Você está na página 1de 372

22000011

AA MMÁÁQQUUIINNAA DDOO TTEEMMPPOO

ÉÉ OO MMIISSTTÉÉRRIIOO DDEE DDEEUUSS??

bbyy RRoosseemmbbeerrgg

2

3

4

5

Introdução

No dia 4 de Fevereiro de 1986, estando a máquina escrevendo e meditando sobre alguns mistérios e dúvidas. Ocorreu que na tarde desse dia, mediante as complexas reflexões adquiridas ao longo de 7 anos pesquisas em vários campos do conhecimento humano, levou-me a concluir que é possível regredir no tempo.

Tal conclusão, manifestou-se de forma irrevogável, e a partir de então, ocorrerão manifestações extra-sensoriais, que passaram a me orientar nas pesquisas subsequentes.

Estas manifestações extra-sensoriais, através das conclusões subsequentes, levaram-me a conversão ao cristianismo, e posterior descodificação bíblica, esclarecendo todos os mistérios cósmicos gradativamente. Através da metodologia adquirida.

Mediante ao absolutismo de tal trabalho, fiz-me prudente quanto a origem das manifestações extra-sensoriais isto é, espirituais. Admitindo que tais poderiam provir de Deus ou de Satanás.

E inicialmente compreendi que o trabalho apresentado, tinha sua principal origem, em mim mesmo, pois posteriormente

verificara, que não possuía autoridade espiritual para discernir, a origem espiritual das "intuições". Verificando então, que as descobertas e descodificações, provinham pura e exclusivamente de meu intelecto; de minha capacidade de julgar

o certo e o errado.

Pois em meu conhecimento espiritual na época "e na actualidade" cria que Deus, Diabo e a "carne" se manifestam, mas é deveras complexo diferenciar as origens. Que fizessem os pretensiosos e prepotentes.

Pensava que apenas a razão podia de fato identificar a verdade e desenvolvê-la, apoiada em metodologia científicas e filosóficas existentes, e daquelas que ainda estão pôr vir.

Este inicialmente era o meu pensamento e assim foi durante toda confecção desse Livro. Hoje em 2002 encontro-me mais maduro, todavia sem contrariar a essência de minha metodologia investigadora, como veremos posteriormente.

Antes de chegar a descoberta do que poderia ser o Mistério de Deus relatado no Livro de Apocalipse, capítulo 10, já havia aos dezassete anos de idade, elaborado Teses científicas de grande profundidade, com equações matemáticas com- plexas e inéditas, equivalendo a livros de mil folhas dactilografadas.

Entretanto o objectivo principal de meu primeiro trabalho, não fora alcançado. Pois tentava, criar a possibilidade de existência de um campo anti-gravitacional.

Não objectivava derrubar Einstein ou Newton, mas complementar a ciência.

O nome desse meu primeiro trabalho, foi Força Magnética Unida.

Embora as experiências físicas viessem a comprovar a tese do jovem de dezassete anos. Entretanto as abandonei, pois as provas, que as confirmava, se encontravam dentro da margem de erro. Como alguns físicos do Centro Brasileiro de Pes- quisas Físicas na Urca, me fizeram entender. E os compreendi plenamente.

Aos prantos em isolamento, perguntei a Deus: Porquê o universo que Ele criara era tão limitado, pois não permitia a realização dos maiores sonhos da ciência, e clamei a Deus pôr sabedoria.

O meu conhecimento científico quando adolescente, era suficientemente grande, ao ponto de ensinar a meus professores.

Pois sempre fui auto didacta, um devorador de livros "úteis". E devido a isso, sabia que precisava de uma metodologia filosófica, que pudesse me levar a verdade.

Em três anos a procurei e desenvolvi a filosofia que possuo hoje.

A

seguir, analisando muitas pistas do universo entendido na época, iniciei a procura da verdade.

E

como disse, em 4 de Fevereiro de 1986 aos 23 anos, concluir que é possível regredir no tempo e que é possível fabricar

a

anti-gravidade.

Esse dia me é importante, pois automaticamente tive a certeza que a Máquina do Tempo é o Mistério

de Deus segundo a razão humana.

Porém, o prémio Nobel de Física, escorria pelo ralo. Pois eu era o Último Génio da Ciência pré apocalíptica, e a partir de então, a minha função não era mais a ciência, mas alertar ao mundo quanto a consumação das profecias. Uma vez que descoberto o Mistério de Deus, fui induzido pela razão a descodificar a Bíblia e outros livros sagrados, assim como

as profecias. E os descodifiquei.

Pois o Mistério de Deus, só é revelado a profetas conforme relata Apocalipse capitulo 10.

Mas a mim não foi revelado, e sim, descoberto. Não obstante, sabia o que não era permitido a homem comum conhecer.

6

E, como prémio pela descoberta (segundo os incultos), ganho o título de Falso Profeta. Porém, profeticamente, nem pro-

feta eu sou, e por isso, não afirmo que sou profeta. Eu sou apenas Voz, que poderia ter ganho o prémio Nobel de Física, construindo a Máquina do Tempo, se este não fosse o Mistério de Deus segundo a razão.

Embora, através do entendimento das Escrituras, saiba o desenrolar de toda História da Humanidade: passado, futuro e presente "pôr ter descodificado" "mediante a Operação do Erro". Mas, não sou profeta. Mas sim, um viajante intelectual da Máquina do Tempo. Ou em outras palavras mais harmónicas a teologia: eu sou aquele que tem entendimento para calcular o número da besta (Ap.:13;18). Talvez este tenha sido o prémio de consolação dado pôr Deus, àquele que des- cobriu o que o mundo pecador não pode construir.

Pois a Máquina do Tempo só pode ser construída pôr servos do Deus Vivo.

Filosoficamente, só se constrói a mesma, se souber o que tem de fazer com ela. E só viajando intelectualmente na mes- ma, que se pode utilizá-la na prática, assim como construí-la, sem que se altere a História. Pois interferiremos na Histó- ria, somente nos pontos em que a História permite interferência. Enfim, ocupando a função dos anjos. "Mas para saber isso, precisamos conhecer ou construir o Livro da Destra de Deus (Apocalipse, capítulo 5, versículo 5), Todavia tal visualização só é permitida à Jesus e este é o motivo racional de ter Jesus como o Mestre, pois apenas Ele pode nos dire- ccionar a Verdade

E a filosofia que proporciona a construção da Máquina, requer de seus "construtores", uma harmonia completa com

Aquele que criou o universo, para que os construtores da Máquina não interfiram erroneamente na História, alterando-a

e pôr consequência, caotizando o universo.

É devido a essa filosofia, que Deus se faz refém daquele que mediante a Sua vontade, possui condições físicas de cons-

truir a Máquina, e assim Deus adapta o cérebro do construtor da Máquina, para que tal cérebro possa entender o meca- nismo do universo, e as linguagens de Deus. Descodificando desta forma, todos os mistérios existentes no universo e nos Livros Sagrados, para que o construtor da Máquina, não altere a História e obriga delicadamente ao construtor filosófi- co da Máquina à reconhecer Jesus como tutor da Sabedoria Plena, o que não é dificuldade para qualquer cristão, visto que sou cristão e vejo Jesus como Deus e o meu suficiente Salvador.

Enfim, basta a mim, perguntar a Deus que Ele responderá, e Ele responde as minhas perguntas, através da obra que Ele fizera em meu cérebro, fazendo-me chegar a resposta através de análises do problema. Dando a entender que eu desco- bri o mistério. Mas sei que tudo que descubro é mediante a obra que Deus fez em meu cérebro.

Mas não digo que Deus me revelou o Mistério. Pois Deus me fez saber, que nada me foi revelado, e sim descoberto mediante as pistas que o universo oferece.

A conclusão é, que não há nada mais para ser revelado, pois todas as pistas já existem. O que se precisa, é possuir

conhecimento de tais pistas e descodificar o Mistério. E é isso que faço. Embora aparentará a muitos, que esse Livro é um Livro de um profeta do Deus Vivo. Mas eu não sou profeta, sou aquele que tem inteligência para descodificar misté- rio.

Se um dia eu for visto como Génio, não serei pôr meus próprios métodos, mas pelo modelar que Deus promoveu em meu entendimento, de modo que eu pudesse descodificar Seus Mistérios.

É pôr tudo isso, que digo não ser profeta e nem falso profeta. Sou um descodificador de Mistérios.

Obviamente, creio ter condições de construi-la fisicamente. Não afirmo com convicção, que sei construi-la na prática. Pois tudo se inicia com Teoria.

Elementar.

A Máquina do Tempo, relatada nesse Livro, não é ficção de Steeven Spielberg, onde se altera a História. Pois, é impossí-

vel Alterar a História, mas é possível construir a Máquina do Tempo, e por isso, só se constrói a Máquina do Tempo quando sabe-se o que fazer no passado ou no futuro. E para saber, precisa-se entender todo o universo e a História, ten- do capacidade intelectual de prevê-la.

Uma vez isto adquirido: Deus permite aos homens (dando-lhes o título de anjos), que construam a Máquina do Tempo e interfiram na História mediante a Justiça do Deus Vivo e nos pontos em que a História registra interferência de anjos

Eis, o conhecimento:

Espero que não o joguem aos porcos.

Eu sou o vencedor da Igreja de Laodisséia (Ap.:3;21), aquele que se assentará no Trono de Deus juntamente a Jesus, como provarei teologicamente no desenrolar desse Livro.

RIO DE JANEIRO, 13 DE MAIO DE 2001

(Introdução com pequenas modificações em 8/2/02).

Rosemberg Mendonça do Nascimento

7

8

9

CCAAPPÍÍTTUULLOO 11 MMÁÁQQUUIINNAA DDOO TTEEMMPPOO

10

11

A anti-partícula é a própria partícula regredindo no tempo. O que transforma uma partícula em anti-

partícula, é apenas a forma de rotação da mesma.

Ou seja, uma rotação que faz um cubo se tornar um globo.

A noção de massa, que possuímos deriva dessa forma de rotação do corpo.

Esse tipo de rotação, denomino de MIC (movimento Intra-Corporal).

O Spin, é caracterizado pela rotação do electrão em torno de seu eixo, produzindo um campo electromag-

nético.

O MIC, é caracterizado pela total rotação do corpo, produzindo efeitos no plano quadridimensional, fabri- cando sensação de massa.

Quanto menor for o MIC, maior será a massa.

Ao acelerarmos um corpo, parte de seu MIC se transforma em outro tipo de movimento, e assim, sua massa aumenta.

Um corpo, ao chegar a velocidade da luz, o seu MIC será zero, com infinita massa, e encontramos o limite da velocidade.

Se conseguíssemos, fazer o MIC girar negativamente, encontraríamos a anti-matéria. Mas, teríamos mas- sa negativa. Todavia não existe massa negativa. Logo, a massa negativa, está regredindo no tempo, e por isso nossos sentidos a percebem como tendo massa positiva.

Este tipo de fenómeno ocorre no Buraco Negro:

BURACO NEGRO:

Qualquer matéria que seja capturada pôr um Buraco Negro, se anti materializa no núcleo do abismo, pois seu MIC a medida que penetra no abismo, vai perdendo rotação, e ao chegar a rotação zero, teoricamente

ele continuaria caindo, então, teoricamente esse MIC continua rodando na direcção do movimento, e passa

a rodar negativamente, transformando-se em anti-matéria. E ao invés de cair mais, ele começa a subir o Buraco Negro, porém, anti materializado e regredindo no tempo.

Os observadores externos ao vê-lo, dirão tratar-se de uma anti-matéria sendo capturada pôr um Buraco Negro. Quando na verdade, é a matéria que entrou, e agora está saindo.

A matéria quando entrou, estava em baixa velocidade, que cresceu até chegar a velocidade da luz, devido

a Queda Livre. Porém, quando a anti-matéria saiu, a mesma foi expulsa do Buraco Negro com uma forte

repulsão, e saiu na velocidade da luz, e, constante, pois não há nada para desacelerá-la.

Assim, os observadores externos, verão a anti-matéria entrar no Buraco Negro na velocidade da Luz, pela direcção contrária a direcção que a matéria foi capturada pelo Buraco Negro.

A anti-matéria sai do Buraco Negro regredindo no tempo, na velocidade da Luz, em direcção exactamente

oposta a direcção de entrada da matéria.

QUASAR:

É exactamente o contrário de um BURACO NEGRO. Pois não provoca um abismo no plano quadridimensio- nal, mas uma elevação, como uma montanha.

Todavia, o Quasar, resulta da Implosão de uma Super Nova que originou o Buraco Negro. Pôr conclusão subsequente, toda Matéria derivada da Super Nova, que venha gerar um Buraco Negro, adquire uma con- centração de massa tão grande, que excede a resistência do plano quadridimensional.

12

Este excesso é convertido em energia potencial, ou seja:

A compressão da massa, tende a interromper o MIC, e existe uma equivalência de suportação do plano

quadrimensional com o máximo de massa num determinado espaço.

Se este máximo de massa, supera o espaço que o plano quadridimensional suporta. Este excesso sofre o efeito da anti materialização, antes de chegar ao núcleo do Buraco Negro, gerando a implosão da Super Nova, que tende a gerar o Buraco Negro e no Núcleo do abismo, haver a anti materialização total, e con- sequente saída do mesmo.

Entretanto, a Implosão impulsionará esta anti-matéria da Super Nova a adquirir uma grande velocidade. Como, não existe velocidade maior que a da luz, esta será a velocidade de saída da Super Nova anti mate- rializada. Este suposto excesso de velocidade, alterará o MIC desta anti-matéria que estará excedendo a suportação do plano quadridimensional, que tenderá a desacelerar a anti-matéria, até encontrar a equiva- lência.

E quando esta equivalência é encontrada, o bloco de Anti-matéria proveniente da Super Nova, encontra a sua nova órbita.

Todavia, pelo fato de ser anti-matéria, ela gera uma elevação no plano quadridimensional, sendo o oposto do Buraco Negro que lhe deu origem.

Entretanto, o excesso de concentração de massa, provocará efeitos positivos no campo gravitacional, que consequencionará uma deformação no plano quadridimensional muito especial.

Sendo um campo gravitacional muito intenso, proporcional ao excesso de massa da Super Nova capaz de gerar o Buraco Negro, após isto, se inicia um campo anti-gravitacional tão poderoso quanto o campo gra- vitacional do Buraco Negro.

Este fenómeno, é o Quasar.

Falsamente REGREDINDO NATURALMENTE NO TEMPO:

A localização dos Quasares, em relação aos Buracos Negros que lhes deram origem, são aleatórias. Entre-

tanto possuem uma grande importância para se regredir naturalmente no espaço-tempo.

Ex.:

Há um Buraco Negro que dista 1000 anos-luz de um Quasar qualquer.

Criamos uma linha imaginária entre a Nave, o Buraco Negro e o Quasar (anuladas todas as deformações gravitacionais).

A Nave respeitando essa recta imaginária, entra no Buraco Negro a 100 km/h.

1000 anos antes desta nave colidir com o núcleo do abismo:

Naquele Quasar, de repente algo surpreendente acontece, vê-se surgir do nada na superfície do Quasar, uma explosão, e dentro dessa explosão, uma nave e um bloco de anti-matéria se distanciando em direc- ções opostas e diferentes velocidades.

O bloco de anti-matéria se distancia na velocidade da Luz em direcção aquele Buraco Negro.

Já a nave, em direcção totalmente oposta começa a se distanciar do Quasar a partir da velocidade zero e adquire velocidade, como se estivesse caindo em uma montanha russa, até chegar na velocidade da Luz, e começa subir outra montanha, e sua velocidade diminui e ao término desse passeio, se encontrará a uma velocidade passiva de manobras inteligentes, dependendo do campo gravitacional do Quasar. Este campo

é proporcional ao excesso de massa da Super Nova que o originou.

13

O bloco de anti-matéria que fora expelido da periferia daquele Quasar, ruma na velocidade da Luz em

direcção ao Buraco Negro, e 1000 anos depois é capturado pôr ele. E no núcleo do abismo colide com a nave, e ambas desaparecem.

O quê aconteceu?

Houve um regresso de 1000 anos no espaço-tempo.

Porém, não houve um real regresso no tempo, pois a nave se encontra a 1000 anos-luz de distância do Buraco Negro. Esta Nave só regrediria de fato no tempo, se a partir desse momento ela traficasse numa velocidade superior a da luz.

Mas, isto é impossível, pela ciência actual.

A distância entre um Buraco Negro e o Quasar proveniente dele, é proporcional ao excesso da massa da

Super Nova que originou o Buraco Negro.

Baseado nesses argumentos, conclui-se que toda luz absorvida pôr um Buraco Negro, há de reaparecer em algum Quasar. E assim, um Quasar emite Luz que não provém dele.

Pôr conseguinte, pode ocorrer de um Quasar se movimentar no espaço a uma determinada velocidade. E para efeito de cálculos, resolveríamos analisar o espectro de sua luz, e concluiríamos, que essa luz, possui um grande desvio para o vermelho (efeito Doopler), concluindo que se encontra a uma grande distância da Terra.

Ao equacionar-se esses dois valores, poder-se-ia concluir que a velocidade a que o Quasar se movimenta pelo espaço supera a velocidade da Luz. O que aparentemente é impossível.

Se isto de fato ocorrer, a única explicação, é que o Quasar é a saída do Buraco Negro.

Isto ocorre?

Sim, ocorre!

É dito que o Quasar, é uma Galáxia em formação. E daí?

Pois tudo que o Buraco Negro absorve, sai no Quasar. Portanto nada mais elementar que uma Galáxia nasça a partir de um Quasar.

A MÁQUINA DO TEMPO:

A princípio, pelo que já vimos (superficialmente) em relação ao MIC, é ele o principal responsável pelo

espaço-tempo.

A velocidade da Luz, é o momento em que o MIC do corpo é zero.

Corpo: lê-se núcleo.

Se regride no tempo, quando o MIC do corpo é negativo. Enfim, se ao colocarmos o MIC do corpo a zero, e depois o colocarmos no negativo, o corpo vira anti-matéria e regride no tempo. E no passado, invertería- mos o processo, e rematerializaríamos o corpo.

Como poderíamos fazer isso?

Acredito, que se colocarmos o corpo a girar em todas as direcções e acelerarmos continuamente até que a velocidade de Giro, chegue a velocidade da Luz. Provocaríamos alteração no campo gravitacional do corpo.

14

O

profeta Ezequiel, fala algo parecido, em relação as Quatro Rodas, onde cada, girava em uma direcção, e

o

núcleo haveria de ser em todas as direcções.

Se, me apoiar exclusivamente em Ezequiel, vou concluir que a menor parte da matéria não é um globo, como todos imaginam, mas sim, um cubo. Pois só um cubo, possui 8 ângulos, onde cada Roda de Eze- quiel, se responsabilizaria pôr dois ângulos desse cubo fazendo girar em torno de seu eixo. E como são 4 Rodas, haveriam de ser 8 ângulos. E assim, teremos um cubo.

Todavia, um cubo girando em 4 direcções simultaneamente, sua forma só poderia ser um globo. Assim, aparentemente a partícula é um globo, mas se estiver em repouso, ela será um cubo.

A menor parte da Matéria possui a forma de um cubo, porque um cubo é o espaço vazio do cruzamento

gráfico entre a quinta e quarta dimensão. E um corpo que se ajustar perfeitamente a esse espaço, não

provocará deformação no espaço-tempo. Devido a isso, a menor partícula do universo, em repouso tende

a possuir a forma cúbica. Não obstante, quando a mesma faz deformação no espaço-tempo, é porque ela se encontra em MIC.

Desta forma, se montarmos as quatro rodas Ezequiel, poderíamos alterar o MIC de qualquer corpo, e assim construir ovnis e máquinas do tempo.

A Quinta dimensão é perpendicular a quarta, e o plano quadrimensional não é único, e sim uma infinidade

deles que são interligados pelos vectores Pentadimensionais, que cruzam os planos quadrimensionais.

É devido ao encontro entre a quarta e quinta dimensão, que partícula adquire forma cúbica.

Porém, estando cúbica, ela passa pelos planos quadridimensionais, sem ser percebida, e só se faz percep- tível, quando gira, e girando, gera a deformação nos planos quadridimensionais, quando a mesma passa pôr eles "MIC".

No decorrer do raciocínio, conclui-se que existem uma infinidade de planos quadridimensionais que são paralelos uns aos outros, sendo distantes entre eles no valor do tamanho da menor partícula "que em repouso, tende a ser cúbica". E a quantidade de tais planos é o infinito.

Cada plano quadrimensional, possui a dimensão do universo.

Se pudéssemos visionar tais planos: os mesmos apresentar-nos-iam, como que uma infinita sequência sobreposta de superfícies.

Cada um desses planos quadridimensionais, representam um momento no tempo, possuindo sobre ele, todas as características materiais daquele momento no tempo.

Esses planos quadridimensionais são ligados entre si, pelos vectores pentadimensionais, que são perpendi- culares aos quadrimensionais.

O passado, o futuro e o presente existem no absoluto, pois cada plano quadridimensional é um momento

do universo. O que nos dá a sensação de que o tempo passa, é porquê "algo", trafega de plano para pla- no, na direcção pentadimensional. E este "algo", é conhecido como espírito.

Ou seja, um tipo de matéria, que como todas as outras possui o MIC. Entretanto, com excesso de rotação na direcção Pentadimensional, que faz este "algo" espírito, trafegar em direcção ao futuro, passando de matéria para matéria, como se fosse uma infinita reencarnação.

Este é o segredo Físico da Vida.

Entretanto, quando alteramos o MIC do corpo vivo "através de sua proximidade com o campo proveniente do corpo com MIC alterado artificialmente". Alteraremos proporcionalmente o MIC do espírito, e assim levamos o corpo e o espírito ao passado, pôr encontrar-se sob a influência do campo emitido pelo núcleo em MIC.

15

(

)

Não convém, me aprofundar nesse item, pois é tema exclusivamente científico.

Os discos voadores:

Devido ao Mistério Central. Os ovnis, se movimentam com o mesmo princípio relatado anteriormente:

Pois, se zerando o MIC a massa aumenta, aumentando o MIC, a massa diminuiria, podendo chegar a qua- se anti gravidade. E simultaneamente o tempo do interior do ovni passaria mais rápido que o tempo externo. Podendo o tempo externo até parar.

Mas para aumentarmos artificialmente o MIC, precisamos saber a verdadeira direcção do MIC, caso con- trário, será o mesmo que tentar fazer funcionar um automóvel que esteja fora do ponto.

A minha arbitrariedade momentânea, será dissipada no desenvolver desse livro. Entretanto, a totalidade

Física da Máquina do Tempo, e pôr conseguinte os ovnis, é tema que diz respeito a Física. E a eles exporei

o trabalho abertamente, e em sua totalidade, pois o demonstrado aqui, corresponde a uma pequenina parte do trabalho que desenvolvi, paralelamente a descodificação dos mistérios bíblicos.

A MÁQUINA DO TEMPO EXISTE?

Se ela for construída. Logo ela já existe!

A Máquina do Tempo regredindo no tempo, ela se anti materializa, e devido as quatro Rodas de Ezequiel,

ela se faz globular.

Portanto, ela é um globo anti materializado, quando está regredindo no tempo.

Ela não precisa estar trafegando na velocidade luz, para regredir no tempo, pois através do MIC, sua velo- cidade pode até ser zero.

Quando a mesma é accionada em direcção ao passado, tem-se a impressão que um bloco de anti-matéria cai sobre a Máquina do Tempo destruindo-a, sem deixar vestígios. Pois este bloco de anti-matéria vem do passado em direcção ao futuro. Como se tivesse sido lançado de algum ponto no passado para no futuro cair sobre a Máquina do Tempo e destrui-la.

Como ela é constituída de Anti-matéria, ela não pode se encontrar num local onde exista matéria, pois a destruiria. Então é necessário que ela esteja no vácuo absoluto, e tal, só pode ser o espaço sideral.

No Espaço Sideral, ela não poderá ficar em repouso, pois seria atraída gravitacionalmente a qualquer outro corpo celeste. Daí, convém que ela esteja em órbita, de uma estrela ou planeta.

Esta órbita poderia ser, cometária, ou planetária.

Todavia, a Máquina do Tempo anti materializada, mesmo em órbita, está sujeita a colidir com algum aste- róide.

Porém, a Máquina do Tempo leva naves ao passado. Porquê motivo, essas mesmas naves que chegaram ao passado pela Máquina do tempo, não voltariam ao futuro seguindo o bloco de anti-matéria, com a fina- lidade de protegê-lo contra colisões com corpos celestes? Isto ocorrendo, temos pôr assim dizer, o esque- ma de uma Máquina do Tempo, regredindo no tempo:

É

um bloco de anti-matéria em órbita seguido de nave.

O

cometa Halley Bopp, que passou em Maio de 1997, segundo alguns astrónomos: haviam naves em sua

cauda!

16

Esse mesmo cometa, foi o responsável pelo suicídio de alguns fanáticos religiosos, que seguiam um homem que se dizia Jesus. Eles se mataram na esperança de pegar carona na cauda do cometa, que eles também diziam haver naves.

Em síntese, para se lançar uma Máquina do Tempo ao passado, tendo o planeta Terra como base (poste- riormente será melhor entendido), é necessário parar o tempo da Terra, através de grandes 4 Rodas, que deveriam estar no centro da Terra (Mistério Central).

A Terra estando com o tempo parado. Será accionando as quatro rodas menores, que estariam na superfí-

cie da Terra, que seria a Máquina do Tempo. E essas quatro rodas seriam accionadas para chegar ao MIC zero.

Ao atingir esse estágio, o tempo da Terra volta ao normal. E o globo rotativo desaparece. E, na superfície da Terra, ficam dois chifres, que é o acelerador da Máquina do Tempo.

Algumas horas antes deste lançamento ao passado, (quando o tempo da Terra ainda não tinha parado), as pessoas farão a seguinte observação:

Elas verão um bloco de anti-matéria vir em direcção ao globo giratório, e quando colidir, desaparecerá e só ficará dois chifres.

Quando a intenção é desacelerar uma Máquina do Tempo que vem do futuro para o passado. A observação das pessoas será oposta a anterior.

Esse processo em desacelerar a Máquina do Tempo dar-se-ia dessa forma:

Quando a mesma é accionada em direcção ao passado, tem-se a impressão que um bloco de anti-matéria (que os leigos pensa ser um asteróide natural) cai sobre a Máquina do Tempo destruindo-a, sem deixar vestígios.

Mas o processo agora é inverso:

Terá de ser sabido antecipadamente pôr aqueles "anjos" que tem a responsabilidade de desacelerar a Máquina do Tempo que vem do futuro, a Hora, o Dia e o Local, que a Máquina estará para encontrar-se com o desacelerador. Para que possa ser desacelerada.

Assim, exactamente com essas coordenadas, o tempo da Terra terá de ser parado.

Uma nave, que funciona como desacelerador, capaz de trafegar com o tempo externo parado "com o mesmo mecanismo dos ovnis", irá em direcção ao bólido anti materializado, com a finalidade de acoplá-lo ao desacelerador.

Como o tempo está parado, este Bólido não se encontrará totalmente anti materializado, apenas os globos mais internos que se encontra em rotação aproximando-se a velocidade da Luz, que estarão anti materia- lizados.

Porém os dois pontos de acoplamento, não estarão anti materializados, e sim parados, porém girando em seu eixo.

A nave responsável pelo acoplamento, se fixam nos dois pontos que estão parados e girando sobre seu

eixo do bólido, e se acopla a eles.

Feito isto, a Nave desce a Terra, se fixa a superfície da terra, e desacelera o Bólido, e o mesmo desacele- rado, se transforma nas Quatro Rodas de Ezequiel em repouso, que se desacopla da nave maior e aterra na Terra, ou não.

Após isso, o tempo da Terra, poderá voltar ao normal, e isto é feito.

E, assim será observado pelos homens comuns:

17

de repente vê-se na superfície da Terra uma grande nave com dois Chifres, e destes, sair um bloco rotativo de Anti-matéria em direcção ao espaço, e sobre a superfície da Terra, uma Máquina do Tempo em repouso (as Quatro Rodas de Ezequiel em repouso).

Obs.: vê-se que esse projecto de Máquina do Tempo, precisa que alguém já esteja no passado e fabrique as condições, para que se possa desacelerar a Máquina do Tempo.

Este alguém que já estava no passado, antes da Máquina do Tempo ir ao passado. É aquele primeiro aventureiro que entrou no Buraco Negro, e com sua Nave, adquiriu velocidade acima da velocidade da Luz, o que é fácil pela compreensão do MIC, e com essa mesma nave, produziu o desacelerador no passa- do da Terra. Para desacelerar talvez a si próprio que pôr algum motivo precise retornar ao passado outra vez.

Quanto as Grandes Quatro Rodas do Centro de quase todos os astros (Mistério Central), a História é mais ou menos parecida, que no desenvolver desse livro, mostrarei.

Em 30 de Junho de 1908, caiu em Tunguska na Sibéria, o chamado Bólido de Tunguska.

Este corpo celeste, entrou na atmosfera terrestre a uma grande velocidade, e de repente desacelerou, e explodiu sem tocar no solo.

Os sismógrafos de todo o mundo registrou o acontecimento.

Pelo que descobri até o presente momento (6 de Março de 1999), este Bólido de Tunguska, só pode ser uma Máquina do Tempo, retornando ao passado. Pois as características divulgadas a respeito deste bólido, corresponde a todas as características de uma Máquina do Tempo regredindo no Tempo.

O

Buraco Negro é o Grande Abismo do Apocalipse.

O

Buraco Negro, é o Grande Abismo do Apocalipse, e quando se emerge do abismo, significa teologica-

mente, que a besta regrediu no tempo, e está de volta ao presente.

E quando se abre o poço do abismo, significa, que a besta emergida do abismo, retornou a nossa época.

APOCALÍPSE:

GRANDE ABISMO: Buraco Negro, sua principal característica é proporcionar o regresso no Tempo (ir ao passado).

EMERGIR DO ABISMO: retornar ao presente após ter ido ao passado. Astronomicamente, é um Quasar.

LANÇAR NO ABISMO: regredir no tempo.

EFEITO BABILÔNIA NA GRAVIDADE:

Relato, que este trabalho, apoia-se irrevogavelmente na concepção de que a Terra é oca, e existe uma nave no centro da Terra, que emana um campo anti-gravitacional. Sem isto, a existência da Máquina do Tempo para a Terra é impossível.

Quanto a entrada pelos pólos, a qual Raymond Bernard supõem em seu Livro TERRA OCA, não é obrigato- riamente necessária a sua existência.

Este livro, a TERRA OCA, de Raymond Bernard, é um trabalho de um teor investigativo dos mais medío- cres que já tomei conhecimento até hoje. E, se a veracidade, fosse medida pelos valores culturais do autor. Com certeza, a obra Terra Oca, seria 100 % mentirosa.

Exponho esta crítica ao livro, para que de forma alguma, me comparem a Raymond Bernard, e as bestei- ras que expôs em seu livro.

18

Todavia, afirmo, que o Livrinho, se apoia irrevogavelmente na concepção de que a Terra é Oca, pois sem isso, tudo que escrevo não faz sentido.

Existe uma Grande Nave no centro da Terra que emana um campo anti-gravitacional que fora o responsá- vel pela formação Oca da Terra, e este é o Mistério do Centro dos planetas, que relatei anteriormente.

Pois a Nave, tem a capacidade, uma vez accionada de provocar uma deformação no plano quadridimen- sional, que denomino, EFEITO BABILÔNIA.

Uma Nave, pôr possuir massa, ela provoca elementarmente, um campo gravitacional, e, atrai massa para sua superfície.

Porém, quando é accionada a parada do tempo interno na Nave, a mesma se eleva no plano quadridimen- sional. Não obstante o seu campo gravitacional continua existindo, porém distante da superfície da Nave, onde o centro de gravidade da Nave, encontra-se envolvendo a nave, porém a uma determinada distância da mesma, consequencionando um campo de força.

Este campo de força, repele toda massa. E desta forma, a massa que porventura, resolver colidir com a nave (atraída gravitacionalmente) haveria de estacionar no limite deste campo de força, onde inicia o campo anti-gravitacional da nave (Pois o centro de Gravidade, foi expulso para longe da Nave, mas conti- nua existindo) e assim, com o passar de milénios, a nave estaria envolvida de uma camada de massa, dando-lhe a forma globular. Entretanto, este globo formado, haveria de ser Oco, e uma nave, estaria em seu interior.

Este fenómeno, está ocorrendo com o Asteróide 3757, que orbita em torno da Terra. Que é a nave Monte 6, cujos tripulantes, encontram-se em sono, ou seja, com o tempo interior da nave "quase parado".

A Lua, também é oca, e a Nova Jerusalém é a sua Nave Central.

Posteriormente, estes "fatos" serão explicados.

EFEITO BABILÔNIA:

O Efeito Babilónia, é como se a Nave Central estivesse no alto de uma montanha, cercada de águas (mas-

sa) pôr todos os lados.

Esta é a deformação que Nave Central terrestre, ou planetária, faz no plano quadridimensional.

E isto faz dos planetas serem ocos, com uma nave em seu centro.

Como já disse, posteriormente adentrarei mais pormenorizadamente neste tema.

A FORMAÇÃO DOS PLANETAS:

A Lua, assim como a maioria dos corpos celeste: são ocos.

Este fenómeno deve-se ao Efeito Babilónia, descrito anteriormente. E a explicação, é simples:

Quando uma nave de grande massa gravitacional se encontra em órbita, estando em meio a um grande aglomerado de poeira cósmica {Sistemas Planetários em formação}. A Nave, acciona seu campo anti- gravitacional, para que a poeira cósmica, não envolva a sua superfície.

Esta nave, independente de sua forma geométrica, gera um campo anti-gravitacional globular em sua vol- ta.

Não obstante, a nave continuará possuindo massa, e fará uma deformação no plano gravitacional propor- cional a sua massa. Entretanto em sua periferia terá o campo anti-gravitacional. Gerando o efeito Babiló- nia.

19

Com o passar de milénios, o encontro entre o campo gravitacional e o anti-gravitacional, ficará coberto daquela poeira cósmica, formando uma crosta. E dando a forma planetária.

Isto ocorreu, com a Terra, com a Lua, com Vénus e vários outros planetas.

Sendo que a Nave que se encontra no Interior da Lua, é a Nova Jerusalém, e a sua forma é quadrangular. Embora devido a seu MIC, aparentar-se-á globular.

As naves que se encontram no interior dos outros corpos celeste, não nos diz respeito nesse capítulo, e por isso não relatarei no momento.

Nova Jerusalém, nave Monte e nave Pedra:

Vários tipos de naves serão descritas nesse livro, onde todas se relacionam a Máquinas do Tempo: seja como lançador ou Máquina do Tempo propriamente dita.

Os ovnis "discos voadores", que aqui serão descritos, são apenas o meio de transporte dos "anjos".

Quanto as outras naves: estas além de ser uma estação orbital, são Máquina do Tempo. E denominá-las-ei de nave Monte e nave Pedra. Onde a menor é a nave Pedra que se acopla a nave Monte. E a nave Monte se acopla a Nova Jerusalém.

Nave Monte e Nave Pedra, vem do Livro de Daniel, onde a Pedra é cortada do Monte e atirada sobre os dez dedos dos pés da estátua de Nabucodonossor.

A nave Monte é um lançador de nave Pedra no tempo.

20

21

CCAAPPÍÍTTUULLOO 22 AA MMÁÁQQUUIINNAA DDOO TTEEMMPPOO EE AA HHIISSTTÓÓRRIIAA

22

23

Inicialmente, faço questão de apresentar esse Livrinho como uma obra de ficção científica, não me preo- cupando em legitimá-lo a Bíblia.

Contudo, gradativamente, tais legitimações aparecerão naturalmente, pelo simples fato de como veremos

a seguir: esse Livro não é ficção, mas sim a realidade do universo exposta de uma forma bastante suave e desmistificada.

Exposta pôr alguém que possui AUTORIDADE de fazer esclarecido todos os mistérios do universo, segundo

o que está profetizado na Bíblia e em outros Livros Sagrados inspirados pelo Deus Vivo.

Este ser de Autoridade, é aquele previsto na Bíblia no capítulo 4 de Malaquias.

Enfim, estou no espírito de Elias. E aqueles que temem a Deus e conhecem a Palavra, convém que me

ouçam!!!

Pôr mais futurista que eu possa aparentar pôr falar sobre Máquina do Tempo, não me sinto dessa forma. Pois se hoje aparento ser futurista, o erro não está em mim, mas naqueles que divulgam o conhecimento que se fazem ultrapassados. Assim sendo, eu não sou futurista, já que intelectualmente me encontro no presente; mas as mentes que lideram o mundo, que se fazem secularmente atrasadas em todos os níveis:

quer político ou científico.

Nota: poderia sem muito esforço teológico explicar o porquê que estou no Espírito de Elias e até dizer que eu poderia ser uma das Testemunhas Mártires do Apocalipse capítulo 11. Mas, eu estaria dizendo o óbvio. Pois qualquer cristão sabe, que João Batista veio no espírito de Elias, contudo o plano de Deus para com os Judeus não se concretizou naquela época, e por isso um outro Elias viria.

E eu me apresento como sendo esse Elias, e todos sabemos que isto iria acontecer. Portanto, não há motivos para se escandalizar com a minha pessoa. A questão é saber, se sou ou não enviado do Deus Vivo para desempenhar esse ministério profético. Alerto entretanto, que a ideia de que Elias virá do céu, é teo- ria humana e tão passiva de erro como qualquer teoria humana, já que estou no espírito de Elias e nasci no século XX.

Porquê precisamos construir a Máquina do Tempo?

Vivemos num universo constituído de vários planetas e em alguns deles hão vida, tão inteligente quanto a nossa. Não obstante, dificilmente a forma física deste é semelhante a nossa e no entanto, somos imagem

e semelhança de Deus.

Pôr ventura, seríamos nós seres humanos, os únicos semelhantes a Deus?

Responder essa pergunta no momento, com certeza escandalizaria a muitos. E pôr isso, não responderei agora.

Mas

se não existir nenhum Deus semelhante a nós, precisaremos criar Um. E a Máquina do Tempo faz

isto!!!

Teria sido este o argumento no qual Lúcifer utilizou para que ele "criatura", se dissesse Criador???

Posteriormente, voltaremos nessa questão.

Trataremos então do motivo que levaria o homem a construir a Máquina do Tempo, caso fosse possível sua construção.

Digamos que hoje, você "leitor" visualiza um disco voador descendo sobre seu quintal, e a porta da nave se abre e de seu interior sai uma pessoa.

Você ao olhar a pessoa é tomado pôr uma grande surpresa, pois vislumbra um ser semelhante a ti, contu- do um tanto mais velho e que lhe afirma ser você regredido no tempo.

24

Você se nega a crer que aquela afirmação seja verídica.

Ao passar de anos

A Máquina do Tempo é inventada na Terra, e você faz parte desse conjunto. Então, em dado momento de

sua História, você regride no tempo e se visita no passado, vivendo a situação relatada anteriormente, mas sob outro ângulo, onde você passa a ser o ser que saiu do disco.

O que quero mostrar nesse exemplo, é que em nenhum momento, a História foi alterada. Pois você entrou

em contacto consigo mesmo que veio do futuro. Após isso, ao passar de anos, você regride no tempo para ocupar o espaço daquele que se disse você regredido no tempo.

E assim, vossa senhoria cumpriu o papel que a História lhe reservou, sem alterá-la em um único ponto.

Mas, digamos que no futuro, você se recuse a regredir no tempo para se encontrar consigo mesmo no passado.

Se assim agisse: estarias alterando a História?

Com certeza alteraria: E isto destruiria totalmente a racionalidade da existência da Máquina do Tempo, pois é extremamente irracional a estrutura filosófica da Máquina do Tempo de Steeven Spielberg "DE VOL- TA PARA O FUTURO", onde sua principal função é alterar a História "e isto é impossível"!!! E facilmente explicável: pois se foi Deus quem criou a História.

Quem somos nós para tentar alterá-la, pôr ventura faríamos uma História mais Perfeita???

As "aparentes imperfeições" de Deus, nada mais são, que Perfeição aquém do entendimento comum!!!

Uma vez que a História registrou que você no passado encontrou com um semelhante a ti, que se disse você regredido no tempo. Mas no futuro, você se recusou a executar essa tarefa que estava determinada a ti.

Pôr ventura, no futuro serias obrigado a cumprir essa tarefa de regredir no tempo ainda que não quises-

ses?

Claro que não!!!

Pois se quisesses, poderias alterar a História caotizando todo universo, com a simples subtracção ou acréscimo de um único gesto em seu comportamento para consigo no passado.

E assim, caso a Máquina do Tempo exista, os seus viajantes precisam ser completamente fiéis a História, para que não a altere "visto que a mesma é perfeita".

Mas no entanto, a vontade de alterá-la existiria. E assim, como anular-se-ia esse problema?

Para se anular esse problema, basta a invenção da mentira, e de seu respectivo pai, que é Lúcifer.

Pois se o leitor não quis regredir no tempo para conversar consigo mesmo no passado, e no entanto esse fato "aparentemente" ocorreu. Você não regredirá no tempo para esse propósito, e assim a sua vontade prevalecerá.

Mas, quem teria sido aquele humano que se disse você regredido no tempo quando sai daquele disco voa- dor que havia pousado em seu quintal?

Resposta: Foi um anjo de Lúcifer "disfarçado de ti regredido no tempo", que aterrou em seu quintal na finalidade de enganá-lo quanto a existência da Máquina do Tempo.

Esse anjo de Lúcifer, na verdade não veio do futuro. Ele apenas escolheu o leitor para tentar enganá-lo.

25

Mas, se no futuro, você mudasse de opinião e resolvesse regredir no tempo para executar aquela tarefa. A História teria sido aquela relatada outrora, sem que um única vírgula da mesma tenha sido alterada.

Vê-se nesse exemplo, que o viajante do tempo, precisa ser demasiadamente correcto em sua missão (é com se Deus penetrasse no corpo do regredido - tipo tomado pelo Espírito Santo). Pois, quando diz respei- to a encontrar-se consigo mesmo no passado, a correcção precisa ser extrematizada, pois saber-se-á como alterar a História e com diversas formas, bastando apenas um gesto fora daquilo que o viajante "demónio" havia feito em seu primeiro encontro consigo antes de regredir no tempo.

"Disse demónio, pois apenas esses tentam esse tipo de proeza de alterar a História. Mas nunca conse- guem. Em primeiro lugar, é porquê demónio como veremos posteriormente não regride no tempo, e por isso não conhece o futuro, e não conhecendo, é impossível a eles alterar a História. Pois o ato que faz, pensando estar alterando a História, estarás apenas fazendo o que a História já havia registrado e ele não sabia.

Se os demónios conseguissem regredir no tempo: Deus em sua consciência plena da História prenderia o demónio antes dele cometer o ato que alteraria a História, e no lugar do demónio, poria um de seus anjos "anjo de Deus", para cumprir aquela missão, e este anjo não alteraria a História, pois faria tudo exacta- mente como a História havia registrado, pois de certa forma, estará tomado pelo Espírito Santo.

Devido a isso, caso a Máquina do Tempo exista, dificilmente será permitido o contacto "simples" entre a mesma pessoa em tempos diferentes. Pois a História do Universo se caotizaria devido a um único gesto de um único ser. Caso este resolvesse cometer tal ato.

E assim, sempre que se tentar executar tal feito "regredir no tempo para contactar-se consigo", haverão anjos que impedirão. Anjos estes, enviados directamente pôr Deus: o Grande Criador do Universo.

Pôr outro lado, quando for necessário que alguém cumpra uma tarefa no passado a qual a História regis- tra, e sua não execução caotizaria o Universo. Este alguém "querendo", irá executar essa tarefa.

Mas, retornando a pergunta inicial:

Porquê precisamos construir a Máquina do Tempo?

Nós seres humanos não precisamos construir a Máquina do Tempo!!!

Pelo simples fato de que Deus existe.

Se Deus Existe, logo não precisamos fazer aquilo que está determinado a Ele e seus anjos.

A priori, um homem que possui a Máquina do Tempo, pode perfeitamente existir antes do universo ser

criado e ser o Criador do Universo.

Enfim, a Máquina do Tempo cria Deus.

Se Deus existe, logo Ele não precisa ser criado. Se Ele não precisa ser criado, logo não é necessário criar a Máquina do Tempo, mesmo que sua construção física seja possível "pois se tentarmos regredir no tempo para ocupar o lugar de Deus: Deus nos destruirá".

Mas, se Deus pedir para que façamos a Máquina do Tempo na finalidade de sermos seus anjos. Então devemos construí-la. "Talvez, para que criemos um Deus que seja a nossa imagem e semelhança, caso outras formas físicas de seres inteligentes que se digam imagem e semelhança de Deus existam em outros planetas do universo, e sejam diferentes a nossa constituição física. Logo há um Deus diferente fisicamen- te de nosso Deus".

Então, quem seria o Deus desses Deuses???

Seria Ele um Super Deus???

26

Quem seria esse Super Deus?

Pôr ventura, seria o Espírito Santo?

Sua face nunca será vista, porém saber-se-á os efeitos de Sua Existência. E os respectivos Deus de outros planetas, saberão que existe o Super Deus "Espírito Santo", e todos Eles pensarão que o Super Deus é Ele com regressos no tempo a mais. Porém a educação que o Super Deus deu a Esses, fará com que Esses se auto intitulem Deus, mas ao Super Deus, será denominado de "Espírito Santo".

Se assim fosse, a História teria sido escrita e feita dessa forma, e o Deus de planetas se auto-intitulam Deus pois o Super Deus "Espírito Santo", assim confeccionou a História antes do nascimento daquele que ao regredir no tempo se tornaria o Deus de seu planeta.

Não obstante, uma vez a Máquina do Tempo estando construída, quem nos garante que entre os viajantes do tempo, só haverão anjos obedientes ao Espírito Santo. Pois bastaria um anjo rebelde, ao descuido dos demais anjos, regredisse no tempo além do permitido, localizando-se antes dos demais, e após, se auto- intitular Deus, pedindo para que os demais o veja como tal.

Em contraposição, imediatamente uma outra voz se dizendo Deus surgirá e o acusará de Lúcifer.

E o impasse estará formado.

Qual dos dois será o verdadeiro???

Teriam os dois utilizado do mesmo artifício???

Obviamente, estou expondo suposições. Uma vez que não afirmo ser necessário edificarmos a Máquina do Tempo. Pois só precisaríamos edificá-la caso Deus não existisse, ou se Ele nos pedisse para que edifique- mos e sejamos seus anjos aptos para a construção física do Paraíso prometido pelos profetas, inspirados pôr Deus.

Deus só fará essa solicitação, caso sua presença em determinado planeta, se fizer como inexistente. Ou seja, um planeta repleto de injustiça, onde as igrejas que se dizem representantes de Deus, estão mais próximas do Diabo, do que do meio-termo, e ainda afirmam com veemência que serão arrebatadas tama- nha a sua santidade. Mas, no entanto, ignoram ou até mesmo matam os enviados do Deus quando che- gam as suas portas, clamando pôr reconhecimento.

Isto ocorrendo, Deus terá que organizar um outro plano para resgatar aquele planeta para o universo dos vivos, e para isso, contará com os justos, já que muitas de suas igrejas se fizeram Babilónias.

Porém, se naquele planeta, as igrejas que se dizem arrebatáveis, reconhecem o enviado de Deus: Elas serão arrebatadas, e Deus colocará seu exército de anjos "que já existe", para destruir todos os demónios "bestas" que ficaram e dominam aquele planeta. Então, Deus liberta o planeta e nele estabelece o Paraíso.

27

CCAAPPÍÍTTUULLOO 33 AARRRREEBBAATTAAMMEENNTTOO DDAA IIGGRREEJJAA

28

29

Infelizmente para Igreja: estou no espírito de Elias.

E a alguns anos venho estado a porta de muitos templos denominados cristãos, dizendo que careço de ajuda para mostrar ao mundo as coisas que devem acontecer.

Porém, tais igrejas dizem que não precisam "me" ajudar. E dizem entre eles em suas consciências: se eu for de Deus, eu crescerei sozinho.

E pensam eles: Ora, está escrito que nós seremos arrebatados quando iniciar a Última Semana de Daniel,

e no início da primeira metade da última semana de Daniel: Elias e Enoque "talvez Moisés", profetizarão pôr 1260 dias contra a besta.

Se assim é: para quê auxiliar alguém que diz vir em nome do Deus Vivo, se dizendo estar no espírito de Elias.

Já que sabemos que Elias virá do céu, uma vez que ele não passou pela primeira morte no passado, tendo sido arrebatado pôr Deus, tal como Enoque. E, pôr isso eles voltarão a terra para morrer. Logo, não preci- samos de nenhum outro suposto Elias.

João Batista estava no espírito de Elias

mente a ninguém, de que estou no espírito de Elias, pelo simples fato que o tempo para as igrejas terem me aceito como tal, já acabou desde Outubro de 2000!!! Agora sofrerão as consequências?

E eu, não mais faço nenhuma questão de convencer teologica-

Continuando:

Como disse, não faço mais questão de provar teologicamente que estou no espírito de Elias, embora tais provas aparecerão naturalmente nesse livro, pois não tenho como me esconder. Porém no capítulo pre- sente, quero mostrar o quê a Igreja actual deixou de ganhar devido a sua autoconfiança, quando dizia que não precisava de coisa alguma {Ap.3;14 a 22}.

Deus conhece o futuro e sabe exactamente tudo que irá acontecer. Mas, será que Ele revela tudo a seus

"profetas", ou será que Ele revelou a Jesus tudo que iria acontecer durante o ministério de Jesus na Ter-

ra???

Não!!!

Pois Deus, deu ao homem o livre arbítrio, inclusive a seu filho Deus Jesus Cristo, ao ponto de Jesus pedir que "se possível, afastasse d’Ele aquele cálice".

Pois bem, no ministério de Jesus, convinha que os Judeus aceitassem a Jesus como Messias. Se isto tives- se acontecido, João Batista que veio no espírito de Elias, teria cumprido plenamente a missão profetizada pôr Malaquias. E o Reino de Deus desceria a Terra naquela época.

Contudo, os Judeus não reconheceram Jesus, e por isso, Elias virá novamente para completar a profecia.

A

História se repetiu.

E

vim no espírito de Elias e as igrejas deveriam ter me reconhecido.

Eu, burramente pensei que isto iria acontecer.

Se isto tivesse ocorrido, ela teria sido arrebatada antes de eu escrever este LIVRINHO DOS SETE TRO- VÕES, que é este que lês. E tal, não teria sido escrito de forma como será.

Porém, devido ao não reconhecimento em tempo hábil, grande parte da História pôr mim profetizada em outros livros fora alterada.

30

Pois as "profecias" que faço , são mediante o merecimento. Uma vez que, como disse, "burramente" acre- ditei que seria reconhecido, e o prémio para isso seria o arrebatamento pré-tribulacionista para a Igreja, o que consequenciona um desenrolar Apocalíptico com algumas diferenças subtis, principalmente a nível de data. Pois o não reconhecimento proporciona um dia de adiamento para o início dos acontecimentos da Última Semana de Daniel.

Um dia, lê-se um ano ou 1000 anos.

Pois como já disse: Deus não revela tudo a seus servos, e por isso estamos passivos de decepção. Embora falasse sobre a História Profética onde tal é escrita pelo Homem. Contudo o Homem a faz de acordo com aquilo que Deus lhe revela. E tal revelação ocorre harmónica a vontade de todos os homens, afim de não corromper o livre-arbítrio de cada um. E assim, a História Profética é criada conforme o merecimento. Desta forma o autor da História Profética está sujeito a se decepcionar com a receptividade do mundo em relação ao que ele escreve. Porém, o suposto erro da História Profética, serve apenas para mostrar a humanidade, que ela tem autoridade sobre seu futuro. O autor da História Profética pôr sua vez, é cons- ciente dessa verdade e para que ele não caia em erro, ele desenvolve simultaneamente várias Histórias Proféticas, harmónica a cada decisão humana.

Todavia, não se tratará de uma infinidade de Histórias Proféticas. Pois, a História Profética é escrita dentro de um período de Alteração Histórica, que compreende-se um prazo determinado. E dentro desse período as sete possibilidades são desenvolvidas. E é por isso, que outros Livrinhos virão. Onde um deles terá a Histórica Profética. Embora haverão mais Histórias Proféticas, contudo inspiradas pôr outros que não pos- suem autoridade "digo, anjos de Lúcifer".

A verdadeira Histórica Profética, será a História que culminará no domínio da Máquina do Tempo. Pois aquele que tiver o domínio da Máquina do Tempo, terá o domínio da História, e assim fará valer a versão histórica que ele escreveu. E, quando algum ser tentar corromper o que está mencionado naquela História Profética. Anjos do autor da História Profética, impedirá que tal ato seja cometido, seja através do arreba- tamento ou outro método qualquer.

Pois bem, me decepcionei, embora ao fundo sempre soubesse que não seria reconhecido, devido a distân- cia que existe entre as igrejas e a Justiça.

Mas

As Igrejas eloquentemente pregavam que seriam arrebatadas, e eu acreditei. E pelo conhecimento que possuo, sabia quando seria.

Todavia, o dia passou e ela não foi?

Como o dia que eu datei, se encontrava um tanto quanto influenciado pôr algumas profecias suspeitas "Profecia de São Diogo - Páscoa de 2000". Admiti prorrogar a data até o dia inadiável, que seria Outubro de 2000 "minha profecia". Que é a base para todos os cálculos proféticos relacionados a nossa geração, segundo o meu entendimento escatológico.

Contudo, o que havia previsto relacionado a Israel ocorrera conforme previ "a definitiva revolta Palestina", em Setembro-Outubro de 2000, e 75 dias depois, outra profecia minha se cumpriria que é a eleição de George W. Bush. Mas, nada de Arrebatamento da Igreja!!!

Acertei também a queda de Slobodam Milosevic, a queda de Ehud Barak, a queda de Fugi Mori, no prazo que havia estipulado.

E, caso minhas profecias continuem se cumprindo, sou obrigado a afirmar que a concepção teológica do Arrebatamento Pré-tribulacionista pode ter perdido a veracidade devido a prepotência da Igreja em pensar que não precisava de coisa alguma, e por isso me desprezaram como enviado do Deus Vivo.

Pois sendo eu, enviado do Deus Vivo e a Igreja sendo representante de Deus. A mesma teria de saber que eu provenho de Deus. E, ela me ignorando, só significa que eu ou ela não se encontra harmónica ao Deus Vivo.

31

Estando ela desarmónica a vontade de Deus.

Como poderia Deus arrebatá-la???

Não obstante, o arrebatamento meso-tribulacionista e pró-tribulacionista ainda estariam no páreo "caso minhas profecias continuem se cumprindo".

Mas, para que o arrebatamento meso-tribulacionista se cumpra, é necessário que as igrejas compreendam que eu sou Elias em tempo hábil; caso contrário, o arrebatamento meso-tribulacionista também tenderá a perder a veracidade, e isto significará a segunda queda da Igreja Protestante. Pois a primeira já teria sido, já que o arrebatamento pré-tribulacionista teria perdido a veracidade "caso a Última Semana de Daniel tenha se iniciado em 13 de Dezembro de 2000".

Da forma como exponho, permito a interpretação do talvez, uma vez que não interpreto o arrebatamento pré-tribulacionista como algo que caso ocorra, todo o mundo tomará conhecimento de tal acontecimento. Pois, se ocorresse dessa forma, anularia completamente a Operação do Erro. Devido a isso e vários outros factores, só legitimo o arrebatamento pré-tribulacionista mediante troca de arrebatado pôr anjo semelhan- te ao arrebatado no mesmo instante, sejam anjos de luz ou anjos das trevas.

E esses anjos passarão a preencher o espaço-tempo que o arrebatado se encontrava, seja para enganar a humanidade, ou orientar aos que não foram arrebatados.

Assim sendo, o arrebatamento pré-tribulacionista, de forma alguma será presenciado pôr quem quer que seja.

Se esse tipo de arrebatamento pré-tribulacionista ocorreu, eu não tenho nenhuma forma de saber. Uma vez que ninguém terá desaparecido da Terra e a única mudança será comportamental dos supostos arre- batados, onde de repente eles passam a demonstrar uma sabedoria superior "trocados pôr anjos de luz" ou tornam-se demasiadamente contrários ao seu comportamento anterior, uma vez que teriam sido troca- dos pôr anjos das trevas.

Eu só saberia quanto a existência deste tipo de arrebatamento pré-tribulacionista, caso eu estivesse na função de testemunha Mártir, cujo ministério se iniciaria no início da Última Semana de Daniel. Mas, garanto que não estou.

E é baseado nisso, que as duas Testemunhas Mártires, a saber Moisés e Enoque, poderiam já estar profe- tizando desde o dia do suposto arrebatamento pré-tribulacionista.

Nota: o mal da vaca louca e a febre aftosa, já podem ser obra daquele que veio no espírito de Moisés para desempenhar a função juntamente a Enoque, de Testemunhas Mártires, onde os rebanhos dos inimigos de Deus são atingidos pôr essas pragas. Mas convém que nesse período não chova em Jerusalém pôr 1260 dias. E, se isto estiver ocorrendo, será provável que já estejamos vivendo a Última Semana de Daniel e possuindo Testemunhas Mártires em acção na Terra.

Quanto a mim, continuaria no espírito de Elias, mas não sou Testemunha Mártir. Uma vez que desconheço completamente "pôr falta de Revelação", a existência de tal arrebatamento pré-tribulacionista.

Se eu tivesse recebido tal Revelação, eu teria autoridade de Testemunha Mártir, e não tenho "a menos que tal autoridade esteja apenas com Moisés, e eu (Elias), funcionaria como divulgador dos actos de Moisés".

Não obstante, não descarto a existência do arrebatamento pré-tribulacionista conforme os dogmas pôr mim apresentado.

Se assim ocorreu, espíritos de Moisés e Enoque, ou até mesmo em carne, já estariam em nosso meio pro- fetizando contra a besta.

Quanto a mim, eu estou no espírito de Elias, e não sou testemunha mártir e a minha função profética é mostrar a verdade ao mundo e o porquê de tais acontecimentos.

32

Porém se as profecias cabidas as testemunhas mártires não ocorrerem até Junho de 2003, significará que elas ainda não se manifestam, e passado tempo, tempos e metade de um tempo, sem que hajam o cum- primento "até Junho de 2003". Só então, eu poderei ser visto como Testemunha Mártir, juntamente a outra pessoa que estará no espírito de Enoque. Mas isto só poderá ocorrer se até Junho de 2003, não ocorrer os eventos característicos de final de ministério de Testemunha Mártir.

De então, poderá ser possível que eu e outro representando a Enoque tenhamos iniciado um ministério de 1260 dias, cujo término desse ministério se dê numa data acima da citada anteriormente.

Nota: a prudência em saber que o futuro cabe a Deus: obriga-me a alertar quanto a possibilidade em que eu e uma outra pessoa "no espírito de Enoque", iniciemos um ministério de 1260 dias como Testemunhas Mártires, a partir de Maio de 2001, com margem de erro de 75 dias (entre 5 de Maio a 23 de Julho de 2001). Ajo assim, para que em Maio de 2001, não seja necessário escrever o Sétimo Livrinho dos Sete Trovões. Por isso é possível que o ministério de Testemunha Mártir a mim, se inicie entre esses dias.

Quanto a arrebatamento pré-tribulacionista a ocorrer entre esses dias "mediante troca de arrebatado pôr anjo", pode ocorrer, e isto só depende da Igreja em se fazer merecedora.

Não obstante, o arrebatamento pré-tribulacionista de forma a que todos tomem conhecimento. Não ocor- rerá entre aqueles dias.

Mas, em tempos adiante.

Quando ocorrer esse arrebatamento "notificado pôr todos", muitos dirão que tal é pré-tribulacionista.

Mas será interpretado pôr muitos como sendo arrebatamento meso-tribulacionista ou pró-tribulacionista. E, eu serei o culpado dessa confusão. Pois terei previsto tudo que ocorreu antes e depois deste tipo de arrebatamento "notificado pôr todos", e direi que tal arrebatamento é meso ou pró-tribulacionista.

Uma vez, que não posso datar o dia da volta de Jesus, pois se fizesse isto, danificaria a Operação do Erro

e contrariaria a Bíblia no versículo que diz: Apenas o Pai sabe o dia da volta do Filho do Homem. Assim,

como não sou o Pai, não posso saber o dia da volta do Filho. Mas, se eu admitir "o que não farei" que o arrebatamento em que todos tomaram conhecimento fora pré-tribulacionista. Automaticamente estarei datando a Volta de Jesus, que no pré-tribulacionismo, ocorre sete anos depois do arrebatamento.

Esse é o motivo, que me impede de saber se o arrebatamento da Igreja será pré-tribulacionista, meso- tribulacionista ou pró-tribulacionista.

A priori, segundo meu conhecimento, creio que não houve arrebatamento em data anterior a essa, pois se

houvesse, Deus teria me revelado.

E por isso chego a afirmar que não houve arrebatamento "pré-tribulacionista" até o presente momento (13 de Maio de 2001).

A queda do arrebatamento pré-tribulacionista, anulou completamente a possibilidade de eu ser uma das

testemunhas Mártires, a ter ministério iniciado em 13 de Dezembro de 2000. Data esta, que representa o início da ascensão da besta do mar que é George W. Bush.

Não obstante, as igrejas tomando conhecimento de minha existência quer para o bem ou para o mal: ou seja, sendo fria ou quente (Ap.:3;15). Existirá a possibilidade bastante consistente de dar-se o arrebata- mento meso-tribulacionista, que ocorreria juntamente a ressurreição das testemunhas mártires, que já se fariam existentes na Terra desde de 13 de Dezembro de 2000, estando essas "supostas" Testemunhas no espírito de Moisés e Enoque.

Quanto a mim, estaria no espírito de Elias, e sob nenhuma hipótese eu seria Testemunha Mártir.

Porém, em Maio de 2001, a igreja ainda não se conscientisando de que já vivemos a Última Semana de Daniel, eu ainda não serei Testemunha. Mas Moisés e Enoque poderão como já disse estar em nosso meio "embora eu não creia, mas tal Mistério cabe a Deus".

33

Após Maio de 2001: só a partir de Junho de 2003, que eu poderei exercer a função de Testemunha Mártir.

E isto só ocorrerá, caso em Junho de 2003 não se configurar o arrebatamento da Igreja de forma que eu

venha tomar conhecimento. E assim se configura a segunda queda da Igreja, que é o não arrebatamento meso-tribulacionista.

Obs.: quando houver o ARREBATAMENTO DA IGREJA, não se saberá se é pré – meso ou pró- tribulacionista. Pois uns dirão que é pré e outros dirão que é meso. Visto que alguns pensarão que ainda não se estava vivendo a Última Semana de Daniel.

Quanto a suposta terceira queda: esta não ocorrerá, pois não existe profecia "em descodificante" a esse respeito.

Infelizmente, fui obrigado a interpretar as igrejas actuais, como Babilónias, e Babilónia só possui duas quedas, e quanto ao povo que nela habita. Está escrito para que fujam dela, caso tal igreja se vista como Babilónia.

Não obstante, esta não é uma afirmação definitiva "pois o futuro cabe a Deus, e não a interpretação de homem". Assim, se as Igrejas não se fizerem mornas, ela não será vomitada e assim, não se tornarão Babilónia.

Sendo quentes, elas tornar-se-ão Filadélfia, e tenderão ao arrebatamento meso-tribulacionista "na metade da Última Semana de Daniel". E até pré-tribulacionista, mediante ao adiamento de um dia (um ano, 360 anos ou 1000 anos). Visto, que apenas o Pai sabe o dia da volta do Filho: pôr conclusão subsequente, não se pode afirmar se o Arrebatamento teria sido pré – meso ou pró,

Sendo Frias, tornar-se-ão minhas inimigas momentâneas, mas não serão vomitadas pôr Jesus, pois poste- riormente se arrependerão.

Contudo, se forem mornas "ignorando-me": ela será Laodisséia, cuja as portas estão fechadas para a ver- dade. Convém que seus membros a abandonem, e serão vencedores. E deixe que Laodisséia siga seu caminho, pois será esquecida pelo tempo.

Enfim, durante a primeira metade da Última Semana de Daniel: não me encontro em ministério de Teste- munha Mártir "caso o Apocalipse esteja se cumprindo desde a eleição de George W. Bush em 13 de Dezembro de 2000 – início dos 1260 dias, que seria o início da primeira metade da Última Semana de Daniel".

Enfim, é a Igreja quem decidirá quanto a seu futuro, pois se continuarem me ignorando, não significará que Deus retirará a Autoridade que Ele me deu em 1986, quando pôr Sua Misericórdia, descobri Seu Mis- tério. Ou seja, o Apocalipse não vai deixar de existir, só porquê a Igreja se diz rica e abastada e não preci- sa de coisa alguma. Pelo simples fato, que hão muitos justos no mundo sendo perseguidos pôr esse siste- ma demoníaco que se instalou na Terra.

O leitor talvez esteja se confundindo com as datas. Então para ser mais claro, antecipo:

1335 dias se inicia com a intifada Palestina, que culmina no fim do domínio da primeira besta e a primeira besta age pôr 1260 dias. Logo, 75 dias depois da intifada, surge a primeira besta.

Não obstante, existe a Operação do Erro, que será exposta posteriormente. E, esta Operação serve para retirar a certeza quanto ao dia do início do Apocalipse. É devido a isso, que ora digo que Última Semana de Daniel se inicia em Setembro de 2000, e ora em Dezembro, e muito mais datas serão mostradas. Visto que, ninguém a Excepção do Pai sabe o dia da Volta do Filho do Homem, e, se mostro o dia do início da Última Semana, automaticamente dato a volta de Jesus, o que é Biblicamente impossível aquele que não é

o Pai.

Pois bem, mesmo sem o Arrebatamento da Igreja, podemos estar vivendo a Última Semana de Daniel, e qualquer teólogo protestante, sabe que isto é possível, visto que o Arrebatamento pré-tribulacionista é teoria humana!!!

34

Poderia e pode se tornar divina, caso a Igreja não fizesse questão em me ignorar

Todavia, como já disse, não posso afirmar com convicção plena, que a Última Semana de Daniel iniciou com a eleição de George W. Bush em 13 de Dezembro de 2000.

Pois se a humanidade quiser, ela poderá prolongar o sistema neoliberal pôr 1000 anos.

Basta para isso, que não apenas a igreja, mas, que o mundo me ignore.

Então, o mundo terá prolongação de seu império, onde tal durará um dia, onde um dia pode representar:

um ano, 360 anos ou 1000 anos.

Tal império tendo essa prolongação, continuarei sendo Elias, e não mais surgirá outro. Todavia, surgirá um homem no futuro, e a ele caberá o título de Vencedor da Igreja de Laodisséia, cavaleiro do Cavalo Branco do primeiro Selo e, mediante o comportamento da Igreja do Futuro, ele poderá ser Testemunha Mártir.

E mediante o merecimento da Igreja do Futuro, poderá ocorrer o arrebatamento pré-tribulacionista. Uma

vez que as previsões que faço para nossa geração, não se concretizariam. Uma vez que a Última Semana de Daniel não teria começado, já que tal, iniciar-se ia após um dia profético.

Mas alerto ao leitor:

Neste Livro será relatado todo o futuro da Humanidade caso o Apocalipse já esteja se cumprindo.

Deste modo, será fácil saber se estamos ou não vivendo o Apocalipse, pois datarei os eventos que estão pôr vir, tal como o tipo de acontecimento com pequena margem de erro de dias "textuais".

E se tais previsões se confirmarem a cada dia "como já estão sendo confirmadas", consequentemente, já

estamos na Última Semana de Daniel (sete últimos anos onde se manifesta o iníquo), com todas as con- sequências de tal acontecimento. E portanto, não houve arrebatamento pré-tribulacionista até o momento.

Obs.: disse que em Maio de 2001, existiria a possibilidade de iniciar um ministério de Testemunha Mártir. Contudo, convém alertar que se a partir de Maio de 2001, eu me disser Testemunha Mártir. Mas logo a seguir eu mesmo desmentir isso. É provável que a Operação do Erro já esteja se manifestando de forma material.

Enfim, cuidado com os e-mail’s que podem aparentar provir de meu computador. "Posteriormente enten- deremos".

O meu E-mail é Rossberg que significa Ross e Berg. Ou, duas cabeças.

No decorrer do Livro isto será plenamente entendido.

Nota: caso a Última Semana de Daniel não tenha se iniciado em nossa geração. Ainda sim eu serei o Elias de Malaquias e não mais haverá outro. Todavia surgirá nas próximas gerações um homem que como eu, terá autoridade, e quando começar seu ministério, ele será meu herdeiro e herdará meu nome e minhas previsões e seu título será cavaleiro do Cavalo Branco do 1º selo e vencedor da Igreja de Laodisséia.

NUMEROLOGIA PROFÉTICA:

As datas e acontecimentos que serão expressos nesse Livro, apoiam-se exclusivamente nas profecias bíblicas, e aqui mostrarei os números mais significativos.

Um dia após 4 de Outubro de 2000 pode equivaler: um dia; um ano; 360 anos ou 1000 anos.

Um Hora: equivale a 15 dias ou uma hora textual.

Meia Hora: 7,5 dias, ou meia hora textual.

35

2300

dias "ou ano", representa o período em que o exército israelita é entregue a guerra

1290

dias "ou ano", é o período que significa o total domínio da besta.

1335

dias "ou ano", é o período que se espera. Pois ao fim, algo surpreendente ocorre.

1260

dias "ou ano", é o período que representa a divisão dos sete anos da Última Semana de Daniel.

70 Semanas ou 490 anos: é o período directamente relacionado ao Messias.

Os números: 2300, 1335, 1290 e 1260, são divisíveis pôr 70, e sobre essa divisão, pode ser aplicada o conteúdo filosófico "profético" das Setenta Semanas de Daniel "seja a nível cristão ou anticristão", e com um chamamento especial para Última Semana.

Ex.

Dê Alexandre o Grande "quando profanou o santuário": até a reconquista de Jerusalém pôr parte dos Judeus em Junho de 1967, passou-se 2300 anos.

Da morte de Maomé até a reconquista de Jerusalém pelos Judeus em Junho de 1967, passou-se 1335 anos.

1335 anos sendo constituído de 70 partes (setenta semanas), a 69ª parte, equivale ao dia preciso em que

Israel foi fundado, ou seja, em 15 de Maio de 1948.

2300 anos sendo constituído de 70 partes; a 69ª parte, equivale ao dia exacto da ascensão do maior

inimigo dos Judeus que a História registra, ou seja: Adolf Hitler em Agosto de 1934 se declara Führer da Alemanha, anexando a chancelaria a presidência.

2300

anos equivalem a 70 vezes 12000 dias. Porém o ano profético contém 360 dias e o ano solar, 365,25

dias.

12000 dias, equivale a 33,33 ano profético.

Substituindo o ano profético pelo ano solar, concluiremos que a 69ª parte equivale a 2300 anos "ou dias". Logo a 70ª parte no ano solar, existirá 33,33 anos depois dos 2300 anos.

Se 2300 anos é o dia da anexação de Jerusalém a Israel em Junho de 1967. Logo, em Outubro de 2000 é

o

fim da 70ª parte.

E,

as "coincidências" que ocorrem nessas junções numerológicas, faz-se supor que algo importante ocorre-

ria em Outubro de 2000 em Israel.

Devido a compreensão de várias outras profecias, havia concluído antecipadamente, o que poderia ocorrer em Israel em Outubro de 2000. E tal previsão, dizia seguinte:

O início do evento Apocalíptico; uma vez que não existe dentro de minhas pesquisas, nenhuma outra data

relacionado a época actual, que sirva de base para compreensão numerológica do Apocalipse que não seja

a data de Outubro de 2000.

Assim, na verdade, essa data, foi escolhida pôr mim, uma vez que como veremos a seguir. Não é a data que causa o Apocalipse, pois o Apocalipse deriva da Máquina do Tempo "posteriormente entenderemos".

A besta nada mais é que um inimigo dos defensores da Máquina do Tempo. E por isso, os construtores da

Máquina, minaram o poder da besta desde o início da História Humana através das profecias, para quando

o homem estiver apto para construir a Máquina. Tais homens não apenas construirão a Máquina, mas também destruirão o império da besta e conquistarão o mundo estabelecendo o Reino de Deus.

36

Enfim, não é a existência da besta a causa do Apocalipse. Mas é a existência daquele que pode construir a Máquina!!!

Mas, num artifício político, o construtor da Máquina, através dos profetas, pôs a besta como a culpada pelo Apocalipse.

Ou seja, foi inspirado aos profetas para que eles dissessem, que quando o mundo estivesse sob determi- nada maneira, o Reino de Deus se estabeleceria na Terra. O problema é: quando o mundo ficou sob aque-

la determinada maneira, alguém impediu que a filosofia da Máquina do Tempo fosse empregada. Pôr con-

sequência, os profetas inspirados, disseram que esse alguém é animal ou burro, e o denominou de besta, iníquo e etc

Enfim, a besta é apenas uma consequência da existência do construtor da Máquina do Tempo que é o cau- sador do Apocalipse. A besta não é a causa, ele é o efeito.

Não obstante, retornando a normalidade do texto:

Indiscutivelmente sabia, que em Outubro de 2000, a única coisa importante que poderia ocorrer em Israel, estaria directamente ligado a Jerusalém numa forma histórica sem igual. Logo, só poderia ser o início da ascensão da besta.

Esta data de Outubro de 2000, caso minhas profecias continuem se concretizando, poderia ter significado

o início da Última Semana de Daniel. Mas, como não identifiquei a besta nesse dia. Logo conclui que a

Última Semana de Daniel ainda não tinha iniciado. Porém, 75 dias depois, a novela George W. Bush teve fim, quando ele se fez presidente do neoliberalismo mundial.

Consequentemente a conclusão se fez óbvia, onde no dia que Ariel Sharom iniciou a provocação aos Pales- tinos "que não mais terminará", no monte do Templo. Passarão 1335 dias (Dn.:12;12), em que o povo israelita terá de esperar.

Quando terminar essa espera, ter-se-á chegado a metade da Última Semana de Daniel. Chegando ao fim dos primeiros 1260 dias.

Assim sendo, 75 dias depois de Ariel Sharom fazer a provocação no monte do Templo, a besta chega ao poder "Bush".

Mas a besta possui como identidade, o nº 666; e como veremos a seguir, o mistério do nº 666 representa 3 pessoas idênticas. E, na eleição americana do ano 2000, os EUA tiveram três presidentes, durante 36 dias, que foram: Bill Clinton, George W. Bush e Al Gore.

Coincidentemente, 36 dias é a diferença entre 7 anos solares (de 365,25 dias) e sete anos proféticos (de 360 dias).

Daí se conclui que a Última Semana de Daniel se encerraria em 7 de Novembro de 2007, onde ao extrair 7 anos proféticos, chegamos a 13 de Dezembro de 2000 quando se definiu a eleição americana, e se extraí- mos sete anos solares, chegamos a data do fim da eleição americana 7 de Novembro de 2000.

Como veremos no desenrolar deste livro, o número de "coincidências" chegarão ao extremo, caso já este- jamos na Última Semana de Daniel, pois todo desenrolar do Apocalipse será relatado nesse Livro, e a con- tinuação das "coincidências", espero que funcionem como prova de minha capacidade descodificadora e da consumação do Apocalipse propriamente dito.

Uma vez que apocalipticamente eu devo ser aquele que tem entendimento para calcular o número da bes- ta e o Apocalipse simultaneamente (Ap.:13;18).

37

CCAAPPÍÍTTUULLOO 44 AAPPOOCCAALLIIPPSSEE,, AALLGGUUNNSS EESSQQUUEEMMAASS DDEE DDEECCOODDIIFFIICCAAÇÇÃÃOO

38

39

Como disse, não exporei detalhadamente a metodologia em sua íntegra que consequenciona a descodifi- cação do Apocalipse, pôr ser deveras complexas.

Contudo no decorrer dos acontecimentos futuros aqui relatados será possível a qualquer estudioso no

assunto encontrar a descodificação. Pois, bastará comparar os acontecimentos relatados, com Apocalipse e

a Bíblia propriamente dita. Pois, será o mesmo que estar vivenciando o Apocalipse.

O que farei nesse livro é relatar friamente todos os acontecimentos do Apocalipse e da história humana, como se eu tivesse viajado na Máquina do tempo e vivenciado todos os acontecimentos aqui relatados.

E para ajudar aos estudiosos, abrirei ao longo do livro, algumas notas expondo itens de descodificação da Bíblia, que ainda não foram descobertos.

Todavia, expor toda metodologia de descodificação, tornaria esse livro demasiadamente complexo. E pôr esse motivo, não mostrarei a descodificação, mas os seus efeitos, que proporciona a História que se segui- rá.

Esta minha utópica viajem na Máquina do Tempo, nada mais é, do que a descodificação completa da Bíblia, e é através dessa descodificação, que construí a História passada, actual e futura.

Enfim, a minha viagem no tempo é intelectual!

A metodologia empregada na descodificação da Bíblia, baseia-se na operação do erro, como já disse ante-

riormente.

Pois apenas o Espírito pode mostrar a verdade ao mundo, ainda que conheça todo desenrolar da História, como será exposto aqui.

Enfim, as Testemunhas Mártires do Apocalipse serão vistas pôr alguns como a besta e vice-versa. Caberá ao Espírito o discernimento.

A GRANDE BABILÔNIA:

A contra Babilónia é Maria.

Pois Babilónia é a prostituta (Ap.:17), e Maria é a santa(Ap.:12). E é aí que se manifesta a operação do erro. Pois o que afirmamos em determinado momento ser Babilónia, poderemos estar errando na interpre- tação, pois a "mulher" pode ser Maria. E assim, pecaremos.

Esta duplicidade existe em todo Apocalipse. Basta que vejamos que uma das cabeças da besta será ferida de morte e sobreviverá (Ap.:13;3). Tal como as testemunhas mártires que morrerão e ressuscitarão

(Ap.:11;11).

A besta manda fogo do céu, e as testemunhas também.

A grande Babilónia, respeita a seguinte ordem cronológica e interpretativa:

Pôr cinco meses o seu futuro conquistador a tortura.

Em um ano de 360 ou 365 dias equivale ao período em que seu futuro conquistador inicia a entrada em seu território, e ao fim desse período a domina, e a tem pôr uma hora e pôr 15 dias.

Após isso, os 10 chifres e a besta a odeia, e a destrói.

OS DEZ CHIFRES:

Os 10 chifres iniciam um período do Apocalipse, estando sem reino.

40

Chifre, é mesmo que rei, líder; e na actualidade, é visto como presidente.

Um presidente sem reino, é presidente deposto.

Os dez presidentes odiarão a prostituta e será eles quem a destruirá em 15 dias.

A conclusão se faz obvia:

Se os 10 presidentes depostos odeiam a prostituta, é porque a prostituta está com outro homem que não eles, pois deposto é o mesmo que fora dela.

Portanto eles estão fora da prostituta, porque tem um outro rei em seu lugar. E é por isso que eles estão sem reino. E então eles odeiam a prostituta e a destroem, e essa destruição dura 15 dias.

E 15 dias dura o domínio do outro homem sobre a prostituta.

Portanto, os dez chifres só pararão de destruir a Babilónia, quando conseguir expulsar o outro homem que está com ela.

Se a prostituta é um país, ela tem um rei, que pôr 15 dias estará sem reino, pois outro rei ocupa seu lugar.

Quando esse outro rei é expulso, o antigo rei retorna ao cargo, depois de 15 dias.

OS DIADEMAS:

Os reis são representados como chifre.

Entretanto os 10 reis não possuem reino; e reino é representado como coroa.

Ora, se o reino equivale a coroa na cabeça do rei.

Como seria representado um chifre que possui coroa?

A conclusão é óbvia:

Um chifre com reino, é um chifre com diadema!

Portanto, o diadema retratado em Apocalipse, representa coroa, logo reino!

OS DEZ CHIFRES SEM DIADEMA "SEM REINO":

No evento Babilónia, como instituição política, os dez chifres não possuem reino.

Portanto, os 10 chifres eram presidentes de 10 países. Contudo, pôr algum motivo, eles perderam seus países.

É dito no capítulo 17 do Apocalipse, que esses 10 presidentes deram a autoridade sobre seus países a bes- ta.

E a partir do momento em que os 10 presidentes foram depostos, é que os 10 chifres odiarão prostituta. E

com a ajuda da besta conseguirá reconquistar a prostituta depois de 15 dias que ela esteve dominada pôr outro.

Enfim, embora os 10 presidentes estejam depostos, e automaticamente sem exército, existe um terceiro Homem, que é a besta que ajuda aos 10 chifres a reconquistar seus países.

41

Sendo que o primeiro país reconquistado, é Babilónia "Grã-bretanha?" Depois, virão os outros nove ou dez?

Se compreendêssemos Babilónia como país, ela seria um dos 10 reinos. Entretanto Babilónia é a mulher da Besta que é e não é, mas que aparecerá.

Por isso, pode ser considerado, como o 11º país.

Assim, é ela e mais 10 países.

Entretanto, as múltiplas interpretações do Apocalipse, para que dêem origem a operação do erro: várias Babilónias são fabricadas. Pois temos:

Grã-bretanha, Vaticano, Iraque, Tibete, Índia, Cuba, Japão, Portugal, Dinamarca, Alemanha, Rússia, Irlan- da, Jugoslávia e toda área correspondente ao antigo Império Romano

Enfim, muitos países do mundo possuem características de Babilónia. E ao mesmo tempo, características de Maria.

E geralmente na Babilónia, existe uma mulher como líder, que possui muita importância no cenário Mun- dial.

Esta mulher, embora seja a líder de Babilónia, todavia é um homem quem fala pôr ela.

Nossa Senhora de Fátima, e o Papa.

Rainha Elizabeth e o príncipe Charles ou Tony Blair.

E outros países que se ajustam ou ajustar-se-ão a esse esquema, no decorrer do Apocalipse. Para que seja manifestada a operação do erro.

OS DEZ CHIFRES COM DIADEMA:

No capítulo 13 de Apocalipse, os 10 chifres já se encontram com 10 diademas, portanto, já recuperaram seus países. E nessa configuração que eles lutarão contra o Cordeiro Jesus Cristo.

ESTRELAS:

Arbitrariamente para abreviar, digo que estrelas em interpretação mais simples do Apocalipse, equivale a países. E dentro deste ponto de vista, a estrela que cai do céu "Lúcifer", é a Síria. Pois a Síria é o único país que possui o nome de estrela, que é Sírius da constelação Cão Maior, localizada a 8,8 anos-luz da Terra, também conhecida como Alfa do Cão. Daí a expressão criada pelos romanos "dias de cão", que res- ponsabilizavam essa estrela pelo calor do verão.

Enfim, é a Síria que Lúcifer ou o abominável da desolação se manifestará quando chegar o momento.

Ou seja, a Síria durante todo Apocalipse sempre estará relacionada a Lúcifer, tal como o Líbano, pois a tribo de Dã, de onde surgirá o iníquo, corresponde a área geográfica do Líbano.

Porém convém dizer, que isto não representa a condenação da Síria como país, mas sim, aquele que nela se manifestará.

CHIFRE:

Numa interpretação negativa: é a representação apocalíptica para presidente de país aliado a besta do mar, que se localiza dentro da Área equivalente ao antigo Império Romano.

CABEÇA:

42

É a representação apocalíptica dada a um presidente "líder", aliado a besta do mar. Mas o país desta cabe- ça se localiza fora da área equivalente ao antigo Império Romano.

CABELO:

É a representação profética "apocalíptica", que assemelha-se a coroa. Sendo que a coroa pode ser retirada da cabeça. Isto é, o país pode ser retirado do domínio de seu rei "cabeça".

Já o cabelo não é retirado pois nasce na cabeça. E isto significa que o cabelo é um país que sempre está ligado a seu rei "presidente". Ou seja, o rei só perde autoridade sobre seu país, quando morre.

AS SETE CABEÇAS:

As sete cabeças são vistas pôr alguns, como os sete impérios mundiais, sendo que o sexto é o Império Romano, e o sétimo ainda não veio, e quando vier durará pouco.

O oitavo império mundial, procede de um dos sete, e caminha para destruição.

Essa interpretação é verídica.

Mas, não é a única.

Todo o Apocalipse possui diversas interpretações e todas elas se consumarão "Operação do Erro".

Entre tantas, também existe essa:

As sete cabeças, são sete presidentes actuais.

As sete cabeças são sete reis onde a grande prostituta está assentada.

Chifre e rei, são as mesmas coisas, porém, além dos 10 chifres, existem outros sete, cuja a importância difere, que são os reis bestas.

Ou seja os reis que põem diademas nos outros 10 chifres. Que são os sete reis poderosos.

Entretanto, não são tão poderosos assim, pois destes 7 reis, cinco terão caído "perdido diadema" [domi- nados], e um existirá, mas o sétimo ainda não terá chegado (Ap.:17;10).

Este enigma é colocado sobre a prostituta, no momento em que os 10 reis se encontram sem reino. Sendo que cinco cabeças terão sido dominadas uma estará livre e a outra ainda não faz parte da "guerra".

GUERRA: a forma mais elementar de 10 presidentes perderem seus países, onde tais são dominados.

OBS.: os esquemas proféticos apresentados, são correctos, mas não formam História. Pois alguns não se complementam. Já que os expus sem concordá-los a uma interpretação do Apocalipse. Uma vez que tais esquemas provêem de Apocalipse diferentes, e por isso eles colidem se forem expostos como História, visto que uma interpretação tende a ser inimiga da outra.

Agi dessa forma, para apresentar as principais bases de interpretação de Apocalipses, aqueles que quise- rem entender a metodologia de descodificação empregada nesse Livro, que como disse, apoia-se na Ope- ração do Erro no qual as profecias Bíblicas possuem diversas interpretações, onde todas se cumprirão:

mas racionalmente não se saberá qual delas é a interpretação santa, já que a identificação da interpreta- ção santa, não é obra da razão e sim do Espírito.

Poderia ter exposto a descodificação completa do Apocalipse segundo cada interpretação, e o leitor escolheria a que melhor condissesse com seu senso de Justiça.

43

Contudo preferi expor a junção de todas as interpretações e assim formando a História da Última Semana de Daniel. E, pôr conseguinte, eu mostrarei onde está a santidade. E se crê que provenho de Deus, con- cordará comigo, caso contrário, escolherá outro caminho.

Todavia alerto quanto a Operação do Erro, que se manifestará em mim, quando o iníquo for accionado.

A mais, creio que ainda não é o momento de fazer maiores revelações. Não obstante, esse mistério rela-

ciona-se aos personagens Ross e Berg onde um dirá ser o outro. E talvez ambos sejam demónios, visto que eu teria sido arrebatado com a Igreja, num arrebatamento Pré-tribulacionista "mediante o adiamento de um dia - um ano".

Se observarmos em [Ap.:12;3], verificaremos que o momento em que Lúcifer peleja contra Miguel, seus 10 chifres ainda não possuem reino, porém, as suas sete cabeças, possuem diademas, ou seja, reino.

Assim, o início do enigma de Babilónia: dar-se um ano antes de sua queda, onde os 10 reis estão sem reino, cinco cabeças [presidentes] estarão depostos e ainda não terão recuperado o seu reino, e apenas uma cabeça com diadema [poder] existirá.

Todavia a sétima cabeça ainda não terá aparecido, pois nunca foi presidente até aquele momento.

Quando essa sétima cabeça possuir um reino [país], os 10 chifres ainda estarão sem reino, mas gradati- vamente as outras 5 cabeças recuperarão seu reino, até que as 7 cabeças tenham diademas.

Então ocorrerá a analógica luta entre Miguel e Lúcifer.

Após essa luta simbólica entre Miguel e Lúcifer: os 10 chifres começarão a receber reino.

Essas sete cabeças carregam a prostituta, e com os 10 chifres odiarão a prostituta.

Pois a prostituta estará com outro líder, que a dominou e tirou a besta do poder. E por isso a besta e os 10 chifres "sem reino" odiarão a prostituta.

Este outro líder é o oitavo rei?

Este, como veremos a seguir, é outro mistério que relaciona-se a besta que é e não é.

Desta forma, quando o sétimo rei aparecer, logo após surgirá um rei que é besta e não é "o oitavo" e tomará Babilónia do sétimo rei [que durou pouco] assim como os cinco foram destronados, o sétimo tam- bém será, mas o sexto não será destronado.

E nisso o oitavo rei dominará Babilónia pôr 15 dias. Quando então o sexto rei com todo seu exército, o

derrubará e começará a repor as outras cabeças, e após um prazo, as 6 cabeças terão diadema [1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 7º], assim como o sexto rei que nunca perdeu o diadema. Logo o sexto rei, possui cabelo, que pode ser visto como coroa e diadema. Mas a grande diferença é que ele não perde seu país, e por isso seu país é visto profeticamente como cabelo.

Portanto, as sete cabeças terão os sete diademas Mas, todos os 10 chifres continuam ainda sem diade- mas.

Só após isso, que se inicia a "utópica" guerra entre Lúcifer e Miguel.

Porém, não existe autoridade em afirmar se isto já ocorreu ou ocorrerá. A única verdade é que tudo depende da interpretação, para que seja manifestada a Operação do Erro.

UMA HORA DE REINADO:

Quando os 10 chifres possuírem seus diademas, o seu reino só durará uma hora, 15 dias [Ap.:17;12].

44

Isto significa que uma outra força virá para destruir aos 10 chifres e a besta. Mas isso não importa no momento.

A MARCA DA BESTA:

Quando começar a deposição dos presidentes que serão aliados a besta. O povo desses países, no início da guerra, tenderão a serem expulsos de seus países, perdendo tudo que tiverem, inclusive sua identida- de.

A partir desse momento, a besta colocará a sua marca nessas pessoas, para identificar de que país elas

são originadas. E, quando esses países forem reconquistados pela besta. Ela porá os Refugiados, de volta

a seus países.

OTAN e Kosovares, é um exemplo disto!

Posteriormente entenderemos melhor.

Mas outras marcas haverão. E conheceremos no desenrolar do Livro.

OS LÍDERES DE SATÃ:

O Império da besta é constituído de:

10 chifres [10 presidentes].

7 cabeças [sete presidentes].

A besta do Mar [1 presidente].

Grande Babilónia [1 Rainha].

Seria a OTAN?

Pois esta possui 19 países membros.

A Grande Babilónia pode ser a Grã Bretanha, com sua Rainha, que corresponde perfeitamente, como

veremos posteriormente.

Onde 10 países da OTAN "10 chifres" se encontram no interior da área correspondente ao antigo Império Romano e sete países da OTAN (sete cabeças), se encontram fora da área do antigo Império Romano. Os outros dois países são Babilónia (Grã Bretanha) e o país da besta do mar (EUA).

OS TRÊS AIS DE BABILÔNIA:

Os cinco meses de tortura, é o primeiro Ai.

A

ressurreição das testemunhas, é o segundo Ai.

E

o terceiro virá em breve.

Babilónia tem duas quedas:

Caiu, caiu, a grande Babilónia, e tornou morada de toda sorte de espíritos imundos [Ap.:18];

O primeiro ai, é a primeira queda de Babilónia, e o segundo Ai, é a segunda queda.

BABILÔNIA E A CABEÇA QUE FERIDA DE MORTE SOBREVIVEU:

45

Quando Babilónia diz, viúva não sou, iniciará um ano de pragas sobre ela.

Se ela disse que viúva não era, é porque o seu marido morreu, mas a ferida mortal foi curada. Pois só assim, uma viúva pode afirmar que não é viúva.

E o marido de Babilónia é a cabeça que a carrega.

Portanto, o seu marido morrerá, mas "ressuscitará". (após essa suposta ressurreição, essa besta não é mais mencionada como sendo pessoa, mas como sendo imagem)

Se ele morreu, é porquê alguém o matou, e este alguém só pode ser aquele outro, que domina Babilónia.

Logo que esta cabeça morre e "ressuscita ou se transforma em imagem", inicia um novo domínio sobre Babilónia, que provoca a ira dos 10 chifres sem reino e da imagem da besta, que a destrói, declarando guerra contra Babilónia, a prostituta.

Pois pôr algum motivo após a "ressurreição ou nascimento de imagem" do marido de Babilónia, que é a besta (que é e não é), essa imagem da besta e seus 10 chifres sem reino, se voltou contra Babilónia.

Ao término desse um ano Babilónia sofre sua segunda queda, quando as Testemunhas Mártires ressusci- tam.

E a segunda queda de Babilónia é o momento em que a imagem da besta e os 10 chifres sem reino a des- troem, destruindo o domínio que nela existe. E surpreendentemente as testemunhas são mortas.

Qual a relação???

Vejamos:

Primeiramente, quem foi responsável pela morte do marido de Babilónia?

Foi o inimigo da besta.

A priori, todo inimigo da besta é amigo das Testemunhas.

E se Babilónia também passou a ser odiada pela besta, embora dissesse que viúva não era, enaltecendo seu marido afirmando que o mesmo vivia.

Porém seu marido a ignorava e a odiava.

Desta forma, vale o título da prostituta, que trai o marido. E pôr esse motivo seu marido a ignorava e a odiava.

Porém na consciência de Babilónia, ela não está o traindo, pois diz feliz, pois pranto nunca irá ver, pois seu marido vive.

Ora, como ela pode trair seu marido, e achar que não está o traindo?

Logo, tem alguém se passando pelo marido de Babilónia sem o ser.

Enfim, existe um clone "imagem".

Quem é esse clone?

Quando a besta e os 10 chifres sem reino conseguem dominar Babilónia, imediatamente eles matam as Testemunhas Mártires.

46

A relação estonteantemente absurda, salta aos olhos:

Babilónia vê uma das testemunhas como se fosse seu marido que havia morrido e a ferida mortal curada. Porém, isto causara a ira de seu marido que terminou pôr matar seu igual. E destruindo Babilónia.

Ou seja, Babilónia estava casada com a besta, pensando que a besta é santa. Porém o santo que é visto como besta, mata a besta que é vista como santa. Porém, a besta e o santo tem a mesma cara e por isso Babilónia se confunde e passa a ver o santo como sendo a besta.

Mas, para confundir ainda mais Babilónia, foi feita uma imagem da besta com o espírito da besta, e esta imagem odiou Babilónia, pôr ver Babilónia se casando com o santo pensando que o santo é besta emergi- da do abismo.

Então, a imagem da besta mata o santo e destrói Babilónia.

Babilónia, como uma grande prostituta, sofre sua terceira queda, pois passa a ver a imagem da besta como sendo o santo que ressuscitou, e por isso é pedido para que fujam dela.

Este "absurdo" se apoia no regresso no tempo.

A BESTA QUE EMERGIU DO ABISMO:

Emergir do abismo, é sair do abismo da morte, mas também é regredir no tempo. Pois, o Buraco Negro pode ser o abismo do apocalipse, e o mesmo provoca o regresso no espaço-tempo.

Se a besta é lançada nesse abismo, ela regride no tempo. E o sair desse abismo, é quando é aberto o poço do abismo.

Se a besta existe e será lançada no abismo; Quando o poço do abismo for aberto: haverão duas bestas que são a mesma pessoa.

Uma que veio do passado e uma outra já existe.

Logo, uma besta é a imagem da outra.

Sendo que a imagem é a besta emergida do abismo, ou vice-versa.

Outrossim, a besta emergida do abismo, é a imagem daquela (besta que é e não é) que foi ferida de mor- te e sobreviveu.

Portanto, a besta ferida de morte e a imagem da besta são a mesma pessoa porém regredida no tempo e de volta ao presente.

O poço do abismo, é aberto na quinta trombeta. Logo nesse momento a imagem começará a se manifes-

tar.

O MISTÉRIO DO NÚMERO 666:

Aqui está a sabedoria, aquele que tem entendimento, calcule o número da besta, pois é número de um homem, ora, esse número é 666.

6 é número de Homem, e o número é 666.

A solução do enigma é simples:

Logo, 666 são três homens idênticos.

-Besta original.

47

-Imagem da besta original "clone natural ou não".

-Besta ou imagem da besta regredida no tempo.

A besta da terra pede ao mundo que adorem uma besta como se fosse a outra. Mas nada fala de uma ter-

ceira besta, pois esta outra é o Santo que talvez seja uma das Testemunhas Mártires.

Aquele com quem Babilónia se confundiu. Pois pensara que era a imagem da besta, mas não era. E assim, adorou o santo "talvez uma das Testemunhas", pensando que a mesma era a besta, mas não era. Pois a besta estava para emergir do abismo, e Babilónia, como uma boa prostituta não reconheceu seu marido, pensando que ele já tinha emergido do abismo.

Porém, ele ainda não havia emergido. E por isso Babilónia se confundiu.

É pôr esse motivo, que a besta é e não é, mas, aparecerá.

Enfim, a besta é besta, mas não é besta.

Não entendeu?

Brevemente entenderá.

Simplificando é: teremos três impérios mundiais ou dois em sete anos, onde o primeiro império é o impé- rio da primeira besta; o segundo império é da segunda besta ou imagem da primeira besta e o terceiro Império é o Império dos Eleitos do Cordeiro, império este caracterizado pela Volta de Jesus, que com seus eleitos, edifica tal império que é o Reino Milenar de Jesus Cristo.

O problema é: não se saberá com certeza se o segundo império foi formado, e assim o império que seria

dos eleitos do Cordeiro, pode ser o segundo Império. Daí o "santo" que edificou esse império pode ser a

besta. E por isso, matarão a besta, mas a besta terá a ferida mortal curada e irá ao céu. Ora, será que mataram o santo "talvez a testemunha mártir" pensando que ela era a besta???

O

NOME DA BESTA:

A

imagem da besta aparece no capítulo 13 do Apocalipse, e nesse período, os 10 chifres já terão diademas

e

sobre as cabeças um nome de Blasfémia.

A

Blasfémia se caracteriza em igualar o santo ao demoníaco.

Se o nome estampado tanto na fronte de Babilónia quanto nas sete cabeças, é um nome de Blasfémia, logo é um nome santo, empregado erroneamente.

E esse mesmo nome é o nome da besta, ou o número de seu nome.

Se o nome da besta é um nome de Blasfémia, logo o seu nome é de origem santa.

Uma vez que Babilónia confundiu o santo "talvez a Testemunha" com a besta, é porque ambas possuem o mesmo nome.

Logo o nome do santo (cavaleiro do 1º selo) "talvez uma das testemunhas mártires" é o nome da besta.

O número de seu nome é 666.

Ou seja.

Besta um; [besta que é]

48

Besta dois; [besta que aparecerá]

Cavaleiro do 1º selo "talvez uma das Testemunhas mártires"; [besta que não é]

Isto pode parecer absurdo. Mas Lúcifer vive em imitar Deus, e é por isso que ele fabrica Imagens.

E isto é a Operação do Erro!!!

Ainda não entendeu?

Vejas, Babilónia ao ver a besta "nome e imagem do santo", dirá tratar-se do santo, e dirá que o santo é a besta. E matará o santo pensando que é a besta. O santo sendo testemunha mártir, ressuscitará e irá ao céu. Babilónia ficará arrependida e se voltará contra a verdadeira besta e defenderá a testemunha que ressuscitou e foi ao céu. Porém, a besta emergida do abismo que é a imagem da besta aparecerá na Terra

e se dirá Testemunha ressuscitada, que volta a Terra após ter sua ferida mortal curada, no objectivo de

edificar o Império dos Eleitos do Cordeiro, visto que Jesus já está descendo, e Babilónia acreditará.

Todavia, a besta emergida do abismo, é a outra besta, só que regredida no tempo e de volta ao presente.

OBSERVAÇÕES:

O pequeno esquema profético citado a cima, não garante a ninguém identificar a verdadeira besta. E cor-

rerá o risco que Babilónia correu, em adorar o santo pensando que era a besta, ou o inverso.

Pois muitas serão e são as interpretações quanto as sete cabeças, os 10 chifres, os dois chifres da besta

da Terra e a Grande Babilónia. A Bíblia permite essa possibilidade, para que seja manifesta a operação do

erro:

E através dessa operação que se descodifica a História.

Pois a história que relatarei nesse livro, é santificando biblicamente todas as ideologias, sejam capitalista,

comunistas, budistas, católicas, protestantes, etc se dê na batalha que antecede o Juízo Final.

Pôr toda História da Humanidade, para que o desfeche

Para que depois do arrebatamento da Igreja, quem optar pelo erro, continuará nele até o dia que Deus permitir, pois só através de Deus, que se poderá encontrar a verdade.

Quando disse depois do arrebatamento, quis dizer, que antes do mesmo, eu apontarei quem são os inimi- gos de Deus, e lhes darei nome, e o presidente dos Estados Unidos é um deles, e o mais poderoso.

NOTA: Bush é a besta de um Apocalipse simplificado, mas tudo que foi escrito anteriormente se ajustará a ele, porém de uma forma mais simplificada.

Ex.: quando disse que um santo será visto como sendo besta. Este santo é Al Gore ou "Bill Clinton". Pois em dado momento, um deles dois será morto defendendo ao verdadeiro Jesus. Mas, após sua morte, Jesus já teria descido a terra e promovido a primeira ressurreição. E, Bill Clinton seria Sacerdote no Reino Milenar e por isso seria ressuscitado. Mas, pelo fato dele ter sido ressuscitado, ele será visto pelos bons neoliberais "neoliberais intensamente fiel a solidariedade, ao ponto de dividir seus bens sem que armas comunistas sejam postas em suas cabeças". Esses "santos neoliberais" vê-lo-á como sendo um santo.

Outrossim, Bush é a besta do mar, e será o sétimo rei e durará pouco, apenas 15 dias, quando então sur- girá o oitavo rei, e é sobre esse, que a filosofia da Máquina do Tempo será intensamente accionada. Então ver-se-á cumprir fielmente o que anteriormente relatei, quanto ao emergir do abismo e ter a ferida mortal curada e etc., etc., etc

Caso Bush não se conserte antes do "arrebatamento da Igreja": com certeza, ele pelejará contra Jesus, pensando que Jesus é um demónio "extra planetário".

49

Entretanto, depois do arrebatamento da Igreja, eu não sei aonde estará o mal. Pois haverão trocas na Terra. Onde aqueles que são de Deus serão arrebatados, e não estarão na terra. E Lúcifer porá na terra pessoas semelhantes para enganar o homem, mediante o planeamento de Lúcifer e a permissão de Deus.

Todavia, mediante a importância de determinada pessoa para Deus e para os homens, Deus poderá não arrebatá-la, para que Lúcifer não possua maior liberdade do que terá.

Uma dessas pessoas que seria arrebatada mas não será:

Pode ser o papa João Paulo II, o futuro papa Irlandês, eu e outras pessoas. Contudo, mediante o planea- mento de Deus, que não nos é permitido conhecer.

É através dessas trocas, que Deus poderá colocar na Terra Moisés, Elias ou Enoque.

Onde Deus, retiraria da terra "arrebatando", pessoas semelhantes a eles. Pois só assim, eles terão autori- dade para se manifestar.

Uma vez que nós do século XX, temos mais autoridade sobre o nosso século que qualquer outra pessoa do passado. Entretanto, a nossa autoridade entregamos a Deus, para que Ele faça segundo a Sua Vontade.

Anteriormente, havia a possibilidade de Elias ocupar meu lugar. Porém o não reconhecimento em tempo hábil, anulou essa possibilidade. É por isso, que hoje eu afirmo ser o último Elias.

Paracelso, em uma de suas profecias, diz:

O nome daquele que aniquila, o encontrareis no sete pôr trinta.

A Bíblia é a fonte de todos os profetas, e o número trinta equivale a trinta dinheiros [denário], preço que

Judas Iscariotes traiu Jesus.

Sete, são as montanhas, e sete são os reis.

Logo, temos sete reis do dinheiro.

Portanto, aquele que aniquila, o encontraremos, no G7 [grupo dos sete países mais ricos do mundo, e o responsável pôr essa caotização globalizante].

Todavia, tenho fortes motivos para acreditar que as profecias de Paracelso não são dignas de confiança.

O Grupo dos sete, é constituído de:

EUA, Alemanha, Japão, Canadá, França, Inglaterra, Itália.

Considerando essa descodificação, o presidente de um desses países, no devido tempo, será a besta.

Vi uma das cabeças como que ferida de morte, mas essa ferida mortal será curada, e toda a Terra se admirará. [Ap.13;3]

Uma dessas cabeças é Bush, que está sendo ferido de morte na eleição. Entretanto essa ferida mortal será curada e toda Terra se maravilhará seguindo a besta, o que já aconteceu em 13 de Dezembro de 2000.

Ponho Bush como centro de meus ataques, pois objectivo abreviar o Apocalipse, fazendo o mesmo se cumprir da forma simplificada, já que o Apocalipse complexo, que é o da Máquina do Tempo tende a trazer 27 anos de guerra numa proporção nunca imaginada.

Todavia, o Apocalipse simplificado tende a condenar muitos neoliberais ao inferno, e isto muita gente não quer.

50

Enfim, o futuro está nas mãos da humanidade, e com uma autoridade inimaginável. Pois todo Apocalipse pode ser alterado, se houver sabedoria no homem.

51

CCAAPPÍÍTTUULLOO 55 OO DDOOMMÍÍNNIIOO DDAA BBEESSTTAA

52

53

O SÉTIMO IMPÉRIO MUNDIAL:

É comummente esperado, que o sétimo Império Mundial corresponderia no mínimo, aos seguintes países:

Grã Bretanha, França, Holanda, Bélgica, Luxemburgo [?], Espanha, Portugal, Suíça, Itália, Áustria, "antiga Jugoslávia", parte da Hungria, Bulgária, Grécia, Albânia, parte da Roménia, Turquia, Tibilistão, Arménia, Azerbeijão, Oriente do Iraque, Kuwait, parte da Síria, parte da Jordânia, parte do Sudão, Líbano, Israel, Egipto, Norte da Líbia, norte da Tunísia, norte da Argélia, norte de Marrocos.

Visto esse mapa de domínio, chega-se a elementar conclusão, que em nenhum momento o território da Rússia, do Irão, da Arábia Saudita, da Alemanha são atingidos. O que demonstra que eles estão aliados aos dominadores, ou, não se envolveram no eventual conflito.

Para que se configure este sétimo Império Mundial, na ordem capitalista do presidente dos EUA: é neces- sário que se domine o oriente do Iraque, que faz fronteira com o Irão, o litoral norte da África, que são adversos aos americanos. E elementarmente o que faltava da Antiga Jugoslávia, que continuava com o Grande Comunista Slobodam Milosevic. Mas, que agora já pertence aos neoliberais.

Quanto ao Iraque, as guerras dos americanos e britânicos contra esse país já existe, basta o norte e o oriente do mesmo, a partir dos rios Tigre e Eufrates.

Precisaria ainda que besta (presidente máximo do capitalismo mundial) declarasse guerra a Líbia, a Marro- cos, a Argélia e a Tunísia, para conquistar o litoral desses países.

Vê-se que o Sudão também é invadido. Logo se conclui, que se fez aliado a Líbia, a Tunísia, a Argélia e Marrocos.

Quanto ao Egipto, este pelo tamanho do domínio que a besta faz em tal país, se conclui que já é aliado a besta, ou seja é aliado económico e político, visto o perdão da dívida externa do Egipto, que configurou como compra do Egipto para os capitalistas.

Quanto aos outros países, todos eles fazem parte da OTAN e são neoliberais.

O Sétimo Reino possui a duração de um dia e uma hora, ou um ano e 15 dias. Donde se supõem que ao

se caracterizar esse alge de domínio, iniciará a respectiva queda, onde a besta, perderia aos 10 países que fazem parte da OTAN, e outros cinco, que representam as cinco cabeças que caíram.

OS INGREDIENTES PARA III GUERRA MUNDIAL:

Brevemente, é de se esperar um desembarque de tropas capitalistas no norte da África: Argélia, Tunísia, Marrocos e Líbia.

Sendo que o Egipto estará aliado aos ocidentais, e o Sudão, aos Árabes. E isto caracterizará no Egipto, a expansão de um lado e a contracção do outro.

No oriente médio, verificasse que parte da Jordânia e parte da Síria que faz fronteira com o Iraque, não se encontra dominada pela OTAN, ou Besta do mar.

Supor-se-ia, que o Iraque teria invadido esse território, ou a Síria e a Jordânia estariam aliadas a Saddam [Iraque], e isto consequencionou perda de território.

Quando este domínio capitalista estiver configurado, estará formado o Império profético da besta, com a ascensão do sétimo reino mundial.

Não obstante, isto, não caracteriza o que consideramos a III guerra Mundial. Pois as áreas que a Besta do mar falta conquistar são poucas, e seria questão de tempo.

Pois, não é necessário o domínio total do norte da África.

54

Para isso é necessário que os árabes declarem guerra a OTAN, ou vice-versa, para que OTAN possa fazer

os domínios no oriente médio que estão faltando.

Isto posto, o norte da África se envolveria num conflito contra a OTAN, e os árabes do local, teriam uma perda imediata do norte de seus territórios.

Porém, a liderança árabe, a excepção de Khadafi e Saddam, tremem ante ao poderio bélico de Besta do mar. E devido a isso a tão esperada guerra santa pôr parte dos árabes contra os cristãos nunca chega.

Quando chegar esse dia: os árabes terão uma grande decepção, pois a força da OTAN é muito grande. E assim ao invés dos árabes invadir, eles serão invadidos perdendo parte de seus territórios; principalmente no norte da África as margens do Mediterrâneo.

Quando isto se der, estará formado o Império da Besta descrito anteriormente em mapa.

O motivo para a divergência bélica entre os árabes e a OTAN, tem a priori o cavalo Branco, como sinal

para os grandes acontecimentos, que arbitrariamente o simbolizo como sendo a paz "tão buscada na épo-

ca actual, mas será que buscar a paz é concordar com o domínio do Império Satânico que se instalou na Terra?", mas também poder-se-ia interpretar como guerra santa onde o comportamento bélico dos judeus

e muçulmanos, representa isso.

Simultaneamente a isso ter-se-á o cavalo vermelho, que seria o início do renascimento comunista "verme- lho", como pode ser uma guerra civil cujo vermelho representa sangue em um país, que faz tirar a paz da Terra. E mesmo assim, chegamos ao comunismo.

Logo após, surge o cavalo preto, representando nessa interpretação de semi apocalipse, como: raciona- mento e desvalorização do Euro em relação a Libra e ao dólar. E isto, tende a ser simultâneo e relacionado ao alge da crise de Petróleo, pelo fato do mesmo ser preto.

Essa junção de cavalos "branco", vermelho e preto, fabricará o cavalo amarelo, chamado morte, que nesse ângulo, representaria o ouro.

O cavalo amarelo, pôr esse ângulo, tende a ser analógico ao ouro, que representa a riqueza, e o seu cava-

leiro chamado morte, é o cabeça do G7 "presidente americano - besta do mar", e o inferno o seguirá.

Assim sendo, primeiramente temos o cavalo Branco, que seria a guerra Santa em Jerusalém, e após isso,

o Cavalo Vermelho que é a guerra em um país, tirando a paz, após isso virá o Cavalo Preto, representado

pelo racionamento de Petróleo. Quando todos esse cavaleiros estiverem galopando, surgirá o Cavalo Ama- relo que será inimigo de todos e o inferno o seguirá.

O Cavalo amarelo será a riqueza, a promotora da guerra, que tende a interferir na "ascensão dos inimigos

da paz ou do poder comunista" e tentará destruir pela força o racionamento de Petróleo promovido pela Opep. Tal como agirá demoniacamente na guerra Santa.

Esta situação forçará a união árabe, visto o renascimento do principal inimigo da louca riqueza "o comu- nismo" e a invasão da OTAN em seus territórios.

O alge do domínio da "OTAN", terá a mesma duração de sua queda, sendo um ano (ou um dia) e "sendo

que os 15 dias ‘uma hora’ podem se encontrar dentro do um ano ‘um dia’".

Quando a besta tiver seu domínio sobre Babilónia "aqui representada como Império Romano", será duran-

te um ano (ou um dia), mas a besta dará reino a seus 10 chifres durante 15 dias (ou uma hora). Isto sig-

nifica que a OTAN terá domínio total pôr 15 dias (

em que a besta ainda não pôs os novos presidentes nos países pôr ela dominado, e enquanto isso não ocorre, os 10 chifres e sete cabeças farão o governo provisório nessas províncias - países dominados (pôr 15 dias)".

representando o fim o início do Armistício "período

),

Quando terminar seu período de Glória "domínio" (que pode ser um ano ou um dia), um novo poder repre- sentado pela união entre comunistas e muçulmanos, avançará sobre a Europa, o que obrigará a OTAN a

55

OTAN a deslocar parte de seu exército localizado no norte da África afim de proteger suas fronteiras no Leste Europeu.

Obs.: um ano e 15 dias, pode ser na verdade um dia e uma hora. Isto posto, evitarei expor as substitui- ções que venho fazendo.

Em contraposição, os árabes, invadirão o sul da Europa. E o Império da besta do mar, estará desfeito, depois de durar 15 dias sobre esse novo quadro de invasão "do rei do norte e do sul". Mas a queda de Babilónia continuará pôr mais um ano, quando então todos os seus dez chifres perderão diadema "cairão do poder", e suas cinco cabeças também serão dominadas. Assim como as Babilónias pequenas, que são:

Vaticano, Grã Bretanha e outras.

Então, todos os chifres da grande Babilónia estarão sem reino, a excepção da Besta do mar. Após um período em mistério, a besta do mar dará autoridade a seus 10 chifres para que eles lutem contra Jesus.

"Resumidamente, é mais ou menos isso".

ESBOÇO PROFÉTICO para entender o início do Apocalipse:

Primeira Lei: {data ainda em mistério}

10 países da OTAN, que se encontram na área do antigo Império Romano se empenharão em uma acção militar fora desta respectiva área, e assim estarão fora do reino, logo sem reino.

Todavia, nesse mesmo período sete países da OTAN, estarão em acção militar dentro de seus próprios territórios, e, esses sete países se localizam fora do antigo Império Romano.

Nessas características dar-se-á um conflito que simbolizará a batalha entre Miguel e Lúcifer.

Segunda Lei:

Após a primeira estrutura: cinco reis de cinco países que se encontram fora da área do antigo Império Romano perderão seus diademas "reinos" e assim, seus países serão dominados pôr uma outra força.

Logo após este acontecimento, outros cinco países da OTAN serão dominados. E assim a OTAN terá 10 reis sem reino e sete reis com reino. E, nessas características iniciará uma interpretação para o Apocalipse.

E nessas circunstâncias, iniciar-se-á, uma outra analógica batalha entre Miguel e Lúcifer.

Saliento porém, que os EUA, é o país que não será dominado, pois ele é a Besta do Mar, a qual tem a res- ponsabilidade profética de repor os diademas em seus 17 chifres e "libertar" a Babilónia, empenhando grande acção de guerra contra os seus conquistadores.

Terceira Lei:

Tendo ocorrido as duas leis; tendo o neoliberalismo como instrumento de Satanás. Chegaremos ao ápice da queda do neoliberalismo, que se caracteriza pela deposição bélica de 15 países da OTAN, e a Grã Bre- tanha será o 16º país da OTAN a ser conquistado, tendo sido antecedida de um ano de assolações sobre a mesma.

Em contraposição, vemos que a OTAN possui 16 países na Europa, passivos de serem dominados. E os outros três: Canadá, Islândia e EUA, se encontram fora da acção dos inimigos que tende a ser os novos russos-muçulmanos.

Quando a Grã Bretanha for conquistada, só o será pôr 15 dias, quando então os 10 reis sem reino e as cabeças sem diademas, sendo patrocinadas belicamente pela Besta americana, imporá uma grande inves- tida bélica e libertará a Grã Bretanha, e a partir daí, os EUA, iniciarão a total reconquista da Europa.

56

As leis aqui elaboradas, apontam o neoliberalismo como inimigo de Deus. Entretanto, hão interpretações que mostrarei posteriormente, que revela exactamente o contrário. Isto ocorrerá para que a Operação do Erro seja manifestada.

Nota: insisto arbitrariamente nos 15 dias de domínio, quando superficialmente analisando, este período deveria ser esticado para um ano. Porém ajo dessa forma, pois está escrito que os 10 chifres ficarão com reino sobre Babilónia pôr apenas uma hora, e esta hora é 15 dias. Contudo os 10 chifres ficarão um ano sem reino. Pois nesse período apenas a besta é quem manda.

Embora a besta monte em Babilónia pôr um ano, aparentando ter toda autoridade sobre Babilónia, porém em dado momento, a besta divide sua autoridade com seus chifres "o um ano pode ser um dia e 15 dias ser uma hora". E nesse período a besta está odiando Babilónia.

O

PRÍNCIPE DE GOGUE (Ez.:38 e 39):

O

príncipe de Gogue tem o singelo nome de Ross. Coincidentemente é o meu nome. Mas isto de forma

nenhuma significa que eu seja Gogue "afinal existe o nome de Blasfémia, é pôr esse motivo que ele será chamado Ross".

Gogue é o responsável pela invasão de Israel, o que obriga a besta do mar a pôr-se em defesa de Israel, estabelecendo uma aliança com os judeus.

Cansativamente exponho a existência da Operação de Erro, e esta operação é caracterizada pela existên- cia da duplicidade, ou seja: quem é inimigo do comunismo, verá a besta como sendo comunista. Quem odeia o capitalismo, a besta é o capitalista.

Assim é para o príncipe de Gogue, que também é odiado pôr Deus, tal como a besta.

Pois bem, muitos vêem o príncipe de Gogue como sendo proveniente da Rússia, pelo fato que tal príncipe invadirá Israel pelo norte.

Eu admito que isto irá acontecer em relação a Rússia, mas não posso afirmar que seu líder será o príncipe de Gogue. Pois se a Síria ou o Líbano, possuir um líder com as características de Gogue, e impõem uma invasão a Israel pelo norte sem o auxílio da Rússia. Consequentemente esse líder pode exercer a função profética do Príncipe de Gogue.

Analisando belicamente as profecias, uma história salta aos olhos pôr ser demasiadamente óbvia. Hei-la:

Se a besta do mar vence a Gogue, entretanto, logo após essa vitória: a besta do mar perde seu Império para uma outra força.

Não podemos entender que Gogue possua uma força descomunal, uma vez que ele será vencido pela bes- ta.

Como disse, a conclusão é elementar.

Uma pequena força invade Israel, mas a besta do mar põem-se em defesa de Israel e destrói a pequena força. Porém a super força vem em apoio a pequena força e soma-se a ela "aliança russo-muçulmana ou chinesa muçulmana", e derruba todo o Império da besta do mar.

Este raciocínio provém da metodologia da Operação do Erro, onde várias profecias são unidas afim de formar a História. Ou seja, utilizo das profecias dos reis do norte e do sul (de Daniel), e ao mesmo tempo os interpreto como Gogue (de Ezequiel). Pois durante o Apocalipse a Operação do Erro dará argumentos a todos para que creiam naquilo que lhe for útil, e assim desprezando o Espírito e julgando-se sábio, onde tal sabedoria é preconceituosa, visto que apenas a sua é a verdadeira desconhecendo completamente a interpretação de seu inimigo, pois o julga como servo do diabo. E assim todos serão enganados, é isto que é Operação do Erro.

A pequena força são os árabes ao invadir Israel. Porém a besta do mar vence e instala o sétimo império.

57

Mas, simultaneamente a isso, o rei do norte "a grande Força" aparece representando o comunismo {?} declarando guerra a todos os capitalistas e conquista a Europa que é parte do sétimo império.

E assim, quem fora Gogue?

Fora um líder do Hesbolah (sírio ou libanês), ou os novos comunistas que surgirão na Rússia?

Seja quem for, a História do início do Apocalipse aparenta estar descodificada. Embora muitas outras coi- sas faltem. Mas tais serão expressas mediante a História que será apresentada.

Como já disse, o início da Última Semana de Daniel foi adiada pôr um dia e tal dia pode representar um

ano (

car se os homens entenderam o mistério.

Após esse um ano, Deus ficará quase meia hora em silêncio, que equivale a sete dias, para verifi-

)

Ou seja, se estão dispostos a construir a Máquina do Tempo.

Esses sete dias, serão sete anos.

Portanto, meus contemporâneos possuem sete anos para entender o óbvio e assim provocar a alteração Histórica que é o Apocalipse e a respectiva volta de Jesus. Só que agora, mediante ao Mistério da Máquina do Tempo tendo como filosofia política para a consolidação do paraíso: o Neocristianismo "comunismo teísta ou Solidariedade extrema".

Assim, durante sete anos estarei a disposição para a execução dessa tarefa. Se assim for, ao término des- ses sete anos, a Última Semana de Daniel terá se cumprido. Estando eu morto como Testemunha Mártir, ou desempenhando qualquer outra função que será relatada nesse Livrinho.

Se a Igreja tivesse entendido em tempo hábil. A Máquina do Tempo não seria a matriz do Apocalipse, pois nesse período, conforme já relatei em Livros anteriores, estaríamos no objectivo de abreviá-lo, afirmando não ser possível a edificação da Máquina do Tempo para proporcionar o retorno de Jesus a Terra. Visto que Deus não precisa da ciência humana e dos respectivos homens para pôr ordem na História. Embora estejamos aptos para tal evento. Se assim fosse, eu seria apenas o Vencedor da Igreja de Laodisséia.

Porém o descaso da Igreja em relação ao elementar, pode ter destruído essa possibilidade.

O UNIVERSO DOS ANJOS:

A priori, o universo celestial, devido a mistérios que deverão continuar mistério após a nossa geração:

simplesmente existe.

No início do universo, simplesmente surgiu do Nada: Deus e todos seus anjos, Arcanjos, Serafins e Queru- bins.

Assim ocorreu!

Todavia, explicitado o mistério[

]

Nota: todo ser vivo que conhece o Mistério de Deus através de um livro escrito pôr um homem capacitado para construir a Máquina do Tempo, se torna anjo. Podendo ser das trevas ou da luz, tendo regredido ou não no tempo.

Quando o universo foi criado: Deus e todo universo celestial, já se encontrava lá. Entretanto, devido ao Regresso espaço temporal, a origem do Universo celestial, faz-se no interior de nosso universo, onde alguns dos anjos arcanjos e etc., que existem no passado, ainda não se originaram em nosso universo, ou seja, ainda não nasceram. E quando nascerem, e regredirem no tempo, estarão no universo celestial des- crito a cima.

O Universo celestial, é constituído de vários tipos de seres, ou seja, Arcanjos, Querubins e etc

58

Como disse, anjo é o ser vivo, que conhece o Mistério de Deus.

Todavia, temos o Príncipe. Este, é aquele que através da Razão descobre o Mistério de Deus, e uma vez permitido, tem condições de edificar a Máquina do Tempo.

Serafim, é o Príncipe quando regride no tempo pela primeira vez.

Querubim, é o serafim regredido no tempo.

Arcanjo é o querubim regredido no tempo.

Deus, é o Arcanjo que regride no tempo.

Todo regresso no tempo acima do regresso que caracteriza o Arcanjo, é intitulado Deus, e Deus regride no tempo quantas vezes for necessário, e seu Título continuará Deus.

Tanto o Príncipe, quanto o Serafim, o Querubim, o Arcanjo, e Deus se dividem em quatro categorias. Sen- do elas:

Leão, Novilho, Águia e Homem.

O Leão se assenta no trono a direita do Homem e o Novilho e a Águia também se assentam no Trono.

{Ezequiel}.

Temos ainda, os seres viventes, que também se dividem nas mesmas categorias: Homem, Leão Novilho e Águia.

Esses seres viventes, tal como os Príncipes, também descobriram o Mistério de Deus segundo a razão. Entretanto pôr motivos apocalípticos, eles não foram solicitados para executar a Máquina do Tempo, e por isso não regredirão no tempo, e consequentemente, não mudarão de "patente".

Eu seria apenas ser vivente, caso as Igrejas fizessem o que a elas está determinado. Ou seja, mostrar que Deus Existe. Porém, o descaso pode consequencionar a minha transformação de ser vivente em Príncipe, e assim posso ser o Homem Pai do Leão.

O ser vivente, não regride no tempo, pois em seu planeta, não foi necessário a construção da Máquina do

Tempo, visto que tudo ocorreu mediante a manifestação física de Deus em dado planeta, já que as igrejas de lá, possuiu autoridade para identificar o enviado de Deus e a respectiva filosofia da Máquina do Tempo. Assim sendo não foi necessário a edificação da Máquina.

Porém, quando um planeta ignora essa verdade, o ser vivente recebe autorização para com a ajuda de outros seres como ele "muitos sem origem religiosa", para envergonhar a besta, mostrando que elas são burras, e eles são homens porquê têm raciocínio.

O TRONO DE DEUS [IS.6]& [AP.4;4 A 10]:

Os quatro animais: Leão, o Novilho, a Águia e o Homem, serão após os devidos regressos no tempo, O Deus Todo Poderoso. Porém, enquanto isto não ocorre, eles são, Serafim, Querubim etc.

E como tais, são conscientes que serão o Deus. Entretanto, os títulos que eles possuem, não os permitem visionar a face de Deus.

Pois, como veremos posteriormente, tais animais possuem determinada versão da História, e, se essas versões se confirmarem, o Deus Todo Poderoso serão eles.

Entretanto, se eles visionarem a face dos 4 Deuses, eles verificarão que eles estão certos em suas versões Históricas. Mas isto não é aparentemente permitido.

59

Digo "aparentemente", pois, se eles visionarem a face daqueles que se assentam no Trono de Deus e veri- ficarem que tais possuem as suas formas físicas, não significará tratar-se do Deus Todo Poderoso, mas, de uma imagem posta para os enganar.

Devido a isso, o visionar a face de Deus, é evitado filosoficamente pelos próprios 4 Serafins e etc. E assim, quando os mesmos rendem homenagem ao Deus Todo Poderoso, eles visionam aos três respectivos ani- mais que se encontram aos seus lados, dizendo a cada um deles, que tais são Santos.

E por isso cada um deles, dizem "uns para os outros" três vezes a palavra Santo, pois sabem que a ima-

gem física daqueles "outros três" que eles observam, acrescida da própria imagem [quatro], é a imagem de Deus. E confirmam dizendo que aquele conjunto é o Deus Todo Poderoso.

A propósito, Jesus é o Leão "Leão da Tribo de Judá", que assenta-se a direita do Homem, seu Pai.

Quanto ao Novilho e a Águia, no decorrer desse livro, tais serão desmistificados.

Mas, para saciar parte da curiosidade, o Novilho tende a ser Moisés. E o Bezerro de Ouro, foi uma precipi- tação pôr parte daqueles que conheciam e admiravam Moisés.

Pois Moisés concorre ao Título de Novilho. Entretanto, existe no absoluto [presente, passado e futuro] um outro concorrente a tal Título.

E, os israelitas ao adorar o Bezerro de Ouro, atribuíram tal Título a Moisés, e isto até o presente momento, ainda é Mistério.

O Pai do Novilho é a Águia

Creio que no momento, o leitor ainda não está preparado para as transformações teológica que esse Livro ousa executar.

Pôr esse motivo, encerro momentaneamente essas exposições, mas tornarei na próxima parte, pôr ser deveras necessário.

E o leitor estará mais preparado a tais exposições.

Quanto ao Título de Vencedor de Laodisséia, que me atribuo, dá-me a priori o título de ser vivente. Uma vez que não devo ter a pretensão de regredir no tempo, pois demonstraria a minha torcida para a mani- festação do Apocalipse prolongado, o que seria ato pecaminoso de minha parte.

Entretanto, o Apocalipse da Máquina do Tempo ocorrendo, automaticamente, eu concorro, juntamente a uma outra pessoa de outro planeta de humanos ao Título de Homem, e como tal, a Pai de Jesus, que pôr sua vez é o Leão.

Considero que os preparativos para a descodificação do Apocalipse se encerram aqui.

60

61

CCAAPPÍÍTTUULLOO 66 OORRGGAANNIIZZAANNDDOO OO AAPPOOCCAALLIIPPSSEE

62

63

Convém relatar que este Livrinho apoia-se sobremaneira na Operação do Erro {OE}. Devido a isso, a rela- ção entre descodificação de períodos bíblico-proféticos com o acontecimento aqui descodificado; possui várias interpretações, sendo elas positivas e negativas, sem que contrarie a Bíblia.

Sete dias antes de uma data Mistério inicia-se o tempo do fim.

Digamos que tal dia mistério seja em 4 de Outubro de 2000.

Conforme a Operação do Erro:

Pôr seis dias, Deus trabalhou. Após isso, haverá um dia de descanso.

Um dia pode ser: 1 dia, 1 ano ou 1000 anos.

Logo, 6000 anos antes de 4 de Outubro de 2000: aventura humana na Terra se iniciou.

Ou, 6 anos antes de 4 de Outubro de 2000: Se inicia os preparativos para a manifestação física de Deus na Terra, quando então Ele iniciará o Seu dia de descanso.

Ou, 6 dias antes, ou seja, em 28 de Setembro de 2000: é iniciada a obra que culminará no estabelecimen- to do Reino de Deus na Terra.

Devido a Operação do Erro, não posso afirmar qual das 3 possibilidades é a verídica.

OBS.: o sétimo dia, ou "o último dos sete dias" que pode ser um ano, um dia ou 1000 anos (4/10/2000; 4/10/2001; 4/10/3000) "extraído se necessário o valor de 33,33".

Nota: sabendo que este Livrinho é destinado ao futuro, já que existe a possibilidade de meus contemporâ- neos não entenderem o mistério, e assim o Apocalipse não se cumprir em nossa geração: devido a isso, as datas e nomes de personalidades actuais, serão esporadicamente substituídos pôr intervalo de tempo e nome bíblico ou pseudónimo.

Todavia, estando isto dito, posso mudar de ideia e conservar o nome das personalidades para que o entendimento do Livro seja mais fácil. Não obstante, não significa que tais personalidades farão o que estará determinado nesse Livro, visto que o Apocalipse pode não se cumprir em nossa geração, automati- camente quando o mesmo se cumprir em outra geração, certamente o nome das personalidades serão outros, pois tais nomes extrai do cenário mundial de minha época.

Ex.: Bush, pôr besta do mar; 28/9/2000 pôr início do fim.

Convém dizer que a data base, é 4 de Outubro de 2000. Entretanto os seis dias antecedentes a isso, são computados como: seis dias, seis anos, seis mil anos ou 2160 anos.

Mas, para a interpretação na qual já estejamos vivenciando o Apocalipse, os seis dias antecedentes serão textuais

Deste dia de 28 de Setembro de 2000 em diante, inicia-se um período em que 1335 dias depois, Israel romperá a aliança com a besta do mar (Dn: 12;12), que também é o cavaleiro do cavalo amarelo, chama- do morte (Bush).

1260 dias antes de Israel romper a aliança com a besta; a besta terá surgido (Dn:9;27) Assim, 75 dias depois de 28 de Setembro de 2000 (13/12/2000) a besta aparece "Eleição americana é definida e Bush é presidente". Nesse dia de 13/12/2000, inicia-se a ‘’ultima Semana de Daniel composta de sete tempos de 360 dias.

Terminará portanto em 7 de Novembro de 2007.

64

Não obstante, trocando o ano profético pelo ano solar de 365,25 dias: a Última Semana de Daniel se ini- ciou em 7 de Novembro de 2000, que é a data da eleição americana. Mas o resultado só se configurou 36 dias depois com a vitória de Bush

De agora em diante, as datas serão substituídas pôr número de dias, a partir de 28 de Setembro de 2000, ou seja, o Dia Zero.

FORMANDO O SÉTIMO IMPÉRIO MUNDIAL:

Para descobrirmos o dia da formação do sétimo reino, ou seja, o Império da Besta dentro da Última Semana de Daniel, precisamos primeiramente entender sem mistério o Apocalipse.

E mediante a autoridade de ser aquele que tem entendimento, digo que "a meu gosto" no dia 75 iniciou a Última Semana de Daniel. A partir daí a besta do mar (Bush) agirá pôr 1260 dias (+75=1335).

A besta do mar, age pôr 1260 dias "42 meses (Ap.:13;5)", quando ela é anulada pelo suposto oitavo rei, e

sobre esse império as profecias destinadas a Babilónia se ajustarão.

Sabemos que a queda de Babilónia durará um ano e 15 dias (380 dias), e também sabemos que o período de Glória é igual ao período de queda (Ap.:18;7,8), logo mais 380 dias.

Portanto o sétimo Império será estabelecido 760 dias antes do fim do sétimo rei, logo no dia 575, ou no dia 500 da besta.

Mas, como faço questão de trabalhar a partir do dia Zero (d.Z.), logo o sétimo império será formado no dia 575. Mas, como veremos posteriormente, o dia 575 pode ser trocado para o dia 935.

INICIANDO A OPERAÇÃO DO ERRO:

Embora eu diga que o dia Zero seria em 28 de Setembro de 2000, e que a Última Semana de Daniel se iniciou 75 dias depois, não significa que esta seja a verdade. Pois eu não tenho autoridade para datar o dia da Volta de Jesus, visto que esse dia apenas o Pai conhece. Posso sim, levantar um aglomerado de possi- bilidades e todas elas se cumprirem, mas nem por isso significará que Jesus voltará na data em que eu datar.

Sabe-se que Jesus voltará ao término da Última Semana de Daniel, logo eu não posso saber quando se inicia a Última Semana de Daniel, a menos que eu seja o Pai.

Portanto, quando se iniciou a Última Semana de Daniel?

É impossível responder com certeza!!!

Logo, no dia de hoje, as duas Testemunhas Mártires já podem estar em ministério de Testemunha a vários anos, e um indício disto seria as doenças que afectam o gado dos chifres bestiais (países da OTAN e dos presidentesinhos que se enredaram nessa Globalização demoníaca), sintoma característico da suposta pre- sença de um semelhante a Moisés na Terra.

Logo a besta já poderia estar prestes a matá-las e o mundo festejar suas mortes

E, uma das melhores datas da besta matar a essas supostas testemunhas, seria o dia em que a besta (Bush) edificasse o sétimo Império, logo, em 575. Assim, a Última Semana poderia ter se iniciado em - 685, ou no caso actual em 11 de Novembro de 1998.

Poderia expor uma infinidade de datas. Mas, para quê?

Se supostas testemunhas vão morrer quando o sétimo império for estabelecido em 575 (ou 935), elas só podem morrer depois que os cinco meses da quinta Trombeta ocorrer, pois suas mortes equivalem a sexta Trombeta, que é segundo Ai da Águia.

65

Portanto, antes da morte das supostas testemunhas é necessário que no mínimo hajam cinco meses e depois ou durante um intervalo equivalente a sexta Trombeta, para que as supostas testemunhas morram.

Pelo que já expus, a quinta trombeta não é um guerra "pois não se morre" Logo, a guerra que vai gerar o sétimo reino vem após os cinco meses

Todavia temos conhecimento da profecia contra Gogue que é destruído nas montanhas de Israel após sete meses de guerra. Logo sem aprofundar-me muito, esses sete meses seguem aos cinco, e equivale a sexta trombeta.

Assim, cinco meses mais sete meses, teremos um ano

Daí, um ano antes do estabelecimento do sétimo Império, ocorre algo semelhante ao início da quinta Trombeta, que se representa pela queda de uma estrela; a partir disso segue-se cinco meses e após isso, inicia-se os sete meses onde o suposto Gogue será destruído nas montanhas de Israel.

Esclarecendo outro ponto no relacionado a fundação do sétimo império: caso o mesmo tenha um dia "um ano" de Glória e Luxúria, a data de sua fundação é no dia 575. Entretanto, se um dia de Glória e Luxúria equivaler a um dia "24 horas", logo a data de sua fundação será no dia 935.

Isto posto, convém ao leitor admitir a possibilidade do dia 575 ser na verdade o dia 935; uma vez que Babilónia não teria um ano de Glória e Luxúria e sim apenas um dia.

MONTANDO HISTÓRIA:

Até o sétimo dia (um dia depois do dia zero, sendo que esse dia equivale a 24 horas, um ano, 360 anos ou 1000 anos) não proferirei descodificação de profecia correspondente a esse período. Pois temo cometer um aparente erro, e isto gerar aos "menos inteligentes" descredibilidade no trabalho apresentado, uma vez que "os menos inteligentes" não teriam entendido que o sétimo dia pode ser: 24 horas, um ano, 360 anos ou 1000 anos.

E ainda, temendo a descredibilidade num Apocalipse existente em minha geração: ignorarei a História que

culminará na edificação do sétimo reino, impondo assim uma margem de erro de 360 dias. Logo o dia 575 pode ser na verdade o dia 935.

A partir do dia 364 "com margem de erro de 360 dias derivado da possível redução do dia de Glória e

Luxúria de Babilónia, haverão sete meses onde a besta do mar vence e instala seu império. Logo, cria-se a analogia que esta força que luta contra a besta do mar, equivale a um pseudo Gogue, logo um reino que vem do norte onde após sete meses é destruído pela besta do mar nas montanhas de Israel.

Haverá uma grande força comunista que denominá-la-ei de União das Forças Comunistas.

Convém que se saiba, que a edificação do Império da besta, não significa de forma alguma, que a besta tenha adquirido vitória sobre países comunistas "a excepção da Jugoslávia - que faz parte da área proféti- ca do Império da besta". Pois a profecia de domínio da besta equivale a uma determinada área, e não ao mundo inteiro.

A GLÓRIA E LUXÚRIA, OU QUEDA DO SÉTIMO REINO:

Compreendendo-se Babilónia como sétimo Império Mundial e, sabendo que sua duração é de 15 dias e um ano (ou uma hora e um dia), no qual ela estará em período de Glória e Luxúria. Pode-se dizer, que as duas possibilidades existirão. Pois a Operação do Erro exige que isto ocorra. Logo, não é incoerente supor que sua destruição virá logo após a sua edificação.

E para isto, basta que ( mo dia.

)

União das Forças Comunistas declarasse guerra ao sétimo reino, naquele mes-

66

Porém isto não ocorrerá, pois será dado aos capitalistas devido a Nossa Senhora de Fátima e a João Paulo

II (lê-se mulher e antepenúltimo papa): um dia de prolongação de vida, para que eles se arrependam de

seus pecados.

Por isso, durante um ano, a União das Forças Comunistas não atacarão a Europa

Assim, se o sétimo Império se estabelecer em 575, é bastante possível que este sétimo império tenha um ano de duração. Mas, se tal império for edificado em 935, a sua duração provavelmente será de um dia "24 horas".

Contudo, como disse, existirá a Operação do Erro.

Hei-la:

OPERAÇÃO DO ERRO PARA O VATICANO:

Todos sabemos, que o Vaticano enquadrasse como ninguém a Grande Babilónia, pois tal se assenta sobre sete montanhas e Roma é a cidade das sete colinas, a mais, não farei comentário devido a obviedade do exposto.

A primeira Operação do Erro que cairá sobre o Vaticano é:

Quando o Sétimo Império Mundial estiver formado, será noticiado e imediatamente desmentido que o Jugoslavo comunista "actual Slobodam Milosevic", se declarou chefe de Estado de uma área da antiga Jugoslávia.

Jugoslávia: é um país que se encontra na área da fundação do Império da Besta, e era justo segundo os homens, mas a injustiça da besta (capitalismo) dividiu esse país em várias partes, porém não consegue derrubar o dono da Jugoslávia Unida, que é o Jugoslavo justo segundo os homens. E no devido momento,

a besta derrubará o Jugoslavo. Mas a Jugoslávia se reerguerá e fará o Império da Besta desmoronar. Por- tanto, na época actual, este país é a Jugoslávia.

Se de fato isto ocorreu naquele dia, o sétimo Império caiu!!!

Uma hora depois será provado que Slobodam não se encontra com poder em nenhuma área da antiga Jugoslávia.

(Eu sei que Slobodam Milosevic foi extraditado para Holanda em 28/06/2001 para ser julgado pelos discí- pulos do neoliberalismo "bestas?". Mas, isto não significa que Slobodam chegou ao seu fim político.)

Portanto, o Império Neoliberal se reergueu e se tornou o oitavo império.

Se isto de fato ocorrer, significa a total condenação ao neoliberalismo, a Igreja Católica, a Nossa Senhora

de Fátima; pois são todos Babilónias e bestas, e por isso seriam destruídos, visto que o império que surgi-

rá após isso: é o Império dos Eleitos do Cordeiro (Ap.:17;14), que perdurará 1000 anos.

Porém, como disse, será dado um dia "um ano" para os neoliberais se arrependerem de seus pecados e praticarem a Solidariedade Extrema.

A QUINTA TROMBETA:

Terminado o um dia de Glória e Luxúria, será tocada a "suposta" Quinta Trombeta.

A quinta trombeta que será apresentada aqui, pode não ser a verdadeira Quinta Trombeta "tal como a

relatada anteriormente", mas devido a Operação do Erro, será interpretada como sendo.

Estamos no dia 955.

67

Já mediante a descodificação e ajustamento para questão analisada, conclui-se que após a queda de uma estrela "país = Síria", vários mísseis com ogivas químicas serão disparadas pelos aliados da besta do mar "Gafanhotos" durante cinco meses contra seus inimigos que não possuem o selo de Deus.

Esses inimigos dos Gafanhotos, querem causar danos através de Batalha Campal aos Gafanhotos da Besta do Mar (Bush); porém não conseguem, pois tais Gafanhotos se encontram fora do alcance bélico de suas armas. Sendo esse o motivo deles terem ardente desejo de morrer, mas a morte foge deles, pois não con- seguem entrar em batalha campal contra os Gafanhotos para matar e morrer. Enquanto os Gafanhotos os atingem com suas armas aéreas.

Ao término desse cinco meses, o confronto ocorre, onde os Gafanhotos e os que não possuem o selo de Deus entram em batalha campal.

Sabe-se também, que esse evento é o 1º Ai, que pode ser associado a primeira queda de Babilónia.

Isto posto, compreenda-se que Babilónia seja o Império Romano restaurado. Logo esses que não possuem

o selo de Deus "sem selo", não possui exército para lutar contra a besta do mar (Bush), pois há algo que impede que este exército seja accionado.

Enfim, o exército dos sem selo não pode ser accionado, mas mesmo assim, os Gafanhotos os bombardeia com armas químicas durante cinco meses.

A conclusão se faz óbvia.

A besta do mar (Bush) bombardeia os sem selo no objectivo de após cinco meses iniciar a invasão daquele

país pôr terra.

Antecipando a conclusão" o país do sem selo, é o Iraque.

Quando a besta do mar (Bush) tiver seu império estruturado "após um dia - um ano", ela continuará pôr cinco meses, bombardeando o Iraque, visando a deposição de tal líder, que na época actual é Saddam Hussein.

Contudo isto é um mal presságio para a besta Bush, pois ao término daqueles cinco meses, a besta do mar (Bush) começa a ser atingida, pois é o seu primeiro Ai de queda. Porém é incoerente supor que o ira- quiano seja o autor dessa acção destrutiva contra Babilónia "império da besta do mar", logo é incoerente pensar que ele causará dano a Babilónia "Sétimo Império Mundial".

Pois esse evento que aparenta-se favorável a besta do mar, na verdade representa sua primeira queda. Donde se conclui, que ao término desses cinco meses, seja caracterizado pôr um outro acontecimento que faz o iraquiano mudar o vento da História que lhe era desfavorável.

A conclusão se faz óbvia:

Surge um suposto rei do Norte, que pôr alguns será interpretado como príncipe de Gogue, que vem em auxílio aos inimigos da besta do mar.

A queda de uma estrela: vimos no início do texto, que a quinta trombeta começou com a queda de uma

estrela que admiti ser país. Agora, mediante ao que já foi exposto, podemos concluir, que foi a queda des- sa estrela que fez a besta do mar soltar seus Gafanhotos contra o iraquiano. Já disse anteriormente, que tal estrela sempre tenderá a ser a Síria, pôr ela representar a Lúcifer, e Lúcifer está directamente ligado a besta do mar "Bush-EUA". Assim, para harmonizar-se as conclusões expostas: Notifica-se que quando a besta Bush dominou a Síria durante o "um ano ou um dia" de Glória e Luxúria, ela pôs um líder na Síria que é aliado total a besta do mar (Bush), e inimigo do iraquiano.

A estrutura política actual entre o Iraque e a Síria, proporciona uma conclusão óbvia, onde o líder da Síria

aliada a besta do mar, se utilizará dos Xiitas para justificar sua agressão ao Iraque. Mas, isso só durará cinco meses.

68

Pois quando o rei do norte entra na guerra: a Síria se fará aliada de Gogue "rei do Norte", donde se con- clui que o líder Sírio favorável a besta do mar (Bush) terá caído e em seu lugar, será posto um suposto filho de Dã, originário do Líbano para se tornar líder da Síria favorável ao rei do Norte.

Assim o líder sírio "aliado a besta do mar (Bush)" sentindo-se fortalecido pela aliança com a besta do mar, projecta-se para invadir o Iraque mas antes: esse sírio inicia aqueles bombardeios contra o Iraque pôr cinco meses.

Ao término dos cinco meses a União das Forças Comunistas "declara guerra a besta do mar (OTAN)"e par- te em auxílio ao iraquiano.

Então o líder sírio fiel a besta do mar é derrubado pôr favoráveis a "Rússia Comunista? (Rei do Norte)".

Simultaneamente, os comunistas e muçulmanos iniciam o domínio da Europa.

Adiante, explorarei esses eventos detalhadamente.

Aparentemente, creio que já estamos conseguindo esclarecer o início.

Recapitulando:

Em 564 ou 935, a besta do mar, seus 10 chifres, suas sete cabeças e Babilónia "OTAN", reconquistam o antigo Império Romano.

Uma hora depois do sétimo império estar edificado, a besta do mar percebendo que o poder comunista existe e pode espalhar sua revolução para o leste europeu e isto gerar uma queda de cinco cabeças da besta (Ap.:17;10).

A besta aceita a autoridade da União da Forças Comunistas.

Mas enquanto essas negociações são feitas

É noticiado e imediatamente desmentido que Slobodam Milosevic "o jugoslavo", aproveitando-se do momento propício ao comunismo, declara-se pôr Golpe de Estado, presidente da Jugoslávia.

Imediatamente isto é desmentido.

Se de fato isso ocorreu, o sétimo império profético caiu naquele momento, e portanto o império que virá a seguir, já será o oitavo império.

Pôr uma hora as informações serão conflituantes.

Será dito que Slobodam de fato assumiu o poder no país "ou em pequena parte deste", mas já foi total- mente expulso da Jugoslávia. Outros dirão que em nenhum momento Slobodam e seu exército liderou parte do território profético cabido a besta Bush, assumindo qualquer tipo de autoridade de chefe de esta- do.

Isto é demasiadamente importante, pois:

Se Slobodam dominou "mesmo que pôr uma hora" e foi expulso, significa que o sétimo império caiu mas uma hora depois ele se levantou e se tornou o oitavo império.

Isto significa a total condenação do neoliberalismo, pois ele se fez sétimo e oitavo império e assumiu todas as maldições proféticas.

Nota: como podes notificar, devido ao evento Jugoslávia, aparecerá um santo que é e não é, e que pretende criar o Império dos Eleitos do Cordeiro "União das Forças Comunistas". Pois será dito que o capitalismo já criou o sétimo e oitavo império, por isso o império que virá a seguir, é um Império Santo, já representando a estrutura para o retorno de Jesus.

69

Porém, esse santo que é e não é, será assassinado quando estiver formando seu Império. Se ele ressusci- tar, será dito que ele era uma das Testemunhas Mártires, mas pôr outros será dito, que ele é a besta, cuja ferida mortal foi curada, já que o capitalismo não edificou o sétimo e oitavo império na mesma hora. E assim o santo que é besta, que é o verdadeiro edificador do oitavo império, visto que um semelhante a ele, se fará vivo e edificará um império.

Mas, a História é muito mais complicada do que isto.

Logo após o evento Jugoslávia, é provável que "talvez em 569 ou 935" o autor desse Livro comece a ser reconhecido, e por isso será dado ao neoliberalismo a oportunidade de se arrepender de seus pecados, e pelo fato dos capitalistas me reconhecerem como santo, é que eles terão a oportunidade de provar que os comunistas podem ser pior do que eles.

E um dia (365 dias) será dado a eles. Para que eles executem a Solidariedade Extrema.

Ao término desse um dia "um ano": os comunistas serão soltos, logo, em 935.

A partir de então, não mais será possível saber onde se encontrará o mal.

Pois os neoliberais dirão que executariam a Solidariedade Extrema, porém os comunistas jogaram o povo contra eles, o que os impediu de continuar com a distribuição pacífica de suas riquezas. E por isso os comunistas "teístas", são anjos da besta (Ross ou Berg), que roubam de quem iria doar a riqueza pacifi- camente.

Os comunistas teístas "União das Forças Comunistas" porém dizem que os neoliberais jamais doariam suas riquezas pacificamente, pois eles estão apenas ganhando tempo para explorar ainda mais aos pobres, e se fortalecer para lutar contra Jesus. E afirmam que o neoliberalismo já edificou o sétimo e oitavo império e por isso o império dos comunistas teístas já representará o Império dos Eleitos do Cordeiro.

Com sinceridade, eu Rosemberg Mendonça do Nascimento não creio que os neoliberais doaram pacifica- mente as suas riquezas, pois seus pecados acumularam até aos céus.

Já o erro dos comunistas que era o ateísmo, teria sido consertado se João Paulo II "antepenúltimo papa", tivesse aceito a Teologia da Libertação dos Irmãos Boff, então se separaria o joio do trigo.

Portanto o pecado de João Paulo II não é pequenino, pois ele alterou a História em prol do capitalismo de uma forma terrível. E, o mínimo que ele pode fazer para concertar seu erro histórico é exigir dos capitalis- tas a solidariedade extrema. Pois ele não está isento do título de besta, e quem conhece profecia sabe muito bem disto!!!

E, enquanto ele não exigir solidariedade extrema dos capitalistas ele não poderá morrer, pois se morrer, já está condenado, devido aos erros históricos e sem precedentes que ele cometeu em seu pontificado. Pois até o seu pontificado é alicerçado no sangue de seu antecessor "Albino Lucciane", que foi assassinado para que um polonês anti comunista fosse eleito, afim de juntamente a Valessa, desestabilizar o comunismo polonês, e pôr reacção em cadeia gerar a queda da URSS.

Porém essa opinião é de homem pecador e defensor do comunismo. E digo com certeza, que estou nessa declaração: passivo de erro.

Mas sei que João Paulo II vai se concertar, pois assim está escrito, e é para ele que é dado um ano.

No passar desse um ano, o meu nome será comentado e dividido em duas partes e em duas ideologias. Para uns serei Ross e para outros serei Berg.

Um defenderá ao João Paulo II e o outro o acusará.

Mas talvez nem um dos dois seja eu. Pois imagens já foram fabricadas e preparadas para enganar aos homens.

70

Pois quem fabricou imagens pôr tantos anos, pela imagem "clone" será enganado?

Sete meses passarão e João Paulo II terá no dia 804 "ou numa determinada hora do dia 935" o início de sua glória e luxúria. Pois nesse dia ele atrairá a responsabilidade do império mundial a ele, tendo a seguin- te justificativa teológica, embora muitos desconhecerão.

Hei-la:

Ao ante penúltimo papa "ele", será oferecido o poder do mundo, pois os líderes mundiais temerão o infer- no, visto que já estarão sabendo que eles provocaram o Apocalipse e vestiram a roupa de besta, cabeças

e chifres.

Estando eles tementes ao inferno, eles mostrarão arrependimento!!! E agirão como se pedissem perdão ao João Paulo II, pôr terem edificado tal império. E oferecem esse império a Jesus, simbolizado pela imagem de tal papa. Pensando que isso fosse possível.

João Paulo II, admitirá que o sétimo e o oitavo império foram edificados, e por isso ele aceitará ser o suposto nono rei.

A besta do mar (Bush) pôr sua vez, pensará que agindo daquela forma, ela tirara de seus ombros a roupa

de besta passando a mesma para o papa, com a seguinte explicação:

A

besta do mar (Bush), não se verá como besta, mas como presidente de um país que faz parte da OTAN

e

que no futuro lutará contra Jesus, e o líder da OTAN nesse futuro, será o papa.

E assim agirão todos os chifres, que numa atitude covarde, muitos deles renunciarão a presidência de seus países, para que outros surjam em seus lugares e guerreiem a mando do papa contra Jesus.

Desta forma eles tentarão fugir do que estaria determinados a eles.

E o papa pôr sua vez, aceita a roupa de rei "besta", pois imagina que o sétimo e oitavo império já se esta- beleceu. E por isso o Império do Papa, representaria o Império dos Eleitos do Cordeiro (Ap.:17;14).

Percebe-se que de ambos os lados: um quer ser mais vigarista que o outro, onde o objectivo principal é deixar a batata quente na mão do outro.

Mediante essa fuga de responsabilidade: o comunismo "teísta e ateu", cresce assustadoramente em todo mundo.

Em 934 o sétimo ou oitavo império havia caído e reinicia as respectivas guerras, até que em 1169, os ára- bes batem a porta do Vaticano e João Paulo II é obrigado a fugir e se refulgia nos EUA sob a guarda da besta do mar (Bush). E pôr cinco meses será refugiado, até que em 1335, o brasileiro Gigante do Mar com 10 pontas "Lula", reabre o Vaticano e assegura o retorno de João Paulo II ao trono de Pedro

Após sete meses o caos novamente estará estabelecido na Europa, e em 1534 ou 1673 João Paulo II será assassinado em França

ESBOÇO DA QUEDA DO NEOLIBERALISMO:

Estamos nós novamente em 934: o dia de Glória e Luxúria do sétimo Império estará terminado, e o prazo para o neoliberalismo terminará.

A partir daí iniciará a queda de Babilónia, quando o Jugoslavo com o auxílio do exército da União das For-

ças Comunistas recuperará a Jugoslávia em 949.

Durante um ano: Babilónia ou Império da Besta Bush cairá.

Ou seja, a partir de 935: o sétimo ou oitavo império começará a ser destruído. E um novo império tenderá

a ocupar seu lugar.

71

Uns dirão que tal império que vem nascendo a partir de 1314: é o Império dos Eleitos do Cordeiro. Outros dirão que é o oitavo império, o império da oitava besta (Ross ou Berg).

A grosso modo, a primeira metade da Última Semana de Daniel foi descodificada, com uma pequena

variação de dias, visto que a precisão requer outros eventos relacionados, que não convém mencionar no momento, mas que diz respeito a diferença entre 360 e 365,25 dias

Entre 575 e 934, o comunismo crescerá no leste europeu, seja pôr revolução ou democraticamente

Obs.: constantemente lembrarei que as "profecias" aqui expostas podem não se cumprirem em nossa geração e por isso, os nomes dos personagens deste Livrinho, deverão ser interpretados como pseudóni- mo, embora tais nomes existam na actualidade. Pois, se conservo tais nomes "como João Paulo II, quando

poderia dizer antepenúltimo papa", é objectivando facilitar o entendimento do leitor, para que o conheci- mento deste Livrinho seja mais facilmente absorvido, visto a complexidade de seu conteúdo. Assim, quan-

to mais claro for a minha exposição, melhor será para todos

Lembro ainda, que o dia zero (28/9/2000), só deverá ser creditado, caso as profecias aqui descritas conti- nuem se cumprindo. Mas, se a História actual não acompanhar o profetizado "ou descodificado". Devere- mos admitir que o dia zero ainda não se iniciou e por isso deverá somar-se ao dia 4 de Outubro de 2000:

um ano, 360 anos ou 1000 anos.

Isto posto, pode-se concluir que passado um ano sem que as "descodificações" tenham se iniciado, con- cluir-se-ia um congelamento científico de 360 anos, e caso após esses 360 anos, minhas descodificações ainda não tenham se iniciado; sou obrigado a concluir que se iniciará um processo de decadência científi- ca, seja pôr guerra ou crescimento dos inimigos da razão nas lideranças, seja através de sistema teocráti- co primitivo, pregando um falso milénio de paz, quando na verdade será um milénio de trevas onde toda sabedoria "inclusive esse Livrinho" será caçada, até que ao término desse milénio "iniciado talvez em 4/10/2000 ou em 4/10 de 2360 menos 33,33 anos", a ciência renascerá e as profecias aqui descritas ini- ciarão o cumprimento.

Feito essa observações, espero que não apareça nenhum ser humano dizendo que as minhas descodifica- ções, não se cumpriram, pois tais equivalem ao tempo do fim.

AS SETE PRAGAS "TAÇAS", OS SETE SELOS, E AS SETE TROMBETAS:

Creio que o Apocalipse iniciar-se-á sofrendo as seis primeira Pragas e quando a sexta Praga for iniciada, o primeiro Selo será aberto, e gradativamente os demais Selos serão abertos e após a abertura do sexto Selo, tocar-se-á a primeira Trombeta e gradativamente as demais Trombetas serão tocadas e após o toque da sexta Trombeta, virá a sétima Praga e após virá o sétimo Selo e após virá a sétima Trombeta.

Assim sendo, podemos perceber a cronologia dos eventos apocalípticos.

1)- Feridas malignas nos servos da besta "sem comentário" (1ª Taça);

2)- Mar poluído (2ª Taça);

3)- Rios poluídos (3ª Taça);

4)- Aquecimento da Terra (4ª Taça);

5)- Falta de luz nas capitais do império da besta (5ª Taça);

6)- O rio Eufrates seca devido ao calor (6ª Taça);

7)- Autoridade a esse Livrinho (1º Selo);

8)- Início da ascensão da União das Forças Comunistas (2º Selo);

72

9)- Racionamento do Petróleo (3º Selo);

10)- Guerra da Besta Rica (4º Selo);

11)- Caça aos verdadeiros cristãos (5º Selo);

12)- Grande terramoto e queda de materiais celestes na Terra (6º Selo);

13)- Queda de materiais incandescentes nas florestas (1ª Trombeta);

14)- Uma montanha de fogo é atirada no mar (2ª Trombeta);

15)- Queda de um anjo das trevas (3ª Trombeta);

16)- Poluição atmosférica (4ª Trombeta);

17)- Anjos das trevas abre o poço do abismo (5ª Trombeta);

18)- Morrem as duas Testemunhas e os 4 anjos do Eufrates são soltos (6ª Trombeta);

19)- Terramoto que concretiza o fim da Última Semana de Daniel (7ª Taça);

20)- Silêncio de meia hora e ocorre o Terramoto que finaliza (7º Selo);

21)- Terramoto que finaliza (7ª Trombeta);

73

CCAAPPÍÍTTUULLOO 77 HHIISSTTÓÓRRIIAA PPRROOFFÉÉTTIICCAA

74

75

Deste capítulo em diante, não mais minunciar-me-ei nas exposições. E a História que será expressa, será História corrida que alguns podem interpretá-la como mera ficção, mas surpreender-se-ão quando tais acontecimentos se concretizarem em alguma época.

Há uma margem de erro de 75 dias. E até um ano, caso seja concluído no alto, que o neoliberalismo não terá um ano de Glória e Luxúria, assim sendo, o início da ascensão do sétimo Império será adiado em "um ano, 360 anos ou 1000 anos".

BRASIL:

Já dizem os antigos: santo de casa não faz milagres.

Eu tenho um sonho que gostaria que se realizasse em meu país, e por isso tenciono pôr a minha vontade acima de minha capacidade de entender História. Devido a essa vontade, estou sujeito a erros.

Pois meu desejo, pode superar a minha razão.

Mas eis o que eu entendi sobre os dias que vem:

Porém, temendo ser mal interpretado, ocultarei tais conclusões, e apenas digo esperar que nas eleições de 2002, Luiz Ignácio Lula da Silva se torne presidente de meu país.

A CONQUISTA DO SÉTIMO IMPÉRIO MUNDIAL:

Basayev: Shamil Basayev > semelhante a Baal Zevuv, tende a desempenhar a função de Gogue futura- mente, caso o Apocalipse venha a se prolongar, e mediante a Operação do Erro. Basayev pode ser o Grande Rei Aterrorizador da Centúria X-72 de Michel Nostradamus, caso o Apocalipse se cumpra em nossa geração.

A União das Forças Comunistas aliada a Basayev já devem estar expulsando a OTAN da Turquia para as

Montanhas do Cáucaso

Em 558 (ou 918), a União das Forças Comunistas (UFC) exige da OTAN a retirada de tropas das monta- nhas do Cáucaso e ponha fim a guerra contra os muçulmanos.

A besta do mar chegara ao apogeu de seu império e inicia as conversações de paz promovida pela ONU

Enquanto se conversa, é noticiado e imediatamente desmentido que Slobodam Milosevic "o jugoslavo comunista" em 575 (ou 935) se declara pôr Golpe de Estado, líder de uma área da antiga Jugoslávia.

Mas isto não atrapalha as negociações de paz.

O Irão, a Grã Bretanha e os EUA, temendo que a UFC (União das Forças Comunistas) cumpra as ameaças:

encerra a guerra contra o Iraque.

Então a paz é consolidada no mundo, porém havia duas pessoas, uma na Síria e outra no Líbano que des- de -685 (ou -325), incomodavam a besta, e em 575 (ou 935) se negavam a depor as armas e insistia em continuar agredindo a besta com actos terroristas.

Quando então, esses dois homens são mortos e o mundo festeja suas mortes, pois significa o estabeleci- mento definitivo da paz.

Estes corpos ficarão expostos em praça pública, para que todos não tenham dúvidas quanto as suas mor- tes.

E a mídia do mundo afirmará constantemente, que aqueles homens foram os causadores de todos os males ocorrido durante aquele período de guerra.

76

O mundo ainda não estará consciente do momento em que vive, pensando que tais eventos ainda não

representam o Apocalipse.

Mas uma pequena voz se tornará muito alta, tão alta que se dividirá durante o dia ou ano de Glória e Luxúria que se inicia. E será isto que amedrontará aos líderes mundiais, que pôr temerem o inferno, pen- sarão que renunciando a seus cargos, conseguirão a absolvição dos céus.

CHIFRES E CABEÇAS:

Alemanha, Polónia, República Theca, Áustria, Noruega, Dinamarca, Islândia: são as sete cabeças da besta do mar. Enfim, são países da OTAN que não fazem parte da área correspondente ao antigo Império Roma- no.

Destas: cinco serão totalmente dominadas, seja democraticamente ou belicamente pela UFC, durante o ano de Glória e Luxúria de Babilónia.

E os países da OTAN dentro do antigo Império Romano "e por isso livres de caírem nas mãos da UFC durante o dia de Glória e Luxúria, são a Grande Babilónia e os 10 chifres, que são:

Grã Bretanha, França, Portugal, Espanha, Itália, Holanda, Grécia, Turquia, Luxemburgo, Áustria.

Grã Bretanha, representa a Grande Babilónia e os EUA é a besta do mar.

Como sabemos, o somatório resulta na OTAN.

BRASIL:

Em 756 um Gigante do Mar de 10 pontas é presidente do Brasil.

Convém dizer que nesse período é possível que eu tenha sido trocado pôr demónio.

E é possível que o sétimo Livrinho, que pode ser o oitavo se passando pelo sétimo, já esteja circulando. E será isto que aparentará santificar a besta e condenar o santo.

Devido a isso, não mais referir-me-ei a essa pessoa como sendo eu e lhe darei o pseudónimo de Berg, e criarei ainda um outro personagem, e a esse darei o nome de Ross; onde um desses dois, pode ser o ver- dadeiro eu e o outro ser demónio. E quando as Alterações Históricas se consumarem, ambas as pessoas aparentarão existir e ambas terão o respectivo Livrinho e ambas se dirão eu e chegarão a dizer, que uma delas sou eu regredido no tempo "e isto pode ser verídico, caso o sétimo e oitavo império tenham se for- mado simultaneamente em 575 {ou 935}.

O

Brasil adquire postura de esquerda radical e tende a se tornar companheiro político e bélico da UFC.

O

INÍCIO DO FIM DE BABILÔNIA:

Terminado o um dia de Luxúria em 935.

O comunista russo exige a retirada da OTAN da Jugoslávia "ou algo parecido".

Não haverá acordo.

As manifestações comunistas crescem em toda Europa.

A besta do mar apoiará abertamente a Índia em sua luta contra o Paquistão, na esperança de mudar o

vento da guerra pôr vir, visto o grande número de soldados que a Índia produzir e devido as constantes vitórias da Índia contra o Paquistão.

77

A China pôr sua vez, encontra-se com um grande problema interno devido as manifestações populares em

apoio a Fallun Gong.

E

assim, a besta do mar com apoio da Índia e posteriormente do Irão, visto que a animosidade entre Irão

e

Afeganistão já se manifesta. Ela poderia mudar o vento da guerra.

O

MUNDO DE 955:

O

Império Neoliberal havia se estabelecido em 554 {ou 914}, e em 955, o jugoslavo comunista com auxí-

lio

da UFC, adestra na Jugoslávia e põem fim a configuração do Império.

No mar Negro a Marinha Russa do comunista russo Zilganov e do Muçulmano Shamil Basayev, já adquire importantes vitórias frente a Marinha da OTAN.

O deslocamento de tropas da OTAN das áreas conquistadas para proteger a Europa da invasão russa,

enfraquece seu poderio bélico naqueles territórios, e gradativamente perdem território em várias frentes de batalha. Uma vez que todos os muçulmanos voltavam gradativamente a guerra exigindo a devolução dos territórios dominados pela OTAN.

Shamil Basayev (líder da Xexênia), Abdullah Oxalam (líder Curdo) e Saddam Hussein (iraquiano), já toma

o

leste da Turquia.

E

a Rússia: a Roménia e já adentrando na Bulgária. E simultaneamente já tomam a Áustria, a Eslovênia, e

ameaçam as fronteiras da Itália.

Grande parte da Marinha da OTAN, abandona o Mediterrâneo dirigindo-se ao mar Negro para evitar a pro- gressão da Marinha Russa.

E nisso, a Marinha do norte da África se fortalece e aporta na Espanha; e o conflito pôr terra já se mani- festa.

1169 / A FULGA DE JOÃO PAULO II:

Como já disse, em 935 o Império da Besta caía e grandes manifestações populares em repúdio ao Vatica- no e ao respectivo papa João Paulo II, causava insegurança ao Sumo Pontífice. Onde ele era acusado de besta pôr te aceito ser o líder de tal Império "pensando ser o nono império", mas seus inimigos diziam que tal império era o oitavo, e outros, o sétimo.

Então, os soldados da UFC e árabes trazendo consigo uma nova versão histórica, embora ainda não sai- bam, já ameaçam as fronteiras italianas. Até que a Itália se torna gradativamente um província árabe.

Anjos "anjos de Berg", na necessidade de abreviar o Apocalipse, consolidam a versão de que o sétimo e oitavo império já se configuraram em 575 (ou 935), e o neoliberalismo já produziu todos os frutos benig- nos que podiam na era Bill Clinton, e por isso a destruição de Bush é santificada.

Mas conviria que João Paulo II, apoiasse a essa destruição.

Entretanto, o adiamento de tal decisão pôr parte de João Paulo II; na concepção de tais anjos, só legiti- mava que tal papa e a respectiva imagem de Mulher "Virgem de Fátima" adorada pôr esse papa. São res- pectiva Besta e Babilónia, e que precisam ser destruídos juntamente ao neoliberalismo representado pelo sétimo reino.

Mas, para que tais anjos não fossem vistos como guerrilheiros radicais: Tais anjos deram um prazo a tal papa para que ele emitisse opinião. E tal prazo se encerra em 935.

Outros anjos "anjos de Ross", esticam esse prazo para 1335. E admitem que os neoliberais de besta-Bush, embora sejam bestas, porém não são. Visto que tais já teriam sido arrebatados e em seus lugares foram postos anjos de Lúcifer para desempenhar as funções apocalípticas, como edificação do sétimo e oitavo

78

Império. Devido a isso, caberia aos povos, fugirem dessas bestas "anjos de Lúcifer", para que não sejam cúmplices de seus pecados.

Lembro que o neocristianismo espera que o neoliberalismo faça a Justiça Social pacificamente "Solidarie- dade Extrema".

Pois se assim agir, a História do Futuro se alterará e o jeitinho brasileiro "arrebatamento da igreja pôr via de troca de arrebatado pôr anjo, sem que ninguém perceba" será dado, para salvar aos neoliberais.

Diziam os anjos de Ross, que o papa João Paulo II não pregava a destruição do neoliberalismo, porquê os líderes neoliberais da fundação do sétimo reino estão sendo substituídos pôr outros neoliberais e tais já são os eleitos do Cordeiro, pois tendencionam a executar a Solidariedade Extrema.

Desta forma, a destruição do neoliberalismo da besta do mar, já está sendo destruída democraticamente, sem portanto apelar para destruição bélica.

Mas o tempo para esse procedimento, segundo os anjos de Ross, termina em 1335, quando todos os neo- liberais farão a Solidariedade Extrema em seus países, e os que não fizerem dentro deste prazo, é porquê não pretendem fazer, e por isso deverão ser destruídos pela UFC, representando os Eleitos do Cordeiro.

Mas, para os anjos de Berg, esse prazo termina em 935.

Enfim, temos Ross e temos Berg, mas um deles pode ser demónio, e talvez ambos sejam demónios.

Os anjos de Berg, tendem a divulgar veementemente, que o sétimo e oitavo império mundial se manifes-

tou na ordem neoliberal em 575 (ou 935), e por isso, os responsáveis pela destruição do neoliberalismo,

já tendem a ser os eleitos de Jesus. Logo, já é mais do que tempo para o papa emitir opinião e abençoar a

destruição do neoliberalismo.

A embromação de João Paulo II para esses, só caracteriza que ele é a besta e objectiva ganhar mais tem-

po para a injustiça. E assim deixar nascer o Apocalipse da Máquina do Tempo sob seu controle, no qual

impediria a construção da Máquina do Tempo na Terra; fazendo descer um Deus a Terra "de origem neoliberal", com força suficiente para impedir a construção da Máquina, e assim, retirando a possibilidade de Jesus regredir no tempo "já que a Terra impediu o avanço da Máquina do Tempo, logo os seus filhos não podem usá-la. Pôr conseguinte, não possuirão autoridade no regresso no tempo", tirando desta forma,

a Deidade de Jesus, pondo-o a nível de super profeta de Alá e caracterizando o domínio de uma Mulher extraterrestre "semelhante a Lilith" sobre a Terra "posteriormente entenderemos".

CONTINUAÇÃO DA GUERRA APÓS 935:

Os anjos de Ross já influenciam o comportamento dos soldados da UFC, que já expulsam os soldados de

Gogue "novo presidente da Síria aliado a besta do mar", para as montanhas de Israel. Visto que a Turquia

já capitulou, assim como a Grécia, Roménia, Bulgária e toda antiga Jugoslávia.

A Marinha Russa, já domina o mar Negro e agora as grandes Batalhas Navais se concentram no mar

Adriático e Mediterrâneo e as fronteiras da Itália estão todas ameaçadas.

O líbio Khadafi já invade a Espanha.

Os soldados do Sírio Xiita mancomunado com o Irão, com a Turquia da OTAN e muitos outros povos, estão sendo empurrados para Israel e assim se fabricará circunstâncias, para que o novo líder Sírio aliado a bes- ta do mar, seja abatido nas montanhas de Israel, para que sobre ele caía também a profecia contra Gogue, onde os destruidores de Gogue e da besta do Mar, possam ser interpretados como os eleitos do Cordeiro. Uma vez que uma outra força comunista "Rei do Sul" inimiga de ambos "Gogue e besta do mar", surge na África negra e sobe em direcção a Israel.

Quanto a besta do mar: o seu fim ainda está longínquo.

79

O novo líder Sírio não tendo mais para onde fugir: estaciona-se nas montanhas de Israel e a vingança

Sunita e comunista se aproxima dele.

As fronteiras da Síria, já haviam sido libertas pôr Shamil Basayev, Saddam, Abdullah Oxalam, juntamente aos soldados da UFC e do jugoslavo comunista.

A OTAN e Gogue estão encurralados em Israel e Egipto. Suposto Gogue em Israel e a OTAN no Egipto.

ROSS E A ÁFRICA NEGRA:

Muitos anjos de Ross e o próprio Ross, logo após um suposto arrebatamento da Igreja, fizeram morada em Angola. E a cada dia mais anjos de Ross surgiam em Angola, no objectivo de anular a Unita.

Durante o anulamento da Unita: Angola se aliará ao Congo comunista de Kabila e rumará para o Sudão em sua luta contra Bush, Egipto e Etiópia.

Etiópia cairá primeiro e a seguir, cairá o Egipto.

E logo, o mar Vermelho é tomado e os soldados da besta do mar são capturados.

A ENTRADA DE ROSS OU BERG EM ISRAEL:

A influência bélica dos neoliberais sobre o Iraque, já não mais existe, pois foram obrigados a se concentra-

rem em Israel e posteriormente no Egipto. E por isso o iraquiano Sunita "Saddam", já avança sobre o Irão.

O exército do novo suposto Gogue "o sírio da besta", já se concentram nas montanhas de Israel.

Os neoliberais da besta, nesta data possuem um problema chamado Ross e a África negra, que já empur- ram o exército egípcio para as suas fronteiras e gradativamente os anjos de Ross, os soldados do Sudão, de Angola e do Congo comunista, já vão tomando o mar Vermelho afim de separar o exército da besta do mar, do exército do suposto Gogue "sírio da besta" que se concentra em Israel.

A separação ocorre e a OTAN no Egipto fica totalmente sitiada.

A medida que os soldados de Bush são capturados, os anjos de Ross se empenham em suas conversões, e

muitos se convertem, mas não se alicerçarão, pois ao primeiro tremor eles cairão.

Nesse mesmo período inicia a invasão de Israel pelo Sul e os soldados da UFC e outros pelo norte.

Enquanto isto ocorre no norte da África. Os anjos de Ross e Berg crescem na Itália.

Os de Berg muito mais, devido a invasão comunista e a respectiva ira histórica contra o Vaticano.

SOCORRAM A EUROPA:

O PEDIDO EUROPEU EM PORTUGUÊS: Está escrito na Fronte da Babilónia "um nome mistério - Ap.:17;5 -

mediante Operação do Erro" Europa, uma palavra em mistério: Marrocos, que ao contrário, significa "Socorram". No mesmo sentido, os de língua portuguesa, verão na outra Babilónia Roma, a palavra Amor.

O Gigante Marinho de 10 pontas "Lula", já possui soldados em Portugal devido ao envio de tropas que FHC

ou Marco Maciel "espírito da imagem da besta do mar", havia feito antes de sair do cargo.

Quando Lula assumiu o poder, as negociações diplomáticas com a OTAN, se iniciaram. E as tropas brasilei- ras se mantiveram neutras em Portugal, durante todo período de negociações.

E, caso a integridade física dos soldados brasileiros em Portugal sofresse algum dano: o Brasil se aliaria

aos inimigos da OTAN.

80

E assim o exército se manterá em Portugal e será respeitado.

Quanto as aventuras de Ross no norte da África, é independente do governo brasileiro que se faz total- mente autónomo em suas manifestações diplomáticas.

Portanto Lula, o "centro-esquerda indeciso, (indeciso pois tende a direita devido a alguns intelectualóides do PT, como Aloísio Mercadante)", alimentará as esperanças de Bush em ter o Brasil como aliado. Quanto

a Enéas Carneiro ou Garotinho: a sua participação apocalíptica ainda não se iniciou de fato. Sua função nesse momento é policiar os actos de Lula, para que Lula não cometa imbecilidades neoliberais, como alguns tentarão induzi-lo.

NOTA AOS AMERICANOS SEGUNDO ROSS:

É possível que Bill Clinton ou Al Gore já representem a santificação americana. Mas ele morrerá e uma

mulher assumirá e tentará fazer a Justiça Social, mas será injustamente acusada. Ela é Patrícia de João

XXIII "caso o Apocalipse se cumpra em nossa Geração".

E como Ross, digo aos americanos para cumprir a profecia de João XXIII:

Cuidado com a voz do homem pobre que vem do sul, mas do sul de todos, seu coração sempre esteve no norte, e ele veio retomá-lo com seus irmãos negros.

Essa voz, sou eu "Branquiça de Ross", "através do Livrinho dos Açores" e os negros, são os protestantes americanos. Oxalá que façamos um presidente, ainda que seja Al Gore.

Se não fizermos, entraremos aí pela força.

Podem jogar bombas, que devolveremos.

Só pararemos quando conquistar, ainda que leve 27 anos, e não haja nada para ser conquistado.

Pois as alterações históricas que promovo nesse Livro, já nos garantirão o estabelecimento do Paraíso na

Terra em 2300, e por isso, não precisaremos mais da tecnologia dessa geração, quando as Testemunhas

Mártires ressuscitarem. Pois já teremos feito o que a nós foi destinado.

Por isso, de nada valerá toda tecnologia americana, se vocês não me ouvirem.

Suas Glórias, serão um aglomerado de lixo radioactivo.

Vocês podem mudar a História: e dizer as vossas gerações que ajudaram na evolução da raça humana. Assim como mostram em seus filmes.

Pensem nisso

Ora, vocês são do futuro. Porquê lutar contra ele?

Será que amar a propriedade é deixá-la inútil em um canto. Ou amar a propriedade é deixar que ela

encontre um novo dono e seja feliz?

Para que ter, além do que precisa?

Ora, o que a Terra deu, é para todos. E vocês "astuciosamente", estão pegando tudo.

A tecnologia que vocês têm, fomos nós cientistas a preço de sangue quem criamos. Por isso, vocês capita-

listas, não são donos de nada!!! E sim, uns aproveitadores do trabalho alheio.

Fui claro!

81

27 anos de guerra, ou não?

O problema é de vocês. Pois a nós a morte não tem autoridade, pois RESSUSCITAREMOS!!!

Eu sou o caudilho azul que partirá das terras polares domar de Ross.

Segue a descodificação:

Muammar Khadafi e seus aliados do norte da África, já terão a Espanha dominada e em guerra contra a OTAN.

As negociações diplomáticas para pôr fim a guerra entre a África do norte e a OTAN é iniciada sob a regência de Lula.

Com as seguintes cláusulas:

A OTAN encerra as operações bélicas contra as alianças de Khadafi (Opep), em troca: Khadafi e seus alia-

dos do norte de África permitirão que o exército da OTAN sitiado no Egipto retornem ileso a seus países de origem. Enquanto que na Espanha, os latinos americanos sob a gerência do membro da Opep Hugo Cha-

ves da Venezuela, farão um governo provisório naquele país, até que hajam novas eleições. E a integrida- de territorial da mãe Espanha será totalmente respeitada "e o Asno - presidente neoliberal deposto pela guerra, poderá retornar a presidência caso ganhe a eleição", Quanto ao rei espanhol, este continuará no trono.

Assim, a junta militar liderada pôr Hugo Chaves governará a Espanha.

Se Bush não concordar: o Brasil se aliará aos aliados de Khadafi e iniciarão a invasão de Portugal.

A OTAN cederá.

Daí, o Brasil de Lula, continua neutro na guerra mas fazendo valer a sua vontade.

O desembarque de tropas brasileiras em Portugal, criou uma grande quantidade de anjos de Ross naquele

país. E isto posteriormente gerará um Golpe de Estado.

No final dessas negociações diplomáticas, a OTAN se resumirá na Europa apenas 7 países "livres":

França, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Portugal e Itália.

Nessa configuração que iniciará o Evento Vaticano.

Estamos ainda em 1176, e os comunistas russos continuam em sua escalada de domínio e encontram-se

em guerra nas fronteira francesas, italianas e

E João Paulo II fugiu para os EUA.

Os anjos de Ross e de Berg, modificam a postura intelectual de Máximo Dalema "que retornara ao poder na Itália", e ele concorda que a Máquina do Tempo pode ser o Mistério de Deus, caso esta seja a vontade do Criador do Universo, se transformando em Vencedor de Laodisséia. E aceita retornar a filosofia de Karl Marx, porém "teísta".

Não obstante, faz-se neutro ante as versões de Ross e Berg, não sabendo a qual das duas defender, espe- rando com isso o evento Vaticano, para se definir.

Máximo Dalema ao assumir a Itália, simbolizou o rompimento com a OTAN.

Lula então, última Bush a retirar o exército da OTAN da Itália, visto que a OTAN não possui mais nenhuma autoridade naquele país que justifique a presença da mesma naquele território.

82

O acordo de Lula a retirada das tropas da OTAN na Itália, quando Máximo Dalema aliado aos comunistas

chefiar a Itália, se justificará no seguinte argumento:

As tropas latino americanas darão toda segurança aos católicos na Itália, ao ponto de declarar guerra a qualquer país, inclusive a Máximo Dalema, que não respeitar a autoridade de João Paulo II sobre o Vatica- no. Pois Lula e os latinos americanos se posicionarão de acordo com o pensamento de Ross.

Se Bush não concordar, ele encontrará mais um inimigo bélico na Europa, que representará as alianças do Brasil "América Latina". E isto ele não estará disposto naquele momento e ordenará a retirada da OTAN a Itália.

Enquanto a OTAN recua para as fronteiras francesas, a marinha Latino Americana sem disparar um único tiro adentra no mar Mediterrâneo, para aportar na Itália.

Um clima de paz, sobrevoa o mundo.

Os árabes e comunistas dominam a Itália, contudo com expectativa de entender profeticamente o que está acontecendo.

Enquanto isso, as alianças do norte da África adentram em Israel para destruir o suposto Gogue pelo sul; e Shamil Basayev, Abdullah Oxalam e Zilganov pelo Norte.

O suposto Gogue "sírio da besta" se concentra nas montanhas de Israel, e começa a ser abatido.

Mas a paz parece que está a caminho. Todas as profecias parecem que já foram cumpridas em 1245, fal- tando apenas pequenos detalhes, que ocorrerão naqueles 15 dias seguintes.

Os árabes se encontram na Itália com uma grande área dominada, já estando as portas do Vaticano. E também aguardando a consumação do evento Vaticano.

O Papa João Paulo II, já está a cinco meses fora do Vaticano e se comenta que João Paulo II renunciou.

83

CCAAPPÍÍTTUULLOO 88 AASS IIDDEEOOLLOOGGIIAASS DDEE RROOSSSS EE BBEERRGG

84

85

PRIMEIRA PARTE:

Antes de adentrarmos no evento Vaticano que é simultâneo ao evento Irlanda, onde esses dois aconteci- mentos interagirão na formação do sucessor de João Paulo II. Ou seja, na formação do penúltimo papa de pseudónimo Glória da Oliveira.

Haverá muita confusão derivada exclusivamente desse Livrinho e suas interpretações.

Pois caso as profecias tenham se cumprido em nossa geração, é deveras necessário que em 935 esse Livrinho já seja conhecido pelas cabeças de Babilónia, para que elas possam se arrepender e não serem mandadas ao inferno.

Pois a partir desse dia, será o Livrinho quem guiará o Apocalipse, uma vez que já estaremos vivendo as Alterações Histórias provocadas dele.

O dia 935 para nossa geração equivale ao dia 15 de Abril de 2003 "aproximadamente".

Nesse período o gigante marinho de 10 pontas "Lula", já seria presidente do Brasil "aviso ao povo brasilei- ro: não pensem que a não eleição de Lula em 2002, fará com que o Apocalipse não ocorra. Pois se o pre- sidente não for Lula e as profecias aqui descritas terem se confirmado até aquela data. Todos os neolibe- rais brasileiros que não votaram em Lula, serão demónios!!! Independentemente da versão histórica que venha a se cumprir."

Estando Lula presidente do Brasil: um homem semelhante a mim "talvez eu mesmo, cujo nome é Ross ou Berg, terá adquirido autoridade ante ao governo brasileiro para iniciar juntamente a uma equipe de homens de ciência a edificação de aparados voadores capazes de corromper as leis do tempo e do espaço - discos voadores" "Mas se Lula não tiver sido eleito em 2002, pequenas alterações históricas ocorrerão no Brasil, sem que isto interaja no restante da história do mundo, pois as pragas tais como ocorreram no Egi- pto, sobrevirão no Brasil até que os demónios sejam todos destruídos".

Simultaneamente, crescerá a credibilidade quanto a Máquina do Tempo e as ideologias dela derivada, criando assim, a existência de anjos.

Convém relatar para finalizar o raciocínio expresso anteriormente equivalendo ao período de 935: que a humanidade terá o futuro em suas mãos, podendo terminar o Apocalipse naqueles dias. Bastando que João Paulo II reconheça o autor desse Livro como enviado do Deus Vivo.

Isto provocará uma reacção em cadeia, onde quase todos os neoliberais executarão a solidariedade extre- ma, construindo os alicerces do Paraíso na Terra.

Porém João Paulo II, talvez pôr prudência, adiará a decisão e isto causará insegurança ao sumo pontífice na Itália.

Até que em 1175 ele fugirá da Itália, indo se refugiar nos EUA, e alguns anjos afirmarão que o papa renunciou e pôr isso conviria um Conclave.

Pôr cinco meses, João Paulo II estará fora do Vaticano.

VENCEDORES DE LAODISSÉIA:

São pessoas que admitem que o autor desse Livro é enviado do Deus Vivo.

Após isso:

De tais Vencedores, surgirão os anjos de Ross e os anjos de Berg e inicialmente as ideologias se equipa- rão, mas posteriormente tornar-se-ão inimigas radicais.

A priori tais ideologias se iniciam da seguinte forma:

86

No início do Apocalipse conhecido, se supõem que ainda não houve arrebatamento da Igreja e assim, tudo se comporta como se nada estivesse acontecendo a nível profético. Mas, os vencedores de Laodisséia, entenderão o Mistério da Máquina do Tempo e assentarão com Jesus no Trono de Deus e se tornam anjos assim como eu sou. E jamais serão derrotados.

Ainda que no futuro, algum semelhante a nós se empenhe numa batalha contra o Senhor dos Exércitos. Saber-se-á que aquele semelhante a nós, é apenas um clone demoníaco. Visto que estamos destinados a vitória, e se a História registrar que nós perdemos, será mentira. Pois quem de fato perdeu, foi o nosso clone demoníaco, uma vez que temos a Máquina do Tempo, e por isso só entraremos fisicamente na Histó- ria, já conscientes de que venceremos e ao sabermos que iremos perder, deixamos que nossa imagem perca em nossos lugares.

Mas oxalá que não estejamos passivos historicamente a derrota em nossa geração. Pois se estivermos, haverá arrebatamento da Igreja a nível de troca onde alguns dos nós que estiver direccionado a derrota, será substituído pôr clone demoníaco, ou seja, anjo das trevas. Já que nós somos anjos de luz e eternos vencedores.

Mas esse tipo de troca só ocorre se o mundo quiser caminhar para o erro, e caminhando para o erro, a Máquina do Tempo será construída para poder patrocinar tais eventuais trocas impedindo que os vencedo- res de Laodisséia se percam. Contudo, isso culmina num Apocalipse complexo e prolongado.

Pois bem, tomara que o Apocalipse não requeira a consumação do Apocalipse da Máquina do Tempo. E que consigamos fazer do mundo um República de Vencedores de Laodisséia, não havendo na Terra nenhum tipo de anjos seja de Ross ou seja de Berg.

Pois se houver: estaremos criando a realidade de que nós regrediremos no tempo, e logo o Apocalipse da Máquina do Tempo existirá e será necessário que se processe o arrebatamento da Igreja pôr via de troca de arrebatado pôr anjo.

Uma vez, que os vencedores de Laodisséia não conhecem derrota, e se a História pretende lhe impor alguma derrota, é necessário que eles sejam trocados pôr clones demoníacos, para que sobre esse se manifeste a derrota. E por isso se processará o arrebatamento pré-tribulacionista, ou meso-tribulacionista pôr via de troca de arrebatado pôr anjo, quer seja anjo das trevas ou anjo de luz. Sendo que o anjo de luz

é o próprio arrebatado, porém já regredido no tempo.

Convém dizer, que a troca de arrebatado pôr anjo de luz, só ocorre para os vencedores de Filadélfia, pois estes não conhecem o Mistério de Deus, e por isso, Deus troca os vencedores de Filadélfia pôr eles mes- mos mas regredidos no tempo e assim "de certa forma" já conscientes do Mistério de Deus.

Grande parte dos arrebatados tendem a ser pertencentes a igreja de Filadélfia (Ap.: 3;7 a 13), onde tais serão trocados pôr eles mesmos regredidos no tempo, sendo por isso vencedor de Laodisséia e logo anjos de luz, pois tais vencedores de Filadélfia não conhecem o Mistério de Deus antes de serem arrebatados.

Mas os vencedores de Laodisséia conhecem o mistério e tendencionam a não ser arrebatado na finalidade de serem trocados pôr anjos de luz, pois de tais vencedores de Laodisséia já são anjos de luz. Porém se tais vencedores de Laodisséia estiverem num meio que os levará ao erro. Automaticamente eles serão arrebatados e em seus lugares, entrará anjo das trevas que