Você está na página 1de 10

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

P 1

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Estudo da Leasedrive Velo Vehicle Management

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas A Gestão
A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas A Gestão

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Índice

P 1

A Gestão de Frotas em

 

2

Empresas de gestão de

3

Frotas

3

Produtos e serviços

AOV, ALD, Norma Euro

5

............................................................................................................................................................

4

Futuros veículos

Híbridos, eléctricos e

hidrogénio

................................................................................................................................................

4

Futura tecnologia

6

Leasedrive Velo

9

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Índice A

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Da autoria da Leasedrive Velo Vehicle Management

A Gestão de Frotas em 2015

P 2

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas A Gestão

Prever o que irá acontecer no mercado da gestão de frotas daqui a um ano é difícil. Prever o que irá acontecer daqui a vários anos é ainda mais complicado. No entanto, o meio empresarial deve antecipar a evolução do mercado, para poder corresponder às suas necessidades futuras. Isto aplica-se tanto à gestão de frotas como aos próprios fabricantes de veículos.

Roddy Graham, Director comercial da gestora de frotas britânica Leasedrive Velo e Presidente do Instituto de Gestão de Frotas de Automóveis, consultou a sua bola de cristal e dá-nos uma previsão do mercado da gestão de frotas em 2015.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas A Gestão

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Empresas de gestão de frotas

P 3

Prevê-se um crescimento estável a nível das empresas de gestão de frotas. Actualmente, até as empresas mais antigas, que compravam e geriam as suas viaturas, estão a virar-se para as empresas de gestão de frotas. Estas companhias oferecem maior experiência, tecnologia de última geração, e os gestores de frota melhor qualificados. Afinal, as empresas já não têm largos orçamentos disponíveis para gerir autonomamente cada área de negócios, preferindo concentrar-se nas suas actividades principais e deixando a gestão de frotas aos especialistas. Afinal, estas empresas encarregam-se da gestão total das viaturas da empresa, desde a manutenção à revenda.

O mercado da gestão de frotas irá crescer, e surgirá maior interesse em seguir carreira nesta área.

Frotas verdes

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Empresas de

A obrigação de ter uma frota verde já está incluída na política de responsabilidade social das empresas. Espera-se que, até 2015, os fabricantes lancem para o mercado veículos cuja emissão de carbono seja de 130g/km, ou menos.

Ter uma frota verde será a principal preocupação das empresas frotistas em 2015, superior ao custo de vida de uma frota ou à gestão de riscos.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Empresas de

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Produtos e serviços

Pacotes criativos

P 4

No futuro, as empresas de gestão de frotas, Aluguer Operacional de Viaturas ou Aluguer de Longa Duração têm de pensar em “pacotes” criativos, para atrair o mercado. Antes da actual crise, já se tinha assistido a uma descida de 500,000 viaturas de frotas na Grã-Bretanha.

Tempo de duração dos contratos

Actualmente, recomendamos contratos de viaturas não superiores a dois anos. Face ao aumento do preço dos combustíveis e à pressão do governo em reduzir as emissões de carbono, as empresas devem apostar sempre nos mais novos e mais eficientes veículos do mercado.

Em 2015, haverá contratos a partir de 18 meses, até 48 meses. A duração dos contratos terá em conta os custos de vida do veículo, questões ambientais e a legislação.

Alterações climáticas

As alterações climáticas irão continuar a dominar a agenda do mundo. Assim, os governos irão pressionar cada vez mais as empresas a reduzir as emissões de carbono. Os motoristas serão pressionados a melhorar a sua condução, a optimizar as rotas e planear melhor as visitas a clientes, de forma a reduzir o consumo de combustível e as emissões de carbono.

Veículos a gasóleo

A Norma Euro 5, que visa a redução de emissões poluentes aos veículos rodoviários ligeiros, já está em vigor desde Setembro de 2009. Os fabricantes de veículos já adoptaram as suas viaturas a esta norma, e preparam-se agora para a Norma Euro 6, que entrará em vigor a partir de 1 de Setembro de 2014. Esta medida visa os veículos a gasóleo, regulamentando uma redução suplementar de mais de 50 por cento de emissões de carbono, em relação à Norma Euro 5. Espera-se, assim, para 2015, veículos menos poluentes e mais “verdes”.

Futuros veículos

Os veículos de combustível alternativo incluem metano, gás natural comprimido, hidrogénio, gás natural liquefeito, petróleo liquefeito, bio-diesel, entre outros. No entanto, os combustíveis alternativos do futuro são híbridos, eléctricos e veículos a hidrogénio.

Híbridos

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Produtos e

Toyota Prius

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Produtos e

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

P 5

Os veículos híbridos irão entrar no mercado de forma forte e incisiva. De facto, o Toyota Prius, o primeiro veículo híbrido a ser comercializado, passou de um produto de nicho de mercado para o terceiro modelo da Toyota mais vendido nos Estados Unidos.

Na Grã-Bretanha, o híbrido Toyota Prius foi o escolhido para renovar a frota do Governo.

Veículos eléctricos

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Os veículos

Renault Kangoo Z.E.

A Renault acredita que a sua nova geração de veículos eléctricos irá atrair 30 por cento do mercado, já que permite cargas rápidas de 30 minutos, enquanto as outras marcas obrigam a cargas de quatro a oito horas. A Renault prevê que, em 2020, 15 a 20 por cento de carros serão eléctricos. As frotas irão alugar as baterias, devido ao seu preço inicial, o seu valor residual e a possibilidade de beneficiar com as baterias de última tecnologia. A Bosch estima que serão vendidos 500 mil veículos eléctricos em 2015.

A Bosch também estima que o custo das baterias estará entre 9 mil a 12 mil euros, em 2015. A produção em larga escala pode reduzir o preço em dois terços, e criar uma bateria com tempo útil de vida de 12 anos ou 250 mil quilómetros. É importante ressalvar que os veículos híbridos e eléctricos têm diferentes necessidades em termos de baterias. Os veículos eléctricos exigem baterias com maior capacidade energética, para maiores distâncias, enquanto os híbridos, com intervalos de armazenamento e descarga de energia, exigem baterias com maior densidade energética.

O sucesso dos veículos eléctricos depende de uma boa infra-estrutura de postos de carga, de maior capacidade de duração da bateria entre cargas, e da redução do custo das baterias de lítio.

Veículos a hidrogénio

A Honda lidera o caminho para o desenvolvimento de veículos a hidrogénio com o Honda FCX Clarity, que foi nomeado “World Green Car” em 2009 (O Carro Mais Verde do Mundo), por 59 júris de 25 países.

A única emissão do veículo é água, e a sua eficiência é três vezes superior à de um veículo moderno a combustível, e duas vezes melhor a que de um veículo híbrido.

A Honda considera que os veículos híbridos podem ser a solução a médio prazo, mas a longo prazo a melhor aposta serão os veículos a hidrogénio. A marca acredita que os veículos a hidrogénio vão tornar-se uma alternativa prática em 2020.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Os veículos

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

P 6

Tal como com os eléctricos, sucesso dos veículos a hidrogénio depende de uma boa infra-estrutura de postos de abastecimento.

Entretanto, ainda se discutem as vantagens dos híbridos, eléctricos e veículos a hidrogénio, e o seu verdadeiro impacto no ambiente. Actualmente, tenta-se calcular o que irá custar ao ambiente o abastecimento destes veículos, e se as suas vantagens serão superiores a esse gasto.

Em 2015, esperamos que as frotas sejam compostas predominantemente por veículos de combustíveis alternativos, e que emitam entre 90 g/km a 130 g/km.

Carros recicláveis

A nova legislação da União Europeia determina que em 2015 os automóveis devem ser 95 por cento compostos por material reciclável. Actualmente, a maioria dos fabricantes de veículos usam fibra de vidro não reciclável reforçada por polipropileno (plástico) para fazer peças como o pára-choques.

O preço dos veículos irá continuar a aumentar, já que os fabricantes sofrem cada vez mais com leis rígidas em relação à construção, ao ambiente e à segurança dos automóveis.

Futura tecnologia automóvel

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Tal como

A aerodinâmica irá continuar a ter um papel importante na eficiência automóvel, à medida que os combustíveis se tornarem mais caros. No entanto, com a sinistralidade a ter como principal responsável o homem, em cerca de 90 por cento dos acidentes, há uma série de tecnologias na calha, que irão afectar as futuras especificações dos veículos.

Programa de Estabilidade Electrónica

O Programa de Estabilidade Electrónica (Electronic Stability Programme), pela primeira vez introduzido em 1995 pela Bosch, para prevenir derrapagens, irá tornar-se obrigatório na Europa em 2014. Este programa pode prevenir cerca de 80 por cento dos acidentes que envolvem derrapagens.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Tal como

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Sistemas de Previsão de Travagem de Emergência

P 7

O Sistema de Previsão de Travagem de Emergência (Predictive Emergency Braking Systems) reduz o tempo de reacção associando o Programa de Estabilidade Electrónica a um sensor e câmara que controla o movimento do trânsito e acciona automaticamente travagem de emergência em caso de perigo.

Assistente de Travagens de Emergência

O Assistente de Travagens de Emergência (Emergency Braking Assist) apoia o condutor aplicando mais pressão à travagem se o condutor não tiver aplicado pressão necessária.

Previsão de Colisão

A partir de sinais visuais e acústicos, o sistema de Previsão de Colisão (Predictive Collision Warning) prevê uma potencial colisão e prepara o sistema de travagem para uma paragem de emergência.

Travagem Automática de Emergência

A Travagem Automática de Emergência (Automatic Emergency Braking) combina o Assistente de Travagem de Emergência com a Previsão de Colisão para superar as reacções inadequadas do condutor, como travar em caso de colisão inevitável, reduzindo assim o impacto da colisão.

Visão nocturna

Como a visão noctura usada pelas forças militares, esta tecnologia, adaptada para o automóvel, pode detectar movimentos de indivíduos a mais de 300 metros, garantindo a segurança dos peões. Melhora também a visão do condutor durante a noite.

Limites de velocidade

Esta tecnologia informa o condutor dos limites de velocidade do local em que se encontra, e também pode mostrar informação relevante sobre a estrada.

Limitar a velocidade

Esta funcionalidade impossibilita o condutor de ultrapassar uma velocidade definida.

Ignição sem chave

A chave vai tornar-se cada vez mais uma coisa do passado.

Alerta de sistemas de emergência

Cada vez mais veículos irão fornecer alertas para quando forem accionados sistemas de emergência, como por exemplo, o airbag.

Alertas de voz

No futuro, teremos mais vozes personalizadas nos carros, para nos avisarem para fecharmos as portas, ou para dar dicas de eficiência, como não acelerar tanto e fechar as janelas. Será também possível programar mensagens de boas-vindas ao condutor.

Sistemas de navegação GPS a 3D

Os fabricantes de viaturas estão a começar a antecipar-se ao mercado de consumo e a oferecer sistemas de navegação GPS a 3D integrados nas viaturas. Além de apoiar o percurso do condutor, dão informações relevantes, como o estado do trânsito.

Comunicação entre veículos

Esta tecnologia (Car-to-car communication) será especialmente útil para motoristas de empresas, que poderão comunicar entre si, de forma a conhecer as suas posições ou discutir o plano de trabalho.

Comando de voz

Os painéis vão tornar-se coisas do passado quando forem introduzidos comandos de voz. A Seat já está a trabalhar nesta tecnologia. Este será um avanço muito importante para melhorar a segurança rodoviária.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Sistemas de

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

Sistemas de navegação

P 8

Os sistemas de navegação do futuro irão não só guiar os condutores pelas estradas com menos trânsito e mais eficientes, como também avisá-los de obstáculos que surjam na estrada, e alterar a velocidade da viatura conforme o estado do trânsito. Poderão ainda alertar para a proximidade de uma curva.

Óleo

O desenvolvimento do óleo irá permitir aumentar a vida do motor e a eficiência do combustível. A Shell já apresentou um novo tipo de óleo, sintético, o Helix Ultra U, o qual reduz o consumo de combustível em mais de dois por cento, minimiza a fricção das peças do motor e as emissões de carbono. Esperam-se novos desenvolvimentos da parte de outros produtores de óleo.

Carros sem condutor

A mais avançada tecnologia automóvel envolve carros sem condutor. A General Motors espera liderar o mercado destes veículos, pelo que já está a trabalhar nesta tecnologia. A fabricante está a desenvolver um veículo capaz de alertar o condutor de possíveis colisões e pontos cegos. A GM planeia testar esta tecnologia em 2015, e comercializar os veículos em 2018.

O céu é o limite no que respeita a novas tecnologias automóvel. No entanto, a crise económica pode prejudicar as expectativas dos fabricantes, que vêem os seus orçamentos reduzidos todos os anos.

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Sistemas de

A Gestão de Frotas em 2015

Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Roddy Graham

Roddy Graham

P 9

Roddy Graham, um profissional de negócios com uma longa experiência no aluguer de veículos e na indústria de leasing, é o Director Comercial da Leasedrive Velo. É também Presidente do Instituto de Gestão de Frotas de Automóveis.

Antes de se juntar à equipa da Leasedrive, Roddy Graham foi Director de Marketing e Vendas da britânica Budget Rent a Car durante seis anos.

Leasedrive Velo Group

A Leasedrive Velo é a maior empresa privada de gestão de frotas na Grã-Bretanha, e compreende duas subsidiárias:

Leasedrive Velo Vehicle Management

Oferece serviços de gestão de frotas para empresas frotistas. Os seus principais objectivos são reduzir os gastos do cliente, minimizar a sua pegada de carbono, melhorar a sua responsabilidade social e aumentar a eficiência dos veículos.

Leasedrive Velo Rental Management

É uma das maiores empresas de aluguer de curta duração de viaturas na Grã-Bretanha. Oferece soluções de aluguer de viaturas a partir de 28 dias.

Para mais informações sobre a Leasedrive Velo:

Leasedrive Velo Group Telefone: 01344 466 466 E-mail: info@leasedrivevelo.com Website: www.leasedrivevelo.com

A Gestão de Frotas em 2015 Previsões sobre o futuro da Gestão de Frotas Roddy Graham