBIENTAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Ampliação do percentual de áreas especialmente protegidas no território potiguar, garantindo a conservação e a
recuperação de representantes dos principais ecossistemas do Estado.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Ìnstituições estaduais e municipais que atuam na política ambiental
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10017 - Criação e Elaboração dos Planos de Manejo e Zoneamento das
Unidades de Conservação
Unidade 10 Área protegida ÌDEMA
Rio Grande do Norte 10
10018 - Ìmplantação e Operacionalização dos Planos de Manejo das
Medidas de Ações Emergenciais para as Unidades de Conservação
Unidade 15 Área conservada ÌDEMA
Rio Grande do Norte 15
10019 - Ìdentificação, Elaboração e Apoio a Projetos para Recuperação
de Áreas Degradadas nas Unidades de Conservação
Unidade 4 Projeto executado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 4
10021 - Construção e Administração de Centros de Pesquisa Ambiental Unidade 10 Centro implantado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 10
10022 - Arte, Cultura e Lazer nas Unidades de Conservação Unidade 800 Evento realizado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 400
Litoral Oriental 400
14230 - Ìdentificação e Caracterização de Áreas Potenciais
Selecionadas para Criação de Unidades de Conservação
Unidade 6 Estudo realizado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 6
150
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a sustentabilidade ambiental através do monitoramento, da avaliação e de infraestrutura necessárias às boas
condições dos recursos naturais e sócio-ambientais do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.965.000,00
0,00
TOTAL
12.965.000,00
2747 - PROMOÇÃO DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL DO RN
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de prover o Estado de condições adequadas à sustentabilidade sócio-ambiental.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10035 - Balneabilidade das Praias Ponto 100 Coleta e análise de água realizada ÌDEMA
Litoral Oriental 50
Litoral Norte 50
10036 - Sistema de Ìndicadores Quilômetro 1 Sistema implantado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 1
10037 - Monitoramento Ambiental Aéreo Hora/vôo 650 Fiscalização realizada ÌDEMA
Rio Grande do Norte 650
10038 - Avaliação da Qualidade Ambiental Unidade 36 Relatório elaborado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 36
10039 - Monitoramento da Cobertura Vegetal Quilômetro quadrado 52.000 Área Monitorada ÌDEMA
Rio Grande do Norte 52.000
14051 - Ìmplantação de Ìnfraestrutura Sustentável Projeto 2 Ìnfraestrutura implantada ÌDEMA
Rio Grande do Norte 2
151
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fomentar o desenvolvimento turístico, de forma regionalizada, nos municípios que compõem os polos turísticos do Estado,
tendo como base o desenvolvimento econômico sustentável e a inclusão social
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.300.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.390.000,00
85.020.000,00
TOTAL
89.710.000,00
2801 - PROGRAMA DE REGIONALIZAÇÃO DO TURISMO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de interiorizar o turismo, de forma regionalizada.
Órgão ResponsáveI
28000 - Secretaria de Estado do Turismo
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado e Turistas Nacionais e Ìnternacionais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13520 - Elaboração de Plano Estratégico do Turismo Unidade 1 Plano elaborado SETUR
Rio Grande do Norte 1
13521 - Apoio às Ìnstâncias de Governança Unidade 6 Ìnstância de governança apoiada SETUR
Rio Grande do Norte 6
13522 - Estruturação de Destinos e Produtos Turísticos Município 5 Destino e produto estruturado SETUR
Rio Grande do Norte 5
13523 - Ìnventariação Turística Unidade 80 Ìnventário realizado SETUR
Rio Grande do Norte 80
13660 - Melhoria da Ìnfraestrutura Turística Equipamento 5 Ìnfraestrutura implantada SETUR
Rio Grande do Norte 5
13770 - Elaboração, Ìmplantação e Consolidação dos Roteiros
Turísticos
Unidade 8 Roteiro Turístico implementado SETUR
Rio Grande do Norte 8
152
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Desenvolver e consolidar a atividade turística, aproveitando o potencial natural e garantindo a sustentabilidade econômica.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
47.920.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.370.000,00
82.350.000,00
TOTAL
142.640.000,00
2803 - PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO TURISMO - PRODETUR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de intervenções para o melhoramento da infra-estrutura e o fortalecimento institucional dos municípios
localizados do Estado
Órgão ResponsáveI
28000 - Secretaria de Estado do Turismo
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12810 - Programa de Qualificação Profissional da População Local Unidade 1.500 Pessoa capacitada SETUR
Rio Grande do Norte 1.500
12850 - Programa de Desenvolvimento do Patrimônio Histórico Cultural Unidade 6 Patrimônio recuperado SETUR
Rio Grande do Norte 6
12860 - Pavimentação de Ruas e Urbanização de Áreas Turísticas Unidade 7 Área urbanizada SETUR
Litoral Oriental 7
12870 - Ìmplantação de Equipamentos Turísticos Unidade 6 Equipamento implantado SETUR
Rio Grande do Norte 6
12910 - Ìmplantação de Sistema de Esgotamento Sanitário Unidade 18.000 Ligação implantada SETUR
Litoral Oriental 18.000
12960 - Proteção e Conservação de Recursos Naturais Unidade 3 Pólo atendido SETUR
Rio Grande do Norte 3
12990 - Fortalecimento da Gestão Municipal Unidade 28 Município estruturado SETUR
Rio Grande do Norte 28
13524 - Ìnfraestrutura Aeroviária Unidade 1 Heliponto implantado SETUR
Rio Grande do Norte 1
13525 - Gerenciamento, Supervisão e Avaliação do Ìmpacto do
Programa
Unidade 1 Programa executado SETUR
Rio Grande do Norte 1
13526 - Elaboração de Planos Unidade 18 Plano elaborado SETUR
Rio Grande do Norte 18
153
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16120 - Desenvolvimento Ìnstitucional de Órgãos Estaduais Unidade 7 Órgão estruturado SETUR
Rio Grande do Norte 7
16130 - Elaboração de Estudos, Projetos e Pesquisas Unidade 43 Projeto, Estudo e Pesquisa elaborado SETUR
Rio Grande do Norte 43
16550 - Melhoria da Malha Viária Quilômetro 14 Rodovia recuperada SETUR
Litoral Oriental 14
19720 - Ìmplantação de Rodovias Quilômetro 44 Rodovia implantada SETUR
Litoral Oriental 44
154
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Alcançar alto nível de qualidade na prestação dos serviços e produtos turísticos do RN e monitorar os seus resultados.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
600.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.250.000,00
0,00
TOTAL
4.850.000,00
2804 - QUALIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS, SERVIÇOS E PRODUTOS TURÍSTICOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de capacitar pessoas e qualificar os equipamentos e serviços turísticos para melhor atender os turistas e a
população e acompanhar a evolução do turismo através de dados atualizados e precisos.
Órgão ResponsáveI
28000 - Secretaria de Estado do Turismo
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado e Turistas Nacionais e Ìnternacionais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12390 - Elaboração de Estudos e Pesquisas Turísticas Unidade 44 Estudo e Pesquisa realizada SETUR
Rio Grande do Norte 44
12400 - Cadastro, Classificação e Qualificação de Empresas Turísticas Unidade 2.000 Empresa atendida SETUR
Rio Grande do Norte 2.000
12430 - Apoio a Programas Nacionais e Estaduais Unidade 16 Programa apoiado SETUR
Rio Grande do Norte 16
13310 - Desenvolvimento e Capacitação de Recursos Humanos Unidade 1.128 Pessoa capacitada SETUR
Rio Grande do Norte 1.128
13311 - Apoio à Participação em Eventos Turísticos Unidade 60 Evento apoiado SETUR
Rio Grande do Norte 60
13480 - Gestão e Qualificação do Serviço Buggy - Turismo Município 21 Serviço qualificado SETUR
Rio Grande do Norte 21
155
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Realizar ações nas regiões turísticas, visando a sustentabilidade sócioeconômica, ambiental e cultural, promovendo o
fomento no setor.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
300.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.000.000,00
0,00
TOTAL
1.300.000,00
2805 - PROGRAMA DE SUSTENTABILIDADE TURÍSTICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Oportunidade de inclusão da sociedade no desenvolvimento do turismo, pela conscientização sobre os benefícios que a
atividade pode proporcionar à população, bem como coibir seus malefícios, através da inclusão nos postos de trabalho,
como também sobre a manutenção dos atrativos, preservação da cultura e despertar o empreendedorismo.
Órgão ResponsáveI
28000 - Secretaria de Estado do Turismo
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
População do Estado e Turistas Nacionais e Ìnternacionais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
29740 - Oportunidades de Ìnvestimentos Turísticos Unidade 5 Pólo atendido SETUR
Rio Grande do Norte 5
29750 - Fortalecimento da Produção Associada ao Turismo Unidade 50 Município fortalecido SETUR
Rio Grande do Norte 50
29780 - Conscientização e Sensibilização Túrística / Ambiental Unidade 2.000 Pessoa conscientizada SETUR
Rio Grande do Norte 2.000
29790 - Enfretamento à Exploração Sexual a Crianças e Adolescentes Unidade 1.000 Pessoa sensibilizada SETUR
Rio Grande do Norte 1.000
156
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover e divulgar o turismo potiguar no mercado doméstico e estrangeiro, através do apoio e participação em evento,
ações publicitárias, captação de vôos charter e eventos; e consolidar um plano de marketing para o Estado do Rio Grande
do Norte
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
14.100.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.900.000,00
0,00
TOTAL
27.000.000,00
2822 - MARKETING TURÍSTICO DO RIO GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A promoção e a divulgação do potencial turístico do Rio Grande do Norte é essencial para o incremento do fluxo de turistas,
bem como a captação de novos investimentos, geração de novos empregos e aumento de renda da população local.
Órgão ResponsáveI
28202 - Empresa Potiguar de Promoção Turistica
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Turistas e População do RN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
18780 - Promoção do Turismo do Rio Grande do Norte Unidade 160 Evento realizado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 160
18790 - Apoio e Captação de Vôo Charter Unidade 24 Vôo Charter realizado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 24
18800 - Apoio a Eventos Estaduais Unidade 200 Evento realizado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 200
18810 - Divulgação do Turismo do Rio Grande do Norte Unidade 80 Campanha realizada EMPROTUR
Rio Grande do Norte 80
18820 - Receptivo de Visitas Pessoa 80 Visita realizada EMPROTUR
Rio Grande do Norte 80
18840 - Captação de Eventos Unidade 40 Evento captado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 40
18850 - Elaboração de Plano de Marketing Unidade 1 Plano elaborado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 1
18860 - Ìmplantação e Manutenção de Box de Ìnformações Turísticas Unidade 4 Box implantado e mantido EMPROTUR
Rio Grande do Norte 4
157
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Adquirir terras com vistas ao assentamento de trabalhadores rurais para garantir o progresso sócio-econômico de suas
respectivas famílias, garantindo o crédito para implantação dos projetos produtivos, ações de mobilização, capacitação,
assistência técnica, avaliação e ações relacionadas ao meio ambiente e a sustentabilidade dos projetos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
7.590.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.306.000,00
0,00
TOTAL
9.896.000,00
3102 - CRÉDITO FUNDIÁRIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Como Programa complementar à reforma agrária, o Crédito Fundiário possibilita a aquisição de propriedades rurais para
assentamento de agricultores. No processo aquisitivo a capacitação é feita para torná-los sujeitos ativos, assegurando
recursos financeiros, de forma que se possa gerar ocupação e renda.
Órgão ResponsáveI
31000 - Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários, Colonização e Reforma Agrária
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Agricultores familiares
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16300 - Aquisição de Ìmóveis Rurais para Assentamento de
Agricultores Familiares
Hectare 112.000 Área adquirida SEARA
Rio Grande do Norte 112.000
16310 - Ìmplantação de Ìnfraestrutura Produtiva e Social Unidade 400 Projeto implantado SEARA
Rio Grande do Norte 400
16360 - Avaliação e Monitoramento de Ìmpactos Sócioambientais Unidade 40 Estudo realizado SEARA
Rio Grande do Norte 40
19420 - Educação Ambiental dos projetos de Assentamentos do Crédito
Fundiário
Unidade 40 Campanha realizada SEARA
Rio Grande do Norte 40
20641 - Capacitação e Assessoramento Técnico aos Beneficiários do
Programa
Unidade 5.200 Família assistida SEARA
Rio Grande do Norte 5.200
20642 - Difusão, Mobilização e Administração do Programa Unidade 5.200 Família assistida SEARA
Rio Grande do Norte 5.200
20643 - Supervisão e Monitoramento dos Subprojetos de Ìnvestimentos
Comunitários
Projeto 4.800 Monitoramento realizado SEARA
Rio Grande do Norte 4.800
158
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar o desenvolvimento sócio-econômico e ambiental das associações e das famílias beneficiárias do Programa
Nacional de Crédito Fundiário e das áreas de reforma agrária antigas do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
12.446.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
6.848.000,00
0,00
TOTAL
19.294.000,00
3106 - APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de garantir a segurança alimentar das famílias e a sustentabilidade econômica e ambiental do
empreendimento rural.
Órgão ResponsáveI
31000 - Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários, Colonização e Reforma Agrária
Macroobjetivo
03 - DÌNAMÌZAR A BASE ECONÔMÌCA, GARANTÌNDO A SUSTENTABÌLÌDADE AMBÌENTAL E A GERAÇÃO DE EMPREGO E
RENDA
PúbIico AIvo
Associações e famílias beneficiárias do Programa e de áreas de reforma agrária
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16450 - Ìnfraestrutura em Assentamentos Rurais Projeto 200 Ìnfraestrutura implantada SEARA
Rio Grande do Norte 200
16490 - Diversificação da Unidade Produtiva Familiar Unidade 100 Parceria realizada SEARA
Rio Grande do Norte 100
18370 - Bibliotecas Rurais/Arca das Letras Unidade 1.200 Biblioteca implantada SEARA
Rio Grande do Norte 1.200
19450 - Elaboração de Estudos e Projetos Unidade 400 Estudo elaborado SEARA
Rio Grande do Norte 400
19460 - Legalização das Associações e das Famílias Unidade 200 Associação legalizada SEARA
Rio Grande do Norte 200
19490 - Apoio à Educação no Campo Unidade 40 Escola estruturada SEARA
Rio Grande do Norte 40
19500 - Esporte e Lazer na Reforma Agrária Unidade 20 Projeto implantado SEARA
Rio Grande do Norte 20
19501 - Fortalecimento da Política de Desenvolvimento Territorial Unidade 20 Território fortalecido SEARA
Rio Grande do Norte 20
20644 - Capacitação das Famílias e Equipes de Assistência Técnica
Rural
Unidade 4.800 Pessoa capacitada SEARA
Rio Grande do Norte 4.800
159
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Fortalecer a infra-estrutura e os serviços de apoio ao meio rural (agro), através de um conjunto de ações implementadas em
parceria com entes privados e públicos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
38.902.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
10.098.000,00
117.686.000,00
TOTAL
166.686.000,00
1706 - SERVIÇOS E INFRA-ESTRUTURA DE APOIO AO AGRO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Minimizar os efeitos provocados pela pluviosidade baixa e irregular, ampliando as alternativas de captação e
armazenamento de água e capacitar técnicos e produtores com vistas ao aumento da produção e produtividade nas áreas
cultivadas.
Órgão ResponsáveI
17000 - Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
Produtores rurais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10056 - Gerenciamento, Manutenção e Operacionalização de Projetos
Públicos de Ìrrigação
Unidade 3 Projeto desenvolvido SAPE
Médio Oeste 2
Vale do Assu 1
10065 - Construção de Ìnfraestrutura para Banco de Sementes Unidade 40 Ìnfraestrutura construida SAPE
Rio Grande do Norte 40
10066 - Laboratório para Classificação de Produtos Agropecuários Unidade 1 Unidade construída SAPE
Litoral Oriental 1
10067 - Construção de Barragem para Captação de Água Unidade 1 Projeto desenvolvido SAPE
Rio Grande do Norte 1
10072 - Construção de Parque de Exposições Unidade 1 Unidade construída SAPE
Rio Grande do Norte 1
10198 - Estruturação Física da Sede da Empresa Unidade 1 Órgão estruturado EMPARN
Litoral Oriental 1
10400 - Construção de Cisternas de Placas Unidade 400 Cisterna construída SAPE
Rio Grande do Norte 400
10401 - Ampliação e Melhoria das Ìnstalações de Entrepostos de
Comercialização
Unidade 2 Unidade construída SAPE
Rio Grande do Norte 2
11970 - Construção de Redes de Energia Elétrica Quilômetro 100 Rede implantada SAPE
Rio Grande do Norte 100
160
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13730 - Perfuração e Ìnstalação de Poços Tubulares Unidade 50 Poço perfurado e instalado SAPE
Rio Grande do Norte 50
16590 - Classificação de Produtos e Subprodutos de Origem Vegetal Tonelada 100.000 Produto classificado SAPE
Rio Grande do Norte 100.000
16740 - Cadastro de Propriedades Rurais para Agropecuária Unidade 11.800 Cadastro realizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 11.800
16800 - Estruturação Física e Administrativa do Ìnstituto de Defesa e
Ìnspeção Agropecuária do Rio Grando do Norte
Unidade 50 Unidade estruturada ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 50
17300 - Modernização e Gestão da Estrutura Organizacional Unidade 135 Ìnfraestrutura modernizada EMATER
Rio Grande do Norte 135
17450 - Realização e Participação em Eventos Unidade 190 Evento realizado SAPE
Rio Grande do Norte 190
17721 - Construção de Ìnfraestrutura para Desenvolvimento da
Pesquisa Agropecuária
Unidade 4 Ìnfraestrutura construida EMPARN
Litoral Oriental 3
Seridó 1
17850 - Bolsa para Pesquisadores e Estagiários para Desenvolvimento
de Pesquisas
Unidade 30 Bolsa concedida EMPARN
Rio Grande do Norte 30
19850 - Construção de Pequenas Barragens Unidade 10 Barragem construída SAPE
Rio Grande do Norte 10
19851 - Ampliação e Modernização da Ìnfraestrutura dos Arranjos
Produtivos Locais
Unidade 61 Ìnfraestrutura ampliada SAPE
Rio Grande do Norte 61
19852 - Ampliação de Cadeias Produtivas Unidade 46.900 Família assistida SAPE
Rio Grande do Norte 46.900
20991 - Operação e Manutenção de Poços Tubulares Unidade 100 Poço mantido SAPE
Rio Grande do Norte 100
21522 - Estruturação Física, Aparelhamento e Operacionalização das
Estações Experimentais
Unidade 8 Unidade estruturada EMPARN
Litoral Oriental 1
Litoral Norte 2
Médio Oeste 1
Vale do Assu 2
Seridó 2
22130 - Fiscalização para Defesa Agropecuária Unidade 136.220 Fiscalização realizada ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 136.220
22150 - Treinamento e Reciclagem de Técnicos do ÌDÌARN Unidade 520 Técnico treinado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 520
22210 - Fiscalização em Eventos Agropecuários Unidade 216 Evento Fiscalizado ÌDÌARN
Rio Grande do Norte 216
24730 - Ìmplementação do Programa de Combate à Seca % de execução 100 Programa implementado SAPE
Rio Grande do Norte 100
161
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a melhoria das condições de ensino na Universidade, bem como garantir as condições de ampliação da oferta de
cursos de graduação como parte do processo de democratização do acesso ao ensino público universitário
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
25.175.000,00
0,00
TOTAL
27.675.000,00
1831 - ADEQUAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURA DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO
DO RIO GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de dotar a Universidade de condições adequadas para o seu bom funcionamento, visando a formação de
profissionais capazes de atender as demandas do mercado.
Órgão ResponsáveI
18202 - Fundação Universidade do Estado do RN - FUERN
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
Estudantes de graduação e pós-graduação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10085 - Construção do Prédio do Campus Avançado de Natal Metro Quadrado 3.325 Área construída FUERN
Litoral Oriental 3.325
10090 - Aparelhamento das Unidades da Fundação Universidade do
Estado do Rio Grande do Norte
Unidade 49 Unidade aparelhada FUERN
Rio Grande do Norte 2
Litoral Oriental 4
Alto Oeste 11
Mossoroense 24
Médio Oeste 1
Vale do Assu 4
Seridó 3
10273 - Construção do Prédio do Campus Avançado do Seridó Metro Quadrado 2.000 Área construída FUERN
Seridó 2.000
14521 - Construção do Prédio do Campus Avançado de Apodi Unidade 3.720 Área construída FUERN
Médio Oeste 3.720
15711 - Construção do Restaurante Universitário Unidade 1 restaurante construído FUERN
Mossoroense 1
162
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15712 - Construção, Adaptação e Melhoria da Estrutura Física da
FUERN
Unidade 41.350
Unidade construída, ampliada e
modernizada
FUERN
Litoral Oriental 2.500
Alto Oeste 8.000
Mossoroense 25.000
Médio Oeste 100
Vale do Assu 5.500
Seridó 250
15713 - Urbanização do Campus Central da FUERN Metro Quadrado 3.400 Área construída FUERN
Mossoroense 3.400
15714 - Elaboração de Estudos e Projetos Unidade 4 Estudo e projeto elaborado FUERN
Rio Grande do Norte 4
15720 - Ìmplantação da Ouvidoria Universitária Unidade 1 Ouvidoria implantada FUERN
Mossoroense 1
15730 - Renovação e Ampliação da Frota de Veículos Unidade 32 Veículo adquirido FUERN
Rio Grande do Norte 32
18502 - Construção do Prédio do Campus Avançado de Parnamirim Metro Quadrado 3.720 Área construída FUERN
Litoral Oriental 3.720
18503 - Construção do Prédio do Complexo Administrativo da FUERN Metro Quadrado 6.700 Área construída FUERN
Mossoroense 6.700
18504 - Aparelhamento dos Cursos de Pós-Graduação Stricto Sensu da
FUERN
Unidade 100 Curso aparelhado FUERN
Rio Grande do Norte 100
18505 - Construção e aparelhamento de Ìmóvel para Faculdade de
Enfermagem
Unidade 1 Unidade construída e equipada FUERN
Mossoroense 1
18506 - Construção do Centro de Convenções no Campus Central da
FUERN
% de execução 100 Ìmóvel construído FUERN
Mossoroense 100
163
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Consolidar a Faculdade de Ciência da Saúde - FACS, através da ampliação da área física e aparelhamento de laboratórios,
para o pleno funcionamento das atividades acadêmicas do Curso de Medicina
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.700.000,00
0,00
TOTAL
2.700.000,00
1833 - IMPLANTAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A limitação da área física da FACS e o déficit de quatro laboratórios comprometem a execução do Projeto
Político-Pedagógico do Curso de Medicina, impossibilitando a continuidade da formação dos alunos.
Órgão ResponsáveI
18202 - Fundação Universidade do Estado do RN - FUERN
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
Estudantes de graduação e pós-graduação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
14520 - Aparelhamento da Faculdade de Ciências da Saúde Unidade 1 Unidade aparelhada FUERN
Rio Grande do Norte 1
14522 - Ampliação, Melhoria e Adaptação do Prédio da Faculdade de
Ciências da Saúde
% de execução 100 Unidade ampliada e modernizada FUERN
Mossoroense 100
164
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover o reordenamento das atividades econômicas, contribuindo para acelerar o desenvolvimento sustentável do
Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
5.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
45.450.000,00
325.889.000,00
TOTAL
376.339.000,00
1902 - PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de racionalizar a participação do governo na economia.
Órgão ResponsáveI
19000 - Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10098 - Elaboração de Estudos e Pesquisas Unidade 8 Estudo e Pesquisa realizada SEPLAN
Rio Grande do Norte 8
10099 - Ìmplementação de Planos de Desenvolvimento Unidade 8 Plano implementado SEPLAN
Rio Grande do Norte 8
10127 - Recuperação de Ativos Unidade 1.050 Ativo recuperado EMGERN
Rio Grande do Norte 1.050
10861 - Estruturação e Sistematização de Ìnformações do Estado % de execução 100 Ìnformação estruturada e sistematizada SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
11853 - Gestão do Programa Ìntegrado de Desenvolvimento
Sustentável
% de execução 100 Programa executado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
11860 - Alienação de Ativos % de execução 100 Ativo alienado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
11870 - Desenvolvimento de Parcerias e Gestão % de execução 100 Parceria e Gestão desenvolvida SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
13500 - Participação Acionária Unidade 6 Empresa atendida SEPLAN
Rio Grande do Norte 6
14430 - Coordenação e Desenvolvimento de Estudos da Região
Metropolitana
% de execução 100 Coordenação e Estudo realizado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
14440 - Elaboração e Execução de Projetos Especiais % de execução 100 Projeto elaborado e executado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
165
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
14510 - Concessão e Ìntermediação de Financiamentos Projeto 6.400 Empreendimento financiado AGN
Rio Grande do Norte 6.400
23430 - Desapropriação de Ìmóveis % de execução 100 Ìmóvel desapropriado PGE
Rio Grande do Norte 100
166
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Construir e manter a rede de gasoduto para flexibilidade e segurança no abastecimento de gás natural.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
35.800.000,00
0,00
TOTAL
35.800.000,00
2022 - MELHORIA E EXPANSÃO DA MALHA DE REDE DE GASODUTOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de ampliar o consumo de gás natural com segurança para a população.
Órgão ResponsáveI
20202 - Companhia Potiguar de Gás
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
Empresas
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10470 - Melhoria e Expansão da Ìnfra-estrutura da Rede de Distribuição Quilômetro 217
Ramal Tronco e de Distribuição
construído
POTÌGÁS
Litoral Oriental 47
Mossoroense 50
Vale do Assu 120
10490 - Ìnterligação de Novos Clientes Unidade 17.047
Ramal/Estação de Redução de Pressão
e Medição construído
POTÌGÁS
Litoral Oriental 15.026
Mossoroense 2.001
Vale do Assu 20
11000 - Ìmplantação do Sistema de Automação da Malha de Gasoduto Unidade 157 Sistema Supervisório implantado POTÌGÁS
Litoral Oriental 116
Mossoroense 21
Vale do Assu 20
167
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir aos estabelecimentos penais, os recursos materiais e humanos necessários ao pleno cumprimento da sua
missão
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
19.499.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.202.000,00
0,00
TOTAL
22.701.000,00
2306 - REESTRUTURAÇÃO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O sistema penitenciário, pela sua complexidade, necessita de uma atenção maior do poder público, tanto na implantação
quanto na manutenção de suas instalações.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15360 - Construção de Penitenciárias, Cadeias Públicas e Centros de
Detenção Provisória
Unidade 19 Unidade Penal construída SEJUC
Rio Grande do Norte 1
Litoral Oriental 7
Alto Oeste 2
Mossoroense 4
Médio Oeste 1
Vale do Assu 1
Seridó 3
15370 - Reforma, Ampliação e Recuperação de Unidade Penal Unidade 7
Unidade penal reformada, ampliada e
recuperada
SEJUC
Rio Grande do Norte 2
Litoral Oriental 1
Alto Oeste 1
Mossoroense 1
Médio Oeste 1
Seridó 1
15500 - Aparelhamento e Reaparelhamento de Unidades Penais % de execução 690 Unidade aparelhada SEJUC
Rio Grande do Norte 690
15560 - Ampliação da Frota de Veículos para o Sistema Penitenciário Unidade 100 Veículo adquirido SEJUC
Rio Grande do Norte 100
168
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15561 - Aquisição de Armamento e Munição para o Sistema
Penitenciário
% de execução 100 Armamento e Munição adquirido SEJUC
Rio Grande do Norte 100
169
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar o transporte público, o tráfego urbano e o destino das águas pluviais, visando elevar a qualidade de vida da
população do Estado
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
288.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
63.700.000,00
111.851.000,00
TOTAL
464.051.000,00
2501 - RIO GRANDE DO NORTE - URBANO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A precariedade da pavimentação e drenagem das vias públicas, do transporte urbano nos municípios, a ausência de Plano
Diretor de Transportes no Estado e de urbanização de acessos viários torna necessário a definição deste Programa.
Órgão ResponsáveI
25000 - Secretaria de Estado da Ìnfraestrutura
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10135 - Construção da Via Norte-Sul Quilômetro 12 Via construída SÌN
Litoral Oriental 12
10137 - Complexo Parque da Liberdade % de execução 100 Complexo implantado SÌN
Mossoroense 100
10138 - Construção de Estruturas de Proteção e Desvio de Avanço do
Mar
% de execução Ìnfraestrutura implantada SÌN
Litoral Oriental 100
Litoral Norte 100
Mossoroense 100
Vale do Assu 100
10141 - Construção, Recuperação e Operacionalição dos Terminais
Aeroviários
Unidade 8 Terminal estruturado SÌN
Litoral Oriental 1
Litoral Norte 1
Agreste 1
Alto Oeste 1
Mossoroense 1
Médio Oeste 1
Vale do Assu 1
Seridó 1
170
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10143 - Construção, Reforma e Operacionalização de Terminais
Rodoviários
Unidade 67 Terminal estruturado SÌN
Litoral Oriental 12
Litoral Norte 9
Agreste 10
Alto Oeste 15
Mossoroense 3
Médio Oeste 4
Vale do Assu 4
Seridó 10
10145 - Urbanização e Adequação da BR-110 - Trecho Referente a Av.
Francisco Mota em Mossoró
Quilômetro 3 Trecho estruturado SÌN
Mossoroense 3
12170 - Construção do Veículo Leve Sobre Trilhos - VLT Quilômetro 56 Metrô construído SÌN
Litoral Oriental 56
12171 - Construção de Ponte para Ligação dos Municípios de Areia
Branca e Grossos
% de execução 100 Ponte construida SÌN
Mossoroense 100
12172 - Ìnfraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 % de execução 100 Projeto elaborado e executado SÌN
Litoral Oriental 100
12180 - Operação e Obras Complementares da Ponte de Todos Newton
Navarro
% de execução 100 Ponte operacionalizada SÌN
Litoral Oriental 100
12190 - Urbanização dos Acessos Rodoviários aos Municípios Quilômetro 260 Urbanização realizada SÌN
Litoral Oriental 40
Litoral Norte 40
Agreste 20
Alto Oeste 40
Mossoroense 40
Médio Oeste 20
Vale do Assu 20
Seridó 40
12200 - Elaboração do Plano de Logística de Transporte Unidade 1 Plano elaborado SÌN
Rio Grande do Norte 1
12280 - Construção de Acessos ao Novo Aeroporto Quilômetro 29 Acesso construído SÌN
Litoral Oriental 29
12290 - Elaboração de Estudos e Projetos % de execução 100 Estudo e Projeto elaborado SÌN
Rio Grande do Norte 100
16850 - Programa de Ìnfraestrutura de Transporte Coletivo Urbano -
Pró-Transporte
% de execução 100 Ìnfraestrutura implantada SÌN
Litoral Oriental 100
19750 - Construção e Restauração de Pavimentação e de Rede de
Drenagem de Águas Pluviais
Metro Quadrado 1.700 Pavimentação e Drenagem realizada SÌN
Litoral Oriental 300
Litoral Norte 300
Agreste 300
Alto Oeste 300
Mossoroense 150
Médio Oeste 50
Vale do Assu 50
Seridó 250
19751 - Construção do Contorno de Parnamirim Quilômetro 10 Via construída SÌN
Litoral Oriental 10
19752 - Construção do Centro de Convenções de Pipa % de execução 100 Centro construído SÌN
Litoral Oriental 100
171
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19753 - Construção do Centro de Convenções de Mossoró % de execução 100 Centro construído SÌN
Mossoroense 100
19754 - Construção de Parque Turístico % de execução Centro construído SÌN
Litoral Oriental 100
Mossoroense 100
19755 - Construção de Pontes % de execução 100 Ponte construida SÌN
Rio Grande do Norte 100
172
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar os níveis de geração e consumo de energia nos municípios.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
800.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.100.000,00
0,00
TOTAL
12.900.000,00
2503 - RIO GRANDE DO NORTE - ENERGIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A necessidade de renovação dos meios de geração de energia; adequações do sistema de geração e consumo de energia;
e, a revisão e normatização do consumo de energia elétrica nos municípios do Estado e edifícios públicos, implica na
definição deste Programa.
Órgão ResponsáveI
25000 - Secretaria de Estado da Ìnfraestrutura
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12460 - Pré-eletrificação com Fontes Alternativas de Energia Quilo watts potência 102 Fonte Alternativa de Energia alterada SÌN
Litoral Oriental 20
Litoral Norte 12
Agreste 16
Alto Oeste 12
Mossoroense 12
Médio Oeste 5
Vale do Assu 5
Seridó 20
12480 - Ìluminação de Prédios e Monumentos Históricos Unidade 50 Prédio/monumento iluminado SÌN
Litoral Oriental 7
Litoral Norte 7
Agreste 7
Alto Oeste 7
Mossoroense 5
Médio Oeste 3
Vale do Assu 3
Seridó 11
173
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12530 - Execução de Projetos e Serviços de Racionalização e
Normatização do Consumo de Energia
Ponto 102 Projeto executado SÌN
Litoral Oriental 20
Litoral Norte 12
Agreste 16
Alto Oeste 12
Mossoroense 12
Médio Oeste 5
Vale do Assu 5
Seridó 20
12820 - Eletrificação Urbana Ponto 102 Eletrificação instalada SÌN
Litoral Oriental 20
Litoral Norte 12
Agreste 16
Alto Oeste 12
Mossoroense 12
Médio Oeste 5
Vale do Assu 5
Seridó 20
174
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Dotar o Estado de uma melhor infra-estrutura aeroportuária
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.040.000,00
0,00
TOTAL
4.040.000,00
2521 - DESENVOLVIMENTO DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de proporcionar ao usuário um maior conforto e segurança, aumentando assim, o fluxo de passageiros e
consequentemente, o desenvolvimento econômico da região.
Órgão ResponsáveI
25201 - Departamento de Estradas de Rodagem
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10680 - Modernização da Ìnfraestrutura Aeroportuária Unidade 4 Aeroporto e Aeródromo modernizado DER
Rio Grande do Norte 4
19940 - Elaboração de Estudos e Projetos % de execução 100 Estudo e Projeto elaborado DER
Rio Grande do Norte 100
175
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Executar o programa de implantação e pavimentação da infraestrutura rodoviária do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
69.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
25.200.000,00
65.413.380,00
TOTAL
159.613.380,00
2523 - PAVIMENTAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DE RODOVIAS E OBRAS DE ARTES ESPECIAIS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de melhorar as condições de trafegabilidade, oferecendo às regiões produtivas, rodovias para o escoamento
da produção, contribuindo dessa forma para a geração de renda do setor primário e para o desenvolvimento turístico do
Estado.
Órgão ResponsáveI
25201 - Departamento de Estradas de Rodagem
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12391 - Realização da Copa do Mundo 2014 em Natal % de execução 100 Projeto desenvolvido DER
Litoral Oriental 100
16860 - Construção de Trechos Rodoviários Quilômetro 240 Trecho Rodoviário construído DER
Rio Grande do Norte 15
Litoral Oriental 51
Litoral Norte 10
Agreste 15
Alto Oeste 42
Mossoroense 85
Médio Oeste 6
Vale do Assu 9
Seridó 7
16870 - Elaboração de Estudos e Projetos para Construção de Obras
Viárias
% de execução 75 Estudo e Projeto elaborado DER
Rio Grande do Norte 75
176
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Restaurar e conservar a malha rodoviária básica do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
15.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
33.951.000,00
56.947.000,00
TOTAL
105.898.000,00
2524 - RESTAURAÇÃO E MELHORAMENTO DA MALHA RODOVIÁRIA BÁSICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de garantir as condições e características originais das rodovias, oferecendo segurança do tráfego e
contribuindo para uma melhor integração regional.
Órgão ResponsáveI
25201 - Departamento de Estradas de Rodagem
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16900 - Restauração de Trechos Rodoviários Quilômetro 953 Trecho Rodoviário restaurado DER
Rio Grande do Norte 347
Litoral Oriental 53
Litoral Norte 68
Agreste 115
Alto Oeste 26
Mossoroense 17
Médio Oeste 80
Vale do Assu 138
Seridó 109
16930 - Conservação de Rodovias Quilômetro 3.125 Rodovia conservada DER
Rio Grande do Norte 3.125
16940 - Elaboração de Estudos e Projetos para Restauração de Obras
Viárias
% de execução 75 Estudo e Projeto elaborado DER
Rio Grande do Norte 75
177
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir a gestão do Sistema de Transporte e do Sistema de Transporte Ìntermunicipal de Passageiros.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
5.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
9.100.000,00
0,00
TOTAL
14.100.000,00
2526 - SISTEMA DE TRANSPORTE INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS - STIP
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de garantir o deslocamento de pessoas através do transporte rodoviário intermunicipal.
Órgão ResponsáveI
25201 - Departamento de Estradas de Rodagem
Macroobjetivo
04 - AMPLÌAR E MODERNÌZAR A ÌNFRAESTRUTURA SOCÌOECONÔMÌCA COM UMA LOGÍSTÌCA ÌNTEGRADA E EFÌCÌENTE
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10700 - Construção, Conservação e Ampliação de Ìnfraestrutura Física
- STÌP
% de execução 100 Ìnfraestrutura física adequada DER
Rio Grande do Norte 100
12720 - Elaboração de Estudos e Projetos para o STÌP % de execução 100 Estudo e Projeto elaborado DER
Rio Grande do Norte 100
12730 - Modernização Administrativa e Tecnológica do STÌP % de execução 100 Unidade modernizada DER
Rio Grande do Norte 100
178
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover o aperfeiçoamento profissional dos parlamentares e servidores da Assembléia Legislativa, viabilizando um
melhor desempenho de suas atribuições; bem como desenvolver uma assistência ampla aos deputados e servidores do
Poder Legislativo
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
570.000,00
0,00
TOTAL
570.000,00
0101 - QUALIFICAÇÃO, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL E VALORIZAÇÃO DOS RECURSOS HUMANOS
DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A atividade legislativa, requer uma qualificação permanente dos seus deputados e servidores, bem como uma melhoria do
nível de satisfação na realização dos trabalhos.
Órgão ResponsáveI
01000 - Assembléia Legislativa
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Deputados e Servidores do Poder Legislativo
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
17050 - Treinamento de Deputados e Servidores Unidade 400 Deputado e Servidor treinado AL
Rio Grande do Norte 400
17051 - Realização de Concurso Público Unidade 1 Concurso realizado AL
Rio Grande do Norte 1
17260 - Programa de Qualidade de Vida Unidade 400 Deputado e servidor beneficiado AL
Rio Grande do Norte 400
179
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar ao Poder Legislativo condições de ampliação da sua infra-estrutura e tecnologia; bem como garantir a
descentralização dos trabalhos legislativos
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
23.800.000,00
0,00
TOTAL
23.800.000,00
0102 - REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DOS TRABALHOS LEGISLATIVOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de ampliar e reequipar as instalações, modernizar as atividades desenvolvidas e promover uma maior
integração da sociedade com o Poder Legislativo.
Órgão ResponsáveI
01000 - Assembléia Legislativa
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Deputados e Servidores do Poder Legislativo
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
17060 - Aparelhamento e Modernização Tecnológica Unidade 1 Órgão aparelhado e informatizado AL
Rio Grande do Norte 1
17270 - Ìnteriorização da Assembléia Legislativa Unidade 28 Projeto realizado AL
Rio Grande do Norte 28
17280 - Reforma, Ampliação da Sede e Aquisição de Ìmóvel para o
Poder Legislativo
Unidade 3 Prédio reformado, ampliado e adquirido AL
Rio Grande do Norte 3
180
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a divulgação e transmissão ao vivo de todas as atividades legislativas, mediante a produção e difusão da TV
Assembléia; transmitir programas culturais através da emissora de rádio e promover a divulgação dos trabalhos e
programas deste Poder, através de jornal Assembléia
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
13.000.000,00
0,00
TOTAL
13.000.000,00
0103 - COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de divulgar os trabalhos legislativos através da imprensa escrita, falada e televisada.
Órgão ResponsáveI
01201 - Fundação Djalma Marinho
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16070 - Ìnstalação e Ampliação da TV, Rádio e Jornal Assembléia Unidade 4 Meio de Comunicação instalado FDM
Rio Grande do Norte 4
16071 - Aquisição e Reforma de Ìmóvel Unidade 1 Ìmóvel adquirido FDM
Rio Grande do Norte 1
16072 - Aquisição de Veículos Automotores Unidade 10 Veículo adquirido FDM
Rio Grande do Norte 10
181
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a modernização da escola do legislativo quanto à sua estrutura tecnológica, bem como garantir o bom
desempenho dos trabalhos escolares.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.300.000,00
0,00
TOTAL
3.300.000,00
0104 - REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DO INSTITUTO LEGISLATIVO POTIGUAR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A modernização da escola legislativa através da sua ampliação e do reequipamento das suas instalações é fundamental
para o desempenho das suas atividades, voltadas para a oferta de um ensino de qualidade.
Órgão ResponsáveI
01000 - Assembléia Legislativa
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
17052 - Reaparelhamento e Modernização do Ìnstituto Legislativo
Potiguar
Unidade 1 Unidade reaparelhada AL
Rio Grande do Norte 1
20061 - Operacionalização do Ìnstituto Legislativo Potiguar Unidade 1 Unidade beneficiada AL
Rio Grande do Norte 1
182
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Aperfeiçoar os serviços prestados à sociedade
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.200.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.250.000,00
0,00
TOTAL
5.450.000,00
0201 - APERFEIÇOAMENTO DO CONTROLE EXTERNO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de assegurar as ferramentas e mecanismos necessários à melhoria da qualidade dos serviços.
Órgão ResponsáveI
02000 - Tribunal de Contas
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Sociedade Norteriograndense
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10311 - Realização e Participação em Eventos de Aperfeiçoamento
Técnico
Unidade 200 Evento realizado TCE
Rio Grande do Norte 200
10312 - Revisão do Plano de Cargos e Salários Unidade 1 Plano revisado TCE
Litoral Oriental 1
10313 - Ìmplementação do Planejamento e Gestão % de execução 100 Política de gestão implementada TCE
Litoral Oriental 100
11510 - Modernização do Controle Externo do RN % de execução 100 Controle externo modernizado TCE
Rio Grande do Norte 100
22010 - Treinamento para Jurisdicionados Pessoa 2.000 Jurisdicionado treinado TCE
Rio Grande do Norte 2.000
22020 - Fiscalização da Gestão Pública Entidade 1.536 Ente Público fiscalizado TCE
Rio Grande do Norte 1.536
183
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar as condições de trabalho para o desenvolvimento das funções constitucionais
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
23.327.000,00
0,00
TOTAL
23.327.000,00
0202 - MELHORIA FUNCIONAL DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de elevar os níveis de desempenho e produção do controle externo.
Órgão ResponsáveI
02000 - Tribunal de Contas
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores do Tribunal de Contas do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10240 - Atualização do Parque Tecnológico do Tribunal de Contas do
Estado
% de execução 100 Modernização Tecnológica realizada TCE
Litoral Oriental 100
10314 - Construção do Anexo do Tribunal de Contas do Estado Metro Quadrado 1.681 Prédio construído TCE
Litoral Oriental 1.681
10315 - Aparelhamento do Tribunal de Contas do Estado % de execução 100 Aparelhamento realizado TCE
Litoral Oriental 100
10316 - Ampliação da Frota de Veículos do Tribunal de Contas do
Estado
Unidade 30 Veículo adquirido TCE
Litoral Oriental 30
10317 - Ìnstalação da TV e Rádio do Tribunal de Contas do Estado Unidade 2 tv/rádio instalados TCE
Litoral Oriental 2
10318 - Renovação do Acervo da Biblioteca do Tribunal de Contas do
Estado
livro 3.000 acervo ampliado TCE
Litoral Oriental 3.000
10420 - Realização de Concurso Público Unidade 3 Concurso realizado TCE
Litoral Oriental 3
22030 - Treinamento de Pessoal do Tribunal de Contas do Estado % de execução 100 Servidor Capacitado TCE
Rio Grande do Norte 100
184
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar de forma global a assistência à saúde destinada a magistrados e servidores, estimulando a utilização de práticas
saudáveis, visando uma melhor prestação jurisdicional e diminuindo a incidência de enfermidades passíveis de sistema
tecnológicoaplicado à atividade médica.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.900.000,00
0,00
TOTAL
15.900.000,00
0407 - PRESTAÇÃO JURISDICIONAL NO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de aprimorar a prestação jurisdicional, através de ações que contribuam para a valorização dos membros e
servidores do Poder Judiciário
Órgão ResponsáveI
04000 - Tribunal de Justiça
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Magistrados e Servidores do Poder Judiciário
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10218 - Melhoria da Qualidade de Vida % de execução 100 Servidor beneficiado TJ
Rio Grande do Norte 100
10219 - Assistência Médica e Odontológica a Membros e Servidores do
Poder Judiciário e Seus Dependentes
% de execução 100 Membro e servidor beneficiado TJ
Rio Grande do Norte 100
15890 - Monitoramento do Cumprimento de Pena ou Medida Alternativa Unidade 300 Pessoa Beneficiada TJ
Rio Grande do Norte 300
15891 - Ìmplantação e Manutenção de Ações de Conciliação no Estado Unidade 48 Evento realizado TJ
Rio Grande do Norte 48
15900 - Otimização dos Programas Destinados ao Assessoramento da
Justiça, da Ìnfância e da Juventude
Unidade 4 Programa realizado TJ
Rio Grande do Norte 4
18690 - Programa de Apoio Psicossocial ao Servidor Unidade 100 Servidor beneficiado TJ
Rio Grande do Norte 100
185
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìnteragir com a sociedade, dando amplo conhecimento sobre os direitos e deveres do cidadão e os serviços ofertados pelo
Poder Judiciário do RN
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
14.345.000,00
0,00
TOTAL
14.345.000,00
0408 - OTIMIZAÇÃO DA GESTÃO DO PODER JUDICIÁRIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de facilitar o acesso da população aos serviços jurisdicionais e agilizar a obtenção dos seus resultados,
aproximando a justiça da sociedade.
Órgão ResponsáveI
04000 - Tribunal de Justiça
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Jurisdicionados
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10221 - Renovação do Acervo das Bibliotecas do Poder Judiciário
Estadual
Unidade 5.000 Livro e periódico adquirido TJ
Rio Grande do Norte 5.000
10222 - Sistema de TV Unidade 1.086 Programa veiculado TJ
Rio Grande do Norte 1.086
10223 - Sistema de Rádio Unidade 2.092 Programa veiculado TJ
Rio Grande do Norte 2.092
14760 - Comunicação Ìnstitucional do Poder Judiciário Unidade 78 Material de divulgação produzido TJ
Rio Grande do Norte 78
15892 - Comunicação Digital Unidade 618 Programa veiculado TJ
Rio Grande do Norte 618
15893 - Renovação dos Acervos da Biblioteca da Escola de
Magistratura do RN
Unidade 15.350 Livro e periódico adquirido TJ
Litoral Oriental 15.350
15894 - Programa de Tv e Rádio da Escola de Magistratura do RN Unidade 2 Programa veiculado TJ
Rio Grande do Norte 2
15895 - Programa Novos Rumos na Execução Penal Unidade 24 Evento realizado TJ
Rio Grande do Norte 24
15896 - Promoção Socioambiental no Âmbito do Judiciário do RN Unidade 30 Evento realizado TJ
Rio Grande do Norte 30
186
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15970 - Caminhos da Justiça Unidade 4 Programa realizado TJ
Rio Grande do Norte 4
187
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar e proporcionar apoio às atividades do Poder Judiciário do RN, de forma a contribuir para uma célere e eficiente
prestação jurisdicional
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
170.401.000,00
0,00
TOTAL
170.401.000,00
0409 - REAPARELHAMENTO E MODERNIZAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
É essencial o constante aprimoramento da prestação jurisdicional, através de ações que contribuam para a valorização e
melhoria do desempenho das atividades de todos que compõem o Poder Judiciário, como também para a satisfação da
sociedade.
Órgão ResponsáveI
04000 - Tribunal de Justiça
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Jurisdicionado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10224 - Construção, Reforma, Ampliação e Ìmplementação de
Unidades do Poder Judiciário Estadual
Unidade 50
Unidade construída, reformada e
implementada
TJ
Rio Grande do Norte 50
10227 - Construção e Aparelhamento do Edifício Sede do Novo Fórum
da Comarca de Mossoró
Unidade 1 Unidade implantada e aparelhada TJ
Mossoroense 1
10228 - Construção e Aparelhamento do Edifício Sede do Novo Fórum
da Comarca de Parnamirim
% de execução 100 Unidade implantada e aparelhada TJ
Litoral Oriental 100
10231 - Modernização do Sistema e Controle e Fiscalização dos
Cartórios Extrajudiciais e Secretarias Judiciais do Estado
% de execução 100 Sistema modernizado TJ
Rio Grande do Norte 100
10232 - Ìmplementação do Novo Datacenter da Rede de Dados do
Poder Judiciário
Unidade 1 Rede modernizada TJ
Litoral Oriental 1
10360 - Ampliação e Atualização do Parque Tecnológico do Poder
Judiciário
% de execução 100 Unidade modernizada TJ
Rio Grande do Norte 100
11540 - Capacitação dos Membros e Servidores Poder Judiciário
Estadual
Unidade 1.654 Membro e servidor beneficiado TJ
Rio Grande do Norte 1.654
12150 - Realização de Congressos, Jornadas, Simpósios, Cursos e
Palestras
Unidade 407 Evento realizado TJ
Rio Grande do Norte 407 188
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13560 - Construção, Reforma, Ampliação, Manutenção, Ìmplementação
e Aparelhamento do Edifício Sede da ESMARN
Metro Quadrado 20.505 Unidade modernizada TJ
Litoral Oriental 20.505
13960 - Construção, Reforma, Ampliação e Manutenção de Fóruns Unidade 30 Fórum construído, reformado e mantido TJ
Rio Grande do Norte 30
15520 - Aquisição de Ìmóveis Unidade 2 Ìmóvel adquirido TJ
Rio Grande do Norte 2
15620 - Renovação da Frota de Veículos do Poder Judiciário Unidade 84 Veículo adquirido TJ
Rio Grande do Norte 84
15630 - Aparelhamento das Ìnstalações Físicas do Poder Judiciário Unidade 30 Unidade aparelhada TJ
Rio Grande do Norte 30
15880 - Construção e Aparelhamento da Nova Sede do Tribunal de
Justiça do Estado
% de execução 100 Sede construída TJ
Litoral Oriental 100
15897 - Construção, Reforma, Ampliação, Ìmplementação,
Aparelhamento e Operacionalização de Unidades dos Juizados
Especiais
Unidade 8 Unidade estruturada TJ
Rio Grande do Norte 8
15898 - Construção e Aparelhamento do Edifício Sede do Novo Fórum
da Comarca de Pau dos Ferros
% de execução 100 Unidade implantada TJ
Alto Oeste 100
15899 - Estruturação, Aparelhamento, Modernização e Adequações
Tecnológicas das Ações de Segurança
Unidade 80 Atividade implementada TJ
Rio Grande do Norte 80
15901 - Programa de Dinamização, Difusão da Produção Ìntelectual e
de Editoração Científica
Unidade 108 Programa realizado TJ
Rio Grande do Norte 108
16000 - Realização de Concurso Público Unidade 1 Concurso realizado TJ
Rio Grande do Norte 1
18490 - Planejamento Estratégico de Ação do Poder Judiciário Unidade 391 Projeto implantado TJ
Rio Grande do Norte 391
189
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a divulgação de programas e realizações governamentais
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
7.850.000,00
0,00
TOTAL
7.850.000,00
1102 - MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RN
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de adequar os recursos materiais e o desenvolvimento de recursos humanos para a publicidade de
informações à sociedade.
Órgão ResponsáveI
11105 - Assessoria de Comunicação Social
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11950 - Aparelhamento e Ìnformatização do Departamento Estadual de
Ìmprensa
% de execução 100 Órgão aparelhado e informatizado DEÌ
Litoral Oriental 100
19101 - Ìmplantação de Canal da TV do Poder Executivo Unidade 1 tv/rádio instalados ASSECOM
Litoral Oriental 1
19102 - Aparelhamento e Ìnformatização da ASSECOM % de execução 100 Órgão aparelhado e informatizado ASSECOM
Litoral Oriental 100
19103 - Ìmplantação da Estrutura Física da ASSECOM Unidade 1 Órgão estruturado ASSECOM
Litoral Oriental 1
22470 - Aperfeiçoamento Técnico do Departamento Estadual de
Ìmprensa do Estado
Unidade 20 Pessoa capacitada DEÌ
Litoral Oriental 20
190
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir à população hipossuficiente de recursos financeiros um atendimento jurídico integral, gratuito, eficiente, célere e
digno
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.600.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
4.400.000,00
0,00
TOTAL
6.000.000,00
1110 - REESTRUTURAÇÃO, MODERNIZAÇÃO, HUMANIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA JURÍDICA
INTEGRAL E GRATUITA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de ampliação dos serviços de assistência jurídica gratuita.
Órgão ResponsáveI
11110 - Defensoria Pública do Estado do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População de baixa renda
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16960 - Aparelhamento, Operacionalização e Modernização da
Defensoria Pública
Unidade 30 Unidade implementada e mantida DPE
Rio Grande do Norte 30
16961 - Realização de Concurso Público Unidade 6 Concurso realizado DPE
Rio Grande do Norte 6
16962 - Humanização do Atendimento ao Público Unidade 30 Equipe formada DPE
Rio Grande do Norte 30
16963 - Desenvolvimento do Planejamento e Gestão da DPE Unidade 3 Planejamento implantado DPE
Rio Grande do Norte 3
16980 - Ampliação e Operacionalização da Frota de Veículos Veículo 80 Frota de veículo operacionalizada DPE
Rio Grande do Norte 80
17110 - Construção, Reforma e Ampliação de Unidades da Defensoria
Pública
Unidade 30
Unidade construída, reformada e
ampliada
DPE
Rio Grande do Norte 30
191
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar as condições de trabalho da Consultoria Geral do Estado, visando elevar os níveis de desempenho e
produtividade para conferir maior eficiência e transparência às ações administrativas do Estado
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.400.000,00
0,00
TOTAL
2.400.000,00
1130 - MODERNIZAÇÃO DA CONSULTORIA GERAL DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de adequar a estrutura existente às necessidades do órgão; e de disponibilizar um sistema eletrônico, via
internet, que permita consultas internas e públicas da jurisprudência estadual, dos processos com tramitação na CGE e da
legislação estadual.
Órgão ResponsáveI
11103 - Consultoria Geral do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores da CGE e público em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12370 - Aparelhamento e Ìnformatização da Consultoria Geral do
Estado
Unidade 1 Órgão aparelhado e informatizado CGE
Litoral Oriental 1
18750 - Compilação e Sistematização da Legislação Estadual Unidade 1 Sistema implantado CGE
Litoral Oriental 1
192
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Agilizar, racionalizar e melhorar a qualidade das atividades da defesa do Estado ora sob a responsabilidade da
Procuradoria Geral do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
6.850.000,00
0,00
TOTAL
6.850.000,00
1140 - MELHORIA FUNCIONAL DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de executar melhorias nas estruturas física, administrativa e institucional da Procuradoria Geral do Estado,
visando o seu bom desempenho.
Órgão ResponsáveI
11104 - Procuradoria Geral do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Administração Estadual e a População do RN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11023 - Revisão do Plano de Carreiras, Cargos e Salários Unidade 1 Plano revisado PGE
Rio Grande do Norte 1
11060 - Construção, Reforma e Ampliação da Sede e dos Núcleos
Regionais
Metro Quadrado 15.500 Área construída/reformada PGE
Rio Grande do Norte 15.500
13180 - Reequipamento e Ìnformatização da Procuradoria Geral do
Estado
% de execução 100 Órgão aparelhado e informatizado PGE
Rio Grande do Norte 100
22100 - Qualificação e Aperfeiçoamento Funcional Unidade 200 Servidor capacitado PGE
Rio Grande do Norte 200
193
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Desenvolver ações voltadas à modernização do controle interno do Estado do Rio Grande do Norte
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
535.000,00
0,00
TOTAL
535.000,00
1160 - DESENVOLVIMENTO DO CONTROLE INTERNO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de garantir um controle eficiente e eficaz da gestão pública
Órgão ResponsáveI
11106 - Controladoria Geral do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16040 - Realização de Eventos Unidade 10 Evento realizado CONTROL
Litoral Oriental 10
16041 - Reaparelhamento e Ìnformatização da CONTROL Unidade 1 Órgão reaparelhado CONTROL
Litoral Oriental 1
194
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir para o processo de integração dos diversos órgãos de Governo com os municípios e cidadãos, otimizando os
recursos disponíveis e adequando as políticas públicas às necessidades locais e indicação dos projetos prioritários por
região
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.100.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.400.000,00
0,00
TOTAL
2.500.000,00
1181 - GESTÃO INTEGRADA DAS POLÍTICAS DE GOVERNO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de promover o desenvolvimento sustentável dos municípios e regiões através da participação ativa dos
cidadãos nas decisões que afetam suas vidas.
Órgão ResponsáveI
11108 - Gabinete Civil do Governador do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População do RN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11370 - Fóruns de Ìntegração Entre Governo e Municípios Unidade 32 Evento realizado GAC
Rio Grande do Norte 32
18990 - Ìmplantação e Atualização Permanente do Modelo de Gestão Unidade 1 Modelo de Gestão implantado GAC
Rio Grande do Norte 1
19502 - Consolidação da Divisão Político-Administrativa do RN Município 167 Município atendido SEARA
Rio Grande do Norte 167
195
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover ações de desenvolvimento institucional e otimização da gestão das organizações públicas; dotar o Órgão de
condições a sua operacionalização e desenvolver recursos humanos; alinhar as estratégias de Tecnologia da Ìnformação
com as ações do GAC, possibilitando aos gestores decisões rápidas através da disponibilização de informações reais e
atualizadas, otimizando as ações
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.950.000,00
0,00
TOTAL
1.950.000,00
1182 - MODERNIZAÇÃO DO GABINETE CIVIL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Carência de força tarefa qualificada e treinada, sem um plano de organização de carreiras e precariedade de equipamentos
e tecnologias necessárias ao bom funcionamento do Órgão.
Órgão ResponsáveI
11108 - Gabinete Civil do Governador do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidor do Gabinete Civil
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11230 - Reforma das Ìnstalações Físicas do Gabinete Civil Metro Quadrado 3.000 Prédio reformado GAC
Litoral Oriental 3.000
11280 - Modernização do Sistema de Segurança Unidade 100 Sistema modernizado GAC
Litoral Oriental 100
11290 - Aparelhamento e Ìnformatização do Gabinete Civil % de execução 1 Órgão aparelhado e informatizado GAC
Litoral Oriental 1
18980 - Reestruturação do Plano de Cargos e Carreiras Unidade 1 Plano revisado GAC
Rio Grande do Norte 1
19020 - Renovação da Frota de Veículos Unidade 21 Veículo adquirido GAC
Litoral Oriental 21
22490 - Programa Qualidade de Vida Unidade 40 Evento realizado GAC
Litoral Oriental 40
196
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover condições adequadas de uso aos usuários do Centro Administrativo
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.200.000,00
0,00
TOTAL
1.200.000,00
1185 - REESTRUTURAÇÃO E ADEQUAÇÃO DO CENTRO ADMINISTRATIVO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Atualmente não existe orientação sobre a localização dos órgãos que compõem o Centro Administrativo; bem como
segurança e acessibilidade aos seus usuários.
Órgão ResponsáveI
11108 - Gabinete Civil do Governador do Estado
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Usuários do Centro Administrativo
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11260 - Construção do Sistema de Drenagem do Centro Administrativo Metro Quadrado 333.000 Sistema construído GAC
Litoral Oriental 333.000
19030 - Adequação Física do Centro Administrativo % de execução 100 Projeto executado GAC
Litoral Oriental 100
19040 - Ìmplantação de Sistema de Segurança e Comunicação Visual
no Centro Administrativo
Unidade 100 Sistema implantado GAC
Litoral Oriental 100
197
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar as condições de trabalho visando elevar os níveis de desempenho e produtividade; bem como dar
assessoramento a entidades governamentais e não governamentais
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
600.000,00
0,00
TOTAL
600.000,00
1201 - MODERNIZAÇÃO DA VICE-GOVERNADORIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de adequar a estrutura existente e dar suporte técnico a Entidades Governamentais e não Governamentais,
visando a melhoria na captação de recursos.
Órgão ResponsáveI
12000 - Vice-Governadoria
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População do Estado
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16030 - Aparelhamento e Ìnformatização da Vice-Governadoria % de execução 100 Órgão aparelhado e informatizado VG
Litoral Oriental 100
18960 - Reforma e Ampliação da Estrutura Física da
Vice-Governadoria
Unidade 4 Órgão reformado VG
Litoral Oriental 4
198
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Prover o Órgão dos meios administrativos para implementação e gestão de seus programas finalísticos
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
150.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
51.495.000,00
0,00
TOTAL
51.645.000,00
1401 - ESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de disponibilizar os recursos para o suporte técnico-operacional de forma a possibilitar sua atuação eficaz
Órgão ResponsáveI
14000 - Procuradoria Geral da Justiça
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10050 - Seleção de Pessoal Unidade 8 Processo seletivo realizado PGJ
Rio Grande do Norte 8
11720 - Estruturação Funcional das Unidades do Ministério Público
Estadual
Unidade 29 Unidade estruturada PGJ
Rio Grande do Norte 29
15770 - Aquisição de Ìmóveis Unidade 6 Ìmóvel adquirido PGJ
Rio Grande do Norte 6
16270 - Construção e Reforma das Sedes e Anexos do Ministério
Público Estadual
Metro Quadrado 30.332 Unidade construída e reformada PGJ
Rio Grande do Norte 30.332
16280 - Gestão da Frota de Veículos do Ministério Público Veículo 80 Frota de veículo operacionalizada PGJ
Rio Grande do Norte 80
22070 - Suporte Especializado aos Órgãos de Execução do MPRN Unidade 434 Perícia e assessoria realizada PGJ
Rio Grande do Norte 434
199
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Otimizar a atuação dos órgãos de execução do MPRN, com foco na defesa da ordem jurídica, do regimento democrático e dos
interesses individuais indisponíveis
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
174.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
65.085.000,00
0,00
TOTAL
65.259.000,00
1403 - DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL DA PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de potencializar a intervenção do MPRN na defesa do interesse público, da sociedade e do cidadão.
Órgão ResponsáveI
14000 - Procuradoria Geral da Justiça
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10320 - Gestão da Tecnologia da Ìnformação e Comunicação % de execução 100 Projeto implantado PGJ
Rio Grande do Norte 100
16020 - Campanhas Preventivas, Educativas e Relacionamento com a
Sociedade
Unidade 28 Campanha realizada PGJ
Rio Grande do Norte 28
16021 - Ìmplantação de Laboratório Especializado % de execução 100 Laboratório implantado PGJ
Rio Grande do Norte 100
16022 - Gestão Documental e da Ìnformação % de execução 100 Projeto implantado PGJ
Rio Grande do Norte 100
22080 - MP Ativo - Saúde, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho Unidade 950 Pessoa Beneficiada PGJ
Rio Grande do Norte 950
22090 - Qualificação e Aperfeiçoamento Funcional dos Ìntegrantes do
MPRN
Unidade 950 Pessoal capacitado e treinado PGJ
Rio Grande do Norte 950
23070 - Modernização da Gestão no MPRN Unidade 22 Projeto implantado PGJ
Rio Grande do Norte 22
23071 - Programa de Segurança Ìnstitucional no MPRN Unidade 40 Plano implantado PGJ
Rio Grande do Norte 40
200
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover a modernização da gestão pública no Estado do RN para a melhoria da qualidade do gasto e do ambiente de
negócios
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
957.000,00
51.000.000,00
TOTAL
52.957.000,00
1602 - MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA ESTADUAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de modernizar a gestão pública estadual
Órgão ResponsáveI
16000 - Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Órgãos Públicos
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11071 - Desenvolvimento de Sistema para Gestão Pública Unidade 4 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 4
11072 - Melhoria da Ambiência dos Órgãos Centrais de Administração e
de Planejamento do Estado
Unidade 2 Órgão modernizado SEARH
Litoral Oriental 2
11073 - Ìmplantação da Ouvidoria Geral do Estado Unidade 1 Ouvidoria implantada SEARH
Litoral Oriental 1
11074 - Aperfeiçoamento da Capacidade de Coordenação das Ações
Governamentais
Unidade 1 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 1
11082 - Reestruturação da Máquina Administrativa do Estado % de execução 100 Programa executado SEARH
Rio Grande do Norte 100
201
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Definir políticas de gestão de patrimônio e frota, bem como ampliar e melhorar a qualidade da informação, dos serviços
prestados ao cidadão e da transparência, através da integração dos sistemas corporativos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.190.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
16.340.000,00
11.540.000,00
TOTAL
30.070.000,00
1603 - MODERNIZAÇÃO DA LOGÍSTICA ADMINISTRATIVA E DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Deficiência no controle do patrimônio e da frota do Estado e necessidade de modernização da tecnologia da informação.
Órgão ResponsáveI
16000 - Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Órgãos da Administração Direta e Ìndireta do Estado e Municípios
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11075 - Ìmplantação de Sistema de Gestão de Frota % de execução 100 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 100
11076 - Digitalização do Arquivo Público Unidade 11.000.000 Documento digitalizado SEARH
Rio Grande do Norte 11.000.000
11078 - Otimização da Ìnformação de Processos Administrativos % de execução 100 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 100
11079 - Gestão e Ìntegração de Ìnformações % de execução 100 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 100
11081 - Ìmplementação da Política de Tecnologia da Ìnformação e
Comunicação e de Segurança da Ìnformação do Estado
% de execução 100 Sistema implantado SEARH
Rio Grande do Norte 100
19505 - Regularização Fundiária do Patrimônio Público Unidade 800 Prédio regularizado SEARA
Rio Grande do Norte 800
21920 - Gestão Patrimonial % de execução 100 Política de gestão implementada SEARH
Rio Grande do Norte 100
202
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Modernizar e ampliar a rede, garantindo a melhoria da qualidade dos serviços prestados pela previdência Estadual, de
forma a atender as necessidades e anseios dos usuários-cidadãos que buscam os serviços conforme as expectativas da
sociedade.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
2.190.000,00
0,00
TOTAL
2.190.000,00
1621 - MODERNIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PREVIDENCIÁRIOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de ampliação da rede de atendimento para garantir ao usuário do Regime Próprio de Previdência do Rio
Grande do Norte, o acesso aos serviços ofertados de forma ágil e nos prazos estabelecidos.
Órgão ResponsáveI
16201 - Ìnstituto de Previdência dos Servidores do Estado do Rio Grande do Norte
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores Públicos Estaduais e Dependentes
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11420 - Ampliação de Sistema de Ìnformática % de execução 100 Rede ampliada ÌPERN
Rio Grande do Norte 100
11480 - Ìnteriorização do Ìnstituto de Previdência dos Servidores do
Estado do RN
Unidade 20 Unidade implantada ÌPERN
Rio Grande do Norte 20
11490 - Reforma das Ìnstalações Físicas do ÌPERN Unidade 4 Prédio reformado ÌPERN
Rio Grande do Norte 4
18880 - Recadastramento de Aposentados e Pensionistas Unidade 8 Diagnóstico realizado ÌPERN
Rio Grande do Norte 8
22410 - Participação em Eventos de Aperfeiçoamento Técnico Unidade 160 Servidor capacitado ÌPERN
Rio Grande do Norte 160
203
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Atender os interesses públicos e sociais por meio de uma política de utilização ordenada e transparente dos bens e direitos
creditórios da DATANORTE com foco na regularização fundiária e patrimonial de interesse social
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
365.000,00
0,00
TOTAL
365.000,00
1631 - GESTÃO DO ACERVO IMOBILIÁRIO E PATRIMONIAL DA DATANORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Agravamento dos níveis de deteriorização e depedração do patrimônio público a perda de arrecadação e da recuperação de
direitos creditórios; insegurança jurídica e o incentivo a ilegalidade de uso e posse dos bens imóveis
Órgão ResponsáveI
16202 - Companhia de Processamento de Dados
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Mutuários
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11705 - Regularização Fundiária de Conjuntos Habitacionais Unidade 64 Conjunto Regularizado DATANORTE
Litoral Oriental 18
Litoral Norte 2
Agreste 8
Alto Oeste 6
Mossoroense 12
Médio Oeste 2
Vale do Assu 8
Seridó 8
11706 - Recuperação de Créditos Patrimoniais do FCVS % de execução 70 Crédito recuperado DATANORTE
Rio Grande do Norte 70
11707 - Redução de Ìmóveis Ìnadimplentes Unidade 100 Ìmóvel regularizado DATANORTE
Rio Grande do Norte 100
204
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìnstituir como pilares do projeto educativo a humanização, a socialização, a gestão democrática e a ação sistêmica,
buscando o convívio harmônico e a melhoria da qualidade de vida, Construindo coletivamente ações voltadas para uma
escola pública de qualidade, marcada pela ética, engajamento social, elaboração de um saber comprometido com a
cidadania, bem como conscientizar toda a comunidade educacional acerca da importância da cultura.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
9.440.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
34.405.000,00
2.100.000,00
TOTAL
45.945.000,00
1806 - GESTÃO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS E DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Mediante a atual dinâmica global, o Estado, por meio da SEEC, deve assumir o papel de impulsionador da gestão das
políticas públicas da educação e da cultura, cumprindo o seu papel de formulador de uma política além da gestão da rede
estadual de ensino. A gestão democrática dessas políticas é imprescindível, na medida em que facilita a construção de
ações adequadas a esse contexto, o que deve ser feito sem perder de vista a complexidade das relações interinstitucionais
(União/Estado/Município).
Órgão ResponsáveI
18000 - Secretaria de Estado da Educação e da Cultura
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Corpo discente, docentes e profissionais da educação
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10254 - Ìnstuticionalização e Ìmplementação do Processo de
Cooperação Estado x Município
Unidade 1 Programa Desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 1
10258 - Fortalecimento do Processo de Eleições de Diretores Escolares Escola 718 Escola atendida SEEC
Rio Grande do Norte 718
10274 - Desenvolvimento do Programa de Qualidade de Vida no
Trabalho
Unidade 1 Programa Desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 1
10282 - Ìmplementação do Multiculturalismo e da Diversidade no
Projeto Político Pedagógico
Unidade 1 Projeto implantado SEEC
Rio Grande do Norte 1
10283 - Desenvolvimento do Protagonismo Juvenil na Escola Unidade 1 Programa Desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 1
10284 - Ìmplantação e Ìmplementação do Programa Educação e Saúde Unidade 1 Programa implantado e executado SEEC
Rio Grande do Norte 1
10285 - Ìmplantação e Ìmplementação da Educação em Tempo Ìntegral Escola 718 Escola atendida SEEC
Rio Grande do Norte 718
205
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10286 - Desenvolvimento de Programa de Educação e Preservação
Ambiental
Unidade 1 Programa Desenvolvido SEEC
Rio Grande do Norte 1
13430 - Fortalecimento da Gestão Educacional, Democrática e da
Autonomia da Escola
Unidade 1 Programa executado SEEC
Rio Grande do Norte 1
206
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Otimizar a gestão pública.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
19.000.000,00
29.800.000,00
TOTAL
48.800.000,00
1901 - FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL DO PLANEJAMENTO E DA GESTÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de obter informações atualizadas e sistematizadas da ação governamental, o que exige pessoas qualificadas
para desenvolvê-las e sistema de gestão modernizado.
Órgão ResponsáveI
19000 - Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Órgãos Públicos Estaduais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10830 - Formação e Profissionalização de Recursos Humanos Unidade 100 Técnico profissionalizado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
11851 - Ìmplantação e Desenvolvimento do Modelo de Planejamento,
Gestão Orçamentária e Financeira do Estado
% de execução 100 Sistema estruturado SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
13440 - Tecnologia de Gestão e Ìnformação do Governo % de execução 100 Tecnologia implantada e mantida SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
20140 - Racionalização das Ações Administrativas e Financeiras do
Erário Estadual
% de execução 100 Sistema de Caixa Único mantido SEPLAN
Rio Grande do Norte 100
207
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Contribuir com o desenvolvimento organizacional e funcional da Secretaria; bem como promover a qualificação dos serviços
prestados aos cidadãos, garantindo a satisfação dos servidores
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
482.000,00
0,00
TOTAL
482.000,00
2008 - MODERNIZAÇÃO DA SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de prestar serviço de excelência ao cidadão através da reestruturação e modernização da Secretaria de
Estado do Desenvolvimento Econômico.
Órgão ResponsáveI
20000 - Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19680 - Ìmplantação do Plano de Melhoria Organizacional Unidade 1 Plano implantado SEDEC
Litoral Oriental 1
19700 - Ìmplantação do Plano de Cargos e Carreiras Unidade 1 Plano implantado SEDEC
Litoral Oriental 1
19710 - Reaparelhamento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento
Econômico
Unidade 1 Órgão reaparelhado SEDEC
Litoral Oriental 1
208
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir a fidelidade e confiabilidade das medições e dos direitos dos consumidores por meio da verificação em
instrumentos de medição e medidas materializadas, da fiscalização de produtos, dos aspectos da qualidade em
conformidade com as normas técnicas nacionais e internacionais.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
0,00
0,00
TOTAL
1.500.000,00
2026 - AMPLIAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DO INSTITUTO DE PESOS E MEDIDAS DO RIO GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de dotar o Ìnstituto de Pesos e Medidas do Estado do RN-ÌPEM/RN de estrutura adequada às exigências das
normas técnicas nacionais e internacionais
Órgão ResponsáveI
20206 - Ìnstituto de Pesos e Medidas
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População em geral
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19001 - Construção de Postos de Verificação do Ìnstituto de Pesos e
Medidas do Estado do RN
Unidade 2 Posto construído ÌPEM
Litoral Oriental 1
Mossoroense 1
19002 - Aparelhamento dos Postos de Verificação do Ìnstituto de
Pesos e Medidas do Estado do RN
Unidade 2 Posto aparelhado ÌPEM
Rio Grande do Norte 2
209
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ampliar, melhorar e reequipar a estrutura das unidades operacionais e administrativas do Ìnstituto Técnico-Cientifico de
Polícia - ÌTEP; bem como o aperfeiçoamento de profissionais, visando assegurar à população um melhor atendimento.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
37.140.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.724.000,00
0,00
TOTAL
52.864.000,00
2101 - MODERNIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DOS SERVIÇOS DA POLÍCIA TÉCNICO-CIENTÍFICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A estrutura do Ìnstituto Técnico-Científico de Polícia - ÌTEP encontra-se em condições inadequadas ao desenvolvimento do
trabalho, com vistas a melhoria do atendimento à população do Estado.
Órgão ResponsáveI
21131 - Ìnstituto Técnico Científico de Polícia
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10330 - Aparelhamento e Ìnformatização de Unidades do ÌTEP % de execução Unidade aparelhada e informatizada ÌTEP
Rio Grande do Norte 100
Litoral Oriental 100
Alto Oeste 100
Mossoroense 100
Seridó 100
13032 - Ìdentificação Criminal da Massa Carcerária % de execução 100 Programa implantado ÌTEP
Rio Grande do Norte 100
14830 - Construção, Reforma e Ampliação de Unidades do ÌTEP Unidade 7
Unidade construída, reformada e
ampliada
ÌTEP
Rio Grande do Norte 1
Litoral Oriental 1
Litoral Norte 1
Agreste 1
Mossoroense 1
Vale do Assu 1
Seridó 1
19110 - Ampliação da Frota de Veículos Unidade 26 Veículo adquirido ÌTEP
Rio Grande do Norte 26
22170 - Qualificação e Aperfeiçoamento de Profissionais Unidade 300 Servidor capacitado ÌTEP
Rio Grande do Norte 300
210
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplantar um modelo de gestão por resultados, investindo no aparelhamento das Unidades Policiais, gerando condições
que permitam a integração entre os órgãos integrantes do Sistema Estadual de Segurança Pública; Buscar a excelência
gerencial no sentido de proporcionar uma atuação racional e integrada no combate ao crime, otimizando os recursos
públicos e incentivando o atendimento humanizado, permitindo a participação da sociedade no planejamento e
acompanhamento das ações policiais.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
101.280.000,00
0,00
TOTAL
101.280.000,00
2102 - GESTÃO INTEGRADA DO SISTEMA ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
O investimento na modernização com ênfase na integração das ações entre os órgãos do Sistema de Segurança Pública e
Defesa Social, proporcionará a atuação conjunta e programada das forças de segurança para o combate ao crime; O
ambiente integrado permitirá a máxima coordenação operacional entre órgãos policiais, atuando em parceria com os
órgãos Defesa Social dos Municípios, dos outros Estados e do Governo Federal.
Órgão ResponsáveI
21000 - Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13070 - Ampliação da Frota de Veículo Veículo 2.400 Frota de veículo operacionalizada SESED
Rio Grande do Norte 2.400
13820 - Ìnformatização das Unidades da Segurança Pública % de execução 100 Unidade informatizada SESED
Rio Grande do Norte 100
13830 - Modernização do Sistema de Comunicação da Segurança
Pública
% de execução 100 Sistema modernizado SESED
Rio Grande do Norte 100
13840 - Aquisição de Armamentos e Munições para Segurança Pública % de execução 100 Armamento e Munição adquirido SESED
Rio Grande do Norte 100
13850 - Ampliação e Reforma de Unidades para Polícia de Bairro Metro Quadrado 4.000 Unidade ampliada e reformada SESED
Litoral Oriental 3.000
Mossoroense 1.000
14710 - Construção, Reforma e Ampliação de Ìnstalações Físicas das
Unidades da Segurança Pública
Metro Quadrado 1.000
Unidade construída, reformada e
ampliada
SESED
Rio Grande do Norte 1.000
14880 - Reaparelhamento das Unidades da Segurança Pública % de execução 100 Unidade reaparelhada SESED
Rio Grande do Norte 100 211
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16610 - Construção da Sede da Segurança Pública Metro Quadrado 6.000 Sede construída SESED
Litoral Oriental 6.000
18610 - Aquisição, Recuperação e Manutenção de Aeronave Unidade 1
aeronave adquirida, recuperada e
mantida
SESED
Rio Grande do Norte 1
19120 - Proteção às Mulheres e Minorias Unidade 20.000 Pessoa assistida SESED
Rio Grande do Norte 20.000
19125 - Construção para Ìmplantação dos Núcleos Ìntegrados de
Segurança Pública
Metro Quadrado 36.750 Unidade construída SESED
Litoral Oriental 7.650
Litoral Norte 3.600
Agreste 7.500
Alto Oeste 6.900
Mossoroense 1.500
Médio Oeste 1.500
Vale do Assu 2.700
Seridó 5.400
19126 - Construção do Centro Ìntegrado de Formação de Profissionais
de Segurança Pública
Metro Quadrado 10.000 Unidade construída SESED
Litoral Oriental 10.000
19150 - Controle de Qualidade e Certificação de Gestão do Sistema
Estadual de Segurança Pública
Unidade 12.000 Unidade beneficiada SESED
Rio Grande do Norte 12.000
24720 - Operacionalização do Conselho Estadual de Entorpecentes Unidade 1 Conselho operacionalizado SESED
Rio Grande do Norte 1
28180 - Operacionalização das Ações Educacionais de Erradicação das
Drogas
% de execução 100 Ação realizada SESED
Rio Grande do Norte 100
28190 - Qualificação, Requalificação e Aperfeiçoamento de Recursos
Humanos
Unidade 12.000 Servidor treinado SESED
Rio Grande do Norte 12.000
212
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Aperfeiçoar a estrutura da Polícia Civil através do seu aparelhamento, da capacitação de policiais e de ações comunitárias,
com vistas no combate ao crime, para aumentar a segurança e a tranquilidade dos cidadãos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
42.080.000,00
0,00
TOTAL
42.080.000,00
2110 - MODERNIZAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Carência de uma estrutura adequada e dos recursos humanos qualificados que permita maior eficiência operacional da
Polícia Civil.
Órgão ResponsáveI
21102 - Polícia Civil
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11901 - Construção, Reforma e Ampliação das Estruturas Físicas das
Unidades Operacionais e Administrativas da Polícia Civil
Unidade 100
Unidade construída, reformada e
ampliada
PC
Litoral Oriental 23
Litoral Norte 11
Agreste 13
Alto Oeste 16
Mossoroense 10
Médio Oeste 5
Vale do Assu 6
Seridó 16
11902 - Modernização, Ampliação e Controle da Frota da Polícia Civil Veículo 266 Frota de veículo operacionalizada PC
Rio Grande do Norte 266
11903 - Reaparelhamento de Unidades da Polícia Civil Unidade 186 Unidade reaparelhada PC
Rio Grande do Norte 186
11904 - Modernização do Sistema de Comunicação da Polícia Civil % de execução 100 Sistema modernizado e ampliado PC
Rio Grande do Norte 100
11905 - Aquisição de Armamento e Material Bélico para Polícia Civil Unidade 8.748.350 Armamento e material bélico adquiridos PC
Rio Grande do Norte 8.748.350
11906 - Ìnformatização da Polícia Civil Unidade 186 Unidade informatizada PC
Rio Grande do Norte 186
213
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
11907 - Aquisição de Aeronave Unidade 1 Unidade adquirida PC
Rio Grande do Norte 1
11908 - Aquisição de Delegacias Móveis Unidade 4 Unidade adquirida PC
Rio Grande do Norte 4
29971 - Capacitação dos Servidores e Policiais da Polícia Civil % de execução 100 Servidor Capacitado PC
Rio Grande do Norte 100
29972 - Operacionalização de Atividades Comunitárias e de Prevenção
à Violência
Unidade 3.000 Pessoa atendida PC
Rio Grande do Norte 3.000
214
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Modernizar e reestruturar a unidade de tributação do Estado, visando aumentar a arrecadação e o controle das despesas
públicas e da dívida fiscal.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
14.135.000,00
61.620.000,00
TOTAL
75.755.000,00
2201 - MODERNIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO FISCAL DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de dotar os órgãos da área fiscal do Estado de recursos tecnológicos e pessoal treinado, indispensáveis ao
melhor desempenho das ações nas áreas Tributária, Financeira e de Controle da Dívida Ativa.
Órgão ResponsáveI
22000 - Secretaria de Estado da Tributação
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10220 - Coordenação da Execução dos Projetos das Áreas Financeira e
Dívida Ativa
Unidade 2 Projeto implantado SET
Rio Grande do Norte 2
12540 - Capacitação de Servidores da Secretaria de Tributação Unidade 1.045 Servidor capacitado SET
Rio Grande do Norte 1.045
12550 - Desenvolvimento de Projetos % de execução 100 Projeto desenvolvido SET
Rio Grande do Norte 100
12560 - Ampliação do Sistema Ìnformatizado de Arrecadação Fiscal % de execução 100 Ìnformatização realizada SET
Rio Grande do Norte 100
12570 - Reaparelhamento da Secretaria de Estado da Tributação Unidade 6.000 Equipamento adquirido SET
Rio Grande do Norte 6.000
12700 - Reforma da Sede, Unidades Regionais de Tributação e de
Postos Fiscais
Metro Quadrado 16.700 Prédio reformado SET
Litoral Oriental 10.000
Agreste 350
Alto Oeste 500
Mossoroense 3.500
Vale do Assu 350
Seridó 2.000
12780 - Educação Fiscal Unidade 1 Programa executado SET
Rio Grande do Norte 1
215
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15800 - Campanha Cidadão Nota 10 Unidade 1 Campanha realizada SET
Rio Grande do Norte 1
216
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Levar ao cidadão um serviço público de qualidade, cumprindo um dever ético e contribuindo para a realização da cidadania
plena
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.040.000,00
0,00
TOTAL
3.040.000,00
2301 - CENTRAL DO CIDADÃO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A instalação, o aparelhamento e a melhoria das instalações das unidades de atendimento integrado do programa Central
do Cidadão, visa oferecer condições adequadas de trabalho para garantir um melhor atendimento à população.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15281 - Ìmplantação, Recuperação e Reaparelhamento de Unidades de
Atendimento Ìntegrado
Unidade 25
Unidade implantada, recuperada e
reaparelhada
SEJUC
Rio Grande do Norte 20
Litoral Oriental 2
Litoral Norte 1
Mossoroense 2
15300 - Modernização Tecnológica de Unidade de Atendimento
Ìntegrado
Unidade 22 Unidade informatizada SEJUC
Rio Grande do Norte 22
217
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir aos servidores melhores condições de trabalho, no âmbito material e humano, proporcionando a todos usuários
uma estrutura adequada as suas necessidades.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
260.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.110.000,00
0,00
TOTAL
3.370.000,00
2311 - ESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A reciclagem dos servidores, assim como a disponibilidade de equipamentos adequados e modernos, proporcionam maior
eficiência no desenvolvimento de suas atividades, gerando um maior índice de satisfação aos cidadãos.
Órgão ResponsáveI
23000 - Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores e usuários da Secretaria
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10009 - Ampliação da Frota de Veículos da SEJUC Unidade 40 Veículo adquirido SEJUC
Rio Grande do Norte 40
10082 - Qualificação, Requalificação e Aperfeiçoamento Técnico de
Servidores da SEJUC
Unidade 80 Servidor capacitado SEJUC
Rio Grande do Norte 80
10083 - Adequação da Estrutura Física da Secretaria de Estado da
Justiça e da Cidadania
Unidade 8 Unidade reestruturada e modernizada SEJUC
Rio Grande do Norte 8
10084 - Aparelhamento, Reaparelhamento e Ìnformatização da SEJUC Unidade 1 Órgão aparelhado e informatizado SEJUC
Rio Grande do Norte 1
15562 - Ìmplantação e Reestruturação do Plano de Cargos, Carreira e
Salários dos Servidores da SEJUC
Unidade 1 Plano implementado SEJUC
Rio Grande do Norte 1
25302 - Promoção da Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho Unidade 300 Servidor beneficiado SEJUC
Rio Grande do Norte 300
218
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Melhorar as condições de trabalho e produtividade do corpo funcional com a operacionalização, a informatização, a
qualificação dos servidores e a adequação dos procedimentos da Secretaria
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
1.900.000,00
0,00
TOTAL
1.900.000,00
2504 - REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DA SECRETARIA DE INFRA-ESTRUTURA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A precariedade das instalações físicas e operacionais da Secretaria, a necessidade de atualização e reciclagem de
pessoal, torna imprescindível a definição deste Programa.
Órgão ResponsáveI
25000 - Secretaria de Estado da Ìnfraestrutura
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores da SÌN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13190 - Ìnformatização da Secretaria de Ìnfra-Estrutura % de execução 100 Ìnformatização realizada SÌN
Litoral Oriental 100
13195 - Modernização da Secretaria de Ìnfra-Estrutura % de execução 100 Órgão modernizado SÌN
Litoral Oriental 100
26485 - Participação em Eventos de Aperfeiçoamento Técnico Unidade 30 Servidor capacitado SÌN
Litoral Oriental 30
219
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir serviços de qualidade através da qualificação e modernização do Órgão
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
460.000,00
0,00
TOTAL
460.000,00
2522 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E TECNOLÓGICA DO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE
RODAGEM
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de automatizar e melhorar a qualidade dos serviços prestados pelo Departamento.
Órgão ResponsáveI
25201 - Departamento de Estradas de Rodagem
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores do DER
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
12640 - Participação em Eventos de Aperfeiçoamento Técnico Unidade 20 Servidor capacitado DER
Rio Grande do Norte 20
12670 - Modernização Tecnológica do DER % de execução 100 Unidade informatizada DER
Rio Grande do Norte 100
220
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Assegurar condições favoráveis que permitam ao órgão otimizar as prestações dos seus serviços.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
71.152.000,00
0,00
TOTAL
71.152.000,00
2533 - MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E REESTRUTURAÇÃO FÍSICA DO DETRAN
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Considerando a necessidade de reestruturar e modernizar o Órgão, é importante a implementação de mudanças
organizacionais e de seus princípios de gestão, para que a prestação de serviços seja agilizada junto ao cidadão.
Órgão ResponsáveI
25203 - Departamento Estadual de Trânsito
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População e Servidores do DETRAN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10290 - Reestruturação Física do DETRAN Metro Quadrado 4.214 Órgão reestruturado DETRAN
Rio Grande do Norte 4.214
18260 - Reaparelhamento do DETRAN % de execução 100 Órgão reaparelhado DETRAN
Rio Grande do Norte 100
18270 - Modernização da Tecnologia da Ìnformação % de execução 100 Tecnologia implantada e mantida DETRAN
Rio Grande do Norte 100
19050 - Ìmplementação do Processo de Ìnovação Organizacional % de execução 100 Projeto implantado DETRAN
Rio Grande do Norte 100
19060 - Formação do Servidor Unidade 400 Servidor capacitado DETRAN
Rio Grande do Norte 400
19070 - Realização de Eventos Unidade 28 Evento realizado DETRAN
Rio Grande do Norte 28
19071 - Ouvidoria Ìtinerante Unidade 30.972 Pessoa atendida DETRAN
Rio Grande do Norte 30.972
221
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Garantir aos usuários a prestação de serviços adequados pelas concessionárias, permissionárias e autorizadas, tanto
qualitativa quanto quantitativamente
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
470.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
200.000,00
0,00
TOTAL
670.000,00
2541 - REGULAÇÃO, CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS CONCEDIDOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de assegurar a qualidade dos serviços públicos privatizados no âmbito de atuação do Governo Estadual em
benefício da sociedade do RN.
Órgão ResponsáveI
25204 - Agência Reguladora de Serviços Públicos
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10110 - Participação em Eventos de Aperfeiçoamento Técnico Unidade 8 Técnico treinado ARSEP
Rio Grande do Norte 8
10930 - Divulgação de Normas e Procedimentos Unidade 4 Campanha realizada ARSEP
Rio Grande do Norte 4
10940 - Readequação das Ìnstalações Físicas Unidade 1 Ìnstalação recuperada e ampliada ARSEP
Rio Grande do Norte 1
11150 - Reaparelhamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos
do RN
% de execução 100 Agência reaparelhada ARSEP
Litoral Oriental 100
11180 - Elaboração de Estudos Unidade 4 Estudo elaborado ARSEP
Rio Grande do Norte 4
22140 - Desenvolvimento de Fiscalização Unidade 8 Fiscalização realizada ARSEP
Rio Grande do Norte 8
222
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Organizar, regular e nortear a execução da Política Estadual de Assistência Social, no Rio Grande do Norte na perspectiva do
Sistema Único de Assistência Social - SUAS
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.611.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
16.054.000,00
0,00
TOTAL
18.665.000,00
2619 - GESTÃO DA POLÍTICA ESTADUAL DA ASSISTÊNCIA SOCIAL - SUAS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A implantação e implementação da Política Estadual de Assistência Social no Rio Grande do Norte requer a execução de
ações capazes de consolidar o papel regulador e provedor que cabe ao Estado.
Órgão ResponsáveI
26000 - Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Famílias, grupos ou segmentos vulnerabilizados pela pobreza, exclusão e desigualdades sociais
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10086 - Co-Financiamento dos Níveis de Proteção Social Básica e
Especial da Assistência Social
Município 167 Município atendido SETHAS
Rio Grande do Norte 167
10134 - Programa de Ìnclusão Produtiva Município 44 Município atendido SETHAS
Rio Grande do Norte 44
10249 - Defesa e Prevenção de Direitos Sociais % de execução 4 Projeto executado SETHAS
Rio Grande do Norte 4
11570 - Reestruturação Organizacional da SETHAS Unidade 1 Órgão modernizado SETHAS
Litoral Oriental 1
11571 - Ìmplantação de Estrutura Regional da Assistência Social Unidade 18 Unidade implantada SETHAS
Rio Grande do Norte 18
11572 - Fortalecimento do Apoio Ìnstitucional Unidade 60 Ìnstituição beneficiada SETHAS
Rio Grande do Norte 60
11573 - Criação de uma Ouvidoria Social % de execução 100 Unidade implantada e aparelhada SETHAS
Litoral Oriental 100
15550 - Viabilização de Programas e Projetos Especiais Unidade 10 Projeto viabilizado SETHAS
Rio Grande do Norte 10
18050 - Concessão de Benefícios para Famílias Vulnerabilizadas Unidade 552 Família atendida SETHAS
Rio Grande do Norte 552
223
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
22022 - Monitoramento e Assessoramento aos Programas e Serviços
da Assistência Social
Unidade 3 Projeto monitorado SETHAS
Rio Grande do Norte 3
22023 - Fortalecimento dos Conselhos Vinculados a Assistência Social Unidade 13 Órgão fortalecido SETHAS
Rio Grande do Norte 13
22024 - Capacitação para Assistência Social Unidade 4.896 Pessoa atendida SETHAS
Rio Grande do Norte 4.896
224
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìmplantar um conjunto de ações de natureza institucional e legal, capaz de imprimir maior grau de eficácia na
implementação dos instrumentos de gerenciamento e gestão da SEMARH
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
220.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
900.000,00
0,00
TOTAL
1.120.000,00
2710 - REESTRUTURAÇÃO ORGANIZACIONAL DA SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DOS
RECURSOS HÍDRICOS - SEMARH
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A reestruturação administrativa é necessária para garantir à SEMARH um melhor desempenho em suas atividades. Por
isso, torna-se importante a operacionalização do Programa
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores da SEMARH
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10760 - Reequipamento da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e
dos Recursos Hídricos
Unidade 20 Equipamento adquirido SEMARH
Rio Grande do Norte 20
11160 - Melhoria das Ìnstalações Físicas Unidade 1 Órgão reformado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
11161 - Fortalecimento Ìnstitucional da SEMARH Unidade 1 Projeto implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
22012 - Capacitação de Pessoal Unidade 16 Curso realizado SEMARH
Rio Grande do Norte 16
225
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Apoiar o desenvolvimento de informações científicas relativas à emissão de gases de efeito estufa para subsidiar a
definição da política de atuação em mudanças climáticas; desenvolver estudos nas área de meio ambiente; e, monitirar e
fiscalizar os corpos hídricos.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
40.004.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
25.415.000,00
0,00
TOTAL
65.419.000,00
2714 - FORTALECIMENTO DAS POLÍTICAS AMBIENTAL E DE RECURSOS HÍDRICOS
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A execução deste programa se torna imprescindível para que se possa conscientizar a população do problema dos efeitos
causados pelas mudanças climáticas, bem como é importante para ampliar os conhecimentos sobre a disponibilidade
hídrica, com o objetivo de alcançar a redução das perdas e a melhoria da qualidade dos recursos hídricos.
Órgão ResponsáveI
27000 - Sec de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10121 - Desenvolvimento de Estudos na Área Ambiental e de
Recursos Hídricos
Unidade 14 Estudo e Pesquisa realizada SEMARH
Rio Grande do Norte 14
10129 - Elaboração de Plano Estratégico de Redução dos Ìmpactos e
Vulnerabilidade
Unidade 1 Plano elaborado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
10131 - Estabelecimento de Medidas Corretivas, Preventivas e
Emergenciais de Mitigação à Mudança Climática
Unidade 3 Estudo realizado SEMARH
Rio Grande do Norte 3
10132 - Execução de Ações Preventivas de Combate à Degradação do
Solo e dos Lençóis Freáticos
% de execução 100 Programa implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
13720 - Sistema Ìntegrado de Dados para Suporte à Decisão em
Gerenciamento de Recursos Hídricos
% de execução 100 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
13970 - Promoção de Eventos sobre Recursos Hídricos Unidade 14 Evento realizado ÌGARN
Rio Grande do Norte 14
13985 - Laboratório para Análise de Água e de Sedimentos de Fundo % de execução 100 Laboratório implantado ÌGARN
Rio Grande do Norte 100
15650 - Ìncentivo à Criação e Ìmplementação de Comitês de Bacias
Hidrográficas
Unidade 4 Comitê formado ÌGARN
Rio Grande do Norte 4 226
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
15680 - Operacionalização da Cobrança de Uso de Água Hectometro ao cubo 9.400 Volume outorgado ÌGARN
Rio Grande do Norte 9.400
15743 - Ìmplantação da Cobrança Pelo Uso da Água Unidade 1 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
17030 - Ìnstalação e Operação de Rede de Monitoramento dos
Recursos Hídricos
% de execução 100 Rede de monitoramento implantada ÌGARN
Rio Grande do Norte 100
17035 - Batimetria de Açudes Unidade 15 Açude medido ÌGARN
Rio Grande do Norte 15
17180 - Cadastro e Regularização de Usuários de Água Unidade 3.000 Usuário atendido ÌGARN
Rio Grande do Norte 3.000
17184 - Cadastro de Obras Hidráulicas Unidade 5.000 Usuário atendido ÌGARN
Rio Grande do Norte 5.000
17185 - Desenvolvimento de Estudos e Projetos Sobre a Gestão dos
Recursos Hídricos
Unidade 6 Estudo e projeto elaborado ÌGARN
Rio Grande do Norte 6
17210 - Mobilização Social Unidade 6 Entidade criada ÌGARN
Rio Grande do Norte 6
19270 - Combate à Desertificação % de execução 100 Programa implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 100
19275 - Apoio aos Municípios na Elaboração dos Planos Municipais de
Desertificação
Unidade 3 Projeto executado SEMARH
Rio Grande do Norte 3
19280 - Capacitação de Agentes Multiplicadores para Ações de
Combate à Desertificação
Unidade 200 Agente capacitado SEMARH
Rio Grande do Norte 200
19285 - Elaboração e Execução de Projetos de Estruturas de proteção
Contra as Cheias
Unidade 1 Projeto elaborado e executado SEMARH
Rio Grande do Norte 1
19290 - Combate à Desertificação em Áreas Prioritárias Unidade 4 Sistema implantado SEMARH
Rio Grande do Norte 4
19295 - Estudos de Avaliação de Ìmpacto Unidade 3 Estudo realizado SEMARH
Rio Grande do Norte 3
20133 - Fiscalização do Uso dos Recursos Hídricos Unidade 1.275 Fiscalização realizada ÌGARN
Rio Grande do Norte 1.275
20134 - Operacão e Conservação da Ìnfraestrutura Hidráulica Unidade 70 Ìnfraestrutura operada e conservada ÌGARN
Rio Grande do Norte 70
22025 - Monitoramento e Fiscalização na Área de Recursos Hídricos % de execução 100 Monitoramento e fiscalização realizados SEMARH
Rio Grande do Norte 100
227
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estruturar a gestão dos serviços e revitalizar a CAERN
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
12.384.000,00
0,00
TOTAL
12.384.000,00
2723 - DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
É consenso a necessidade do estabelecimento de um processo de reestruturação das companhias de saneamento do
país, inclusive no que diz respeito à gestão, visando a superação dos problemas existentes.
Órgão ResponsáveI
27201 - Companhia de Águas e Esgotos do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores e usuários da instituição
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
16630 - Reestruturação da Gestão, Otimização e Revitalização da
CAERN/FUNESAN
Unidade 12 Projeto elaborado e implantado CAERN
Rio Grande do Norte 12
228
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Oferecer condições de funcionamento satisfatório ao ÌGARN.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
885.000,00
0,00
TOTAL
885.000,00
2732 - ESTRUTURAÇÃO FÍSICA E ORGANIZACIONAL DO INSTITUTO DE GESTÃO DAS ÁGUAS DO RIO
GRANDE DO NORTE
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A estruturação administrativa é necessária para garantir ao ÌGARN uma maior funcionalidade e um melhor desempenho de
suas atividades.
Órgão ResponsáveI
27202 - Ìnstituto da Gestão das Águas do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores do ÌGARN
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
13930 - Modernização Tecnológica e Aparelhamento do Ìnstituto de
Gestão das Águas
% de execução 100 Unidade aparelhada e informatizada ÌGARN
Rio Grande do Norte 100
13940 - Adequação da Estrutura Física do ÌGARN % de execução 100 Estrutura física adequada ÌGARN
Rio Grande do Norte 100
13980 - Descentralização Administrativa Unidade 3 Escritório regional instalado ÌGARN
Rio Grande do Norte 3
20135 - Participação em Eventos de Aperfeiçoamento
Técnico-Administrativo
Unidade 50 Servidor capacitado ÌGARN
Rio Grande do Norte 50
229
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Promover o fortalecimento da gestão ambiental, sob os princípios da descentralização e da participação social.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
22.228.000,00
0,00
TOTAL
22.228.000,00
2744 - FORTALECIMENTO DA GESTÃO AMBIENTAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A gestão ambiental requer a ampliação de esforços para a democratização da ação do Estado, de modo que a sociedade
civil e o poder público municipal participem ativamente no processo de tomada de decisão.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Ìnstituições estaduais e municipais e a sociedade civil organizada
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10011 - Apoio à Gestão Ambiental dos Municípios Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
10012 - Apoio Técnico Especializado ao Procedimento de Licenciamento
Ambiental
Unidade 20.000 Licença emitida ÌDEMA
Rio Grande do Norte 20.000
14030 - Fortalecimento Ìnstitucional do ÌDEMA % de execução 100 Órgão fortalecido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 100
14050 - Ìnteriorização das Ações do ÌDEMA Município 6 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 6
14060 - Ìnformatização do ÌDEMA % de execução 100 Órgão informatizado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 100
14080 - Aperfeiçoamento e Capacitação do Corpo Técnico % de execução 100 Servidor Capacitado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 100
19950 - Operacionalização do Sistema de Ìnformações Geográfica e
Gestão Ambiental
Unidade 1 Sistema implementado ÌDEMA
Rio Grande do Norte 1
230
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Formular e implementar instrumentos de ordenamento territorial e mecanismos de gestão das ações institucionais
incidentes na Zona Costeira do Estado.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
3.843.000,00
0,00
TOTAL
3.843.000,00
2745 - PLANEJAMENTO E GESTÃO INTEGRADA DA ZONA COSTEIRA DO ESTADO
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de oferecer suporte tecnológico para o desenvolvimento sócio-econômico da Zona Costeira em base
sustentável, atendendo as premissas das Políticas Nacional e Estadual de Meio Ambiente.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Ìnstituições estaduais e municipais que atuam na política ambiental
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10013 - Elaboração e Revisão de Zoneamento Ecológico Econômico do
Litoral
Unidade 2 Estudo elaborado ÌDEMA
Litoral Oriental 1
Litoral Norte 1
10014 - Apoio Técnico à Ìmplementação do Projeto Orla e
Aperfeiçoamento dos Ìnstrumentos de Gestão Ambiental
Município 22 Município assistido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 7
Litoral Oriental 8
Litoral Norte 7
10015 - Ìnterface com Organizações Governamentais e Não
Governamentais
Unidade 20 Evento realizado ÌDEMA
Litoral Oriental 10
Litoral Norte 10
10016 - Avaliação das Repercussões das Mudanças Climáticas no
Litoral do RN
Unidade 2 Estudo realizado ÌDEMA
Litoral Oriental 1
Litoral Norte 1
231
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ìncentivar e viabilizar a gestão, conservação e manejo florestal sustentável no Estado
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.237.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
11.835.000,00
0,00
TOTAL
14.072.000,00
2746 - GESTÃO E DESENVOLVIMENTO FLORESTAL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
A promoção, gestão e desenvolvimento florestal no Estado, se dará com a implantação de ações de florestamento e
reflorestamento e de conservação e recuperação da cobertura vegetal.
Órgão ResponsáveI
27203 - Ìnstituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Proprietários rurais, municípios e conselhos gestores
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10031 - Desenvolvimento e Apoio ao Fomento da Produção Florestal Município 166 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 166
10032 - Recuperação de Áreas Degradadas Hectare 400 Área recuperada ÌDEMA
Rio Grande do Norte 400
10033 - Manejo e Conservação Florestal nos Biomas Caatinga e Mata
Atlântica
Município 41 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 41
10034 - Ações Estratégicas de Mitigação, Redução dos Ìmpactos e
Vulnerabilidade das Mudanças Climáticas no Estado
Município 25 Município atendido ÌDEMA
Rio Grande do Norte 25
232
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Estruturar e aparelhar a Empresa Potiguar de Promoção Turística para o seu bom funcionamento
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
0,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
310.000,00
0,00
TOTAL
310.000,00
2821 - ESTRUTURAÇÃO DA EMPRESA POTIGUAR DE PROMOÇÃO TURÍSTICA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de adequação da Empresa visando o desenvolvimento do marketing turístico do Rio Grande do Norte.
Órgão ResponsáveI
28202 - Empresa Potiguar de Promoção Turistica
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores Públicos
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
18760 - Aparelhamento da Empresa Potiguar de Promoção Turística Órgão 1 Órgão equipado EMPROTUR
Litoral Oriental 1
18770 - Estruturação Física da Empresa Potiguar de Promoção
Turística
Unidade 1 Órgão estruturado EMPROTUR
Litoral Oriental 1
28170 - Administração de Equipamentos Turísticos Equipamento 4 Equipamento administrado EMPROTUR
Rio Grande do Norte 4
233
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Modernizar a estrutura operacional e física da SEARA, bem como capacitação dos técnicos com com vistas ao desempenho
das suas funções.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
1.200.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
484.000,00
0,00
TOTAL
1.684.000,00
3104 - MODERNIZAÇÃO E FORTALECIMENTO INSTITUCIONAL DA SECRETARIA DE ASSUNTOS FUNDIÁRIOS
E DE APOIO À REFORMA AGRÁRIA
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Tendo em vista os programas desenvolvidos pela SEARA, é necessário que se promova uma capacitação permanente do
seu quadro de servidores, além de instrumentos adequados e um ambiente de trabalho estruturado.
Órgão ResponsáveI
31000 - Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários, Colonização e Reforma Agrária
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidor da SEARA
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
19300 - Modernização Tecnológica % de execução 100 Modernização Tecnológica realizada SEARA
Rio Grande do Norte 100
19301 - Melhoria da Ìnfraestrutura Unidade 1 Órgão estruturado SEARA
Rio Grande do Norte 1
20640 - Capacitação de Servidores Unidade 200 Servidor capacitado SEARA
Rio Grande do Norte 200
234
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Ampliar, melhorar e reequipar a estrutura das unidades operacionais e administrativas do Corpo de Bombeiros Militar, além
de assegurar a formação e especialização dos bombeiros militares, bem como desenvolver práticas educativas de
prevenção a desastres e salvamento voltadas ao público infantil, visando garantir a prestação de um melhor serviço à
população.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
24.500.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
15.800.000,00
0,00
TOTAL
40.300.000,00
3201 - REESTRUTURAÇÃO E AMPLIAÇÃO DOS SERVIÇOS DO CORPO DE BOMBEIROS MILITAR
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
Necessidade de estabelecer condições de segurança à população, protegendo as pessoas e o patrimônio, através das
atividades de prevenção e combate a incêndio, resgate, busca, salvamento e ações de Defesa Civil.
Órgão ResponsáveI
32000 - Corpo de Bombeiros Militar
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
População
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10750 - Construção e Reforma de Unidades do Corpo de Bombeiros
Militar do RN
Unidade 78 Unidade construída/reformada CBM/RN
Litoral Oriental 42
Litoral Norte 4
Agreste 4
Alto Oeste 4
Mossoroense 11
Médio Oeste 2
Vale do Assu 6
Seridó 5
10751 - Bombeiro Mirim Unidade 2.400 Pessoa Beneficiada CBM/RN
Rio Grande do Norte 2.400
235
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10890 - Aparelhamento de Unidades do Corpo de Bombeiros Militar Unidade 99 Unidade aparelhada CBM/RN
Litoral Oriental 67
Litoral Norte 4
Agreste 4
Alto Oeste 4
Mossoroense 9
Médio Oeste 2
Vale do Assu 6
Seridó 3
11040 - Formação, Requalificação e Aperfeiçoamento de Recursos
Humanos
Unidade 3.200 Servidor treinado CBM/RN
Rio Grande do Norte 3.200
19130 - Reestruturação e Ampliação do Sistema de Comunicação do
Corpo de Bombeiros Militar
Unidade 28 Unidade reestruturada CBM/RN
Litoral Oriental 13
Litoral Norte 2
Agreste 2
Alto Oeste 1
Mossoroense 5
Vale do Assu 2
Seridó 3
19140 - Aquisição de Viaturas Unidade 213 Viatura adquirida CBM/RN
Rio Grande do Norte 213
236
Governo do Estado do Rio Grande do Norte
Secretaria do Planejamento e das Finanças
Demonstrativo de Investimentos Previstos por Programa
SIAF/RN
Ano Base: 2012
PPA 2012 - 2015
Proporcionar os meios adequados para atender as políticas previstas no plano decenal do esporte brasileiro,
modernizando e mantendo a estrutura física da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer.
Objetivo
Recurso de Operações de Crédito
2.000.000,00
Recurso EstaduaI
Recurso FederaI
865.000,00
0,00
TOTAL
2.865.000,00
3303 - MODERNIZAÇÃO DA SEEL
VALOR DO PROGRAMA NO PERIODO
Justificativa
É indispensável o fortalecimento da estrutura física, administrativa e organizacional da SEEL para que possa atender as
diversas atividades que serão desenvolvidas na área de sua abrangência e cumprimento de sua missão.
Órgão ResponsáveI
33000 - Secretaria do Estado do Esporte e do Lazer
Macroobjetivo
05 - OTÌMÌZAR A QUALÌDADE DOS SERVÌÇOS PÚBLÌCOS, GARANTÌNDO UMA GESTÃO EFÌCÌENTE, TRANSPARENTE E
DEMOCRÁTÌCA
PúbIico AIvo
Servidores do SEEL
ABRANGÊNCIA ESPACIAL
UNID MEDIDA AÇÕES QTD ÓRGÃO PRODUTO
10109 - Aparelhamento, Ìnformatização e Adequação da Ìnfraestrutura
Física da SEEL
Unidade 40 Orgão reestruturado SEEL
Litoral Oriental 40
22230 - Apoio ao Conselho Estadual do Desporto Unidade 1 Conselho apoiado SEEL
Litoral Oriental 1
237



238










2
2
.
.
L
L
e
e
i
i
d
d
e
e
D
D
i
i
r
r
e
e
t
t
r
r
i
i
z
z
e
e
s
s

O
O
r
r
ç
ç
a
a
m
m
e
e
n
n
t
t
á
á
r
r
i
i
a
a
s
s


L
L
D
D
O
O

N
N
º
º
9
9
.
.
5
5
2
2
0
0
/
/
2
2
0
0
1
1
1
1

A
A
N
N
E
E
X
X
O
O
D
D
E
E
M
M
E
E
T
T
A
A
S
S
E
E

P
P
R
R
I
I
O
O
R
R
I
I
D
D
A
A
D
D
E
E
S
S

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful