Você está na página 1de 1
Ribeirão Preto-SP, sexta-feira, 9 de março de 2012 Pescadores Pescadores Pescadores de de de Gente!!!

Ribeirão Preto-SP, sexta-feira, 9 de março de 2012

PescadoresPescadoresPescadores dedede Gente!!!Gente!!!Gente!!!

Pescadores Pescadores de de de Gente!!! Gente!!! Gente!!! Jesus andando pelas areias do mar da Galiléia,

Jesus andando pelas areias do mar da Galiléia, vê dois irmãos em meio a redes e lhes faz um convite: “vinde a após mim e vos farei pescadores de homens”, que convite! Muito estranho para quem está acostumado a pescar peixes. Jesus os convida há uma nova missão, pescar homens, nenhum glamour, nenhum destaque nisto, ne- nhuma recompensa, nenhuma promessa atrativa ou convincente, nada que enchesse os olhos, apenas pescadores de gente.

Esta nomenclatura não mexeria com nosso mundo neo-pentecostal, onde não basta ser pastor, bispo ainda é pouco, num contexto em que o título é valorizado, sur- gem por todos os lados apóstolos, patriarcas, Pai apóstolo e por ai vai, qualquer dia teremos um “semi-Deus” ou coisa parecida. Mas nem tudo está perdido, ainda bem

que temos em nosso meio verdadeiros apóstolos, entre eles destaco um dos grandes de nosso tempo que pode- ria ser chamado de apóstolo, patriarca etc. Mas prefere de ser chamado de irmão André. (Fundador da Missão

postas abertas). Glória a Deus por isso. O chamado continua ecoando, “ mar agora é o mundo, os peixes são pessoas e a rede é a palavra.

Peixes, mar, rede, pescador, barco estão muito ligados a vida de Jesus e ao cristianismo, dos 12 discípu- los pelo menos quatro eram pescadores (Pedro, André, Tiago e João). Jesus ensinou duas modalidades de pesca, com rede: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam ti- rar, pela multidão dos peixes” (Jo. 21.6). E com anzol: “vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti” (Mt. 17.27).

A igreja deve continuar pescando, com redes lançadas ao mar e trazendo muitas almas, mas prioritaria- mente e principalmente com anzol, um a um, “tirando o primeiro peixe que subir”. O Senhor está nos convo- cando a pesca com anzol, e ainda diz o peixe que devemos pescar, aquele que está entalado com uma moeda. Pescaremos com anzol sim, mas que tipo de peixe? Aquele que está entalado com choro do desespero, solitário, magoado, sem ter com quem desabafar, entalado com dor na alma, no corpo, no espírito, em busca de uma nova vida. Perto de você tem um peixe entalado, pes- que-o. Como o pescador deverá ter a paciência, oração, trabalho, estratégia e coragem. O chamado continua, “Vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens”. Um simples pes- cador.

farei pescadores de homens”. O

vos

Um simples pes- cador. farei pescadores de homens”. O vos Que Deus nos dê uma boa

Que Deus nos dê uma boa semana de pesca.

Em Cristo!

Pr. Ronaldo Cabrera

Há um caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte. Provérbios 16:25

mas o seu fim são os caminhos da morte. Provérbios 16:25 Estevão Vieira Machado http://estevao-machado.blogspot.com/

Estevão Vieira Machado

mas o seu fim são os caminhos da morte. Provérbios 16:25 Estevão Vieira Machado http://estevao-machado.blogspot.com/

http://estevao-machado.blogspot.com/

mas o seu fim são os caminhos da morte. Provérbios 16:25 Estevão Vieira Machado http://estevao-machado.blogspot.com/