o içã Ed a o ta Es o us ordo c o ã n ”a c vo áfi “no rtogr o

índice
megaday 239
MegaDay 239 .4 Megaday 220 .6 Evento Tagarela .8 Evoluir .9 Roteiro .10

editorial

Ficha Técnica
...Vamos Aderir? [vamosaderir@gmail.com] Propriedade: Tempo-Team [www.tempo-team.pt] Publicação Mensal

liga Virtual Zon Sagres

Fait Divers

megaday 220

Tiragem: 120 exemplares Nesta Edição: Ana Marques Manuel de Oliveira

Auditoria do Mês .12 Crónica do Mês .14 Zon Awards .16 Solidariedade . 18

Maria de Lourdes Torres Mariana Borges Paula Amaral Sílvia Marques Tiago Pucarinho Recepção de textos: Vera Gouveia [veragouveia82@hotmail.com] Ivo André Almeida [dogmanace@gmail.com] Edição/Paginação: Ivo André Almeida Serviços Administrativos: Eliana Cruz [eliana.c.cruz@vedior.zon.pt] Maria de Jesus Mateus [maria.j.mateus@vedior.zon.pt] Rui Silva [rui.c.silva@vedior.zon.pt]

roteiro em roma

R(h)umores .20 Perfil Tagarela .22 Secção Hobby .23 Cartaz Cultural .24 Calinadas .24

O nosso jornal “Vamos Aderir” fez um ano, durante esse ano foram muitos, aqueles que apoiaram esta iniciativa de sucesso e fizeram de “Vamos Aderir” o jornal que já ninguém despensa ler. São actos de solidariedade que fazem, muitas das vezes, cada um de nós ser um pouco melhor, essa é mais uma virtude de quem participa. Não nos podemos esquecer dos nossos mascarados que animam os nossos callcenters, assim como também já não podemos passar sem os megadays. Fazem parte do nosso jornal, as grandes entrevistas, divulgação de gostos e opiniões, e também pratos deliciosos.

Baseada em estatísticas oficiais, com substituições diárias e actualizações da pontuação ao minuto. Os utilizadores podem inscrever-se gratuitamente, tornando-se treinadores virtuais, gerindo orçamentos, composição de plantel, substituições, etc. Com cerca de 59 mil equipas, criadas em 5 meses, a Liga Virtual Zon Sagres, ocupa o 1º lugar no ranking das equipas virtuais em Portugal.

Fantasporto

A Zon é a patrocinador oficial do evento e trás até aos seus clientes, alguns dos filmes mais premiados da edição de 2012. Basta aceder à área especial do Fantasporto no Zon Videoclube e preparar-se para uma grande dose de fantasia, terror e ficção.

acção de Solidariedade

Tagarelas à lá carte . 25 Reviews Culturais .26 Tagarelas2 .28

A todos os que dispensam um pouco do seu tempo para que “Vamos Aderir” seja um sucesso, o nosso muito obrigado. Para este ano desejamos o melhor, muitas vendas, com muita felicidade, algo a que esta excelente família já nos habituou. Vamos ter um ano em grande, com espirito de união, garra e muito sucesso. E até à próxima edição… desejo muitas, muitas vendas.

lider de internet

“Mesmo desacreditado e ignorado por todos, não posso desistir, pois para mim, vencer é nunca desistir.”
Albert Einstein
2

Maria de Lourdes Torres

últimahora

O fixo saiu à rua. A app Zon phone já está disponível, também para Tablets e smartphones, Desconto* em diversos produtos de cabeleireiro e estética. com sistema operativo Android. Tintas de cabelo. Shampoos. Produtos de corpo. Usufruam de todas as vantagens do serviço de telefone fixo, em Rua Pinto Bessa nº 27. Tel: 225106497 toda a parte. 3

SP

A Zon lidera na velocidade da Internet pelo 3º ano consecutivo. Distinguida pela ANACOM no seu relatório anual. Comprovando a liderança tecnológica do serviço, a Zon é o ISP cuja velocidade mais se aproxima da velocidade máxima, com uma média de 80,6% de velocidade de download e 84% de upload. Adicionalmente, a Zon continua a ser o único operador nacional a ter uma oferta de Internet de nova geração com velocidades até 1 Gbps.

Zon Phone

Susana Pinho Cosméticos

megaday239

megadays em coimbra
Nos últimos meses, a equipa de Coimbra tem-se divertido muito no trabalho, com as vendas e com as dinamizações que as motivam. Com temas sempre interessantes, tais como “Tiro ao Álvaro no Callcenter”, “Académica no Jamor” ou “oscares do telemarketing”, o seu efeito tem sido contagiante. A imaginação desta familia, enquanto motivadora das suas próprias ambições, não tem tem limites...

dia doS namoradoS

tiro ao álVaro no callcenter

académica no Jamor

oScareS telemarketing

4

5

megaday220
black Friday

megadayS no Porto
carnaVal 2012

dia de São Valentim

6

7

eVentotagarela

eVoluir

Jantar de natal Zon 2011

Silene stenophylla viveu há 30 mil anos atrás e foi a primeira planta de flores a ter uma segunda oportunidade, graças ao trabalho de uma equipa de investigadores russos, que descobriu as sementes congeladas no gelo da Sibéria, a 38 metros de profundidade. Esta equipa conseguiu fazer florescer novos espécimes, utilizando os tecidos preservados onde silene stenophylla, adormecida durante milhares de anos, foi todo este tempo um exemplo de resiliência. Os botânicos definem resiliência como a capacidade de um sistema vegetal restabelecer o seu equilíbrio após este ter sido interrompido por um distúrbio. Para os físicos, resiliência é a propriedade de que são dotados alguns materiais, de acumular energia quando exigidos ou submetidos a um esforço, sem que ocorra ruptura. Já na Psicologia, o conceito não é muito diferente, a resiliência é definida como um conjunto de capacidades que cada um de nós tem para lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão provocada por situações contrárias às expectáveis. Ao contrário das plantas e dos materiais, nos humanos estas capacidades podem ser trabalhadas e maximizadas enquanto competências essenciais ao desenvolvimento individual. Numa altura em que as competências académicas e profissionais são cada vez mais equivalentes e similares, principalmente dentro das mesmas

Resiliens silene stenophylla

com

PAULA AMARAL

faixas etárias, estas competências podem traduzir-se numa ferramenta potenciadora do sucesso pessoal e naquilo que nos distingue dos outros. Os passos a interiorizar são: gestão de emoções, isto é, auto controlo emocional ou controlo da impulsividade; análise de prós e contras sempre que é necessário tomar uma decisão, independentemente da sua importância; identificação das causas das adversidades; empatia, ou seja, a capacidade de compreender o estado de espírito dos outros; auto-eficácia (convicção e determinação); e ligação a outras pessoas para viabilizar soluções, sem medo do fracasso. Desenvolver a capacidade de resiliência é um processo que deve ocorrer de dentro para fora, de nós para os outros - só desta forma é credível, por ser a mais natural. Se as sementes de uma planta conseguem resistir a 30 mil anos de gelo, se até o aço tem a capacidade de deformação para resistir à ruptura, o que seremos nós capazes de alcançar, com todas as ferramentas que estão ao nosso dispor, com todos as competências que podemos aplicar e melhorar e com todo o conhecimento e capacidade de comunicação que obtivemos ao longo de Eras? Tudo aquilo a que nos propusermos, basta termos a coragem de avançar, sem medo do fracasso.

8

9

roteiro
com

MARIANA BORGES

roma: a cidade eterna

roma sempre foi um destino de eleição pela sua história e mística. é conhecida como a cidade eterna. assim que cheguei, a minha primeira impressão foi o caos do trânsito! escandaloso! depois de fazer o check-in no hotel, peguei no mapa e segui caminho. Primeiro “Spanish Steps”, uma escadaria lindíssima e imensos turistas, muitas lojas, todas elas das maiores marcas a nível mundial, gucci, dior, dolce gabbana, Swarovski, Prada, etc…
Nessa tarde, segui junto ao rio, passando pelo Castle St. Angelo, um monumento majestoso mesmo às portas do Vaticano. O Vaticano é de fato muito grandioso, a Praça de S.Pedro não é tão gigante como nos parece em fotografias e filmes mas não deixa de nos surpreender pelo seu impacto. A Igreja e o Museu estão repletos de obras, esculturas, pinturas, tapetes, objectos, e tantas outras coisas muito belas e valiosas, não posso deixar de mencionar as esculturas dos Deuses, nomeadamente Júpiter que estavam no Pantheon mas que hoje em dia se encontram neste museu, assim como a Capela Sistina que é de fato um lugar especial, místico e surpreendente! No dia seguinte, bem cedo, dirigi-me ao famoso Colosseum, as filas eram enormes mas como comprei os bilhetes pela internet, bastoume apresentar os documentos e entrar. Este monumento marcante da história está bastante degradado, mas na minha opinião é um marco obrigatório numa visita a Roma, assim como as ruínas da antiga Roma, enquanto passeamos pelo Palácio de Palatino, encontramos diversas Villas, onde os Domus viviam e treinavam os seus Gladiadores, podemos ver também o Fórum Romano. De tarde, comecei a “vaguear” pelas ruas de Roma, ruas estreitas, com imenso comércio, muitas lojas de gelados, bicicletas e scooters encostadas a qualquer fachada, calçadas em pedra incertas. Conforme ia espreitando
10

o mapa, vi que virando numa rua à direita ou outra à esquerda havia uma Igreja, uma escultura, um obelisco, deixei-me levar pelo entusiasmo de ir ver uma, ir ver outra, e mais outra e quando me dei conta, já era noite. No dia seguinte quis repetir, nestes passeios visitei o Pantheon; a Piazza Navonna, muito conhecida pela quantidade de artistas e pintores que se encontram lá diariamente a trabalhar, a fazer retractos desde noivos a turistas; Campo de Fiori, uma praça com um pequeno mercado onde se pode comprar desde legumes frescos a roupa ou lembranças; Piazza del Popolo, uma enorme praça com uma grande escadaria com entrada para a Villa Borguese, um enorme jardim onde se pode descansar, fazer actividades, andar de patins, passear, etc.; e como não podia faltar a belíssima Fonte de Trevi que é de fato maravilhosa em termos arquitectónicos, mas ainda é mais belo o espírito e mística que

envolve as pessoas junto a este monumento. Dito assim, dá a impressão que tudo é muito perto e muito fácil, não que não o seja, mas na realidade fazem-se quilómetros. É uma cidade cheia de história, toda ela está rodeada de pequenos e grandes marcos importantes, chegou a um momento em que comentei: “ Dou um pontapé numa pedra e fiz História”! A população é extremamente simpática e amável, a língua entende-se perfeitamente, e eles a nós também. E de fato, todos os caminhos vão dar a Roma, todas as ruas mínimas por onde andamos e vamos tomando direcções porque a maioria das pessoas mudou ou porque uma loja chamou a atenção ou por mero acaso, vão sempre dar a um local onde já passamos, onde já tivemos e reconhecemos de imediato. Aconselho vivamente, é uma cidade linda em todos os aspectos!

11

auditoriaDomês

a hiPer SuPerViSora lourdeS
Para quem não conhece, a supervisora Lourdes é um apoio constante no callcenter de Coimbra. Dá apoio moral, apoio técnico, demagogo e até parental, aos operadores que necessitam, mesmo que não o peçam. A sua dinâmica é contagiante e quem a conhece sabe disso. Conheçam um pouco sobre esta “hipervisora”.

reconhecimento do nosso trabalho do nosso esforço do nosso empenho passa por acreditarmos cada vez mais em nós e continuarmos a dar o nosso melhor.

V.a. - Para que fique registado nesta edição, gostarias de enviar uma mensagem de apoio às pessoas com quem trabalhas? m.l.t. - Claro que sim. Às pessoas com
quem trabalho e em especial à minha equipa quero dizer o meu Obrigado. Obrigada pelo esforço. Obrigada pela união. Obrigada pela garra. Obrigada por vestirem a camisola. Que continuem a ser quem são e como são juntos conseguimos sempre um bom resultado. JUNTOS SOMOS UMA EXCELENTE EQUIPA.

Vamos aderir - Fala-nos um pouco sobre a tua evolução profissional nesta empresa e sobre a experiência que já trazias contigo.
como operadora, num projecto-piloto onde a fibra era o produto alvo e a moda de momento. Na altura em que todas as pessoas queriam fibra em casa. A experiência em telecomunicações foi uma mais-valia para a evolução do meu trabalho dentro desta empresa.

m.l.t. - A adaptação ao cargo de supervisora

maria de lourdes torres - Entrei nesta empresa

V.a. - comparativamente ao trabalho como operadora, como foi a adaptação ao cargo de supervisora?

surgiu de forma natural, com alguns receios iniciais, de nem sempre estar a fazer da melhor forma ou simplesmente desiludir quem tinha acreditado em mim. O facto de ter sido operadora, deu-me a experiência necessária para que o trabalho de supervisora se desenvolvesse. Ser supervisora não é fácil pois liderar uma equipa, uni-la torná-la coesa rentabilizá-la e fazer com que vistam a camisola nem sempre é uma tarefa fácil, sendo no entanto muito aliciante.

mesma, acreditarem que são bons no que fazem e que existem sempre pontos de melhoria. Demonstro-lhes que eles são o espelho do meu trabalho.

V.a. - Sendo responsável por 2 equipas com horários diferentes, de que forma demonstras contribuir, para a motivação e sucesso destas equipas? m.l.t. - Recentemente foi-me dado mais este
desafio ter uma equipa de 6 horas e continuar com a anterior, faço-o com muito agrado e motivação. Atribuo a cada equipa o sentido da responsabilidade do trabalho que está em causa, demonstro que telemarketing não é apenas um par-time, é um trabalho sério e difícil (não passa só por ser os meninos dos telefones como a maior parte das pessoas pensam) é muito mais é o desenvolvimento de um conjunto de tarefas é ser bom comercial e ter qualidade no serviço prestado. Manter a equipa motivada faz o sucesso da

V.a. - tens mostrado saber lidar com os operadores e até partilhares dos constrangimentos que estes sentem durante o trabalho. como vês o futuro das vendas em telemarketing, agora que tens uma perspectiva mais alargada sobre esta matéria? m.l.t. - Sentir os constrangimentos dos meus operadores é parte integrante do meu trabalho, acredito que só assim somos uma equipa. Temos que olhar o futuro com responsabilidade e seriedade e acreditar que apesar dos constrangimentos sentidos somos uma equipa de excelentes vendedores. Isso faz toda a diferença. V.a. - na recente credenciação da Zon, foste considerada uma das melhores supervisoras desta empresa. como te sentes profissionalmente, ao ser-te reconhecido este mérito? m.l.t. - Sinto-me feliz, muito feliz! Ter o
13

12

CARNAVAL NO CALLCENTER 2012

crónicaDomês

14

15

Zonawards

oS melhoreS de 2011
A Zon convocou uma vez mais as equipas de telemarketing dos vários callcenters, para um jantar de convívio Zon Awards, uma homenagem de mérito aos melhores operadores, supervisores e coordenadores. Esta recente comemoração serviu para homenagear os melhores de todo o ano de 2011, num restaurante perto de Coimbra. A Tempo-team esteve em grande, arrecadando vários prémios e enchendo de orgulho os nossos callcenters.

16

17

Solidariedade
com

ANA MARQUES

temPo team Solidária!
escolhemos esse dia para fazer a experiência e quem sabe prolongar isto para o futuro. Aqui fica a ideia. Assim partimos, pelas 20h30 de Campanha, cheios de curiosidade, entusiasmo, excitação e também algum receio pelo que íamos encontrar. Começamos o nosso percurso nas traseiras da Loja do Cidadão, onde encontramos um casal com um bebé recém-nascido que encantou toda a equipa. Fomos ainda surpreendidos por um pai e filho, com cerca de 7 anos no qual a vontade de todos foi mesmo levá-lo para casa, o menino era adorável e derreteu-nos com a sua humildade e ingenuidade de criança. De seguida, paramos junto ao Marquês onde estivemos com um casal e uma mãe e filha, com muita necessidade de falar, pois para aquecer o coração, muitas vezes uma palavra vale mais que um prato de sopa. Esperava-nos ainda um local com bastante gente, a Batalha, aqui aguardavam cerca de 50 pessoas pela nossa chegada. Uma sopa, um pão, um café quentinho, para quem não tem uma refeição quente durante todo o dia preenche-lhes um pouco o buraco de uma vida sem objectivos, sem ambição, sem projectos para um futuro, sem auto-estima e sem a esperança que o amanhã possa ser melhor. Rondando um pouco por toda a cidade, vemos locais como o Mercado Bom Sucesso onde se encontram muitos sem-abrigo na verdadeira essência da palavra, o Hospital Santo António, a Rua Júlio Dinis, entre outros. E chegamos assim

No passado dia 21 de Dezembro a Tempo Team foi para a rua. Sim, para a rua! Numa acção de solidariedade de entrega de bens alimentares e vestuário aos sem-abrigo da cidade do Porto. Vários foram os elementos que se uniram por esta causa e todos trabalharam de coração, a pensar naqueles que pouco ou nada têm, mas que são pessoas como nós.

O trabalho começou horas antes de partirmos rumo à nossa missão, separar as diversas peças de roupa trazidas pela equipa, fazer os kits de comida para entregar e organizar o percurso. Uma autêntica azafama para que nada corresse mal. O objectivo desta actividade era colmatar uma falha que existe nas equipas de apoio aos sem-abrigo na cidade do Porto, pois estas distribuem comida todos os dias rodando entre si, à excepção das quartas-feiras. Sendo assim,
18

à “fábrica”, situa-se junto ao Bairro Pinheiro Torres e foi outro ponto que nos impressionou, pois é uma antiga fábrica degradada que foi ocupada por toxicodependentes, que não saem de lá a não ser para ir comprar droga e são muito reticentes a qualquer tipo de contacto com outras pessoas. Cerca das 23h partíamos para a mais esperada etapa, o Bairro do Aleixo, para quem não sabe é um Bairro junto à Foz, uma bela zona da nossa cidade e por esse motivo está a ser gradualmente destruído para dar vida a luxuosos apartamentos à beira rio. Nesse local notou-se que as pessoas tinham medo de vir ter connosco, pois terem ali alguém que vá só para ajudar é algo raro, no entanto aos poucos foram-se aproximando e aceitando aquilo que tínhamos para dar. Estes dois últimos lugares traduzem da forma mais cruel e fria, a realidade que é vivida por tantas pessoas, pessoas, não animais, pessoas! Pessoas que viveram diferentes experiências, que percorreram diversos caminhos e acabaram por se cruzar numa vida de degradação, de deterioração, de humilhação, a que a todos nós nos aperta o coração e nos faz ter vontade de querer mudar o mundo. Não temos essa capacidade, mas tivemos a magia de mudar umas horas na vida destas pessoas, e isso já nos enche de alegria. Se todos dermos um pouco de nós aos outros, ajudamos na construção de futuro melhor para todos. E assim terminava esta noite, cansados mas cheios, cheios de emoção e felizes, e com a certeza de que queríamos repetir. Nesta caminhada que esperamos que

se repita, temos de agradecer à Fundação AXA Corações em Acção (especialmente ao seu responsável Sr.Joaquim Sousa), que realiza rondas quinzenais de entrega de comida aos sem-abrigos, e que generosamente se juntou a nós e nos ajudou com transporte, roupas, material de distribuição de comida e a sua experiência. Agradecemos também ao Restaurante “Pombeiro” que nos ofereceu a sopa e a todos os estabelecimentos que nos deram bens alimentares. E claro, e de uma forma muito especial, um enorme agradecimento a todos os elementos da Tempo Team, que contribuíram para que este dia fosse possível, e tudo fizeram para que esta acção fosse um sucesso e nos enchesse a todos de orgulho. Queres ser o próximo a participar nesta causa? Aqui ficam algumas imagens que esperamos que te façam querer vir também, e assim pudermos criar mais dias como este. Contamos contigo!

19

r(h)umoreS

Porto
Vendas Precisam-se! Este bem podia ser o cartaz colado em cada um dos nossos postos de trabalho! Mas, depois da tempestade vem a bonança e vamos acreditar que é isso mesmo e já agora, que venha transformada em vendas. Por falar em bonança e coisas boas, depois de uma maré de noivas, parece que entramos numa outra maré, a das grávidas! Parabéns às futuras mamãs - Inês e Doroteia ( e já agora ao papá Jorge Neves)- por trazerem a esta família mais bebés! Já se fazem apostas para adivinhar o sexo (eu cá gostaria de pelo menos uma menina)... mas como diz o outro, prognósticos só no fim! Aproveito para dar os Parabéns à Orlanda Silva, ao Pedro Zenha, ao Marcos Soares e à Liliana Santos pela vitória na merecida viagem de sonho à República Dominicana! Foi mesmo merecida e certamente que se estão a divertir! Na próxima edição contamos com vocês para nos contarem como foi. Também ouvi dizer que o Jantar Anual dos Zon Awards foi fantástico, parabéns a todos os distinguidos em especial aos nossos da TempoTeam. As meninas dos chá das 17h querem agradecer publicamente ao chefe por ter trazido a cafeteira do chá e desde já adiantam que nos próximos anos aguardam pela tostadeira, se isso acontecer a Rita Manquinho compromete-

se a levar torradas e café quente todos os dias ao chefe, à Orlanda, à equipa de formação, aos AGIC e ao Pedro Monteiro. Por fim resta-me desejar muitas e boas vendas a todos! O esforço será recompensado e vale a pena querer estar entre os melhores, acredito que só há espaço para os melhores e por isso vale a pena sê-lo, mesmo quando parece menos provável ou menos fácil. Até breve! [Vera Gouveia]

Coimbra
O início do ano foi marcado por boa disposição no callcenter de Coimbra. Ainda nos ambientávamos aos novos ajustes na vaga, já tínhamos um projecto para nos motivar durante todo o mês de Janeiro. Três tiros de pistola de Airsosft contra um alvo a uma distância considerável por cada venda realizada. Praticamente toda a gente daquele espaço foi fazer o gosto ao dedo. No final de Janeiro, o Carlos foi o operador com mais pontos (conjugação dos factores: vendas e pontaria), escusado será dizer que se tivéssemos andado à caça para comer, teríamos decerto morrido à fome. Durante estes últimos tempos passaramse cenas engraçadas, a operadora Catarina apanhou alergia a uma cliente, sempre que lhe ligava ficava com o pescoço todo vermelho e passava mal desligava, mas vendeu. A supervisora Lourdes referiu por diversas vezes que “o Sílvio está sempre a ir abaixo”, enquanto um cliente deu mérito à voz sedutora da Ana Silvestre, inquirindo-lhe se ela lhe estava a ligar de um Call Girl… O operador Peixoto foi apanhado várias vezes a perguntar aos clientes

se conhecem o anúncio do Nicolau Brian, ou a falar dos Hot STOPs, ou a perguntar aos supervisores pelas suas desconformidades. A operadora “Gigi” Vilão foi homenageada nos Zon Awards anuais, com a medalha de Prata para o Outbound. Gostaríamos de a ver ganhar mais vezes, pois os vestidos assentamlhe maravilhosamente bem. Em jeito de boato, andam por aí a dizer que também eu vou ser pai. Ou é um rumor ou então são as boas vibes do Porto que se andam a fazer sentir por Coimbra (e também eu, estou com feeling que vai ser uma menina:). [I.A.A.]

www.facebook.com/vamosaderir

20

21

PerFiltagarela
com

secçãohobby
com Manuel

SILVIA MARQUES

de Oliveira

com a cabeça no mundo da lua surfar, porquê?
Era eu pequena quando um dia me disseram que algumas das estrelas que vemos no céu podem já não existir, mas que a distância a que se encontram de nós era tal que a sua luz ainda chega aos nossos olhos…! Ora, numa criança de nove anos, este é o tipo de informação que fica a pairar na mente. Decidi, então, que queria ser astronauta, pensando que, se subisse para lá da atmosfera, poderia decifrar este e outros segredos. Mais tarde percebi que para se estudar estas coisas, deveria ser astrónoma ou astrofísica, e foi isso que vim fazer para Coimbra. pequeno, como a física de partículas. De facto, para perceber todo o fenómeno que faz as estrelas emitirem luz (uma quantidade inimaginável de energia e radiação) é necessário entender todo o fenómeno de combustão e decaimento de partículas subatómicas! Surf é das actividades mais exigentes e no entanto mais libertadoras que alguma vez fiz. Inicialmente pode parecer frustrante e até desmotivador: perdi a conta às tentativas falhadas de me erguer numa onda e em vez disso acabar a comer alguma areia da praia . No entanto, quando finalmente consegues, tudo o resto fica para trás e tornas-te literalmente viciado na sensação de surfar uma onda e só queres mais, e mais! Quando surfas, todo o teu corpo, a tua mente, o teu estado de espirito abstraem-se de tudo o resto e juntam-se para um único objectivo: “riding the wave” . Ficas livre dos problemas do trabalho, de crises e politicas e sais da vida rotineira que a faculdade ou o trabalho te exigem para te juntares à tua prancha, à praia e ao mar e aí te perderes durante horas a fio onde a única preocupação é aguardar pela onda perfeita e teres uma experiência única, que dificilmente se descreveria por palavras. No fim, apenas fica a exaustão e satisfação de uma manhã ou tarde bem passada, sozinho ou com amigos, e a vontade de voltar o quanto antes para mais ondas... Sim, surf é bastante exigente, mas vale a pena, torna-nos mais saudáveis, tanto a nivel fisico como psicológico. No próximo Verão, agarrem nalguns amigos e experimentem, não faltam escolas de surf hoje em dia!

Entrei em Física porque me daria as bases teóricas e agora estudo Astrofísica. É, sem dúvida, uma ciência fascinante: estuda o infinitamente grande, como a origem e dimensão do Universo, mas socorre-se do infinitamente
22

E para isso nunca precisei sair da Terra! Basta-me olhar pelos telescópios, receber a informação dos satélites, medir radiações de corpos a anos-luz de nós. Na verdade, trabalho com números e equações, mas é graças a elas que sei que o sol tem pela frente 6 mil milhões de anos de vida activa e que, depois disso, arrefecerá e acabará por morrer. É como andar sempre com a cabeça no mundo da lua!...
23

cartaZcultural
fantasporto 2012
Teatro Rivoli de 20 de Fevereiro a 4 de Março “Shame”, de Steve McQueen, é filme escolhido para a a abertura oficial do festival, que irá encerrar com “This must be the Place”, de Paolo Sorrentino. o que tornará a visita mais dinâmica e interactiva e proporcionará uma grande experiência que surpreenderá os visitantes pelo seu realismo, transportando para o Mundo no tempo dos Dinossauros. Preço máximo 6 Euros

Tagarelas

Batatas Gratinadas

com

VERA GOUVEIA

Carte à lá

James morrison

restaurante shis

Coliseu do Porto dia 28 de Março de 2012 O britânico James Morrison vem a Portugal para apresentar o mais recente álbum - “The Awakening”editado em Setembro deste ano e que entrou para o primeiro lugar do top de vendas no Reino Unido. Preço de 24 a 37 Euros

o mundo dos dinossauros

Palácio de Cristal entre os dias 14 de Janeiro e 18 de Março de 2012 Com figuras à escala real, “O Mundo dos Dinossauros” é uma exposição lúdica em que as figuras reagirão com movimento e som à presença dos visitantes

Se ainda não conhece vale mesmo a pena experimentar, situado na Praia do Ourigo, este novo espaço junta uma agradável esplanada e um sofisticado restaurante, com decoração e conceito de comida totalmente renovados. A cozinha é da responsabilidade do chefe António Silva Vieira , cuja experiência permite alargar desde as influências japonesas a um mix de cozinha portuguesa e mediterrânica. Outro destaque vai também para a grande variedade de saladas, uma excelente carta de vinhos, o take-away de sushi, e agora também uma deliciosa diversidade de tapas. Preço médio de refeição 35 Euros

Ingredientes: * 1 kg e 500 grs. de batatas * 7,5 dl de caldo de carne * 250 grs. de queijo Gruyére em fatias finas * 180 grs. de manteiga * sal q.b. * pimenta moída na altura q.b. * noz-moscada q.b. Preparação: Descasque as batatas, lave-as, seque-as e corte-as em rodelas de 3 cm de espessura. Coloque as rodelas numa tigela. Tempere de sal, pimenta e noz-moscada. Misture bem as batatas com o tempero. Aqueça o forno a

(200ºC) [5/6 T]. Unte um pirex com manteiga. Disponha no fundo do tabuleiro uma primeira camada de batatas. Por cima das batatas, coloque uma camada de fatias de queijo. Por cima desta uma camada de batatas, e assim sucessivamente, até que tenha esgotado os ingredientes. A última camada deverá ser de queijo. Regue com o caldo de carne e distribua a manteiga em pedacinhos, pela a superfície. Leve o tabuleiro ao forno. Logo que o caldo comece a ferver, reduza a temperatura do forno para (160ºC) [3/4 T] e deixe cozer cerca de 1 hora. Terminada a cozedura,

o caldo terá sido absorvido, as batatas apresentar-se-ão muito tenras e a superfície gratinada. Sirva como acompanhamento de carnes.

Bife Pimenta

calinadaS
Do lado de lá: “...por acaso está a incomodar que eu estou bêbedo...” Do lado de cá: “...e fica com tudo no pacote...” Do lado de cá: “...e fica com 100 megas gratuitos e a pen é móvel...” Do lado de lá: “...olhe que trabalhei nas antenas em França... não sou nenhuma parola...” Do lado de cá: “...olhe que vai poupar cerca de 180 anos...” Do lado de cá: “...ligo por causa desta morada...” Do lado de lá: “...Braga? Eu não sou de Braga...” Do lado de cá: “MORADA!!!” Do lado de lá: “Sim, sim, estou na minha casa...” Do lado de cá: “...obrigado e boa tarde pela atenção...” Do lado de cá: “...o senhor já viu o anuncio do Nicolau Brian?...” Do lado de lá: “...a menina está-me a ligar de um 24 callgirl? É que a minha mulher já trabalhou num... e ganhava uns trocos...” Do lado de cá: “...e fica com acesso aos nossos hotstops...” Do lado de lá: “...mas o meu módéne é uerless...” Do lado de lá: “...pode-me dizer o tamanho do equipamento?...” Do lado de cá: “...em termos de Internet, temos o nosso plano de 111 canais...” Do lado de lá: “...eu gostava de ter o vosso serviço mas onde eu moro vocês não têm cobrição...” Do lado de cá: “...os seus serviços são de fibra óptica?” Do lado de lá: “Não não! São por cabo!” Do lado de cá: “...estou a ligar para uma residência?” Do lado de lá: “Não não! Isto é uma habitação...” Do lado de cá: “...na sua área ainda não tem cabo...” Ingredientes: * grãos de pimenta esmagados: 2

colheres de sopa * bifes com cerca de 180 g cada: 2 * Sal: q.b. * manteiga: 2 colheres de sopa * conhaque ou vinho do Porto: 3 colheres de sopa * Natas: 1 dl Preparação: Coloque a pimenta num prato. Tempere os bifes com sal e passeos pela pimenta, aconchegandoos bem com as mãos para ficarem bem cobertos. Leve ao lume

uma frigideira com a manteiga e, quando derretida, junte-lhe os bifes e deixe-os fritar 2 a 4 minutos de cada lado conforme os desejar, mais ou menos passados. Retire-os para um prato. Escorra a gordura da frigideira, deite nela o conhaque ou o vinho do Porto e mexa com uma colher de pau. Adicione então as natas e deixe cozinhar até obter um molho cremoso. Deite o molho sobre os bifes e sirva-os com batatas (por exemplo gratinadas).

Tiramisu

de

Ingredientes: * 4 ovos * 100gr de chocolate branco de culinária * 200gr de queijo mascarpone * 2 colheres de icing sugar * 2 chávenas de café * 2 colheres de rum * 150 gr de palitos la reine Preparação: Separam-se as gemas das claras e mistura-se o mascarpone com as gemas. Derrete-se o chocolate (no

Chocolate Branco

micro-ondas) e mistura-se batendo energicamente para misturar bem. Batem-se as claras em castelo e enquanto isso junta-se 2 colheres de icing sugar e juntase ao mascarpone. Num recipiente colocam-se no fundo palitos la reine previamente molhados em café e rum Por cima uma camada do mascarpone (cerca de metade). Molham-se mais palitos e põemse por cima. Finalmente terminase com o creme de mascarpone. Vai ao frigorífico um dia e à hora de

servir cobre-se com um pouco de chocolate (branco ou preto) ralado.

25

dicaSculturais
livro do Mês
Os Reinos do Caos Autor: George R. R. Martin O Inverno aproxima-se de um mundo mergulhado no caos. No norte dos Sete Reinos está iminente uma batalha decisiva pelo que resta do antigo domínio dos Stark. Ainda mais a norte, Jon Snow luta por encontrar um equilíbrio entre as tradições da Patrulha da Noite e o que o seu instinto lhe diz ser o caminho correcto a seguir. A sul, velhas alianças esperam o tempo certo para serem reveladas, enquanto os homens de ferro assolam os mares e as costas dos domínios Tyrell. Do outro lado do mar estreito, tudo converge para a Baía dos Escravos, onde Daenerys Targaryen tarda em ganhar a paz na inquieta cidade de Meereen. E os dragões? Qual será o seu papel no meio de tudo isto? Muitos estão certos de que a tão temida reconquista de Westeros está prestes a começar... [Vera Gouveia] líderes. Mas nem tudo corre conforme o plano, os dois Jedis escapam e em conjunto com o seu novo amigo Gungan, Jar Jar Binks (Best) avançam para Naboo para advertir a Rainha Amidala (Portman), mas droids já começaram a capturar Naboo e a Rainha não está segura. Eventualmente aterram em Tatooine, onde se tornam amigos dum jovem rapaz conhecido como Anakin Skywalker (Lloyd). O Qui-Gon está curioso sobre o rapaz e antevê um brilhante futuro para ele. Agora o grupo deve encontrar uma maneira de chegar a Coruscant e finalmente resolver esta disputa de comércio, mas há outra pessoa que se esconde nas sombras. Estão de facto os Sith extintos? Será que a Rainha é quem realmente diz ser? E o que de tão especial existe sobre este jovem rapaz?[Vera Gouveia] exclusivo Sony, com supervisão Naughty Dog à semelhança dos outros 3 exclusivos ps3, levanos numa aventura onde os eventos ocorrem antes dos acontecimentos de Uncharted: Drake’s Fortune (primeiro da saga). Nathan Drake é de novo o protagonista da história numa expedição para tentar descobrir o segredo por detrás do massacre com 400 anos de idade de uma expedição espanhola enquanto segue a trilha de um assassino de uma antiga seita secreta. Apanhado no meio de uma rivalidade entre Jason Dante - seu velho amigo - e Marisa Chase - a neta de um arqueólogo que desapareceu misteriosamente sem deixar rastro - Nate corre para as bacias de um rio traiçoeiro, ruínas de templos e cavernas desconhecidas da América Central em busca de uma lendária cidade perdida, apenas para encontrar-se empurrado para a beira do abismo de Ouro... O jogo conta com controlos de toque (ecrã táctil) e movimento (sixaxis - sensores de movimentação da consola) na estrutura de navegação e mira, ainda que estes sejam opcionais. A jogabilidade é uma mistura de tiro e plataformas, incluindo enigmas que devem ser resolvidos usando várias pistas de diário pessoal de Drake. Uma nova característica é a habilidade de usar uma câmera e captar fotografias para identificar certos locais. Exploração e quebra-cabeças serão o foco principal do jogo, ao contrário de tiroteios. Aconselho a experimentação pois este jogo acaba por nos levar, sem dúvida alguma a um patamar diferente pela interação total com o jogo através dos painéis de toque da PSVita ;-) Até à próxima, e votos de bom trabalho, mas ainda melhor possibilidade de entretenimento :-) Abreijos para todos... [Tiago Pucarinho]
27

ou “Malhão”, fazem deste álbum, uma das melhores edições de 2011, num Portugal em crise mas repleto de projectos musicais, originais, intrinsecamente nossos e sobretudo, com projecção internacional. [I.A.A.]

video-Jogo do Mês
Uncharted - Golden Abyss

AlbuM do Mês
Paus – Paus [2011] Depois do Ep “É Uma Água” em 2010, este projecto invulgar deuse a conhecer, um pouco por todo o país, dando lugar ao álbum homónimo de 2011, que veio surpreender com o seu som único e fora do vulgar. PAUS é o resultado de quando Joaquim Albergaria (Vicious 5), Hélio Morais (Linda Martini), Makoto Yagyu e João ”Shela” Pereira (Riding Pânico, If Lucy Fell) se juntam no estúdio com uma bateria siamesa, um Baixo maior que o défice da Grécia e teclados que vos fazem sentir coisas. Com um rock embalado pela percussão inebriante, ambiências pop e experimentais, este projecto é algo novo no panorama nacional, ao mesmo tempo que reflecte o cunho pessoal de cada um dos intervenientes. Musicas como “Deixame ser”, “Muito Mais Gente”, “Tronco Nú”

FilMe do Mês
Star Wars: Episódio I: A Ameaça Fantasma 3D Título original: Star Wars: Episode I - The phantom menace Género:Ficção Científica Estreia (Portugal): 2012-02-09 Realização: George Lucas Estrelas: Ewan McGregor, Liam Neeson, Natalie Portman Sinopse: A malvada Federação do Comércio dirigida por Nute Gunray (Carson) planeia assumir o pacífico mundo de Naboo. O Jedi Qui-Gon Jinn (Neeson) e Obi-Wan Kenobi (McGregor) são enviados para confrontar os
26

Boas, minha gente. Estou mais uma vez para a rubrica de entretenimento e jogos/ tecnologia. Desta vez vamos falar de algo novo e completamente inovador. A PSVita! Para quem ainda não ouviu falar, é a nova consola portátil da Sony, a qual aconselho (a quem tenha essa possibilidade claro) a sua compra. É sem dúvida alguma a consola mais versátil e inovadora do mercado. Nem a Nintendo 3DS com o inovador 3D sem óculos pode fazer frente a poderosa máquina como esta. Este novo modelo para além de um dos melhores ecrãs móveis do momento (Oled de 5”) tem também o seu ecrã tactil, bem como o painel traseiro. Traz assim uma nova e muito inovadora maneira de jogar, pela sua interatividade entre jogo e jogador. Jogo escolhido para a review, é o Uncharted - Golden Abyss, mais um fantástico

tagarelaS2

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful