Você está na página 1de 15
Especialização
Especialização

A GásPoint conta com serviços de manutenção em âmbios automáticos de qualquer tipo, inclusive eletrônicos variáveis (CVT encontrado no Honda Fit, por exemplo).

câmbio automático é um equipamento bastante omplexo. Nos carros mais antigos eles funcionavam xclusivamente controlados por circuitos hidráulicos. Já nos arros mais modernos, eles possuem uma infinidade de ispositivos eletrônicos como válvulas solenóides e ainda m computador que controla tudo isto.

Especialização A GásPoint conta com serviços de manutenção em âmbios automáticos de qualquer tipo, inclusive eletrônicos

Não é em qualquer oficina que você consegue assistência neste nível técnico. Se seu câmbio está apresentando um funcionamento stranho, trocando de marchas fora de hora, patinando, dando trancos, fazendo barulhos estranhos ou piscando luzinhas, já passou da ora da manutenção.

.: Troca de fluido e filtro

 
Especialização A GásPoint conta com serviços de manutenção em âmbios automáticos de qualquer tipo, inclusive eletrônicos

O fluido da transmisão automática faz um trabalho muito mais importante que penas lubrificar o conjunto (como se isto por si só, não fosse importante.). Ele m uma função motriz, ou seja, o fluido circula pelas peças do câmbio, mpulsionando seus componentes hidráulicos.

por isto que este líquido é tão importante, ele precisa estar em perfeitas ondições para garantir que tudo funcione direitinho. Além disto, existem iferentes tipos de fluidos para cada câmbio e se a troca acontece devidamente, grandes (e caros) problemas podem acontecer.

Lembre-se que a maioria dos câmbios precisa ter o fluido trocado a cada 50.000km rodados. Uma das maiores causas de defeitos e quebras no câmbio automático é o uso de fluido velho. É simples entender o motivo, assim como o óleo do motor fica velho e sujo, perdendo suas características com o passar do tempo, o mesmo acontece com o fluido hidráulico do câmbio. Imagine o conjunto de embreagens que fica em constante atrito dentro do câmbio. Tem gente que nos tráz o carro com 150.000km rodados sem nunca ter trocado o fluido, ele fica parecendo um caldo preto e isto simplesmente pode acabar com o câmbio. Embora alguns "mecânicos", inclusive em concessionárias recomendam a não-troca do fluido do câmbio (de acordo com o depoimento de clientes e observação própria), consideramos isto uma idéia sem pé nem cabeça, por isto, fique atento.

.: Testes
.: Testes

Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e letrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão para iagnósticos minuciosos, além de softwares adequados e esquemas eletro- letrônicos e hidráulicos.

om o acesso a ferramentas de importação exclusivas, conseguimos além de duzir o custo de peças, equipamentos etc; acesso a soluções ausentes do ercado Brasileiro.

Especialização A GásPoint conta com serviços de manutenção em âmbios automáticos de qualquer tipo, inclusive eletrônicos
 

.: Dicas de utilização

 
Seu câmbio automático conta com uma alavanca que na maioria da vezes tem s marcações 1,
Seu câmbio automático conta com uma alavanca que na maioria da vezes tem
s marcações 1, 2, D, N e P. Alguns câmbios ainda possuem 3 ou D3 e D4,
utros possuem o botão OD (overdrive).
Utilize a posição D somente em trânsito normal, reservando o 1 para situações
nde você precise de mais força, como saída com reboques ou subidas de
erra.
Rodando na cidade, não há necessidade de usar o overdrive (ou D4), assim
ocê evita excesso de mudanças de marchas e prolonga a vida do seu câmbio.
Estas informações e muitas outras, estão no manual do usuário, não deixe de
-las.
sta peça é o conversor de torque, ele é quem faz o papel
o famoso pedal de embreagem.

Se seu câmbio está com algum defeito, na maioria das vezes ele também pisca uma luz de aviso no painel (que pode ser o D4, por exemplo) e entra em modo de segurança, engrenando a terceira marcha. Evite forçar o câmbio, usando o D. Se for possível rodar, desligue o ar condicionado, mude para 1, para saídas e 2 para rodar devagar e traga o carro para a GásPoint.

Em alguns casos, talvez seja mais fácil pra você, chamar um guincho. proveite nosso serviço leva
Em alguns casos, talvez seja mais fácil pra você, chamar um guincho.
proveite nosso serviço leva e traz.
omos uma oficina especializada, com grande conhecimento técnico, prontos
ara receber você. Nossa oficina conta inclusive com uma conexão WiFi para
ocê navegar na net com seu laptop.
enha fazer-nos uma visita e conhecer nosso trabalho.
Olha só que peça linda. Este é o coração do câmbi
automático, onde todas as relações de marchas
acontecem. Esta peça chama-se Engrenagem Satélite.
Seu câmbio automático conta com uma alavanca que na maioria da vezes tem s marcações 1,Dicas na hora da compra de um carro automático .: Dicas de utilização " id="pdf-obj-1-8" src="pdf-obj-1-8.jpg">

Estes são alguns dos conjuntos de discos de embreagens do câmbio utomático. São vários e vários discos, todos trabalhando simultaneamente para ar ao câmbio sua característica de suavidade.

Transmissão automática é uma delícia. Não tem que se preocupar com a entelhação da embreagem, quase
Transmissão automática é uma delícia. Não tem que se preocupar com a
entelhação da embreagem, quase não precisa prestar atenção em qual marcha
stá
...
verdade é que o câmbio automático ainda é meio que novidade no Brasil.
uita gente ainda acha que o carro fica mais fraco, que o perde a graça da
udança de marchas (aquele negócio do bruuuum, bruuuum, bruuuuum) que
asta muito mais combustível, que é muito complicado (que neurose hein?), e
utras lendas.
é só pisar e rodar.
uem está acostumado sabe e quem acaba de comprar um carro automático,
ai descobrir como é agradável rodar "automaticamente", especialmente pelo
ânsito.
s carros equipados com transmissão automática não
ossuem pedal de embreagem, as mudanças são feitas
utomaticamente de acordo com vários fatores como
elocidade, rotação, posição do pedal do acelerador e
arga.
.: Como funciona
O câmbio automático conta com uma alavanca que na maioria da vezes tem
s marcações 1, 2, D, N e P. Algumas transmissões ainda possuem 3 ou D3 e
4, outros possuem o botão OD (overdrive).
uando você coloca o câmbio em D e pisa no acelerador, o carro sai e o
âmbio vai fazendo a troca das marchas, passando de 1 a 2, 3 até a última
archa.
e você reduz velocidade as marchas vão reduzindo e ainda é possível
onseguir uma redução mais antecipada se você aperta o acelerador mais
rte.
câmbio automático tem uma espécie de embreagem que fica submersa em
leo, ela chama-se conversor de torque (ao lado). O conversor faz o papel da
mbreagem de um carro com câmbio manual, mas sem sua intervenção. Ele
epende apenas de que você pise no acelerador para que ele funcione.
.: Na prática
Utilize a posição D somente em trânsito normal, reservando o 1 e 2 para situações onde você
recise de mais força, como saída com reboques ou subidas de serra. Assim, se você vai ficar
m tempão subindo a imigrantes a 40km/h, você pode manter a alavanca nas marchas mais
duzidas e estará economizando a vida da transmissão.
odando na cidade, não há necessidade de usar o overdrive (ou D4), afinal dificilmente você vai
assar de 70km/h. Desta forma você evita excesso de mudanças de marchas e também
rolonga a vida da transmissão.
vite maltratar a transmissão, como por exemplo, dando ré e engatando D ou vice-versa antes
o carro parar completamente por preguiça de pisar no freio. Evite também fazer reduções sem-
é-nem-cabeça, como sair de D a 80km/h e engatar 1ª
uebrar a transmissão a gente conserta, não é mesmo?
...
Bem,
agora que eu avisei, se você
lgumas pessoas se acostumam a usar o pé esquerdo para frear o carro, afinal se você está
quipado com este pé, ele está lá desocupado e pode dividir trabalho com o direito, ocupado
isando no acelerador.
Estas informações e muitas outras, estão no manual do usuário, não deixe de lê-las.
.: Defeito no câmbio?
O comportamento estranho é o primeiro prenúncio de defeito. Pode ser mplesmente fluido vencido, como pode
O comportamento estranho é o primeiro prenúncio de defeito. Pode ser
mplesmente fluido vencido, como pode também ser algo mais grave. É
mportante diagnosticar o quanto antes, já que muitos defeitos são cumulativos e
uando não corrigidos podem culminar na destruição do equipamento.
fluido das transmissões mais tradicionais, que é a maioria dos carros, dura
erca de 50.000km. Alguns fluidos mais sofisticados podem durar o dobro disto,
uando vence, é hora de substituir a fim de garantir a sobrevida da transmissão.
eja mais sobre o fluido neste link .
e você percebe que seu carro patina, troca de marchas em momentos
stranhos, tem dificuldade em subir ladeiras, se faz ruídos ou produz trancos,
stá na hora de você descobrir o que está acontecendo.
Se há algum defeito, na maioria das vezes pisca uma luz de aviso no painel (que pode ser uma dessas à esquerda ou
4, por exemplo) e a transmissão pode entrar em modo de segurança, engrenando apenas uma marcha. Se isto
contecer, evite forçar o câmbio, usando a posição D. Se for possível rodar, desligue o ar condicionado, mude para 1 ou
e 2 para rodar devagar e traga o carro para a Automatik.
mportante, JAMAIS REBOQUE UM CARRO AUTOMÁTICO DESLIGADO, use um guincho plataforma.
Em alguns casos, talvez seja mais fácil pra você, chamar um guincho.
proveite nosso serviço leva e traz.
omos uma oficina especializada, com grande conhecimento técnico,
rontos para receber você.
enha fazer-nos uma visita e conhecer nosso trabalho.
eja neste link mais detalhes sobre os reparos na transmissão automática
e seu carro.
Olha só que peça linda. Este é o coração da transmissão
automática, onde todas as relações de marchas acontecem.
Esta peça chama-se Engrenagem Satélite.
.: Na hora da compra
1.
Olhe o chão sob o veículo. Manchas de óleo vermelho denunciam vazamentos de fluido.
2.
Antes de sair para uma voltinha, lembre-se de checar a regulagem dos espelhos, do banco e outras características que adaptem
veículo ao seu uso. Andar com o carro dos outros é sempre um risco.
3.
Posicione a alavanca em P e dê a partida, espere alguns segundos até normalizar a rotação da lenta.
4.
Com o pé no pedal do freio, coloque na posição D. Num tempo muito curto você deverá sentir um pequeno impulso para frente.
ão pode fazer barulho nem dar um tranco muito forte. Coloque em N e em seguida em R, deverá acontecer da mesma forma. Não pode
aver uma demora muito grande para a marcha entrar.
5.
Saia para dar uma voltinha, as mudanças de marchas devem acontecer suavemente sem trancos. Também não é nada bom
uando ele patina, ou seja, a mudança ocorre mas o motor sobe de giro sem aumentar a velocidade correspondentemente.
6.
Pegue uma subida, aperte suavemente o acelerador, o câmbio deverá reduzir suavemente.
Procure aproveitar os minutos que passam, muitos defeitos não se manifestam com o carro frio.
uzes piscando ou comportamento estranho não são normais, indicam anomalia. Se o vendedor tenta convencer você do contrário, dê-lhe
m tapinha nas costas (na orelha não), e vá para a próxima loja.
stas são apenas algumas dicas que podem suavizar sua vida na hora de comprar um carro automático, mas não é a garantia de que não
á problemas na transmissão, assim como em qualquer outra parte do veículo. Bom senso e paciência são requisitos essenciais para você
zer uma compra feliz.
.: Tipos de fluidos
Dexron III - Fluido mineral, aplicado em grande parte das transmissões, a especificação dexron III ubstitui
Dexron III - Fluido mineral, aplicado em grande parte das transmissões, a especificação dexron III
ubstitui as aplicações mercon II, mercon IIE, dexron II e dexron IIE, pode substituir aplicações que
querem fluido Mopar e ATF + 3 se adicionado aditivo de atrito conforme manual. Frequência de
oca: de 30.000 a 50.000 Kms.
Motul Multi ATF - Fluido sintético para aplicações que requerem Mercon V, Jaso IA, ATF + 3/ +4,
IA ATF SPIII, Allison C4, Voith G607, ZF 03D/ 04D, MB 236.9 - PSF 3, também pode ser usado
as transmissões que requerem Dexron III com superior qualidade. Frequência de troca: de 70.000
100.000 Kms.
tenção: Este fluido é uma opção perfeitamente segura para as transmissões Mitsubishi que
querem o fluido Castrol TQM SP3 que é um fluido de base mineral, pois excede as especificações
queridas pela Mitsubishi e ainda tem preço mais baixo.
Pentosin ATF1 - Fluido sintético de alta performance dedicado para aplicações VW, Audi,
ercedes e BMW. Recomendação do fabricante da transmissão automática. Fluido tipo "Long Life",
om frequências de troca extendidas. Consulte o manual do fabricante do seu carro para maiores
formações.
Mobil LT-71141 - (Esso / Exxon / Mobil)
A Exxon-Mobil modificou sua gama de produtos e rebatizou o Esso LT71141 com a marca Mobil,
as o fluido é exatamente o mesmo Fluido Semi-Sintético de alta performance dedicado a
plicações Citroen, Renault Peugeot, BMW, ZF, VW e muitas outras.
ode ser usado como alternativa absolutamente segura para transmissões que requerem Pentosin
TF1. Fluido tipo "Long Life", com frequências de troca extendidas. Consulte o manual do fabricante
o seu carro para maiores informações.
Castrol TQ-MSP3 - Fluido base mineral específico para as transmissões que equipam os veículos
itsubishi, Kia e Hyunday.
Honda ATF1 - Fluido específico para transmissões Honda (com exceção de CVT). Não pode ser
ubstituido por Dexron III, pois possui características especiais para os sistemas de câmbio Honda.
Honda CVT - Fluido específico para transmissões Honda CVT - Uso absolutamente exclusivo ara o sistema
   

Honda CVT - Fluido específico para transmissões Honda CVT - Uso absolutamente exclusivo ara o sistema de correia contínua que equipa as transmissões CVT do Honda FIT.

 
Honda CVT - Fluido específico para transmissões Honda CVT - Uso absolutamente exclusivo ara o sistema
 

Audi CVT - Fluido específico para transmissões Audi CVT 01J Multitronic - Uso absolutamente xclusivo para o sistema de correia contínua que equipa as transmissões CVT Audi.

Confira dicas para evitar surpresas com a manutenção do câmbio automático

 

Para especialista, nenhum problema deve ser minimizado a fim de evitar uma quebra grave

 
3. Fique atento na escolha da oficina Fique atento a pequenas alterações Busque a média dos
3.
Fique atento na escolha da oficina
Fique atento a pequenas alterações
Busque a média dos orçamentos
A cada ano, mais pessoas deixam os preconceitos de lado e apostam no conforto de um veículo com câmbio automático. Porém, um tema ainda assusta
muitos donos e afasta a maioria dos interessados: a conta da oficina. Será possível evitar que o sonho de não trocar marchas em engarrafamentos torne-se
um pesadelo? Para Carlos Napoletano, instrutor técnico da Brasil Automático -
especialista em treinamentos para mecânicos sobre o assunto - basta que o
proprietário siga algumas recomendações para evitar um prejuízo grande na
oficina.
Um primeiro cuidado para evitar surpresas na oficina, ainda mais no Brasil, onde
as transmissões automáticas começaram a avançar apenas nos últimos anos, é
preferir os modelos mais vendidos e que contam com peças a preços
competitivos, sejam nacionais ou importados.
Veículos com poucas unidades vendidas e carros antigos costumam ter problemas
na manutenção (principalmente com a falta de componentes ou ferramental) e a conta pode assustar.
A durabilidade da transmissão automática está diretamente ligada ao cuidado que o motorista dispensa ao veículo. Após a compra, o ideal é consultar as
tabelas de manutenção no manual do proprietário, com atenção aos prazos de troca do fluido hidráulico e filtro. Quanto mais perfeita estiver a lubrificação,
menor será o desgaste.
Pela mesma razão, outra recomendação fundamental é corrigir qualquer vazamento o mais rápido possível. Mas, mesmo para sanar um pequeno problema,
o mecânico precisa ser um especialista, ou poderá danificar o câmbio nas operações de desmontagem e montagem.
Como a transmissão automática é complexa e depende de vários outros sistemas para funcionar corretamente, inclusive eletrônicos, a escolha de uma
oficina capacitada deve ser feita com cuidado.
Primeiro busque indicações. Encontrar pessoas que possuem veículos parecidos, fizeram reparos no câmbio e aprovaram o serviço é um bom começo. Ao
visitar os locais, é importante avaliar a organização, limpeza e presença de ferramentais e manuais de serviço. Os bons profissionais também se orgulham
em exibir as suas certificações e diplomas.
Ainda não há uma certificação de qualidade específica para oficinas que trabalham com automáticos, mas vale a pena cuidar se os técnicos apresentam
diplomas de cursos na área. (E não é vergonha perguntar por eles!)
Quando um câmbio automático apresenta uma quebra grave e cara, na maioria das vezes, o problema começou com uma pequena falha que foi ignorada.
Então, um cuidado fundamental para se reduzir a conta da oficina é levar o veículo para uma revisão ao menor sinal de problema.
Uma quebra grave como o veículo simplesmente não conseguir andar já deu sinais de sua chegada muito antes: segundo Napoletano, entre os sintomas
estariam vazamentos de fluidos (que teriam secado as engrenagens resultando em defeito). Para evitar que se chegue a esse ponto, qualquer poça de
líquido avermelhado no chão da garagem deve servir de alerta.
Como alguns defeitos aparecem de vez em quando, a ajuda do dono é fundamental para que o especialista consiga fazer o diagnóstico correto. Nesses
casos, o melhor é contar em detalhes o que está acontecendo e fazer o teste junto com o mecânico. Também nunca se deve esconder ou minimizar uma
anormalidade. O prejuízo pode ser grande.
Diante de um problema na transmissão automática do veículo, o ideal é obter vários orçamentos para o reparo. A análise dos diagnósticos deve ser feita
com calma e levando em consideração a impressão que ficou de cada oficina. Valores altos ou baixos demais devem ser evitados.
7.
Aposte em prevenção
5.
Entenda: os gastos serão diferenciados
1.
Confira as dicas
Fique longe dos "modelos-micos"
2.
Quem compra um veículo automático precisa considerar que os seus custos de
manutenção são diferenciados. Um carro com câmbio manual geralmente terá
reparos mais simples e baratos, mas com uma maior frequência, principalmente
no sistema de embreagem.
O automático dispensa a embreagem e costuma ampliar a vida útil de
componentes do motor, transmissão, suspensões e freios, ao realizar as trocas de
marchas no momento certo e controlar a agressividade do motorista. Após alguns
anos de uso, a soma das despesas de oficina de modelos convencionais e
automáticos costuma ficar muito próxima.
6.

Para ganhar o serviço, muitos reparadores ainda preferem oferecer a “solução milagrosa”, trocando o mínimo necessário para anular a falha de imediato. São as piores propostas. Consertos superficiais geralmente sobrecarregam e quebram outras peças. O problema se torna crônico e cada vez mais caro. Muitos desistem e acabam vendendo o carro.

8. Exija garantia

Após fazer um reparo na transmissão automática, o proprietário deve exigir as notas fiscais das peças e serviços, além de um documento de garantia da oficina. Pode parecer exagero, mas a maioria dos bons profissionais oferece automaticamente essa tranquilidade aos clientes.

Os problemas mais comuns em carros automáticos

Assim como no caso do câmbio manual, os problemas são sempre gerados pelo mau uso, segundo Napoletano. A patinação de discos internos, por exemplo, é causada pelo vício do motorista em sair de subidas com a alavanca na posição D, em vez de 1. Isso força a transmissão e causa um desgaste prematuro de componentes internos. Outros problemas podem ser gerados pelo esquecimento de fazer a troca de fluidos recomendada pelo manual do proprietário do veículo (geralmente a cada 40 mil quilômetros).

.: O melhor método de troca de fluido

 
.: O melhor método de troca de fluido Máquina eletrônica de troca de fluido por FLUSHING

Máquina eletrônica de troca de fluido por FLUSHING

A vantagem do uso desse equipamento para a troca do fluido é que enquanto a troca tradicional por escoamento consegue substituir apenas 50% do líquido, a troca por flushing garante praticamente 100% de reposição.

.: O melhor método de troca de fluido Máquina eletrônica de troca de fluido por FLUSHING
 

Isso se dá porque na troca tradicional não é possível escoar fluido presente em algumas partes da transmissão, como no conversor de torque e no radiador.

Uma vez que a troca por flushing é feita com o veículo ligado e a transmissão em movimento, esse problema é resolvido.

Para ganhar o serviço, muitos reparadores ainda preferem oferecer a “solução milagrosa”, trocando o mínimo necessário

.: Troca do fluido

Recomendamos a nossos clientes seguir a orientação do fabricante da transmissão com relação a periodicidade de troca, porém é preciso lembrar que a montadora e o fabricante de transmissões são empresas diferentes e infelizmente algumas vezes as informações passadas no balcão ou principalmente pelo vendedor da concessionária não tem base técnica confiável.

Recomendamos a nossos clientes seguir a orientação do fabricante da transmissão com relação a periodicidade de
 

.: Verdades sobre o fluido

Recomendamos a nossos clientes seguir a orientação do fabricante da transmissão com relação a periodicidade defluido mineral - a cada 30.000km em média. Transmissões que usa m fluido sintético ( linha francesa - Citroen, Renaul, Peugeot, linha Audi, VW e linha CVT) - a cada 70.000km. Grande parte das transmissões que reparamos na nossa oficina haviam sido danificadas devido a falta de troca do fluido. Reparos em transmissão automática requerem altíssima especialização, equipamentos e ferramentas completamente específicos e são serviços de custo elevado. .: Um tipo de fluido para cada transmissão Cada transmissão utiliza um determinado tipo de fluido que leva em conta vários fatores como densidade, exposição a altas temperaturas e situações de atrito das mais diversas, assim como os materiais com os quais são fabricados os componentes onde o fluido fica em contato. Se você colocar o fluido errado, causará graves danos ao câmbio. " id="pdf-obj-7-13" src="pdf-obj-7-13.jpg">
 

As peças internas da transmissão baseiam-se em atrito e seu contato implica em desgaste o que libera partículas que se acumulam no fluido.

Embora algumas transmissões venham com a infomação de fluido vitalício, é essencial compreender que a troca do fluido acontecerá no momento da manutenção da transmissão.

 
Recomendamos a nossos clientes seguir a orientação do fabricante da transmissão com relação a periodicidade defluido mineral - a cada 30.000km em média. Transmissões que usa m fluido sintético ( linha francesa - Citroen, Renaul, Peugeot, linha Audi, VW e linha CVT) - a cada 70.000km. Grande parte das transmissões que reparamos na nossa oficina haviam sido danificadas devido a falta de troca do fluido. Reparos em transmissão automática requerem altíssima especialização, equipamentos e ferramentas completamente específicos e são serviços de custo elevado. .: Um tipo de fluido para cada transmissão Cada transmissão utiliza um determinado tipo de fluido que leva em conta vários fatores como densidade, exposição a altas temperaturas e situações de atrito das mais diversas, assim como os materiais com os quais são fabricados os componentes onde o fluido fica em contato. Se você colocar o fluido errado, causará graves danos ao câmbio. " id="pdf-obj-7-24" src="pdf-obj-7-24.jpg">

Transmissões comuns que usam fluido mineral - a cada 30.000km em média. Transmissões que usam fluido sintético (linha francesa - Citroen, Renaul, Peugeot, linha Audi, VW e linha CVT) - a cada 70.000km.

 

Grande parte das transmissões que reparamos na nossa oficina haviam sido danificadas devido a falta de troca do fluido.

Reparos em transmissão automática requerem altíssima especialização, equipamentos e ferramentas completamente específicos e são serviços de custo elevado.

 

.: Um tipo de fluido para cada transmissão

Recomendamos a nossos clientes seguir a orientação do fabricante da transmissão com relação a periodicidade defluido mineral - a cada 30.000km em média. Transmissões que usa m fluido sintético ( linha francesa - Citroen, Renaul, Peugeot, linha Audi, VW e linha CVT) - a cada 70.000km. Grande parte das transmissões que reparamos na nossa oficina haviam sido danificadas devido a falta de troca do fluido. Reparos em transmissão automática requerem altíssima especialização, equipamentos e ferramentas completamente específicos e são serviços de custo elevado. .: Um tipo de fluido para cada transmissão Cada transmissão utiliza um determinado tipo de fluido que leva em conta vários fatores como densidade, exposição a altas temperaturas e situações de atrito das mais diversas, assim como os materiais com os quais são fabricados os componentes onde o fluido fica em contato. Se você colocar o fluido errado, causará graves danos ao câmbio. " id="pdf-obj-7-47" src="pdf-obj-7-47.jpg">
 

Cada transmissão utiliza um determinado tipo de fluido que leva em conta vários fatores como densidade, exposição a altas temperaturas e situações de atrito das mais diversas, assim como os materiais com os quais são fabricados os componentes onde o fluido fica em contato. Se você colocar o fluido errado, causará graves danos ao câmbio.

Quando o assunto é transmissão automática, procure a AUTOMATIK, a gente resolve. .: Laboratório A Automatik( somos membros da ATSG )  Acesso a peças diretamente do exterior.  Experiência comprovada de 15 anos de mercado.  Formação técnica especializada e grande raciocínio lógico. Com tudo isto, somos capazes de resolver aqueles defeitos que ninguém consegue resolver e que muitas vezes obrigam o cliente a desistir e vender o carro, especialmente quando é um modelo importado. Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e eletrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão para diagnósticos minuciosos, além de softwares adequados e esquemas eletro- eletrônicos e hidráulicos. Com o acesso a ferramentas de importação exclusivas, conseguimos além de reduzir o custo de peças, equipamentos etc; acesso a soluções ausentes do mercado Brasileiro. Tecnologia nunca é demais. A Automatik está equipada não apenas com o tradicional equipamento da Alfatest, mas também mais dois incríveis scanners automotivos de última geração, capazes de escrutinar qualquer veículo, tanto nacional quanto importado. " id="pdf-obj-8-2" src="pdf-obj-8-2.jpg">

Quando o assunto é transmissão automática, procure a AUTOMATIK, a gente resolve.

.: Laboratório
.: Laboratório

A Automatik conta com:

Equipamentos (scanners, ferramentas e dispositivos) de última geração.

Vasto material técnico e domínio de línguas estrangeiras. (somos membros da ATSG)

Acesso a peças diretamente do exterior.

Experiência comprovada de 15 anos de mercado.

Formação técnica especializada e grande raciocínio lógico.

Com tudo isto, somos capazes de resolver aqueles defeitos que ninguém consegue resolver e que muitas vezes obrigam o cliente a desistir e vender o carro, especialmente quando é um modelo importado.

Quando o assunto é transmissão automática, procure a AUTOMATIK, a gente resolve. .: Laboratório A Automatik( somos membros da ATSG )  Acesso a peças diretamente do exterior.  Experiência comprovada de 15 anos de mercado.  Formação técnica especializada e grande raciocínio lógico. Com tudo isto, somos capazes de resolver aqueles defeitos que ninguém consegue resolver e que muitas vezes obrigam o cliente a desistir e vender o carro, especialmente quando é um modelo importado. Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e eletrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão para diagnósticos minuciosos, além de softwares adequados e esquemas eletro- eletrônicos e hidráulicos. Com o acesso a ferramentas de importação exclusivas, conseguimos além de reduzir o custo de peças, equipamentos etc; acesso a soluções ausentes do mercado Brasileiro. Tecnologia nunca é demais. A Automatik está equipada não apenas com o tradicional equipamento da Alfatest, mas também mais dois incríveis scanners automotivos de última geração, capazes de escrutinar qualquer veículo, tanto nacional quanto importado. " id="pdf-obj-8-45" src="pdf-obj-8-45.jpg">
Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e eletrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão
 

Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e eletrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão para diagnósticos minuciosos, além de softwares adequados e esquemas eletro- eletrônicos e hidráulicos.

Com o acesso a ferramentas de importação exclusivas, conseguimos além de reduzir o custo de peças, equipamentos etc; acesso a soluções ausentes do mercado Brasileiro.

Temos formação técnica especializada, executamos testes hidráulicos e eletrônicos. Ainda contamos com instrumentação de alta precisão

Tecnologia nunca é demais. A Automatik está equipada não apenas com o tradicional equipamento da Alfatest, mas também mais dois incríveis scanners automotivos de última geração, capazes de escrutinar qualquer veículo, tanto nacional quanto importado.

O uso combinado de diferentes equipamentos digitais de diagnóstico permite um nível de precisão altíssimo, acelera
 

O uso combinado de diferentes equipamentos digitais de diagnóstico permite um nível de precisão altíssimo, acelera o parecer, evita desmontagens desnecessárias, enfim facilita a vida do mecânico e do cliente.

 
O uso combinado de diferentes equipamentos digitais de diagnóstico permite um nível de precisão altíssimo, acelera

A versatilidade destes equipamentos vai muito além de apenas fazer o scan do módulo de injeção. Com eles é possível ter acesso direto a todos os parâmetros da transmissão automática, carroceria, sistemas elétricos, e tudo mais que você puder imaginar.

O uso combinado de diferentes equipamentos digitais de diagnóstico permite um nível de precisão altíssimo, acelera
 

Nossos mecânicos são formados em cursos especializados e estão em constante atualização. Investimos na formação técnica do funcionário que forma uma equipe, não apenas interessada, mas apaixonada por transmissão automática e pelo universo automobilístico.

 
O uso combinado de diferentes equipamentos digitais de diagnóstico permite um nível de precisão altíssimo, acelera

O trabalho na transmissão automático exige grande precisão e raciocínio lógico.

Diagnóstico Digital

 
Quando é necessário:

Quando é necessário:

Luzes acendendo no painel, trancos, patinações, alterações nas mudanças de marchas e outros comportamentos estranhos.

Com o crescente uso de eletrônica embarcada nas transmissões há mais de uma década, aumentou bastante a quantidade de defeitos que se manifestam na parte eletrônica.

 

Evite abrir a transmissão desnecessariamente e ter de arcar com gastos inesperados diante do primeiro comportamento estranho no seu carro.

 

.: O que é o serviço

Estamos equipados com vários sistemas de SCANNERS para diagnóstico digital que atendem a todos os veículos do mercado:

Estamos equipados com vários sistemas de SCANNERS para diagnóstico digital que atendem a todos os veículos

Podemos, através de um cuidadoso diagnóstico digital, fazer um levantamento muito mais preciso das reais necessidades do câmbio automático de seu carro e assim, atacarmos o problema de forma mais direta, eficiente e econômica.

 

.: Como é feito

 
Evite abrir a transmissão desnecessariamente e ter de arcar com gastos inesperados diante do primeiro comportamento
 

Conectamos a central de comando da transmissão automática e da injeção eletrônica aos diferentes tipos de scanners e fazemos a varredura e interpretação de falhas.

Faremos os eventuais resets que podem incluir todo o sistema de controle do veículo.

Levamos seu carro para a rua conectado aos scanners para através de procedimentos específicos, induzir a novas falhas e identifica- las corretamente.

 

.: Soluções

 

A comunicação entre os diferentes módulos e os diferentes scanners por si só, já é bastante complexa. O conhecimento técnico para efetuar ajustes, resets, bem como a compreensão lógica do funcionamento dos sistemas faz do Diagnóstico Digital, uma verdadeira arte e ao mesmo tempo, um incomparável benefício para o cliente.

A comunicação entre os diferentes módulos e os diferentes scanners por si só, já é bastante
 
.: Manutenção Definitiva - só dois passos para entender
.: Manutenção Definitiva - só dois passos para entender

Você:

  • 1. Descobriu que pelo preço de um carro zero simples, você pode comprar seu carro dos sonhos usado.

  • 2. Quer se sentir mais seguro com o novo carro investindo em uma manutenção mais completa.

.: Manutenção Definitiva - só dois passos para entender Você : 1. Descobriu que pelo preçoFreios : Atendemos para o leva e traz exclusivamente dentro da área da grande São Desmontar sistema de freios, analisar peças, fluido e " id="pdf-obj-11-11" src="pdf-obj-11-11.jpg">
   
Temos um produto que lhe cai como uma luva: Nossa manutenção definitiva irá fazer um rastreioFreios : Atendemos para o leva e traz exclusivamente dentro da área da grande São Desmontar sistema de freios, analisar peças, fluido e " id="pdf-obj-11-16" src="pdf-obj-11-16.jpg">
   

Temos um produto que lhe cai como uma luva: Nossa manutenção definitivairá fazer um rastreio e levantamento de necessidades imediatas e futuras em seu veículo de forma a trazer de volta a maior parte de suas características originais, trazendo o máximo de segurança.

.: Como funciona

  • 1. Abertura do motor.

1. Abertura do motor.
 
  • 2. Abertura da transmissão.

  • 3. Desmontagem da suspensão.

  • 4. Diagnóstico.

  • 5. Elaboração do orçamento.

  • 6. Após a aprovação do orçamento, iniciamos a manutenção. No caso ao lado, o prazo de entrega é de cerca de oito dias úteis após a aprovação.

Temos um produto que lhe cai como uma luva: Nossa manutenção definitiva irá fazer um rastreioFreios : Atendemos para o leva e traz exclusivamente dentro da área da grande São Desmontar sistema de freios, analisar peças, fluido e " id="pdf-obj-11-51" src="pdf-obj-11-51.jpg">

Se trazer seu carro até a Automatik está fora de cogitação, então você pode contratar nosso serviço leva e traz (terceirizado).

Relatório do diagnóstico:

 

Atendemos para o leva e traz exclusivamente dentro da área da grande São

Desmontar sistema de freios, analisar peças, fluido e

   
Paulo e o custo é de R$120,00 por viagem. condições gerais - substituir Suspensão: Desmontar parcial
Paulo e o custo é de R$120,00 por viagem.
condições gerais - substituir
Suspensão:
Desmontar parcial ou total para análise de buchas, braços,
bieletas, amortecedores, molas, batentes, etc.
Motor:
Desmontar para análise de condições de:
Injeção eletrônica - Análise no scanner e correção
de falhas - Limpeza de bicos completa.
Comando, cabeçote, pistões, anéis, bronzinas, etc.
Correias (alternador, dentada)
Bomba d´'agua, alternador
Velas, filtros, etc.
Preparação para inspeção veicular com análise de
gases e correções pertinentes.
Transmissão:
Análise do fluido original, substituir. Ajuste da válvula
moduladora (controle de trocas).
Para transmissões automáticas, desmontar, substituição de
fluido com máquina flushing.
Sistema de arrefecimento:
Análise do fluido, substituição com máquina flushing.
Custo aproximado:CONSULTAR enviando mensagem ou
contatando por telefone o sr César 11-7838-7276 ou no
rádio 54*57253
.: Recursos
Não é "só um tapa", estamos seriamente equipados com:
Vários scanners de última geração
Conhecimento técnico e experiência comprovada
Vasto material didático inclusive em língua estrangeira
Raciocínio lógico e domínio de idiomas
Diversos equipamentos para testes dos mais variados tipos
Metodologia padronizada e procedimentada
Funcionários altamente especializados
.:: Arrefecimento (revisão do sistema de refrigeração)
Em nosso programa de revisão do sistema de arrefecimento, executamos todos os serviços abaixo:
Limpeza e troca do líquido de arrefecimento através de
máquina
.: Mão de obra
Verificação e troca de mangueiras.
Verificação e troca do termo-interruptor (cebolinha)
Verificação e troca da válvula termostática.
Verificação de vazamentos (estanqueidade)
4
cilindros
5 e 6
cilindros
8
cilindros
nacionais R$120,00R$150,00 R$180,00
importados R$180,00R$220,00 R$250,00
Consulte-nos para saber mais
Obs: nas operações acima está incluso o aditivo RADIEX,
porém eventuais peças serão orçadas à parte.
.: Limpeza e troca do líquido de arrefecimento através de máquina (inclui aditivo)
O sistema de arrefecimento tem importância crucial. ... calor. Suas orelhas funcionam como o radiador de
O sistema de arrefecimento tem importância crucial.
...
calor. Suas orelhas funcionam como o radiador de um
Imagine um elefante sem orelhas
ele morreria de
carro, cujo motor precisa ser resfriado. Para isto, um
líquido circula pelo sistema de arrefecimento.
Este líquido precisa ter determinadas características e
estar limpo para evitar a formação de depósitos que
podem prejudicar os componentes que entram em
contato direto com ele, como a bomba de água, por
exemplo.
Dispomos de máquinas que fazem a filtragem e troca
do líquido de arrefecimento com um altíssimo nível de
eficiência, sem aquela famosa meleca.
.: Verificação e troca de mangueiras .
As mangueiras de arrefecimento são muito
importantes para a levar o líquido do radiador por todo
o sistema. Tudo precisa estar sempre em boas
condições para que não haja vazamentos.
.: Verificação e troca do termo-interruptor
O termo-interruptor é responsável pelo acionamento
da ventoinha quando o carro atinge determinada
temperatura. Não é preciso explicar muito que se ele
não funciona como se deve, seu carro poderá super-
aquecer e sofrer grandes danos.
.: Verificação e troca da válvula termostática .
Este é o ponto onde verificamos o correto
funcionamento da válvula termostática.
Ela é um equipamento responsável por evitar que seu
motor esfrie demais. Motor que esquenta demais não é
bom, mas se esfria demais, também não funciona
direito.
Esta verificação é feita também através da máquina de
limpeza do líquido de arrefecimento.
.: Verificação de vazamentos (estanqueidade) .
Através deste equipamento, podemos verificar os seguintes itens:   vazamento no radiador e mangueiras junta
Através deste equipamento, podemos verificar os
seguintes itens:
vazamento no radiador e mangueiras
junta de cabeçote queimada
precisão da válvula de alívio da tampa do
reservatório.
Venha fazer-nos uma visita e conhecer nosso trabalho.