Você está na página 1de 1

Seo 0- Cap.

1- Introduo ao Estudo da Moeda- Livro Economia Monetria- Rossetti

1- Introduo ao Estudo da Moeda 1.1- Origens e conceito de moeda Sao necessrios nao so um grande recuo no tempo como tambm um pequeno exerccio de imaginao para que possam ser caracterizadas as atividades econmicas de grupos humanos primitivos. Eram grupos que nao conheceram a moeda e, quando recorriam a atividades de troca, realizavam trocas diretas em espcie, denominadas escambo. As bases sobre as quais se desenvolviam as suas atividades eram, em sisntese, as seguintes. 1- As necessidades manifestadas pelo grupo eram limitadas, abrangendo apenas itens vitais, com os relacionados a alimentao e a proteo em relao ao meio ambiente. O nao atendimento das necessidades implicaria a extino do grupo. Esse carter rudimentar de vida economia que justificava o nomadismo desses grupos, uma vez que sua fixao em uma regio traria crescendtes dificuldades de sobrevivncia. 2- Os membros do grupo tendiam a desenvolver primitivos processos de conservao de produtos extrados da natureza, cumulando excedentes que se destinavam, em um primeiro estagio, a garantia do suprimento e, em estagio mais avanado de cultura econmica, as trocas dentro do prprio grupo ou com outros grupos com os quais passava a manter contatos. 3- A ocorrncia de dupla coincidecia levava a uma operao rudimentar de troca em que a compra nao se distinguia da venda. A troca se realizava diretamente em espcie. Traduzia uma operao tpica de escabamo, sem interveno de instrumentos monetrios.