Você está na página 1de 67

LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBO DE 1990 Título I Capítulo Único Da Di po i!"# $%#li&ina%# Art.

1o Esta Lei institui o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União das autar!uias inclusive as em regime es"ecial e das #unda$%es "úblicas #ederais. Art. &o Para os e#eitos desta Lei servidor ' a "essoa legalmente investida em cargo "úblico. Art. (o Cargo "úblico ' o con)unto de atribui$%es e res"onsabilidades "revistas na estrutura organi*acional !ue devem ser cometidas a um servidor. Par+gra#o único. ,s cargos "úblicos acessíveis a todos os brasileiros são criados "or lei com denomina$ão "r-"ria e vencimento "ago "elos co#res "úblicos "ara "rovimento em car+ter e#etivo ou em comissão. Art. .o / "roibida a "resta$ão de servi$os gratuitos salvo os casos "revistos em lei. Título II Do $%o'i&#nto, (ac)ncia, *#&o!+o, *#,i t%i-ui!+o # .u- titui!+o

Capítulo I Do $%o'i&#nto .#!+o I Di po i!"# /#%ai Art. 0o São re!uisitos b+sicos "ara investidura em cargo "úblico1 2 3 a nacionalidade brasileira4 22 3 o go*o dos direitos "olíticos4 222 3 a !uita$ão com as obriga$%es militares e eleitorais4 25 3 o nível de escolaridade e6igido "ara o e6ercício do cargo4 5 3 a idade mínima de de*oito anos4 52 3 a"tidão #ísica e mental. 7 1o As atribui$%es do cargo "odem )usti#icar a e6ig8ncia de outros re!uisitos estabelecidos em lei. 7 &o 9s "essoas "ortadoras de de#ici8ncia ' assegurado o direito de se inscrever em concurso "úblico "ara "rovimento de cargo cu)as atribui$%es se)am com"atíveis com a de#ici8ncia de !ue são "ortadoras4 "ara tais "essoas serão reservadas at' &:; <vinte "or cento= das vagas o#erecidas no concurso. 7 (o As universidades e institui$%es de "es!uisa cientí#ica e tecnol-gica #ederais "oderão "rover seus cargos com "ro#essores t'cnicos e cientistas estrangeiros de acordo com as normas e os "rocedimentos desta Lei Art. >o , "rovimento dos cargos "úblicos #ar3se3+ mediante ato da autoridade com"etente de cada Poder. Art. ?o A investidura em cargo "úblico ocorrer+ com a "osse. Art. @o São #ormas de "rovimento de cargo "úblico1 2 3 nomea$ão4 22 3 "romo$ão4 222 3 ascensão4 25 3 trans#er8ncia 5 3 reada"ta$ão4

52 3 reversão4 522 3 a"roveitamento4 5222 3 reintegra$ão4 2A 3 recondu$ão. .#!+o II Da No&#a!+o Art. Bo A nomea$ão #ar3se3+1 2 3 em car+ter e#etivo !uando se tratar de cargo isolado de "rovimento e#etivo ou de carreira4 22 3 em comissão inclusive na condi$ão de interino "ara cargos de con#ian$a vagos Par+gra#o único. , servidor ocu"ante de cargo em comissão ou de nature*a es"ecial "oder+ ser nomeado "ara ter e6ercício interinamente em outro cargo de con#ian$a sem "re)uí*o das atribui$%es do !ue atualmente ocu"a Ci"-tese em !ue dever+ o"tar "ela remunera$ão de um deles durante o "eríodo da interinidade. Art. 1:. A nomea$ão "ara cargo de carreira ou cargo isolado de "rovimento e#etivo de"ende de "r'via Cabilita$ão em concurso "úblico de "rovas ou de "rovas e títulos obedecidos a ordem de classi#ica$ão e o "ra*o de sua validade. Par+gra#o único. ,s demais re!uisitos "ara o ingresso e o desenvolvimento do servidor na carreira mediante "romo$ão serão estabelecidos "ela lei !ue #i6ar as diretri*es do sistema de carreira na Administra$ão Pública Dederal e seus regulamentos.

.#!+o III Do Concu% o $0-lico Art. 11. , concurso ser+ de "rovas ou de "rovas e títulos "odendo ser reali*ado em duas eta"as con#orme dis"userem a lei e o regulamento do res"ectivo "lano de carreira condicionada a inscri$ão do candidato ao "agamento do valor #i6ado no edital !uando indis"ens+vel ao seu custeio e ressalvadas as Ci"-teses de isen$ão nele e6"ressamente "revistas. Art. 1&. , concurso "úblico ter+ validade de at' & <dois = anos "odendo ser "rorrogado uma única ve* "or igual "eríodo. 7 1o , "ra*o de validade do concurso e as condi$%es de sua reali*a$ão serão #i6ados em edital !ue ser+ "ublicado no Ei+rio ,#icial da União e em )ornal di+rio de grande circula$ão.

1:& o "ra*o ser+ contado do t'rmino do im"edimento 7 (o A "osse "oder+ dar3se mediante "rocura$ão es"ecí#ica. @1 ou a#astado nas Ci"-teses dos incisos 2 25 52 5222 alíneas GaG GbG GdG GeG e G#G 2A e A do art. 7 (o 9 autoridade com"etente do -rgão ou entidade "ara onde #or nomeado ou designado o servidor com"ete dar3lCe e6ercício . 10.#!+o I( Da $o # # . 1. servidor ser+ e6onerado do cargo ou ser+ tornado sem e#eito o ato de sua designa$ão "ara #un$ão de con#ian$a se não entrar em e6ercício nos "ra*os "revistos neste artigo observado o dis"osto no art."oder+ ser em"ossado a!uele !ue #or )ulgado a"to #ísica e mentalmente "ara o e6ercício do cargo.7 &o Fão se abrir+ novo concurso en!uanto Couver candidato a"rovado em concurso anterior com "ra*o de validade não e6"irado. S. 7 1o A "osse ocorrer+ no "ra*o de trinta dias contados da "ublica$ão do ato de "rovimento. 1(. A "osse dar3se3+ "ela assinatura do res"ectivo termo no !ual deverão constar as atribui$%es os deveres as res"onsabilidades e os direitos inerentes ao cargo ocu"ado !ue não "oderão ser alterados unilateralmente "or !ual!uer das "artes ressalvados os atos de o#ício "revistos em lei. A "osse em cargo "úblico de"ender+ de "r'via ins"e$ão m'dica o#icial. Par+gra#o único.. E6ercício ' o e#etivo desem"enCo das atribui$%es do cargo "úblico ou da #un$ão de con#ian$a. 7 0o Fo ato da "osse o servidor a"resentar+ declara$ão de bens e valores !ue constituem seu "atrimHnio e declara$ão !uanto ao e6ercício ou não de outro cargo em"rego ou #un$ão "ública. . 7 >o Ser+ tornado sem e#eito o ato de "rovimento se a "osse não ocorrer no "ra*o "revisto no 7 1o deste artigo. 7 .o S. Art. 7 1o / de !uin*e dias o "ra*o "ara o servidor em"ossado em cargo "úblico entrar em e6ercício contados da data da "osse.o E1#%cício Art. 7 &o . Art.Caver+ "osse nos casos de "rovimento de cargo "or nomea$ão. 1@. 7 &o Em se tratando de servidor !ue este)a na data de "ublica$ão do ato de "rovimento em licen$a "revista nos incisos 2 222 e 5 do art.

1@. Art. <!uatro= meses antes de #indo o "eríodo do est+gio "robat-rio ser+ submetida I Comologa$ão da autoridade com"etente a avalia$ão do desem"enCo do . Art.s servidores cum"rirão )ornada de trabalCo #i6ada em ra*ão das atribui$%es "ertinentes aos res"ectivos cargos res"eitada a dura$ão m+6ima do trabalCo semanal de !uarenta Coras e observados os limites mínimo e m+6imo de seis Coras e oito Coras di+rias res"ectivamente. Ao entrar em e6ercício o servidor a"resentar+ ao -rgão com"etente os elementos necess+rios ao seu assentamento individual.o . <vinte e !uatro= meses durante o !ual a sua a"tidão e ca"acidade serão ob)eto de avalia$ão "ara o desem"enCo do cargo observados os seguinte #atores1 2 3 assiduidade4 22 3 disci"lina4 222 3 ca"acidade de iniciativa4 25 3 "rodutividade4 53 res"onsabilidade. 7 &o / #acultado ao servidor declinar dos "ra*os estabelecidos no caput. 1>. Art. . 1?. 7 1o . servidor !ue deva ter e6ercício em outro municí"io em ra*ão de ter sido removido redistribuído re!uisitado cedido ou "osto em e6ercício "rovis-rio ter+ no mínimo de* e no m+6imo trinta dias de "ra*o contados da "ublica$ão do ato "ara a retomada do e#etivo desem"enCo das atribui$%es do cargo incluído nesse "ra*o o tem"o necess+rio "ara o deslocamento "ara a nova sede 7 1o Fa Ci"-tese de o servidor encontrar3se em licen$a ou a#astado legalmente o "ra*o a !ue se re#ere este artigo ser+ contado a "artir do t'rmino do im"edimento.7 . Art. 7 1o . . início do e6ercício de #un$ão de con#ian$a coincidir+ com a data de "ublica$ão do ato de designa$ão salvo !uando o servidor estiver em licen$a ou a#astado "or !ual!uer outro motivo legal Ci"-tese em !ue recair+ no "rimeiro dia útil a"-s o t'rmino do im"edimento !ue não "oder+ e6ceder a trinta dias da "ublica$ão. Ao entrar em e6ercício o servidor nomeado "ara cargo de "rovimento e#etivo #icar+ su)eito a est+gio "robat-rio "or "eríodo de &. ocu"ante de cargo em comissão ou #un$ão de con#ian$a submete3se a regime de integral dedica$ão ao servi$o observado o dis"osto no art. Art. 1B. dis"osto neste artigo não se a"lica a dura$ão de trabalCo estabelecida em leis es"eciais. &:. 1&: "odendo ser convocado sem"re !ue Couver interesse da Administra$ão 7 &o . início a sus"ensão a interru"$ão e o reinício do e6ercício serão registrados no assentamento individual do servidor. Par+gra#o único. . A "romo$ão não interrom"e o tem"o de e6ercício !ue ' contado no novo "osicionamento na carreira a "artir da data de "ublica$ão do ato !ue "romover o servidor.

&&. 7 0o . servidor Cabilitado em concurso "úblico e em"ossado em cargo de "rovimento e#etivo ad!uirir+ estabilidade no servi$o "úblico ao com"letar & <dois= anos de e#etivo e6ercício.#!+o ( Da E ta-ili.o Ao servidor em est+gio "robat-rio somente "oderão ser concedidas as licen$as e os a#astamentos "revistos nos arts. . &B. servidor est+vel s. . .#!+o (I Da T%an 2#%3ncia Art.a.# Art. &(.servidor reali*ada "or comissão constituída "ara essa #inalidade de acordo com o !ue dis"user a lei ou o regulamento da res"ectiva carreira ou cargo sem "re)uí*o da continuidade de a"ura$ão dos #atores enumerados nos incisos 2 a 5 do ca"ut deste artigo. 7 1o @> e B> bem assim na Ci"-tese de "artici"a$ão em curso de #orma$ão e ser+ retomado a "artir do t'rmino do im"edimento. &1. est+gio "robat-rio #icar+ sus"enso durante as licen$as e os a#astamentos "revistos nos arts. @( @. 7 &o . 7 (o . . @1 incisos 2 a 25 B. servidor em est+gio "robat-rio "oder+ e6ercer !uais!uer cargos de "rovimento em comissão ou #un$%es de dire$ão cCe#ia ou assessoramento no -rgão ou entidade de lota$ão e somente "oder+ ser cedido a outro -rgão ou entidade "ara ocu"ar cargos de Fature*a Es"ecial cargos de "rovimento em comissão do Jru"o3Eire$ão e Assessoramento Su"eriores 3 EAS de níveis > 0 e . Art. Krans#er8ncia. ou e!uivalentes 7 . . B0 e B> bem assim a#astamento "ara "artici"ar de curso de #orma$ão decorrente de a"rova$ão em concurso "ara outro cargo na Administra$ão Pública Dederal."erder+ o cargo em virtude de senten$a )udicial transitada em )ulgado ou de "rocesso administrativo disci"linar no !ual lCe se)a assegurada am"la de#esa. servidor não a"rovado no est+gio "robat-rio ser+ e6onerado ou se est+vel recondu*ido ao cargo anteriormente ocu"ado observado o dis"osto no "ar+gra#o único do art.

.#!+o (II Da *#a,apta!+o Art. &.. Reada"ta$ão ' a investidura do servidor em cargo de atribui$%es e res"onsabilidades com"atíveis com a limita$ão !ue tenCa so#rido em sua ca"acidade #ísica ou mental veri#icada em ins"e$ão m'dica. 7 1o Se )ulgado inca"a* "ara o servi$o "úblico o reada"tando ser+ a"osentado. 7 &o A reada"ta$ão ser+ e#etivada em cargo de atribui$%es a#ins res"eitada a Cabilita$ão e6igida nível de escolaridade e e!uival8ncia de vencimentos e na Ci"-tese de ine6ist8ncia de cargo vago o servidor e6ercer+ suas atribui$%es como e6cedente at' a ocorr8ncia de vaga. .#!+o (III Da *#'#% +o Art. &0. Reversão ' o retorno I atividade de servidor a"osentado1 2 3 "or invalide* !uando )unta m'dica o#icial declarar insubsistentes os motivos da a"osentadoria4 ou 22 3 no interesse da administra$ão desde !ue1 a= tenCa solicitado a reversão4 b= a a"osentadoria tenCa sido volunt+ria4 c= est+vel !uando na atividade d= a a"osentadoria tenCa ocorrido nos cinco anos anteriores I solicita$ão4 e= Ca)a cargo vago. 7 1o A reversão #ar3se3+ no mesmo cargo ou no cargo resultante de sua trans#orma$ão. 7 &o , tem"o em !ue o servidor estiver em e6ercício ser+ considerado "ara concessão da a"osentadoria. 7 (o Fo caso do inciso 2 encontrando3se "rovido o cargo o servidor e6ercer+ suas atribui$%es como e6cedente at' a ocorr8ncia de vaga. 7 .o , servidor !ue retornar I atividade "or interesse da administra$ão "erceber+ em substitui$ão aos "roventos da a"osentadoria a remunera$ão do cargo !ue voltar a e6ercer inclusive com as vantagens de nature*a "essoal !ue "ercebia anteriormente I a"osentadoria.

7 0o , servidor de !ue trata o inciso 22 somente ter+ os "roventos calculados com base nas regras atuais se "ermanecer "elo menos cinco anos no cargo 7 >o , Poder E6ecutivo regulamentar+ o dis"osto neste artigo. 0 Art. &?. Fão "oder+ reverter o a"osentado !ue )+ tiver com"letado ?: <setenta= anos de idade. .#!+o I4 Da *#int#5%a!+o Art. &@. A reintegra$ão ' a reinvestidura do servidor est+vel no cargo anteriormente ocu"ado ou no cargo resultante de sua trans#orma$ão !uando invalidada a sua demissão "or decisão administrativa ou )udicial com ressarcimento de todas as vantagens. 7 1o Fa Ci"-tese de o cargo ter sido e6tinto o servidor #icar+ em dis"onibilidade observado o dis"osto nos arts. (: e (1. 7 &o Encontrando3se "rovido o cargo o seu eventual ocu"ante ser+ recondu*ido ao cargo de origem sem direito I indeni*a$ão ou a"roveitado em outro cargo ou ainda "osto em dis"onibilidade. .#!+o 4 Da *#con,u!+o Art. &B. Recondu$ão ' o retorno do servidor est+vel ao cargo anteriormente ocu"ado e decorrer+ de1 2 3 inabilita$ão em est+gio "robat-rio relativo a outro cargo4 22 3 reintegra$ão do anterior ocu"ante. Par+gra#o único. Encontrando3se "rovido o cargo de origem o servidor ser+ a"roveitado em outro observado o dis"osto no art. (:. .#!+o 4I Da Di poni-ili,a,# # ,o 6p%o'#ita&#nto Art. (:. , retorno I atividade de servidor em dis"onibilidade #ar3se3+ mediante a"roveitamento obrigat-rio em cargo de atribui$%es e vencimentos com"atíveis com o anteriormente ocu"ado. Art. (1. , -rgão Central do Sistema de Pessoal Civil determinar+ o imediato a"roveitamento de servidor em dis"onibilidade em vaga !ue vier a ocorrer nos -rgãos ou entidades da Administra$ão Pública Dederal.

Par+gra#o único. Fa Ci"-tese "revista no 7 (o do art. (? o servidor "osto em dis"onibilidade "oder+ ser mantido sob res"onsabilidade do -rgão central do Sistema de Pessoal Civil da Administra$ão Dederal 3 S2PEC at' o seu ade!uado a"roveitamento em outro -rgão ou entidade. Art. (&. Ser+ tornado sem e#eito o a"roveitamento e cassada a dis"onibilidade se o servidor não entrar em e6ercício no "ra*o legal salvo doen$a com"rovada "or )unta m'dica o#icial. Capítulo II Da (ac)ncia Art. ((. A vacLncia do cargo "úblico decorrer+ de1 2 3 e6onera$ão4 22 3 demissão4 222 3 "romo$ão4 25 3 ascensão4 5 M trans#er8ncia4 52 3 reada"ta$ão4 522 3 a"osentadoria4 5222 3 "osse em outro cargo inacumul+vel4 2A 3 #alecimento. Art. (.. A e6onera$ão de cargo e#etivo dar3se3+ a "edido do servidor ou de o#ício. Par+gra#o único. A e6onera$ão de o#ício dar3se3+1 2 3 !uando não satis#eitas as condi$%es do est+gio "robat-rio4 22 3 !uando tendo tomado "osse o servidor não entrar em e6ercício no "ra*o estabelecido. Art. (0. A e6onera$ão de cargo em comissão e a dis"ensa de #un$ão de con#ian$a dar3se3+1 2 3 a )uí*o da autoridade com"etente4 22 3 a "edido do "r-"rio servidor.

Para #ins do dis"osto neste artigo entende3se "or modalidades de remo$ão1 2 3 de o#ício no interesse da Administra$ão4 22 3 a "edido a crit'rio da Administra$ão4 222 3 a "edido "ara outra localidade inde"endentemente do interesse da Administra$ão1 a= "ara acom"anCar cHn)uge ou com"anCeiro tamb'm servidor "úblico civil ou militar de !ual!uer dos Poderes da União dos Estados do Eistrito Dederal e dos Nunicí"ios !ue #oi deslocado no interesse da Administra$ão4 b= "or motivo de saúde do servidor cHn)uge com"anCeiro ou de"endente !ue viva Is suas e6"ensas e conste do seu assentamento #uncional condicionada I com"rova$ão "or )unta m'dica o#icial4 c= em virtude de "rocesso seletivo "romovido na Ci"-tese em !ue o número de interessados #or su"erior ao número de vagas de acordo com normas "reestabelecidas "elo -rgão ou entidade em !ue a!ueles este)am lotados. .Capítulo III Da *#&o!+o # . Redistribui$ão ' o deslocamento de cargo de "rovimento e#etivo ocu"ado ou vago no Lmbito do !uadro geral de "essoal "ara outro -rgão ou entidade do mesmo Poder com "r'via a"recia$ão do -rgão central do S2PEC observados os seguintes "receitos1 2 3 interesse da administra$ão4 22 3 e!uival8ncia de vencimentos4 222 3 manuten$ão da ess8ncia das atribui$%es do cargo4 . (?. (>. Par+gra#o único. Remo$ão ' o deslocamento do servidor a "edido ou de o#ício no Lmbito do mesmo !uadro com ou sem mudan$a de sede.a *#.i t%i-ui!+o Art.#!+o I Da *#&o!+o Art.i t%i-ui!+o .#!+o II Da *#.

. servidor !ue não #or redistribuído ou colocado em dis"onibilidade "oder+ ser mantido sob res"onsabilidade do -rgão central do S2PEC e ter e6ercício "rovis-rio em outro -rgão ou entidade at' seu ade!uado a"roveitamento.o . (@. 7 1o . . substituto #ar+ )us I retribui$ão "elo e6ercício do cargo ou #un$ão de dire$ão ou cCe#ia ou de cargo de Fature*a Es"ecial nos casos dos a#astamentos ou im"edimentos legais do titular su"eriores a trinta dias consecutivos "aga na "ro"or$ão dos dias de e#etiva substitui$ão !ue e6cederem o re#erido "eríodo. 7 . 7 &o . (B. 7 1o A redistribui$ão ocorrer+ ex officio "ara a)ustamento de lota$ão e da #or$a de trabalCo Is necessidades dos servi$os inclusive nos casos de reorgani*a$ão e6tin$ão ou cria$ão de -rgão ou entidade.u.titui!+o Art. 7 (o Fos casos de reorgani*a$ão ou e6tin$ão de -rgão ou entidade e6tinto o cargo ou declarada sua desnecessidade no -rgão ou entidade o servidor est+vel !ue não #or redistribuído ser+ colocado em dis"onibilidade at' seu a"roveitamento na #orma dos arts. (: e (1. Capítulo I( Da . substituto assumir+ autom+tica e cumulativamente sem "re)uí*o do cargo !ue ocu"a o e6ercício do cargo ou #un$ão de dire$ão ou cCe#ia e os de Fature*a Es"ecial nos a#astamentos im"edimentos legais ou regulamentares do titular e na vacLncia do cargo Ci"-teses em !ue dever+ o"tar "ela remunera$ão de um deles durante o res"ectivo "eríodo.25 3 vincula$ão entre os graus de res"onsabilidade e com"le6idade das atividades4 5 3 mesmo nível de escolaridade es"ecialidade ou Cabilita$ão "ro#issional4 52 3 com"atibilidade entre as atribui$%es do cargo e as #inalidades institucionais do -rgão ou entidade. 7 &o A redistribui$ão de cargos e#etivos vagos se dar+ mediante ato con)unto entre o -rgão central do S2PEC e os -rgãos e entidades da Administra$ão Pública Dederal envolvidos. Art.s servidores investidos em cargo ou #un$ão de dire$ão ou cCe#ia e os ocu"antes de cargo de Fature*a Es"ecial terão substitutos indicados no regimento interno ou no caso de omissão "reviamente designados "elo dirigente m+6imo do -rgão ou entidade. dis"osto no artigo anterior a"lica3se aos titulares de unidades administrativas organi*adas em nível de assessoria. .

7 &o . servidor "erder+1 2 3 a remunera$ão do dia em !ue #altar ao servi$o sem motivo )usti#icado4 22 3 a "arcela de remunera$ão di+ria "ro"orcional aos atrasos aus8ncias )usti#icadas ressalvadas as concess%es de !ue trata o art. >1. Art. . E6cluem3se do teto de remunera$ão as vantagens "revistas nos incisos 22 a 522 do art. 7 . >&. .. 7 1o A remunera$ão do servidor investido em #un$ão ou cargo em comissão ser+ "aga na #orma "revista no art. . 5encimento ' a retribui$ão "ecuni+ria "elo e6ercício de cargo "úblico com valor #i6ado em lei. Remunera$ão ' o vencimento do cargo e#etivo acrescido das vantagens "ecuni+rias "ermanentes estabelecidas em lei.. . B? e saídas anteci"adas salvo na Ci"-tese de com"ensa$ão de Cor+rio at' o m8s subse!Oente ao da ocorr8ncia a ser estabelecida "ela cCe#ia imediata. . 7 (o .a *#&un#%a!+o Art. 7 0o FenCum servidor receber+ remunera$ão in#erior ao sal+rio mínimo.1. . vencimento do cargo e#etivo acrescido das vantagens de car+ter "ermanente ' irredutível.Título III Do Di%#ito # (anta5#n Capítulo I Do (#nci&#nto # .&. Art.:.o / assegurada a isonomia de vencimentos "ara cargos de atribui$%es iguais ou assemelCadas do mesmo Poder ou entre servidores dos tr8s Poderes ressalvadas as vantagens de car+ter individual e as relativas I nature*a ou ao local de trabalCo. Art. FenCum servidor "oder+ "erceber mensalmente a título de remunera$ão im"ortLncia su"erior I soma dos valores "ercebidos como remunera$ão em es"'cie a !ual!uer título no Lmbito dos res"ectivos Poderes "elos Ninistros de Estado "or membros do Congresso Facional e Ninistros do Su"remo Kribunal Dederal. servidor investido em cargo em comissão de -rgão ou entidade diversa da de sua lota$ão receber+ a remunera$ão de acordo com o estabelecido no 7 1o do art. B(. Par+gra#o único.

. 7 (o Fa Ci"-tese de valores recebidos em decorr8ncia de cum"rimento a decisão liminar a tutela anteci"ada ou a senten$a !ue venCa a ser revogada ou rescindida serão eles atuali*ados at' a data da re"osi$ão. Par+gra#o único. serão "reviamente comunicadas ao servidor ativo a"osentado ou ao "ensionista "ara "agamento no "ra*o m+6imo de trinta dias "odendo ser "arceladas a "edido do interessado. . As #altas )usti#icadas decorrentes de caso #ortuito ou de #or$a maior "oderão ser com"ensadas a crit'rio da cCe#ia imediata sendo assim consideradas como e#etivo e6ercício. Salvo "or im"osi$ão legal ou mandado )udicial nenCum desconto incidir+ sobre a remunera$ão ou "rovento. 7 &o Puando o "agamento indevido Couver ocorrido no m8s anterior ao do "rocessamento da #olCa a re"osi$ão ser+ #eita imediatamente em uma única "arcela. Art.Par+gra#o único. Art.B. . Nediante autori*a$ão do servidor "oder+ Caver consigna$ão em #olCa de "agamento a #avor de terceiros a crit'rio da administra$ão e com re"osi$ão de custos na #orma de#inida em regulamento. A não !uita$ão do d'bito no "ra*o "revisto im"licar+ sua inscri$ão em dívida ativa. Par+gra#o único. Capítulo II Da (anta5#n Art. .?. Art. . valor de cada "arcela não "oder+ ser in#erior ao corres"ondente a de* "or cento da remunera$ão "rovento ou "ensão. vencimento a remunera$ão e o "rovento não serão ob)eto de arresto se!Oestro ou "enCora e6ceto nos casos de "resta$ão de alimentos resultante de decisão )udicial.0. Al'm do vencimento "oderão ser "agas ao servidor as seguintes vantagens1 2 3 indeni*a$%es4 22 3 grati#ica$%es4 222 3 adicionais. Art. .>. . As re"osi$%es e indeni*a$%es ao er+rio atuali*adas at' (: de )unCo de 1BB. 7 1o . .@. servidor em d'bito com o er+rio !ue #or demitido e6onerado ou !ue tiver sua a"osentadoria ou dis"onibilidade cassada ter+ o "ra*o de sessenta dias "ara !uitar o d'bito.

#!+o I Da 68u. 7 &o 9 #amília do servidor !ue #alecer na nova sede são assegurados a)uda de custo e trans"orte "ara a localidade de origem dentro do "ra*o de 1 <um= ano contado do -bito. Art. 01.#!+o I Da In. 0(. Art. . 7 1o Correm "or conta da administra$ão as des"esas de trans"orte do servidor e de sua #amília com"reendendo "assagem bagagem e bens "essoais.7 1o As indeni*a$%es não se incor"oram ao vencimento ou "rovento "ara !ual!uer e#eito. 0. 0&. 25 3 au6ílio3moradia. .. 01 assim como as condi$%es "ara a sua concessão serão estabelecidos em regulamento.s valores das indeni*a$%es estabelecidas nos incisos 2 a 222 do art. . A a)uda de custo ' calculada sobre a remunera$ão do servidor con#orme se dis"user em regulamento não "odendo e6ceder a im"ortLncia corres"ondente a ( <tr8s= meses.# Cu to Art.a . Art. As vantagens "ecuni+rias não serão com"utadas nem acumuladas "ara e#eito de concessão de !uais!uer outros acr'scimos "ecuni+rios ulteriores sob o mesmo título ou id8ntico #undamento. Art. 00.#ni7a!"# Art.u. 7 &o As grati#ica$%es e os adicionais incor"oram3se ao vencimento ou "rovento nos casos e condi$%es indicados em lei. Fão ser+ concedida a)uda de custo ao servidor !ue se a#astar do cargo ou reassumi3lo em virtude de mandato eletivo. Constituem indeni*a$%es ao servidor1 2 3 a)uda de custo4 22 3 di+rias4 222 3 trans"orte. . 0:. A a)uda de custo destina3se a com"ensar as des"esas de instala$ão do servidor !ue no interesse do servi$o "assar a ter e6ercício em nova sede com mudan$a de domicílio em car+ter "ermanente vedado o du"lo "agamento de indeni*a$ão a !ual!uer tem"o no caso de o cHn)uge ou com"anCeiro !ue detenCa tamb'm a condi$ão de servidor vier a ter e6ercício na mesma sede.

Fo a#astamento "revisto no inciso 2 do art. 7 &o Fos casos em !ue o deslocamento da sede constituir e6ig8ncia "ermanente do cargo o servidor não #ar+ )us a di+rias. 0@. . Subse$ão 25 . >:. Par+gra#o único. Conceder3se3+ indeni*a$ão de trans"orte ao servidor !ue reali*ar des"esas com a utili*a$ão de meio "r-"rio de locomo$ão "ara a e6ecu$ão de servi$os e6ternos "or #or$a das atribui$%es "r-"rias do cargo con#orme se dis"user em regulamento. Fa Ci"-tese de o servidor retornar I sede em "ra*o menor do !ue o "revisto "ara o seu a#astamento restituir+ as di+rias recebidas em e6cesso no "ra*o "revisto no caput.u.Art. Par+gra#o único. 7 1o A di+ria ser+ concedida "or dia de a#astamento sendo devida "ela metade !uando o deslocamento não e6igir "ernoite #ora da sede ou !uando a União custear "or meio diverso as des"esas e6traordin+rias cobertas "or di+rias. servidor !ue a servi$o a#astar3se da sede em car+ter eventual ou transit-rio "ara outro "onto do territ-rio nacional ou "ara o e6terior #ar+ )us a "assagens e di+rias destinadas a indeni*ar as "arcelas de des"esas e6traordin+ria com "ousada alimenta$ão e locomo$ão urbana con#orme dis"user em regulamento.#ni7a!+o . . servidor !ue receber di+rias e não se a#astar da sede "or !ual!uer motivo #ica obrigado a restituí3las integralmente no "ra*o de 0 <cinco= dias. 0>. 7 (o Kamb'm não #ar+ )us a di+rias o servidor !ue se deslocar dentro da mesma região metro"olitana aglomera$ão urbana ou microrregião constituídas "or municí"ios limítro#es e regularmente instituídas ou em +reas de controle integrado mantidas com "aíses limítro#es cu)a )urisdi$ão e com"et8ncia dos -rgãos entidades e servidores brasileiros considera3se estendida salvo se Couver "ernoite #ora da sede Ci"-teses em !ue as di+rias "agas serão sem"re as #i6adas "ara os a#astamentos dentro do territ-rio nacional. Art.#!+o III Da In. 0B.u. Art. Ser+ concedida a)uda de custo I!uele !ue não sendo servidor da União #or nomeado "ara cargo em comissão com mudan$a de domicílio. . 0?.# T%an po%t# Art.#!+o II Da Di9%ia Art. . servidor #icar+ obrigado a restituir a a)uda de custo !uando in)usti#icadamente não se a"resentar na nova sede no "ra*o de (: <trinta= dias. B( a a)uda de custo ser+ "aga "elo -rgão cession+rio !uando cabível. .

Para #ins do inciso 522 não ser+ considerado o "ra*o no !ual o servidor estava ocu"ando outro cargo em comissão relacionado no inciso 5. . 2A 3 o deslocamento tenCa ocorrido a"-s (: de )unCo de &::> Par+gra#o único. au6ílio3moradia não ser+ concedido "or "ra*o su"erior a @ <oito= anos dentro de cada "eríodo de 1& <do*e= anos. . . Art. 0 e > de Fature*a Es"ecial de Ninistro de Estado ou e!uivalentes4 52 3 o Nunicí"io no !ual assuma o cargo em comissão ou #un$ão de con#ian$a não se en!uadre nas Ci"-teses do art. >:3Q. Conceder3se3+ au6ílio3moradia ao servidor se atendidos os seguintes re!uisitos1 2 3 não e6ista im-vel #uncional dis"onível "ara uso "elo servidor4 22 3 o cHn)uge ou com"anCeiro do servidor não ocu"e im-vel #uncional4 222 3 o servidor ou seu cHn)uge ou com"anCeiro não se)a ou tenCa sido "ro"riet+rio "romitente com"rador cession+rio ou "romitente cession+rio de im-vel no Nunicí"io aonde #or e6ercer o cargo incluída a Ci"-tese de lote edi#icado sem averba$ão de constru$ão nos do*e meses !ue antecederem a sua nomea$ão4 25 3 nenCuma outra "essoa !ue resida com o servidor receba au6ílio3moradia4 5 3 o servidor tenCa se mudado do local de resid8ncia "ara ocu"ar cargo em comissão ou #un$ão de con#ian$a do Jru"o3Eire$ão e Assessoramento Su"eriores 3 EAS níveis .Eo Au6ílio3Noradia Subse$ão 25 Eo Au6ílio3Noradia Art. 0@ 7 ( o em rela$ão ao local de resid8ncia ou domicílio do servidor4 522 3 o servidor não tenCa sido domiciliado ou tenCa residido no Nunicí"io nos últimos do*e meses aonde #or e6ercer o cargo em comissão ou #un$ão de con#ian$a desconsiderando3se "ra*o in#erior a sessenta dias dentro desse "eríodo4 e 5222 3 o deslocamento não tenCa sido "or #or$a de altera$ão de lota$ão ou nomea$ão "ara cargo e#etivo. Art. >:3A. >:3C. au6ílio3moradia consiste no ressarcimento das des"esas com"rovadamente reali*adas "elo servidor com aluguel de moradia ou com meio de Cos"edagem administrado "or em"resa Coteleira no "ra*o de um m8s a"-s a com"rova$ão da des"esa "elo servidor.

>:3Q. . Art.Par+gra#o único.@:: :: <mil e oitocentos reais=. >:3Q desta Lei não se a"licando no caso o "ar+gra#o único do citado art. Al'm do vencimento e das vantagens "revistas nesta Lei serão de#eridos aos servidores as seguintes retribui$%es grati#ica$%es e adicionais 2 3 retribui$ão "elo e6ercício de #un$ão de dire$ão cCe#ia e assessoramento4 22 3 grati#ica$ão natalina4 222 3 adicional "or tem"o de servi$o4 25 3 adicional "elo e6ercício de atividades insalubres "erigosas ou "enosas4 5 3 adicional "ela "resta$ão de servi$o e6traordin+rio4 52 3 adicional noturno4 522 3 adicional de #'rias4 5222 3 outros relativos ao local ou I nature*a do trabalCo. Kranscorrido o "ra*o de @ <oito= anos dentro de cada "eríodo de 1& <do*e= anos o "agamento somente ser+ retomado se observados al'm do dis"osto no ca"ut deste artigo os re!uisitos do ca"ut do art. Fo caso de #alecimento e6onera$ão coloca$ão de im-vel #uncional I dis"osi$ão do servidor ou a!uisi$ão de im-vel o au6ílio3moradia continuar+ sendo "ago "or um m8s. 2A 3 grati#ica$ão "or encargo de curso ou concurso. valor mensal do au6ílio3moradia ' limitado a &0. . 7 &o 2nde"endentemente do valor do cargo em comissão ou #un$ão comissionada #ica garantido a todos os !ue "reencCerem os re!uisitos o ressarcimento at' o valor de RR 1. >:3E. . >1. Art. <vinte e cinco "or cento= do valor do cargo em comissão #un$ão comissionada ou cargo de Ninistro de Estado ocu"ado. <vinte e cinco "or cento= da remunera$ão de Ninistro de Estado. valor do au6ílio3moradia não "oder+ su"erar &0.icionai Art. >:3E.#!+o II Da /%ati2ica!"# # 6. 7 1o .

(o e 1: da Lei no @. A grati#ica$ão ser+ "aga at' o dia &: <vinte= do m8s de de*embro de cada ano. >0. (o da Lei no B.>&. Art. . Bo. >>. Par+gra#o único. e o art.#!+o III . Art. . Art. servidor e6onerado "erceber+ sua grati#ica$ão natalina "ro"orcionalmente aos meses de e6ercício calculada sobre a remunera$ão do m8s da e6onera$ão.#!+o II Da /%ati2ica!+o Natalina Art. Art. de & de abril de 1BB@. . C. A grati#ica$ão natalina corres"onde a 1S1& <um do*e avos= da remunera$ão a !ue o servidor #i*er )us no m8s de de*embro "or m8s de e6ercício no res"ectivo ano.# :un!+o .u.. >&3A. A 5PF2 de !ue trata o caput deste artigo somente estar+ su)eita Is revis%es gerais de remunera$ão dos servidores "úblicos #ederais. Ao servidor ocu"ante de cargo e#etivo investido em #un$ão de dire$ão cCe#ia ou assessoramento cargo de "rovimento em comissão ou de Fature*a Es"ecial ' devida retribui$ão "elo seu e6ercício.. A #ra$ão igual ou su"erior a 10 <!uin*e= dias ser+ considerada como m8s integral. Par+gra#o único. Dica trans#ormada em 5antagem Pessoal Fominalmente 2denti#icada 3 5PF2 a incor"ora$ão da retribui$ão "elo e6ercício de #un$ão de dire$ão cCe#ia ou assessoramento cargo de "rovimento em comissão ou de Fature*a Es"ecial a !ue se re#erem os arts. >(. >&.B11 de 11 de )ulCo de 1BB. Par+gra#o único.# Di%#!+o. Lei es"ecí#ica estabelecer+ a remunera$ão dos cargos em comissão de !ue trata o inciso 22 do art.#2ia # 6 # o%a&#nto Art.u. >.u. A grati#ica$ão natalina não ser+ considerada "ara c+lculo de !ual!uer vantagem "ecuni+ria.#!+o I Da *#t%i-ui!+o p#lo E1#%cício .

a. Par+gra#o único.. .s servidores !ue trabalCem com Cabitualidade em locais insalubres ou em contato "ermanente com substLncias t-6icas radioativas ou com risco de vida #a*em )us a um adicional sobre o vencimento do cargo e#etivo. Fa concessão dos adicionais de atividades "enosas de insalubridade e de "ericulosidade serão observadas as situa$%es estabelecidas em legisla$ão es"ecí#ica.#!+o I( Do 6.#.# ou 6ti'i. $#%iculo i. ?&.#%'i!o E1t%ao%. A servidora gestante ou lactante ser+ a#astada en!uanto durar a gesta$ão e a lacta$ão das o"era$%es e locais "revistos neste artigo e6ercendo suas atividades em local salubre e em servi$o não "enoso e não "erigoso. ?(.#!+o ( Do 6.# $#no a Art. ?:.a.# In alu-%i. ?1.u. . . servi$o e6traordin+rio ser+ remunerado com acr'scimo de 0:. servidor !ue #i*er )us aos adicionais de insalubridade e de "ericulosidade dever+ o"tar "or um deles. Par+gra#o único. Art.s locais de trabalCo e os servidores !ue o"eram com Raios A ou substLncias radioativas serão mantidos sob controle "ermanente de modo !ue as doses de radia$ão ioni*ante não ultra"assem o nível m+6imo "revisto na legisla$ão "r-"ria. <cin!Oenta "or cento= em rela$ão I Cora normal de trabalCo.in9%io Art. >B.icional po% . Art. . Art. 7 1o . Taver+ "ermanente controle da atividade de servidores em o"era$%es ou locais considerados "enosos insalubres ou "erigosos.s servidores a !ue se re#ere este artigo serão submetidos a e6ames m'dicos a cada > <seis= meses. adicional de atividade "enosa ser+ devido aos servidores em e6ercício em *onas de #ronteira ou em localidades cu)as condi$%es de vida o )usti#i!uem nos termos condi$%es e limites #i6ados em regulamento.icionai . ?. . direito ao adicional de insalubridade ou "ericulosidade cessa com a elimina$ão das condi$%es ou dos riscos !ue deram causa a sua concessão.. . Somente ser+ "ermitido servi$o e6traordin+rio "ara atender a situa$%es e6ce"cionais e tem"or+rias res"eitado o limite m+6imo de & <duas= Coras "or )ornada.u. 7 &o . Art.a. . >@. Art.

Par+gra#o único. . ?>.#!+o (II Do 6. Par+gra#o único.u.icional . .#!+o (I Do 6. A Jrati#ica$ão "or Encargo de Curso ou Concurso ' devida ao servidor !ue em car+ter eventual1 2 3 atuar como instrutor em curso de #orma$ão de desenvolvimento ou de treinamento regularmente instituído no Lmbito da administra$ão "ública #ederal4 22 3 "artici"ar de banca e6aminadora ou de comissão "ara e6ames orais "ara an+lise curricular "ara corre$ão de "rovas discursivas "ara elabora$ão de !uest%es de "rovas ou "ara )ulgamento de recursos intentados "or candidatos4 222 3 "artici"ar da logística de "re"ara$ão e de reali*a$ão de concurso "úblico envolvendo atividades de "lane)amento coordena$ão su"ervisão e6ecu$ão e avalia$ão de resultado !uando tais atividades não estiverem incluídas entre as suas atribui$%es "ermanentes4 25 3 "artici"ar da a"lica$ão #iscali*ar ou avaliar "rovas de e6ame vestibular ou de concurso "úblico ou su"ervisionar essas atividades. ?0. .icional Notu%no Art. ?>3A. servi$o noturno "restado em Cor+rio com"reendido entre && <vinte e duas= Coras de um dia e 0 <cinco= Coras do dia seguinte ter+ o valor3Cora acrescido de &0. . Fo caso de o servidor e6ercer #un$ão de dire$ão cCe#ia ou assessoramento ou ocu"ar cargo em comissão a res"ectiva vantagem ser+ considerada no c+lculo do adicional de !ue trata este artigo.# :<%ia Art.# Cu% o ou Concu% o Art.u. <vinte e cinco "or cento= com"utando3se cada Cora como cin!Oenta e dois minutos e trinta segundos.#!+o (III Da /%ati2ica!+o po% Enca%5o . 2nde"endentemente de solicita$ão ser+ "ago ao servidor "or ocasião das #'rias um adicional corres"ondente a 1S( <um ter$o= da remunera$ão do "eríodo das #'rias..u. ?(. Em se tratando de servi$o e6traordin+rio o acr'scimo de !ue trata este artigo incidir+ sobre a remunera$ão "revista no art.

B@ desta Lei.7 1o .s crit'rios de concessão e os limites da grati#ica$ão de !ue trata este artigo serão #i6ados em regulamento observados os seguintes "arLmetros1 2 3 o valor da grati#ica$ão ser+ calculado em Coras observadas a nature*a e a com"le6idade da atividade e6ercida4 22 3 a retribui$ão não "oder+ ser su"erior ao e!uivalente a 1&: <cento e vinte= Coras de trabalCo anuais ressalvada situa$ão de e6ce"cionalidade devidamente )usti#icada e "reviamente a"rovada "ela autoridade m+6ima do -rgão ou entidade !ue "oder+ autori*ar o acr'scimo de at' 1&: <cento e vinte= Coras de trabalCo anuais4 222 3 o valor m+6imo da Cora trabalCada corres"onder+ aos seguintes "ercentuais incidentes sobre o maior vencimento b+sico da administra$ão "ública #ederal1 a= & &. . . <dois inteiros e dois d'cimos "or cento= em se tratando de atividades "revistas nos incisos 2 e 22 do ca"ut deste artigo4 b= 1 &. 7 &o / vedado levar I conta de #'rias !ual!uer #alta ao servi$o. 7 (o As #'rias "oderão ser "arceladas em at' tr8s eta"as desde !ue assim re!ueridas "elo servidor e no interesse da administra$ão "ública. ??. "agamento da remunera$ão das #'rias ser+ e#etuado at' & <dois= dias antes do início do res"ectivo "eríodo observando3se o dis"osto no 7 1o deste artigo. .o do art. servidor #ar+ )us a trinta dias de #'rias !ue "odem ser acumuladas at' o m+6imo de dois "eríodos no caso de necessidade do servi$o ressalvadas as Ci"-teses em !ue Ca)a legisla$ão es"ecí#ica. Art. <um inteiro e dois d'cimos "or cento= em se tratando de atividade "revista nos incisos 222 e 25 do ca"ut deste artigo. Capítulo III Da :<%ia Art. 7 (o A Jrati#ica$ão "or Encargo de Curso ou Concurso não se incor"ora ao vencimento ou sal+rio do servidor "ara !ual!uer e#eito e não "oder+ ser utili*ada como base de c+lculo "ara !uais!uer outras vantagens inclusive "ara #ins de c+lculo dos "roventos da a"osentadoria e das "ens%es. 7 1o Para o "rimeiro "eríodo a!uisitivo de #'rias serão e6igidos 1& <do*e= meses de e6ercício. 7 &o A Jrati#ica$ão "or Encargo de Curso ou Concurso somente ser+ "aga se as atividades re#eridas nos incisos do ca"ut deste artigo #orem e6ercidas sem "re)uí*o das atribui$%es do cargo de !ue o servidor #or titular devendo ser ob)eto de com"ensa$ão de carga Cor+ria !uando desem"enCadas durante a )ornada de trabalCo na #orma do 7 . ?@.

. ??. Par+gra#o único. Capítulo I( Da Lic#n!a .o A indeni*a$ão ser+ calculada com base na remunera$ão do m8s em !ue #or "ublicado o ato e6onerat-rio. 7 0o Em caso de "arcelamento o servidor receber+ o valor adicional "revisto no inciso A522 do art. @:. ?o da Constitui$ão Dederal !uando da utili*a$ão do "rimeiro "eríodo. As #'rias somente "oderão ser interrom"idas "or motivo de calamidade "ública como$ão interna convoca$ão "ara )úri servi$o militar ou eleitoral ou "or necessidade do servi$o declarada "ela autoridade m+6ima do -rgão ou entidade.7 (o . @1. . restante do "eríodo interrom"ido ser+ go*ado de uma s. . servidor !ue o"era direta e "ermanentemente com Raios A ou substLncias radioativas go*ar+ &: <vinte= dias consecutivos de #'rias "or semestre de atividade "ro#issional "roibida em !ual!uer Ci"-tese a acumula$ão. Art.#!+o I Di po i!"# /#%ai Art. 7 . Art. servidor e6onerado do cargo e#etivo ou em comissão "erceber+ indeni*a$ão relativa ao "eríodo das #'rias a !ue tiver direito e ao incom"leto na "ro"or$ão de um do*e avos "or m8s de e#etivo e6ercício ou #ra$ão su"erior a !uator*e dias. Conceder3se3+ ao servidor licen$a1 2 3 "or motivo de doen$a em "essoa da #amília4 22 3 "or motivo de a#astamento do cHn)uge ou com"anCeiro4 222 3 "ara o servi$o militar4 25 3 "ara atividade "olítica4 5 3 "r8mio "or assiduidade4 5 3 "ara ca"acita$ão4 52 3 "ara tratar de interesses "articulares4 522 3 "ara desem"enCo de mandato classista. ?B.ve* observado o dis"osto no art.

A licen$a concedida dentro de >: <sessenta= dias do t'rmino de outra da mesma es"'cie ser+ considerada como "rorroga$ão. 7 &o A licen$a de !ue trata o ca"ut incluídas as "rorroga$%es "oder+ ser concedida a cada "eríodo de do*e meses nas seguintes condi$%es1 2 3 "or at' >: <sessenta= dias consecutivos ou não mantida a remunera$ão do servidor4 e 22 3 "or at' B: <noventa= dias consecutivos ou não sem remunera$ão 7 (o . Art.a :a&ília Art.o C=n8u5# Art.# 62a ta&#nto . @&.7 1o A licen$a "revista no inciso 2 do ca"ut deste artigo bem como cada uma de suas "rorroga$%es serão "recedidas de e6ame "or "erícia m'dica o#icial observado o dis"osto no art. . 7 . início do interstício de 1& <do*e= meses ser+ contado a "artir da data do de#erimento da "rimeira licen$a concedida. . . Poder+ ser concedida licen$a ao servidor "ara acom"anCar cHn)uge ou com"anCeiro !ue #oi deslocado "ara outro "onto do territ-rio nacional "ara o e6terior ou "ara o e6ercício de mandato eletivo dos Poderes E6ecutivo e Legislativo.# Do#n!a #& $# oa . Poder+ ser concedida licen$a ao servidor "or motivo de doen$a do cHn)uge ou com"anCeiro dos "ais dos #ilCos do "adrasto ou madrasta e enteado ou de"endente !ue viva a suas e6"ensas e conste do seu assentamento #uncional mediante com"rova$ão "or "erícia m'dica o#icial. . 7 1o A licen$a somente ser+ de#erida se a assist8ncia direta do servidor #or indis"ens+vel e não "uder ser "restada simultaneamente com o e6ercício do cargo ou mediante com"ensa$ão de Cor+rio na #orma do dis"osto no inciso 22 do art.. desta Lei 7 (o / vedado o e6ercício de atividade remunerada durante o "eríodo da licen$a "revista no inciso 2 deste artigo. @(.#!+o III Da Lic#n!a po% Moti'o .#!+o II Da Lic#n!a po% Moti'o . 7 1o A licen$a ser+ "or "ra*o indeterminado e sem remunera$ão. &:. @..o A soma das licen$as remuneradas e das licen$as não remuneradas incluídas as res"ectivas "rorroga$%es concedidas em um mesmo "eríodo de 1& <do*e= meses observado o dis"osto no 7 (o não "oder+ ultra"assar os limites estabelecidos nos incisos 2 e 22 do 7 &o..

7 1o . . A"-s cada !Oin!O8nio de e#etivo e6ercício o servidor "oder+ no interesse da Administra$ão a#astar3se do e6ercício do cargo e#etivo com a res"ectiva remunera$ão "or at' tr8s meses "ara "artici"ar de curso de ca"acita$ão "ro#issional.s "eríodos de licen$a de !ue trata o caput não são Art. . Par+gra#o único.#!+o I( Da Lic#n!a pa%a o . Concluído o servi$o militar o servidor ter+ at' (: <trinta= dias sem remunera$ão "ara reassumir o e6ercício do cargo.=. B:.7 &o Fo deslocamento de servidor cu)o cHn)uge ou com"anCeiro tamb'm se)a servidor "úblico civil ou militar de !ual!uer dos Poderes da União dos Estados do Eistrito Dederal e dos Nunicí"ios "oder+ Caver e6ercício "rovis-rio em -rgão ou entidade da Administra$ão Dederal direta aut+r!uica ou #undacional desde !ue "ara o e6ercício de atividade com"atível com o seu cargo. Ao servidor convocado "ara o servi$o militar ser+ concedida licen$a na #orma e condi$%es "revistas na legisla$ão es"ecí#ica.#!+o (I Da Lic#n!a pa%a Capacita!+o @?. 7 &o A "artir do registro da candidatura e at' o d'cimo dia seguinte ao da elei$ão o servidor #ar+ )us I licen$a assegurados os vencimentos do cargo e#etivo somente "elo "eríodo de tr8s meses. <5EKAE. @0. . Par+gra#o único. .a. @>.#!+o ( Da Lic#n!a pa%a 6ti'i. .#%'i!o Milita% Art. servidor ter+ direito a licen$a sem remunera$ão durante o "eríodo !ue mediar entre a sua escolCa em conven$ão "artid+ria como candidato a cargo eletivo e a v's"era do registro de sua candidatura "erante a Justi$a Eleitoral. servidor candidato a cargo eletivo na localidade onde desem"enCa suas #un$%es e !ue e6er$a cargo de dire$ão cCe#ia assessoramento arrecada$ão ou #iscali*a$ão dele ser+ a#astado a "artir do dia imediato ao do registro de sua candidatura "erante a Justi$a Eleitoral at' o d'cimo dia seguinte ao do "leito. .# $olítica Art.

::: associados um servidor4 22 3 "ara entidades com 0. 7 &U A licen$a ter+ dura$ão igual I do mandato "odendo ser "rorrogada no caso de reelei$ão e "or uma única ve*.::: associados dois servidores4 222 3 "ara entidades com mais de (:.#!+o (III Da Lic#n!a pa%a o D# #&p#n. B&. / assegurado ao servidor o direito I licen$a sem remunera$ão "ara o desem"enCo de mandato em con#edera$ão #edera$ão associa$ão de classe de Lmbito nacional sindicato re"resentativo da categoria ou entidade #iscali*adora da "ro#issão ou ainda "ara "artici"ar de ger8ncia ou administra$ão em sociedade coo"erativa constituída "or servidores "úblicos "ara "restar servi$os a seus membros observado o dis"osto na alínea c do inciso 5222 do art. .::1 a (:. 1:& desta Lei con#orme dis"osto em regulamento e observados os seguintes limites1 2 3 "ara entidades com at' 0. A crit'rio da Administra$ão "oderão ser concedidas ao servidor ocu"ante de cargo e#etivo desde !ue não este)a em est+gio "robat-rio licen$as "ara o trato de assuntos "articulares "elo "ra*o de at' tr8s anos consecutivos sem remunera$ão. Par+gra#o único.# Int#%# # $a%ticula%# Art. .#!+o (II Da Lic#n!a pa%a T%ata% .::: associados tr8s servidores..ato Cla i ta Art.o . A licen$a "oder+ ser interrom"ida a !ual!uer tem"o a "edido do servidor ou no interesse do servi$o. 7 1o Somente "oderão ser licenciados servidores eleitos "ara cargos de dire$ão ou re"resenta$ão nas re#eridas entidades desde !ue cadastradas no Ninist'rio da Administra$ão Dederal e Re#orma do Estado. B1.# Man.

7 1o Fa Ci"-tese do inciso 2 sendo a cessão "ara -rgãos ou entidades dos Estados do Eistrito Dederal ou dos Nunicí"ios o Hnus da remunera$ão ser+ do -rgão ou entidade cession+ria mantido o Hnus "ara o cedente nos demais casos. 7 0V A"lica3se I União em se tratando de em"regado ou servidor "or ela re!uisitado as dis"osi$%es dos 77 1V e &V deste artigo. 7 >V As cess%es de em"regados de em"resa "ública ou de sociedade de economia mista !ue receba recursos de Kesouro Facional "ara o custeio total ou "arcial da sua #olCa de "agamento de "essoal inde"endem das dis"osi$%es contidas nos incisos 2 e 22 e 77 1V e &V deste artigo #icando o e6ercício do em"regado cedido condicionado a autori*a$ão es"ecí#ica do Ninist'rio do Plane)amento .#icial da União.# Art. 7 (o A cessão #ar3se3+ mediante Portaria "ublicada no Ei+rio . Ninist'rio do Plane)amento .Capítulo ( Do 62a ta&#nto .r$amento e Jestão e6ceto nos casos de ocu"a$ão de cargo em comissão ou #un$ão grati#icada. 7 &V Fa Ci"-tese de o servidor cedido a em"resa "ública ou sociedade de economia mista nos termos das res"ectivas normas o"tar "ela remunera$ão do cargo e#etivo ou "ela remunera$ão do cargo e#etivo acrescida de "ercentual da retribui$ão do cargo em comissão a entidade cession+ria e#etuar+ o reembolso das des"esas reali*adas "elo -rgão ou entidade de origem.o Nediante autori*a$ão e6"ressa do Presidente da Re"ública o servidor do Poder E6ecutivo "oder+ ter e6ercício em outro -rgão da Administra$ão Dederal direta !ue não tenCa !uadro "r-"rio de "essoal "ara #im determinado e a "ra*o certo.a.#!+o I Do 62a ta&#nto pa%a .#%'i% a Out%o >%5+o ou Enti. servidor "oder+ ser cedido "ara ter e6ercício em outro -rgão ou entidade dos Poderes da União dos Estados ou do Eistrito Dederal e dos Nunicí"ios nas seguintes Ci"-teses1 2 3 "ara e6ercício de cargo em comissão ou #un$ão de con#ian$a4 22 3 em casos "revistos em leis es"ecí#icas. . . B(. 7 ?U .r$amento e Jestão com a #inalidade de "romover a com"osi$ão da #or$a de trabalCo dos -rgãos e entidades da Administra$ão Pública Dederal "oder+ determinar a lota$ão ou o e6ercício de em"regado ou servidor inde"endentemente da observLncia do constante no inciso 2 e nos 77 1V e &V deste artigo. 7 .

Ao servidor investido em mandato eletivo a"licam3se as seguintes dis"osi$%es1 2 3 tratando3se de mandato #ederal estadual ou distrital #icar+ a#astado do cargo4 22 3 investido no mandato de Pre#eito ser+ a#astado do cargo sendo3lCe #acultado o"tar "ela sua remunera$ão4 222 3 investido no mandato de vereador1 a= Cavendo com"atibilidade de Cor+rio "erceber+ as vantagens de seu cargo sem "re)uí*o da remunera$ão do cargo eletivo4 b= não Cavendo com"atibilidade de Cor+rio ser+ a#astado do cargo sendo3lCe #acultado o"tar "ela sua remunera$ão. 7 (o . servidor não "oder+ ausentar3se do País "ara estudo ou missão o#icial sem autori*a$ão do Presidente da Re"ública Presidente dos Wrgãos do Poder Legislativo e Presidente do Su"remo Kribunal Dederal.. B.# Man.o As Ci"-teses condi$%es e #ormas "ara a autori*a$ão de !ue trata este artigo inclusive no !ue se re#ere I remunera$ão do servidor serão disci"linadas em regulamento. B>. a#astamento de servidor "ara servir em organismo internacional de !ue o Qrasil "artici"e ou com o !ual coo"ere dar3se3+ com "erda total da remunera$ão. Art. <!uatro= anos e #inda a missão ou estudo somente decorrido igual "eríodo ser+ "ermitida nova aus8ncia. servidor investido em mandato eletivo ou classista não "oder+ ser removido ou redistribuído de o#ício "ara localidade diversa da!uela onde e6erce o mandato. 7 &o Ao servidor bene#iciado "elo dis"osto neste artigo não ser+ concedida e6onera$ão ou licen$a "ara tratar de interesse "articular antes de decorrido "eríodo igual ao do a#astamento ressalvada a Ci"-tese de ressarcimento da des"esa Cavida com seu a#astamento.ato El#ti'o Art. .#!+o II Do 62a ta&#nto pa%a E1#%cício .o ou Mi +o no E1t#%io% Art. . 7 1o Fo caso de a#astamento do cargo o servidor contribuir+ "ara a seguridade social como se em e6ercício estivesse. . 7 &o . 7 .#!+o III Do 62a ta&#nto pa%a E tu. 7 1o A aus8ncia não e6ceder+ a .. . dis"osto neste artigo não se a"lica aos servidores da carreira di"lom+tica. B0.

o deste artigo dever+ ressarcir o -rgão ou entidade na #orma do art.o .#!+o I( Do 62a ta&#nto pa%a $a%ticipa!+o #& $%o5%a&a . 7 &o . B>3A. 7 ?o A"lica3se I "artici"a$ão em "rograma de "-s3gradua$ão no E6terior autori*ado nos termos do art. servidor "oder+ no interesse da Administra$ão e desde !ue a "artici"a$ão não "ossa ocorrer simultaneamente com o e6ercício do cargo ou mediante com"ensa$ão de Cor+rio a#astar3se do e6ercício do cargo e#etivo com a res"ectiva remunera$ão "ara "artici"ar em "rograma de "-s3gradua$ão stricto sensu em institui$ão de ensino su"erior no País. .11& de 11 de de*embro de 1BB: dos gastos com seu a"er#ei$oamento.s a#astamentos "ara reali*a$ão de "rogramas de mestrado e doutorado somente serão concedidos aos servidores titulares de cargos e#etivos no res"ectivo -rgão ou entidade C+ "elo menos ( <tr8s= anos "ara mestrado e . 7 0o Caso o servidor venCa a solicitar e6onera$ão do cargo ou a"osentadoria antes de cum"rido o "eríodo de "erman8ncia "revisto no 7 . . 7 . B0 desta Lei o dis"osto nos 77 1o a >o deste artigo.. 7 1o Ato do dirigente m+6imo do -rgão ou entidade de#inir+ em con#ormidade com a legisla$ão vigente os "rogramas de ca"acita$ão e os crit'rios "ara "artici"a$ão em "rogramas de "-s3gradua$ão no País com ou sem a#astamento do servidor !ue serão avaliados "or um comit8 constituído "ara este #im.ua!+o Stricto Sensu no $aí Art.# $? @/%a.? da Lei no @. <!uatro= anos "ara doutorado incluído o "eríodo de est+gio "robat-rio !ue não tenCam se a#astado "or licen$a "ara tratar de assuntos "articulares "ara go*o de licen$a ca"acita$ão ou com #undamento neste artigo nos & <dois= anos anteriores I data da solicita$ão de a#astamento 7 (o . .s servidores bene#iciados "elos a#astamentos "revistos nos 77 1o &o e (o deste artigo terão !ue "ermanecer no e6ercício de suas #un$%es a"-s o seu retorno "or um "eríodo igual ao do a#astamento concedido.s a#astamentos "ara reali*a$ão de "rogramas de "-s3doutorado somente serão concedidos aos servidores titulares de cargos e#etivo no res"ectivo -rgão ou entidade C+ "elo menos !uatro anos incluído o "eríodo de est+gio "robat-rio e !ue não tenCam se a#astado "or licen$a "ara tratar de assuntos "articulares ou com #undamento neste artigo nos !uatro anos anteriores I data da solicita$ão de a#astamento. 7 >o Caso o servidor não obtenCa o título ou grau !ue )usti#icou seu a#astamento no "eríodo "revisto a"lica3se o dis"osto no 7 0o deste artigo salvo na Ci"-tese com"rovada de #or$a maior ou de caso #ortuito a crit'rio do dirigente m+6imo do -rgão ou entidade.

Art. 7 1o Para e#eito do dis"osto neste artigo ser+ e6igida a com"ensa$ão de Cor+rio no -rgão ou entidade !ue tiver e6ercício res"eitada a dura$ão semanal do trabalCo. B?. BB. Par+gra#o único.Capítulo (I Da Conc# "# Art. Ser+ concedido Cor+rio es"ecial ao servidor estudante !uando com"rovada a incom"atibilidade entre o Cor+rio escolar e o da re"arti$ão sem "re)uí*o do e6ercício do cargo. .. 7 . dis"osto neste artigo estende3se ao cHn)uge ou com"anCeiro aos #ilCos ou enteados do servidor !ue vivam na sua com"anCia bem como aos menores sob sua guarda com autori*a$ão )udicial. .. 7 (o As dis"osi$%es do "ar+gra#o anterior são e6tensivas ao servidor !ue tenCa cHn)uge #ilCo ou de"endente "ortador de de#ici8ncia #ísica e6igindo3se "or'm neste caso com"ensa$ão de Cor+rio na #orma do inciso 22 do art.o Ser+ igualmente concedido Cor+rio es"ecial vinculado I com"ensa$ão de Cor+rio a ser e#etivada no "ra*o de at' 1 <um= ano ao servidor !ue desem"enCe atividade "revista nos incisos 2 e 22 do ca"ut do art. Art. . 7 &o Kamb'm ser+ concedido Cor+rio es"ecial ao servidor "ortador de de#ici8ncia !uando com"rovada a necessidade "or )unta m'dica o#icial inde"endentemente de com"ensa$ão de Cor+rio. ?>3A desta Lei. B@. Ao servidor estudante !ue mudar de sede no interesse da administra$ão ' assegurada na localidade da nova resid8ncia ou na mais "r-6ima matrícula em institui$ão de ensino cong8nere em !ual!uer '"oca inde"endentemente de vaga. Sem !ual!uer "re)uí*o "oder+ o servidor ausentar3se do servi$o1 2 3 "or 1 <um= dia "ara doa$ão de sangue4 22 3 "or & <dois= dias "ara se alistar como eleitor4 222 3 "or @ <oito= dias consecutivos em ra*ão de 1 a= casamento4 b= #alecimento do cHn)uge com"anCeiro "ais madrasta ou "adrasto #ilCos enteados menor sob guarda ou tutela e irmãos.

# . / contado "ara todos os e#eitos o tem"o de servi$o "úblico #ederal inclusive o "restado Is Dor$as Armadas. B? são considerados como de e#etivo e6ercício os a#astamentos em virtude de1 2 3 #'rias4 22 3 e6ercício de cargo em comissão ou e!uivalente em -rgão ou entidade dos Poderes da União dos Estados Nunicí"ios e Eistrito Dederal4 222 3 e6ercício de cargo ou #un$ão de governo ou administra$ão em !ual!uer "arte do territ-rio nacional "or nomea$ão do Presidente da Re"ública4 25 3 "artici"a$ão em "rograma de treinamento regularmente instituído ou em "rograma de "-s3gradua$ão stricto sensu no País con#orme dis"user o regulamento4 5 3 desem"enCo de mandato eletivo #ederal estadual munici"al ou do Eistrito Dederal e6ceto "ara "romo$ão "or merecimento4 52 3 )úri e outros servi$os obrigat-rios "or lei4 522 3 missão ou estudo no e6terior !uando autori*ado o a#astamento con#orme dis"user o regulamento4 5222 3 licen$a1 a= I gestante I adotante e I "aternidade4 b= "ara tratamento da "r-"ria saúde at' o limite de vinte e !uatro meses cumulativo ao longo do tem"o de servi$o "úblico "restado I União em cargo de "rovimento e#etivo4 c= "ara o desem"enCo de mandato classista ou "artici"a$ão de ger8ncia ou administra$ão em sociedade coo"erativa constituída "or servidores "ara "restar servi$os a seus membros e6ceto "ara e#eito de "romo$ão "or merecimento4 d= "or motivo de acidente em servi$o ou doen$a "ro#issional4 e= "ara ca"acita$ão con#orme dis"user o regulamento4 #= "or convoca$ão "ara o servi$o militar4 . 1:1. Art. Al'm das aus8ncias ao servi$o "revistas no art. 1:&. A a"ura$ão do tem"o de servi$o ser+ #eita em dias !ue serão convertidos em anos considerado o ano como de tre*entos e sessenta e cinco dias.Capítulo (II Do T#&po . 1::.#%'i!o Art. Art.

222 3 a licen$a "ara atividade "olítica no caso do art. 7 &o Ser+ contado em dobro o tem"o de servi$o "restado Is Dor$as Armadas em o"era$%es de guerra. 1@4 A 3 "artici"a$ão em com"eti$ão des"ortiva nacional ou convoca$ão "ara integrar re"resenta$ão des"ortiva nacional no País ou no e6terior con#orme dis"osto em lei es"ecí#ica4 A2 3 a#astamento "ara servir em organismo internacional de !ue o Qrasil "artici"e ou com o !ual coo"ere.# $#ti!+o Art. Capítulo (III Do Di%#ito .2A 3 deslocamento "ara a nova sede de !ue trata o art. 1:. 1:(.. Contar3se3+ a"enas "ara e#eito de a"osentadoria e dis"onibilidade1 2 3 o tem"o de servi$o "úblico "restado aos Estados Nunicí"ios e Eistrito Dederal4 22 3 a licen$a "ara tratamento de saúde de "essoal da #amília do servidor com remunera$ão !ue e6ceder a (: <trinta= dias em "eríodo de 1& <do*e= meses. . 7 (o / vedada a contagem cumulativa de tem"o de servi$o "restado concomitantemente em mais de um cargo ou #un$ão de -rgão ou entidades dos Poderes da União Estado Eistrito Dederal e Nunicí"io autar!uia #unda$ão "ública sociedade de economia mista e em"resa "ública. / assegurado ao servidor o direito de re!uerer aos Poderes Públicos em de#esa de direito ou interesse legítimo. 7 1o . 1:&. tem"o em !ue o servidor esteve a"osentado ser+ contado a"enas "ara nova a"osentadoria. @> 7 &o4 25 3 o tem"o corres"ondente ao desem"enCo de mandato eletivo #ederal estadual munici"al ou distrital anterior ao ingresso no servi$o "úblico #ederal4 5 3 o tem"o de servi$o em atividade "rivada vinculada I Previd8ncia Social4 52 3 o tem"o de servi$o relativo a tiro de guerra4 522 3 o tem"o de licen$a "ara tratamento da "r-"ria saúde !ue e6ceder o "ra*o a !ue se re#ere a alínea GbG do inciso 5222 do art. Art.

1:B. . 7 &o . re!uerimento e o "edido de reconsidera$ão de !ue tratam os artigos anteriores deverão ser des"acCados no "ra*o de 0 <cinco= dias e decididos dentro de (: <trinta= dias. Art. . 1:@. Cabe "edido de reconsidera$ão I autoridade !ue Couver e6"edido o ato ou "ro#erido a "rimeira decisão não "odendo ser renovado. . .Art. direito de re!uerer "rescreve1 2 3 em 0 <cinco= anos !uanto aos atos de demissão e de cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade ou !ue a#etem interesse "atrimonial e cr'ditos resultantes das rela$%es de trabalCo4 22 3 em 1&: <cento e vinte= dias nos demais casos salvo !uando outro "ra*o #or #i6ado em lei. Em caso de "rovimento do "edido de reconsidera$ão ou do recurso os e#eitos da decisão retroagirão I data do ato im"ugnado. Par+gra#o único. . "edido de reconsidera$ão e o recurso !uando cabíveis interrom"em a "rescri$ão. Art. Par+gra#o único. recurso "oder+ ser recebido com e#eito sus"ensivo a )uí*o da autoridade com"etente. 7 1o . 1:0. recurso ser+ dirigido I autoridade imediatamente su"erior I !ue tiver e6"edido o ato ou "ro#erido a decisão e sucessivamente em escala ascendente Is demais autoridades. . 1:>. Caber+ recurso1 2 3 do inde#erimento do "edido de reconsidera$ão4 22 3 das decis%es sobre os recursos sucessivamente inter"ostos. "ra*o de "rescri$ão ser+ contado da data da "ublica$ão do ato im"ugnado ou da data da ci8ncia "elo interessado !uando o ato não #or "ublicado. Art. recurso ser+ encaminCado "or interm'dio da autoridade a !ue estiver imediatamente subordinado o re!uerente. Art. 11:. Art. Par+gra#o único. 111. 1:?. re!uerimento ser+ dirigido I autoridade com"etente "ara decidi3lo e encaminCado "or interm'dio da!uela a !ue estiver imediatamente subordinado o re!uerente. "ra*o "ara inter"osi$ão de "edido de reconsidera$ão ou de recurso ' de (: <trinta= dias a contar da "ublica$ão ou da ci8ncia "elo interessado da decisão recorrida. . . Art.

Art. Art. 11&. São #atais e im"rorrog+veis os "ra*os estabelecidos neste Ca"ítulo salvo motivo de #or$a maior. 11. 11(. Art. 110. 11>.. Para o e6ercício do direito de "eti$ão ' assegurada vista do "rocesso ou documento na re"arti$ão ao servidor ou a "rocurador "or ele constituído. 52 3 levar ao conCecimento da autoridade su"erior as irregularidades de !ue tiver ci8ncia em ra*ão do cargo4 522 3 *elar "ela economia do material e a conserva$ão do "atrimHnio "úblico4 5222 3 guardar sigilo sobre assunto da re"arti$ão4 2A 3 manter conduta com"atível com a moralidade administrativa4 A 3 ser assíduo e "ontual ao servi$o4 . Título I( Do *#5i&# Di ciplina% Capítulo I Do D#'#%# Art. A administra$ão dever+ rever seus atos a !ual!uer tem"o !uando eivados de ilegalidade. Art. São deveres do servidor1 2 3 e6ercer com *elo e dedica$ão as atribui$%es do cargo4 22 3 ser leal Is institui$%es a !ue servir4 222 3 observar as normas legais e regulamentares4 25 3 cum"rir as ordens su"eriores e6ceto !uando mani#estamente ilegais4 5 3 atender com "reste*a1 a= ao "úblico em geral "restando as in#orma$%es re!ueridas ressalvadas as "rotegidas "or sigilo4 b= I e6"edi$ão de certid%es re!ueridas "ara de#esa de direito ou esclarecimento de situa$%es de interesse "essoal4 c= Is re!uisi$%es "ara a de#esa da Da*enda Pública. A "rescri$ão ' de ordem "ública não "odendo ser relevada "ela administra$ão.

11?.A2 3 tratar com urbanidade as "essoas4 A22 3 re"resentar contra ilegalidade omissão ou abuso de "oder. Capítulo II Da $%oi-i!"# Art. Par+gra#o único. A re"resenta$ão de !ue trata o inciso A22 ser+ encaminCada "ela via Cier+r!uica e a"reciada "ela autoridade su"erior I!uela contra a !ual ' #ormulada assegurando3se ao re"resentando am"la de#esa. Ao servidor ' "roibido1 2 3 ausentar3se do servi$o durante o e6"ediente sem "r'via autori*a$ão do cCe#e imediato4 22 3 retirar sem "r'via anu8ncia da autoridade com"etente !ual!uer documento ou ob)eto da re"arti$ão4 222 3 recusar #' a documentos "úblicos4 25 3 o"or resist8ncia in)usti#icada ao andamento de documento e "rocesso ou e6ecu$ão de servi$o4 5 3 "romover mani#esta$ão de a"re$o ou desa"re$o no recinto da re"arti$ão4 52 3 cometer a "essoa estranCa I re"arti$ão #ora dos casos "revistos em lei o desem"enCo de atribui$ão !ue se)a de sua res"onsabilidade ou de seu subordinado4 522 3 coagir ou aliciar subordinados no sentido de #iliarem3se a associa$ão "ro#issional ou sindical ou a "artido "olítico4 5222 3 manter sob sua cCe#ia imediata em cargo ou #un$ão de con#ian$a cHn)uge com"anCeiro ou "arente at' o segundo grau civil4 2A 3 valer3se do cargo "ara lograr "roveito "essoal ou de outrem em detrimento da dignidade da #un$ão "ública4 A 3 "artici"ar de ger8ncia ou administra$ão de sociedade "rivada "ersoni#icada ou não "ersoni#icada e6ercer o com'rcio e6ceto na !ualidade de acionista cotista ou comandit+rio4 A2 3 atuar como "rocurador ou intermedi+rio )unto a re"arti$%es "úblicas salvo !uando se tratar de bene#ícios "revidenci+rios ou assistenciais de "arentes at' o segundo grau e de cHn)uge ou com"anCeiro4 A22 3 receber "ro"ina comissão "resente ou vantagem de !ual!uer es"'cie em ra*ão de suas atribui$%es4 .

Par+gra#o único. 7 &o A acumula$ão de cargos ainda !ue lícita #ica condicionada I com"rova$ão da com"atibilidade de Cor+rios. Bo nem ser remunerado "ela "artici"a$ão em -rgão de delibera$ão coletiva. Art. .A222 3 aceitar comissão em"rego ou "ensão de estado estrangeiro4 A25 3 "raticar usura sob !ual!uer de suas #ormas4 A5 3 "roceder de #orma desidiosa4 A52 3 utili*ar "essoal ou recursos materiais da re"arti$ão em servi$os ou atividades "articulares4 A522 3 cometer a outro servidor atribui$%es estranCas ao cargo !ue ocu"a e6ceto em situa$%es de emerg8ncia e transit-rias4 A5222 3 e6ercer !uais!uer atividades !ue se)am incom"atíveis com o e6ercício do cargo ou #un$ão e com o Cor+rio de trabalCo4 A2A 3 recusar3se a atuali*ar seus dados cadastrais !uando solicitado. servidor não "oder+ e6ercer mais de um cargo em comissão e6ceto no caso "revisto no "ar+gra#o único do art. 7 (o Considera3se acumula$ão "roibida a "erce"$ão de vencimento de cargo ou em"rego "úblico e#etivo com "roventos da inatividade salvo !uando os cargos de !ue decorram essas remunera$%es #orem acumul+veis na atividade. . Capítulo III Da 6cu&ula!+o Art. B1 desta Lei observada a legisla$ão sobre con#lito de interesses. Ressalvados os casos "revistos na Constitui$ão ' vedada a acumula$ão remunerada de cargos "úblicos. 7 1o A "roibi$ão de acumular estende3se a cargos em"regos e #un$%es em autar!uias #unda$%es "úblicas em"resas "úblicas sociedades de economia mista da União do Eistrito Dederal dos Estados dos Kerrit-rios e dos Nunicí"ios. 11@. 11B. A veda$ão de !ue trata o inciso A do ca"ut deste artigo não se a"lica nos seguintes casos1 2 3 "artici"a$ão nos conselCos de administra$ão e #iscal de em"resas ou entidades em !ue a União detenCa direta ou indiretamente "artici"a$ão no ca"ital social ou em sociedade coo"erativa constituída "ara "restar servi$os a seus membros4 e 22 3 go*o de licen$a "ara o trato de interesses "articulares na #orma do art.

7 &o Kratando3se de dano causado a terceiros res"onder+ o servidor "erante a Da*enda Pública em a$ão regressiva. 1&&. Art. Art. Art. Art. A res"onsabilidade civil decorre de ato omissivo ou comissivo doloso ou cul"oso !ue resulte em "re)uí*o ao er+rio ou a terceiros.. A res"onsabilidade administrativa do servidor ser+ a#astada no caso de absolvi$ão criminal !ue negue a e6ist8ncia do #ato ou sua autoria.a. Art. 1&(. Art. . 7 1o A indeni*a$ão de "re)uí*o dolosamente causado ao er+rio somente ser+ li!uidada na #orma "revista no art. A res"onsabilidade civil3administrativa resulta de ato omissivo ou comissivo "raticado no desem"enCo do cargo ou #un$ão. 1&:.# Art. 1&0. . servidor res"onde civil "enal e administrativamente "elo e6ercício irregular de suas atribui$%es. 1&. dis"osto neste artigo não se a"lica I remunera$ão devida "ela "artici"a$ão em conselCos de administra$ão e #iscal das em"resas "úblicas e sociedades de economia mista suas subsidi+rias e controladas bem como !uais!uer em"resas ou entidades em !ue a União direta ou indiretamente detenCa "artici"a$ão no ca"ital social observado o !ue a res"eito dis"user legisla$ão es"ecí#ica.Par+gra#o único. As san$%es civis "enais e administrativas "oderão cumular3se sendo inde"endentes entre si. . 7 (o A obriga$ão de re"arar o dano estende3se aos sucessores e contra eles ser+ e6ecutada at' o limite do valor da Ceran$a recebida.> na #alta de outros bens !ue assegurem a e6ecu$ão do d'bito "ela via )udicial. servidor vinculado ao regime desta Lei !ue acumular licitamente dois cargos e#etivos !uando investido em cargo de "rovimento em comissão #icar+ a#astado de ambos os cargos e#etivos salvo na Ci"-tese em !ue Couver com"atibilidade de Cor+rio e local com o e6ercício de um deles declarada "elas autoridades m+6imas dos -rgãos ou entidades envolvidos. 1&>. A res"onsabilidade "enal abrange os crimes e contraven$%es im"utadas ao servidor nessa !ualidade. 1&1. Capítulo I( Da *# pon a-ili. . .

<cin!Oenta "or cento= "or dia de vencimento ou remunera$ão #icando o servidor obrigado a "ermanecer em servi$o. Art. A advert8ncia ser+ a"licada "or escrito nos casos de viola$ão de "roibi$ão constante do art. 7 1o Ser+ "unido com sus"ensão de at' 10 <!uin*e= dias o servidor !ue in)usti#icadamente recusar3se a ser submetido a ins"e$ão m'dica determinada "ela autoridade com"etente cessando os e#eitos da "enalidade uma ve* cum"rida a determina$ão. ato de im"osi$ão da "enalidade mencionar+ sem"re o #undamento legal e a causa da san$ão disci"linar. 1&B. .# Art. A sus"ensão ser+ a"licada em caso de reincid8ncia das #altas "unidas com advert8ncia e de viola$ão das demais "roibi$%es !ue não ti"i#i!uem in#ra$ão su)eita a "enalidade de demissão não "odendo e6ceder de B: <noventa= dias. São "enalidades disci"linares1 2 3 advert8ncia4 22 3 sus"ensão4 222 3 demissão4 25 3 cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade4 5 3 destitui$ão de cargo em comissão4 52 3 destitui$ão de #un$ão comissionada. Art. 7 &o Puando Couver conveni8ncia "ara o servi$o a "enalidade de sus"ensão "oder+ ser convertida em multa na base de 0:. 1&@. . Fa a"lica$ão das "enalidades serão consideradas a nature*a e a gravidade da in#ra$ão cometida os danos !ue dela "rovierem "ara o servi$o "úblico as circunstLncias agravantes ou atenuantes e os antecedentes #uncionais.Capítulo ( Da $#nali. 1&?. 11? incisos 2 a 5222 e A2A e de inobservLncia de dever #uncional "revisto em lei regulamenta$ão ou norma interna !ue não )usti#i!ue im"osi$ão de "enalidade mais grave. 1(:. Art.a. Par+gra#o único.

A demissão ser+ a"licada nos seguintes casos1 2 3 crime contra a administra$ão "ública4 22 3 abandono de cargo4 222 3 inassiduidade Cabitual4 25 3 im"robidade administrativa4 5 3 incontin8ncia "ública e conduta escandalosa na re"arti$ão4 52 3 insubordina$ão grave em servi$o4 522 3 o#ensa #ísica em servi$o a servidor ou a "articular salvo em legítima de#esa "r-"ria ou de outrem4 5222 3 a"lica$ão irregular de dinCeiros "úblicos4 2A 3 revela$ão de segredo do !ual se a"ro"riou em ra*ão do cargo4 A 3 lesão aos co#res "úblicos e dila"ida$ão do "atrimHnio nacional4 A2 3 corru"$ão4 A22 3 acumula$ão ilegal de cargos em"regos ou #un$%es "úblicas4 A222 3 transgressão dos incisos 2A a A52 do art. . 1(&. cancelamento da "enalidade não surtir+ e#eitos retroativos. 1((. Eetectada a !ual!uer tem"o a acumula$ão ilegal de cargos em"regos ou #un$%es "úblicas a autoridade a !ue se re#ere o art.( noti#icar+ o servidor "or interm'dio de sua cCe#ia imediata "ara a"resentar o"$ão no "ra*o im"rorrog+vel de de* dias contados da data da ci8ncia e na Ci"-tese de omissão adotar+ "rocedimento sum+rio "ara a sua a"ura$ão e regulari*a$ão imediata cu)o "rocesso administrativo disci"linar se desenvolver+ nas seguintes #ases1 2 3 instaura$ão com a "ublica$ão do ato !ue constituir a comissão a ser com"osta "or dois servidores est+veis e simultaneamente indicar a autoria e a materialidade da transgressão ob)eto da a"ura$ão4 22 3 instru$ão sum+ria !ue com"reende indicia$ão de#esa e relat-rio4 222 3 )ulgamento. 1(1. Art. Art. As "enalidades de advert8ncia e de sus"ensão terão seus registros cancelados a"-s o decurso de ( <tr8s= e 0 <cinco= anos de e#etivo e6ercício res"ectivamente se o servidor não Couver nesse "eríodo "raticado nova in#ra$ão disci"linar. . Par+gra#o único.Art. 1. 11?.

o Fo "ra*o de cinco dias contados do recebimento do "rocesso a autoridade )ulgadora "ro#erir+ a sua decisão a"licando3se !uando #or o caso o dis"osto no 7 (o do art. 7 (o A"resentada a de#esa a comissão elaborar+ relat-rio conclusivo !uanto I inoc8ncia ou I res"onsabilidade do servidor em !ue resumir+ as "e$as "rinci"ais dos autos o"inar+ sobre a licitude da acumula$ão em e6ame indicar+ o res"ectivo dis"ositivo legal e remeter+ o "rocesso I autoridade instauradora "ara )ulgamento. 7 0o A o"$ão "elo servidor at' o último dia de "ra*o "ara de#esa con#igurar+ sua boa3#' Ci"-tese em !ue se converter+ automaticamente em "edido de e6onera$ão do outro cargo. Ser+ cassada a a"osentadoria ou a dis"onibilidade do inativo !ue Couver "raticado na atividade #alta "unível com a demissão. Art. Par+gra#o único. 1(0. 1(. 1>( e 1>.. "ra*o "ara a conclusão do "rocesso administrativo disci"linar submetido ao rito sum+rio não e6ceder+ trinta dias contados da data de "ublica$ão do ato !ue constituir a comissão admitida a sua "rorroga$ão "or at' !uin*e dias !uando as circunstLncias o e6igirem. 7 ?o .7 1o A indica$ão da autoria de !ue trata o inciso 2 dar3se3+ "elo nome e matrícula do servidor e a materialidade "ela descri$ão dos cargos em"regos ou #un$%es "úblicas em situa$ão de acumula$ão ilegal dos -rgãos ou entidades de vincula$ão das datas de ingresso do Cor+rio de trabalCo e do corres"ondente regime )urídico. 7 @o . Art. 1>?. Constatada a Ci"-tese de !ue trata este artigo a e6onera$ão e#etuada nos termos do art. (0 ser+ convertida em destitui$ão de cargo em comissão. 7 . 7 >o Caracteri*ada a acumula$ão ilegal e "rovada a m+3#' a"licar3se3+ a "ena de demissão destitui$ão ou cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade em rela$ão aos cargos em"regos ou #un$%es "úblicas em regime de acumula$ão ilegal Ci"-tese em !ue os -rgãos ou entidades de vincula$ão serão comunicados. "rocedimento sum+rio rege3se "elas dis"osi$%es deste artigo observando3 se no !ue lCe #or a"lic+vel subsidiariamente as dis"osi$%es dos Kítulos 25 e 5 desta Lei. . 7 &o A comissão lavrar+ at' tr8s dias a"-s a "ublica$ão do ato !ue a constituiu termo de indicia$ão em !ue serão transcritas as in#orma$%es de !ue trata o "ar+gra#o anterior bem como "romover+ a cita$ão "essoal do servidor indiciado ou "or interm'dio de sua cCe#ia imediata "ara no "ra*o de cinco dias a"resentar de#esa escrita assegurando3se3lCe vista do "rocesso na re"arti$ão observado o dis"osto nos arts.. A destitui$ão de cargo em comissão e6ercido "or não ocu"ante de cargo e#etivo ser+ a"licada nos casos de in#ra$ão su)eita Is "enalidades de sus"ensão e de demissão.

Art. 1(?. As "enalidades disci"linares serão a"licadas1 2 3 "elo Presidente da Re"ública "elos Presidentes das Casas do Poder Legislativo e dos Kribunais Dederais e "elo Procurador3Jeral da Re"ública !uando se tratar de demissão e cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade de servidor vinculado ao res"ectivo Poder -rgão ou entidade4 22 3 "elas autoridades administrativas de Cierar!uia imediatamente in#erior I!uelas mencionadas no inciso anterior !uando se tratar de sus"ensão su"erior a (: <trinta= dias4 . A demissão ou a destitui$ão de cargo em comissão nos casos dos incisos 25 5222 A e A2 do art. 1. Fa a"ura$ão de abandono de cargo ou inassiduidade Cabitual tamb'm ser+ adotado o "rocedimento sum+rio a !ue se re#ere o art. 1(>. Par+gra#o único. Art. Entende3se "or inassiduidade Cabitual a #alta ao servi$o sem causa )usti#icada "or sessenta dias inter"oladamente durante o "eríodo de do*e meses. Art. Art. A demissão ou a destitui$ão de cargo em comissão "or in#ring8ncia do art.:. 1(& im"lica a indis"onibilidade dos bens e o ressarcimento ao er+rio sem "re)uí*o da a$ão "enal cabível. Art. Art. 1. 1(@. 1(( observando3se es"ecialmente !ue1 2 3 a indica$ão da materialidade dar3se3+1 a= na Ci"-tese de abandono de cargo "ela indica$ão "recisa do "eríodo de aus8ncia intencional do servidor ao servi$o su"erior a trinta dias4 b= no caso de inassiduidade Cabitual "ela indica$ão dos dias de #alta ao servi$o sem causa )usti#icada "or "eríodo igual ou su"erior a sessenta dias inter"oladamente durante o "eríodo de do*e meses4 22 3 a"-s a a"resenta$ão da de#esa a comissão elaborar+ relat-rio conclusivo !uanto I inoc8ncia ou I res"onsabilidade do servidor em !ue resumir+ as "e$as "rinci"ais dos autos indicar+ o res"ectivo dis"ositivo legal o"inar+ na Ci"-tese de abandono de cargo sobre a intencionalidade da aus8ncia ao servi$o su"erior a trinta dias e remeter+ o "rocesso I autoridade instauradora "ara )ulgamento. Con#igura abandono de cargo a aus8ncia intencional do servidor ao servi$o "or mais de trinta dias consecutivos. Fão "oder+ retornar ao servi$o "úblico #ederal o servidor !ue #or demitido ou destituído do cargo em comissão "or in#ring8ncia do art. 1(B.1. 1(& incisos 2 25 5222 A e A2. 11? incisos 2A e A2 incom"atibili*a o e63servidor "ara nova investidura em cargo "úblico #ederal "elo "ra*o de 0 <cinco= anos.

&. 7 1o 7 &o 7 (o A a"ura$ão de !ue trata o caput "or solicita$ão da autoridade a !ue se re#ere "oder+ ser "romovida "or autoridade de -rgão ou entidade diverso da!uele em !ue tenCa ocorrido a irregularidade mediante com"et8ncia es"ecí#ica "ara tal #inalidade delegada em car+ter "ermanente ou tem"or+rio "elo Presidente da Re"ública "elos "residentes das Casas do Poder Legislativo e dos Kribunais Dederais e "elo Procurador3 Jeral da Re"ública no Lmbito do res"ectivo Poder -rgão ou entidade "reservadas as com"et8ncias "ara o )ulgamento !ue se seguir I a"ura$ão. 1. A a$ão disci"linar "rescrever+1 2 3 em 0 <cinco= anos !uanto Is in#ra$%es "uníveis com demissão cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade e destitui$ão de cargo em comissão4 22 3 em & <dois= anos !uanto I sus"ensão4 222 3 em 1@: <cento e oitenta= dias !uanto + advert8ncia.&ini t%ati'o Di ciplina% Capítulo I Di po i!"# /#%ai Art. A autoridade !ue tiver ci8ncia de irregularidade no servi$o "úblico ' obrigada a "romover a sua a"ura$ão imediata mediante sindicLncia ou "rocesso administrativo disci"linar assegurada ao acusado am"la de#esa.(. Título ( Do $%oc# o 6.s "ra*os de "rescri$ão "revistos na lei "enal a"licam3se Is in#ra$%es disci"linares ca"ituladas tamb'm como crime. 7 (o A abertura de sindicLncia ou a instaura$ão de "rocesso disci"linar interrom"e a "rescri$ão at' a decisão #inal "ro#erida "or autoridade com"etente. 7 .222 3 "elo cCe#e da re"arti$ão e outras autoridades na #orma dos res"ectivos regimentos ou regulamentos nos casos de advert8ncia ou de sus"ensão de at' (: <trinta= dias4 25 3 "ela autoridade !ue Couver #eito a nomea$ão !uando se tratar de destitui$ão de cargo em comissão. 7 1o . . 7 &o . Art.o 2nterrom"ido o curso da "rescri$ão o "ra*o come$ar+ a correr a "artir do dia em !ue cessar a interru"$ão. "ra*o de "rescri$ão come$a a correr da data em !ue o #ato se tornou conCecido. 1.

Art.B. Sem"re !ue o ilícito "raticado "elo servidor ense)ar a im"osi$ão de "enalidade de sus"ensão "or mais de (: <trinta= dias de demissão cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade ou destitui$ão de cargo em comissão ser+ obrigat-ria a instaura$ão de "rocesso disci"linar. Par+gra#o único. .( !ue indicar+ dentre eles o seu "residente !ue dever+ ser ocu"ante de cargo e#etivo su"erior ou de mesmo nível ou ter nível de escolaridade igual ou su"erior ao do indiciado. Art. 1. Par+gra#o único. .. "ra*o "ara conclusão da sindicLncia não e6ceder+ (: <trinta= dias "odendo ser "rorrogado "or igual "eríodo a crit'rio da autoridade su"erior. .>. As denúncias sobre irregularidades serão ob)eto de a"ura$ão desde !ue contenCam a identi#ica$ão e o endere$o do denunciante e se)am #ormuladas "or escrito con#irmada a autenticidade. a#astamento "oder+ ser "rorrogado "or igual "ra*o #indo o !ual cessarão os seus e#eitos ainda !ue não concluído o "rocesso.0.?. Art. Capítulo II Do 62a ta&#nto $%#'#nti'o Art. "rocesso disci"linar ser+ condu*ido "or comissão com"osta de tr8s servidores est+veis designados "ela autoridade com"etente observado o dis"osto no 7 (o do art.. Capítulo III Do $%oc# o Di ciplina% Art. . 1. Par+gra#o único.@. Puando o #ato narrado não con#igurar evidente in#ra$ão disci"linar ou ilícito "enal a denúncia ser+ ar!uivada "or #alta de ob)eto. Como medida cautelar e a #im de !ue o servidor não venCa a in#luir na a"ura$ão da irregularidade a autoridade instauradora do "rocesso disci"linar "oder+ determinar o seu a#astamento do e6ercício do cargo "elo "ra*o de at' >: <sessenta= dias sem "re)uí*o da remunera$ão. 1. Art. . 1. "rocesso disci"linar ' o instrumento destinado a a"urar res"onsabilidade de servidor "or in#ra$ão "raticada no e6ercício de suas atribui$%es ou !ue tenCa rela$ão com as atribui$%es do cargo em !ue se encontre investido. 1. Ea sindicLncia "oder+ resultar1 2 3 ar!uivamento do "rocesso4 22 3 a"lica$ão de "enalidade de advert8ncia ou sus"ensão de at' (: <trinta= dias4 222 3 instaura$ão de "rocesso disci"linar. 1. 1.

Par+gra#o único. . 7 &o As reuni%es da comissão serão registradas em atas !ue deverão detalCar as delibera$%es adotadas.7 1o A Comissão ter+ como secret+rio servidor designado "elo seu "residente "odendo a indica$ão recair em um de seus membros. 10:.s autos da sindicLncia integrarão o "rocesso disci"linar como "e$a in#ormativa da instru$ão. . 10&. 10(.. Fa Ci"-tese de o relat-rio da sindicLncia concluir !ue a in#ra$ão est+ ca"itulada como ilícito "enal a autoridade com"etente encaminCar+ c-"ia dos autos ao Ninist'rio Público inde"endentemente da imediata instaura$ão do "rocesso disci"linar. 7 &o Fão "oder+ "artici"ar de comissão de sindicLncia ou de in!u'rito cHn)uge com"anCeiro ou "arente do acusado consangOíneo ou a#im em linCa reta ou colateral at' o terceiro grau. "ra*o "ara a conclusão do "rocesso disci"linar não e6ceder+ >: <sessenta= dias contados da data de "ublica$ão do ato !ue constituir a comissão admitida a sua "rorroga$ão "or igual "ra*o !uando as circunstLncias o e6igirem. 10. 7 1o Sem"re !ue necess+rio a comissão dedicar+ tem"o integral aos seus trabalCos #icando seus membros dis"ensados do "onto at' a entrega do relat-rio #inal. Art. . Art. Art. Art. A Comissão e6ercer+ suas atividades com inde"end8ncia e im"arcialidade assegurado o sigilo necess+rio I elucida$ão do #ato ou e6igido "elo interesse da administra$ão. in!u'rito administrativo obedecer+ ao "rincí"io do contradit-rio assegurada ao acusado am"la de#esa com a utili*a$ão dos meios e recursos admitidos em direito. Art. 100. "rocesso disci"linar se desenvolve nas seguintes #ases1 2 3 instaura$ão com a "ublica$ão do ato !ue constituir a comissão4 22 3 in!u'rito administrativo !ue com"reende instru$ão de#esa e relat-rio4 222 3 )ulgamento. . As reuni%es e as audi8ncias das comiss%es terão car+ter reservado. Par+gra#o único. . 101. Fa #ase do in!u'rito a comissão "romover+ a tomada de de"oimentos acarea$%es investiga$%es e dilig8ncias cabíveis ob)etivando a coleta de "rova .#!+o I Do InAu<%ito Art.

1>1. Art. 7 &o Fa Ci"-tese de de"oimentos contradit-rios ou !ue se in#irmem "roceder3se3+ I acarea$ão entre os de"oentes. Art. de"oimento ser+ "restado oralmente e redu*ido a termo não sendo lícito I testemunCa tra*83lo "or escrito. 10?. 10B. . 7 1o Fo caso de mais de um acusado cada um deles ser+ ouvido se"aradamente e sem"re !ue divergirem em suas declara$%es sobre #atos ou circunstLncias ser+ "romovida a acarea$ão entre eles. 10>. Puando Couver dúvida sobre a sanidade mental do acusado a comissão "ro"or+ I autoridade com"etente !ue ele se)a submetido a e6ame "or )unta m'dica o#icial da !ual "artici"e "elo menos um m'dico "si!uiatra. "rocurador do acusado "oder+ assistir ao interrogat-rio bem como I in!uiri$ão das testemunCas sendo3lCe vedado inter#erir nas "erguntas e res"ostas #acultando3se3lCe "or'm rein!uiri3las "or interm'dio do "residente da comissão. / assegurado ao servidor o direito de acom"anCar o "rocesso "essoalmente ou "or interm'dio de "rocurador arrolar e rein!uirir testemunCas "rodu*ir "rovas e contra"rovas e #ormular !uesitos !uando se tratar de "rova "ericial. Par+gra#o único. . Art. Art. 7 &o . 7 1o As testemunCas serão in!uiridas se"aradamente. incidente de sanidade mental ser+ "rocessado em auto a"artado e a"enso ao "rocesso "rinci"al a"-s a e6"edi$ão do laudo "ericial. 10? e 10@. 1>:. Ki"i#icada a in#ra$ão disci"linar ser+ #ormulada a indicia$ão do servidor com a es"eci#ica$ão dos #atos a ele im"utados e das res"ectivas "rovas. Art. Se a testemunCa #or servidor "úblico a e6"edi$ão do mandado ser+ imediatamente comunicada ao cCe#e da re"arti$ão onde serve com a indica$ão do dia e Cora marcados "ara in!uiri$ão. 7 1o . . Par+gra#o único. As testemunCas serão intimadas a de"or mediante mandado e6"edido "elo "residente da comissão devendo a segunda via com o ciente do interessado ser ane6ado aos autos. Concluída a in!uiri$ão das testemunCas a comissão "romover+ o interrogat-rio do acusado observados os "rocedimentos "revistos nos arts.recorrendo !uando necess+rio a t'cnicos e "eritos de modo a "ermitir a com"leta elucida$ão dos #atos. 7 &o Ser+ inde#erido o "edido de "rova "ericial !uando a com"rova$ão do #ato inde"ender de conCecimento es"ecial de "erito. "residente da comissão "oder+ denegar "edidos considerados im"ertinentes meramente "rotelat-rios ou de nenCum interesse "ara o esclarecimento dos #atos. 10@. Art.

#icial da União e em )ornal de grande circula$ão na localidade do último domicílio conCecido "ara a"resentar de#esa. 7 1o A revelia ser+ declarada "or termo nos autos do "rocesso e devolver+ o "ra*o "ara a de#esa. indiciado ser+ citado "or mandado e6"edido "elo "residente da comissão "ara a"resentar de#esa escrita no "ra*o de 1: <de*= dias assegurando3se3lCe vista do "rocesso na re"arti$ão. 7 &o ReconCecida a res"onsabilidade do servidor a comissão indicar+ o dis"ositivo legal ou regulamentar transgredido bem como as circunstLncias agravantes ou atenuantes.#!+o II Do Bul5a&#nto . "rocesso disci"linar com o relat-rio da comissão ser+ remetido I autoridade !ue determinou a sua instaura$ão "ara )ulgamento. Considerar3se3+ revel o indiciado !ue regularmente citado não a"resentar de#esa no "ra*o legal. "ra*o de de#esa "oder+ ser "rorrogado "elo dobro "ara dilig8ncias re"utadas indis"ens+veis. indiciado !ue mudar de resid8ncia #ica obrigado a comunicar I comissão o lugar onde "oder+ ser encontrado.o Fo caso de recusa do indiciado em a"or o ciente na c-"ia da cita$ão o "ra*o "ara de#esa contar3se3+ da data declarada em termo "r-"rio "elo membro da comissão !ue #e* a cita$ão com a assinatura de <&= duas testemunCas. . 7 (o . .7 1o . Art. 1>. Par+gra#o único. 7 1o . Art. 1>>. relat-rio ser+ sem"re conclusivo !uanto I inoc8ncia ou I res"onsabilidade do servidor. A"reciada a de#esa a comissão elaborar+ relat-rio minucioso onde resumir+ as "e$as "rinci"ais dos autos e mencionar+ as "rovas em !ue se baseou "ara #ormar a sua convic$ão.. Art. 7 . 7 &o Para de#ender o indiciado revel a autoridade instauradora do "rocesso designar+ um servidor como de#ensor dativo !ue dever+ ser ocu"ante de cargo e#etivo su"erior ou de mesmo nível ou ter nível de escolaridade igual ou su"erior ao do indiciado. 1>0. . AcCando3se o indiciado em lugar incerto e não sabido ser+ citado "or edital "ublicado no Ei+rio . Art. Art. 1>(. Fa Ci"-tese deste artigo o "ra*o "ara de#esa ser+ de 10 <!uin*e= dias a "artir da última "ublica$ão do edital. 1>&. 7 &o Tavendo dois ou mais indiciados o "ra*o ser+ comum e de &: <vinte= dias.

Art. Art. 1>@. Serão assegurados trans"orte e di+rias1 2 3 ao servidor convocado "ara "restar de"oimento #ora da sede de sua re"arti$ão na condi$ão de testemunCa denunciado ou indiciado4 .1. Art. )ulgamento #ora do "ra*o legal não im"lica nulidade do "rocesso. 7 . 7 (o Se a "enalidade "revista #or a demissão ou cassa$ão de a"osentadoria ou dis"onibilidade o )ulgamento caber+ Is autoridades de !ue trata o inciso 2 do art. 1?:. )ulgamento acatar+ o relat-rio da comissão salvo !uando contr+rio Is "rovas dos autos. . . Art. 7 1o . o ato ser+ convertido em demissão se #or o caso. Art. 1>B. 1?1."oder+ ser e6onerado a "edido ou a"osentado voluntariamente a"-s a conclusão do "rocesso e o cum"rimento da "enalidade acaso a"licada. E6tinta a "unibilidade "ela "rescri$ão a autoridade )ulgadora determinar+ o registro do #ato nos assentamentos individuais do servidor. Art.7 1o Se a "enalidade a ser a"licada e6ceder a al$ada da autoridade instauradora do "rocesso este ser+ encaminCado I autoridade com"etente !ue decidir+ em igual "ra*o. 1?(. 5eri#icada a ocorr8ncia de vício insan+vel a autoridade !ue determinou a instaura$ão do "rocesso ou outra de Cierar!uia su"erior declarar+ a sua nulidade total ou "arcial e ordenar+ no mesmo ato a constitui$ão de outra comissão "ara instaura$ão de novo "rocesso. Puando a in#ra$ão estiver ca"itulada como crime o "rocesso disci"linar ser+ remetido ao Ninist'rio Público "ara instaura$ão da a$ão "enal #icando trasladado na re"arti$ão.o ReconCecida "ela comissão a inoc8ncia do servidor a autoridade instauradora do "rocesso determinar+ o seu ar!uivamento salvo se #lagrantemente contr+ria I "rova dos autos. . 1. 1.corrida a e6onera$ão de !ue trata o "ar+gra#o único inciso 2 do art. (. 1?&. Par+gra#o único. servidor !ue res"onder a "rocesso disci"linar s. 7 &o A autoridade )ulgadora !ue der causa I "rescri$ão de !ue trata o art.& 7 &o ser+ res"onsabili*ada na #orma do Ca"ítulo 25 do Kítulo 25. 7 &o Tavendo mais de um indiciado e diversidade de san$%es o )ulgamento caber+ I autoridade com"etente "ara a im"osi$ão da "ena mais grave. Par+gra#o único. Puando o relat-rio da comissão contrariar as "rovas dos autos a autoridade )ulgadora "oder+ motivadamente agravar a "enalidade "ro"osta abrand+3la ou isentar o servidor de res"onsabilidade.

Art. 1?0. "ra*o "ara )ulgamento ser+ de &: <vinte= dias contados do recebimento do "rocesso no curso do !ual a autoridade )ulgadora "oder+ determinar dilig8ncias. 1?.B. Fa "eti$ão inicial o re!uerente "edir+ dia e Cora "ara a "rodu$ão de "rovas e in!uiri$ão das testemunCas !ue arrolar. Art. 1??. A sim"les alega$ão de in)usti$a da "enalidade não constitui #undamento "ara a revisão !ue re!uer elementos novos ainda não a"reciados no "rocesso origin+rio. . 1@:. Art. . Par+gra#o único.. Fo "rocesso revisional o Hnus da "rova cabe ao re!uerente. 1@1. 1?B. Ee#erida a "eti$ão a autoridade com"etente "rovidenciar+ a constitui$ão de comissão na #orma do art. Art.1. A comissão revisora ter+ >: <sessenta= dias "ara a conclusão dos trabalCos. )ulgamento caber+ I autoridade !ue a"licou a "enalidade nos termos do art. 7 1o Em caso de #alecimento aus8ncia ou desa"arecimento do servidor !ual!uer "essoa da #amília "oder+ re!uerer a revisão do "rocesso. "rocesso disci"linar "oder+ ser revisto a !ual!uer tem"o a "edido ou de o#ício !uando se adu*irem #atos novos ou circunstLncias suscetíveis de )usti#icar a inoc8ncia do "unido ou a inade!ua$ão da "enalidade a"licada. Art. . . 1?>. . 7 &o Fo caso de inca"acidade mental do servidor a revisão ser+ re!uerida "elo res"ectivo curador. re!uerimento de revisão do "rocesso ser+ dirigido ao Ninistro de Estado ou autoridade e!uivalente !ue se autori*ar a revisão encaminCar+ o "edido ao dirigente do -rgão ou entidade onde se originou o "rocesso disci"linar.o $%oc# o Art. 1?@. Par+gra#o único. 1.22 3 aos membros da comissão e ao secret+rio !uando obrigados a se deslocarem da sede dos trabalCos "ara a reali*a$ão de missão essencial ao esclarecimento dos #atos. . A revisão correr+ em a"enso ao "rocesso origin+rio. 1. Art. Art. Par+gra#o único. A"licam3se aos trabalCos da comissão revisora no !ue couber as normas e "rocedimentos "r-"rios da comissão do "rocesso disci"linar.#!+o III Da *#'i +o .

? de 1( de abril de 1BB(= 7 1o . <2ncluído "ela Lei nV 1:.>>? de 1.0.. servidor ocu"ante de cargo em comissão !ue não se)a simultaneamente ocu"ante de cargo ou em"rego e#etivo na administra$ão "ública direta aut+r!uica e #undacional não ter+ direito aos bene#ícios do Plano de Seguridade Social com e6ce$ão da assist8ncia I saúde..o% Capítulo I Di po i!"# /#%ai Art. Par+gra#o único.#%'i.o . Ea revisão do "rocesso não "oder+ resultar agravamento de "enalidade.# .&::(= 7 &o . servidor a#astado ou licenciado do cargo e#etivo sem direito I remunera$ão inclusive "ara servir em organismo o#icial internacional do !ual o Qrasil se)a membro e#etivo ou com o !ual coo"ere ainda !ue contribua "ara regime de "revid8ncia social no e6terior ter+ sus"enso o seu vínculo com o regime do Plano de Seguridade Social do Servidor Público en!uanto durar o a#astamento ou a licen$a não lCes assistindo neste "eríodo os bene#ícios do mencionado regime de "revid8ncia. .a.>.0. 1@&. servidor ocu"ante de cargo em comissão !ue não se)a simultaneamente ocu"ante de cargo ou em"rego e#etivo na administra$ão "ública direta aut+r!uica e #undacional não ter+ direito aos bene#ícios do Plano de Seguridade Social com e6ce$ão da assist8ncia I saúde. 1@(.&::(= . Julgada "rocedente a revisão ser+ declarada sem e#eito a "enalidade a"licada restabelecendo3se todos os direitos do servidor e6ceto em rela$ão I destitui$ão do cargo em comissão !ue ser+ convertida em e6onera$ão. <Reda$ão dada "ela Lei nV 1:. Par+gra#o único. Título (I Da .>>? de 1. A União manter+ Plano de Seguridade Social "ara o servidor e sua #amília. <Par+gra#o incluído "ela Lei nV @.ocial .#5u%i.Art.

.>>? de 1. Art.0.&::(= Art.o .0. recolCimento de !ue trata o 7 (o deve ser e#etuado at' o segundo dia útil a"-s a data do "agamento das remunera$%es dos servidores "úblicos a"licando3se os "rocedimentos de cobran$a e e6ecu$ão dos tributos #ederais !uando não recolCidas na data de vencimento. 1@0.>>? de 1.7 (o Ser+ assegurada ao servidor licenciado ou a#astado sem remunera$ão a manuten$ão da vincula$ão ao regime do Plano de Seguridade Social do Servidor Público mediante o recolCimento mensal da res"ectiva contribui$ão no mesmo "ercentual devido "elos servidores em atividade incidente sobre a remunera$ão total do cargo a !ue #a* )us no e6ercício de suas atribui$%es com"utando3se "ara esse e#eito inclusive as vantagens "essoais. .. Par+gra#o único..s bene#ícios do Plano de Seguridade Social do servidor com"reendem1 2 3 !uanto ao servidor1 a= a"osentadoria4 b= au6ílio3natalidade4 c= sal+rio3#amília4 d= licen$a "ara tratamento de saúde4 e= licen$a I gestante I adotante e licen$a3"aternidade4 #= licen$a "or acidente em servi$o4 g= assist8ncia I saúde4 C= garantia de condi$%es individuais e ambientais de trabalCo satis#at-rias4 22 3 !uanto ao de"endente1 a= "ensão vitalícia e tem"or+ria4 . <2ncluído "ela Lei nV 1:..s bene#ícios serão concedidos nos termos e condi$%es de#inidos em regulamento observadas as dis"osi$%es desta Lei. . 1@. <2ncluído "ela Lei nV 1:.&::(= 7 . Plano de Seguridade Social visa a dar cobertura aos riscos a !ue estão su)eitos o servidor e sua #amília e com"reende um con)unto de bene#ícios e a$%es !ue atendam Is seguintes #inalidades1 2 3 garantir meios de subsist8ncia nos eventos de doen$a invalide* velCice acidente em servi$o inatividade #alecimento e reclusão4 22 3 "rote$ão I maternidade I ado$ão e I "aternidade4 222 3 assist8ncia I saúde.

1@>.#!+o I Da 6po #nta.: da Constitui$ão= 2 3 "or invalide* "ermanente sendo os "roventos integrais !uando decorrente de acidente em servi$o mol'stia "ro#issional ou doen$a grave contagiosa ou incur+vel es"eci#icada em lei e "ro"orcionais nos demais casos4 22 3 com"ulsoriamente aos setenta anos de idade com "roventos "ro"orcionais ao tem"o de servi$o4 222 3 voluntariamente1 a= aos (0 <trinta e cinco= anos de servi$o se Comem e aos (: <trinta= se mulCer com "roventos integrais4 b= aos (: <trinta= anos de e#etivo e6ercício em #un$%es de magist'rio se "ro#essor e &0 <vinte e cinco= se "ro#essora com "roventos integrais4 c= aos (: <trinta= anos de servi$o se Comem e aos &0 <vinte e cinco= se mulCer com "roventos "ro"orcionais a esse tem"o4 d= aos >0 <sessenta e cinco= anos de idade se Comem e aos >: <sessenta= se mulCer com "roventos "ro"orcionais ao tem"o de servi$o.. 7 1o As a"osentadorias e "ens%es serão concedidas e mantidas "elos -rgãos ou entidades aos !uais se encontram vinculados os servidores observado o dis"osto nos arts. 7 &o . 1@B e &&. 7 1o Consideram3se doen$as graves contagiosas ou incur+veis a !ue se re#ere o inciso 2 deste artigo tuberculose ativa aliena$ão mental esclerose múlti"la neo"lasia maligna cegueira "osterior ao ingresso no servi$o "úblico Canseníase cardio"atia grave doen$a de ParXinson "aralisia irreversível e inca"acitante es"ondiloartrose an!uilosante ne#ro"atia grave estados avan$ados do mal de Paget <osteíte de#ormante= . . . Capítulo II Do B#n#2ício . servidor ser+ a"osentado1 <5ide art. recebimento indevido de bene#ícios Cavidos "or #raude dolo ou m+3#' im"licar+ devolu$ão ao er+rio do total au#erido sem "re)uí*o da a$ão "enal cabível.b= au6ílio3#uneral4 c= au6ílio3reclusão4 d= assist8ncia I saúde.o%ia Art.

<vinte e !uatro= meses.1 de &::@= 7 .Síndrome de 2munode#ici8ncia Ad!uirida 3 A2ES e outras !ue a lei indicar com base na medicina es"eciali*ada. 1@B.1&. 7 (o . <2ncluído "ela Lei nV 11. 7 .. la"so de tem"o com"reendido entre o t'rmino da licen$a e a "ublica$ão do ato da a"osentadoria ser+ considerado como de "rorroga$ão da licen$a. <2ncluído "ela Nedida Provis-ria nV . 1@?. 7 &o Fos casos de e6ercício de atividades consideradas insalubres ou "erigosas bem como nas Ci"-teses "revistas no art. &. <2ncluído "ela Lei nV B. Art. . "rovento da a"osentadoria ser+ calculado com observLncia do dis"osto no 7 (o do art. .o Para os #ins do dis"osto no 7 1o serão consideradas a"enas as licen$as motivadas "ela en#ermidade ense)adora da invalide* ou doen$as correlacionadas.B:? de &::B= Art..0&? de 1:. .o Para os #ins do dis"osto no 7 1o deste artigo serão consideradas a"enas as licen$as motivadas "ela en#ermidade ense)adora da invalide* ou doen$as correlacionadas.1 de &::@= 7 0o A crit'rio da Administra$ão o servidor em licen$a "ara tratamento de saúde ou a"osentado "or invalide* "oder+ ser convocado a !ual!uer momento "ara avalia$ão das condi$%es !ue ense)aram o a#astamento ou a a"osentadoria.B:? de &::B= 7 0o A crit'rio da Administra$ão o servidor em licen$a "ara tratamento de saúde ou a"osentado "or invalide* "oder+ ser convocado a !ual!uer momento "ara avalia$ão das condi$%es !ue ense)aram o a#astamento ou a a"osentadoria.1 e revisto na mesma data e "ro"or$ão sem"re !ue se modi#icar a remunera$ão dos servidores em atividade.. <2ncluído "ela Nedida Provis-ria nV . 7 &o E6"irado o "eríodo de licen$a e não estando em condi$%es de reassumir o cargo ou de ser reada"tado o servidor ser+ a"osentado.B?= Art. ?1 a a"osentadoria de !ue trata o inciso 222 GaG e GcG observar+ o dis"osto em lei es"ecí#ica. A a"osentadoria volunt+ria ou "or invalide* vigorar+ a "artir da data da "ublica$ão do res"ectivo ato. 7 1o A a"osentadoria "or invalide* ser+ "recedida de licen$a "ara tratamento de saúde "or "eríodo não e6cedente a &. 1@@. 7 (o Fa Ci"-tese do inciso 2 o servidor ser+ submetido I )unta m'dica o#icial !ue atestar+ a invalide* !uando caracteri*ada a inca"acidade "ara o desem"enCo das atribui$%es do cargo ou a im"ossibilidade de se a"licar o dis"osto no art. A a"osentadoria com"uls-ria ser+ autom+tica e declarada "or ato com vig8ncia a "artir do dia imediato I!uele em !ue o servidor atingir a idade3limite de "erman8ncia no servi$o ativo. <2ncluído "ela Lei nV 11.

<5etado=. 1B(. servidor a"osentado com "rovento "ro"orcional ao tem"o de servi$o se acometido de !ual!uer das mol'stias es"eci#icadas no art. servidor !ue tiver e6ercido #un$ão de dire$ão cCe#ia assessoramento assist8ncia ou cargo em comissão "or "eríodo de 0 <cinco= anos consecutivos ou 1: <de*= anos inter"olados "oder+ a"osentar3se com a grati#ica$ão da #un$ão ou remunera$ão do cargo em comissão de maior valor desde !ue e6ercido "or um "eríodo mínimo de & <dois= anos.. 1B:.Par+gra#o único.0&? de 1:.0&? de 1:.1&.B:? de &::B= Art. 1@> e "or este motivo #or considerado inv+lido "or )unta m'dica o#icial "assar+ a "erceber "rovento integral calculado com base no #undamento legal de concessão da a"osentadoria. <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B.B?= . .0&? de 1:. 1B&. 1B1.0&? de 1:.B?= 2 3 com a remunera$ão do "adrão de classe imediatamente su"erior I!uela em !ue se encontra "osicionado4 <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B. 1B&. . . servidor !ue contar tem"o de servi$o "ara a"osentadoria com "rovento integral ser+ a"osentado1 <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B. 1@> 7 1o "assar+ a "erceber "rovento integral. >& ressalvado o direito de o"$ão. 1B:. São estendidos aos inativos !uais!uer bene#ícios ou vantagens "osteriormente concedidas aos servidores em atividade inclusive !uando decorrentes de trans#orma$ão ou reclassi#ica$ão do cargo ou #un$ão em !ue se deu a a"osentadoria. Art. <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B. <Reda$ão dada "ela Lei nV 11.1&.1&.0&? de 1:.1&. Puando "ro"orcional ao tem"o de servi$o o "rovento não ser+ in#erior a 1S( <um ter$o= da remunera$ão da atividade.B?= 22 3 !uando ocu"ante da última classe da carreira com a remunera$ão do "adrão corres"ondente acrescida da di#eren$a entre esse e o "adrão da classe imediatamente anterior. <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B. Art. Art.1 de &::@= Art. servidor a"osentado com "rovento "ro"orcional ao tem"o de servi$o se acometido de !ual!uer das mol'stias es"eci#icadas no 7 1o do art. 1@> desta Lei e "or esse motivo #or considerado inv+lido "or )unta m'dica o#icial "assar+ a "erceber "rovento integral calculado com base no #undamento legal de concessão da a"osentadoria.B?= Art.1&. <5etado=. <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B.B?= 7 &U A a"lica$ão do dis"osto neste artigo e6clui as vantagens "revistas no art. .B?= 7 1U Puando o e6ercício da #un$ão ou cargo em comissão de maior valor não corres"onder ao "eríodo de & <dois= anos ser+ incor"orada a grati#ica$ão ou remunera$ão da #un$ão ou cargo em comissão imediatamente in#erior dentre os e6ercidos. 1B& bem como a incor"ora$ão de !ue trata o art. 1B:. <Reda$ão dada "ela Nedida Provis-ria nV . Art. 1B(. .0&? de 1:. Art.1&. servidor a"osentado com "rovento "ro"orcional ao tem"o de servi$o se acometido de !ual!uer das mol'stias es"eci#icadas no 7 1o do art.

#!+o II Do 6u1ílio@Natali. . Ao e63combatente !ue tenCa e#etivamente "artici"ado de o"era$%es b'licas durante a Segunda Juerra Nundial nos termos da Lei nV 0. 1B. . <cin!Oenta "or cento= "or nascituro. Art. Par+gra#o único.#!+o III Do . Art. au6ílio3natalidade ' devido I servidora "or motivo de nascimento de #ilCo em !uantia e!uivalente ao menor vencimento do servi$o "úblico inclusive no caso de natimorto. 7 &o . Fão se con#igura a de"end8ncia econHmica !uando o bene#ici+rio do sal+rio3#amília "erceber rendimento do trabalCo ou de !ual!uer outra #onte inclusive "ensão ou "rovento da a"osentadoria em valor igual ou su"erior ao sal+rio3mínimo.# Art.Art. . Consideram3se de"endentes econHmicos "ara e#eito de "erce"$ão do sal+rio3#amília1 2 3 o cHn)uge ou com"anCeiro e os #ilCos inclusive os enteados at' &1 <vinte e um= anos de idade ou se estudante at' &.. Art. 1B?. 1B@. 7 1o Fa Ci"-tese de "arto múlti"lo o valor ser+ acrescido de 0:. 1B0.(10 de 1& de setembro de 1B>? ser+ concedida a"osentadoria com "rovento integral aos &0 <vinte e cinco= anos de servi$o e#etivo. 1BB. <vinte e !uatro= anos ou se inv+lido de !ual!uer idade4 22 3 o menor de &1 <vinte e um= anos !ue mediante autori*a$ão )udicial viver na com"anCia e Is e6"ensas do servidor ou do inativo4 222 3 a mãe e o "ai sem economia "r-"ria. . sal+rio3#amília ' devido ao servidor ativo ou ao inativo "or de"endente econHmico. au6ílio ser+ "ago ao cHn)uge ou com"anCeiro servidor "úblico !uando a "arturiente não #or servidora.al9%io@:a&ília Art. . 1B>. Ao servidor a"osentado ser+ "aga a grati#ica$ão natalina at' o dia vinte do m8s de de*embro em valor e!uivalente ao res"ectivo "rovento dedu*ido o adiantamento recebido.a. Puando o "ai e mãe #orem servidores "úblicos e viverem em comum o sal+rio3#amília ser+ "ago a um deles4 !uando se"arados ser+ "ago a um e outro de acordo com a distribui$ão dos de"endentes.

"rodu*ir+ e#eitos de"ois de Comologado "elo setor m'dico do res"ectivo -rgão ou entidade. A licen$a de !ue trata o art.# Art. &:& desta Lei ser+ concedida com base em "erícia o#icial. Art. &:(. &:& ser+ concedida com base em "erícia o#icial. . &::.0&? de 1:.1&. servidor !ue durante o mesmo e6ercício atingir o limite de trinta dias de licen$a "ara tratamento de saúde consecutivos ou não "ara a concessão de nova licen$a inde"endentemente do "ra*o de sua dura$ão ser+ submetido a ins"e$ão "or )unta m'dica o#icial.Par+gra#o único. Art.0&? de 1:. <Reda$ão dada "ela Lei nV 11. Ao "ai e I mãe e!ui"aram3se o "adrasto a madrasta e na #alta destes os re"resentantes legais dos inca"a*es. &:(.1 de &::@= 7 .1&.#!+o I( Da Lic#n!a pa%a T%ata&#nto . Art.1 de &::@= Art. <2ncluído "ela Lei nV B. Para licen$a at' (: <trinta= dias a ins"e$ão ser+ #eita "or m'dico do setor de assist8ncia do -rgão de "essoal e se "or "ra*o su"erior "or )unta m'dica o#icial. Art.o A licen$a !ue e6ceder o "ra*o de cento e vinte dias no "eríodo de do*e meses . &(: ser+ aceito atestado "assado "or m'dico "articular. <Reda$ão dada "ela Nedida Provis-ria nV .# . <Reda$ão dada "ela Lei nV B. 7 (U Fo caso do "ar+gra#o anterior o atestado s. .B:? de &::B= 7 1o Sem"re !ue necess+rio a ins"e$ão m'dica ser+ reali*ada na resid8ncia do servidor ou no estabelecimento Cos"italar onde se encontrar internado. 7 &o 2ne6istindo m'dico no -rgão ou entidade no local onde se encontra ou tenCa e6ercício em car+ter "ermanente o servidor e não se con#igurando as Ci"-teses "revistas nos "ar+gra#os do art. &:(.B?= 7 (o Fo caso do "ar+gra#o anterior o atestado somente "rodu*ir+ e#eitos de"ois de Comologado "elo setor m'dico do res"ectivo -rgão ou entidade ou "elas autoridades ou "essoas de !ue tratam os "ar+gra#os do art. sal+rio3#amília não est+ su)eito a !ual!uer tributo nem servir+ de base "ara !ual!uer contribui$ão inclusive "ara a Previd8ncia Social.. <Reda$ão dada "ela Lei nV B. &(:. <Reda$ão dada "ela Nedida Provis-ria nV .B?= 7 .o .1&.. 7 &U 2ne6istindo m'dico do -rgão ou entidade no local onde se encontra o servidor ser+ aceito atestado "assado "or m'dico "articular. . &:&.0&? de 1:.B?= 7 (o Fo caso do 7 &o o atestado somente "rodu*ir+ e#eitos de"ois de rece"cionado "ela unidade de recursos Cumanos do -rgão ou entidade. Ser+ concedida ao servidor licen$a "ara tratamento de saúde a "edido ou de o#ício com base em "erícia m'dica sem "re)uí*o da remunera$ão a !ue #i*er )us. A licen$a de !ue trata o art.a0. &:1. a#astamento do cargo e#etivo sem remunera$ão não acarreta a sus"ensão do "agamento do sal+rio3#amília.

.. <Reda$ão dada "ela Lei nV 11.. Art.a. &:.1 de &::@= 7 0o A "erícia o#icial "ara concessão da licen$a de !ue trata o ca"ut deste artigo bem como nos demais casos de "erícia o#icial "revistos nesta lei ser+ e#etuada "or cirurgi%es3dentistas nas Ci"-teses em !ue abranger o cam"o de atua$ão da odontologia. &:.o A licen$a !ue e6ceder o "ra*o de 1&: <cento e vinte= dias no "eríodo de 1& <do*e= meses a contar do "rimeiro dia de a#astamento ser+ concedida mediante avalia$ão "or )unta m'dica o#icial. Art.. Dindo o "ra*o da licen$a o servidor ser+ submetido a nova ins"e$ão m'dica !ue concluir+ "ela volta ao servi$o "ela "rorroga$ão da licen$a ou "ela a"osentadoria.B:? de &::B= 7 0o A "erícia o#icial "ara concessão da licen$a de !ue trata o ca"ut deste artigo bem como nos demais casos de "erícia o#icial "revistos nesta Lei ser+ e#etuada "or cirurgi%es3dentistas nas Ci"-teses em !ue abranger o cam"o de atua$ão da odontologia. A licen$a "ara tratamento de saúde in#erior a 10 <!uin*e= dias dentro de 1 <um= ano "oder+ ser dis"ensada de "erícia o#icial na #orma de#inida em regulamento..1 de &::@= Art.otant# # .a contar do "rimeiro dia de a#astamento ser+ concedida mediante avalia$ão "or )unta m'dica o#icial. <2ncluído "ela Nedida Provis-ria nV . servidor ser+ submetido a e6ames m'dicos "eri-dicos nos termos e condi$%es de#inidos em regulamento. servidor !ue a"resentar indícios de les%es orgLnicas ou #uncionais ser+ submetido a ins"e$ão m'dica. <Reda$ão dada "ela Lei nV 11. &:>. <Reda$ão dada "ela Nedida Provis-ria nV . 1@> 7 1o.# . C 6. &:. &:>3A. &:>3A. A licen$a "ara tratamento de saúde in#erior a !uin*e dias dentro de um ano "oder+ ser dis"ensada de "erícia o#icial na #orma de#inida em regulamento. Art. &:0. <Reda$ão dada "ela Nedida Provis-ria nV .. <2ncluído "ela Lei nV 11. .1 de &::@= 7 (o Fo caso do 7 &o deste artigo o atestado somente "rodu*ir+ e#eitos de"ois de rece"cionado "ela unidade de recursos Cumanos do -rgão ou entidade. servidor ser+ submetido a e6ames m'dicos "eri-dicos nos termos e condi$%es de#inidos em regulamento..B:? de &::B= <Regulamento=.B:? de &::B= Art. .. .B:? de &::B= 7 . <Reda$ão dada "ela Lei nV 11.#!+o ( Da Lic#n!a C /# tant#.B:? de &::B= Art. <2ncluído "ela Lei nV 11. atestado e o laudo da )unta m'dica não se re#erirão ao nome ou nature*a da doen$a salvo !uando se tratar de les%es "rodu*idas "or acidente em servi$o doen$a "ro#issional ou !ual!uer das doen$as es"eci#icadas no art. .1 de &::@= Art.a Lic#n!a@$at#%ni. <2ncluído "ela Nedida Provis-ria nV .

Ser+ concedida licen$a I servidora gestante "or 1&: <cento e vinte= dias consecutivos sem "re)uí*o da remunera$ão. Fo caso de ado$ão ou guarda )udicial de crian$a com mais de 1 <um= ano de idade o "ra*o de !ue trata este artigo ser+ de (: <trinta= dias. servidor acidentado em servi$o !ue necessite de tratamento es"eciali*ado "oder+ ser tratado em institui$ão "rivada I conta de recursos "úblicos. . Pelo nascimento ou ado$ão de #ilCos o servidor ter+ direito I licen$a3 "aternidade de 0 <cinco= dias consecutivos.Art. . Art. 9 servidora !ue adotar ou obtiver guarda )udicial de crian$a at' 1 <um= ano de idade serão concedidos B: <noventa= dias de licen$a remunerada. Art.>B: de &::@= 7 1o A licen$a "oder+ ter início no "rimeiro dia do nono m8s de gesta$ão salvo anteci"a$ão "or "rescri$ão m'dica. Con#igura acidente em servi$o o dano #ísico ou mental so#rido "elo servidor !ue se relacione mediata ou imediatamente com as atribui$%es do cargo e6ercido.#%'i!o Art. 7 (o Fo caso de natimorto decorridos (: <trinta= dias do evento a servidora ser+ submetida a e6ame m'dico e se )ulgada a"ta reassumir+ o e6ercício. &:@. <5ide Eecreto nV >.#nt# #& . Para amamentar o "r-"rio #ilCo at' a idade de seis meses a servidora lactante ter+ direito durante a )ornada de trabalCo a uma Cora de descanso !ue "oder+ ser "arcelada em dois "eríodos de meia Cora. Par+gra#o único.#!+o (I Da Lic#n!a po% 6ci. &1&. E!ui"ara3se ao acidente em servi$o o dano1 2 3 decorrente de agressão so#rida e não "rovocada "elo servidor no e6ercício do cargo4 22 3 so#rido no "ercurso da resid8ncia "ara o trabalCo e vice3versa. Art. &11. &:?.o Fo caso de aborto atestado "or m'dico o#icial a servidora ter+ direito a (: <trinta= dias de re"ouso remunerado.>B1 de &::@= Par+gra#o único. &1:. 7 &o Fo caso de nascimento "rematuro a licen$a ter+ início a "artir do "arto. &:B. <5ide Eecreto nV >. &1(. Ser+ licenciado com remunera$ão integral o servidor acidentado em servi$o. Art. Art. 7 . .

Art. &1>. &10.#!+o (II Da $#n +o Art.Par+gra#o único. tratamento recomendado "or )unta m'dica o#icial constitui medida de e6ce$ão e somente ser+ admissível !uando ine6istirem meios e recursos ade!uados em institui$ão "ública. A "rova do acidente ser+ #eita no "ra*o de 1: <de*= dias "rorrog+vel !uando as circunstLncias o e6igirem. São bene#ici+rios das "ens%es1 2 3 vitalícia1 a= o cHn)uge4 b= a "essoa des!uitada se"arada )udicialmente ou divorciada com "erce"$ão de "ensão alimentícia4 c= o com"anCeiro ou com"anCeira designado !ue com"rove união est+vel como entidade #amiliar4 d= a mãe e o "ai !ue com"rovem de"end8ncia econHmica do servidor4 e= a "essoa designada maior de >: <sessenta= anos e a "essoa "ortadora de de#ici8ncia !ue vivam sob a de"end8ncia econHmica do servidor4 22 3 tem"or+ria1 a= os #ilCos ou enteados at' &1 <vinte e um= anos de idade ou se inv+lidos en!uanto durar a invalide*4 b= o menor sob guarda ou tutela at' &1 <vinte e um= anos de idade4 c= o irmão -r#ão at' &1 <vinte e um= anos e o inv+lido en!uanto durar a invalide* !ue com"rovem de"end8ncia econHmica do servidor4 . As "ens%es distinguem3se !uanto I nature*a em vitalícias e tem"or+rias.. . Art. 7 1o A "ensão vitalícia ' com"osta de cota ou cotas "ermanentes !ue somente se e6tinguem ou revertem com a morte de seus bene#ici+rios. Art. Por morte do servidor os de"endentes #a*em )us a uma "ensão mensal de valor corres"ondente ao da res"ectiva remunera$ão ou "rovento a "artir da data do -bito observado o limite estabelecido no art. . &1. &1?. .&. 7 &o A "ensão tem"or+ria ' com"osta de cota ou cotas !ue "odem se e6tinguir ou reverter "or motivo de morte cessa$ão de invalide* ou maioridade do bene#ici+rio.

Ser+ concedida "ensão "rovis-ria "or morte "resumida do servidor nos seguintes casos1 2 3 declara$ão de aus8ncia "ela autoridade )udici+ria com"etente4 22 3 desa"arecimento em desabamento inunda$ão inc8ndio ou acidente não caracteri*ado como em servi$o4 222 3 desa"arecimento no desem"enCo das atribui$%es do cargo ou em missão de seguran$a. &1B. Art. &&:. Art. 7 &o A concessão da "ensão tem"or+ria aos bene#ici+rios de !ue tratam as alíneas GaG e GbG do inciso 22 deste artigo e6clui desse direito os demais bene#ici+rios re#eridos nas alíneas GcG e GdG. Art.correndo Cabilita$ão somente I "ensão tem"or+ria o valor integral da "ensão ser+ rateado em "artes iguais entre os !ue se Cabilitarem. Concedida a "ensão !ual!uer "rova "osterior ou Cabilita$ão tardia !ue im"li!ue e6clusão de bene#ici+rio ou redu$ão de "ensão s. . A "ensão ser+ concedida integralmente ao titular da "ensão vitalícia e6ceto se e6istirem bene#ici+rios da "ensão tem"or+ria. Par+gra#o único.correndo Cabilita$ão de v+rios titulares I "ensão vitalícia o seu valor ser+ distribuído em "artes iguais entre os bene#ici+rios Cabilitados. A "ensão "oder+ ser re!uerida a !ual!uer tem"o "rescrevendo tão3 somente as "resta$%es e6igíveis C+ mais de 0 <cinco= anos. A "ensão "rovis-ria ser+ trans#ormada em vitalícia ou tem"or+ria con#orme o caso decorridos 0 <cinco= anos de sua vig8ncia ressalvado o eventual rea"arecimento do servidor Ci"-tese em !ue o bene#ício ser+ automaticamente cancelado. 7 1o A concessão de "ensão vitalícia aos bene#ici+rios de !ue tratam as alíneas GaG e GcG do inciso 2 deste artigo e6clui desse direito os demais bene#ici+rios re#eridos nas alíneas GdG e GeG. Art. Fão #a* )us I "ensão o bene#ici+rio condenado "ela "r+tica de crime doloso de !ue tenCa resultado a morte do servidor. Par+gra#o único.d= a "essoa designada !ue viva na de"end8ncia econHmica do servidor at' &1 <vinte e um= anos ou se inv+lida en!uanto durar a invalide*. 7 1o . 7 (o .correndo Cabilita$ão Is "ens%es vitalícia e tem"or+ria metade do valor caber+ ao titular ou titulares da "ensão vitalícia sendo a outra metade rateada em "artes iguais entre os titulares da "ensão tem"or+ria. &1@. &&1. 7 &o ."rodu*ir+ e#eitos a "artir da data em !ue #or o#erecida.

&&(. .Art. Acarreta "erda da !ualidade de bene#ici+rio1 2 3 o seu #alecimento4 22 3 a anula$ão do casamento !uando a decisão ocorrer a"-s a concessão da "ensão ao cHn)uge4 222 3 a cessa$ão de invalide* em se tratando de bene#ici+rio inv+lido4 25 3 a maioridade de #ilCo irmão -r#ão ou "essoa designada aos &1 <vinte e um= anos de idade4 5 3 a acumula$ão de "ensão na #orma do art. <2ncluído "ela Lei nV 11. au6ílio3#uneral ' devido I #amília do servidor #alecido na atividade ou a"osentado em valor e!uivalente a um m8s da remunera$ão ou "rovento. Art. &&0. . <2ncluído "ela Nedida Provis-ria nV . . Par+gra#o único.1 de &::@= Par+gra#o único. A crit'rio da Administra$ão o bene#ici+rio de "ensão tem"or+ria motivada "or invalide* "oder+ ser convocado a !ual!uer momento "ara avalia$ão das condi$%es !ue ense)aram a concessão do bene#ício. &&&. Por morte ou "erda da !ualidade de bene#ici+rio a res"ectiva cota reverter+1 2 3 da "ensão vitalícia "ara os remanescentes desta "ensão ou "ara os titulares da "ensão tem"or+ria se não Couver "ensionista remanescente da "ensão vitalícia4 22 3 da "ensão tem"or+ria "ara os co3bene#ici+rios ou na #alta destes "ara o bene#ici+rio da "ensão vitalícia. &&. &&04 52 3 a renúncia e6"ressa. &&>. 1@B. Ressalvado o direito de o"$ão ' vedada a "erce"$ão cumulativa de mais de duas "ens%es. As "ens%es serão automaticamente atuali*adas na mesma data e na mesma "ro"or$ão dos rea)ustes dos vencimentos dos servidores a"licando3se o dis"osto no "ar+gra#o único do art. Art..B:? de &::B= Art. A crit'rio da Administra$ão o bene#ici+rio de "ensão tem"or+ria motivada "or invalide* "oder+ ser convocado a !ual!uer momento "ara avalia$ão das condi$%es !ue ense)aram a concessão do bene#ício..#!+o (III Do 6u1ílio@:un#%al Art.

7 &o <5EKAE.# Art. .1&. Art. Se o #uneral #or custeado "or terceiro este ser+ indeni*ado observado o dis"osto no artigo anterior. 7 1o Fos casos "revistos no inciso 2 deste artigo o servidor ter+ direito I integrali*a$ão da remunera$ão desde !ue absolvido.7 1o Fo caso de acumula$ão legal de cargos o au6ílio ser+ "ago somente em ra*ão do cargo de maior remunera$ão. 7 (o . au6ílio ser+ "ago no "ra*o de . Art. A assist8ncia I saúde do servidor ativo ou inativo e de sua #amília com"reende assist8ncia m'dica Cos"italar odontol-gica "sicol-gica e #armac8utica "restada "elo Sistema Ynico de Saúde ou diretamente "elo -rgão ou entidade ao !ual estiver vinculado o servidor ou ainda mediante conv8nio na #orma estabelecida em regulamento.=.0&? de 1:. "agamento do au6ílio3reclusão cessar+ a "artir do dia imediato I!uele em !ue o servidor #or "osto em liberdade ainda !ue condicional.@ <!uarenta e oito= Coras "or meio de "rocedimento sumaríssimo I "essoa da #amília !ue Couver custeado o #uneral. A assist8ncia I saúde do servidor ativo ou inativo e de sua #amília com"reende assist8ncia m'dica Cos"italar odontol-gica "sicol-gica e #armac8utica "restada "elo Sistema Ynico de Saúde 3 SUS ou diretamente "elo -rgão ou entidade ao !ual estiver vinculado o servidor ou ainda mediante conv8nio ou contrato na #orma estabelecida em regulamento. 7 &o . &(:. Capítulo III Da 6 i t3ncia C . Em caso de #alecimento de servidor em servi$o #ora do local de trabalCo inclusive no e6terior as des"esas de trans"orte do cor"o correrão I conta de recursos da União autar!uia ou #unda$ão "ública. &&B. <Reda$ão dada "ela Lei nV B.a0. &&@. &(:. Art.B?= <Regulamento= .#!+o I4 Do 6u1ílio@*#clu +o Art. &&?. 9 #amília do servidor ativo ' devido o au6ílio3reclusão nos seguintes valores1 2 3 dois ter$os da remunera$ão !uando a#astado "or motivo de "risão em #lagrante ou "reventiva determinada "ela autoridade com"etente en!uanto "erdurar a "risão4 22 3 metade da remunera$ão durante o a#astamento em virtude de condena$ão "or senten$a de#initiva a "ena !ue não determine a "erda de cargo.

<2ncluído "ela Lei nV B.1&. <2ncluído "ela Lei nV B.(:& de &::>= 22 3 contratar mediante licita$ão na #orma da Lei no @.(:& de &::>= .(:& de &::>= 7 .Art. &(:.>>> de &1 de )unCo de 1BB( o"eradoras de "lanos e seguros "rivados de assist8ncia I saúde !ue "ossuam autori*a$ão de #uncionamento do -rgão regulador4 <2ncluído "ela Lei nV 11.(:& de &::>= 2 3 celebrar conv8nios e6clusivamente "ara a "resta$ão de servi$os de assist8ncia I saúde "ara os seus servidores ou em"regados ativos a"osentados "ensionistas bem como "ara seus res"ectivos gru"os #amiliares de#inidos com entidades de autogestão "or elas "atrocinadas "or meio de instrumentos )urídicos e#etivamente celebrados e "ublicados at' 1& de #evereiro de &::> e !ue "ossuam autori*a$ão de #uncionamento do -rgão regulador sendo certo !ue os conv8nios celebrados de"ois dessa data somente "oderão s83lo na #orma da regulamenta$ão es"ecí#ica sobre "atrocínio de autogest%es a ser "ublicada "elo mesmo -rgão regulador no "ra*o de 1@: <cento e oitenta= dias da vig8ncia desta Lei normas essas tamb'm a"lic+veis aos conv8nios e6istentes at' 1& de #evereiro de &::>4 <2ncluído "ela Lei nV 11.(:& de &::>= 222 3 <5EKAE. <2ncluído "ela Lei nV 11.(:& de &::>= 7 1o Fas Ci"-teses "revistas nesta Lei em !ue se)a e6igida "erícia avalia$ão ou ins"e$ão m'dica na aus8ncia de m'dico ou )unta m'dica o#icial "ara a sua reali*a$ão o -rgão ou entidade celebrar+ "re#erencialmente conv8nio com unidades de atendimento do sistema "úblico de saúde entidades sem #ins lucrativos declaradas de utilidade "ública ou com o 2nstituto Facional do Seguro Social 3 2FSS.= <2ncluído "ela Lei nV 11.1&.0&? de 1:. valor do ressarcimento #ica limitado ao total des"endido "elo servidor ou "ensionista civil com "lano ou seguro "rivado de assist8ncia I saúde.B?= 7 (o Para os #ins do dis"osto no ca"ut deste artigo #icam a União e suas entidades aut+r!uicas e #undacionais autori*adas a1 <2ncluído "ela Lei nV 11.B?= 7 &o Fa im"ossibilidade devidamente )usti#icada da a"lica$ão do dis"osto no "ar+gra#o anterior o -rgão ou entidade "romover+ a contrata$ão da "resta$ão de servi$os "or "essoa )urídica !ue constituir+ )unta m'dica es"eci#icamente "ara esses #ins indicando os nomes e es"ecialidades dos seus integrantes com a com"rova$ão de suas Cabilita$%es e de !ue não este)am res"ondendo a "rocesso disci"linar )unto I entidade #iscali*adora da "ro#issão. A assist8ncia I saúde do servidor ativo ou inativo e de sua #amília com"reende assist8ncia m'dica Cos"italar odontol-gica "sicol-gica e #armac8utica ter+ como diretri* b+sica o im"lemento de a$%es "reventivas voltadas "ara a "romo$ão da saúde e ser+ "restada "elo Sistema Ynico de Saúde M SUS diretamente "elo -rgão ou entidade ao !ual estiver vinculado o servidor ou mediante conv8nio ou contrato ou ainda na #orma de au6ílio mediante ressarcimento "arcial do valor des"endido "elo servidor ativo ou inativo e seus de"endentes ou "ensionistas com "lanos ou seguros "rivados de assist8ncia I saúde na #orma estabelecida em regulamento.= <2ncluído "ela Lei nV 11.o <5EKAE.(:& de &::>= 7 0o . <Reda$ão dada "ela Lei nV 11.0&? de 1:.

Plano de Seguridade Social do servidor ser+ custeado com o "roduto da arrecada$ão de contribui$%es sociais obrigat-rias dos servidores ativos dos Poderes da União das autar!uias e das #unda$%es "úblicas.# E1c#pcional Int#%# # $0-lico Art.>@@ de 1BB(= Art.B(= Art. custeio da a"osentadoria ' de res"onsabilidade integral do Kesouro Facional. &((.>(: de 1BB@= 7 &V . Para atender a necessidades tem"or+rias de e6ce"cional interesse "úblico "oderão ser e#etuadas contrata$%es de "essoal "or tem"o determinado mediante contrato de loca$ão de servi$os. <Revogado "ela Lei nV @.?@( de &@. 7 &U .>(: de 1BB@= 7 1V A contribui$ão do servidor di#erenciada em #un$ão da remunera$ão mensal bem como dos -rgãos e entidades ser+ #i6ada em lei. &(1. &(&. 7 1U A contribui$ão do servidor di#erenciada em #un$ão da remunera$ão mensal bem como dos -rgãos e entidades ser+ #i6ada em lei. custeio das a"osentadorias e "ens%es ' de res"onsabilidade da União e de seus servidores. . custeio das a"osentadorias e "ens%es ' de res"onsabilidade da União e de seus servidores.0 de B. 7 (U .Capítulo I( Do Cu t#io Art. <Reda$ão dada "ela Lei nV @.1&. 7 1U As contrata$%es de !ue trata este artigo terão dota$ão es"ecí#ica e obedecerão aos seguintes "ra*os1 2 3 nas Ci"-teses dos incisos 2 222 e 52 seis meses4 22 3 na Ci"-tese do inciso 22 do*e meses4 222 3 nas Ci"-teses dos incisos 25 e 5 at' !uarenta e oito meses. Plano de Seguridade Social do servidor ser+ custeado com o "roduto da arrecada$ão de contribui$%es sociais obrigat-rias dos servidores dos tr8s Poderes da União das autar!uias e das #unda$%es "úblicas. <Reda$ão dada "ela Lei nV B. <Reda$ão dada "ela Lei nV B. Consideram3se como de necessidade tem"or+ria de e6ce"cional interesse "úblico as contrata$%es !ue visem a1 2 3 combater surtos e"id8micos4 22 3 #a*er recenseamento4 222 3 atender a situa$%es de calamidade "ública4 25 3 substituir "ro#essor ou admitir "ro#essor visitante inclusive estrangeiro4 5 3 "ermitir a e6ecu$ão de servi$o "or "ro#issional de not-ria es"eciali*a$ão inclusive estrangeiro nas +reas de "es!uisa cientí#ica e tecnol-gica4 52 3 atender a outras situa$%es de urg8ncia !ue vierem a ser de#inidas em lei.s "ra*os de !ue trata o "ar+gra#o anterior são im"rorrog+veis.:1. 7 &U <5etado=.>(: de 1BB@= <Revogado "ela Lei nV B. <Reda$ão dada "ela Lei nV B. recrutamento ser+ #eito mediante "rocesso seletivo sim"li#icado su)eito a . 7 &V .?. . <Nantido "elo Congresso Facional= 7 &V .BB= Título (II Capítulo Único Da Cont%ata!+o T#&po%9%ia . &(1.

am"la divulga$ão em )ornal de grande circula$ão e6ceto nas Ci"-teses dos incisos 222 e 52. e= <5etado=. &(. <Revogado "ela Lei nV @. &(0. Art. .. <Revogado "ela Lei nV @. <Revogado "ela Lei nV @.B(= Título (III Capítulo Único Da Di po i!"# /#%ai Art. &(>. &. Art. &(@. Fas contrata$%es "or tem"o determinado serão observados os "adr%es de vencimentos dos "lanos de carreira do -rgão ou entidade contratante e6ceto na Ci"-tese do inciso 5 do art.s "ra*os "revistos nesta Lei serão contados em dias corridos e6cluindo3se o dia do come$o e incluindo3se o do vencimento #icando "rorrogado "ara o "rimeiro dia útil seguinte o "ra*o vencido em dia em !ue não Ca)a e6"ediente. &(?.?. &(B.:. Art.1&. . Art.?.1&. d= <5etado=.?.B(= Art.1&. Poderão ser instituídos no Lmbito dos Poderes E6ecutivo Legislativo e Judici+rio os seguintes incentivos #uncionais al'm da!ueles )+ "revistos nos res"ectivos "lanos de carreira1 2 3 "r8mios "ela a"resenta$ão de id'ias inventos ou trabalCos !ue #avore$am o aumento de "rodutividade e a redu$ão dos custos o"eracionais4 22 3 concessão de medalCas di"lomas de Conra ao m'rito condecora$ão e elogio.0 de B. Ao servidor "úblico civil ' assegurado nos termos da Constitui$ão Dederal o direito I livre associa$ão sindical e os seguintes direitos entre outros dela decorrentes1 a= de ser re"resentado "elo sindicato inclusive como substituto "rocessual4 b= de inamovibilidade do dirigente sindical at' um ano a"-s o #inal do mandato e6ceto se a "edido4 c= de descontar em #olCa sem Hnus "ara a entidade sindical a !ue #or #iliado o valor das mensalidades e contribui$%es de#inidas em assembl'ia geral da categoria.0 de B. &(( !uando serão observados os valores do mercado de trabalCo. .0 de B. Eia do Servidor Público ser+ comemorado a vinte e oito de outubro. Por motivo de cren$a religiosa ou de convic$ão #ilos-#ica ou "olítica o servidor não "oder+ ser "rivado de !uais!uer dos seus direitos so#rer discrimina$ão em sua vida #uncional nem e6imir3se do cum"rimento de seus deveres.B(= Art. / vedado o desvio de #un$ão de "essoa contratada na #orma deste título bem como sua recontrata$ão sob "ena de nulidade do contrato e res"onsabilidade administrativa e civil da autoridade contratante.

s em"regos dos servidores estrangeiros com estabilidade no servi$o "úblico en!uanto não ad!uirirem a nacionalidade brasileira "assarão a integrar tabela em . E!ui"ara3se ao cHn)uge a com"anCeira ou com"anCeiro !ue com"rove união est+vel como entidade #amiliar. Para os #ins desta Lei considera3se sede o municí"io onde a re"arti$ão estiver instalada e onde o servidor tiver e6ercício em car+ter "ermanente.?11 de &@ de outubro de 1B0& 3 Estatuto dos Duncion+rios Públicos Civis da União ou "ela Consolida$ão das Leis do KrabalCo a"rovada "elo Eecreto3Lei nV 0.0& de 1o de maio de 1B. &. 7 >o .1&.d= de negocia$ão coletiva4 <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B.s em"regos ocu"ados "elos servidores incluídos no regime instituído "or esta Lei #icam trans#ormados em cargos na data de sua "ublica$ão.( e6ceto os contratados "or "ra*o determinado cu)os contratos não "oderão ser "rorrogados a"-s o vencimento do "ra*o de "rorroga$ão.&.B?= Art. &. Título I4 Capítulo Único Da Di po i!"# T%an it?%ia # :inai Art. Consideram3se da #amília do servidor al'm do cHn)uge e #ilCos !uais!uer "essoas !ue vivam Is suas e6"ensas e constem do seu assentamento individual. Art. Dicam submetidos ao regime )urídico instituído "or esta Lei na !ualidade de servidores "úblicos os servidores dos Poderes da União dos e63 Kerrit-rios das autar!uias inclusive as em regime es"ecial e das #unda$%es "úblicas regidos "ela Lei nV 1. 7 (o As Dun$%es de Assessoramento Su"erior 3 DAS e6ercidas "or servidor integrante de !uadro ou tabela de "essoal #icam e6tintas na data da vig8ncia desta Lei.1.. <Nantido "elo Congresso Facional= <Revogado "ela Lei nV B.0&? de 1:.0&? de 1:. 7 &o As #un$%es de con#ian$a e6ercidas "or "essoas não integrantes de tabela "ermanente do -rgão ou entidade onde t8m e6ercício #icam trans#ormadas em cargos em comissão e mantidas en!uanto não #or im"lantado o "lano de cargos dos -rgãos ou entidades na #orma da lei. Par+gra#o único. 7 0o .o <5EKAE.(. 7 . regime )urídico desta Lei ' e6tensivo aos serventu+rios da Justi$a remunerados com recursos da União no !ue couber.1&. &.=. 7 1o .B?= e= de a)ui*amento individual e coletivamente #rente I Justi$a do KrabalCo nos termos da Constitui$ão Dederal.

@? a B:. <Reda$ão dada "ela Lei nV @.0&? de 1:. At' a edi$ão da lei "revista no 7 1o do art.0&? de 1:.?11 de 1B0& ou "or outro di"loma legal #ica trans#ormada em licen$a3"r8mio "or assiduidade na #orma "revista nos arts. Art. Art. &.s cargos vagos em decorr8ncia da a"lica$ão do dis"osto no 7 ?o "oderão ser e6tintos "elo Poder E6ecutivo !uando considerados desnecess+rios. 11> da Lei nV 1. &.s servidores "úblicos de !ue trata o caput deste artigo não am"arados "elo art. &.B?= 7 Bo .1&. servidor !ue )+ tiver satis#eito ou vier a satis#a*er dentro de 1 <um= ano as condi$%es necess+rias "ara a a"osentadoria nos termos do inciso 22 do art. Para e#eito do dis"osto no 7 &U do art.(. Art.1&. <5EKAE. &. <2ncluído "ela Lei nV B. &. A licen$a es"ecial disci"linada "elo art. As "ens%es estatut+rias concedidas at' a vig8ncia desta Lei "assam a ser mantidas "elo -rgão ou entidade de origem do servidor..(. &.@. .>. 1@. &0: <5etado= Art.B?= Art. &. 1B do Ato das Eis"osi$%es Constitucionais Kransit-rias "oderão no interesse da Administra$ão e con#orme crit'rios estabelecidos em regulamento ser e6onerados mediante indeni*a$ão de um m8s de remunera$ão "or ano de e#etivo e6ercício no servi$o "úblico #ederal.s adicionais "or tem"o de servi$o )+ concedidos aos servidores abrangidos "or esta Lei #icam trans#ormados em anu8nio. . Art. do antigo Estatuto dos Duncion+rios Públicos Civis da União Lei nU 1. <2ncluído "ela Lei nV B. &.B.0&? de 1:.1.B1= Art.?11 de &@ de outubro de 1B0& a"osentar3se3+ com a vantagem "revista na!uele dis"ositivo.?. &0:.e6tin$ão do res"ectivo -rgão ou entidade sem "re)uí*o dos direitos inerentes aos "lanos de carreira aos !uais se encontrem vinculados os em"regos. Art. &.1>& de @.. &(1 os servidores abrangidos "or esta Lei contribuirão na #orma e nos "ercentuais atualmente estabelecidos "ara o servidor civil da União con#orme regulamento "r-"rio.=. <Nantido "elo Congresso Facional= .B?= 7 @o Para #ins de incid8ncia do im"osto de renda na #onte e na declara$ão de rendimentos serão considerados como indeni*a$%es isentas os "agamentos e#etuados a título de indeni*a$ão "revista no "ar+gra#o anterior. Art.?. Para e#eito do dis"osto no Kítulo 52 desta Lei Caver+ a)uste de contas com a Previd8ncia Social corres"ondente ao "eríodo de contribui$ão "or "arte dos servidores celetistas abrangidos "elo art.0.1&. &(1 Caver+ a)uste de contas com a Previd8ncia Social corres"ondente ao "eríodo de contribui$ão "or "arte dos servidores celetistas abrangidos "elo art. 7 ?o . <2ncluído "ela Lei nV B.

...s "eríodos de licen$a3"r8mio )+ ad!uiridos e não go*ados "elo servidor !ue vier a #alecer serão convertidos em "ecúnia em #avor de seus bene#ici+rios da "ensão... DERFAFE................ &0&......U @......... ... >> da Constitui$ão "romulgo as seguintes "artes da Lei nU @.............. de 1&.... &01..... <Revogado "ela Lei nV B... &0(.........FAL manteve e eu NAUR...EN6DO :EDE*6LD Da$o saber !ue o C.........IDENTE DO . DE 11 DE DEZEMB*O DE 1990 Partes vetadas "elo Presidente da Re"ública e mantidas "elo Congresso Facional do Pro)eto !ue se trans#ormou na Lei n..............11& de 11 de de*embro de 1BB: !ue Gdis"%e sobre o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União das autar!uias e das #unda$%es "úblicas #ederaisG.. @? .. QEFE52EES Presidente do Senado Dederal nos termos do 7 ?U do art.....1BB: e Re"ublicado no E.U...U..LL............0&? de 1:.. En!uanto não #or editada a Lei Com"lementar de !ue trata o art..........112.(................... servidor !ue contar tem"o de servi$o "ara a"osentadoria com "rovento integral ser+ a"osentado1 2 3 com a remunera$ão do "adrão de classe imediatamente su"erior I!uela em !ue se encontra "osicionado4 22 3 !uando ocu"ante da última classe da carreira com a remunera$ão do "adrão corres"ondente acrescida da di#eren$a entre esse e o "adrão da classe imediatamente anterior..... Qrasília 11 de de*embro de 1BB:4 1>Bo da 2nde"end8ncia e 1:&o da Re"ública..........11& de 11 de de*embro de 1BB:1 GArt..... Dicam revogadas a Lei nV 1....Art....?11 de &@ de outubro de 1B0& e res"ectiva legisla$ão com"lementar bem como as demais dis"osi$%es em contr+rio.......... 1B& da Constitui$ão Dederal os servidores do Qanco Central do Qrasil continuarão regidos "ela legisla$ão em vigor I data da "ublica$ão desta lei.....1BB@ LEI Nº 8...... ............... FAC2.....R Jarbas Passarinho Este te6to não substitui o "ublicado no E....... Esta Lei entra em vigor na data de sua "ublica$ão com e#eitos #inanceiros a "artir do "rimeiro dia do m8s subse!Oente.. O $*E.FJRESS...... Art.. 1B&..B?= Art....... de 1@..... C.. 7 &U ......1&... Art.....1&...... 7 1U ......................

...................................?11 de &@ de outubro de 1B0& a"osentar3se3+ com a vantagem "revista na!uele dis"ositivo................................. 1B& bem como a incor"ora$ão de !ue trata o art....... &(1................... Art. &......................................... 7 1U .... .........................Art.......................:.... b= ................................................................. servidor !ue )+ tiver satis#eito ou vier a satis#a*er dentro de 1 <um= ano as condi$%es necess+rias "ara a a"osentadoria nos termos do inciso 22 do art.................G Senado Dederal 1@ de abril de 1BB1.................... servidor !ue tiver e6ercido #un$ão de dire$ão cCe#ia assessoramento assist8ncia ou cargo em comissão "or "eríodo de 0 <cinco= anos consecutivos ou 1: <de*= anos inter"olados "oder+ a"osentar3se com a grati#ica$ão da #un$ão ou remunera$ão do cargo em comissão de maior valor desde !ue e6ercido "or um "eríodo mínimo de & <dois= anos....... a= ................ QEFE52EES .................... 1?:U da 2nde"end8ncia e 1:(U da Re"ública........................................................... 7 &U A a"lica$ão do dis"osto neste artigo e6clui as vantagens "revistas no art..... Art.............................. 1B(...... do antigo Estatuto dos Duncion+rios Públicos Civis da União Lei nU 1.................. >& ressalvado o direito de o"$ão.............. 7 &V .................................................. ................................ 7 1U Puando o e6ercício da #un$ão ou cargo em comissão de maior valor não corres"onder ao "eríodo de & <dois= anos ser+ incor"orada a grati#ica$ão ou remunera$ão da #un$ão ou cargo em comissão imediatamente in#erior dentre os e6ercidos...................................................... ...................................... &0:.. d= de negocia$ão coletiva4 e= de a)ui*amento individual e coletivamente #rente I Justi$a do KrabalCo nos termos da Constitui$ão Dederal................. Art..... 1@..................................................................................................... ...................... NAUR........ c= . custeio da a"osentadoria ' de res"onsabilidade integral do Kesouro Facional...