Você está na página 1de 1

2ª FASE VI EXAME UNIFICADO Coordenação Pedagógica OAB

SIMULADO DE 2ª FASE – OAB/DAMÁSIO

PADRÃO DE RESPOSTA – DIREITO PENAL

Critério

Nota Máxima

1. Endereçamento correto e indicação da norma: interposição – Vara do Júri da Justiça Federal da 1,00 Seção Judiciária de São Paulo, razões – TRF da 3ª Região (artigo 581, IV, do CPP). 10. Pedido: absolvição sumária (artigo 415, II, do CPP) ou impronúncia (artigo 414 do CPP). 11. Pedido: subsidiariamente, a desclassificação imprópria para homicídio simples. 12. Prazo: 02/03/2012. 2. Tese: nulidade ab initio por incompetência da Justiça Federal. 3. Fundamento: 109, IV, CF (demonstrar o não enquadramento) e artigo 564, I, CPP. 4. Tese: absolvição sumária (comprovação de que não estava na cidade). 5. Fundamento: artigo 415, II, do CPP. 6. Tese: impronúncia (ausência de indícios mínimos de autoria). 7. Fundamento: artigo 414 do CPP. 8. Tese: subsidiariamente, desclassificação imprópria para homicídio simples (ausência dos requisitos mínimos para a aplicação das qualificadoras). 9. Pedido: anulação ab initio. Questão 01. a) Não - preenchimento dos requisitos para o livramento condicional (artigo 83 do CP); a prática de falta grave não acarreta o reinicio da contagem para o prazo do livramento condicional (súmula 441 do STJ) (0,75); b) agravo em execução (197 da LEP) (0,25); c) 5 dias (Súmula 700 do STF) (0,25). 0,35 0,35 0,20 0,50 0,25 0,50 0,25 0,50 0,25 0,50 0,35

1,25

Questão 02. a) Revisão Criminal (artigo 621, I, do CPP) (0,30); b) Tribunal competente (artigo 624, II, do CPP) (0,25); c) atipicidade material pela aplicação do princípio da insignificância; 1,25 configurada a excludente de ilicitude de estado de necessidade (artigo 24 do CP); subsidiariamente, desclassificação para furto privilegiado (artigo 155, §2º, do CP) (0,70). Questão 03. a) Sim (0,20); b) Concussão (artigo 316 do CP) - reclusão de 2 a 8 anos, e multa (0,65); c) Rito especial dos crimes de responsabilidade dos funcionários públicos (artigos 513 e seguintes do CPP) (0,40). Questão 04. Sim, ocorreu a prescrição da pretensão executória (0,20); A prescrição, após a revogação do livramento condicional, é contada conforme a pena que resta a cumprir; deve-se considerar que “A” é reincidente, mas era menor de 21 anos na data do fato – o lapso temporal entre a data da revogação do benefício e a nova prisão é superior a 3 anos (0,70); Artigos 109, 110, 112, I, 113 e 115 do CP (035). 1,25

1,25

Complexo Educacional Damásio de Jesus