Você está na página 1de 14

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

 

CURSO DE TESTE DE DIREITO ADMINISTRATIVO

 

IV. As autarquias e as empresas públicas, como

integrantes da Administração Federal Indireta, equiparam-se entre si pelo fato de que ambas são pessoas jurídicas de direito público interno. V. O Direito Público compõe-se predominantemente de normas imperativas inafastáveis.

01.

Assinale a alternativa correta, no que

respeita aos Princípios da Administração

Pública:

 

A Emenda Constitucional n° 19/98, relativa à

Reforma Administrativa do Estado, não introduziu, no art. 37, caput, da Constituição da República Federativa do Brasil, o princípio da eficiência.

a)

a)

Apenas as proposições

I,

II,

III

e

IV estão

corretas.

 

b)

Apenas

as proposições

I,

III,

IV

e

V estão

b)

Os princípios administrativos informam todo o

corretas.

 

modo de agir da Administração Pública.

 

c) Apenas as proposições III e V estão corretas.

c)

O princípio da razoabilidade está expresso na

d) Apenas as proposições I, III e V estão corretas.

Constituição da República Federativa do Brasil.

 

e) Todas as proposições estão corretas

 

d)

O princípio da continuidade dos serviços

 

públicos não mostra a preocupação de paralisar

05. (TRF1-2005) O princípio da segurança jurídica, na Administração:

as obras e serviços públicos.

 

e)

O princípio da continuidade do serviço público

a)

não impede aplicação retroativa de lei de

não guarda qualquer pertinência com o princípio da supremacia do interesse público.

ordem pública, porque não há direito adquirido em face de norma dessa natureza;

b)

não veda aplicação retroativa de nova

02.

Assinale a alternativa INCORRETA em

interpretação da lei; c) protege, além do direito adquirido, expectativas legítimas e situações em vias de

relação aos temas Administração Pública e Servidor Público:

a)

A Administração Pública é regida pelos

constituição sob o pálio de promessas firmes do Estado;

princípios catalogados no art. 37 da Constituição

da República Federativa do Brasil.

 

d)

conforme a jurisprudência, assegura direito

b)

A atividade administrativa deve orientar-se no

adquirido ao regime jurídico em que o funcionário

sentido de atingir o interesse público.

 

ingressou no serviço público.

 

c)

A proibição de acumulação de cargos é uma

 

regra constitucional, embora admita certas exceções.

06. (TRF1-2005) Não é totalmente compatível com a evolução do direito administrativo e da administração pública a seguinte progressão:

d)

O Estado, ao ensejar oportunidade de ingresso

em seus quadros mediante concurso, não deve

estar atento aos requisitos capacidade e idoneidade do candidato.

competência administrativa como poder >

competência como poder-dever > competência como dever-poder e finalidade pública; ato administrativo isolado do contexto e fragmentado para efeito de controle (competência, forma, finalidade, motivo e objeto; legalidade e mérito)

> ato administrativo integrado > atividade administrativa e políticas públicas; restrição da legitimidade para agir ao direito subjetivo > ampliação da legitimidade para agir, alcançando o interesse legítimo perante a competência discricionária;

a)

e)

O princípio da eficiência constitucional alcança

todas as atividades estatais, inclusive a eficiência

na carreira do magistrado.

 

03. Assinale a alternativa correta:

 

Na

administração

particular é permitido

fazer

tudo

o

que

a

lei

não

proíbe, na

administração pública é permitido fazer o

que a lei autoriza, regra esta que compõe o princípio básico da:

a) legalidade;

 

b)

ato administrativo unilateral, imperativo,

b) impessoalidade;

 

imotivado, insuscetível de controle judicial prévio

c) imperatividade;

ou de mérito > prestígio à discricionariedade (vinculação aos princípios), mas, em contrapartida, participação da sociedade na administração, processualização, motivação indispensável do ato administrativo, controle judicial prévio, inclusive de seu conteúdo (pelo critério de razoabilidade), redução do espectro do ato político; c) indivíduo como objeto “administrado” perante o Estado > indivíduo como sujeito indivíduo como cidadão; administração patrimonialista > burocrática > sistêmica (participativa) > princípio da legalidade > princípio da juridicidade > princípio da constitucionalidade da administração pública; promoção dos direitos fundamentais de primeira, segunda e terceira geração > promoção

d) moralidade;

e) finalidade.

 

04. (TJSC 2005)

Questão:

Sobre

a

Administração pública, é correto afirmar:

I. Desafetação é o processo pelo qual um bem público de uso comum passa a classificar-se como dominical. II. A exigência constitucional de provimento por

concurso público dos cargos efetivos tem seu fundamento doutrinário básico no princípio da legalidade. III. São princípios básicos da Administração Pública: a legalidade, a impessoalidade, a moralidade, a publicidade e a eficiência.

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

complementar (integrada)

dos

direitos

3)

corporação

(

)

fundamentais e complementaridade de instrumentos;

autoadministração (4) empresa pública

( ) admite capital

d)

Estado liberal > Estado social > Estado-

privado

 

mínimo, privatização das atividades estatais,

 

eficiência gerencial e promoção do mínimo existencial sujeita à cláusula de reserva do possível.

a) 4; 3; 1; 2.

 

b) 3; 2; 1; 4.

c) 2; 4; 3; 1.

 

d) 2; 3; 4; 1.

07.

(PGE/GO 2005) Não se pode afirmar que

e) 4; 1; 3; 2.

seja característica da reforma do Estado

 

a)

a adoção modelos organizacionais com mais

12. Assinale a alternativa correta:

 

graus hierárquicos e chefias com maior poder de

A AUTARQUIA é:

decisão.

a)

uma entidade administrativa autônoma, criada

b)

a desconcentração e a descentralização

por lei, com personalidade jurídica de Direito

conferindo-se maior poder de decisão a escalões hierárquicos inferiores.

Público, com patrimônio próprio e finalidade especial;

c)

a eliminação de superposição de órgãos com

b)

uma entidade administrativa autônoma, criada

atribuições semelhantes.

por ato de vontade da pessoa política interessada

d)

a aplicação rigorosa de concurso público.

, com patrimônio próprio e atribuições específicas; c) uma entidade administrativa, gozando de autonomia relativa, criada por lei, com personalidade jurídica de Direito Público, patrimônio próprio e atribuições fixadas pelo

08. (TRF1 – 2004) Costuma-se indicar o sítio

histórico do advento do direito administrativo, como ramo autônomo, entre:

a) o fim do século XIX e o início do século XX.

b) o fim da idade média e o início dos tempos

decreto que lhe definir os limites de atuação;

 

modernos.

d)

uma entidade administrativa autônoma, criada

c) o fim do século XVIII e o início do século XIX.

por lei, com personalidade jurídica de Direito Público, com patrimônio próprio, destinada a exercer qualquer atividade administrativa ou econômica;

d) a Carta Magna (1215) e o fim do século XV.

09.

(TRF1 – 2004) A Emenda Constitucional

19,

de

4.6.98,

inseriu,

dentre os

e)

é uma entidade administrativa autônoma, de

princípios constitucionais da administração pública, o da:

Direito Privado, com patrimônio próprio, criada por lei, destinada a exercer atividades industriais e comerciais .

a) moralidade.

b) eficiência.

 

c) razoabilidade.

13. (MPDFT-2005) Sobre o chamado Terceiro Setor, que abrange os serviços sociais autônomos, fundações, associações, cooperativas, organizações sociais e organizações da sociedade civil de interesse público – OSCIP, pode-se afirmar:

d) impessoalidade.

10.

Assinale a assertiva incorreta:

a)

A autarquia é uma pessoa jurídica de direito

público.

b)

As autarquias são criadas por lei e sua

 

execução se opera por decreto.

c)

O patrimônio das autarquias destinadas à

a)

Parceria, destinado à formação do vínculo de

Os responsáveis pela fiscalização do Termo de

execução do serviço público é inalienável,

ooperação entre o Poder Público e as entidades qualificadas como OSCIP, ao tomarem conhecimento de qualquer irregularidade na utilização de recursos ou bens de origem pública pela organização parceira, darão imediata ciência ao Tribunal de Contas respectivo e ao Ministério Público, sob pena de responsabilidade subsidiária.

impenhorável e imprescritível.

d)

Os cargos, empregos e funções na autarquia,

não necessitam, obrigatoriamente, de criação por lei.

e)

A

autarquia

é

submetida

ao

controle

da

Administração Pública.

b)

Não é permitida a participação de servidores

11.

À luz do direito administrativo, enumere

públicos na composição de conselho de

os entes contidos na 1 a coluna em relação

Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

às características constantes da 2 a

c)

Se determinada fundação, atuante no Estado

, assinalando a alternativa que contém a opção correta:

de Goiás, estender a sua atividade,

estabelecendo filial no Distrito Federal, caberá o encargo de velar por ela, em cada um deles, respectivamente, ao Ministério Público do Estado de Goiás e ao Ministério Público Federal.

(1) autarquia

(

)

capital estatal

( ) substrato

(2) sociedade de economia mista personativo

d)

O exercício das atribuições fiscalizadoras do

Ministério Público, que decorrem do sentido

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

genérico da sua missão, velando pelas fundações, envolve atuação de caráter meramente administrativo, que não dispensa, todavia, regulação nas leis processuais.

sujeita-se ao regime jurídico próprio das empresas privadas, inclusive quanto aos direitos e obrigações civis, comerciais, trabalhistas e tributários, não se fazendo distinção entre empresa prestadora de serviço público e empresa dedicada a atividade econômica;

Embora os elementos pessoal e patrimonial

estejam presentes nas fundações, nas associações e nas sociedades, diferenciam-se as duas primeiras pela preponderância do elemento patrimonial.

e)

c)

são penhoráveis em face de incompatibilidade

do Decreto-Lei n. 509/69, que estabelece prerrogativa de impenhorabilidade desses bens,

14.

(TJDFT-2005) São atribuições da Agência

com o art. 100 da atual Constituição (regime de precatório apenas para a fazenda pública);

Nacional do Petróleo, dentre outras, exceto:

d)

são impenhoráveis porque não se aplica o

a)

fiscalizar diretamente, ou mediante convênios

disposto no art. 173, §1º, II, da Constituição às

com órgãos dos Estados e do Distrito Federal, as atividades integrantes da indústria do petróleo, bem como aplicar as sanções administrativas e pecuniárias previstas em lei, regulamento ou contrato.

empresas estatais prestadoras de serviço público.

17.

(PGE/GO 2005) A respeito das Agências

Reguladoras é correto afirmar que:

 

b)

consolidar mensalmente dados sobre as

a)

O contrato de gestão é o seu principal

reservas de petróleo e gás natural, responsabilizando-se pela divulgação das informações às empresas exploradoras e aos demais órgãos do Poder Público.

instrumento.

 

b)

A sua independência normativa apresenta-se

plena perante o Poder Legislativo.

 

c)

O seu poder de dirimir conflitos afirma sua

c)

instruir processo com vistas à declaração de

independência perante o Poder Judiciário.

 

utilidade pública, para fins de desapropriação e

d)

O fato de suas decisões não poderem ser

instituição de servidão administrativa, das áreas necessárias à exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural, construção de refinarias, de dutos e de terminais.

revistas por autoridades estranhas à própria entidade afirma a sua independência perante o Poder Executivo.

d)

estimular a pesquisa e a adoção de novas

18.

(TRF1

2004)

Empresas públicas,

tecnologias na exploração, produção, transporte,

refino e processamento.

sociedades de economia mista e fundações públicas constituem:

a) administração autárquica.

 

15. (TJDFT-2005) Compete à Agência Nacional de Telecomunicações, dentre outras medidas, exceto:

b) órgãos relativamente autônomos.

 

c) administração indireta.

d) administração delegada.

 

a)

controlar, acompanhar e proceder à revisão de

 

tarifas dos serviços prestados nos regimes público e privado, sem, contudo, homologar reajustes, salvo se autorizado pelo Ministro de Estado das Comunicações.

expedir normas quanto à outorga, prestação e

fruição dos serviços de telecomunicações no

regime público.

b)

19.

(TRF1 – 2004) As agências reguladoras

são:

 

a) agências executivas.

 

b) empresas estatais.

c) concessionárias de serviço público.

d) autarquias de regime especial.

 

c)

celebrar e gerenciar contratos de concessão e

20.

(TRF1 – 2004) Assinale a resposta certa:

fiscalizar a prestação do serviços no regime público, aplicando sanções e realizando intervenções.

a)

As pessoas jurídicas de direito público, a que

se

tenha

dado

estrutura de direito privado,

regem-se

no

que

couber,

quanto

ao seu

compor administrativamente conflitos de

interesses entre prestadoras de serviço de telecomunicações.

d)

funcionamento, pelas normas do Código Civil.

b) Na hipótese a não se regem pelo Código Civil.

c) Na hipótese a regem-se pela Constituição

 

Federal.

 

16.

(TRF1-2005) Conforme a jurisprudência

d)

Nenhuma das hipóteses acima.

 

mais recente do STF, os bens da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos:

21.

(TJRS-2003) São pessoas jurídicas de

são penhoráveis, pois, nos termos do art. 5º, II,

do Decreto-Lei nº 200/67, ainda em vigor, empresa pública é entidade dotada de personalidade jurídica de direito privado, com

patrimônio próprio, criada por lei para a exploração de atividade econômica que o Governo seja levado a exercer por força de contingência ou de conveniência administrativa;

a)

direito público interno, consoante

classificação legal (art. 41 do Código Civil),

a) a União, as autarquias e as empresas públicas.

b) os Estados, os Municípios e as demais en-

tidades de caráter público criadas por lei.

c)

os Estados, os Municípios e as sociedades de

economia mista.

 

d)

a União, o Poder Legislativo Estadual e os

b)

173, §1º, II, da Constituição, a empresa pública

são penhoráveis porque, nos termos do art.

Municípios.

 

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

e)

a República Federativa do Brasil, os Estados e

(e) O ato administrativo válido e eficaz produz efeitos até sua revogação.

os Municípios.

 

22.

Assinale a alternativa INCORRETA:

 

27.

A

revogação

do

ato

administrativo

a)

No exercício do poder de polícia, pode a

pressupõe:

 

Administração Pública executar prerrogativas que sobrelevem o interesse público.

a) Ato viciado que ainda não produziu efeitos.

b) Ato válido, independentemente da produção

b)

No exercício do poder de polícia, pode a

ou não de efeitos.

 

Administração Pública intervir na proteção dos

c) Ato simplesmente anulável.

 

interesses coletivos.

 

d) Ato inexistente.

 

c)

A expressão poder de polícia (police power)

e)

Ato viciado que já produziu efeitos

 

ingressou pela primeira vez na terminologia legal, no caso Maryland, da Corte Suprema dos

28. Assinale a alternativa incorreta:

Estados Unidos.

 

a)

atos de império ou de autoridade são todos

d)

A polícia de trânsito, a polícia ambiental e a

aqueles que a Administração pratica usando de

polícia de construções não estão inseridas no conceito de poder de polícia.

sua supremacia sobre o administrado ou servidor e lhes impõe obrigatório atendimento;

e)

No exercício do poder de polícia, pode a

b)

atos de gestão são os que a Administração

Administração Pública exercer a fiscalização de

pratica sem usar de sua supremacia sobre os

forma preventiva e/ou repressiva.

 

destinatários;

 
 

c)

atos de expediente são atos de rotina interna,

23.

Assinale a alternativa correta:

 

sem caráter vinculante e sem forma especial;

A polícia administrativa da ordem pública

 

d)

atos administrativos gerais ou regulamentares

a) é atividade

sempre

vinculada

quanto

aos

são aqueles expedidos com destinatários determinados sem finalidade normativa;

motivos;

 

b)

é atividade

vinculada

quanto

à

finalidade

e)

tratando-se de atos vinculados, impõe-se à

objeto e forma ;

 

Administração o dever de motivá-los.

 

c)

é atividade, totalmente, discricionária ;

   

d)

é

atividade

discricionária

 

quanto

à

29. (TJSC) De acordo com os princípios de direito administrativo, assinale a alternativa que contém a assertiva correta:

competência e motivos;

 

e)

é atividade inteiramente vinculada.

 
 

a)

A competência administrativa para prática de

24. (PGE/GO 2005) Quanto ao Poder de

ato é intransferível e improrrogável. b) A competência administrativa pode ser transferível e prorrogável em função da vontade

Polícia, é incorreta a seguinte afirmativa:

 

a) Trata-se de restrição a direito individual.

b) A diferenciação entre a polícia judiciária e a

das partes.

 

administrativa encerra-se no caráter repressivo

c)

A competência administrativa é essencial para

da primeira e no preventivo da segunda.

 

validade do ato discricionário, sendo, contudo, dispensável para prática de ato vinculado.

c)

As limitações administrativas são formas de

atuação desse poder.

 

d)

A competência administrativa é essencial para

d)

A discricionariedade é um de seus atributos.

 

validade do ato vinculado, sendo, contudo,

 

dispensável para prática de ato discricionário.

25.

(TRF1

2004)

Discricionariedade,

e)

Nenhuma das anteriores.

 

coercitividade

e auto-executoriedade

 

podem ser apontadas como:

 

30.

No

que

tange

ao

controle do ato

a) elementos do ato administrativo em geral.

 

administrativo pelo Poder Judiciário, à luz do direito administrativo ao juiz é vedado pronunciar-se quanto:

a) Finalidade do ato.

b) Competência para praticá-lo.

b) pré-requisitos dos atos vinculados.

 

c) atributos do poder de polícia.

d) pré-condições dos atos discricionários.

 

26.

Assinale a alternativa incorreta.

c) Forma do ato.

 
 

(a) A inobservância da forma do ato

d) Conveniência do ato.

 

administrativo acarreta a sua nulidade.

 

e) Legalidade.

 

(b)

Quanto à composição da vontade, diz-se que

 

o

ato administrativo é complexo, se depender da

31.

Assinale

a

alternativa

INCORRETA

vontade de órgãos diversos, como é exemplo a

nomeação do Procurador-Geral de Justiça.

(c)

Há revogação do ato administrativo, quando a

acerca da Teoria do Ato Administrativo:

O controle dos atos administrativos é exercido

também pelo Poder Judiciário. b) Os atos administrativos, quando editados,

trazem em si a presunção de legitimidade.

a)

retirada do mesmo se funda em razões de conveniência e ilegalidade.

(d)

A recusa e a renúncia são as únicas causas

c)

Denomina-se eficácia a idoneidade que tem o

promovidas por particular, que levam à extinção

ato administrativo para produzir seus efeitos.

do ato administrativo.

d)

A licença para exercer determinada profissão

regulamentada por lei, é ato administrativo vinculado.

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

e)

O exame do ato administrativo revela a

 

existência dos seguintes requisitos: competência, finalidade, motivo, publicidade e objeto.

36.

(TRF1 – 2004) Ao pressuposto de fato e

de direito que serve de fundamento ao ato

 

administrativo, denomina-se:

 

32. Assinale a alternativa correta:

 

a) finalidade.

 

O prazo, para a administração anular os seus atos de que decorram efeitos favoráveis para o destinatário:

b) motivo.

c) forma.

d) condição.

a)

é de decadência e se consuma em(5) cinco

 

anos, salvo se houver boa fé deste;

 

37. (TRF1

2004) Ao

Poder Judiciário é

b)

é de decadência e se consuma em dois (2)

dado:

 

dois anos, desde que o administrado não tenha agido de má-fé;

a)

controlar

o

ato

discricionário

quanto

aos

aspectos de competência, forma e finalidade.

c)

não é de decadência e se consuma em (5)

b)

revogar o ato administrativo.

 

cinco anos, da data em que foram praticados ,

c)

apreciar,

em

face

de

prioridades,

a

salvo comprovada má-fé;

 

conveniência

 

e

a

oportunidade

do

ato

d)

é de decadência e se consuma em cinco (5)

administrativo.

 

anos, da data em que foram praticados, salvo comprovada má fé;

d)

apreciar apenas os atos vinculados.

 

e)

a administração a qualquer tempo pode rever

38.

(TJRS-2003) Os atos administrativos são

seus atos, anulando os que contrariarem a lei ou

passíveis de controle interno e externo.

revogando-os por inconveniência ou oportunidade.

Diante disso,

 

a)

em respeito à presunção de legitimidade, pode

33.

Enquanto

não

for

decretada

a

a Administração Pública sustentar o descum-

invalidade, o ato administrativo nulo pode ser executado em razão:

primento de liminar em mandado de segurança.

b)

a declaração de nulidade de um ato adminis-

a)

da necessidade de assegurar direitos de

trativo pode ser feita tanto pela Administração Pública como pelo Poder Judiciário.

terceiro;

 

b) da presunção de veracidade;

 

c)

o controle jurisdicional revoga o ato adminis-

c) da presunção de legitimidade;

trativo.

 

d) da autorização legislativa;

d)

a existência de processo administrativo inter-

e) do atributo da imperatividade.

posto pelo interessado é causa suspensiva do

 

controle jurisdicional.

 

34. (TJSC 2005) O atos administrativos que contém uma sanção imposta pela

administração àqueles que infringem disposições legais, regulamentares ou ordinatórias dos bens e serviços públicos, são chamados de:

a) atos normativos

e)

o Tribunal de Contas é órgão de controle in-

terno da Administração Pública.

 

39.

Sobre o processo licitatório é incorreto

afirmar que:

 

a) Não configura atentado ao princípio da igualdade entre os licitantes o estabelecimento

b) atos ordinatórios

 

de requisitos mínimos de participação, no edital ou convite. b) A contratação de serviços técnicos profissionais de notória especialização é uma das hipóteses de inexigibilidade de licitação.

c) atos enunciativos

d) atos punitivos

e) nenhuma das alternativas

 

35. (MPDFT-2005) Em relação aos atos administrativos, assinale a alternativa correta.

c)

A anulação da licitação, por motivos de

ilegalidade, opera efeitos "ex nunc" e não sujeita a Administração a qualquer indenização.

a)

É dispensável a motivação do ato

d)

Estabelecidas as regras de certa licitação,

administrativo discricionário.

 

tornam-se elas inalteráveis a partir da publicação

b)

Os motivos declinados em um ato

do instrumento convocatório e durante todo o seu procedimento. Se, em razão do interesse público, for necessária alguma alteração, essa será promovida pelo procedimento de rerratificação do ato convocatório. e) Qualquer cidadão pode acompanhar o desenvolvimento da licitação.

administrativo podem ser alterados em defesa judicial apresentada pela Administração.

c)

O prazo decadencial para a Administração

Pública Federal anular atos administrativos de

efeitos patrimoniais contínuos renova-se periodicamente.

d)

É dispensável a motivação do ato

 

administrativo quando este se destinar apenas a

40.

(TJSC)

Assinale

a alternativa que

suspender outro ato administrativo.

 

contém

a

modalidade

de

licitação

que

e)

A revogação de ato administrativo por motivo

ocorre entre os interessados previamente cadastrados:

a) Concorrência.

de conveniência e oportunidade deve respeitar os direitos eventualmente adquiridos.

b) Convite.

 

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

c)

Tomada de preços.

 

b)

para aquisição de materiais, equipamentos ou

d)

Leilão.

gêneros

que

possam

ser fornecidos por

e)

Nenhuma das anteriores.

 

produtor exclusivo.

 
 

c) nos casos de calamidade pública.

41. (TJSC 2005) Sobre o procedimento licitatório, analise os itens a seguir:

d) nos casos de licitação deserta.

I. O último ato do procedimento licitatório, pelo qual se atribui ao vencedor o objeto licitado, denomina-se adjudicação.

45.

(TJRS-2003) Segundo a Lei n o 8.666/93,

que estabelece normas gerais sobre licitação e contratos administrativos,

II. Quando as propostas consignarem preços incompatíveis com os fixados por órgão oficial, a Administração poderá proceder à adjudicação direta dos bens ou serviços ao licitante que tiver apresentado a proposta de menor preço.

a)

a concorrência é a modalidade de licitação

entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à

data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação.

III.

Quando há inviabilidade de competição, a

licitação é inexigível.

 

b)

é inexigível a licitação nos casos de guerra ou

IV.

A locação de imóvel, para nele funcionar

grave perturbação da ordem.

 

determinado serviço público, será uma modalidade de contratação que pode ser dispensada a licitação nos casos previstos na lei. V. Nos termos da lei de licitações, é dispensável a licitação para contratação de serviço técnico de profissional de notória especialização.

c)

a licitação destina-se a garantir a observância

do princípio constitucional da isonomia e a

selecionar a proposta mais vantajosa para a Administração Pública e será processada e julgada em estrita conformidade com os prin- cípios básicos que a lei prevê.

 

d)

os contratos administrativos só podem ser

a)

Somente

as

proposições

I,

II

e

IV

estão

alterados por acordo de partes quando houver

corretas.

 

modificação do projeto ou das especificações, para melhor adequação técnica aos seus objetivos.

b)

Somente

as proposições

I

,II,

III

e

V

estão

corretas.

 

c)

Somente

as

proposições

I,

III

e

IV

estão

e)

o contrato administrativo pode ser rescindido

corretas.

 

por ato unilateral e escrito da Administração Pública, a qualquer momento, por conveniência e

d) Somente as proposições I e III estão corretas.

e) Todas as proposições estão corretas.

 

oportunidade administrativa.

 

42. (TRF1-2005) Ocorre inexigibilidade de licitação:

46. Qual das características abaixo diferencia o contrato administrativo dos demais contratos regulados pelo direito:

a)

quando há inviabilidade de competição,

encontrando-se os casos taxativamente

a)

Pode ser aditado a qualquer tempo pelos

enumerados em lei; b) quando há inviabilidade de competição, devidamente justificada, mesmo que a situação não esteja especificamente prevista em lei;

contratantes.

 

b)

Tem objetivo assegurar o funcionamento de

um serviço público.

 

c) Pode ser fiscalizado na sua execução.

c)

quando, embora viável a competição, a

d) Pode ser rescindido por qualquer das partes

licitação é objetivamente inconveniente ao interesse público, conforme enumeração taxativa da lei;

por infração contratual.

 

e)

Submete-se ao regime jurídico de direito

privado.

 

d)

quando, embora viável a competição, a

 

licitação é objetivamente inconveniente ao interesse público, conforme despacho fundamentado da autoridade competente, não dependendo de previsão legal específica.

47. (TJDFT-2005) São tipos de contratos administrativos, exceto:

(A)

contrato de gestão.

 

(B)

contrato de gerenciamento.

 

(C)

contrato de trabalhos artísticos.

43.

(PGE/GO

2005)

São

hipóteses

de

(D)

contrato de agenciamento.

 

dispensa de licitação, exceto

   

a)

situação de calamidade pública.

48.

(PGE/GO 2005) Uma das características

b)

locação

de

imóvel

para

 

atender

a

do contrato administrativo é a

Administração. c) contratação

de

profissional

de

notória

mutabilidade. Com base nessa afirmação. assinale a alternativa correta:

especialização.

 

a)

A natureza comutativa e sinalagmática resta

d)

compra de produtos perecíveis.

 

prejudicada pela ocorrência desse fator.

 

b)

Pode haver mudança unilateral das cláusulas

44. (TRF1 – 2004) É inexigível a licitação:

contratuais inclusive as financeiras. c) O agravamento da obrigação de fazer independe do consentimento do contratado.

a) em casos de guerra ou grave perturbação da ordem.

d) A álea extraordinária econômica sendo

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

extracontratual não autoriza a revisão.

52. (TJDFT-2005) Sobre a parceria público- privada é correto afirmar, exceto:

49.

Assinale a alternativa incorreta:

a)

que a parceria público-privada é o contrato

a) Toda a concessão de serviço público possui

administrativo de concessão, na modalidade patrocinada ou administrativa.

que é vedada a celebração de contrato de

parceria público-privada que tenha como objeto

b)

prazo determinado.

b)

houver a falência da empresa concessionária.

A concessão do serviço público extingue-se, se

c)

A concessão do serviço público tem caráter de

único o fornecimento de mão-de-obra, o fornecimento e instalação de equipamentos ou a execução de obra pública.

exclusividade.

d)

O ato de extinção da concessão do serviço

público por motivo de mérito é ato administrativo veiculado através de decreto.

É indispensável prévio processo

d)

que é concessão patrocinada de obras ou de

serviços públicos aquela que autoriza o pagamento de tarifa cobrada do usuário.

c)

administrativo, com ampla defesa, para que seja

considerada legal a decretação de caducidade por inadimplência da concessão do serviço público.

que é vedada a celebração de contrato de

parceria público-privada cujo período de prestação de serviços seja inferior a 5 (cinco) anos.

d)

50.

(MPDFT-2005) Em relação à concessão e

53. (TJDFT-2005) Na contratação de

permissão de serviços públicos, assinale a

parceria-público privada serão observadas as seguintes diretrizes, exceto:

alternativa correta:

a)

A exploração de estradas federais por meio de

a)

a transparência dos procedimentos e das

concessão é obrigatoriamente precedida de execução de obra pública.

decisões.

b)

a eficiência no cumprimento das missões de

b)

O contrato de concessão poderá ser rescindido

Estado e no emprego dos recursos da sociedade.

por iniciativa da concessionária no caso de descumprimento de norma contratual pelo poder concedente, mediante ação judicial movida especialmente para essa finalidade, hipótese em que os serviços não poderão ser interrompidos ou

paralisados até o trânsito em julgado da decisão.

c) a repartição objetiva de riscos entre as partes.

d) a governança empresarial, por parte dos entes

privados.

54. (TJDFT-2005) Sobre a sociedade de propósito específico, conforme previsto na

É possível que lei estadual autorize, mediante

procedimento licitatório prévio, a outorga de concessão de serviço para fiscalizar as condições

c)

de segurança de veículos registrados no Departamento de Trânsito local.

Lei de Parceria Público-Privada, é correto afirmar, exceto:

a)

de companhia aberta.

que a sociedade não poderá assumir a forma

b)

que fica vedado à Administração Pública ser

A concessionária ou permissionária de serviço

público é remunerada pelas tarifas cobradas de seus usuários, sendo vedada a possibilidade de outras fontes de renda provenientes de receitas

alternativas, como, por exemplo, a exploração das faixas de domínio das rodovias submetidas a essa modalidade de contrato administrativo.

d)

titular da maioria do capital votante na

sociedade.

c)

que a transferência do controle da sociedade

estará condicionada à autorização expressa da Administração Pública, nos termos do edital e do

contrato.

d)

que a constituição da sociedade deverá

e)

A Constituição Federal autoriza que lei

ocorrer antes da celebração do contrato

ordinária excepcione as circunstâncias de outorga de permissão de serviço público, desde que em caráter precário, sem realização de licitação.

55. (TJDFT-2005) São modalidades de serviços delegados aos particulares, exceto:

a) serviços conveniados.

51.

(TJDFT-2005) Sobre os serviços públicos

b) serviços concedidos.

do Distrito Federal pode-se afirmar, com exceção:

c) serviços permitidos.

d) serviços autorizados

a)

que os serviços da administração serão

contratados mediante processo de licitação.

56. (TRF1-2005) A propósito do serviço de transporte, é adequado afirmar:

que, por definição constitucional, é serviço

público tanto o transporte coletivo de passageiros quanto, indistintamente, o transporte aquaviário de cargas entre portos brasileiros, ou

que transponha os limites de Estado ou Território;

a)

b)que

públicos sem prévia aprovação do respectivo

é vedada a contratação de obras e serviços

projeto.

c)

que os atos de improbidade administrativa

importarão, dentre outros, perda da função pública e dos direitos políticos.

d)

que lei disporá sobre participação popular na

b)

que é serviço público o transporte coletivo de

fiscalização da prestação dos serviços públicos.

passageiros, destinado a garantir o direito fundamental de ir e vir, mas não o transporte aquaviário de cargas entre portos brasileiros, salvo, por hipótese, o transporte de produtos

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

agrícolas para salvar de grave crise o setor, ou para fazer face a uma calamidade pública;

Não pratica crime quem oferece representação

por ato de improbidade administrativa contra agente público, sabendo-o inocente.

e)

que tanto uma como outra é atividade

econômica “stricto sensu”, não se sujeitando à regra do art.175 da Constituição e a regime jurídico ou princípios peculiares ao serviço público;

c)

61.

Assinale a alternativa correta:

O ato pelo qual é aplicada pena disciplinar ao servidor público:

d)

que depende exclusivamente do legislador

ordinário a qualificação de uma ou outra

a)

É ato vinculado da Administração.

atividade como serviço público.

 

b) É ato discricionário e de efeitos externos da Administração.

57.

(TRF1-2005) Em direito administrativo,

c) Não é ato sujeito à apreciação judicial.

o termo autorização é empregado:

 

d) Não é ato administrativo.

a)

como forma de delegação de serviço público,

e) É ato discricionário.

ao lado da permissão e da concessão;

 

b) para outorga de uso de bem público;

62.

Assinale a alternativa correta:

c) para designar ato de polícia administrativa de

a)

A acessibilidade aos cargos públicos dá-se por

atividades potencialmente danosas;

 

meio de concurso público, mas a Administração pode contratar agentes temporários em casos de excepcional interesse público.

d)

as três opções estão corretas.

 

58.

(PGE/GO 2005) Sobre as parcerias na

b)

Funcionário público em estágio probatório

Administração Pública é incorreto afirmar:

pode ser exonerado sem processo administrativo ou maiores formalidades, já que este é

a)

As entidades particulares que atuam nessa

área executam serviços não exclusivos do Estado.

justamente o período destinado a apurar sua adequação ao serviço público.

b)

As organizações sociais prestam-se a essa

c)

Após o estágio probatório, o servidor público

finalidade e caracterizam-se como não

adquire estabilidade, somente perdendo o cargo

governamentais.

 

em virtude de sentença transitada em julgado. d) A responsabilidade civil, de reparar o dano causado à Administração, somente pode ser imposta ao servidor público quando agir com dolo no exercício de suas funções.

c)

O

contrato

de

gestão

é

um

de

seus

instrumentos. d) O contrato de parceria é próprio das

organizações sociais.

 
 

e)

Todas as alternativas acima estão incorretas.

59. Assinale a assertiva incorreta:

   

a)

A reintegração é o retorno do servidor

63.

Assinale a alternativa INCORRETA sobre

estatutário ao quadro que ocupava.

b)

O servidor que se encontra em estágio

Processo Administrativo Disciplinar:

a)

São fases do processo administrativo

probatório, está protegido, se houver a extinção

do cargo para o qual foi aprovado em concurso.

c)

O ato de demissão do funcionário público,

disciplinar: instrução, defesa e relatório.

b) O princípio da ampla defesa é observado.

c) A demissão e a repreensão constituem

praticado por autoridade competente, necessita ser fundamentado sob pena de invalidade.

penalidades aplicáveis.

d) A suspensão não é pena que pode ser imposta.

d)

A responsabilidade civil do servidor público é

e) No processo administrativo disciplinar é

independente da responsabilidade penal.

 

facultada a presença de advogado.

e)

Os meios adequados à apuração de falta

funcional do servidor público são os processos

administrativo e judicial.

64.

alternativa INCORRETA:

Pertinente à função pública, assinale a

a)

A investidura em cargo público depende de

60.

No

tocante

à

improbidade

concurso.

administrativa, assinale a assertiva correta:

b)

Estabilidade e vitaliciedade não são a mesma

a)

A rejeição da representação pela autoridade

coisa.

administrativa impede que seja novamente

formulada diretamente ao Ministério Público.

c)

necessita ser efetivo.

O estágio probatório, constitucionalmente, não

b)

Apenas o Ministério Público poderá representar

d)

Demissão e exoneração são institutos

a autoridade administrativa para a apuração de ato de improbidade.

diversos.

e)

O estágio probatório se completa em 3 (três)

c)

O Ministério Público, na ação civil de reparação

anos de efetivo exercício no cargo.

de danos causados ao erário, se não intervier no

processo como parte, atuará, obrigatoriamente, como fiscal da lei.

A ação principal de improbidade, proposta pelo

d)

65.

Assinale a alternativa INCORRETA no

que tange aos Atos de Improbidade Administrativa:

Ministério Público dentro de quinze dias da

efetivação da medida cautelar, terá o rito sumário.

a)

suspensão dos direitos políticos.

Podem resultar na perda da função pública e

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

b)

Estão regulamentados na Lei n.º 8.429/92 e

babel jurídica”, posto que contém normas que, em tese, podem ser enquadradas em diversas áreas do direito. Pela leitura da expressão contida no caput do art. 12: “independentemente das sanções civis e administrativas”, pode-se ter a impressão que a lei em questão pertenceria a um ramo novo do direito. Na realidade, entretanto, parece-nos que a lei tem uma natureza mista e complementar na medida em que tem por objetivo o reforço da moralidade administrativa por meio de um sistema de penalidades adicionais às sanções tradicionais tanto do direito administrativo como do direito penal e do próprio direito civil.” (BUENO, Paulo Eduardo. Improbidade administrativa no exercício da atividade policial. In SAMPAIO, J. A. L. et al. (orgs.), Improbidade Administrativa – 10 anos da Lei n. 8.429/92. Belo Horizonte, 2002, p. 395-

396).”

são atacados mediante ação civil e penal, acarretando efeitos em ambas as esferas. c) O juiz, na concretização da lei, deverá considerar a "extensão do dano" ao patrimônio

público e o "proveito patrimonial do agente".

d)

A prova apurada na esfera criminal não é

passível de análise na área civil.

e)

Atos de improbidade administrativa acarretam,

se comprovados, via de regra, enriquecimento ilícito.

66. Assinale a alternativa correta:

a) É legítimo o provimento de cargos públicos

mediante aproveitamento, transformação, acesso

ou ascensão funcional;

b)

o direito de greve do servidor público será

previsto em lei complementar; c) nos termos da Constituição Federal a

estabilidade no cargo público adquire-se após (2) DOIS anos de efetivo exercício ;

69. (MPDFT-2005) Assinale a alternativa incorreta com relação às idéias do texto.

d)

a disponibilidade do servidor, dar-se-á com

subsídios integrais;

 

e)

o servidor estável poderá perder o cargo em

a)

O caráter complementar sugerido no texto é

virtude de sentença judicial transitada em julgado, mediante processo administrativo, garantido o exercício da ampla defesa ou mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar, assegurada ampla defesa.

evidenciado quando se analisa a natureza das

sanções estabelecidas pela lei, que, em sua maior parte, já estavam previstas, de certa

forma, no ordenamento jurídico brasileiro. São exemplos dessas sanções, a perda de bens e valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, o ressarcimento integral do dano e a perda da função pública.

67.

Assinale a alternativa correta:

O servidor público só é estável:

b)

A temática da Lei nº 8.249/92 obriga a uma

a)

após dois (2) anos de efetivo exercício, mas

aproximação entre o Direito e a Moral, acentuando os laços éticos que devem presidir a

pode perder o cargo para redução de despesas

da administração.

relação entre o povo e as autoridades.

b)

após (2) dois anos de efetivo exercício, e só

c)

A idéia de reforço à moralidade que o autor

pode perder o cargo por motivo de sentença judicial transitada em julgado, ou de comprovada infração ou insuficiência funcional ;

atribui às normas da Lei da Improbidade pode ser confirmada com o uso recorrente em seu texto de conceitos indeterminados. É o que ocorre, por exemplo, quando a referida lei define como ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública qualquer ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade às instituições.

c)

após três (3) anos de efetivo exercício, e só

pode perder o cargo, por motivo de sentença judicial transitada em julgado, por infração ou insuficiência funcional;

após (3) três anos de efetivo exercício, e pode

perder o cargo, por motivo de infração ou insuficiência funcional ou para redução de despesas;

d)

O artigo 11 da Lei nº 8.249/92 não menciona o

princípio da eficiência no rol de princípios da administração pública que, uma vez contrariados, poderão caracterizar ato de improbidade. Todavia, a interpretação conforme a Constituição,

com a redação que a EC nº 19/98 conferiu ao caput do artigo 37, aliada ao fato de que o rol do artigo 11 não é taxativo, permite afirmar que a violação ao princípio da eficiência possa caracterizar ato de improbidade administrativa.

d)

e)

nenhuma das alternativas é correta.

68. Admite-se a acumulação de cargos, na seguinte hipótese:

a) Promotor de Justiça e magistério;

b) dois cargos de magistério;

c) um cargo de magistério com outro técnico

científico;

d) dois cargos privativos de médico;

e)

A conceituação e a definição dos atos de

e) todas as opções estão corretas.

improbidade não constituem inovações da Lei nº 8.249/92, pois a Lei nº 8.112/90, que instituiu o

Leia o texto e responda às questões 69 e 70, abaixo:

Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União, já o fez ao cominar a pena de demissão para a prática ato de improbidade administrativa.

“Questão das mais tormentosas é a definição da natureza da Lei da Improbidade Administrativa, o que já lhe valeu a qualificação de “autêntica

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

 

70.

(MPDFT-2005)

Ainda

sobre

a

d)

é possível a ruptura da estabilidade em três

improbidade

administrativa,

é

correto

situações diferentes: prática de falta grave por parte do servidor: insuficiência de desempenho e

afirmar:

 
 

excesso em folha de pagamento.

a)

Os membros da Magistratura, do Ministério

Público e do Tribunal de Contas, por gozarem de vitaliceidade, não se sujeitam à aplicação da sanção de perda do cargo, prevista na Lei nº

73. (PGE/GO 2005) Sobre o regime jurídico dos servidores públicos, são corretas as seguintes afirmações, exceto:

8.249/92.

 

a) O regime jurídico único resultou de impositividade de norma constitucional.

b)

Não obstante os parlamentares sejam agentes

públicos dotados de certas prerrogativas, a prática, no exercício do mandato, de crime de opinião, conquanto imune nas esferas civil e

b)

Com a adoção do regime jurídico único, em

decorrência de norma constitucional, as entidades da Administração Pública indireta

criminal, não exclui a aplicação da lei de improbidade administrativa.

adotaram regime estatutário para os seus servidores, em todos os níveis de governo.

c)

Se o ato de improbidade causar lesão ao

c)

Em virtude de alteração efetivada por emenda

patrimônio público ou ensejar enriquecimento

à Constituição da República, não é mais

ilícito, caberá à autoridade administrativa responsável pelo inquérito declarar a indisponibilidade dos bens do indiciado, independentemente de representação ao Ministério Público.

obrigatória a adoção de regime jurídico único, sendo possível a multiplicidade de regimes jurídicos aplicáveis aos servidores.

A adoção do regime estatutário é compatível

com a aplicação do sistema celetista no mesmo âmbito de governo.

d)

d)

As ações destinadas a levar a efeito as

sanções previstas na Lei nº 8.249/92 são imprescritíveis.

74. (PGE/GO 2005) Marque a alternativa correta:

e)

As sanções mencionadas no artigo 37, § 4º, da

Constituição Federal não têm a natureza de sanções penais. Além do fato de o ato de improbidade, em si, não constituir crime, embora possa eventualmente corresponder a algum ilícito previsto na lei penal, não se justificaria a ressalva contida na parte final do dispositivo constitucional ao admitir a aplicação de medidas sancionadoras, “sem prejuízo da ação penal cabível”.

A Constituição da República garante aos servidores públicos

a)

estabilidade ampla; inatividade renumeradas:

disponibilidade com vencimentos proporcionais:

irredutibilidade de vencimentos e décimo terceiro salário.

b) estabilidade: inatividade remunerada:

 

disponibilidade com vencimentos integrais;

71. (PGE/GO 2005) A respeito de

acumulação de cargos ou empregos públicos, marque a alternativa correta:

É possível a acumulação de dois cargos de

a)

irredutibilidade de vencimentos: décimo terceiro salário e equiparação de vencimentos.

estabilidade relativa; inati ‘idade remunerada;

disponibilidade com vencimentos proporcionais;

c)

farmacêutico-bioquímico, desde que haja

compatibilidade de horário.

irredutibilidade de vencimentos: direito de greve e décimo terceiro salário.

b)

Não é possível a acumulação de dois cargos de

d)

estabilidade relativa: inatividade remunerada:

enfermeiro, nem mesmo havendo compatibilidade de horário.

disponibilidade com vencimentos integrais:

direito de greve e décimo terceiro salário.

c)

E possível a acumulação de dois cargos de

advogado desde que haja compatibilidade de

75. (PGE/GO 2005) No tocante a servidores públicos, é correto afirmar que:

horário e um deles seja exercido em fundação.

 

d)

médico com um de magistério.

E possível a acumulação de dois cargos de

a)

políticos.

pertencem a essa categoria os agentes

b)

os contratados pelo regime celetista não se

72. (PGE/GO 2005) Com a reforma administrativa implementada pela EC/19, de 1998, o instituto da estabilidade foi flexibilizado. Partindo dessa premissa, é correto afirmar que

o servidor público nomeado em virtude de

a)

concurso público adquire estabilidade após dois anos da nomeação e posse.

enquadram entre eles.

c)

os concessionários e permissionários. por

prestarem serviço público, são assim considerados, lato senso.

estão sujeitos a regime especial, quando

contratados temporariamente.

d)

b)

o servidor público nomeado em virtude de

concurso público adquire estabilidade após dois

anos da nomeação e posse, se houver avaliação satisfatória de desempenho.

76. (TRF1 – 2004) A absolvição criminal de servidor público:

a) repercute sempre na esfera administrativa.

b) só repercute quando o servidor for absolvido

c)

estabilidade passou a significar o mesmo que

por inexistência do fato ou de negativa de sua autora.

efetividade.

 

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

c)

repercute, também, na esfera administrativa,

e)

depende de dolo ou culpa do agente público,

quando a absolvição der-se por falta de prova.

não cabendo à vítima o ônus da prova.

d)

quando extinta a pretensão punitiva do Estado

em matéria penal.

80. (TJSC – 2005) A responsabilidade civil da administração pública, disciplinada pela Constituição Federal em seu art. 37, § 6º, passou por diversas etapas até chegar ao seu estágio atual de evolução. A respeito desse tema é correto afirmar:

77. (TJRS-2003) Tomando por base o tema “servidor público”, considere as assertivas abaixo.

I

- O Presidente da República pode dispor,

I.

O agente causador do prejuízo responderá

mediante decreto, sobre a extinção de função ou

regressivamente, de forma subjetiva, perante a

cargo públicos federais, quando vagos.

Administração Pública.

II

- O servidor público de uma fundação, no

II.

Vigora no Brasil, como regra, a teoria do risco

exercício do mandato de Prefeito, havendo com- patibilidade de horários, pode cumular a re- muneração com os subsídios.

administrativo da responsabilidade civil. III. Será objetiva a responsabilidade civil do Estado por acidentes nucleares. IV. Em face dos prejuízos causados a particulares, as empresas privadas prestadoras de serviços públicos submetem-se às mesmas regras de responsabilidade aplicável aos entes públicos.

III

- A Administração Pública pode reservar, por

decreto, percentual de cargos e empregos públicos para pessoas portadores de deficiência com base

na

discricionariedade administrativa.

Quais são corretas?

V.

Ainda que comprove erro judiciário, o Estado

 

não estará obrigado a indenizar o condenado,

(A)

Apenas I

haja vista a sentença judicial não possuir natureza de ato administrativo.

(B)

Apenas II

(C)

apenas III

a)

Apenas as proposições I, II, III e IV estão

(D)

Apenas I e II

corretas.

(E)

I, II e III

b)

Apenas as proposições I, III, IV e V estão

 

corretas.

78. (TJRS-2003) Tomando por tema a “improbidade administrativa”, considere as assertivas abaixo.

c) Apenas as proposições II e IV estão corretas.

d)

Apenas as proposições I, II, e IV estão corretas.

e) Todas as proposições estão corretas.

I

- O servidor público punido com pena de de-

missão através de processo administrativo disciplinar pode, pelo mesmo fato, também ser

penalizado por improbidade administrativa prevista na Lei n o 8.429/92, já que as sanções são independentes.

81. (TRF1-2005) Para efeito da responsabilidade extracontratual do Estado (art. 37, §6º, da Constituição):

a)

de que é do autor o ônus da prova do fato constitutivo de seu direito, bastando que alegue dano injusto, lícito (anormal e especial) ou ilícito, e sua causa atribuída a pessoa jurídica de direito público ou pessoa jurídica de direito privado prestadora de serviços públicos, cabendo a estas, para se isentar de responsabilidade, demonstrar o contrário (inversão do ônus da prova);

não prevalece totalmente a regra processual

- As ações destinadas a levar a efeito as san- ções previstas no art. 12 da Lei n o 8.429/92 podem ser propostas até 5 (cinco) anos após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de confiança.

II

III

- A ação civil por improbidade administrativa,

como ação patrimonial, admite transação.

Quais são corretas?

b)

cabe ao autor prova suficiente de dano injusto,

a) Apenas I

lícito (anormal e especial) ou ilícito, e de sua causa atribuída a pessoa jurídica de direito público ou pessoa jurídica de direito privado prestadora de serviços públicos, ficando a cargo destas, para se isentar de responsabilidade,

b) Apenas II

c) apenas III

d) Apenas I e II

e)

I, II e III

79. Assinale a alternativa correta:

prova da ocorrência de força maior, fato de terceiro ou culpa da vítima, parte dos autores admitindo ainda o caso fortuito;

A responsabilidade civil da Administração Pública:

cabe ao autor prova de dano ilícito e de sua

causa por culpa ou dolo de agente público no exercício de suas atribuições, ficando a cargo do Estado (pessoa jurídica de direito público ou pessoa jurídica de direito privado prestadora de

c)

a)

é objetiva, como regra geral da Teoria do risco

administrativo;

b)

é objetiva, como regra geral da Teoria do risco

serviços públicos) prova de uma das excludentes de responsabilidade (força maior, fato de terceiro, culpa da vítima, parte dos autores admitindo ainda o caso fortuito);

integral;

c) não se exclui se houver culpa integral da

 

vítima;

d) depende de dolo ou culpa do agente da administração, cabendo à vítima o ônus da prova;

d)

cabe ao autor prova suficiente de dano ilícito,

apenas, e de sua causa atribuída ao Estado

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

(pessoa jurídica de direito público ou pessoa jurídica de direito privado prestadora de serviços públicos), cabendo a este, para se isentar de responsabilidade, demonstrar o contrário (inversão do ônus da prova).

como “Estatuto da Cidade”, estabelece normas de ordem pública e interesse social que regulam o uso da propriedade urbana em prol do bem coletivo, da segurança e do bem-estar dos cidadãos, bem como do

82. (PGE/GO 2005) A propósito da responsabilidade do servidor público, é correto afirmar que:

equilíbrio ambiental. Sobre o tema, pode-se afirmar:

a)

São exemplos de institutos jurídicos que

constituem instrumentos para a consecução da

a) a regra geral é a comunicabilidade das instâncias penal, administrativa e cível.

política urbana: a desapropriação, o direito de preempção, a outorga onerosa do direito de construir e de alterar o uso, a transferência do direito de construir e as operações urbanas consorciadas.

b)

havendo resíduo da decisão na esfera penal há

comunicação das instâncias.

c)

nem excepcionalmente a esfera penal

comunica-se com a instância administrativa.

b)

O tombamento é forma de intervenção do

d)

só se admite a repercussão na esfera

Estado na propriedade privada, que tem por objetivo a proteção do patrimônio histórico e

administrativa quando há condenação no âmbito

 

penal.

artístico nacional, assim considerado o conjunto de bens móveis e imóveis existentes no país cuja

83. (PGE/GO 2005) Marque a alternativa correta:

Segundo a doutrina e a jurisprudência, pode ocorrer responsabilidade extracontratual do Estado

conservação seja de interesse público. Por implicar restrição apenas parcial, à medida que não impede o exercício pelo particular dos direitos inerentes ao domínio, não confere direito

à

indenização.

a)

mesmo havendo a excludente configurada

c)

Constituem características comuns à servidão

através da força maior com a conseqüente indenização.

de direito privado e à servidão administrativa a perpetuidade, a indivisibilidade, o uso moderado,

b) pela aplicação única da teoria objetiva, com total afastamento da hipótese de subjetividade.

a

ausência de sua configuração por presunção e

extinção pela prescrição. d) São suscetíveis de serem usucapidas coletivamente as áreas urbanas com mais de duzentos e cinqüenta metros quadrados, ocupadas por população de baixa renda para a

a

c)

através da adoção da teoria objetiva, que

dispensa a culpa do agente, combinada com a

teoria do risco administrativo integral.

d)

independentemente da culpa da vítima, sendo

esta irrelevante na obrigação decorrente da teoria objetiva, que não perquire sobre esse

sua moradia, por mais de dez anos ininterruptos

e

sem oposição, onde não for possível identificar

elemento.

84. (TJRS-2003) Sobre a responsabilidade civil da Administração Pública, é correto afirmar que:

a Administração Pública somente está obrigada

a)

os terrenos ocupados por cada possuidor, desde que os possuidores não sejam proprietários de outro imóvel urbano ou rural.

e)

Na hipótese de execução de urbanização

posterior à constituição do condomínio especial, é possível a sua extinção por deliberação

a reparar o dano se o lesado demonstrar que o

favorável tomada por maioria de votos dos condôminos presentes, obrigando também os demais, discordantes ou ausentes.

agente público agiu com culpa.

b)

a Administração Pública está obrigada a in-

denizar, mesmo que fique demonstrada a culpa ex- clusiva da vítima.

86. (TRF1-2005) “O proprietário também pode ser privado da coisa se o imóvel reivindicado consistir em extensa área, na posse ininterrupta e de boa-fé, por mais de cinco anos, de considerável número de pessoas, e estas nela houverem realizado, em conjunto ou separadamente, obras e serviços considerados pelo juiz de interesse social e econômico relevante” (art. 1.228, §4º, do Código Civil). Este dispositivo:

c)

o art. 37, § 6 o , da Constituição Federal adotou

a teoria subjetiva da culpa.

d)

paga a indenização, surge para a Adminis-

tração Pública, independentemente de aferição

de culpa, o direito de regresso.

e)

o empregado de pessoa jurídica de direito

privado prestadora de serviço público é conside- rado agente para efeito de responsabilidade civil administrativa.

85. (MPDFT-2005) A política de desenvolvimento urbano executada pelo Poder Público municipal, conforme diretrizes fixadas em lei, tem por objetivo ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e garantir o bem- estar de seus habitantes. Nesse sentido, a Lei nº 10.257, de 10.6.2001, conhecida

a) aplica-se aos bens públicos dominicais, devendo a indenização, quando se tratar de

propriedade particular, ser paga pelo Estado;

b)

aplica-se aos bens públicos dominicais, mas,

quando se tratar de propriedade particular, a indenização deve ser paga pelos interessados, réus em ação reivindicatória;

c)

aplica-se aos bens públicos dominicais,

devendo, mesmo quando se trate de bem

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

público, ser paga justa indenização pelos

geração de energia elétrica ou a compensação financeira por essa exploração.

interessados, réus em ação reivindicatória;

d)

não se aplica aos bens públicos e cabe aos

d)

O bem imóvel tombado de propriedade de

interessados, réus em ação reivindicatória, o pagamento de justa indenização ao proprietário.

sociedade de economia mista não pode ser hipotecado.

e)

De acordo com o entendimento jurisprudencial

87. (TJRS-2003) Sobre desapropriação, uma das formas de intervenção do Estado com previsão constitucional, é correto afirmar que

do Supremo Tribunal Federal, as ações com direito a voto que uma pessoa jurídica de direito público detém em uma sociedade de economia mista são bens públicos.

a)

a propriedade produtiva pode ser desapro-

90. (TRF1 – 2004) Ao processo pelo qual um bem público de uso comum transforma-se em bem dominical, chama-se:

priada para fins de reforma agrária, desde que

seu proprietário possua outra.

b)

a indenização na desapropriação por interesse

a)

desafetação.

social, para fins de reforma agrária, será prévia, justa e em dinheiro.

b)

tombamento.

 

c)

tredestinação.

c)

os concessionários de serviços públicos po-

d)

desapropriação.

 

derão promover desapropriações mediante

autorização expressa em lei.

91.

(TRF1

2004)

O

meio

ambiente,

d)

os bens do domínio do Município não podem

– ecologicamente equilibrado, é:

 

ser desapropriados por utilidade pública pelo Estado em respeito ao princípio federativo.

a) um bem de uso especial.

 

b) um bem de domínio útil.

e)

a desapropriação indireta, como uma das

c)

um bem de uso comum do povo.

 

modalidades desapropriatórias, exige indeni-

d)

um bem dominical.

 

zação prévia, justa e em dinheiro.

 

92.

(TJRS-2003) Quando o tema é “bem

88. Assinale a alternativa incorreta:

público”, é correto afirmar que

 

a)

o leilão é a modalidade licitatória típica para a

a)

terras devolutas são aquelas pertencentes ao

alienação de bem público imóvel.

 

domínio público, que não se acham utilizadas pelo Poder Público;

as servidões administrativas independem de

b)

os bens públicos de uso comum do povo são

os rios, mares, estradas, ruas, praças e edifícios públicos.

b)

inscrição no Registro de Imóveis para se efetivar,

nos termos da Lei de Registro Público (Lei nº

6.015/73);

c)

nados, observadas as exigências da lei.

d)

os bens públicos dominicais podem ser alie-

o uso comum dos bens públicos será sempre

c)

as terras ocupadas com as vias e logradouros

oneroso.

públicos pertencem às administrações que as

construíram;

a concessão de uso de bem público se for-

maliza por ato administrativo em respeito à supremacia do interesse público sobre o par- ticular.

e)

93. Assinale a alternativa incorreta:

d)

as estradas de rodagem compreendem, além

da pista revestida, os acostamentos e as faixas de arborização;

as estradas de ferro, tanto podem pertencer

e)

ao domínio público de qualquer das entidades

estatais como podem ser de propriedade particular, exploradas mediante concessão federal ou estadual.

a)

pelo Executivo, Legislativo e Judiciário sobre suas

O controle da administração pública é feito

próprias atividades administrativas.

b)

A ação civil pública é um dos instrumentos que

89. (MPDFT-2005) Em relação aos bens públicos, assinale a alternativa correta.

propicia a efetivação do controle jurisdicional dos atos administrativos.

c)

No reexame das decisões da Administração

A alienação de bens imóveis da União, além de

autorização legislativa expressa, dependerá de

avaliação prévia e procedimento licitatório na modalidade leilão.

a)

Pública, o direito de petição não se confunde com

o direito de representação.

O recurso administrativo tem sempre efeito

suspensivo e devolutivo. e) O controle jurisdicional dos atos administrativos não abrange o exame do mérito administrativo.

d)

b)

O imóvel em que está localizada a sede de

uma autarquia, desde que de sua propriedade, é

bem dominical.

c)

Os potenciais de energia hidráulica são bens

 

da União, porém são garantidos aos Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios e a órgãos da Administração Direta da União, na forma como dispuser lei ordinária, a participação no resultado da exploração dos recursos hídricos para fins de

94.

(TRF1

2004)

Ao

controle

da

administração

sobre

seus

próprios

atos

denomina-se:

a) tutela.

b) autoexecutoriedade.

 
 

c) vinculação.

d) autotutela.

Curso de testes de Direito Administrativo – Professor Mário Canel

 

6.

16

26

36

46

56

66

76

86

96

95.

(TRF1-2005) Em relação à Lei n.

d

.

d

.

c

.

b

.

b

.

b

.

e

.

b

.

d

. e

9.784/99 (lei de processo administrativo) é

7.

17

27

37

47

57

67

77

87

 

correto afirmar:

 

a

.

d

.

b

.

a

.

d

.

d

.

d

.

a

.

c

a)

que se aplica, sem restrição, à administração

8.

18

28

38

48

58

68

78

88

 

pública federal, incluídos os órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário da União, quando no desempenho de função administrativa, não se destinando à administração pública estadual e

c

.

c

.

d

.

b

.

c

.

d

.

e

.

d

.

b

9.

19

29

39

49

59

69

79

89

 

b

.

d

.

a

.

c

.

d

.

b

.

e

.

a

.

c

10

20

30

40

50

60

70

80

90

 

municipal;

 

. d

.

a

.

d

.

c

.

b

.

c