Você está na página 1de 2

Trabalhando com JavaDB no NetBeans

O uso de databases em aplicativos Java é tão comum como tomar café para
acordar. A IDE NetBeans, uma das mais usadas no desenvolvimento Java, oferece um
poderoso mecanismo para este fim. Na versão 6.1, a IDE traz acoplado o database Java
DB. Para criar e gerenciar os dados criados no Java DB, o NetBeans oferece um
gerenciador incluso no seu próprio ambiente, não sendo necessário nenhum software a
mais para este fim, como o PGAdmin, no uso do PostgreSQL, por exemplo.

O NetBeans oferece algumas abas de componentes no lado esquerdo da sua


janela, dentro do tabbed pane, uma das opções é “Serviços”. Um dos serviços
disponíveis são os “Banco de Dados”. Clicando com o botão direito nesta opção, o
usuário recebe um menu popup com as opções de “Inicializar Servidor” e “Criar Banco
de Dados”.

O primeiro passo é a inicialização, depois a criação de um novo banco de dados.

O primeiro campo serve para especificar o nome do banco de dados, a seguir,


especificamos o nome do usuário e a senha, por fim, define-se o local do banco de
dados. Este último campo já é configurado na instalação do JavaDB. Depois do “Ok”
seu banco de dados já estará disponível na listagens de databeses, veja a Figura abaixo:
Clicando com o botão direito encima do banco de dados recém criado temos a
opção “Conectar”. Feito isso, temos acesso a três pastas: Tabelas, Visualizações e
Procedimentos. Em “Tabelas” temos duas opções mestres: Criar Tabela e Executar
Comando (SQL). A criação de tabela abre uma janela para especificação do nome da
tabela e dos seus campos, veja a Figura abaixo:

Depois que o banco de dados, suas tabelas e campos estiverem construídos, é só


começar a codificação. Por exemplo, a listagem de código abaixo mostra as linhas
necessárias para a conexão com o banco de dados recém criado:

Class.forName("org.apache.derby.jdbc.ClientDriver");

DriverManager.getConnection("jdbc:derby://localhost:1527/Biblioteca",
"master", "keymaster");