Você está na página 1de 2

PERFIL PROFISSIOGRFICO PREVIDENCIRIO (PPP) Para ter direito aposentadoria especial, o trabalhador ter que comprovar, alm do tempo

po de trabalho, efetiva exposio aos agentes nocivos qumicos, fsicos, biolgicos ao associaes. A comprovao de exposio aos agentes nocivos ser feita por formulrio denominado Perfil Profissiogrfico Previdencirio (PPP), preenchido pela empresa. O PPP o documento histrico-laboral do trabalhador que rene dados administrativos, registros ambientais e resultados de monitorao biolgica, entre outras informaes, durante todo o perodo em que este exerceu suas atividades. O PP tem por finalidade prover: i) o trabalhador de meios de prova produzidos pelo empregador perante a Previdncia Social, a outros rgos pblicos e aos sindicatos, de forma a garantir todo o direito decorrente da relao de trabalho administrativo, civil, tributrio, trabalhista, previdencirio, penal, etc.; ii) prover a empresa de meios de prova produzidos em tempo real, de modo a organizar e a individualizar as informaes contidas em diversos da empresa ao longo dos anos. Dessa forma, a empresa poder evitar aes judiciais indevidas relativas a seus trabalhadores FINANCIAMENTO DA APOSENTADORIA ESPECIAL FAE O FAE, adicional ao SAT (Seguro contra acidente do trabalho) para custeio da aposentadoria especial, pago pelo empregador. Para aposentadoria de 25 anos de contribuio a empresa paga uma alquota de 6% a mais sobre a folha de pagamento daquele trabalhador para a Receita Federal do Brasil RFB. Para aposentadoria com 15 anos de exposio: alquota de 12%; Para aposentadoria com20 anos de exposio: alquota de 9%. A partir de janeiro de 1999, por determinao legal contida na Lei n. 9.528/97, as empresas passaram a ter a obrigao mensal de informar em documento os dados relacionados aos fatos geradores de contribuio previdenciria e outras informaes de interesse do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Esse documento a Guia de Informao Previdncia Social e Pagamentos do FTGS (GFIP) contm as informaes financeiras e cadastrais de todos os segurados que prestam servio a elas. Na GFIP, deve ser preenchido um cdigo que indica a situao do trabalhador relativa a ele laborar, ou no, em condies que ensejem a concesso de aposentadoria especial; ou seja, se ele no est e nunca esteve; esteve e no est mais; ou est exposto a agente que impliquem a obteno de aposentadoria aos 15, 20 ou 25 de exposio. Significado Previdencirio e Tributrio Nunca exposto J esteve exposto FAE 15-12% FAE 20-9% Codificao GFIP/SEFIP Manual Aprovado pela IN 880 da RFB 0 1 2 3

FAE 25-6%

Para saber se tem direito a aposentadoria especial, se informe no RH qual o seu cdigo declarado. FONTE: OLIVEIRA, Paulo R. A. Uma Sistematizao da Sade do Trabalhador do Extico ao Exotrico. So Paulo: LTr, 2011.

Você também pode gostar