Você está na página 1de 27
Exercício 2011 Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010 Pessoa Colectiva Nº 509 354
Exercício 2011 Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010 Pessoa Colectiva Nº 509 354
Exercício 2011 Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010 Pessoa Colectiva Nº 509 354

Exercício 2011

Exercício 2011 Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010 Pessoa Colectiva Nº 509 354 831
Exercício 2011 Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010 Pessoa Colectiva Nº 509 354 831

Instituição Fundada em 20 de Fevereiro de 2010

Pessoa Colectiva Nº 509 354 831 Membro da FPX - Federação Portuguesa de Xadrez Membro da ICCF - Internacional Correspondence Chess Federation

354 831 Membro da FPX - Federação Portuguesa de Xadrez Membro da ICCF - Internacional Correspondence
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Índice

1 - Relatório de Gestão ------------------------------------------------------------

3

1.1. – Introdução -------------------------------------------------------------

4

1.2. – Quadro Competitivo Nacional ------------------------------------

6

1.3. - Quadro Competitivo Internacional -------------------------------

8

1.4. – Perspectivas ----------------------------------------------------------

12

1.5 – Análise da situação financeira da APXC -----------------------

15

2 – Balanço ---------------------------------------------------------------------------

17

3 – Demonstração de Resultados ----------------------------------------------

19

4 – Balancete da Contabilidade Geral -----------------------------------------

21

5 – Parecer do Conselho Fiscal --------------------------------------------------

25

-------------------------------------------------- 25 Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
-------------------------------------------------- 25 Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Relatório de Gestão

P O R C O R R E S P O N D Ê N C
P O R C O R R E S P O N D Ê N C
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

1. Relatório de Gestão

1.1. Introdução

Em 20-02-2010 no Cartório Notarial de Lisboa sito na Rua Visconde de Santarém, 73, foi constituída a APXC – Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência, aprovados os respectivos estatutos e designados por 4 anos os órgãos sociais iniciais.

Em 25-02-2010, ao abrigo dos estatutos da FPX - Federação Portuguesa de Xadrez, Secção V, artigo 25 alínea d), foi assinado um protocolo entre a FPX e a APXC - Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência. Nesse documento ficou consignado que compete à APXC prosseguir, entre outros, os seguintes fins:

a) Organizar toda a atividade de Xadrez por Correspondência em Portugal;

b) Representar o Xadrez por Correspondência português junto das organizações internacionais, nomeadamente, a ICCF – International Correspondence Chess Federation, na qual, aliás, a APXC está filiada;

c) Nomear os jogadores que representem Portugal em eventos internacionais de Xadrez por Correspondência quer individualmente quer em seleções nacionais.

Em 21-06-2011 Joaquim Brandão de Pinho apresentou a sua demissão do cargo que ocupava na Direção da APXC. Para a sua substituição, cumpriu-se o preceituado nos Estatutos, nomeadamente no nº 4 do Artº 10º. Assim, em 9 de Julho de 2011, por decisão unânime dos restantes membros da Direção, foi cooptado o sócio da APXC João Manuel Guerreiro Ferreira, o qual entrou imediatamente em funções.

Ferreira, o qual entrou imediatamente em funções. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
Ferreira, o qual entrou imediatamente em funções. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

No quadro seguinte (Quadro 1), são apresentados os sócios efetivos da APXC, encontrando-se assinalados a cinza aqueles que têm menos de um ano de filiação ou a sua situação ainda em fase de regularização. Estes jogadores, nos termos dos Estatutos, não podem exercer o direito de voto nesta Assembleia Geral.

Quadro 1: Listagem de sócios a 31/12/2011

 

APXC - Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência

 

Listagem de Sócios / Jogadores

Sócio

Nome

 

Sócio

Nome

160993

João Manuel Barradas de Aragão Seia

 

390500

Diogo Filipe de Andrade Valente

390036

João Maria da Camara Cordovil,

390513

Manuel Brandão de Pinho

390069

Mário Luís da Costa Mourato

390520

Pedro Miguel Ferreira Fonseca

390086

Horácio Cláudio de Campos Neto

390521

Paulo Afonso da Costa Vale

390089

António José Brito de Moura

390522

Filipa Neves Ribeiro

390096

João Luis Bana Salvador Marques

390526

Sérgio Rodrigo do Rosário Salvado

390128

João Manuel Guerreira Ferreira

390535

Maria Armanda Côdea Alves Plácido

390129

Ilda M. B. J. Miranda

390539

Flávio Alexandre Neves Correia de Pinho

390138

Luis Manuel Trindade Quaresma

390541

Fernando Manuel Lobo Caetano Nora

390143

Ramiro Simões Afonso Lopes

390546

Nuno Alexandre de Moura

390145

António Engrácio Robalo Demetrio

390547

Bruno Alexandre dos Santos Silva

390150

Fernando de Almeida Costa Cleto

390549

Pedro José Garcia Pita Soares

390156

Luis Simões dos Reis

390550

João Cândido da Silva Rita

390161

Eugénio Diogo Louro

390552

Mário Sena Lopes

390169

Pedro José de Araújo Pedrosa

390553

Pedro Miguel Batista Rodrigues

390170

Luís António Teles Frazão Ferreira

390556

Vanessa Tatiana Vieira Real

390177

Artur Francisco Costa Pinho Dantas

390557

Amadeu de Solha Santos

390178

Sérgio M. C. Rocha

390558

António Manuel Peixeiro Parente

390188

Gustavo João Ferreira dos Santos Morais

390560

Sérgio Alberto Nunes

390225

Jorge Rodrigues Lúcio

390562

António José Fróis Lopes

390239

Manuel Cruz Patrício Curado

390563

Edgar Teixeira de Lemos Pereira

390251

José Fernando Marques Grade

390564

José Manuel Gonçalves Paulino

390269

Carlos Augusto Navas Salvador Marques

390565

António Alexandre Madureira Peixinho

390286

José Tomás Resende Almeida

390567

Diogo Gonçalves Barardo

390299

Mário Garcia Narciso

390569

Tiago Correia Videira

390303

Sérgio Mário da Silva Ribeiro

390571

Tomás Alves Faustino

390308

Joaquim Pedro Ribeiro Soberano

390572

Mário Antonio Massena Machado

390310

José Luis Soares Gomes

390573

Antonio Adalberto Oliveira Mendes

390339

Carlos Guilherme Pedro Rodrigues

390574

Nuno Miguel Fernandes Pereira

390342

Luis José Ribeiro Gonzaga Grego

390575

Carlos Manuel Ferreira Pereira dos Santos

390357

Carlos Nuno Fantasia de Sousa

390578

Tânia Andreia Vaz Saraiva

390358

Eduardo Jorge Galindo Calhau

390579

Miguel António De Faria Ferreira Nobre Alexandre

390387

Joaquim Brandão Pinho

390580

Luís Filipe Pires Reynolds

390393

Manuel da Silva Almeida

390581

Frederico Muñoz

390395

Alberto Joaquim Pisco Lixa

390582

António José Gonçalves dos Santos Pereira

390397

Nuno Miguel Teixeira da Silva

390584

Diogo Manuel Cerieiro dos Santos

390407

Francisco Manuel Rosa Carapinha

390585

José Francisco Velhinho Palma Fernandes

390409

António José Vieira Bravo

390586

Alberto Paulo de Melo Ferreira

390416

Paulo Alexandre Oliveira Luís – Socio em 2012

390597

Rui Dâmaso

390420

Francisco António de Freitas Soares

390598

Pedro Jorge Sá Dias Silva

390427

Jorge Silva Lopes

390600

Veríssimo Neves Dias

390438

Joachim Pedro Ribeiro Borges

390606

Tiago Pereira Relvas

390456

Rui Jorge dos Santos Pereira Cabral

399007

José Américo de Paiva Moreira

390473

António Augusto Magalhães Carvalho da Silva

399011

Benjamim do Vale Elias

390476

Fernando J. R. Gaspar

399030

Alberto da Silva Zuna

390477

Paulo Rui Beijinho Rosário

399034

João Cálix

390483

Manuel Abranches Pintor

399038

Reinaldo Herminio de Carvalho Vila Nova

390491

Francisco Azevedo Pessoa

84866

Maria do Carmo de Vasconcelos Gil

390496

José Sargento Pascoal

940173

Roman Chemerys

390498

António Miguel da Rocha Sanches Castilho

 
António Miguel da Rocha Sanches Castilho   Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
António Miguel da Rocha Sanches Castilho   Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Em 31 de Dezembro de 2011 estavam filiados na APXC noventa e oito jogadores, traduzindo este número um acréscimo de 36% relativamente ao ano anterior. (Quadro 2).

Quadro 2: número de jogadores filiados

Época

Filiados

Variação

%

2010

72

-

-

2011

98

+26

36,11%

1.2. Quadro Competitivo Nacional

XII CAMPEONATO DE PORTUGAL ABSOLUTO

Em 04-04-2011 iniciou-se, no webserver da ICCF, com a participação de 11 jogadores: José Américo Moreira, Francisco Azevedo Pessoa, Gustavo Morais, Luís Quaresma, António Moura, Luís Reis, José Sargento Pascoal, Jorge Silva Lopes, Eduardo Calhau, Carlos Salvador Marques e Joaquim Brandão Pinho.

XVIII TAÇA DE PORTUGAL

Em 31-12-2011 terminou, no webserver da ICCF, a fase preliminar, com a participação de 77 jogadores distribuídos por 11 séries. Ficaram apurados para a Final, já iniciada em 22-01-2012, após algumas desistências e repescagens: José Américo Moreira, Luís Grego, Pedro Pita Soares, Francisco Azevedo Pessoa, Nuno Moura, Pedro Rodrigues, Edgar Pereira, Benjamim Elias, Gustavo Morais, João Ferreira, Mário Mourato, Francisco Carapinha e Joaquim Brandão Pinho.

Mourato, Francisco Carapinha e Joaquim Brandão Pinho. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
Mourato, Francisco Carapinha e Joaquim Brandão Pinho. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

XI CAMPEONATO DE PORTUGAL DE EQUIPAS

Em 01-11-2011 iniciou-se, no webserver da ICCF, com a participação de 9 equipas:

Pinéu Chess (Portugal), Grupo Xadrez do Porto, Grupo de Xadrez Alekhine, Quarteto Fantástico, Associação Desportiva e Cultural de Faro, Sporting Clube de Portugal, Portugal – Bolsa 1, Peão Passado, Futebol Clube Barreirense.

TORNEIOS PERMANENTES

Categoria de Honra

Terminou o Torneio H/2009/14 com a vitória de Joaquim Brandão Pinho. Terminou o Torneio H/2010/15 com a vitória de Francisco Carapinha e Luís Grego.

Categoria Aberta

Terminou o Torneio A/2009/35 com a vitória de Nuno Moura. Terminou o Torneio A/2010/36 com a vitória de Pedro Rodrigues e Mário Sena Lopes. Iniciaram-se e já terminaram os Torneios A/2011/37 (vitória de António Parente) e A/2011/38 (vitória de Mário Massena Machado, Alberto Zuna e António Parente). Iniciou-se o torneio A/2011/39, ainda em curso.

I CAMPEONATO NACIONAL ESCOLAR

Em 01-11-2011 iniciou-se, no webserver da ICCF, com a participação de 10 Escolas:

Escola Pedro Abilio Mendes, B/S da Calheta, Cooperativa da Benedita, Secundaria Alfredo da Silva, Secundaria dos Casquilhos, Secundaria Augusto Cabrita, Basica da Ponte – Vila das Aves, Secundaria de Santo André, C+S Alvaro Velho e 2+3 da Quinta da Lomba.

de Santo André, C+S Alvaro Velho e 2+3 da Quinta da Lomba. Relatório de Atividades e
de Santo André, C+S Alvaro Velho e 2+3 da Quinta da Lomba. Relatório de Atividades e
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

1.3. Quadro Competitivo Internacional

1.3.1. TÍTULOS E NORMAS - I.C.C.F.

Atualmente Portugal conta com os seguintes titulados da ICCF:

5 Grandes Mestres:

Luís Santos, Álvaro Pereira, Pedro Soberano, Horácio Neto e António Silva.

11 Mestres Internacionais Seniores:

José Pereira dos Santos, João Peres, Fernando Cleto, António Moura, Francisco Azevedo Pessoa, António Demétrio, Manuel Camejo de Almeida, Luís Quaresma, Júlio Flores, Luís Simões Reis e Gustavo Morais.

1 Mestre Internacional Feminino:

Maria do Carmo Gil

8 Mestres Internacionais:

João Cordovil, João Leonardo, Albano Pinheiro, João Salvador Marques, Vítor Cordeiro, José Américo Moreira, Eduardo Calhau e Joaquim Brandão de Pinho.

Títulos atribuídos pela ICCF em 2011:

Joaquim Brandão de Pinho (Mestre Internacional).

em 2011: Joaquim Brandão de Pinho (Mestre Internacional). Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
em 2011: Joaquim Brandão de Pinho (Mestre Internacional). Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

1.3.2. CAMPEONATOS E TORNEIOS INDIVIDUAIS

Foram inscritos no Torneio de Candidatos do 31º Campeonato do Mundo

Individual que se iniciou em 10/09/2011: Horácio Neto e Joaquim Pedro

Soberano.

José Américo Moreira, Francisco Azevedo Pessoa, António Demétrio e

Luís Quaresma foram inscritos na Semifinal do 35º Campeonato do

Mundo Individual que se iniciou em 10-06-2011.

João Ferreira foi inscrito na Preliminar do 35º Campeonato do Mundo Individual que se iniciou em 10/03/2011.

Gustavo Morais classificou-se em 10º lugar na Final da I Taça do Mundo de Veteranos.

Foi inscrito Fernando Cleto num Grandmaster Norm Tournament.

 

Foram inscritos em Torneios Permanentes do I.C.C.F. 27 jogadores.

Estão

atualmente

a

disputar

Torneios

Internacionais

por

convite

numerosos jogadores.

1.3.3. CAMPEONATOS POR EQUIPAS

XVII Olimpíada: Terminou a fase preliminar, tendo Portugal se classificado em

4º lugar com uma equipa constituída por:

1º - Tabuleiro

J. Pedro Soberano

2º - Tabuleiro

Horácio Neto

3º - Tabuleiro

António Silva

4º - Tabuleiro

António Demétrio

5º - Tabuleiro

António Moura

6º - Tabuleiro

Vítor Ribeiro

Capitão de Equipa: João Salvador Marques.

Vítor Ribeiro Capitão de Equipa: João Salvador Marques. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
Vítor Ribeiro Capitão de Equipa: João Salvador Marques. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Final da IX Olimpíada Feminina: Iniciou-se em 10-10-2011, com a participação de uma equipa Portuguesa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro

Tânia Saraiva Vanessa Real Maria Armanda Plácido Filipa Ribeiro

Capitão de Equipa: Pedro Soberano.

Final do VII Campeonato da Europa: Terminou, tendo Portugal se classificado num brilhante 5º lugar com uma equipa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro 5º - Tabuleiro 6º - Tabuleiro 7º - Tabuleiro 8º - Tabuleiro

Fernando Cleto António Demétrio António Moura António Silva Luís Quaresma Luís Simões reis Francisco Azevedo Pessoa Pedro Osório †

Capitão de Equipa: João Salvador Marques

VIII Campeonato da Europa: Terminou a fase preliminar, tendo Portugal se classificado em 11º lugar com uma equipa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro 5º - Tabuleiro

José Américo Moreira Joaquim Brandão de Pinho Manuel Pintor João Seia Paulo Vale (que substituiu António Mamede Diogo,

6º - Tabuleiro 7º - Tabuleiro 8º - Tabuleiro

infelizmente falecido) Jorge Lúcio Manuel Silva Almeida Sérgio Salvado

Capitão de Equipa: Joaquim Brandão de Pinho

Salvado Capitão de Equipa: Joaquim Brandão de Pinho Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
Salvado Capitão de Equipa: Joaquim Brandão de Pinho Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

IX Campeonato da Europa: Iniciou-se em 15-07-2011 a fase preliminar, participando Portugal com uma equipa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro 5º - Tabuleiro 6º - Tabuleiro 7º - Tabuleiro 8º - Tabuleiro

Fernando Cleto Francisco Azevedo Pessoa Luís Reis José Américo Moreira Joaquim Brandão de Pinho Mário Mourato Luís Grego João Ferreira

Capitão da Equipa: Joaquim Brandão de Pinho.

Memorial “Gerhard Radosztics” Torneio Postal: Prova em curso, sendo a equipa Portuguesa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro

Albino Silva Luís Frazão Ferreira Manuel Curado António Curado

Capitão de Equipa: Pedro Soberano.

Memorial “Witold Bielecki”: Iniciou-se em 21-01-2012 a fase preliminar, participando Portugal com uma equipa constituída por:

1º - Tabuleiro 2º - Tabuleiro 3º - Tabuleiro 4º - Tabuleiro 5º - Tabuleiro 6º - Tabuleiro

Jorge Lúcio Edgar Pereira Pedro Pita Soares Manuel Curado Manuel Silva Almeida Alberto Zuna

Capitão da Equipa: Pedro Pita Soares

Almeida Alberto Zuna Capitão da Equipa: Pedro Pita Soares Relatório de Atividades e Contas – Exercício
Almeida Alberto Zuna Capitão da Equipa: Pedro Pita Soares Relatório de Atividades e Contas – Exercício
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Champions League – grupo B: Prova ainda em curso, com a participação de três equipas portuguesas: Supra Summum, Grupo de Xadrez do Porto e Sporting Cube de Portugal.

A equipa do Sporting Cube de Portugal constituída por: Horácio Neto, Luís Quaresma, António Moura e Rui Silva Pereira já garantiu o apuramento para a Final.

Matches Amigáveis – Em 15/03/2011 teve início um match amigável com a República Checa, que se realiza a 25 tabuleiros.

Entretanto terminaram os seguintes matches amigáveis:

o

Portugal vs Finlândia, a 26 tabuleiros. Resultado: 22,5 – 29,5.

o

Portugal vs Austrália, a 31 tabuleiros. Resultado: 27,5 – 34,5.

o

Portugal vs Cabo Verde a 19 tabuleiros. Resultado: 23 – 15.

1.4. Perspetivas

1.4.1. Balanço da Atividade

No nosso segundo ano de atividade, há a registar a conclusão com êxito da fase preliminar da XVIII Taça de Portugal, que registou 77 inscrições e o lançamento da Final com 13 participantes.

Foram ainda iniciados o XII Campeonato de Portugal Absoluto e o Xl Campeonato de Portugal de Equipas.

É de salientar o excelente comportamento da equipa portuguesa na final do VII Campeonato da Europa, na qual se classificou em 5º lugar com os mesmos pontos do 4º.

se classificou em 5º lugar com os mesmos pontos do 4º. Relatório de Atividades e Contas
se classificou em 5º lugar com os mesmos pontos do 4º. Relatório de Atividades e Contas
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

De referir ainda a inscrição de 7 jogadores nas diversas fases do Campeonato do Mundo Individual e a participação de um grande número de jogadores nas diversas seleções de Portugal.

Apraz, portanto, registar em 2011 um significativo incremento da modalidade com novos praticantes e regresso de jogadores há muito afastados.

Evolução das inscrições em torneios individuais Open Class Higher Class Master C. M. e GM
Evolução das inscrições em torneios individuais
Open Class
Higher Class
Master C.
M. e GM
Norm
Temáticos
Veteranos
Cup
Direct Entries
P. S.F. e
Candidatos
22
21
20
19
18
17
16
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010
2011
2010 2011 2010 2011 2010 2011 2010 2011 2010 2011 Relatório de Atividades e Contas –
2010 2011 2010 2011 2010 2011 2010 2011 2010 2011 Relatório de Atividades e Contas –
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

1.4.2. Desenvolvimento futuro

Prosseguindo o objetivo de revitalização da modalidade, a APXC pretende em 2012 organizar, em março, o I Campeonato Aberto de Portugal de Rápidas, que, como o nome indica, será aberto a jogadores não filiados na APXC. O ritmo de jogo, a acertar ainda, deverá ser de 10 dias por cada 10 lances. Esta prova, que é uma novidade, tem naturalmente o intuito de trazer para a prática da modalidade novos jogadores, tendo em atenção que o ritmo rápido a que se vai disputar é o ritmo de facto utilizado por uma boa parte dos praticantes da modalidade.

No segundo semestre de 2012, será organizado o Campeonato de Portugal de Veteranos.

Em fase de análise, no seguimento, aliás, do que prevê o nº 3 do artigo 9º Regulamento Interno da APXC, encontra-se a organização de um torneio de qualificação para o próximo Campeonato de Portugal Absoluto, de forma a permitir o acesso a esta prova a um mais amplo leque de jogadores.

Tal como no ano passado, a APXC tentará estar presente em provas de xadrez direto, com o intuito de divulgar a modalidade, trazer novos jogadores para a prática do Xadrez por Correspondência e, naturalmente, assim fazer aumentar o seu número de associados.

assim fazer aumentar o seu número de associados. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
assim fazer aumentar o seu número de associados. Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

1.5. Análise da situação financeira da APXC

1.5.1. Contas de 2011

Concluído o segundo exercício, há a destacar que as contas da APXC de 2011 evidenciam um resultado positivo de 574,26 euros.

Constata-se também que:

O passivo resulta, quase exclusivamente, dos encargos inerentes à filiação da APXC na federação internacional e à inscrição de jogadores nas provas da ICCF.

Foi constituída uma provisão no montante de 1.000,00 euros para fazer face aos encargos com os prémios da XVII Taça de Portugal. Refira-se a propósito que metade deste valor diz respeito a uma receita de patrocínio ainda não cobrada, que a APXC espera vir a receber do patrocinador pela altura da conclusão da prova, possivelmente, no final de 2012, início de 2013.

Nos proveitos consta um subsídio de 150,00 euros, que se refere a um subsídio entregue à APXC pela FPX para custear o I Campeonato Nacional Escolar.

Comparativamente com o ano anterior, registou-se um decréscimo nos proveitos referentes às filiações na APXC. Tal facto era já esperado, pois esta receita tem a ver, exclusivamente, com as entradas de novos sócios e em 2010, ano da fundação da APXC, registou-se, compreensivelmente, um elevado número de filiações. Recordamos que na APXC não existem quotas mensais, havendo apenas lugar ao pagamento de uma taxa no momento da filiação, única e vitalícia, no valor de 10 euros.

Sendo já a APXC sócia institucional da FPX, a direção da APXC, tudo irá fazer para participar, a partir daqui, na sua vida associativa como membro de pleno direito.

daqui, na sua vida associativa como membro de pleno direito. Relatório de Atividades e Contas –
daqui, na sua vida associativa como membro de pleno direito. Relatório de Atividades e Contas –
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

No seguimento do ponto anterior, esperamos que nos possa ser concedido, pelo orçamento da FPX, um pequeno subsídio anual de funcionamento, que nos permita custear algumas das nossas despesas, nomeadamente, as relacionadas com as seleções que representam Portugal nas competições internacionais. Tudo iremos fazer para que, muito justamente, nos seja atribuído esse subsídio anual por parte da FPX e assim melhor possamos cumprir a nossa missão de divulgação do Xadrez por Correspondência em Portugal.

1.5.2 Proposta de aplicação dos resultados

Na sequência do que aconteceu no ano transato, propomos que o resultado líquido do exercício findo em 31 de dezembro de 2011, no montante de 574,26 euros (quinhentos e setenta e quatro euros e vinte e seis cêntimos), seja transferido para a conta de Resultados Transitados.

Lisboa, 22 de Fevereiro de 2012

A Direcção da APXC

(Presidente)

(Tesoureiro)

(Vogal)

(Vogal)

(Vogal)

da APXC (Presidente) (Tesoureiro) (Vogal) (Vogal) (Vogal) Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
da APXC (Presidente) (Tesoureiro) (Vogal) (Vogal) (Vogal) Relatório de Atividades e Contas – Exercício de 2011
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Balanço

X A D R E Z P O R C O R R E S P
X A D R E Z P O R C O R R E S P
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Balanço 2011

APXC - Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência

Contribuinte: 509354831

BALANÇO de 2011

Rubricas

 

Notas

2011

2010

 

A CT I V O

     
 

Ativo não corrente

       
 

Ativos não correntes detidos para venda

   

0,00

0,00

 

Subtotal

 

0,00

0,00

 

Ativo corrente

     
 

Sócios / Jogadores

   

157,00

40,00

Outros ativos financeiros

0,00

0,00

Caixa e depósitos bancários

2.534,38

2.052,93

 

Subtotal

 

2.691,38

2.092,93

Total do activo

2.691,38

2.092,93

 

C A P I T A L

P R O P R I O

E

P A S S I V O

     
 

Capital Próprio

     
 

Capital realizado Resultados transitados

   

0,00

0,00

320,09

0,00

 

Subtotal

 

320,09

0,00

 

Resultado líquido do exercício

 

574,26

320,09

 

Total do capital próprio

 

894,35

320,09

 

Passivo

     
 

Passivo não corrente

       
   

0,00

0,00

 

Subtotal

 

0,00

0,00

 

Passivo corrente

     
 

Fornecedores

 

0,00

0,00

Adiantamentos de sócios / Jogadores

 

29,00

0,00

Estado e outros entes públicos

 

0,00

0,00

Federações Internacionais e outras contas a pagar

 

1.768,03

1.772,84

 

Subtotal

 

1.797,03

1.772,84

Total do Passivo

1.797,03

1.772,84

Total do capital próprio e do passivo

2.691,38

2.092,93

A

Direcção da APXC

O

Técnico oficial de contas

 
da APXC O Técnico oficial de contas   Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
da APXC O Técnico oficial de contas   Relatório de Atividades e Contas – Exercício de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Demostração de Resultados

C O R R E S P O N D Ê N C I A Demostração
C O R R E S P O N D Ê N C I A Demostração
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Demonstração de Resultados a 12 de 2011

APXC - Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência

 

Conta

 

Rendimentos e Gastos

2011

2010

Pos

Neg

71/72

 

Filiações e Inscrições

1.266,67

1.563,24

 

75

Subsídios à exploração Ganhos/Perdas imputados de subsidiárias, associadas e empreendimentos conjuntos

150,00

956,54

785+792

685

0,00

0,00

 

73

Variação de Inventários na produção

0,00

0,00

74

Trabalhos para a própria entidade

0,00

0,00

 

61

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas

0,00

0,00

62

Fornecimentos e serviços externos

-842,41

-1.162,35

63

Gastos com pessoal Imparidades de inventários (perdas/reversões) Imparidade de dívidas a receber (perdas/reversões) Provisões (aumentos/reduções) Imparidade de ativos não depreciáveis / amortizáveis (perdas/reversões) Aumentos / Reduções de justo valor Outros rendimentos e ganhos Outros gastos e perdas

0,00

0,00

 

7622

652

0,00

0,00

7621

651

0,00

0,00

763

67

0,00

0,00

7623;7627/8

653;657/8

0,00

0,00

 

77

66

0,00

0,00

78

+791

0,00

0,16

 

69-685+69

0,00

-1.037,50

   

Resultado antes de depreciações, gastos de financiamento e impostos

574,26

320,09

 

761

64

Gastos / reversões de depreciação e de amortização Imparidade de ativos depreciáveis / amortizáveis (perdas/reversões)

0,00

0,00

7624/6

654/6

0,00

0,00

   

Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

574,26

320,09

 

7915

Juros e rendimentos similares obtidos Juros e gastos similares suportados

0,00

0,00

 

6911/21/81

0,00

0,00

   

Resultado antes de impostos

574,26

320,09

 

812

Impostos sobre o rendimento do período

0,00

0,00

   

Resultado liquido do período

574,26

320,09

A Direcção da APXC

O Técnico oficial de contas

320,09 A Direcção da APXC O Técnico oficial de contas Relatório de Atividades e Contas –
320,09 A Direcção da APXC O Técnico oficial de contas Relatório de Atividades e Contas –
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Balancete de Contabilidade

Geral

R R E S P O N D Ê N C I A Balancete de Contabilidade
R R E S P O N D Ê N C I A Balancete de Contabilidade
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A
S A D E X A D R E Z P O R C O R
S A D E X A D R E Z P O R C O R
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A
S A D E X A D R E Z P O R C O R
S A D E X A D R E Z P O R C O R
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

A Direcção da APXC

O Técnico oficial de contas

Ê N C I A A Direcção da APXC O Técnico oficial de contas Relatório de
Ê N C I A A Direcção da APXC O Técnico oficial de contas Relatório de
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O P O R T U
A S S O C I A Ç Ã O
P O R T U G U E S A
D E
X A D R E Z
P O R
C O R R E S P O N D Ê N C I A

Parecer do Conselho Fiscal

R C O R R E S P O N D Ê N C I A
R C O R R E S P O N D Ê N C I A

Associação Portuguesa

d(> Xadrez nnr CornsDondânria

Parecer do Conselho Fiscal

Sobre os documentos de Prestação de Contas do Ano de 2011

De acordo com as competências que lhe estão atribuídas, o Conselho Fiscal, em funções,

constituído pelos dois membros remanescentes, analisou os documentos de prestação de

contas da APXC - Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência, referentes ao ano

de 2011 e elaborou o seguinte Parecer.

Essa análise incidiu sobre o Relatório de Gestão, o Balanço a 31/12/2011, com um total de

2.691,38 euros, as Demonstrações de Resultados, que evidenciam um resultado líquido de

574,26 euros, e o Balancete ôeral.

O Acompanhamento

das

actividades

da

Associação

Portuguesa

de

Xadrez

por

Correspondência, em especial a acção da sua Direcção, complementado pelos esclarecimentos

prestados pelos seus elementos permitem ao Conselho Fiscal emitir o seu parecer.

Os documentos de prestação de contas da APXC apresentam de forma verdadeira e

apropriada, em todos os seus aspectos materialmente relevantes, a actividade da APXC no

ano de 2011, bem como a sua posição financeira em 31 de Dezembro de 2011.

Depois de analisados realçamos os seguintes pontos:

1 - 0 montante dos compromissos a curto prazo, no valor de 768,03 euros, não traz

qualquer problema face ao saldo disponível em bancos.

2 - Os Compromissos a médio e longo prazo totalizam 1.000,00 euros.

Recomendamos, à Direcção da Associação Portuguesa de Xadrez por Correspondência que

tome as medidas necessárias e envide todos os esforços necessários no sentido de obter

receitas da FPX.

APXC

@

^

Associação Portuguesa

X a H

r «

! 2

D A f

C o í r p S D

O

Q

f l ê

i

i

f

i a

Dado que o exposto nos pontos supra enunciados não afecta a nossa opinião sobre a

adequação dos documentos de prestação de contas apresentadas pela Direcção da APXC,

somos de parecer que a Assembleia ôeral:

a) Aprove os documentos de prestação de contas, apresentados pela Direcção da

APXC.

b) Aprove a proposta de aplicação de resultados, apresentada no Relatório de Gestão.

Lisboa, 28 de Fevereiro de 2012

O Conselho Fiscal da APXC