Você está na página 1de 2

ESTRANGEIRISMO (Carlos Silva e Sandra Regina) Outro dia me convidaram para irmos ao MC DONALDS comermos CHEESE BURGER.

O salo estava lotado e fizemos os pedidos atravs de um tal de DRIVE THRU. Os colegas percebendo a minha irritao disseram: se tu tiver com pressa, eles tm um sistema de DELIVERY, maravilhoso. Desacostumado com este linguajar chamei os cabas: - Vmo simbora. Seguimos pela avenida HENRIQUE SCHAUMANN, onde pude observar um OUTDOOR escrito: CHINA IN BOX, e uma seta indicativa PARKING. Ns no paramos por l no. Seguimos mais adiante, avistamos um restaurante bonito e luxuoso, e na porta de entrada uma luz neon piscando escrita OPEN. Quando olhei pro cho, pude ver estampado um capacho com a bandeira americana me convidando: WELLCOME. Ao adentrarmos naquele recinto eu pude observar na sua decorao, e nas paredes estavam escrito assim: ICE CAKE, CHEESE EGG, CHEESE BURGER e FAST FOOD. Eu pensei comigo: FOOD na Bahia a gente USA numa outra situao Do meu lado esquerdo uma garota tomava uma cerveja numa lata vermelha e azul cuja marca era BUDWEISER. O camarada que lhe acompanhava tomava sua LONG NECK HEINEKEN. Do me lado direito uma loira bonita peituda falava pro cabra com voz sensual assim: Eu trabalho numa RELAX FOR MAN E ele pergunta pra ela: Fica prximo do Motel MY FLOWERS. E ela lhe responde: No BABY, fica junto ao NIGHT CLUB WONDERFUL PENETRATION! A fome aumentava juntamente com a raiva, e eu no sabia se pedia um HOT DOG, ou um simples cachorro quente. Emputecido mais uma vez com aquela situao, chamei os caboclos: - Vmo simbora. Na sada o manobrista nos recebe e nos entrega as chaves do nosso possante veiculo, um fusca 68 fabricado em Volta Redonda na poca do presidente JUSCELINO KUBITSCHEK. Ele olha pra mim e me diz: THANK YOU SIR AND HAVE A GOOD NIGHT. E eu usando toda minha simplicidade e educao que aprendi no serto da Bahia, olhei pra ele e lhe disse:

- V PRA PUTA QUE LHE PARIU.