Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA – UDESC

CENTRO DE EDUCAÇÕ SUPERIOR DO OESTE – CEO

ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Projetos Industriais

Profª - Fabiane Bach

Pinhalzinho, fevereiro de 2011

c) Empresas de engenharia dedicadas à elaboração de projetos executivos: documentação técnica necessária à execução das obras e ao processamento das compras de materiais e equipamentos;

d) Empresas de consultoria especializadas em determinadas tecnologias: condicionamento de ar, poluição ambiental, comunicação visual, segurança, automação, luminotécnica

e) Empresas de construção civil;

ar, poluição ambiental, comunicação visual, segurança, automação, luminotécnica e) Empresas de construção civil;
ar, poluição ambiental, comunicação visual, segurança, automação, luminotécnica e) Empresas de construção civil;

Localização da Indústria

• Grande influência no sucesso de uma empresa.

• A escolha deve ser realizada com cuidado e critério.

• A planta deve ser instalada onde o custo de produção e distribuição seja mínimo.

• Levantamento completo das vantagens e desvantagens.

onde o custo de produção e distribuição seja mínimo. • Levantamento completo das vantagens e desvantagens.
onde o custo de produção e distribuição seja mínimo. • Levantamento completo das vantagens e desvantagens.

29/2/2012

Metodologia da Implantação

• A empreendedora pode contratar uma ou várias firmas de engenharia especializadas nas seguintes áreas de atuação:

a) Escritórios de consultoria especializadas em estudos preliminares e em anteprojetos;

b) Empresas especializadas em engenharia do processo;

especializadas em estudos preliminares e em anteprojetos; b) Empresas especializadas em engenharia do processo;
f) Empresas especializadas no processamento de compras e na inspeção de materiais e de equipamentos;
f) Empresas especializadas no processamento de compras e na inspeção de materiais e de equipamentos;

f) Empresas especializadas no processamento de compras

e na inspeção de materiais e de equipamentos;

g) Empresas de montagem industrial: montagem de estruturas metálica, tanques, sistemas de fluido e de utilidades geral;

h) Firmas instaladoras: de água, energia, esgoto

geral; h) Firmas instaladoras: de água, energia, esgoto i) Firmas fornecedoras de itens e de serviços

i) Firmas fornecedoras de itens e de serviços especializados:

fornecem concreto, estruturas metálicas

• Fatores a serem considerados na escolha da localização: – Disponibilidade de matéria prima: pesquisar
• Fatores a serem considerados na escolha da localização: – Disponibilidade de matéria prima: pesquisar

• Fatores a serem considerados na escolha da localização:

Disponibilidade de matéria prima: pesquisar preço, distância da fonte de fornecimento, custos com transporte, sazonalidade, qualidade

Mercados: localização. A distância afeta o preço do transporte e a vida de prateleira.

sazonalidade, qualidade – Mercados: localização. A distância afeta o preço do transporte e a vida de

Disponibilidade energética: o consumo de energia e vapor pode ser grande. A proximidade de uma fonte de combustível pode ser essencial para uma operação econômica.

Clima: a umidade do ar em excesso e extremos de calor e frio podem provocar sérios efeitos na operação econômica da indústria.

Facilidades de transporte: água, ferrovia e rodovias são os meios de transporte mais utilizados.

da indústria. – Facilidades de transporte: água, ferrovia e rodovias são os meios de transporte mais
da indústria. – Facilidades de transporte: água, ferrovia e rodovias são os meios de transporte mais
– Restrições legais e taxas: taxas municipais e estaduais e obtenção de requerimentos podem ser

Restrições legais e taxas: taxas municipais e estaduais e obtenção de requerimentos podem ser importantes em termos de custo e perda de tempo.

Características do local: topografia, custo da terra, da construção local. A área de terra adquirida deve ser maior do que a necessária para a construção da indústria, para que futuramente haja espaço para expansões.

deve ser maior do que a necessária para a construção da indústria, para que futuramente haja

• A localização da indústria será definida em duas etapas:

1. Macrolocalização: define-se a região onde se deverá implantar a indústria. Razões de ordem econômica e aspectos técnicos prevalecerão.

2. Microlocalização: área mais restrita contida na área de macrolocalização. Considerar condições físicas do terreno, proximidade e suprimento de água, energia elétrica, etc.

29/2/2012

– Fornecimento de água: certificar que o fornecimento de água é confiável, ou ter um
– Fornecimento de água: certificar que o fornecimento de água é confiável, ou ter um
– Fornecimento de água: certificar que o fornecimento de água é confiável, ou ter um

Fornecimento de água: certificar que o fornecimento de água é confiável, ou ter um reservatório próprio. Considerar Tº, teor de minerais, bactérias e os custos para o tratamento de purificação.

Disposição de resíduos: o local escolhido deve apresentar capacidade adequada e facilidade para a correta disposição de resíduos.

Mão e obra: verificar a disponibilidade, qualificação e produtividade dos trabalhadores.

Proteção contra incêndios e inundações: terras próximas de rios devem ser consultadas para avaliação do Proteção contra incêndios e inundações: terras próximas de rios devem ser consultadas para avaliação do histórico de eventos naturais. A presença de uma unidade do corpo de bombeiros próximo a indústria deve ser levado em consideração.

Fatores comunitários: deve haver um número mínimo de facilidades para uma pessoa viver satisfatoriamente: igrejas, escolas, associações, livrarias

um número mínimo de facilidades para uma pessoa viver satisfatoriamente: igrejas, escolas, associações, livrarias

Macrolocalização

• Deverá considerar uma série de fatores:

a) Custo e eficiência dos transportes: a localização ideal para uma indústria será aquela na qual o somatório dos custos de transporte de matérias primas e dos produtos acabados será um mínimo.

será aquela na qual o somatório dos custos de transporte de matérias primas e dos produtos

b) Dimensão e localização das áreas de mercado:

mercados mais próximos e preços de seguro e frete mais baixos conduzem a uma rentabilidade maior. Atingindo mercados maiores a indústria poderá se tornar mais competitiva.

c) Custo da terra: quanto maior a quantidade de terra requerida para a implantação da indústria, maior será a atenção dada a este quesito.

maior a quantidade de terra requerida para a implantação da indústria, maior será a atenção dada
maior a quantidade de terra requerida para a implantação da indústria, maior será a atenção dada

f) Disponibilidade e custo da energia: tanto a disponibilidade da energia a ser consumida (elétrica, mecânica, vapor, solar, lenha) e o custo unitário dessa energia pode ser um fator decisivo.

o custo unitário dessa energia pode ser um fator decisivo. g) Suprimento de matérias primas: buscar

g) Suprimento de matérias primas: buscar a proximidade às fontes de matérias primas mais utilizadas, perecíveis ou frágeis.

j) vantagens das aglomerações industriais (distritos industriais):

– Existência de infra-estrutura;

– Transporte;

– Suprimento de energia;

industriais (distritos industriais): – Existência de infra-estrutura; – Transporte; – Suprimento de energia;

29/2/2012

d) Custo e disponibilidade de mão de obra: esse fator pode ser extremamente importante para indústrias que necessitam de mão de obra qualificada.

e) Disponibilidade e qualidade da água: o consumo de água por unidade produzida permitirá medir a importância desse fator locacional. Ao custo de captação transporte, armazenamento e tratamento da água deverá ser acrescido o custo de sua restituição ao meio ambiente.

transporte, armazenamento e tratamento da água deverá ser acrescido o custo de sua restituição ao meio

h) Eliminação de resíduos: em áreas povoadas ou ribeirinhas a montante de concentrações populacionais que devam se servir do mesmo curso de água, o problema torna-se mais grave.

i) Motivações fiscais e financeiras: isenções ou reduções de impostos e de taxas locais, cessão de terrenos e de serviços públicos geram maior interesse para a instalação industrial. Entretanto, deve-se leva em consideração a duração dos benefícios.

Atividade

1. Nomear a indústria;

2. Definir linha de produção/produtos;

3. Definir público alvo;

4. Apontar 2 localidades possíveis para a instalação da indústria;

5. Listar para cada uma das localidades as características positivas e negativas.

Microlocalização

• Após apontada a região, define-se o local exato da implantação da indústria.

• Escolhe-se o terreno, onde prevalecem aspectos técnicos:

– Relevo e declividade;

– Resistência e qualidade do solo;

– Vias de acesso e de comunicação;

– Serviços públicos;

– Insumos industriais (água, energia, matéria prima,

)
)

– Existência de limitações quanto ao nível de ruído, emissão de fumaça, vapores e odores

– Custos com a extensão até o terreno da indústria de distribuição de água, energia, telefone

– Existência de limitações físicas legais para o tráfego, tais como pontes e túneis, curvatura e rampas, veículos pesados

Análise dimensional

• Técnica útil quando se deseja comparar alternativas para as quais existem custos que podem ser quantificados e fatores qualitativos transformados em números relativos.

29/2/2012

• A seleção do terreno definitivo deverá levar em conta:

– Situação legal da propriedade;

– Demarcação efetiva dos limites do terreno;

– Existência de construções no terreno que devam ser demolidas;

– Necessidade da realização de obras de contenção e estabilização de encostas, drenagem, aterros

Avaliação de alternativas de localização

• A partir de várias alternativas de localização, muitos modelos tem sido desenvolvidos para auxiliar na escolha final:

– Análise dimensional;

– Centro de gravidade;

– Modelo da mediana;

• Procedimento:

– Estabelecer valores numéricos para todos os custos, onde for possível;

– Ponderar os fatores qualitativos segundo uma escala de valores relativos;

– Atribuir um peso a cada fator, quali ou quantitativo, que indica a importância;

– Calcular o coeficiente de mérito CM, que é função de F ij (valor do fator j na localidade i) e p j (peso relativo ou importância do fator j).

• Dados k fatores diferentes, o CM 1,2 da localidade 1 em relação à 2 é definido pela equação:

CM 1,2 = (F 1,1 /F 2,1 ) p1 (F 1,2 /F 2,2 ) p2

(F 1,K /F 2,K ) pK

• Se CM 1,2 for maior do que 1, a localidade 2 será a preferida, pois isso indica que seus custos são relativamente menos significativos.

• EXEMPLO

• A aplicação do modelo se dá através dos seguintes passos:

– Assinalar uma coordenada horizontal e uma vertical para cada instalação ou mercado existente;

– Determinar o centro de gravidade a localização procurada, que terá duas coordenadas (horizontal Gx e vertical Gy)

que terá duas coordenadas (horizontal Gx e vertical Gy) 29/2/2012 Modelo do centro de gravidade •
que terá duas coordenadas (horizontal Gx e vertical Gy) 29/2/2012 Modelo do centro de gravidade •

29/2/2012

Modelo do centro de gravidade

• É utilizado quando se quer localizar uma nova instalação dentro de uma rede de instalações e/ou mercados já existentes.

• O objetivo é encontrar uma localização em que os custos de transporte sejam mínimos.

• Equações:

G x = ∑d ix p i C i / ∑p i C i

G y = ∑d iy p i C i / ∑p i C i

Onde: d ix coordenada horizontal da instalação ou mercado i; d iy coordenada vertical da instalação ou mercado i; p i custo de transporte na direção da instalação ou mercado i; C i volume transportado de/para a instalação ou mercado i.

EXEMPLO

Modelo da mediana

• Mesma finalidade do centro de gravidade: localizar uma nova instalação dentro de uma malha já existente, através da minimização dos custos de transporte.

• Dados básicos do modelo:

– Coordenadas horizontais e verticais dos mercados já existentes;

– Cargas que devem ser movidas para cada um dos mercados.

• Passos para aplicação do modelo da mediana:

– Efetua-se a soma das cargas que devem ser deslocadas e determina-se sua mediana.

• Se a soma for ímpar (1201), a mediana será exatamente a metade da soma (600,5);

• Se a soma for par (1200), teremos duas medianas: a metade (600) e a metade mais 1 (601).

• Após a determinação do local procurado, é fácil calcular o custo total de transporte associado:

CT = ∑C i p i (d ix + d iy )

Onde: C i carga movida de/para o mercado i; p i custo de transporte ; d ix e d iy distância horizontal e vertical, respectivamente, do mercado em relação ao local

encontrado.

EXEMPLO

• EHRLICH, P. J.; MORAES, E. A. de. Engenharia Econômica: avaliação e seleção de projetos de investimento. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2005.

• MARTINS, P. G.; LAUGENI, F. P. Administração da produção. 2ª ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

• MOREIRA D. A. Administração da Produção e Operações. 2ª ed. São Paulo: Cengage Learning,

2008.

29/2/2012

• Percorre-se a distância horizontal somando as cargas das localidades à medida que vão sendo

• Percorre-se a distância horizontal somando as cargas das localidades à medida que vão sendo encontradas. Quando se chegar a uma localidade tal que essa soma iguale ou ultrapasse a mediana, a coordenada horizontal estará estabelecida.

• A coordenada vertical é obtida pelo mesmo procedimento, percorrendo-se de cima para baixo ou vice-versa.

• A coordenada vertical é obtida pelo mesmo procedimento, percorrendo-se de cima para baixo ou vice-versa.
• A coordenada vertical é obtida pelo mesmo procedimento, percorrendo-se de cima para baixo ou vice-versa.