Você está na página 1de 2

LISTA DOS DETALHES DO NADO COSTAS *

Por Bill Sweetenham, extraído do seu livro Championship Swim Training e publicado no boletim da ASCA de Janeiro 2004.

O nadador deve começar o nado nas séries alternando o braço inicial para desenvolver capacidade de melhores viradas com ambos.

Os nadadores devem saber quantas pernadas de borboleta submersa devem executar nas saídas e viradas. Tal tipo de execução deve ser diária em todas as séries, aquecimentos, educativos, etc.

Nadadores de costas precisam nadar o estilo pelo menos 50% do volume total da semana. Isso pode incluir séries de perna, braço e educativos.

Isso pode incluir séries de perna, braço e educativos. • Não deixe de ter as bandeirolas

Não deixe de ter as bandeirolas colocadas na piscina e corretamente postadas a 5 metros de distância da borda em todos os treinamentos.

O nadador de costas precisa fazer mais trabalhos de perna e educativos em costas do que um nadador de crawl precisa. O nadador de costas deve utilizar o ritmo constante de 6 pernadas por ciclo e sempre com os joelhos abaixo da linha d´água. Um erro comum é a ação de "pedalar" e isso pode ser corrigido utilizando pés de pato mais curtos e-ou trabalhar utilizando tênis. (quando usar tênis velhos para nadar, cortar o dedo maior para fora do tênis).

O treinador deve utilizar séries de perna de costas para incrementar a resistência aeróbica.

O nadador deve fazer algumas séries de velocidade de perna.

Correta ação da pernada é muito importante. O nadador deve fazer algumas séries de perna na posição de costas e outras na posição de lado.

Em provas de piscinas de 25 metros ou jardas, trabalhos bem executados de pernada submersa podem consumir até 60% do volume total da prova. O nadador de costas deve utilizar pernada de borboleta de todos os tipos no treinamento. A pernada submersa de borboleta deve ser curta, veloz e potente. A pernada de borboleta submersa é dar a velocidade ao nadador e não a distância a ser percorrida. O nadador inicia com a pernada mais lenta, aumentando a profundidade da mesma transferindo para mais rasas e mais curtas até que a posição do streamline do nadador cruze a linha da água a frente. Cada nadador deve experimentar e desenvolver sua própria estratégia para este trabalho.

Nadadores de costas devem ter a habilidade de segurar a técnica do nado durante toda a prova. Alta freqüência de nado é característica das provas de 50 e 100 costas.

As viradas de costas devem ser encaradas como um movimento contínuo e rolamento da posição de costas para frente.

O treinador deve sempre requerer a utilização da pernada de 6 tempos em todos os treinamentos, especialmente em séries de velocidade.

* Disponível online via: http://bestswimming.com.br/conteudo.php?id=1349

O nadador deve buscar estar em boa forma de nado e qualidade com eficiência, trabalhando máxima distância por ciclo, e mínima resistência durante o treinamento.

por ciclo, e mínima resistência durante o treinamento. • Um padrão de prova precisa ser desenvolvido

Um padrão de prova precisa ser desenvolvido tomando em consideração dados como ciclos de nado, freqüência de nado, parciais, tempo de saída, tempo de virada e tempo de chegada.

· Quanto melhor for o streamline, menor será a distância a ser percorrida pelo atleta.

· Toda vez que for possível, fazer o nadador de costas nadar no meio da raia.