UNIP-UNIVERSIDADE PAULISTA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NUTRIÇÃO MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS FABIANA APARECIDA RAMOS PEREIRA- B048bj

-1 PÂMELA MARCELA DE O. F. SCANFELA – A9360-B MAYRA STRINGHETTA – A815AE-0 MÔNICA VIANA DE ARAUJO RODRIGUES- B06JAB-3 JESSICA CRISTINA DA SILVA – 392554-4

TÉCNICA DE COLORAÇÃO DE GRAM

13/03/2012 ARAÇATUBA – 2012

da Universidade Paulista. SCANFELA – A9360-B MAYRA STRINGHETTA – A815AE-0 MÔNICA VIANA DE ARAUJO RODRIGUES.B06JAB-3 JESSICA CRISTINA DA SILVA – 392554-4 MORFOLOGIA E COLORAÇÃO DE BACTÉRIAS. ROTEIRO ARAÇATUBA – 2012 .UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP FABIANA APARECIDA RAMOS PEREIRA. para a disciplina de Microbiologia dos Alimentos. F.B048BJ-1 PÂMELA MARCELA DE O. campus Araçatuba. ministrada pelo Prof° Luis Cesar Farias de Oliveira. 13/03/2012 Relatório de aula prática elaborado pelas alunas do 3º semestre do curso de graduação em Nutrição.

...............................07 1 .................................................................................................TEMA Morfologia e coloração de Bactérias Gram-positivas............................................................................................................................................................05 Conclusão...............................................................................................................................01 Introdução...06 Referência Bibliográfica.02 Objetivos.............................................SUMÁRIO Tema.........................03 Metodologia..............................................................................................................................................04 Resultado............................................................................................................................................................................................ .............................................................................

.

d)Feixes cúbicos (sarcina).8µm até 10 por 25µm. uma atras da outra em forma de corrente. mas mantem-se desorganizadamernte. não conseguimos visualiza-las a olho nu. formando dois pares unidos. Bacilos – células cilindricas.b)Cadeias. chamada (estreptococos). permitindo observar sua morfologia e fornecendo informações a respeito do comportamento do material celular diante de corantes básicos (corantes de Gam). Dependendo do plano e do número de divisões através das quais as bactérias continuam unidas. Para a realização do trabalho foi utilizado o metodo de coloração de Gram. A aplicação de aumento maior (microscópio eletrônico) só é útil no estudo das estruturas bcterianas. esta coloração é muito utilizada porque a maioria das bactérias cora-se por este método. As bactérias podem ser classificadas quanto à forma em 3 grupos básicos: Cocos – células esféricas. podem aparecer os seguintes arranjos: 1)Cocos a)divididos em 1 plano formando pares chamados de Diplococos(pneumococos). E por último o d)Cocos em cachos(estafilococos) que nao se organiza entre si. As espécies de maior interesse médico medem entre 0. precisando do uso de microscópio ótico comum.3 por 0.INTRODUÇÃO As células bacterianas são caracterizadas morfologicamente quanto aos seus seguintes aspectos: tamanho. em forma de bastonetes e Espirilos – células espiraladas. Sendo assim.2 . . Algumas células se comportam como bacilos curvos que podem ser denominados víbrios. Arranjo são grupamentos bacterianos. dividido em três planos. c)Tétrades.5 a 1µm por 2 a 5µm. dividido em dois planos. as bactérias são microscópias. medindo desde 0.

sabendo que elas se classificam em Gram-positivo e Gram-negativo.3 . Executar. com axilio de materiais quimicos a coloração de Gram em bactérias da Microbiota bucal.OBJETIVOS Analisar as diferentes morfologias bacterianas expostas e classifica-las de acordo com sua coloração. .

friccionar a superfície da mucosa oral _ Fazer um esfregaço circular na superfície da lâmina _Deixar secar à temperatura ambiente _Fixar passando a lâmina de duas a três vezes na chama do bico de bunsen. dividida em duas partes. que segue abaixo. Colocar a lamínula antes de visualizar no microscópio com a objetiva de imersão Olhar corretamente no circulo abaixo e verificar se a coloração de Gram foi positivo ou negativo . Cobrir toda a lâmina com Fucsina de Gram e aguardar mais 30 segundos Fazendo isso.METODOLOGIA O metodo utilizado para analisar e classificar as bacterias é aTecnica de coloração de Gram. Depois de feito o processo. sem esfregar.4 . Colocar a lâmina inclinada e gotejar álcool-acetona até que nao haja desprendimento do corante por aproximadamente 30 segundos. lavar a lâmina rapidamente com água corrente. lavar e secar a lâmina. B)Tecnica de coloração de Gram Cobrir todo o esfregaço com a solução chamada cristal de violeta Aguardar 1 minuto e desprezar o corante na pia Em seguida colocar lugol sobre a lâmina e esperar mais 1 min e 30 segundos. A) Preparação do material biológico _ Usando uma espátula estéril. desprezar restante.

essas caracteristicas garantem que são bactérias Cocos .5 . foram encontradas bactérias em forma de coco e com coloração rosa. Gram-positivo .RESULTADOS jkiikjuj lam Os resultados das amostras foram obtidos através de coloração feita em lâminas e vistas em microscópio com lente aumentada 1000x.

porque seu formato é redono e Gram positivo. foram observados varias lâminas com material biologico da microbiota bucal e os resultados obtidos mostraram que as bactérias são Cocos.6 .CONCLUSÃO Conclui-se que através da experiencia feita em laboratório. devido à sua coloração ser rosa. .

7 . Microbiologia prática: roteiro e manual: bactérias e fungos. SOARES. 2005. . São Paulo: Editora Atheneu. Maria Magali S. R.REFERÊNCIAS: RIBEIRO. Mariangela Cagnoni.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful