Você está na página 1de 13

FACULDADES

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS
MÉTODOS QUANTITATIVOS- Prof. EDUARDO
Apostila - LIMITES

ALUNO(A): __________________________________________________________________

Noção intuitiva de limite
Seja a função f(x)=2x+1. Vamos dar valores a x que se aproximem de 1, pela sua direita (valores
maiores que 1) e pela esquerda (valores menores que 1) e calcular o valor correspondente de y:
x y = 2x + 1
1,5 4
1,3 3,6
1,1 3,2
1,05 3,1
1,02 3,04
1,01 3,02
x y = 2x + 1
0,5 2
0,7 2,4
0,9 2,8
0,95 2,9
0,98 2,96
0,99 2,98

Notamos que à medida que x se aproxima de 1, y se aproxima de 3, ou seja, quando x tende para
1 (x 1), y tende para 3 (y 3), ou seja:

Observamos que quando x tende para 1, y tende para 3 e o limite da função é 3.
Esse é o estudo do comportamento de f(x) quando x tende para 1 (x 1). Nem é preciso que x
assuma o valor 1. Se f(x) tende para 3 (f(x) 3), dizemos que o limite de f(x) quando x 1 é 3,
embora possam ocorrer casos em que para x = 1 o valor de f(x) não seja 3.
De forma geral, escrevemos:

se, quando x se aproxima de a (x a), f(x) se aproxima de b (f(x) b).

Como x² + x - 2 = (x - 1)(x + 2), temos:

Podemos notar que quando x se aproxima de 1 (x 1), f(x) se aproxima de 3, embora para x=1
tenhamos f(x) = 2. o que ocorre é que procuramos o comportamento de y quando x 1. E, no caso,
y 3. Logo, o limite de f(x) é 3. Escrevemos:

Se g: IR IR e g(x) = x + 2, g(x) = (x + 2) = 1 + 2 = 3, embora g(x) f(x) em x = 1. No
entanto, ambas têm o mesmo limite.

Propriedades dos Limites
1ª)
Exemplo:

2ª)
Exemplo:

3ª)
Exemplo:

4ª)
Exemplo:

5ª)
Exemplo:

6ª)
Exemplo:

7ª)
Exemplo:

8ª)
Exemplo:

Limites Laterais
Se x se aproxima de a através de valores maiores que a ou pela sua direita, escrevemos:

Esse limite é chamado de limite lateral à direita de a.
Se x se aproxima de a através de valores menores que a ou pela sua esquerda, escrevemos:

Esse limite é chamado de limite lateral à esquerda de a.
O limite de f(x) para x a existe se, e somente se, os limites laterais à direita a esquerda são
iguais, ou sejas:
• Se
• Se

Continuidade
Dizemos que uma função f(x) é contínua num ponto a do seu domínio se as seguintes condições
são satisfeitas:



Exemplo:

Vamos determinar se a função
¦
¹
¦
´
¦
=



=
2 , 3
2 ,
2
4
) (
2
x se
x se
x
x
x f
é contínua no ponto onde x=2.

Seguindo os passos da definição, teremos que analisar as condições de continuidade no ponto x = 2.
Veja que:


2
2
2
2
1) (2) 3
4
2) lim 4 ( )
2
4
3) 4 3 lim (2)
2
x
x
f
x
faça a verificação através do gráfico
x
x
Como temos f
x


=

=


≠ ≠



Observe que a função está definida para x=2 e existe o limite da função quando 2 → x . Entretanto,
a terceira condição não é verdadeira e assim podemos afirmar que a função f é descontinua no
ponto x = 2. Observe isto graficamente:




Propriedade das Funções contínuas
Se f(x) e g(x)são contínuas em x = a, então:
• f(x) g(x) é contínua em a;
• f(x) . g(x) é contínua em a;
• é contínua em a .

Limites envolvendo infinito
Exemplo :
Vamos observar o comportamento da função
x
x f
2
) ( = quando x tende à valores muito
grandes ( ∞) e para valores muito pequenos ( ∞ − ).

x -1 -10 -100 -10000 0 10000 100 10 1
f(x) -2 -0,2 -0,02 -0,0002 … 0,0002 0,02 0,2 2




Veja, tanto no gráfico como na tabela que, quanto maior é o valor de x ou seja, quando x
tende para infinito, a imagem da função tende para 0. Assim podemos escrever que 0 ) (
lim
=
∞ →
x f
x
.
Da mesma forma é possível perceber que, quanto menor o valor de x, ou seja, quando x tende para
menos infinito, a imagem da função também tende para 0. Então, podemos escrever que
0 ) (
lim
=
−∞ →
x f
x


Exemplo: Encontre se existir o
x
x
1
lim
0 →

Para uma melhor observação, vamos construir uma tabela com valores próximos a 0 e o gráfico da
função
x
x f
1
) ( = .


x -1 -0,1 -0,01 -0,0001 0 0,0001 0,01 0,1 1
f(x) -1 -10 -100 -10000 … 10000 100 10 1

Veja que, na medida que x fica próximo de 0 pela esquerda, os valores de ) (x f são negativos e
decrescem indefinidamente. Quando x fica próximo de 0 pela direita, os valores de ) (x f são
positivos e crescem indefinidamente.



Veja que
0
1
lim
x
x −

= −∞
e que o
0
1
lim
x
x +

= +∞
, logo o
0
1
lim
x
x

não existe.
Exemplo: Considere a função IR IR f →
*
: definida por
2
1
) (
x
x f =

Observe que, quando x tende a 0 pela direita ou pela esquerda, a função assume valores
arbitrariamente grandes, e neste caso escrevemos que ∞ =

) (
lim
0
x f
x
.

Resumindo limites envolvendo infinito
a) , ou seja, à medida que x aumenta, y tende para zero e o limite é zero.
b) , ou seja, à medida que x diminui, y tende para zero e o limite é zero.
c) , ou seja, quando x se aproxima de zero pela direita de zero ou por valores
maiores que zero, y tende para o infinito e o limite é infinito.
d) , ou seja, quando x tende para zero pela esquerda ou por valores menores que zero,
y tende para menos infinito
Limite de uma função polinomial para
Seja a função polinomial . Então:

Demonstração:

Mas:

Logo:

De forma análoga, para , temos:

Exemplos:

Limites exponenciais

Neste caso, e representa a base dos logaritmos naturais ou neperianos. Trata-se do número
irracional e cujo valor aproximado é 2,7182818.
Veja a tabela com valores de x e de .
x 1 2 3 10 100 1 000 10 000 100 000

2 2,25 2,3703 2,5937 2,7048 2,7169 2,7181 2,7182
Notamos que à medida que .

De forma análoga, efetuando a substituição , temos:

A forma acima da a solução imediata a exercícios deste tipo e evitam substituições algébricas.





Dicas para resolução - Exercícios resolvidos de exemplo:
1
1
2
1
lim



x
x
x


Veja que, se você passar o limite na função, você terá como resposta
0
0
1
1
2
1
lim
=



x
x
x
.

Logo, esta função, no ponto 1 apresenta um problema. Sabemos inclusive que esta função é
descontinua no ponto 1, pois o valor da função no ponto 1 não existe. Seu domínio é o
conjuntos dos reais exceto 1. Este é pois, “um ponto problema”. Como estudamos
anteriormente o limite no entanto busca analisar o que ocorre não no ponto 1, mas nas
proximidades ou ainda na vizinhança do 1. Assim se usarmos artifícios algébricos esse limite
poderá ser calculado da seguinte forma:

1
1
2
1
lim



x
x
x
=
2 1 1 ) 1 (
1
) 1 )( 1 (
lim lim
1 1
= + = + =

+ −
→ →
x
x
x x
x x



Logo esta função não é definida no ponto 1 mas na vizinhança do mesmo ela se aproxima, ou
tende a 2, sendo o seu limite neste ponto 2.
Quando encontramos ao calcular o limite acima a forma
0
0
, a mesma recebe o nome de forma
de indeterminação. Esta não é a única forma de expressão indeterminada. Vejamos outras:







Existem pois, situações que para se calcular um determinado limite será necessário o uso de
artifícios algébricos como nas funções racionais em que o limite do numerador e do
denominador se aproximam de zero num determinado ponto.
Neste caso teremos uma expressão indeterminada
0
0
.















∞ ∞ ⋅ ∞ − ∞


1 , , 0 , 0 , , ,
0
0
0 0

EXERCÍCIOS
1ª Questão: Determine o limite da função abaixo caso exista e se não existir
justifique.
( sugestão: faça um gráfico para observar o que acontece )

a)
)
`
¹
¹
´
¦

∠ −
=
1 x se x - 4
1 x se 1
) (
2
x
x f





b)
)
`
¹
¹
´
¦

∠ −
=
1 x se 1 - 6x
1 x se 4
) (
2
x x
x f





2ª Questão: Determine o limite das funções abaixo caso exista e se não existir
justifique.

1) =
− →
) π ( lim
1 x



2) =

) ( lim
4 x
x


3) = −
− →
) 1 3 ( lim
2 x
x



4) = − +

) 4 3 2 ( lim
2
2 x
x x



5) = + +
− →
x x 6 lim
6 x



6) =

3
1
27 x
) ( lim x



7) = |
¹
|

\
|
+
+
− →
1 2
4
lim
1 x
x
x


8) = −

50

2
1

) 1 4 ( lim
x
x



9) =
|
|
¹
|

\
|
+ +
− −
− →
3 4
12
lim
2
2
3 x
x x
x x







10) =
|
|
¹
|

\
|

+ −

1
4 5
lim
2
1 x
x
x x









11) =
|
|
¹
|

\
|
+
+ + +
− →
1
3 3
lim
2 3
1 x
x
x x x









12) =
|
|
¹
|

\
|

+ −

1
2 3
lim
2
3
1 x
x
x x









13) =
|
|
¹
|

\
|



25
5
lim
25 x
x
x


14)
( )
=


2
1 x
1
1
lim
x









15)
( )
=


1
1
lim
1 x
x









16) =

|
¹
|

\
|


2
lim
2
1 1
2 x
x
x









17) =



4
4
lim
4 x
x
x










18) = − +
∞ →
) 5 2 ( lim
2
x
x x


19) = + + −
−∞ →
) 1 2 5 3 ( lim
2 4
x
x x x



20) =

∞ →
8
5
lim
x
x

21) =
|
|
¹
|

\
|

− +
∞ →
2 3
3 5
x
8
5 4 2
lim
x x
x x x





22) =
|
|
¹
|

\
|

+
∞ →
2 7
3 5
x
8
6 5
lim
x x
x x






23) =
|
|
¹
|

\
|
+

∞ →
2 3
3
x
2
3 7
lim
x x
x x







24) =
|
|
¹
|

\
|

+
−∞ →
x x
x x
8
4 6
lim
2
2 3
x




3ª Questão: O custo (em u.m.) de remover x% dos poluentes da água em um determinado riacho é
dado pela função C(x) abaixo. Calcule o custo para remover 100% dos poluentes e interprete seu
resultado.

100 0 para
100
75000
) ( ∠ ≤

= x
x
x
x C








4ª Questão: Como os avanços na tecnologia resultam na produção de calculadoras cada vez mais
potentes e compactas, o preço das calculadoras atualmente no mercado diminui. Suponha que x meses
a partir de agora, o preço ( em u.m.) de um certo modelo seja dado pela função P(x) abaixo. Determine
o que acontecerá com o preço a longo prazo.

40
1
30
) ( +
+
=
x
x p
Divirtam-se...

o que ocorre é que procuramos o comportamento de y quando x 1.1)(x + 2). No Propriedades dos Limites 1ª) Exemplo: 2ª) Exemplo: . ambas têm o mesmo limite. o limite de f(x) é 3. Logo.Como x² + x . embora g(x) f(x) em x = 1. (x + 2) = 1 + 2 = 3. Escrevemos: Se g: IR IR e g(x) = x + 2. g(x) = entanto. no caso. E. y 3. f(x) se aproxima de 3. temos: Podemos notar que quando x se aproxima de 1 (x 1). embora para x=1 tenhamos f(x) = 2.2 = (x .

3ª) Exemplo: 4ª) Exemplo: 5ª) Exemplo: 6ª) Exemplo: 7ª) Exemplo: 8ª) Exemplo: .

Vamos determinar se a função 3. O limite de f(x) para x a existe se. e somente se. escrevemos: Esse limite é chamado de limite lateral à direita de a. Se x se aproxima de a através de valores menores que a ou pela sua esquerda. se x ≠ 2  f ( x) =  x − 2 é contínua no ponto onde x=2. ou sejas: • • Se Se Continuidade Dizemos que uma função f(x) é contínua num ponto a do seu domínio se as seguintes condições são satisfeitas: • • • Exemplo:  x2 − 4 . os limites laterais à direita a esquerda são iguais. se x = 2  Seguindo os passos da definição.Limites Laterais Se x se aproxima de a através de valores maiores que a ou pela sua direita. escrevemos: Esse limite é chamado de limite lateral à esquerda de a. Veja que: 1) f (2) = 3 x2 − 4 = 4 ( faça a verificação através do gráfico ) x →2 x − 2 x2 − 4 3)Como 4 ≠ 3 temos lim ≠ f (2) x →2 x − 2 2) lim . teremos que analisar as condições de continuidade no ponto x = 2.

é contínua em a . a terceira condição não é verdadeira e assim podemos afirmar que a função f é descontinua no ponto x = 2. Observe isto graficamente: Propriedade das Funções contínuas Se f(x) e g(x)são contínuas em x = a.2 -100 -0.02 -10000 -0. • Limites envolvendo infinito Exemplo : Vamos observar o comportamento da função f ( x ) = grandes ( ∞ ) e para valores muito pequenos ( − ∞ ). Entretanto. então: • • f(x) g(x) é contínua em a. x f(x) -1 -10 -2 -0.2 1 2 2 x quando x tende à valores muito … 0. f(x) .Observe que a função está definida para x=2 e existe o limite da função quando x → 2 .0002 0 10000 100 0.02 10 0. g(x) é contínua em a.0002 .

Veja. quando x tende para infinito. os valores de f ( x) são Veja que lim x = −∞ e que o lim x = +∞ . podemos escrever que lim f ( x) = 0 x → −∞ Exemplo: Encontre se existir o lim x x→0 1 Para uma melhor observação. os valores de positivos e crescem indefinidamente. ou seja. quanto menor o valor de x. quanto maior é o valor de x ou seja. a imagem da função também tende para 0.0001 -10000 0 0. f ( x) são negativos e decrescem indefinidamente. Então.01 100 0. tanto no gráfico como na tabela que. lim x →∞ Da mesma forma é possível perceber que. vamos construir uma tabela com valores próximos a 0 e o gráfico da função f ( x) = 1 . logo o lim x x→ 0 − 1 1 1 não existe. na medida que x fica próximo de 0 pela esquerda. Assim podemos escrever que f ( x) = 0 . a imagem da função tende para 0.01 -100 -0. quando x tende para menos infinito. x x f(x) -1 -0.1 -1 -10 -0. x →0 + x →0 Exemplo: Considere a função f : IR → IR definida por f ( x ) = * 1 x2 .1 10 1 1 … 10000 Veja que.0001 0. Quando x fica próximo de 0 pela direita.

y tende para menos infinito Limite de uma função polinomial para Seja a função polinomial . ou seja. y tende para zero e o limite é zero. b) . c) . quando x tende para zero pela esquerda ou por valores menores que zero. à medida que x aumenta. y tende para o infinito e o limite é infinito. à medida que x diminui. ou por valores d) . quando x tende a 0 pela direita ou pela esquerda. lim x →0 Resumindo limites envolvendo infinito a) . quando x se aproxima de zero pela direita de zero maiores que zero. temos: . y tende para zero e o limite é zero.Observe que. para . e neste caso escrevemos que f ( x) = ∞ . a função assume valores arbitrariamente grandes. Então: Demonstração: Mas: Logo: De forma análoga. ou seja. ou seja. ou seja.

25 3 2.3703 . . Veja a tabela com valores de x e de x 1 2 2 2.Exemplos: Limites exponenciais Neste caso. Trata-se do número irracional e cujo valor aproximado é 2.7169 10 000 2.5937 100 2.7182 Notamos que à medida que .7182818. temos: A forma acima da a solução imediata a exercícios deste tipo e evitam substituições algébricas. 10 2. e representa a base dos logaritmos naturais ou neperianos. efetuando a substituição .7048 1 000 2.7181 100 000 2. De forma análoga.

∞ − ∞. se você passar o limite na função. 0 Quando encontramos ao calcular o limite acima a forma . esta função. “um ponto problema”. . mas nas proximidades ou ainda na vizinhança do 1. x −1 0 Logo.1∞ 0 ∞ Existem pois. 0 . ou tende a 2. Como estudamos anteriormente o limite no entanto busca analisar o que ocorre não no ponto 1.0 0 . Vejamos outras: 0 ∞ . Este é pois. ∞ 0 . Assim se usarmos artifícios algébricos esse limite poderá ser calculado da seguinte forma: ( x − 1)( x + 1) x2 −1 lim x − 1 = lim x − 1 = lim ( x + 1) = 1 + 1 = 2 x →1 x →1 x →1 Logo esta função não é definida no ponto 1 mas na vizinhança do mesmo ela se aproxima. Sabemos inclusive que esta função é descontinua no ponto 1. pois o valor da função no ponto 1 não existe. 0 Neste caso teremos uma expressão indeterminada .0 ⋅ ∞. no ponto 1 apresenta um problema.Exercícios resolvidos de exemplo: x2 −1 lim x − 1 x →1 Veja que. a mesma recebe o nome de forma 0 de indeterminação. Esta não é a única forma de expressão indeterminada. sendo o seu limite neste ponto 2.Dicas para resolução . você terá como resposta lim x →1 x2 −1 0 = . situações que para se calcular um determinado limite será necessário o uso de artifícios algébricos como nas funções racionais em que o limite do numerador e do denominador se aproximam de zero num determinado ponto. Seu domínio é o conjuntos dos reais exceto 1.

EXERCÍCIOS 1ª Questão: Determine o limite da função abaixo caso exista e se não existir justifique. 1) lim ( π ) = x → −1 2) lim ( x) = x →4 3) lim (3x − 1) = x →−2 4) lim ( 2 x 2 + 3 x − 4) = x →2 5) lim x → −6 x+6+ x = 6) lim ( x) = x → 27 1 3 7) lim  x → −1  x+4  =  2x + 1  . ( sugestão: faça um gráfico para observar o que acontece ) 2 a) f ( x) =  x − 1  4 .x se x ∠ 1 se x ≥ 1    2 b) f ( x) = x − 4 x  6x .1 se x ∠ 1 se x ≥ 1    2ª Questão: Determine o limite das funções abaixo caso exista e se não existir justifique.

8) lim ( 4 x − 1) 50 = x→ 1 2 = 9) lim  2 x → −3  x + 4 x + 3     x 2 − x − 12  10) lim    x 2 − 5x + 4  = x →1 x −1    11) lim  x → −1   x 3 + x 2 + 3x + 3  =  x +1   12) lim    x 3 − 3x + 2  = 2  x →1  x −1  13) lim  x → 25  x −5   x − 25  =   .

14) lim 1 x →1 (x − 1)2 = 15) lim 1 x →1 (x − 1) = 16) lim x→ 2 1 1  −   x 2 x−2 = 17) lim x →4 x−4 x−4 = 18) lim ( 2 x 2 + x − 5) = x →∞ 19) lim (3 x 4 − 5 x 2 + 2 x + 1) = x →−∞ 20) lim x→∞ 5 = x −8 .

Calcule o custo para remover 100% dos poluentes e interprete seu resultado..21) lim  x →∞   2x 5 + 4 x3 − 5x  = 3 2   x − 8x  = 22) lim  7 x →∞  x − 8 x 2     5x 5 + 6 x 3  = 23) lim  3 x →∞  x + 2 x 2     7 x 3 − 3x  = 24) lim  2 x → −∞  x − 8 x     6x3 + 4x 2  3ª Questão: O custo (em u. C ( x) = 75000 x para 0 ≤ x∠ 100 100 − x 4ª Questão: Como os avanços na tecnologia resultam na produção de calculadoras cada vez mais potentes e compactas. o preço ( em u.) de remover x% dos poluentes da água em um determinado riacho é dado pela função C(x) abaixo. Determine o que acontecerá com o preço a longo prazo.m..) de um certo modelo seja dado pela função P(x) abaixo. o preço das calculadoras atualmente no mercado diminui. Suponha que x meses a partir de agora. . p ( x) = 30 + 40 x +1 Divirtam-se.m.