Ponto VI – O Direito na Índia Antiga

6.1 – Introdução - Código de Manu – Encontra-se organizado em coleção de doze livros que tratam das mais diferentes matérias - Sistemas de Castas - Dharma / Karma – A correta ou boa ação de todos os indivíduos em qualquer momento de suas vidas - Índia Moderna - Hinduímo    Código de Manu – data -> Século II antes de Cristo Índia Moderna Hinduísmo

6.2 – O Sistema de castas na índia Antiga I) – Bramanes – A casta sacerdotal II) Ksatryas – A casta dos guerreiros III) Vaisyas – A casta dos comerciantes IV) Sudras – A casta dos servos V) Chandalla – Povo sem casta

6.3 – Características Gerais do Direito na Índia Antiga a) O código de Manu era alternamente discricionário posto que concedia maiores direitos e privilégios aos brâmanes; b) As leis da Índia Antiga determinavam que a mulher deveria viver sob os auspícios das figuras masculinas (pai, marido, filhos) num estado de completa sujeição; c) As penas aplicadas na Índia Antiga eram crudelíssimas; d) O código de Manu proibia a prática de jogos de azar; e) O código de Manu manteve incólumes os privilégios de primogenitura; f) As mulheres eram dadas em casamento ainda na sua meninice em tenra idade; g) O código de Manu estabelecia uma série de pessoas que encontravam -se proibidas de prestar testemunhos; h) As leis da Índia Antiga foram as primeiras a estabelecer uma clara distinção entre os crimes de furto e roubo;

O filho atingia a maior idade antes mesmo do casamento. Eis os nomes de alguns célebres legisladores gregos:  Zaleuco  Carondas  Filolau .i) Nenhum outro crime é mais pormenorizadamente tratado pelo código de Manu como o adultério. Entretanto. posto que o logografo redigia discursos forenses. cerca de 69 artigos dispõe quase que exclusivamente sobre a matéria. a arbitragem e o armistício.1 – Introdução      Cidades –Estado Guerra do Peloponeso -> Guerras atenienses e espartanas (guerra grego e espartano) Guerras médicas -> são guerras médias Democracia Filosofia 7. surgiu na Hélade uma espécie incipiente de advocacia. g) Os gregos não se dedicaram ao direito como os Romanos. e) Em Atenas o pátrio poder era limitado: . f) Na Grécia Antiga surgiram diversos institutos típicos do direito internacional tais como: . Igualmente era corriqueira a prática de celebração de tratados entre as cidades estados da Grécia (Helênicas). j) Um homem poderia repudiar a sua esposa em se tratando de:       Prodigalidade – gastança indevida Infertilidade Embriaguez Tagarelice Doença incurável O fato a mulher dar a luz somente a filhas Ponto VII – O direito na Grécia Antiga 7.2 – Características gerais do direito na Grécia Antiga a) o berço do constitucionalismo é a Grécia antiga b) Na Grécia antiga surgiu uma idéia incipiente de direito natural c) Ao comentar o conteúdo de diversas constituições das cidades estado helênicas. Entretanto foi muito intenso a atividade legislativa no âmbito das cidades estado helênicas. Aristóteles realiza o primeiro exercício de direito comparado da história d) Não existiram na Grécia as figuras dos juízes e dos promotores.O asilo a neutralidade.

3 – Organização social a) Patrícios b) Clientes c) Plebeus 8. 8.     Androdamas Pitaco Drácon Sólon Licurgo h)O termo “lei draconiana” significa uma lei “exclusivamente severa”. Numa Pompilo.2 – Os reis de Roma -> Rômulo.      DIKAÍon – Direito DIKAIOSUNO – justiça RETHRA – lei/direito NOMOS – Lei no singular NOMOI . Túlio Hostílio. i) Palavras Gregas para nomear o fenômeno jurídico.2.plural de lei j) Atenas possuía uma interessante forma de organização judiciária.c) 8. Anco Márcio. Tarquínio (o antigo).2 – O Direito Romano na Realeza (753 a.2.1 – Os primeiros habitantes do Lácio – Sabino. etruscos e latinos 8.c – 510 a. Areópago -> o mais antigo tribunal criminal de Atenas Modelo de Dominação Romana 8.2.4 – Organização Política a) Rei b) Senado c) Política . Sérvio Túlio e Tarquínio (o Soberbo).2. ou seja.1 Introdução: Modelo de dominação Romana: a) b) c) d) e) f) Dominação Militar Dominação Econômica Dominação cultural Dominação religiosa Dominação política Dominação jurídica 8. rigorosa ao extremo.

inclusive vir a se opor às decisões dos cônsules e senadores. Podem existir até nove tribunos da plebe. uma vez consagrado imperador. e) Praefecti Jure Dicundo-> Responsáveis pela divulgação da lei e pregava na parede para que o povo visse. e eles jamais podem se ausentar de Roma.9 – Reformas de Sérvio Tulio.C)  A lei das XII tábuas é resultado de uma antiga reivindicação plebéia. ancorados na tradição popular.> Cargo criado em 494 a.2. 8. Gozava da mais completa inviolabilidade. f) Governadores da província – Responsáveis pela administração e distribuição da justiça nas mais diversas províncias.Ius Papirianum – Terminologia devida a um certo sexto Papírio que teria sido o compilador de leis régias 8. d) Pretor -> Responsável pela administração e distribuição da justiça em Roma.2.6 – O pátrio poder em Roma 8.1 Características Gerais a) Otaviano. . Os autores clássicos.3 – Tribuno da Plebe . C.8 – Fustel de Coulanges e a Cidade Antiga 8.7 . O autor da proposta foi um tribuno chamado Tarentílio Arsa.2.5 Fontes do Direito Romano Na realeza (753 a. 8.C) a) LEI b) COSTUMES 8.8. eles moram nas casas dos patrícios.4 O Direito Romano no Império (27 a.C – 565) 8.2 – Cargos criados na República a) Questores-> Responsável pela atividade financeira do estado e guarda do tesouro público. b) Censores -> Responsável pela realização do recenseamento periódicos dos cidadãos. O tribuno da plebe era responsável pela representação de sua classe perante os cônsules e senadores.2. Esta legislação é um verdadeiro marco para o Direito Romano.4 – Lei das XII Tábuas (451-450 a.C – 510 a.4. As reformas político-administrativas de Sérvio Túlio concederam aos plebeus mais abastados o direito de: a) Contribuir ao fisco b) Ingressas nas fileiras das legiões romanas c) Participar dos “Comitia Calata” -> assembléias populares responsáveis pela definição do calendário religioso local.3. Os plebeus chamavam por leis escritas a fim de romper com o estado de insegurança jurídica causada pela anomia. atribuem a sua inspiração nas leis do ateniense Sólon. os clientes são agricultores e trabalham nas casas dos patrícios. c) Edil Curul -> Responsável pelo controle dos estoques dos gêneros alimentícios e pelo policiamento da cidade. História do Direito VIII – 10/05/2011 8.2. promove grandes alterações no Direito de Família Romano.3. 8.3.  Clientes não são Patrícios e nem plebeus. podendo.

Obrigações do suserano conceder proteção ao vassalo e seus familiares.1.1 . no tocante à sua organização política.Cada feudo.1.2. na condição de unidade autônoma. passou a ser regido pelo Imperador e o Senado.1. Dedicar-se ao trabalho no interior dos feudos (na agricultura ou na guarda e segurança).b) o Império.4 – Origem etimológica da palavra “feudo” (propriedade) 9.2 . Ser leal ao seu camarados.1. Triboniano. O elemento chave do pacto em questão é a jura de lealdade prestado pelo servo junto ao (suserano). Eis sua estrutura básica: I) II) III) IV) Código Antigo (529) Digesto (533) – Síntese doutrinal de todo o direito até então produzido Institutas (534) – Manual de direito simplificado para os estudantes da época Novelas – novas leis Ponto IX – O Direito Medieval – (17/05/2011) 9. Obrigações do vassalo.5 – Características Gerais do Direito Feudal a) – O costume era a principal fonte do direito feudal b) – o duelo era o modo de principal fonte do direito feudal c) .Direito Canônico 9. Ulpianus.2 – Fontes do Direito Feudal a) Costumes b) Leis canônicas c) Princípios extraídos do Direito privado Romano d) Contrato de homenagem 9. possuía suas próprias regras 9.Utilidade do Estudo do Direito Canônico . Entre os mais célebres figuram os nomes de Gaius. c) Cresce em importância o papel dos jurisconsultos romanos.1 – Direito Feudal 9.1 – Feudalismo (Séc IX à XIV) 9. proporcionar habitação e alimentação aos seus servos. d) A maior e mais importante obra já produzida no decurso da história do direito romano foi no ocaso do período imperial.1. Trata-se do “Corpus Iuris Civilis” de Justiniano. 9.ser irrestritamente leal ao suserano e seus dependentes.3 – Contrato de Homenagem Acordos medievais celebrados entre os senhores feudais e seus vassalos. Pau Lus.

bruxaria.veio da língua semítica . apostasia. idolatria. heresia.3 .2. juízes e legisladores da sociedade celta Brehon Law – Sistema jurídico costumeiro de origem celta que vigorou na Irlanda até o séc. Blasfêmia – Difamação do nome de Deus Heresia – 9. desde a idade média de profícuos estudos de caráter doutrinal.Direitos Germânicos 9. feitiçaria). islamismo) O cristianismo também é exclusivista (“Ninguém vêm ao Pai senão por Mim”) c) – O Direito Canônico foi objeto.1 – Principais virtudes nas sociedades germânicas a) Coragem: Crime-> covardia c) Lealdade: Crime-> traição c) Hospitalidade: Crime-> não ser hospitaleiro Wehrgeld – pagamento Thing – Assembléia dos anciãos – Tinha competência para deliberar sobre quaisquer assuntos de natureza legal no seio das sociedades germânicas.3. 9. morreu em 632) Alá – “Deus em idioma árabe” Sharia – “Lei Islâmica”/”Direito Islâmico” Alcorão – ou corão – O livro Santo dos Mulçumanos (o livro mais Santo dos Mulçumanos) Alá .1 – Introdução       Islã –> significa Submissão a Alá Islamismo – A 3º grande religião monoteísta da história Maomé – O profeta (nasceu em 570. XVII 24/05/2011 Ponto X – O Direito Islâmico 10.2 – Competência das jurisdições eclesiásticas medievais em matéria criminal a) Adultério b) Crimes contra os dogmas e a fé (blasfêmia.4 – Direito Celta O Direito Celta o o o Os celtas – viviam no norte da frança Druidas – Sacerdotes. sacrilégio. ainda que existam jurisdições eclesiásticas até hoje. 9.a) – O Direito canônico é essencialmente histórico. b) – A universalidade da religião cristã (Religião universalista é aquela que quer crescer Ex: Cristianismo.

1– Marcos para o desenvolvimento do direito privado Ocidental a) Código Civil Francês (1804).4 – Os Pilares do Islã 1º . dente por dente (para casos de homicídios) – autoriza a vingança b) Amputação – Para o ladrão – ao ladrão corta-se a mão na altura do pulso c) Flagelação – pena de adultério – 1º passa pela flagelação d) Clausura – pena de adultério – 2º passa pela clausura 10. Na lei islâmica o homem não pode se separar da mulher se ela estiver grávida.5 .Principais penas previstas no Alcorão a) Talião – olho por olho.1. 2º .3 .Prática da caridade (no mínimo 10% do salário) 4º .10. Código Napoleônico b) Código Civil Alemão (1900) o o o o o o o o Constituição imperial do Brasil em 1824 Código criminal do império 1830 Código de processo criminal do império 1832 Código comercial do império 1850 Código civil do império do Brasil – Augusto Teixeira de Freitas (esboço) não terminado Velez Sarsfield copiou o esboço do Teixeira de Freitas e fez o código civil da argentina Clovis Bevilácqua fez o 1º código civil do Brasil em 1916 2º código civil do Brasil feito por Miguel Reale em 2002 . Ponto XI – Formação do Direito Privado Ocidental 1.Terminologias a) Direito Islâmico – direito mais usado b) Direito Muçulmano c) Direito Islamita d) Direito Maometano – direito menos usado 10.Crer que Alá é o seu Único Deus e que Maomé é o seu único profeta.6 -> Lapidação – Apedrejamento até a morte não alcança previsão no alcorão. 10.Prática das cinco orações diárias 3º .Prática do jejum no mês do Ramadan ou Ramadã ou Hamadan 5º .2 – Direito Islâmico –> Conjunto de regras reveladas de caráter monoteísta que está alicerçado na crença de que Alá é o Único Deus e de que Maomé é o seu derradeiro e maior profeta.Peregrinação a Meca (Ir à Meca pelo menos uma vez na vida) 10.

Ordenações Reais ou Ordenações do Reino a) Ordenações Afonsinas (1446) b) Ordenações Manuelinas (1521) c) Ordenações Filipinas (1603) Penas: Morte na fogueira Flagelação Degredo Confisco Prisão 1) 2) 3) 4) Brasil Colônia (1500-1815) Brasil-Reino (1815-1822) Brasil-Império (1822-1889) Brasil-República (1889) Estudar para a prova VI – Direito na índia antiga VII – direito na Grécia antiga VIII – direito romano IX – Direito medieval X – Direito islâmico XI – Formação do direito privado ocidental .Ponto XII – O Direito no Brasil Colônia .07/06/2011 Livro: 12.1.

Trabalho – Resenha Entregar no dia da prova Valor: 2 pontos Assunto: 3 textos. escolher 1 deles 1 – Direito Celta 2 – Direito Espartano 3 – Direito Viking Site do Unieuro (novidades/revistas eletrônicas/conscilium/artigos) MÁXIMO DE -> 2 páginas Colocar biografia apenas do professor .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful