Você está na página 1de 1

Dialeto Centro - Oeste Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Gois e Distrito Federal.

Esses quatro estados compem a regio Centro-Oeste do Brasil, que, assim como as outras, possui caractersticas lingusticas prprias. Na colonizao Centro-Oeste, as rotas bandeirantes estiveram muito presentes, tanto no Mato Grosso quanto em Gois e, de alguma forma, a linguagem que eles levaram influenciou a fala local. O goiano fala com os traos muito puxados no r que normalmente chamado de r caipira, ou linguisticamente falando, o r retroflexo. Como o goiano fala com esse r puxado, supe-se que isso possa ter vindo ao longo da histria um influncia da linguagem utilizada pelos bandeirantes que viviam na regio do Estado de So Paulo. Esses bandeirantes tinham o portugus marcado por esses traos, j que eram das reas mais interioranas do Brasil, principalmente as que a gente chamaria de fala caipira. N poca da colonizao, os bandeirantes que penetraram pelo norte do Estado do Mato Grosso e levaram a suposta lngua geral paulista, que era de base indgena (tupi). O contato do portugus colonizador com as lnguas indgenas locais resultou no dialeto cuiabano. Algumas caractersticas muito fortes nessa fala regionalizada especfica do Mato Grosso que os mato-grossenses no falam chuva e peixe, com esse som de che que ns temos, fala-se tchuva e petche. Tambm no se fala caju e laranja, com esse som de g, fala-se cadju e larandja. Todo esse som che transformado em tch e todo esse som che transformado em dj existiam em uma das lnguas indgenas que ainda sobrevivem no Brasil e tem algumas aldeias prximas Cuian. que a lngua Boror. Existe essa hiptese, que esses fonemas possam ter vindo de influncia da indgena local, pois em outras regies do Brasil a gente no encontra esse som facilmente. uma coisa tpica do dialeto mato-grossense.

Você também pode gostar