Você está na página 1de 24

QUÍMICA

LIGAÇÕES QUÍMICAS

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS
QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS

Ligação Química

O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação de moléculas e outros compostos.

para explicar a formação de moléculas e outros compostos. A explicação de Lewis é que os

A explicação de Lewis é que os átomos reagem de forma a alcançar uma configuração eletrônica mais estável (correspondendo à configuração de um gás nobre.)

O que é uma ligação química? É o conjunto de forças que

mantém os átomos unidos entre si, dando origem a moléculas. Em todos os tipos de ligação química as forças de ligação são essencialmente eletrostáticas, isto é, forças entre cargas

eléctricas.

Tipos de Ligação Química

Ligação iônica

Ligação covalente

Ligação metálica

Tipos de Ligação Química  Ligação iônica  Ligação covalente  Ligação metálica
Regra do Octeto = os átomos tendem a ganhar, perder ou compartilhar elétrons, de tal
Regra do Octeto = os átomos tendem a ganhar, perder ou compartilhar elétrons, de tal

Regra do Octeto = os átomos tendem a ganhar, perder ou

compartilhar elétrons, de tal forma que tenham 8 elétrons

na camada de valência. C gostaria de ganhar 4 elétrons

N

gostaria de

ganhar 3 elétrons

O

gostaria de

ganhar 2 elétrons

LIGAÇÕES QUÍMICAS

TEORIA DO OCTETO

AMETAL
AMETAL

CLASSIFICAÇÃO DAS LIGAÇÕES

IÔNICA: : caracterizada pela transferência de elétrons.

Ocorre entre:

METAL e

METAL e HIDROGÊNIO

Representações de Lewis
Representações de Lewis
Representações de Lewis Os elementos de transição têm camadas internas incompletas e não podemos (em geral)

Os elementos de transição têm camadas internas incompletas e não podemos (em geral)

escrever a notação de Lewis para estes elementos.

Estrutura Eletrônica de Lewis
Estrutura Eletrônica de Lewis
representam os elétrons de valência 1 2 13 14 15 H 
representam os elétrons de valência
1
2
13
14
15
H 

Os símbolos dos elementos rodeado por pontos (ou x)

  Li  Be   B    Na  Mg 
Li 
Be 
 B 
Na 
Mg 
 Al 
 

 
  Na  Mg   Al       C 
  Na  Mg   Al       C 

C N




Si P



16 17 18 He:
16
17
18
He:
  S    :Cl  :Ar :   

 S 


:Cl 
:Ar :



    O  : F  :Ne :   



 O 
: F 
:Ne :



Ex de ligação iônica : Cloreto de sódio Propriedades dos compostos iônicos: São sólidos nas

Ex de ligação iônica: Cloreto

de sódio

Ex de ligação iônica : Cloreto de sódio Propriedades dos compostos iônicos: São sólidos nas condições
Ex de ligação iônica : Cloreto de sódio Propriedades dos compostos iônicos: São sólidos nas condições

Propriedades dos compostos iônicos:

São sólidos nas condições ambiente

Apresentam altos pontos de fusão e ebulição

São condutores de eletricidade quando no estado liquido (fundidos) ou quando dissolvidos em água.

A maioria dos compostos são solúveis em água.

DETERMINAÇÃO DA FÓRMULA DE

UM COMPOSTO IÔNICO

DETERMINAÇÃO DA FÓRMULA DE UM COMPOSTO IÔNICO
Alguns cátions
Alguns cátions
Alguns cátions Grupo 1 H + Li + Na + K + Grupo 2 Mg 2

Grupo 1 H + Li + Na + K +

Alguns cátions Grupo 1 H + Li + Na + K + Grupo 2 Mg 2
Alguns cátions Grupo 1 H + Li + Na + K + Grupo 2 Mg 2

Grupo 2 Mg 2+ Ca 2+ Sr 2+ Ba 2+

cátions Grupo 1 H + Li + Na + K + Grupo 2 Mg 2 +
Grupo 13 Al 3+
Grupo 13
Al 3+

LIGAÇÃO COVALENTE: formação de pares eletrônicos

Ocorre entre: AMETAL e AMETAL e

AMETAL

HIDROGÊNIO

HIDROGENIO E HIDROGENIO

: formação de pares eletrônicos Ocorre entre: AMETAL e AMETAL e AMETAL HIDROGÊNIO HIDROGENIO E HIDROGENIO
: formação de pares eletrônicos Ocorre entre: AMETAL e AMETAL e AMETAL HIDROGÊNIO HIDROGENIO E HIDROGENIO
: formação de pares eletrônicos Ocorre entre: AMETAL e AMETAL e AMETAL HIDROGÊNIO HIDROGENIO E HIDROGENIO
: formação de pares eletrônicos Ocorre entre: AMETAL e AMETAL e AMETAL HIDROGÊNIO HIDROGENIO E HIDROGENIO

Propriedades dos compostos moleculares:

São sólidos, líquidos ou gasosos nas condições

ambiente

São sólidos, líquidos ou gasosos nas condições ambiente Forte atração interatômica; Não garante forte atração
São sólidos, líquidos ou gasosos nas condições ambiente Forte atração interatômica; Não garante forte atração

Forte atração interatômica; Não garante forte atração entre moléculas (geralmente fraca)

garante forte atração entre moléculas (geralmente fraca) Ex: diamante (elevada dureza) Metano (condensação a -161

Ex: diamante (elevada dureza)

Metano (condensação a -161 oC)

Apresentam baixos pontos de fusão e ebulição

(comparados aos iônicos)

São maus condutores de eletricidade, alguns podem conduzir quando em meio aquoso (ionização).

A maioria dos compostos são solúveis em solventes

orgânicos.

LIGAÇÕES COVALENTE

COORDENADA (DATIVA):

LIGAÇÕES COVALENTE COORDENADA (DATIVA): POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b)

POLARIDADE DAS LIGAÇÕES:

COVALENTE COORDENADA (DATIVA): POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b)
COVALENTE COORDENADA (DATIVA): POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b)

a) Ligações Polares: entre átomos diferentes.

POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b) Ligação Apolar: entre átomos iguais.
POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b) Ligação Apolar: entre átomos iguais.

b) Ligação Apolar: entre átomos iguais.

POLARIDADE DAS LIGAÇÕES: a) Ligações Polares: entre átomos diferentes. b) Ligação Apolar: entre átomos iguais.

LIGAÇÕES METÁLICAS

MAR DE ELÉTRONS
MAR DE ELÉTRONS
 Formada entre átomos de elementos metálicos.  Nuvem ou mar de elétrons ao redor
 Formada entre átomos de elementos metálicos.
 Nuvem ou mar de elétrons ao redor dos átomos.
 Bons condutores eltrônicos, brilhantes, pontos de fusão
bastante elevados.
 Exemplos; Na, Fe, Al, Au, Co
Geometria molecular
Geometria molecular

Forma como os átomos numa molécula se orientam no

Forma como os átomos numa molécula se orientam no espaço. A geometria de uma molécula pode

espaço. A geometria de uma molécula pode afectar as propriedades físicas e químicas, como o ponto de fusão, ebulição, densidade, etc.

como o ponto de fusão, ebulição, densidade, etc. O modelo mais simples é baseado na estruturas

O modelo mais simples é baseado na estruturas de Lewis:

VSEPR (valence shell electron-pair repulsion)

Modelo de Repulsão dos Pares Electrónicos da Camada de

Valência: a geometria de uma molécula é determinada pela minimização das repulsões entre os pares de electrões da camada de valência.

POLARIDADE DAS MOLÉCULAS:

a) Moléculas Polares

POLARIDADE DAS MOLÉCULAS: a) Moléculas Polares Diatômicas: formada por átomos diferentes.Ex: HCl, HF etc. Molécula

Diatômicas: formada por átomos diferentes.Ex: HCl, HF etc.

Molécula que sobra elétrons no átomo central.

Polares Diatômicas: formada por átomos diferentes.Ex: HCl, HF etc. Molécula que sobra elétrons no átomo central.
Polares Diatômicas: formada por átomos diferentes.Ex: HCl, HF etc. Molécula que sobra elétrons no átomo central.

b) Moléculas Apolar:

Diatômicas: formada por átomos iguais. Ex: O 2 , N 2 etc.

formada por átomos iguais. Ex: O 2 , N 2 etc. Substâncias simples: O 3 ,
formada por átomos iguais. Ex: O 2 , N 2 etc. Substâncias simples: O 3 ,

Substâncias simples: O 3 , P 4 , S 8 etc.

Molécula que não sobra elétrons no átomo central.

N 2 etc. Substâncias simples: O 3 , P 4 , S 8 etc. Molécula que
Água é uma molécula polar, pois o oxigênio é mais eletronegativo do que o hidrogênio,
Água é uma molécula polar, pois o oxigênio é mais eletronegativo do que o hidrogênio,

Água é uma molécula polar, pois o oxigênio é mais eletronegativo do que o hidrogênio, e, então, os elétrons são atraídos para próximo do oxigênio.

Moléculas com átomo central sem pares isolados
Moléculas com átomo central sem pares
isolados
Moléculas com átomo central sem pares isolados

LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

Interação dipolo-dipolo: ocorre com moléculas polares.

Interação dipolo-dipolo : ocorre com moléculas polares. Pontes de Hidrogênio: Hidrogênio ligado a F, O, N.

Pontes de Hidrogênio:Hidrogênio ligado a F, O, N.

Interação dipolo-dipolo : ocorre com moléculas polares. Pontes de Hidrogênio: Hidrogênio ligado a F, O, N.
Interação dipolo-dipolo : ocorre com moléculas polares. Pontes de Hidrogênio: Hidrogênio ligado a F, O, N.

Ligação de Van der Waals: ocorre com moléculas apolares

Ligação de Van der Waals : ocorre com moléculas apolares