Você está na página 1de 115
Caderno de Atividades Administração Disciplina Matemática Aplicada Coordenação do Curso Fernando Conter Cardoso
Caderno de Atividades Administração Disciplina Matemática Aplicada Coordenação do Curso Fernando Conter Cardoso

Caderno de Atividades Administração

Disciplina Matemática Aplicada

Coordenação do Curso Fernando Conter Cardoso

Autora Andrea Hamazaki Feitosa

Chanceler Ana Maria Costa de Sousa Diretor-Geral de EAD José Manuel Moran Reitor Guilherme Marback

Chanceler Ana Maria Costa de Sousa

Diretor-Geral de EAD

José Manuel Moran

Maria Costa de Sousa Diretor-Geral de EAD José Manuel Moran Reitor Guilherme Marback Neto Vice-Reitor Leocádia

Reitor Guilherme Marback Neto

Vice-Reitor

Leocádia Agláe Petry Leme

Pró-Reitores

Pró-Reitor Administrativo:

Antonio Fonseca de Carvalho

Pró-Reitor de Extensão, Cultura e Desporto:

Eduardo de Oliveira Elias

Pró-Reitor de Graduação:

Leocádia Agláe Petry Leme

Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação:

Eduardo de Oliveira Elias

Diretora de Desenvolvimento de EAD Thais Costa de Sousa

Anhanguera Publicações

Diretor

Luiz Renato Ribeiro Ferreira

Núcleo de Produção de Conteúdo e Inovações Tecnológicas

Diretora

Carina Maria Terra Alves

Gerente de Produção

Rodolfo Pinelli

Coordenadora de Processos Acadêmicos

Juliana Alves

Coordenadora de Ambiente Virtual

Lusana Veríssimo

Coordenador de Operação

Marcio Olivério

Como citar esse documento:

Feitosa, Andrea Hamazaki. Matemática Aplicada. Valinhos, pp. 1-115, 2011. Disponível em: <www. anhanguera.edu.br/cead>. Acesso em: 01 fev. 2012.

© 2012 Anhanguera Publicações

Proibida a reprodução final ou parcial por qualquer meio de impressão, em forma idêntica,resumida ou modificada em língua portuguesa ou qualquer outro idioma. Diagramado no Brasil 2012

Legenda de Ícones Leitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta
Legenda de Ícones Leitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta

Legenda de Ícones

Legenda de Ícones Leitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando
Legenda de Ícones Leitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando

Leitura ObrigatóriaLegenda de Ícones Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando Glossário Referências

Agora é a sua vezLegenda de Ícones Leitura Obrigatória Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando Glossário Referências

VídeosLegenda de Ícones Leitura Obrigatória Agora é a sua vez Links Importantes Ver Resposta Finalizando Glossário

Links Importantes Ver Resposta Finalizando
Ver Resposta Links Importantes Finalizando
FinalizandoLinks Importantes Ver Resposta

GlossárioLeitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando Referências Início 4

ReferênciasLeitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando Glossário Início 4

InícioLeitura Obrigatória Agora é a sua vez Vídeos Links Importantes Ver Resposta Finalizando Glossário Referências 4

Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm
Nossa Missão, Nossos Valores Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm

Nossa Missão, Nossos Valores

Desde sua fundação, em 1994, os fundamentos da “Anhanguera Educacional” têm sido o principal motivo do seu crescimento. Buscando permanentemente a inovação e o aprimoramento acadêmico em todas as ações e programas, ela é uma Instituição de Educação Superior comprometida com a qualidade do ensino, pesquisa de iniciação científica e extensão, que oferecemos. Ela procura adequar suas iniciativas às necessidades do mercado de trabalho e às exigências do mundo em constante transformação. Esse compromisso com a qualidade é evidenciado pelos intensos e constantes investimentos no corpo docente e de funcionários, na infraestrutura, nas bibliotecas, nos laboratórios, nas metodologias e nos Programas Institucionais, tais como:

· Programa de Iniciação Científica (PIC), que concede bolsas de estudo aos alunos para o desenvolvimento de pesquisa supervisionada pelos nossos professores.

· Programa Institucional de Capacitação Docente (PICD), que concede bolsas de estudos para docentes cursarem especialização, mestrado e doutorado.

· Programa do Livro-Texto (PLT), que propicia aos alunos a aquisição de livros a preços acessíveis, dos melhores autores nacionais e internacionais, indicados pelos professores.

· Serviço de Assistência ao Estudante (SAE), que oferece orientação pessoal, psicopedagógica e financeira aos alunos.

· Programas de Extensão Comunitária, que desenvolve ações de responsabilidade social, permitindo aos alunos o pleno exercício da cidadania, beneficiando a comunidade no acesso aos bens educacionais e culturais.

A fim de manter esse compromisso com a mais perfeita qualidade, a custos acessíveis, a Anhanguera privilegia o preparo dos alunos para que concretizem seus Projetos de Vida e obtenham sucesso no mercado de trabalho. Adotamos inovadores e modernos sistemas de gestão nas suas instituições. As unidades localizadas em diversos Estados do país preservam a missão e difundem os valores da Anhanguera.

Atuando também na Educação a Distância, orgulha-se de oferecer ensino superior de qualidade em todo o território nacional, por meio do trabalho desenvolvido pelo Centro de Educação a Distância da Universidade Anhanguera - Uniderp, nos diversos polos de apoio presencial espalhados por todo o Brasil. Sua metodologia permite a integração dos professores, tutores e coordenadores habilitados na área pedagógica com a mesma finalidade: aliar os melhores recursos tecnológicos e educacionais, devidamente revisados, atualizados e com conteúdo cada vez mais amplo para o desenvolvimento pessoal e profissional de nossos alunos.

A todos bons estudos!

Prof. Antonio Carbonari Netto Presidente do Conselho de Administração — Anhanguera Educacional

Sobre o Caderno de Atividades
Sobre o Caderno de Atividades

Caro (a) aluno (a),

O curso de Educação a Distância acaba de ganhar mais uma inovação: o caderno de atividades digitalizado. Isso significa que você passa a ter acesso a um material interativo, com diversos links de sites, vídeos e textos que enriquecerão ainda mais a sua formação. Se preferir, você também poderá imprimi-lo.

Este caderno foi preparado por professores do seu Curso de Graduação, com o objetivo de auxiliá-lo na aprendizagem. Para isto, ele aprofunda os principais tópicos abordados no Livro-texto, orientando seus estudos e propondo atividades que vão ajudá-lo a compreender melhor os conteúdos das aulas. Todos estes recursos contribuem para que você possa planejar com antecedência seu tempo

e dedicação, o que inclusive facilitará sua interação com o professor EAD e com o professor tutor

a distância.

Assim, desejamos que este material possa ajudar ainda mais no seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Um ótimo semestre letivo para você!

e profissional. Um ótimo semestre letivo para você! José Manuel Moran Diretor-Geral de EAD Thais Sousa

José Manuel Moran

Diretor-Geral de EAD

Thais Sousa
Thais Sousa

Universidade Anhanguera – Uniderp

Diretora de Desenvolvimento de EAD

Universidade Anhanguera – Uniderp

Caro Aluno, Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Matemática Aplicada à
Caro Aluno, Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Matemática Aplicada à

Caro Aluno,

Caro Aluno, Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Matemática Aplicada à Administração,

Este Caderno de Atividades foi elaborado com base no livro Matemática Aplicada à Administração, Economia e Contabilidade, do autor Afrânio Murolo e Giácomo Bonetto, Editora Cengage, 2004, PLT 59.

Roteiro de Estudo
Roteiro de
Estudo

Profª. ANDREA HAMAZAKI FEITOSA

Matemática Aplicada

Este roteiro tem como objetivo orientar seu percurso por meio dos materiais disponibilizados no Ambiente Virtual de Aprendizagem. Assim, para que você faça um bom estudo, siga atentamente os passos seguintes:

1. Leia o material didático referente a cada aula.

2. Assista às aulas na sua unidade e depois disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você; (sugestão: Assista às aulas na sua unidade e também no Ambiente Virtual de Aprendizagem).

3. Responda às perguntas referentes ao item “Habilidades” deste roteiro.

4. Participe dos Encontros Presenciais e tire suas dúvidas com o tutor local.

5. Após concluir o conteúdo dessa aula, acesse a sua ATPS e verifique a etapa que deverá ser realizada.

Tema 1aula, acesse a sua ATPS e verifique a etapa que deverá ser realizada. REVISÃO DOS CONCEITOS

REVISÃO DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS

ícones:

Conteúdos e Habilidades Conteúdo Nesta aula, você estudará: • Os conceitos básicos de álgebra elementar,
Conteúdos e Habilidades
Conteúdos e Habilidades

Conteúdo

Nesta aula, você estudará:

• Os conceitos básicos de álgebra elementar, através da resolução de equações, fatoração e produtos notáveis.

• Representar geometricamente a reta dos números reais para futura apresentação de gráficos.

• Como realizar de forma correta as operações aritméticas fundamentais.

Habilidades

Ao final, você deverá ser capaz de responder as seguintes questões:

• Um grupo de pessoas saiu para almoçar em um restaurante, sendo que três delas são mulheres. A conta, dee R$72,00, foi inicialmente dividida entre todos, mas depois os homens resolveram que , por gentileza, as mulheres não deveriam pagar. Então cada homem contribuiu com mais R$4,00 e a conta foi paga. Quantas pessoas haviam no grupo?

• Em uma sala há 100 pessoas, sendo que 26 delas usam óculos. Sabe-se que 20% dos homens e 40% das mulheres dese grupo usam óculos. Quantos homens há na sala?

• A planta de um terreno está na escala . Se a frente desse terreno mede 4,5 cm, quanto vale na realidade?

frente desse terreno mede 4,5 cm, quanto vale na realidade? AULA 1 Assista às aulas na

AULA 1

Assista às aulas na sua unidade e depois disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você.

disponível no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você. Leitura Obrigatória REVISÃO DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS No
Leitura Obrigatória
Leitura Obrigatória

REVISÃO DOS CONCEITOS FUNDAMENTAIS

No estudo deste tema, são abordadas situações-problema que contêm expressões numéricas

envolvendo as operações aritméticas nos diversos conjuntos numéricos.

Os conceitos da álgebra elementar são tratados a partir de expressões algébricas, produtos notáveis e

fatoração. As equações serão abordadas em situações simples de fácil compreensão.

Para alcançar os objetivos propostos, acompanhe a seguir os conceitos matemáticos fundamentais:

I. Para que a revisão das operações aritméticas fique completa, é necessário, inicialmente, identificar

os principais conjuntos numéricos: � = { 0 , 1, 2 , 3 , 4

os principais conjuntos numéricos:

� = {0, 1, 2, 3, 4, 5,

�= { ,

2,

1, 0, 1,

6,

2,

7,

8,

conjunto dos números naturais.

conjunto dos números inteiros.

Q

=

p

q

p q

,,

��

,

sendo

q

0

conjunto dos números racionais (são os números que podem ser

escritos como uma fração).

conjunto formado pelos números racionais e irracionais.

Todos os números que não podem ser escritos como forma de fração, isto é, aqueles que têm infinitas

casas decimais não periódicas

conjunto dos números irracionais.

II. A realização das operações aritméticas fundamentais torna-se possível pela aplicação das seguintes regras:

Adição e subtração de números inteiros

1. Se os números têm o mesmo sinal, somam-se os valores absolutos das parcelas, e conserva- se o sinal. Exemplos:

2+6 = 8

–8-9=–17

2. Se os números têm sinais diferentes, subtraem-se os valores absolutos, e o sinal do resultado é o mesmo do maior valor absoluto. Exemplos:

–5+7=2

2–3=–1

Multiplicação e divisão de números inteiros

1. Se os números tiverem o mesmo sinal, o produto e o quociente serão positivos.

Exemplos:

Para a multiplicação (+×+5)(6)=+30 e

para a divisão (�×�5)(4)=+20 Para a multiplicação (×5)(4)=+20 e

para a divisão (12)

(�=+3) 4

2. Se os números tiverem os sinais contrários, o produto e o quociente serão negativos.

Exemplos: Para a multiplicação ( � × + 5 ) ( 2 ) = �

Exemplos:

Para a multiplicação (×+5)(2)=10 e para a divisão (�×+5)(2)=�10 Para a multiplicação (×+5)(2)=10 e

para a divisão (12)

(+6)=�2

Potenciação de números inteiros

1. Se o expoente for par, a potência será positiva.

2. Se o expoente for ímpar, a potência será negativa.

Exemplos:

() 2

() 2

() 5

3

+

+

3

3

=+

=+

=+

5

()

3

=�

9

9

243

243

Operações com números racionais - Números que podem ser representados por frações Duas frações são denominadas equivalentes quando representam a mesma quantia do todo considerado. Exemplos:

2

4

=

1

2

;

Frações equivalentes são aquelas em que

��
b

a b

c

=

d

,

com

0,

d

0

Para encontrar frações equivalentes:

a , sendo d = xb×
b

=

c

d

e d = xb×

Operações com frações

 

·

Adição e Subtração

 

·

a

±= c

±

ac

,

b

0

a c

±=

±

ac

bb

b

b bd ×

d

,

b

0,

d

0

Exemplos:

1)

1

6

+= 3

5

5

+

18

30

=

23

30

2)

· Multiplicação

·

ac ×

a ×= c

b d bd ×

,

b

0,

d

0

1

6

+= 3

5

5

+

18

23

=

30

30

3)

1

6

�= 3

5

5

18

13

=

30

30

Exemplo:

13 × =

5

3

5

25

·

·

Divisão

a

b

c

d

=

Exemplo:

2

3

24

5

� = ×=

4

5

3

a ×= d

b c

8

15

ad

bc

,

b

· Potenciação

m

×

aa

n

=

a

mn +

n

aaa

=

m

mn

· ()

·

a

m

n

=

a

mn +

0,

c

0

Propriedades de potência de mesma base:

m

×

aa

n

=

a

mn +

n

aaa

=

m

mn

()

a

m

n

=

a

mn +

Lembrando:

Todo número elevado a zero é igual a um:

Se o expoente for negativo:

Expressões numéricas

0

a =1

expoente for negativo: Expressões numéricas 0 � a = 1 Ordem das operações: quando existem várias

Ordem das operações: quando existem várias operações em uma mesma expressão numérica, a primeira operação a ser realizada é a potenciação; depois, multiplicação; seguida de divisão; e, por último, a adição e a subtração (na ordem em que aparecem).

Exemplo:

� 3 + 6 × 5 � 2 + 4 =� 3 + 30 �

3 +

6 ×5 2 + 4 =�3 + 30 2 + 4 =�3 +15 + 4 = 16

Sinais de associação: são sinais de associação os parênteses ( ), os colchetes [ ] e as chaves { }.

Esses sinais indicam as prioridades das operações; isto é, deverão ser resolvidas primeiramente

as que estiverem dentro dos parênteses, seguidas das que estiverem dentro dos colchetes e,

finalmente, as que estiverem dentro das chaves.

� � 24

=�

4

Exemplo:

×

( )

2

8

� �

22 =�

32

( ) ()

1

+

3

=�

2 4

� � �

6

2

[

32

16

=

III. Para a compreensão dos fatos da álgebra elementar, é necessário entender que um número pode ser

representado por uma letra com as mesmas propriedades operatórias. Portanto, uma expressão

algébrica é toda sentença matemática que contenha letras, números ou ambos.

Exemplos:

2 x;

4

2 x +�5;

8 x

3;

15 xy 7 z

Para se simplificarem as expressões, devem ser obedecidas as seguintes regras operatórias:

·

Para se somarem ou subtraírem as expressões algébricas, reduzem-se termos semelhantes

(são semelhantes os termos que possuem a mesma parte literal).

·

Exemplo: 5 xy + 2 x + 7 y �+3 z

6 xy ++3 x

20 y + 8 z = 11xy + 5 x + 27 y + 5 z

·

Multiplicação

·

63

42yy×

9

= 8 y

Multiplicam-se os números (conhecidos como coeficientes da expressão), conserva-

se a variável e somam-se os expoentes.

(3 x + 2)× (4 y

+=5)12 xy +15 x + 8 y +10

Aplica-se a propriedade distributiva.

· Divisão

15 xx�=�3

5 x

42

2

expoentes.

Dividem-se os números (coeficientes) e conserva-se a variável, subtraindo-se seus

Produtos Notáveis

Alguns casos de produtos notáveis:

·

Quadrado da soma/diferença de dois termos:

·

() 2 a + b 2 =+ a 2 ab + b 2 � (quadrado

() 2

a + b

2

=+a

2 ab + b

2

(quadrado do primeiro termo, mais a multiplicação do primeiro pelo segundo

termo, mais o quadrado do segundo termo).

(quadrado do primeiro termo, menos a multiplicação do primeiro pelo

segundo termo, mais o quadrado do segundo termo).

· Produto da soma pela diferença de dois termos:

()()

ab+

�ab

=

()

a ��b

2

2

(quadrado do primeiro termo, menos o quadrado do segundo).

Fatoração

Significa transformar em fatores uma determinada expressão. Casos de fatoração:

Fator comum em evidência: ay +=by

Agrupamento: ax +++=ay bx by a ( x ++y ) b ( x +=+y ) ( a b )( x + y )

a

Diferença de quadrados:

Trinômio do quadrado perfeito:

y (a + b

2

2

+ 2 ab +=+b

a

b

( )

(

2

a �=+b

ab

2

2

( ab)

IV. Equações. Resolver uma equação significa encontrar o valor da variável em uma sentença aberta. O que determina o grau da equação é o valor do maior expoente nela contido. Assim, se o expoente for 1, a equação será do primeiro grau, se o expoente for 2, a equação será do segundo grau, e assim sucessivamente.

Uma equação do primeiro grau, em sua forma genérica, é dada por:

dada

ax + b = 0

e sua resolução é

por:

x =

b

a

.

5

x

10

+ =

Exemplo:

5

=� �

1

xx

=

1

5

A equação em que o expoente é 2, conhecida como equação do segundo grau, tem em sua forma

genérica:

2

ax + bx +=c

0 . Pode ser resolvida pela fórmula de Báskara:

2

x

2

x

4 x +=30

Exemplo:

4 x +=30 . Temos: a=1; b=–4 e c=3. Aplicando na fórmula:

� � ()() 2 4 ± � 4 � ×× 413 x = = 2
� � ()() 2 4 ± � 4 � ×× 413 x = = 2
� �
()() 2
4
±
4
� ××
413
x =
=
2 1
×
4
+
2
x
=
= 3
1
2
4
2
x
=
= 1
2
4 ± 4 42 ± = 2 2
4
±
4
42 ±
=
2
2
Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Para uma aprendizagem eficiente serão necessários estudos individuais. Para

Agora é a sua vez

Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Para uma aprendizagem eficiente serão necessários estudos individuais. Para facilitar

INSTRUÇÕES

Para uma aprendizagem eficiente serão

necessários estudos individuais. Para facilitar

a revisão do conteúdo, retome a leitura do item

“Leitura Obrigatória” que resume conceitos

importantes da disciplina e apresenta exemplos

práticos que servem de roteiro para elaborar as

atividades propostas.

Ponto de Partida

Para solucionar problemas como o que segue,

é necessário o conhecimento de regras básicas

operatórias para o conjunto de números racionais,

resolução de equações e a discussão de suas

soluções. Caso sinta dificuldade em resolvê-lo,

retome os passos da revisão proposta e, ao final,

tente novamente, comparando a sua solução

com as respostas corretas que o tutor presencial

apresentará.

Situação-problema: O Lucro L na venda de

um produto é dado por

L

2

=�

5

p

20

5

p 4

(em

milhares de reais), sendo p o seu preço. Sabendo

que o lucro, em determinado mês, foi de R$ 24

(em milhares de reais), descubra a que preço foi

comercializado o produto no referido mês.

Agora é com você! Responda às questões a seguir para conferir o que aprendeu!

às questões a seguir para conferir o que aprendeu! Questão 01 Calcule o valor das expressões
Questão 01
Questão 01

Calcule o valor das expressões exponenciais:

a) 2

3

b)

c)

d)

e)

f)

g)

h)

i)

j)

( 3

2

2

5

2

5

2

3

3

÷ �

( 2

2

3

1

3

2

7

3

4

3

÷ �

1

2

1

2

4

3

4

3

3

4

3

4

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 02 Calcule: () 8 a) � � 1 �� 62 5 *5 � 5
Questão 02
Calcule:
() 8
a)
1
��
62
5
*5
5
3
� 5
1 �
� 2
2
÷
*5
2
58
2
2
*2
b) () 12
1
� 2
1 �
4
8
2
÷
*2

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 03 Calcule o valor das expressões numéricas, expressando, ao final, a resposta em forma
Questão 03
Questão 03

Calcule o valor das expressões numéricas,

expressando, ao final, a resposta em forma de

fração, simplificando-a sempre que possível:

 

3

5

4

a)

7

b)

3

4

5

7

112

�++ 9 3 3

55

c)

7

d)

3

*

31

5

4

 

3

*

31

e)

f)

5 4

1

3

3*1 � ÷ �

4

7

g)

1

3

3*1

4

7

÷

h)

i)

j)

k)

l)

m)

n)

o)

4

7

4

5

��

1

2

4

�� 1

÷ �

2

� �

5

5

2

�� 1 � ÷ �

� �

4

897

**

723

4

11

+

26

5

3

5

3

+

+

*

2

5

��

÷� ��

��

1

5

��

÷� �

��

2*

2

5

6

3

� ÷

2

��

�� ÷� �

2*

5

6

÷ �

*

��� 2

�÷�

��� 7

��

3

8

� �

*

25

÷

1

2

��

÷� ��

ASSUNTO: SUBSTITUIÇÃO NUMÉRICA

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 04
Questão 04

Calcule o valor da expressão numérica de

acordo com o x dado:

3

a) yx= �2 x +1; x =�1

3

4

b) y =+� x x

5

6

1;

x =

1

c)

()() 3 2

1 + 1x

yx=

+1; x =�1

4

d) yxx=

* 1

3

+��

2

1

()() 2

3

2

;

1

e)

y

=

4

x

3

21

x

+

3

x

2

;

x

=�

2

x =

1

ASSUNTO: FUNÇÃO DE 1º GRAU

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 05
Questão 05

Duas pessoas, distantes 30 m, caminham uma

em direção à outra. Uma pessoa caminhou 12

m para o sul; a outra, 5 m para o norte. Qual a

distância que separa essas duas pessoas?

a)

13 m

17 m

d) 60 m

e)

b)

c)

7 m

119 m

Verifique seu desempenho nesta

questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 06
Questão 06

O

a cada ano, esse é depreciado em R$ 1.562,50. Dado pela expressão V = 25.000 – 1.562,50 t, em que t é o número de anos passados após

valor inicial de um carro é de R$ 25.000,00 e,

a compra. Após quanto tempo o carro vale a metade do valor inicial?

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 07
Questão 07

A receita R é definida como preço de venda

multiplicado pela quantidade vendida. Se uma

determinada fábrica vende o seu produto ao preço de R$ 56,00, qual é a receita se são vendidas 40

unidades?

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 08
Questão 08

Na produção de peças, uma indústria tem um custo fixo de R$ 8,00, mais um custo variável de R$ 0,50 por unidade produzida. Sendo x o número de unidades produzidas, determine o custo total de 100 peças.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 09
Questão 09

Duas pequenas fábricas de calçados, A e B, têm fabricado, respectivamente, 3.000 e 11.009 pares de sapatos por mês. Se, a partir de janeiro, a fábrica A aumentar sucessivamente a produção em 70 pares por mês, e a fábrica B aumentar sucessivamente a produção em 290 pares

fábrica B aumentar sucessivamente a produção em 290 pares por mês, a produção da fábrica B

por mês, a produção da fábrica B superará a produção de A a partir de qual mês?

ASSUNTO:

TRINÔMIO

DO

QUADRADO

PERFEITO

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 10
Questão 10

Assinale a resposta correta onde a expressão 16x² − 49 é equivalente:

a) (4x + 7) (4x – 7)

b) (4x + 7) (4x +7)

c) (−4x – 7) (4x +7)

d) 4x(4x + 7)

e) 4x(4x – 7)

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO GLOSSÁRIO Quer saber mais sobre o assunto? Então: Acesse o site <
LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO GLOSSÁRIO
LINKS IMPORTANTES
FINALIZANDO
GLOSSÁRIO
LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO GLOSSÁRIO Quer saber mais sobre o assunto? Então: Acesse o site <

Quer saber mais sobre o assunto? Então:

Acesse o site <http://pessoal.sercomtel.com.br/matematica/fundam/fundam.htm>. Nesse link, você encontra um resumo conceitual de todos os temas relacionados à Matemática necessários para os assuntos desenvolvidos neste curso. Acesso em 23/11/2011.

Visite o site <http://www.somatematica.com.br/soexercicios.php>. Esse site traz diversos exercícios de aritmética e álgebra elementar. Acesso em 23/11/2011.

de aritmética e álgebra elementar. Acesso em 23/11/2011. Nessa aula, você viu os conceitos das operações

Nessa aula, você viu os conceitos das operações fundamentais, os conceitos básicos de álgebra elementar, assim como a resolução de equações , fatoração e produtos notáveis. Entendeu que todos os conceitos estudados têm aplicações no nosso cotidiano, e para uma melhor compreensão e fixação dos exercícios e exemplos, resolva os exercícios propostos no Livro-Texto.

t v s m e q u r i i n c b o l
t
v
s
m
e q
u
r
i
i
n c
b
o
l p
w
x
a
d
y
g
x
f
l
i
k j
h
z

Álgebra Elementar: é uma forma básica e fundamental da álgebra. Enquanto na aritmética se usam apenas os números e suas operações (como +, −, ×, ÷), na álgebra também se usam símbolos (como x e y, ou a e b) para designar números. Esses símbolos são chamados variáveis.

Expressões Algébricas: são expressões matemáticas que apresentam letras e podem conter números. São também denominadas expressões literais.

Produtos Notáveis: no cálculo algébrico, algumas expressões representadas por produtos de expressões algébricas aparecem com muita frequência. Pela importância que têm no cálculo algébrico, essas expressões são denominadas Produtos Notáveis.

Fatoração: termo usado na álgebra para designar a decomposição que se faz de cada um

Fatoração: termo usado na álgebra para designar a decomposição que se faz de cada um dos elementos que integram um produto; ou seja, o resultado de uma multiplicação. Assim como parcela é cada uma das partes que integram uma adição, o fator é como se chama cada elemento que integra o produto. Com a fatoração, busca-se a simplificação das fórmulas matemáticas em que ocorre a multiplicação, especialmente das chamadas equações.

Expressões numéricas: sequência de números associados por operações.

Caro aluno, agora que o conteúdo dessa aula foi concluído, não se esqueça de acessar sua ATPS

e verificar a etapa que deverá ser realizada. Bons estudos!

Tema 2
Tema 2

Conceito de Função e Função de Primeiro Grau

ícones:

Conteúdos e Habilidades
Conteúdos e Habilidades

Conteúdo

Nesta aula, você estudará:

O conceito de função matemática como uma relação estabelecida entre duas grandezas ou variáveis e a sua aplicação para a resolução de situações práticas nas áreas financeiras e administrativas.

Por meio de exemplos práticos, os tipos e as características de uma função como função crescente, decrescente, limitada e composta.

As funções de primeiro grau.

Habilidades Ao final, você deverá ser capaz de responder as seguintes questões: • Numa loja,

Habilidades

Ao final, você deverá ser capaz de responder as seguintes questões:

• Numa loja, o salário fixo mensal de um vendedor é R$ 500. Além disso, ele recebe de comissão R$ 50 por produto vendido?

• O valor que iremos pagar no final do mês na conta de água e energia de nossas casas está em

função (está dependendo) de quanto iremos gastar de consumidos durante o mês?

m

3 de água e quantos KW de energia

• Uma empresa de planos de saúde propõe a seus clientes as seguintes opções de pagamentos mensais:

Plano A: um valor fixo de R$110,00 mais R$20,00 por consulta dentro do período.

Plano B: um valor fixo de R$130,00 mais R$15,00 por consulta dentro do período.

Analisando os planos qual seria o mais vantajoso?

período. Analisando os planos qual seria o mais vantajoso? AULA 2 Assista às aulas nos pólos
período. Analisando os planos qual seria o mais vantajoso? AULA 2 Assista às aulas nos pólos

AULA 2

Assista às aulas nos pólos presenciais e também disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você.

Leitura Obrigatória
Leitura Obrigatória

Conceito de Função e Função de Primeiro Grau

Para se compreender o conceito de função, é necessário entender que essa “ferramenta” permite analisar o comportamento de duas grandezas ou variáveis interdependentes. Em um exemplo simples, o vendedor de materiais elétricos Carlos recebe salário de R$ 1.200,00 mais uma comissão de R$ 3,00 por material vendido. A função matemática que representa o salário de Carlos é dada por S = 1200 + 3 x , onde S representa o salário de Carlos e x , a quantidade vendida de material.

As grandezas ou variáveis relacionadas são salário e quantidade, sendo que o salário é dado em função da quantidade vendida de material.

Analisando-se esse exemplo, percebe-se que a função é crescente, pois quanto maior a quantidade de

Analisando-se esse exemplo, percebe-se que a função é crescente, pois quanto maior a quantidade de material vendida por Carlos (ou seja, x ) maior será o salário S de Carlos.

Outro exemplo: O valor inicial de um carro é de R$ 25.000,00 e, a cada ano, esse valor é depreciado em 10% do valor pago. A função matemática que representa o valor do carro é V = 25.000 2500t , onde V representa o valor do carro e t , o tempo de uso do carro.

As grandezas ou variáveis relacionadas são valor e tempo, sendo que o valor do carro é dado em função do tempo.

Analisando esse exemplo, percebe-se que a função é decrescente, pois, à medida que o tempo aumenta, o valor deste carro tende a diminuir.

Uma função pode ser limitada, ou seja, o estudo pode ser realizado em um determinado período de tempo, ou a partir de um determinado custo, ou da limitação de capacidade produtiva.

Exemplo: Em um posto de combustível, o preço da gasolina é de R$ 2,59 por litro. A função matemática que representa o valor a ser pago de combustível é V = 2,59 q , onde V representa o valor a ser pago e q , a quantidade de litros abastecidos pelo consumidor.

As grandezas ou variáveis relacionadas são: valor e quantidade, sendo que o valor a ser pago pelo combustível é dado em função da quantidade de gasolina abastecida pelo consumidor. Supondo que

o tanque de combustível de um carro comporte somente 52 litros e que o consumidor pretenda encher

o tanque, mas sabe de antemão que no tanque existe ¼ de combustível, quanto seria o gasto deste consumidor para “completar” o tanque? Você poderá perceber que o consumidor irá gastar somente R$ 101,01.

Analisando-se esse exemplo, percebe-se que a função é limitada, pois o tanque de combustível tem uma capacidade máxima de armazenagem.

Para a aplicação de funções em áreas financeiras, administrativas ou contábeis, torna-se necessário conhecer o conceito de oferta, demanda, receita, custos, lucros, ponto de equilíbrio (break-even point), além de cálculos de juros simples.

DEMANDA: Seja U uma utilidade qualquer (bem ou serviço), e seja D a demanda ou procura de mercado desta utilidade a um preço P , isto é, a soma das quantidades que todos os compradores de mercados estão dispostos e aptos a adquirir ao preço P em determinado período de tempo (que

pode ser um dia, uma semana, um mês etc.). Vale reforçar que a demanda ou

pode ser um dia, uma semana, um mês etc.). Vale reforçar que a demanda ou procura a que se refere

o texto é a de todos os compradores da utilidade, e não a de um comprador individual. Geralmente,

é uma função do tipo D = b aP , onde P corresponde à demanda ou procura da utilidade P ao seu preço. Já analisada anteriormente, tem-se uma função do tipo decrescente, pois um aumento nos preços faz com que a demanda ou procura da utilidade diminua.

OFERTA: Seja U uma utilidade qualquer (bem ou serviço) e seja

utilidade a um preço P , isto é, a soma das quantidades que todos os produtores estão dispostos e aptos a vender ao preço P em determinado período de tempo (que pode ser um dia, uma semana, um mês etc.). Vale ressaltar que a oferta a que se refere o texto é a de todos os produtores da

utilidade e não a de um produtor individual. Geralmente, é uma função do tipo S = aP + b , onde S

corresponde à oferta da utilidade P

ao seu preço. Já analisada anteriormente, tem-se uma função

do tipo crescente, pois um aumento nos preços faz com que a oferta da utilidade também tenda a

aumentar.

S

a oferta de mercado desta

PONTO DE EQUILIBRIO (break-even point): É o ponto onde a oferta e a demanda de uma determinada utilidade são iguais, ou seja, onde toda utilidade oferecida é vendida. Determina-se aqui o preço de equilíbrio de mercado (PE) para a dada utilidade. Portanto, é o preço para o qual a demanda e a oferta de mercado desta utilidade coincidem. A quantidade correspondente ao preço de equilíbrio é denominada quantidade de equilíbrio de mercado (QE).

RECEITA: Seja U uma utilidade qualquer (bem ou serviço) cujo preço de venda seja um preço unitário p . A função dada para a receita é , RT = pq onde p é o preço e q a quantidade da utilidade.

CUSTO: No exemplo a seguir, a tabela traz o custo para a produção de calças.

Quantidade (q)

0

10

20

40

100

Custo (C) R$

120

150

180

240

420

Nota-se que, com um aumento de 10 unidades na quantidade, o custo aumentará R$ 30,00; se há um aumento de 20 unidades na quantidade, o custo aumenta em R$ 60,00; ou, ainda, com um aumento de 60 unidades, o custo aumenta em R$ 180,00. Conclui-se que uma variação na variável independente gera uma variação proporcional na variável dependente. É isso o que caracteriza uma função do 1° grau. Para uma melhor compreensão, podemos calcular a taxa de variação média, que

consiste em dividir a variação em C pela variação em q. Isto é,

 

30

60

180

==3

m =

10

=

20

=

60

.

Neste exemplo, a razão m = 3 dá o acréscimo no custo correspondente ao acréscimo de 1 unidade

na quantidade. Nota-se, ainda, que, se não for produzida qualquer quantidade de calças, haverá um

na quantidade. Nota-se, ainda, que, se não for produzida qualquer quantidade de calças, haverá um custo fixo de R$120,00. Tal custo é atribuído à manutenção de máquinas, impostos, despesas com folha de pagamento etc.

De modo geral, a função custo pode ser determinada com a fórmula

custo variável e

CC= + C

v

f

, onde

C

v

é o

C

f o custo fixo. Do exemplo aqui apresentado, a função custo relacionada é

120

CC=+ C =+q

v

f

3

.

LUCRO: para obter-se a função lucro de uma determinada utilidade (bem ou serviço) deve-se fazer:

L = RC

, ou seja, o lucro é “receita menos custo”.

Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Observe no enunciado de cada questão as atividades que
Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Observe no enunciado de cada questão as atividades que
Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Observe no enunciado de cada questão as atividades que
Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Observe no enunciado de cada questão as atividades que
Agora é a sua vez INSTRUÇÕES Observe no enunciado de cada questão as atividades que

Agora é a sua vez

INSTRUÇÕES

Observe no enunciado de cada questão as atividades que deverão ser realizadas de forma individual. Para auxiliar na resolução dos problemas propostos retome os conceitos específicos necessários em cada situação.

Ponto de Partida

O proprietário de uma fábrica de brinquedos

verificou que o custo fixo da empresa era de R$ 5.600,00, e o custo unitário para a produção de cada unidade era de R$ 6,10. Determine a função custo C , dada por uma função de primeiro grau em relação ao número x de brinquedos fabricados.

O que se pede neste problema é a relação

matemática entre o número de brinquedos fabricados e seu custo. Caso ainda não lhe seja possível, sugere-se acompanhar as atividades a seguir propostas e, então, tentar novamente a sua resolução.

Agora é com você! Responda às questões a seguir para conferir o que aprendeu!

Questão 01
Questão 01

Suponha que o Guaíba Pôster, um pequeno varejista de pôsteres, tenha custos operacionais fixos de R$ 3.000,00, que seu preço de venda por unidade (pôster) seja de R$ 15,00, e seus custos operacionais variáveis sejam de R$ 5,00 por

unidade. Quantas unidades, aproximadamente, são o ponto de equilíbrio da empresa?

a)

zero.

b)

200.

c)

300.

d)

600.

e)

3.000.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 02
Questão 02

Uma empresa fabrica e vende um produto. O Departamento de Marketing da empresa trabalha comaEquaçãodaDemandaapresentadaaseguir, onde YD e XD representam, respectivamente, o preço e a quantidade da demanda. YD = –2XD + 10.100 Como um primeiro passo para a elaboração do Plano de Produção dessa empresa, indique a opção que responde à pergunta:

“Quantas unidades produzir, para o preço de $

2.000,00?”

a) 5.000.

b) 4.050.

c) 5.100.

d) 5.150.

e) 5.200.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 03
Questão 03

O gráfico a seguir descreve o estoque de blusas de uma loja:

Observe: Para construir esse gráfico, o gerente fez inicialmente uma tabela com o resultado do

Observe:

Para construir esse gráfico, o gerente fez inicialmente uma tabela com o resultado do levantamento do número de blusas de cada tamanho que havia no estoque. Assinale a

alternativa que apresenta a tabela que o gerente pode ter feito.

a)

Tamanho da blusa

Quantidade

40

30

42

40

44

60

46

70

b)

Tamanho da blusa

Quantidade

40

30

42

60

44

70

46

40

c)

Tamanho da blusa

Quantidade

40

30

42

60

44

40

46

70

d)

Tamanho da blusa

Quantidade

40

40

46 70 d) Tamanho da blusa Quantidade 40 40 42 70 44 60 46 30 e)

42

70

44

60

46

30

e)

Tamanho da blusa

Quantidade

40

40

42

42

44

44

46

46

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 04
Questão 04

O gráfico a seguir representa o valor (em R$) de uma ação negociada na bolsa de valores no decorrer dos meses.

ação negociada na bolsa de valores no decorrer dos meses. Considerando-se t = 1 o mês

Considerando-se t = 1 o mês de janeiro, t = 2 o mês de fevereiro, e assim sucessivamente, a média dos valores das ações é de:

a) 2,90.

b) 2,78.

c) 3,01.

d) 2,96.

e) 2,99.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 05 Pipoca, em sua última partida, acertou x arremessos de 2 pontos e y
Questão 05
Questão 05

Pipoca, em sua última partida, acertou x arremessos de 2 pontos e y arremessos de 3 pontos. Ele acertou 25 arremessos e marcou 55 pontos. Quantos arremessos de 3 pontos ele acertou? Qual seria a tradução dessa situação por meio de duas equações:

a)

b)

c)

d)

e)

= 25

x y

x y

2

2

3

2

+

+

x

y

=

55

y

y

= 55

=

= 55

y

x

x

x

x

x

+

+

+

+

3

3

y

3

y

= 25

=

=

55

25

25

2

n.d.a.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 06
Questão 06

Entre 9h e 17h, Rita faz uma consulta pela internet das mensagens de seu correio eletrônico. Se todos os instantes desse intervalo são igualmente prováveis para a consulta, a probabilidade de ela ter iniciado o acesso ao seu correio eletrônico em algum instante entre 14h35min e 15h29min é igual a:

a) 13,25%.

b) 10,25%.

c) 11,25%.

d) 19,58%.

e) 23,75%.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 07
Questão 07

Uma pesquisa realizada com pessoas com idade maior ou igual a sessenta anos residentes na cidade de São Paulo, publicada na revista Pesquisa/Fapesp de maio de 2003, mostrou que,

entre os idosos que nunca frequentaram a escola, 17% apresenta algum problema cognitivo (perda de memória, de raciocínio e de outras funções cerebrais). Se, entre 2.000 idosos pesquisados, um em cada cinco nunca foi à escola, o número de idosos pesquisados nessa situação e que apresentam algum tipo de problema cognitivo é:

a) 168.

b) 60.

c) 40.

d) 68.

e) 50.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 08
Questão 08

Um botânico mede o crescimento de uma planta, em centímetros, todos os dias. Ligando os pontos colocados por ele num gráfico, resulta a figura a seguir. Se for mantida sempre a relação entre o tempo e a altura, a planta terá, no 30º dia, uma altura igual a:

a seguir. Se for mantida sempre a relação entre o tempo e a altura, a planta

a) 4 cm.

b) 5 cm.

c) 3 cm.

d) 6 cm.

e) 30 cm.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 09
Questão 09

Um pintor de uma casa pretende comprar tinta e verniz e dispõe de R$ 1.800,00. Na loja de Tintas “Dois Irmãos”, o litro da tinta custa R$ 40,00 e do verniz, R$ 30,00. Obtenha expressão da restrição orçamentária e a represente graficamente.

da restrição orçamentária e a represente graficamente. Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

Questão 10
Questão 10

Um comerciante compra produtos ao preço unitário de R$ 5,00, gasta sua condução diária de R$ 45,00 e vende seu produto a R$ 8,00. Determine seu custo diário C em função da quantidade comprada q. Determine também a sua receita R em função da quantidade vendida q, que se supõe igual à quantidade comprada. Além disso, expresse seu lucro diário L em

comprada. Além disso, expresse seu lucro diário L em função da quantidade q. Verifique seu desempenho

função da quantidade q.

Verifique seu desempenho nesta questão, clicando no ícone ao lado.

LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO Quer saber mais sobre o assunto? Então: Acesse o site <
LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO
LINKS IMPORTANTES
FINALIZANDO
LINKS IMPORTANTES FINALIZANDO Quer saber mais sobre o assunto? Então: Acesse o site <

Quer saber mais sobre o assunto? Então:

Acesse o site <http://pessoal.sercomtel.com.br/matematica/financeira/matfin.htm>. Acesso em: 13 dez. 2011. Nesse site, você encontrará dicas e explicações detalhadas e exemplos sobre a matemática financeira.

Acesse o site <http://www.somatematica.com.br/financeira.php>. Acesso em: 13 dez. 2011. Nesse site,

você encontrará definições detalhadas sobre o estudo da matemática financeira.

detalhadas sobre o estudo da matemática financeira. Nessa aula, você viu os conceitos e aplicações das

Nessa aula, você viu os conceitos e aplicações das funções e da função de primeiro grau. Viu também

como realizar a representação gráfica de uma função. Aprendeu como analisar, por meio de situações

práticas, os conceitos de taxas de variação, função de receita, custo e lucro; ponto de equilíbrio, restrição

orçamentária e juros simples. Entendeu que todos os conceitos estudados têm aplicações no nosso

cotidiano. Para uma melhor compreensão e fixação das questões e exemplos, resolva os exercícios

propostos no Livro-Texto.

GLOSSÁRIO
GLOSSÁRIO
t v s m u r i e q i n c o l p
t
v
s
m
u
r
i
e q
i
n c
o
l p
b
w
x
d
a
y
g
x
l
f
i
k j
h
z

Demanda: seja U uma utilidade qualquer (bem ou serviço) e seja

mercado desta utilidade a um preço P , isto é, a soma das quantidades que todos os compradores

de mercados estão dispostos e aptos a adquirir ao preço P , em determinado período de tempo (que

pode ser um dia, uma semana, um mês etc.).

D

a demanda ou procura de

Oferta: seja U uma utilidade qualquer (bem ou serviço) e seja S a oferta de mercado desta utilidade

a um preço P , isto é, a soma das quantidades que todos os produtores estão dispostos e aptos a

vender ao preço p , em determinado período de tempo (que pode ser um dia, uma semana, um mês

etc.).

Ponto de Equilíbrio: (break-even point): É o ponto onde a oferta e a demanda de uma determinada

utilidade são iguais. Receita: seja U p . uma utilidade qualquer (bem ou serviço) cujo

utilidade são iguais.

Receita: seja U p .

uma utilidade qualquer (bem ou serviço) cujo preço de venda seja um preço unitário

Custo: de modo geral, a função custo pode ser determinada por meio da fórmula

, onde

CC= + C

v

f

C

f

é o custo variável e

C

f o custo fixo. Do exemplo anterior, a função custo relacionada é

CC= + C

v

f

.

Lucro: para obtermos a função lucro de uma determinada utilidade (bem ou serviço), fazemos:

L = RC

, ou seja, o lucro é “receita menos custo”.

Caro aluno, agora que o conteúdo dessa aula foi concluído, não se esqueça de acessar sua ATPS

e verificar a etapa que deverá ser realizada. Bons estudos!

Tema 3
Tema 3

Função de Segundo Grau

ícones:

Conteúdos e Habilidades
Conteúdos e Habilidades

Conteúdo

Nesta aula, você estudará:

função do segundo grau, suas características e a sua aplicação para a resolução de problemas

A

e

situações nas áreas financeiras e administrativas.

Como construir e analisar o gráfico da função de segundo grau.

Por meio de situações práticas, aplicadas às áreas de administração, os conceitos de receita,

custos, lucros, ponto de equilíbrio (break even point), além de outras situações, cujos modelos podem

custos, lucros, ponto de equilíbrio (break even point), além de outras situações, cujos modelos podem ser determinados por uma função de segundo grau.

Habilidades

Ao final, você deverá ser capaz de responder as seguintes questões:

Ache um número que tenha sua raiz quadrada maior ou igual a dele mesmo?

Elevei um número positivo ao quadrado, subtraí do resultado o mesmo numero e o que restou dividi ainda pelo mesmo número.O resultado que achei foi igual ao numero menos 1.

Um azulejista usou 2000 azulejos quadrados e iguais para revestir 45 m do lado de cada azulejo.

2 de parede. Qual é a medida

m do lado de cada azulejo. 2 de parede. Qual é a medida AULA 3 Assista

AULA 3

Assista às aulas nos pólos presenciais e também disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você.

disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem para você. Leitura Obrigatória Função de Segundo Grau Ao estudar
Leitura Obrigatória
Leitura Obrigatória

Função de Segundo Grau

Ao estudar a função de segundo grau por meio de suas características, você poderá resolver problemas práticos, como o do conhecimento da receita, que relaciona o preço e a quantidade de produtos comercializados.

Pela interpretação do gráfico da função de segundo grau, denominada parábola (curva), você observará aspectos importantes, como sua concavidade, que depende do sinal de a , seus vértices e raízes.

Uma das situações práticas é a obtenção da função receita, quando consideramos o preço e a

quantidade comercializada. Sabe-se que a receita R é dada por R = pq× , onde p representa o preço unitário e q , a quantidade comercializada do produto. Por exemplo: se o preço das bolas de uma marca variar de acordo com a relação p =�4 q + 400 , pode-se, então, obter a receita para a venda

de bolas pela equação

Rq=�( 4

+ 400) qq��4

2 + 400 q . Nessa parábola, convém observar alguns

aspectos importantes associados à função Rq =� 4 2 + 400 q : Como o

aspectos importantes associados à função

Rq=�4

2

+ 400 q :

Como o coeficiente de baixo.

2

q , o número 4 , que, por ser negativo, implica ter a concavidade voltada para

O ponto em que a curva corta o eixo R é obtido fazendo q = 0 , o que nos dá

R

2

=�4 ×0 + 400 ×0 = 0 .

Os pontos em que a curva corta o eixo q , ou raízes da função, são obtidos fazendo R = 0 :

R = 0 ��4 q

2

+ 400 q = 0

q = 0

ou

q = 100 .

O vértice

(.

VqR=

v

v

)(50, 10.000

=

da parábola em que

R =

v

10.000 é a receita correspondente:

q =

v

50

é a média aritmética das raízes e

q

v

=

0

+

100

2

= 50

. Substituindo em R , obtemos:

R =� ×

v

4

50

2

+

400 50

×

=

10.000

.

Especificamente para esta função, o vértice é importante, pois informa a quantidade

deve ser comercializada para que se tenha a receita máxima

a coordenada

encontrar tal coordenada. É importante lembrar que a coordenada

da parábola, isto é, quantidades maiores que

. Isto é natural, pois a receita está associada ao preço p =4 q + 400 , que decresce à medida que a demanda q aumenta.

q

v

= 50

que

R

v

=

10.000

. Embora se tenha obtido

q =

v

50

q

v

= pela média aritmética das raízes da função, existem outras maneiras de se

R

v

= 10.000

q

v

= 50

determina o eixo de simetria

R

v

= 10.000

proporcionam receitas menores que

Outra aplicação muito usada da função de segundo grau é a determinação do Lucro de uma

empresa. Por exemplo: considerando-se a receita

o custo de produção C

Rq=�4

2 + 400 q da venda de bolas e supondo-se

dado por C = 80 q + 2.800 , então o Lucro L da comercialização de bolas é

L = RC� � L =�4 q + 400 q 80 q + 2800 L =�4 q + 320 q 2.800 .

2

( )

2

Para a obtenção do gráfico, nota-se que:

Como o coeficiente de para baixo.

q

2 é o número 4 , que, por ser negativo, implica ter a concavidade voltada

O

L

Os pontos em que a curva corta o eixo q , ou raízes da função, são obtidos fazendo L = 0 :

ponto em que a curva corta o eixo L é obtido fazendo q = 0 , o que nos dá

2

=�4 ×0 + 320 ×0 2.800 =�2.800 .

2

L = 0 ��4 q + 320 q 2.800 = 0

q = 70

ou

q = 10 .

O q v vértice ( . VqL = v v = � 320 = 40

O

q

v

vértice

(.

VqL=

v

v

=

320

= 40

2

()

�

4

e

L

v

)(40, = 3.600

da parábola em que

q =

v

é o lucro correspondente,

L =� ×

v

4

40

2 +

coeficiente de q

2 × coeficiente de q

2

320 40

×

2800

=

3.600

.

, ou seja,

Com esses dados, pode-se verificar que o lucro é positivo L > 0 quando se vendem entre 10 e 70 bolas. O lucro é zero quando se vendem 10 ou 70 bolas, e o lucro é negativo L < 0 quando se vendem entre 0 e 10 bolas ou quantidades superiores a 70 bolas. A partir do vértice e do eixo de simetria, nota-se que, para a quantidade de 40 bolas, o lucro máximo é de 3.600 e que o lucro cresce para quantidades menores que 40 e decresce para quantidades maiores que 40.

A

caracterização geral de uma função de segundo grau é dada por:

a

0.

y = f x = ax× + bx×+ c , onde

()

2

Para a obtenção do gráfico, conhecido como parábola, observam-se os seguintes passos:

O coeficiente a

para cima e se a < 0 (negativo), a concavidade é voltada para baixo.

determina a concavidade da parábola; se a > 0 (positivo), a concavidade é voltada

O termo independente c dá o ponto em que a parábola corta o eixo y , e pode ser obtido fazendo

x = 0 y = f 000= a × + b ×+ c yc= .

()

2

Se existirem, os pontos em que a parábola corta o eixo x são dados pelas raízes da função, que são obtidas fazendo y = 0 . Para a resolução dessa equação, utiliza-se a fórmula de Báskara, em que:

x =

�± b �
�± b �

2 × a

, onde

2

�= b 4×ac× .

O número de raízes, ou pontos em que a parábola corta o eixo x , depende do :

Se

Se

Se

2

�= b 4×ac× for positivo, � > 0 , têm-se duas raízes reais e distintas

x =

2

�� b � �� b � e x = . 2 2 × a 2
�� b �
�� b �
e
x =
.
2
2 × a
2 × a

2

�= b 4×ac× for nulo, � = 0 , têm-se duas raízes reais e iguais

2

�= b 4×ac×

for negativo, � < 0 , não existem raízes reais.

x =

�+ b 0 � b = 2 × a 2 × a
�+
b
0 �
b
=
2
×
a
2
×
a

.

O vértice da parábola é dado por � � b � � Vxy = (

O vértice da parábola é dado por

� � b

Vxy

=

(, )

v

v

=

2

×

a

,

�� �

÷ �

a

4

×

.

Exemplos de Funções de Segundo Grau

1. O consumo de energia elétrica para uma residência no decorrer dos meses é dado por

Et=�

2 14t + 32 , onde E é dado em kWh, e ao tempo associa-se t = 0 a janeiro, t = 1 a fevereiro, e

assim sucessivamente. Determine a quantidade de energia máxima consumida pela residência.

Solução:

Os coeficientes da função são a = �1, b = �14 e c = 32 .

A concavidade é voltada para baixo, pois a < 0 .

A parábola corta o eixo E em c = 32 , pois quando t = 0 , temos

A parábola corta o eixo t quando E = 0 , o que nos leva a:

Et=�

E

2 14t + 32 = 0 , cujas raízes, se

2

=�1×0 14 ×0 + 32 = 32 .